G1 > Mato Grosso do Sul

    Umidade do ar fica abaixo dos 30% em 12 municípios de MS neste domingo, aponta meteorologia

    Umidade do ar fica abaixo dos 30% em 12 municípios de MS neste domingo, aponta meteorologia


    Menor índice foi em Três Lagoas, com 22%, onde foi registrada a maior temperatura que chegou a 34,2°C, com sensação térmica de 38°C. Rio Sucuriú, em Três Lagoas (MS), próximo à Usina de Jupiá na divisa com são Paulo Prefeitura de Três...


    Menor índice foi em Três Lagoas, com 22%, onde foi registrada a maior temperatura que chegou a 34,2°C, com sensação térmica de 38°C. Rio Sucuriú, em Três Lagoas (MS), próximo à Usina de Jupiá na divisa com são Paulo Prefeitura de Três Lagoas/Divulgação A secura do ar castigou a população de alguns municípios de Mato Grosso do Sul neste domingo (22). Segundo o meteorologista da Uniderp/USP Natálio Abrão, 12 cidades do estado atingiram menos de 30% de umidade relativa do ar, o que representa estado de atenção. O pior índice foi em Três Lagoas, região leste do estado, onde a umidade do ar chegou a 22%. Para piorar, os termômetros chegaram a 34,2°C e a sensação térmica foi ainda mais alta, de 38°C. Também ficaram em estado de anteção os municípios: Água Clara (24%), Amambai (28%), Aquidauana (28%), Aral Moreira (28%), Bataguassu (26%), Brasilândia (28%), Cassilândia (24%), Costa Rica (28%), Iguatemi (29%), Paranaíba (27%), Pedro Gomes (27%). Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o índice mínimo recomendado é 60%. Quando o índice da umidade relativa do ar cai para menos de 30%, a OMS considera como situação de alerta.

    Jovem é encontrado morto com corte no pescoço e arrastado por 10 metros até buraco de mata em MS


    Segundo a polícia, os chinelos da vítima foram encontrados no outro lado da estrada vicinal dentro da plantação de milho, em Maracajú (MS). Um jovem de 20 anos foi encontrado morto por uma facada no pescoço na tarde deste domingo (22) em uma...

    Segundo a polícia, os chinelos da vítima foram encontrados no outro lado da estrada vicinal dentro da plantação de milho, em Maracajú (MS). Um jovem de 20 anos foi encontrado morto por uma facada no pescoço na tarde deste domingo (22) em uma propriedade rural em Maracajú, município a 157 quilômetros da capital de Mato Grosso do Sul. Segundo a polícia, o corpo foi foi arrastado por 10 metros e deixado em um buraco dentro da mata, com objetivo de ocultar o cadáver. Os chinelos da vítima foram encontrados no outro lado da estrada vicinal, no meio da plantação de milho. O corpo foi reconhecido pela equipe policial que iniciou as investigações. A propriedade rural onde o corpo foi localizado fica na rodovia mini-anel, próxima a entrada da estrada da Escola Agrícola. O caso foi registrado como homicídio qualificado por motívo fútil.
    Condutor que atropelou irlandês em rodovia de MS e o deixou em estado grave estava bêbado, diz polícia 

    Condutor que atropelou irlandês em rodovia de MS e o deixou em estado grave estava bêbado, diz polícia 


    Vítima continua internada em estado grave, no CTI de hospital em Corumbá. Suspeito assinou um TCO e deve responder por lesão corporal culposa.  Vítima teve fraturas e amputação da perna após acidente em Corumbá, MS Corpo de...


