Jovem Pan Online

    Bolsonaro prepara decreto para indulto ‘humanitário’ a presos

    Bolsonaro prepara decreto para indulto ‘humanitário’ a presos


    Apesar de ter dito que não haveria indultos em sua gestão, o presidente Jair Bolsonaro deve assinar um decreto para perdoar condenados. O texto está sendo preparado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e vai beneficiar...

    Apesar de ter dito que não haveria indultos em sua gestão, o presidente Jair Bolsonaro deve assinar um decreto para perdoar condenados. O texto está sendo preparado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e vai beneficiar detentos que tenham doenças graves ou terminais. A ideia é dar um viés “humanitário” à medida.

    O ex-juiz da Operação Lava Jato está definindo critérios para a concessão e analisando também os casos em que deve haver restrição. O documento, por exemplo, não deve permitir que condenados por crimes violentos e por corrupção sejam beneficiados.

    A proposta ainda passará por análise da Casa Civil, chefiada por Onyx Lorenzoni, e do próprio Bolsonaro, que disse, no fim de novembro, que não concederia nenhum indulto enquanto estivesse no poder. Na época, um perdão natalino era considerado pelo então presidente Temer, o que acabou não vingando.

    “Fui escolhido presidente do Brasil para atender aos anseios do povo brasileiro. Pegar pesado na questão da violência e criminalidade foi um dos nossos principais compromissos de campanha. Garanto a vocês, se houver indulto para criminosos neste ano, certamente será o último“, disse Bolsonaro em uma rede social, na época.

    Tinta na caneta

    Na véspera dessa declaração, o Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria de votos (seis) para restabelecer o decreto de indulto editado por Temer de 2017 – considerado “excessivamente generoso” por Moro. Um pedido de vista, no entanto, adiou o julgamento da questão – que até agora não acontece, já que a Corte está em recesso.

    Em declaração posterior, Bolsonaro disse: “Já que o indulto é um decreto presidencial, a minha caneta continuará com a mesma quantidade de tinta até o final do mandato em 2022”. Uma pessoa próxima ao presidente contou que, apesar das declarações, Bolsonaro tem “sensibilidade para ouvir e voltar atrás” em decisões.

    *Com informações do Estadão Conteúdo

    Rodrigo Constantino: Para o desespero da esquerda, Trump fez um belo discurso

    Rodrigo Constantino: Para o desespero da esquerda, Trump fez um belo discurso


    O presidente Trump fez um pronunciamento oficial nesta terça a noite do salão oval para falar sobre o “shutdown” do governo e a causa por trás do impasse. Antes mesmo de sua fala já havia forte reação dos democratas, que demandavam tempo...

    O presidente Trump fez um pronunciamento oficial nesta terça a noite do salão oval para falar sobre o “shutdown” do governo e a causa por trás do impasse. Antes mesmo de sua fala já havia forte reação dos democratas, que demandavam tempo equivalente para apresentar seu ponto de vista, acusavam o presidente de “malícia e mentiras”, isso sem que ele tivesse feito o pronunciamento. As grandes emissoras, todas com viés “progressista” à exceção da Fox News, pensavam em montar em realtime uma checagem de Fake News, algo que nunca fizeram quando Obama falava diretamente à nação. É como se as mentiras políticas tivessem começado com Trump…

    Mas o fato, para o desespero da esquerda, é que Trump fez um belo discurso. Claro e objetivo, o presidente explicou que o fechamento do governo se deve a uma mudança de atitude dos democratas, que antes entendiam a importância de se controlar melhor as fronteiras, e agora, só porque ele defende a construção do muro, colocam-se contrários a qualquer esforço para reduzir a entrada de imigrantes ilegais.

    Trump explicou que esses imigrantes ilegais colocam em risco os americanos, inclusive imigrantes legais, e que muitos são criminosos, usam crianças como trampolim para a América, sem se importar com os riscos que isso gera para elas. O custo da barreira física, demandada pelos próprios agentes de segurança, é inferior a $ 6 bilhões, bagatela para os padrões de Washington e ínfimo perto do custo com o combate às drogas ilegais que entram pelas fronteiras porosas.