    Vítima continua internada em estado grave, no CTI de hospital em Corumbá. Suspeito assinou um TCO e deve responder por lesão corporal culposa.  Vítima teve fraturas e amputação da perna após acidente em Corumbá, MS Corpo de Bombeiros/Divulgação O condutor que colidiu com um motociclista irlandês em Corumbá, a 413 km de Campo Grande, estava embriagado, de acordo com a polícia. O teor alcoólico, no entanto, não foi suficiente para uma prisão em flagrante e ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), com o compromisso de comparecer em juízo e responder por lesão corporal culposa. "Ele assinou um TCO e foi liberado. Houve a infração de trânsito e a quantidade de álcool no sangue constatada pela PRF [Polícia Rodoviária Federal], cabendo inclusive multa. No caso da nossa investigação, foi feito o termo. Se o quadro médico da vítima evoluir, aí sim será instaurado o inquérito policial", afirmou ao G1 o delegado Sam Ricardo Suzumura, responsável pelas investigações. No caso do suspeito, que realizou o teste de etilômetro, foi constatado 0,16 mg/l de álcool no sangue. A pena para o crime de lesão corporal culposa é de 3 meses a 1 ano. Se for grave, pode chegar até a 5 anos de reclusão. A vítima continua internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do hospital, em estado grave. Entenda o caso A vítima de 37 anos teve inúmeras fraturas, hemorragia e amputação da perna, após acidente ocorrido nessa sexta-feira (20), na BR-262. Segundo o Corpo de Bombeiros, ele estava em uma moto, quando o motorista de um carro de passeio tentou ultrapassagem de um caminhão e o atingiu. A colisão ocorreu por volta das 10h (de MS), na altura do km 447. Os militares foram acionados e iniciaram o atendimento, encontrando o homem já com a perna esquerda amputada, fratura exposta do fêmur e quadril, ainda de acordo com a corporação. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também foi acionada e fez atendimentos no local do acidente.
    Idoso se apresenta e alega que foi agredido antes de jogar carro em cima de motociclista, diz polícia 

    Idoso se apresenta e alega que foi agredido antes de jogar carro em cima de motociclista, diz polícia 


    Relojoeiro prestou depoimento formal e foi indiciado por lesão corporal dolosa. Ele alegou que ficou desesperado e foi agredido a socos pelo motociclista.  Idoso envolvido em acidente se apresentou na delegacia e diz que foi agredido TV...


    Relojoeiro prestou depoimento formal e foi indiciado por lesão corporal dolosa. Ele alegou que ficou desesperado e foi agredido a socos pelo motociclista.  Idoso envolvido em acidente se apresentou na delegacia e diz que foi agredido TV Morena/Reprodução O motorista flagrado jogando o carro em cima de um motociclista, em uma avenida de Três Lagoas, leste Mato Grosso do Sul, se apresentou espontaneamente à polícia na noite de sexta-feira (20). O relojoeiro de 67 anos disse que, somente fez o ato por desespero, momentos após ser agredido pelo outro condutor. O idoso prestou depoimento formal e foi indiciado. Ele contou que, durante a tarde, trafegava pela avenida Filinto Muller, com o vidro aberto quando reduziu a velocidade e deixou o motociclista irritado, já que estava na frente dele. Logo depois, o homem parou ao lado do carro, puxou a camiseta da suposta vítima e o agrediu com socos. Segundo disse ao G1 o delegado Messias Pires dos Santos Filho , o relojoeiro não tinha antecedentes criminais. Ele já foi liberado e responderá por lesão corporal dolosa. A pena para este tipo de crime varia de dois meses de detenção a um ano, além de possível multa. Entenda o caso Toda a polêmica começou com um vídeo que circulava as redes sociais. Nele, o motorista do veículo é flagrado jogando o carro em cima de um motociclista ao lado dele na avenida Filinto Muller por volta das 14h (de MS) em Três Lagoas. Nas imagens é possível ver o carro passando quase em cima do motociclista e, em seguida, foge em sentido contrário pela avenida. A vítima comunicou o caso à Polícia Militar e, segundo a PM, disse que não ficou ferida. Motorista é flagrado jogando veículo em cima de motociclista e fugindo em Três Lagoas

    Menino de 17 anos é apreendido ao dirigir carro roubado com 195 kg de droga em rodovia de MS, diz polícia


    Ele é do município de Mundo Novo e possui antecedentes por tráfico, roubo e receptação. Um menino de 17 anos foi apreendido durante a madrugada deste sábado (21), na rodovia BR-163, altura do km 492, dirigindo um carro roubado em Cuiabá. Ao G1 o o...

    Ele é do município de Mundo Novo e possui antecedentes por tráfico, roubo e receptação. Um menino de 17 anos foi apreendido durante a madrugada deste sábado (21), na rodovia BR-163, altura do km 492, dirigindo um carro roubado em Cuiabá. Ao G1 o o delegado Enilton Pires Zalla, que participou do flagrante, o adolescente estava com 195,6 kg de droga e tinha Rondonópolis como destino. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez a abordagem e constatou o crime, verificando que o veículo tinha sido roubado no dia 4 de abril deste ano. Ele é do município de Mundo Novo, região sul do estado, sendo que já possui antecedentes por tráfico, roubo e receptação. O adolescente foi encaminhado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro, enquanto os 245 tabletes de maconha foram encaminhados para a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denar).
    Motorista foge após jogar carro em cima de motociclista em avenida de Três Lagoas, MS; veja vídeo

    Motorista foge após jogar carro em cima de motociclista em avenida de Três Lagoas, MS; veja vídeo


    Vítima registrou ocorrência e dono de veículo é procurado pela número da placa. Motorista é flagrado jogando veículo em cima de motociclista e fugindo em Três Lagoas Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um motorista, ainda não...


    Vítima registrou ocorrência e dono de veículo é procurado pela número da placa. Motorista é flagrado jogando veículo em cima de motociclista e fugindo em Três Lagoas Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um motorista, ainda não identificado, jogando o carro em cima de um motociclista ao lado dele e depois foge em plena avenida Filinto Muller, em Três Lagoas, município na região leste de Mato Grosso do Sul, por volta das 14h (de MS). Nas imagens é possível ver o carro passando quase em cima do motociclista e, em seguida, foge em sentido contrário pela avenida. A vítima comunicou o caso à Polícia Militar e, segundo a PM, disse que não ficou ferida. O juizado de trânsito registrou a ocorrência e o dono do carro está sendo procurado pelo número da placa. Outro meio possível também encontrar o responsável por essa intolerância no trânsito é a circulação do vídeo nas redes sociais. Motociclista quase atropelado por carro registrou ocorrência na PM Reprodução/TV Morena
    Advogada morre por influenza 15 minutos após chegar em hospital de MS, afirma secretário de saúde

    Advogada morre por influenza 15 minutos após chegar em hospital de MS, afirma secretário de saúde


    Vítima fez três passagens pelo hospital, com sintomas semelhantes. Confirmação do vírus ocorreu nesta sexta-feira (20).  Advogada morreu vítima de influenza em Naviraí, MS Facebook/Divulgação Uma advogada de 30 anos, morreu na noite dessa...


    Vítima fez três passagens pelo hospital, com sintomas semelhantes. Confirmação do vírus ocorreu nesta sexta-feira (20).  Advogada morreu vítima de influenza em Naviraí, MS Facebook/Divulgação Uma advogada de 30 anos, morreu na noite dessa quinta-feira (19), vítima do vírus H3N2, da gripe Influenza. Ela estava internada na Santa Casa de Naviraí, a 350 km de Campo Grande. Segundo o secretário de saúde do município, Edvan Thiago Barros Barbosa, ela já tinha sido classificada como paciente de risco e estava aguardando o atendimento, 15 minutos após chegar na unidade hospitalar. "Nós recebemos hoje a confirmação do Lacen [Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul]. A vítima fez três passagens pelo hospital, com sintomas semelhantes e, assim que colhemos o material, ela teve uma parada cardiorrespiratória e infelizmente faleceu", afirmou ao G1 o secretário. Conforme Edvan, foram tomadas todas as medidas necessárias, tanto no hospital quanto com a família da advogada. "O pessoal da vigilância epidemiológica já esteve em contato com as pessoas envolvidas. Nós acreditamos ser este um caso isolado e teremos a programação de vacinação a partir da próxima segunda-feira (23)", finalizou o secretário. Conforme a Secretaria Estadual de Saúde, já foram confirmados 11 casos em Mato Grosso do Sul, sendo 2 mortes na capital sul-mato-grossense. Do total, seis são referentes ao vírus H3N2.
    Caminhonete capota e passageira é arremessada para fora em MS