    Trump ainda rebateu a acusação de que erguer um muro seria algo imoral, lembrando que os próprios políticos democratas constroem muros em torno de suas casas, não porque odeiam aqueles de fora, mas sim porque amam aqueles de dentro e querem protege-los. Trump conclamou o Congresso a deixar divergências partidárias de lado em prol da segurança nacional.

    A argumentação do presidente expôs o oportunismo eleitoral de seus adversários, que preferem rotular Trump como “insensível” ou “xenófobo”, enquanto a população entende que a construção de um obstáculo físico para reduzir a entrada de imigrantes ilegais é apenas bom senso, nada mais.

    Corinthians negocia empréstimo de zagueiro Manoel, do Cruzeiro

    Corinthians negocia empréstimo de zagueiro Manoel, do Cruzeiro


    O Corinthians está próximo de anunciar o oitavo reforço para a temporada 2019. Trata-se do zagueiro Manoel, do Cruzeiro. O jogador de 28 anos tem contrato com o time mineiro até o fim de 2020 e deve assinar com o Timão até o término desta...

    O Corinthians está próximo de anunciar o oitavo reforço para a temporada 2019. Trata-se do zagueiro Manoel, do Cruzeiro. O jogador de 28 anos tem contrato com o time mineiro até o fim de 2020 e deve assinar com o Timão até o término desta temporada.

    Caso confirme a vinda de Manoel – as diretorias acertam os últimos detalhes, ele seria o quinto zagueiro do atual elenco corintiano, que já conta com Léo Santos, Pedro Henrique e Marllon, além do experiente Henrique.

    Contratado pelo Cruzeiro em 2014, junto ao Atlético-PR, Manoel foi titular nos primeiros anos do clube mineiro, mas perdeu espaço em 2016 após se machucar. Na temporada passada, com a recuperação de Dedé, atuou em somente 22 jogos.

    Outro nome que a diretoria corintiana disse estar monitorando é o de Vagner Love. O atacante está há sete meses sem receber salários no Besiktas e tenta a rescisão do contrato para poder negociar com outro clube.

    Com informações de Agência Estado

     

    Mackenzie expulsa aluno de Direito que fez declarações racistas em vídeo

    Mackenzie expulsa aluno de Direito que fez declarações racistas em vídeo


    A Universidade Presbiteriana Mackenzie decidiu expulsar o aluno Pedro Baleotti, que fez vídeo com ameaças e declarações racistas. Segundo a instituição, o agora ex-estudante de Direito não poderá recorrer da medida, divulgada nesta quinta-feira...

    A Universidade Presbiteriana Mackenzie decidiu expulsar o aluno Pedro Baleotti, que fez vídeo com ameaças e declarações racistas. Segundo a instituição, o agora ex-estudante de Direito não poderá recorrer da medida, divulgada nesta quinta-feira (10).

    Em outubro passado, uma filmagem de Baleotti foi divulgada em redes sociais. Entre incitações à violência, ele dizia: “Essa negraiada vai morrer”. A declaração aconteceu na data do segundo turno das eleições e foi grava enquanto ele dirigia, o que é proibido.

    “Estou indo votar armado com faca, pistola, o diabo. Louco para ver um vadio vagabundo de camiseta vermelha para matar logo”, falou. A Polícia Civil registrou o caso e indiciou por crime de racismo o então aluno universitário, poucos dias depois.

    Expulsão

    De acordo com nota da Universidade Presbiteriana Mackenzie, sediada em São Paulo, “os trâmites institucionais foram cumpridos e o aluno foi expulso, receberá todos os documentos quanto aos créditos cumpridos”. A medida é irrevogável.

    “A instituição não coaduna com atitudes preconceituosas, discriminatórias e que não respeitam os direitos humanos”, indica o  texto. O advogado Norman Prochet Neto, que defende Baleotti, disse que as imagens foram divulgadas sem autorização.

    “Os vídeos foram enviados a um grupo restrito de amigos em aplicativo de troca de mensagens, sem qualquer intenção de divulgação; os vídeos foram publicados de forma indevida e sem a autorização, violando direitos de sua personalidade”, afirmou.