    Caminhonete capota e passageira é arremessada para fora em MS


    Acidente aconteceu na manhã desta sexta-feira (20), em Corumbá. Vítimas estavam em caminhonete e foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros, em MS Corpo de Bombeiros/ Divulgação Uma jovem de 18 anos e um rapaz de 26 ficaram feridos em acidente na...


    Acidente aconteceu na manhã desta sexta-feira (20), em Corumbá. Vítimas estavam em caminhonete e foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros, em MS Corpo de Bombeiros/ Divulgação Uma jovem de 18 anos e um rapaz de 26 ficaram feridos em acidente na manhã desta sexta-feira (20), na BR-262, em Corumbá, a 415 quilômetros de Campo Grande. Segundo o Corpo de Bombeiros, eles não usavam cinto de segurança. O rapaz dirigia uma caminhonete que capotou em trecho da área urbana da Corumbá. A passageira foi arremessada do veículo e teve a queda amortecida por um amontoado de capim. Ambos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros. A jovem teve fratura no pé e o rapaz suspeita de traumatismo craniano.

    Idoso é morto a tiros e outro fica ferido em fazenda de Ponta Porã, MS


    Crime aconteceu na noite de quinta-feira (19). Um idoso de 62 anos foi morto a tiros e outro, de 64, ficou gravemente ferido, em atentado ocorrido na noite de quinta-feira (19), em uma fazenda de Ponta Porã, localizada nas proximidades da BR-463. De...

    Crime aconteceu na noite de quinta-feira (19). Um idoso de 62 anos foi morto a tiros e outro, de 64, ficou gravemente ferido, em atentado ocorrido na noite de quinta-feira (19), em uma fazenda de Ponta Porã, localizada nas proximidades da BR-463. De acordo com informações do boletim de ocorrência, o idoso ferido havia ido à fazenda para receber do homem que morreu. Em um determinado momento o suspeito entrou na cozinha atirando e fugiu. O corpo do idoso estava no chão da cozinha. O ferido foi socorrido para um hospital de Dourados em estado grave. O caso foi registrado como homicídio e até a publicação desta resportagem nenhum suspeito havia sido preso.
    Rapaz é preso em MS com travesseiro recheado de notas falsas

    Rapaz é preso em MS com travesseiro recheado de notas falsas


    Apreensão foi quinta-feira (20), em Dourados. Jovem era passageiro de ônibus. Dinheiro escondido em travesseiro, em MS Reprodução/TV Morena Um rapaz de 19 anos foi preso quinta-feira (19), em Dourados, a 214 quilômetros de Campo Grande, com notas...


    Apreensão foi quinta-feira (20), em Dourados. Jovem era passageiro de ônibus. Dinheiro escondido em travesseiro, em MS Reprodução/TV Morena Um rapaz de 19 anos foi preso quinta-feira (19), em Dourados, a 214 quilômetros de Campo Grande, com notas falsas escondidas dentro de um travesseiro. A Polícia Militar (PM) fiscalizava ônibus na rodoviária do município e em um deles encontrou um travesseiro com peso maior do que o normal. Ele foi aberto e dentro havia cédulas falsas de R$ 20 e R$ 50 que somaram cerca de R$ 43 mil. A poltrona onde estava o travesseiro não tinha nenhum passageiro. No entanto, um rapaz que sentava próximo demonstrou excesso de nervosismo e confessou que havia comprado o dinheiro falso em um comércio de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha à Ponta Porã. O rapaz, o travesseiro e as cédulas foram encaminhados à Polícia Federal, em Dourados. Notas falsas escondidas em travesseiro são apreendidas em Dourados
    Armas e munições de uso restrito são apreendidos em comércio de MS

    Armas e munições de uso restrito são apreendidos em comércio de MS


    No local também havia pneus e medicamentos proibidos no Brasil. Dono disse à polícia que vendia alguns produtos para caçadores da região. Armas, munições, pneus e medicamentos apreendidos pelo DOF em MS DOF/Divulgação Diversas armas,...