    *Com informações da Agência Brasil

    Alvo do Corinthians, Vagner Love tenta rescindir contrato com time turco

    Alvo do Corinthians, Vagner Love tenta rescindir contrato com time turco


    Há sete meses sem receber salários, Vagner Love espera rescindir seu vínculo com o Besiktas ainda este mês. O atacante, que tem mais um ano e meio de contrato com o clube turno, está na mira do Corinthians. De acordo com informações da Agência...

    Há sete meses sem receber salários, Vagner Love espera rescindir seu vínculo com o Besiktas ainda este mês. O atacante, que tem mais um ano e meio de contrato com o clube turno, está na mira do Corinthians.

    De acordo com informações da Agência Estado, o empresário do jogador, Evandro Ferreira, já acionou formalmente o Besiktas para que pague os salários atrasados e encerre o contrato. Caso não haja acordo, ele promete acionar a FIFA.

    O atacante está treinando em separado do elenco e não tem sido relacionado para as partidas do Besiktas. A FIFA autoriza a rescisão de contrato com qualquer clube que atrase mais de três meses de salários.

    Em entrevista no início da semana, o diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, admitiu que está monitorando a situação do jogador. Evandro disse que conversou por duas vezes com dirigentes do clube paulista, mas que ainda não existe uma proposta formal.

    Vagner Love, atualmente com 34 anos, teve boa passagem pelo Corinthians em 2015, quando participou da conquista do Campeonato Brasileiro. O atacante deixou o time após disputar 50 jogos e marcar 16 gols, se transferindo para o Monaco.

    Com informações de Agência Estado

    Palmeiras oficializa a contratação de Marcos Rocha

    Palmeiras oficializa a contratação de Marcos Rocha


    Após atuar na última temporada por empréstimo, Marcos Rocha teve sua contratação oficializada pelo Palmeiras nesta quinta-feira (10). O clube alviverde desembolsou R$ 8 milhões para adquirir os direitos do jogador que pertencia ao...

    Após atuar na última temporada por empréstimo, Marcos Rocha teve sua contratação oficializada pelo Palmeiras nesta quinta-feira (10). O clube alviverde desembolsou R$ 8 milhões para adquirir os direitos do jogador que pertencia ao Atlético-MG.

    Apesar da contratação ter sido feito somente nesta quinta, Marcos Rocha já vinha treinando junto com seus companheiros na Academia de Futebol. Ele aguardava apenas os trâmites finais do acordo entre as equipes para assinar vínculo por quatro temporadas.

    “Primeiro, agradecer à diretoria do Palmeiras por ter me comprado ao Atlético-MG. Agradecer à torcida também pelo ano de 2018, foi muito especial vestindo essa camisa. Agora em definitivo, são quatro anos de contrato”, afirmou o jogador de 30 anos.

    O acordo para contratação de Marcos Rocha incluiu como contrapartida a cessão do atacante Papagaio. O jogador de 20 anos, que está com a Seleção Brasileira sub-20 para a disputa do Sul-Americano, será emprestado ao Atlético-MG logo depois de retornar da competição.

    Com informações de Agência Estado

     

    Mulher com condição rara não consegue ouvir vozes de homens

    Mulher com condição rara não consegue ouvir vozes de homens


    Uma mulher chinesa descobriu que tem uma rara condição auditiva: ela não consegue ouvir as vozes de homens. A constatação veio quando ela visitou um hospital após acordar um dia e não conseguir a voz do namorado. A Sra. Chen, que mora na cidade de...

    Uma mulher chinesa descobriu que tem uma rara condição auditiva: ela não consegue ouvir as vozes de homens. A constatação veio quando ela visitou um hospital após acordar um dia e não conseguir a voz do namorado.

    A Sra. Chen, que mora na cidade de Xiamen, a 716 quilômetros de Hong Kong, foi diagnosticada por um especialista com uma rara perda de audição que a fazia não conseguir ouvir sons em alta frequência. De acordo com estudos, essa condição é identificada em apenas um a cada 13 mil pacientes com problemas de audição.

    A Dra. Lin Xiaoqing, que tratou de Chen, relatou que a paciente conseguia ouvir só o que as mulheres do hospital falavam. “Ela conseguia me ouvir quando eu falava com ela, mas quando um jovem rapaz entrou no consultório, ela não conseguiu ouvir nada do que ele disse”, disse ao site do jornal britânico “Daily Mail”.