    No local também havia pneus e medicamentos proibidos no Brasil. Dono disse à polícia que vendia alguns produtos para caçadores da região. Armas, munições, pneus e medicamentos apreendidos pelo DOF em MS DOF/Divulgação Diversas armas, munições - entre eles de uso restrito -, pneus e medicamentos proibidos no Brasil, foram apreendidos na quinta-feira (19), em um comércio do distrito de Presidente Castelo Branco, em Deodápolis, a 245 quilômetros de Campo Grande. O Departamento de Operações da Fronteira (DOF) recebeu denúncia sobre venda de munições e armas, foi ao local e lá encontrou os materiais de acordo com as informações recebidas. O dono, de 53 anos, confessou aos policiais que comprava os produtos no Paraguai para revender ali e foi preso. Conforme o DOF, foram apreendidas quatro espingardas; uma pistola; 600 pacotes de cigarros; 132 pneus de vários tamanho e marcas, sendo 42 de motocicletas; 26 cartelas de comprimidos de venda proibida no Brasil e 919 munições de vários calibres, inclusive de 9mm, que é de uso restrito. O comerciante não estava no local quando os policiais chegaram. A irmã dele estava lá, o avisou sobre a presença dos militares e ele compareceu com a presença de advogado. Ele disse ainda ao DOF que vendia armas e munições para caçadores da região. O caso foi encaminhado à Polícia Federal, em Dourados, e o homem preso por tráfico internacional de armas.
    Prefeitura em MS revoga contratos após recomendação do MP, mas mantém secretária investigada

    Prefeitura em MS revoga contratos após recomendação do MP, mas mantém secretária investigada


    Operação Linha Marcada foi deflagrada no último dia 11 de abril em Bela Vista (MS) e Caracol (MS) contra suposta fraude em licitação e contratos de transporte público. Fraude foi encontrada em licitações e contratos na prestação de serviços...