    A causa para o problema pode ter sido stress. A chinesa contou aos médicos ter sofrido náuseas e um estranho zumbido no ouvido na noite antes de ela perder parte da audição. Além disso, ela relatou estar trabalhando muito e até tarde, o que a fez dormir pouco.

    De acordo com a médica, o stress pode ter contribuído com a doença, mas a condição também pode ser genética. Ela ainda afirmou que é provável que a paciente recupere totalmente a audição.

    Trump cancela ida ao fórum de Davos por ‘intransigência democrata’

    Trump cancela ida ao fórum de Davos por ‘intransigência democrata’


    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu cancelar a viagem que faria a Davos, na Suíça, onde participaria do Fórum Econômico Mundial no fim de janeiro. O evento marcará a “estreia” internacional do presidente brasileiro, Jair...

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu cancelar a viagem que faria a Davos, na Suíça, onde participaria do Fórum Econômico Mundial no fim de janeiro. O evento marcará a “estreia” internacional do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro.

    “Por causa da intransigência democrata na segurança de fronteira e da grande importância da segurança para nossa nação, estou respeitosamente cancelando minha viagem muito importante a Davos, na Suíça, para o Fórum Econômico Mundial”, escreveu, no Twitter.

    A questão da fronteira com o México envolve a construção de muro, exigida pelo republicano Trump e barrada pelo Partido Democrata. Isso tem sido impasse para aprovar o orçamento do país. Sem recursos, atividades do governo estão suspensa desde dezembro.

    Bolsonaro

    Recém-empossado presidente do Brasil, Bolsonaro confirmou viagem a Davos para o evento que terá representantes de pelo menos 100 países. Lá, ele deve apresentar oportunidades de investimento em agronegócio, ciência, tecnologia, indústria e comércio.

    Because of the Democrats intransigence on Border Security and the great importance of Safety for our Nation, I am respectfully cancelling my very important trip to Davos, Switzerland for the World Economic Forum. My warmest regards and apologies to the @WEF!

    — Donald J. Trump (@realDonaldTrump) January 10, 2019

    Bullying de Valdívia pode ter levado companheiro a abandonar pré-temporada do Colo-Colo

    Bullying de Valdívia pode ter levado companheiro a abandonar pré-temporada do Colo-Colo


    O Colo-Colo, quinto colocado no último Campeonato Chileno, vem realizado sua pré-temporada em Buenos Aires, na Argentina. A preparação do time, que em 2019 vai disputar a Copa Sul-Americana, estava normal, até que Jorge Valdívia se juntou aos...

    O Colo-Colo, quinto colocado no último Campeonato Chileno, vem realizado sua pré-temporada em Buenos Aires, na Argentina. A preparação do time, que em 2019 vai disputar a Copa Sul-Americana, estava normal, até que Jorge Valdívia se juntou aos companheiros.

    De acordo com a imprensa chilena, ao ser apresentado ao atacante Juan Carlos Gaete, novo reforço do Colo-Colo para a temporada, o ex-jogador do Palmeiras teria dito que ele se parecia com Nelson Mauri, um dançarino chileno que em 2018 se envolveu em um escândalo sexual com um homem.

    Gaete então passou a ser chamado pelos novos companheiros de Nelson Mauri, o que deixou o atacante bastante irritado. Tanto que ele abandonou a concentração da equipe na Argentina na última quarta-feira (9) e retornou ao Chile, ameaçando inclusive a rescindir o seu contrato.

    “Culpa da imprensa”

    Nesta quinta-feira (10), Jorge Valdívia se manifestou a respeito do caso em suas redes sociais. O meia esclareceu que não fez nada contra o companheiro e culpou a imprensa por espalhar os rumores de desentendimento.

     

    Visualizar esta foto no Instagram.

     

    Atentamente, Yo!

    Uma publicação compartilhada por Jorge Valdivia Toro (@jorgitovaldivia) em 10 de Jan, 2019 às 7:47 PST

    Juan Carlos Gaete também usou as redes sociais para se pronunciar sobre o suposto bullying. O atacante disse que diferente do que foi noticiado, ele foi bem recebido pelos companheiros, e que o pedido de retorno ao Chile foi para resolver um “problema pessoal”.

    Servidores começam a prestar esclarecimentos sobre edital de livros

    Servidores começam a prestar esclarecimentos sobre edital de livros


    O Ministério da Educação já começou a ouvir servidores na sindicância que investiga o que aconteceu com um edital para a compra de livros de didáticos, publicado com alterações polêmicas no Diário Oficial da União. A pasta tem duas linhas de...

    O Ministério da Educação já começou a ouvir servidores na sindicância que investiga o que aconteceu com um edital para a compra de livros de didáticos, publicado com alterações polêmicas no Diário Oficial da União. A pasta tem duas linhas de apuração: erro de procedimento ou tentativa de boicote ao ministro Ricardo Vélez Rodriguez.

    Os primeiros a prestar esclarecimentos nesta quinta-feira (10) foram os servidores do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE). O grupo envolve os responsáveis pelo envio do documento à equipe que edita o Diário Oficial. Ainda não se sabe se servidores do próprio ministério, que formulou a medida, serão convocados.

    Carlos Alberto Decotelli da Silva, indicado para a presidência do FNDE na gestão do presidente Jair Bolsonaro, não quis comentar o caso. À imprensa, ele afirmou que, enquanto sua nomeação não for publicada, ele não vai poder responder a nada que se refira à autarquia. “Toda a parte da presidência está ainda na gestão anterior”, se limitou a dizer.

    Sindicância

    O Ministério da Educação decidiu abrir sindicância nesta quinta. Um dia antes (9), alterações no edital foram divulgadas pela imprensa e o documento acabou tendo a anulação anunciada por Rodriguez. Nele, estava prevista a compra de livros didáticos que seriam entregues até 2020 a escolas com classes de ensino fundamental.

    Entre os trechos que haviam sido mudados e tiveram repercussão ruim estava o que dizia que as obras deveriam “promover positivamente a cultura e a história afro-brasileira, quilombola, dos povos indígenas e dos povos do campo, valorizando seus valores, tradições, organizações, conhecimentos, formas de participação social e saberes”.

    Metade de um item que se referia às mulheres também tinha sido cortado. O edital foi modificado cinco vezes ao longo do ano passado. Numa delas, realizada no mês de outubro, foram incluídos os itens de maior valorização da mulher, dos quilombolas, a proibição de erros e publicidade e as exigências de referências bibliográficas.

    A princípio, apesar da suspeita de boicote, a principal “linha de investigação” indica que algum funcionário tenha mandado para o Diário Oficial da União um arquivo do documento anterior à última edição feita pela equipe. Na sindicância, o governo federal quer comprovar se apenas um erro de procedimento ou houve intenção.

    *Com informações do Estadão Conteúdo

    EUA atacam ditadura de Maduro: ‘Democracia precisa voltar na Venezuela’

    EUA atacam ditadura de Maduro: ‘Democracia precisa voltar na Venezuela’


    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, tomou posse do seu segundo mandato nesta quinta-feira (10). Após a cerimônia, o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, declarou que, assim como diversas outras nações, seu país não...

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, tomou posse do seu segundo mandato nesta quinta-feira (10). Após a cerimônia, o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, declarou que, assim como diversas outras nações, seu país não reconhece o governo. “É a hora para convencer a ditadura de Maduro que chegou o momento de a democracia voltar na Venezuela”, cravou.

    A pressão ao governo venezuelano, segundo o secretário de Estado, deve continuar. Os EUA têm imposto sanções a pessoas e a empresas que tenham ligações com o país sul-americano como forma de forçar o governo a rever medidas. Para ele, a Venezuela deve iniciar um processo de transição para “restaurar a ordem constitucional e democrática através de eleições livres e justas que respeitem o desejo do povo venezuelano”.

    Uma demonstração da tentativa de pressionar Maduro foi dada na última terça-feira (8), ocasião em que sete pessoas e 23 entidades ligadas à Venezuela passaram a ser investigadas pela Justiça estadunidense por estarem envolvidas em esquemas de corrupção.