    Operação Linha Marcada foi deflagrada no último dia 11 de abril em Bela Vista (MS) e Caracol (MS) contra suposta fraude em licitação e contratos de transporte público. Fraude foi encontrada em licitações e contratos na prestação de serviços de transporte com a prefeitura de Bela Vista (MS) Gaeco/Divulgação A prefeitura de Bela Vista revogou os contratos com duas empresas investigadas na Operação Linha Marcada, conforme publicado no Diário Oficial do município desta quinta-feira (19). Mas apesar da recomendação do Ministério Público do Estado (MP-MS), a secretária de Educação, Jane Mary Garcia Mattos Carvalho é mantida no cargo. O G1 tentou entrar em contato com a assessoria da prefeitura, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem. Na recomendação da última terça-feira (17), o MP pedia a revogação dos contratos de três empresas, além da prefeitura se abster de fazer novas contratações e qualquer pagamento aos envolvidos na operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), deflagrada no último dia 11 de abril, em Caracol e Bela Vista, municípios no sul do estado. Segundo as investigações do Gaeco, a fraude em licitações e contratos na prestação de serviço público de transporte com a prefeitura de Bela Vista teria rendido aos envolvidos cerca de R$ 1 milhão. Também foi determinada criação de uma comissão para remedição das linhas do transporte escolar, com no mínimo três integrantes para estabelecer uma planilha do controle diário de quilômetros rodados para cada veículo (ônibus, micro ou afim). O grupo deve ter a participação de diretores de escolas, um integrante do Conselho Municipal de Educação e três agentes de medição de linhas/fiscalização do transporte escolar. Outra recomendação do MP foi a criação de comissão, por um integrante do Conselho Municipal de Saúde e outros dois participantes, para medição e controle do transporte de pacientes que realizam consultas em Campo Grande e hemodiálise em Ponta Porã, com publicação dos boletins de medição no Portal da Transparência. Para fazer a Recomendação, o promotor de Justiça William Marra Silva Júnior considerou a investigação que constatou indícios de fraudes a procedimentos licitatórios, para contratação de serviços de transporte público, nas áreas de saúde e educação, o que representa a probidade administrativa. Além disso, no último domingo (15), a Justiça determinou o afastamento de quatro servidores municipais, dentre eles a secretária Municipal de Saúde Ângela Venturini Baggio, por suspeitas de envolvimento com organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro. A secretária de Educação, também investigada por ilícitos penais e ímprobos, retornou ao cargo, mas foi recomendado o afastamento em 24 horas. Júnior ainda levou em consideração que o contrato com uma empresa construtora também tem irregularidades, ao favorecer o empresário operador de uma prestadora que oferecia o serviço de transporte escolar, sob o rendimento inicial de R$ 240 mil. O município de Bela Vista tem um prazo 48 horas para informar ao Ministério Público do Estado se cumprirá ou não a recomendação. CPI Um dia antes da recomendação, os vereadores votaram pela criação da instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Câmara Municipal de Bela Vista, para apurar possível participação do prefeito Reinaldo Miranda Benites nas irregularidades do transporte escolar. Segundo a publicação no Diário Oficial, a comissão será presidida pelo vereador Ramão Paredes Gil (PTC), o relator será Marcos Lino Silva (MDB) e ainda terá como integrante Johnys Hemory Denis Basso (Dem).
    Estudantes do IFMS criam aplicativo que faz tradução entre o guarani e português

    Estudantes do IFMS criam aplicativo que faz tradução entre o guarani e português


    Aplicativo deve ficar disponível nas plataformas digitais a partir de agosto deste ano, mas já está sendo testado por escolas de aldeias indígenas da região de Dourados (MS). Estudantes de MS criam dicionário que ajuda na tradução do guarani...


    Aplicativo deve ficar disponível nas plataformas digitais a partir de agosto deste ano, mas já está sendo testado por escolas de aldeias indígenas da região de Dourados (MS). Estudantes de MS criam dicionário que ajuda na tradução do guarani para o português Com o sonho de manter a cultura indígena viva, os alunos do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) de Dourados, município no sul do estado, criaram um aplicativo que permite a tradução entre guarani e o português com apenas alguns cliques. A invenção digital permite aos usuários terem contato e conhecerem a língua primitiva na palma da mão. A ideia de criar o dicionário on-line surgiu através de uma das envolvidas no projeto. A estudante Gabriela Vito sempre teve contato com a cultura indígena por causa da avó, ativista falecida aos 62 anos. Mesmo com o exemplo dentro de casa, a jovem não aprendeu a falar o idioma. "O guarani está se perdendo rapidamente porque os jovens não estão mais buscando aprender a falar guarani. Os anciões não estão mais ensinando, passando para os seus filhos", comentou Gabriela. O pai da menina, Eder Vito, disse que a mãe, após fugir com a família para Campo Grande no início da década de 70, optou por não ensinar nenhum dos seis filhos a língua nativa para evitar que eles não sofressem preconceito na capital. Vendo que a língua guarani estava sendo esquecida pela população indígena, Gabriela e mais dois colegas aceitaram o desafio dos professores e contaram com a ajuda da tecnologia para manter o idioma dos antepassados vivo e disponível para todos. "A gente sempre observou que os estudantes que têm essa vontade de inovar, de trabalhar de forma diferente. Procuramos cada um deles para propor novas ideias e trabalhar juntamente com eles na pesquisa, no desenvolvimento de novas ações para a sociedade", explicou Evandro Falleiros, professor de desenvolvimento de Web. Com a união de duas palavras, o aplicativo denominado Guaruak é capaz de traduzir cerca de 1,2 mil palavras do guarani para o português e vice-versa. O programa também permite que o usuário ouça a pronúncia e expressões do termo. A previsão é que o aplicativo esteja disponível nas plataformas digitais a partir de agosto deste ano, mas a invenção já está sendo testada por escolas de aldeias indígenas da região de Dourados, onde os materiais para ensinar a língua são escassos. Com o trabalho e inúmeras pesquisas envolvidas, os participantes do projeto se sentem gratificados por criarem algo que, além de preservar e cuidar de um idioma antigo, também contribui com o processo de conhecimento das pessoas. Todo o esforço já rendeu muitos prêmios aos jovens, mas a gratificação principal é a credencial para participarem de uma feira internacional que será realizada no Brasil. Todos eles ainda planejam outros destinos para o dicionário. " A gente está tentando analisar como que a gente consegue continuar com o projeto, inclusive imaginar desdobramentos futuros do aplicativo. Mas caso isso não seja possível a gente sempre vai estar à disposição do projeto da instituição para ajudar os próximos que virão", afirmou o estudante William Melo. Aplicativo foi criado com o objetivo de manter o guarani vivo Reprodução/TV Morena

    Polícia vai investigar incêndio de uma árvore tombada como patrimônio histórico de Dourados, MS


    Funcionários da fiscalização foram ao Parque dos Jequitibás para medir o tamanho da árvore e a quantidade que foi consumida pelo fogo. Jequitibá tombado como patrimônio histórico em Dourados é queimado A polícia vai investigar o incêndio...

    Funcionários da fiscalização foram ao Parque dos Jequitibás para medir o tamanho da árvore e a quantidade que foi consumida pelo fogo. Jequitibá tombado como patrimônio histórico em Dourados é queimado A polícia vai investigar o incêndio provocado em uma árvore da espécie jequitibá, tombada desde agosto de 2005 como patrimônio histórico de Dourados, município no sul de Mato Grosso do Sul. Os fiscais do Instituto do Meio Ambiente do município foram na manhã desta quinta-feira (19) até o Parque dos Jequitibás, que fica atrás do Paço Municipal, para medir o tamanho da árvore e a quantidade que foi consumida pelo fogo. Segundo a assessoria da prefeitura, todas as providências estão sendo tomadas para encontrar o responsável pelo incêndio. Além disso, todos os procedimentos serão encaminhados para a polícia de Dourados depois de concluídos. A legislação ambiental não permite colocar fogo em árvores, menos ainda quando se trata de um patrimônio histórico. Mesmo se o jequitibá estivesse colocando em risco as casas ao redor, seria necessária uma autorização para fazer a retirada.
    Familiares eram responsáveis pelo núcleo do grupo criminoso alvo da PF em MS, diz delegado

    Familiares eram responsáveis pelo núcleo do grupo criminoso alvo da PF em MS, diz delegado


    Operação Ponto Cego foi deflagrada nesta quinta-feira (19), em Três Lagoas (MS), para combater o tráfico de drogas. Policiais federais em saída para cumprimentos de mandados em Três Lagoas (MS) PF/Divulgação O delegado da Polícia Federal...