    Pompeo foi duro nas críticas e chegou a dizer que a única instituição de poder legitima na Venezuela é a Assembleia Nacional. O parlamento, liderado pela oposição ao presidente, também declarou que não reconhece seu novo mandato e alega ter havido fraudes nas eleições em 2018.

    *com informações do Estadão Conteúdo

    Marcos Pontes rebate declaração de Damares Alves: ‘Não se deve misturar ciência com religião’

    Marcos Pontes rebate declaração de Damares Alves: ‘Não se deve misturar ciência com religião’


    “Não se deve misturar ciência com religião”, afirmou o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, nesta quinta-feira (10). A declaração foi uma resposta à ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), que em vídeo disse...

    “Não se deve misturar ciência com religião”, afirmou o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, nesta quinta-feira (10). A declaração foi uma resposta à ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), que em vídeo disse que a igreja evangélica perdeu espaço na história ao “deixar” a teoria da evolução entrar nas escolas.

    “Ela deve ter falado isso em algum tipo de contexto que eu não sei exatamente”, afirmou Pontes, em entrevista à rádio CBN. “Mas, do ponto de vista da ciência, são muitas décadas de estudo para formar a teoria da evolução desde o início. Ou seja, não se deve misturar ciência com religião.” O vídeo de Damares viralizou na quarta (9).

    Nas imagens, que não têm data de identificação, a ministra diz: “A igreja evangélica perdeu espaço na história”. E complementa: “Nós [evangélicos] perdemos o espaço na ciência quando nós deixamos a teoria da evolução entrar nas escolas, quando nós não questionamos [a teoria da evolução]. E aí os cientistas tomaram conta dessa área”.

    Em nota enviada à TV Globo, o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos informa que a declaração “ocorreu no contexto de uma exposição teológica e não tem qualquer relação com políticas públicas que serão fomentadas” pela pasta. “Não há relação entre a atuação da titular como líder religiosa e funções como gestora pública.”

    Terrivelmente cristã

    Semana passada, em discurso de posse, Damares – que é pastora evangélica – avisou: “O Estado é laico, mas esta ministra é terrivelmente cristã“. Entre outros temas, ela disse que “a brincadeira acabou” para pedófilos, que os índices de feminicídio são uma “vergonha” e, em referência ao aborto, disse que a pasta será o “ministério da vida”.

    Um dia depois (3), começou a circular nas redes um vídeo em que, após a posse, ela dizia: “Atenção, atenção. É uma nova era no Brasil. Menino veste azul e menina veste rosa”. Após uma chuva de críticas, ela tentou se justificar. “Fiz metáfora contra ideologia de gênero, mas meninos e meninas podem vestir azul, rosa, colorido.”

    *Com informações do Estadão Conteúdo

    Depois de apenas 13 jogos, Bryan Ruiz pode deixar o Santos

    Depois de apenas 13 jogos, Bryan Ruiz pode deixar o Santos


    Insatisfeito com as poucas oportunidades dadas, o meia Bryan Ruiz está próximo de deixar o Santos. O jogador de 33 anos pretende fazer um acordo nos próximos dias e acertar de forma amigável sua saída do Peixe. O costarriquenho foi contratado no...

    Insatisfeito com as poucas oportunidades dadas, o meia Bryan Ruiz está próximo de deixar o Santos. O jogador de 33 anos pretende fazer um acordo nos próximos dias e acertar de forma amigável sua saída do Peixe.

    O costarriquenho foi contratado no meio do ano passado, vindo do Sporting, de Portugal. Quando chegou, precisou passar por um período de recondicionamento físico, o que fez ser pouco utilizado pelo técnico Cuca – participou de apenas 13 jogos.

    Neste ano, com Jorge Sampaoli no comando, o jogador percebeu que também não deveria ser muito utilizado. A insatisfação aumentou após o Santos demostrar interesse em contratar o venezuelano Yeferson Soteldo, nome que atua na mesma função de Bryan Ruiz.

    Com informações de Agência Estado

    Gleici Damasceno declara torcida contra acreano do ‘BBB 19’ após acusações de agressão

    Gleici Damasceno declara torcida contra acreano do ‘BBB 19’ após acusações de agressão


    O campeã do “BBB 18“, Gleici Damasceno, usou o Twitter para afirmar que irá torcer contra Vanderson Brito, o representante do Acre no “BBB 19“. Após ser anunciado como participante do reality, nesta quarta-feira (9), o biólogo foi acusado de...

    O campeã do “BBB 18“, Gleici Damasceno, usou o Twitter para afirmar que irá torcer contra Vanderson Brito, o representante do Acre no “BBB 19“. Após ser anunciado como participante do reality, nesta quarta-feira (9), o biólogo foi acusado de agressão por uma ex-namorada.

    “Agressor de mulher não vai ter vez comigo”, escreveu Gleici na noite desta quarta. Ela é a primeira acreana a ter vencido o programa da Globo. “Selecionei algumas pessoas que simpatizei de início mas é óbvio que ainda não estou torcendo por ninguém. É isso!”, continuou.

    Agressor de mulher não vai ter vez comigo.

    — Gleici Damasceno (@gleicidamasceno) January 10, 2019

    Selecionei algumas pessoas que simpatizei de início mas é óbvio que ainda não estou torcendo por ninguém. É isso!

    — Gleici Damasceno (@gleicidamasceno) January 10, 2019

    Entenda

    A acusação de agressão contra Vanderson partiu de Maíra Menezes, ex-namorada do professor. Em um post no Facebook, ela afirma ter apanhado do ex quando tinha 18 anos. Ela também relata ter ficado com medo de denunciá-lo.

    “Imagina você abrir seu celular cheio de mensagens das suas amigas perguntando como eu estava. O rosto do meu ex agressor estava por toda parte, por toda internet. Meu Deus, só eu sei o que eu vivi.  Típico relacionamento abusivo que terminou com uma agressão. Eu terminei ainda amando mas sabia que ele ia me bater de novo. Na época, com 18/19 anos, não tive coragem de fazer denuncia. Anos depois, todo esse sofrimento me fez amadurecer e me fez feminista. Eu não sou a única. Sofri muito na época porque ninguém acreditou em mim. Mas a verdade aparece e esse ano é ano de OGUM!”, escreveu.

    Imagina vc abrir seu celular cheio de mensagens das suas amigas perguntando como eu estava. O rosto do meu ex agressor…

    Publicado por Maí Ra em Quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

    A Globo ainda não se posicionou sobre as acusações contra Vanderson. Ele e mais 17 participantes estão escalados para entrar na casa do “BBB 19” na próxima terça-feira (15), quando o programa estreia.

    Marcelo Odebrecht pede que justiça suspenda ação contra ele no caso do Instituto Lula

    Marcelo Odebrecht pede que justiça suspenda ação contra ele no caso do Instituto Lula


    Marcelo Odebrecht pediu a suspensão do processo contra ele em ação penal que apuram irregularidades no Instituto Lula e em apartamento de São Bernardo do Campo (SP). Os dois imóveis teriam sido repassados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva...

    Marcelo Odebrecht pediu a suspensão do processo contra ele em ação penal que apuram irregularidades no Instituto Lula e em apartamento de São Bernardo do Campo (SP). Os dois imóveis teriam sido repassados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como forma de propina. Caso seja concedida, a medida valerá apenas para o empresário.

    Na petição anexada ao processo na quarta-feira (9), a defesa do ex-presidente do Grupo Odebrecht afirma que o acordo de delação premiada determina a suspensão de ações penais contra Marcelo após a superação de 30 anos de condenação. Ele já “bateu a meta” em outros casos investigados no âmbito da Operação Lava Jato.

    Marcelo Odebrecht foi condenado a mais de 40 anos de prisão. Ele ficou detido em regime fechado entre junho de 2015 e dezembro de 2017, quando passou para regime domiciliar. A mesma argumentação foi entregue à juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR), em alegações finais sobre a reforma de um sítio em Atibaia (SP).

    Acusação

    A força-tarefa da Lava Jato aponta que terreno destinado ao Instituto Lula, na Rua Dr. Haberbeck Brandão – em São Paulo – foi comprado em nome da DAG Construtora com recursos da Construtora Norberto Odebrecht. A aquisição teria sido intermediada pelo ex-ministro de Lula, Antônio Palocci, que acaba de negociar nova delação.

    *Com informações do Estadão Conteúdo