    Operação Ponto Cego foi deflagrada nesta quinta-feira (19), em Três Lagoas (MS), para combater o tráfico de drogas. Policiais federais em saída para cumprimentos de mandados em Três Lagoas (MS) PF/Divulgação O delegado da Polícia Federal Allan Givigi afirmou que os três irmãos e os respectivos cônjuges integram o núcleo da organização criminosa, alvo de investigação da Operação Ponto Cego, que foi deflagrada nesta quinta-feira (19), em Três Lagoas (MS), para combater o tráfico de drogas. “Nosso núcleo de investigação descobriu que um grupo estava trazendo maconha para a cidade e vendendo na cidade e nas adjacências. Essa organização criminosa tem uma particularidade, o núcleo era composto por familiares, são três irmãos e os respectivos cônjuges, que faziam toda a logística, o contato com o fornecedor na região da fronteira, contratar o fornecedor, trazer para cá, contratar o batedor, fazer o transporte da droga para a cidade para daqui a droga ser vendida”, explicou o delegado. A Agência Estadual de Administração Penitenciária (Agepen) levanta informações sobre o caso. A investigação começou em abril do ano passado, quando um agente penitenciário foi preso tentando entrar com dois celulares para um dos irmãos da quadrilha que cumpre pena na da penitenciária de Segurança Média da unidade prisional no município da região do Bolsão. O agente foi afastado das atividades e uma sindicância foi aberta pela Agepen. Desde o início da investigação, os policiais já apreenderam 260 quilos de drogas, evitaram a fuga de um detento e a introdução de aparelho celular em presídio. De acordo com a PF, são cumpridos 10 mandados de prisão preventiva, 12 de busca e apreensão e um de suspensão de exercício de função pública, todos expedidos pela 2ª Vara Criminal de Três Lagoas. A operação continua e os agentes ainda fazem buscas e cumprem mandados de prisão.
    Família e agente penitenciário são alvos de operação da PF contra tráfico de drogas em MS

    Família e agente penitenciário são alvos de operação da PF contra tráfico de drogas em MS


    São cumpridos mandados de prisão, busca e apreensão e de suspensão de função pública. Policiais federais em saída para cumprimentos de mandados em MS PF/Divulgação Duas irmãs, um irmão, os respectivos companheiros e um agente...


    São cumpridos mandados de prisão, busca e apreensão e de suspensão de função pública. Policiais federais em saída para cumprimentos de mandados em MS PF/Divulgação Duas irmãs, um irmão, os respectivos companheiros e um agente penitenciário estadual estão entre os alvos de operação da Polícia Federal (PF) contra o tráfico de drogas, nesta quinta-feira (19), em Três Lagoas e Campo Grande. A Agência Estadual de Administração Penitenciária (Agepen) levanta informações sobre o caso. De acordo com a PF, são cumpridos 10 mandados de prisão preventiva, 12 de busca e apreensão e um de suspensão de exercício de função pública, todos expedidos pela 2ª Vara Criminal de Três Lagoas. Desde o início da investigação, os policiais já apreenderam 260 quilos de drogas, evitaram a fuga de um detento e a a introdução de aparelho celular em presídio. Conforme a PF, o agente penitenciário alvo estaria envolvido nas duas situações evitadas. Na casa dele foram apreendidos documentos. Ele não foi preso e nem levado para prestar depoimento. Segundo a PF, a operação Ponto Cego integra investigação sobre o tráfico de drogas iniciada há um ano, sendo verificado que o grupo alvo atua dentro e fora de presídios. O nome faz alusão ao apelido de um dos irmãos investigados, apontado como chefe do grupo criminoso. Os investigados podem responder pelos crimes de tráfico de entorpecentes, associação para o tráfico, corrupção ativa, corrupção passiva e formação de organização criminosa, cujas penas somadas podem chegar a 28 anos de prisão. Polícia Federal faz operação contra tráfico de drogas em Campo Grande e Três Lagoas

    Homem morre em acidente na MS-156, em Itaporã


    Vítima estava sem documentos pessoais. Caso foi registrado como morte a esclarecer. Um homem foi encontrado morto na MS-156, em Itaporã, no sul do estado. Segundo a polícia, ele foi vítima de acidente de trânsito. De acordo com informações do...

    Vítima estava sem documentos pessoais. Caso foi registrado como morte a esclarecer. Um homem foi encontrado morto na MS-156, em Itaporã, no sul do estado. Segundo a polícia, ele foi vítima de acidente de trânsito. De acordo com informações do boletim de ocorrência, registrado como morte a esclarecer, os policiais suspeitam que a vítima estava em bicicleta. O homem não portava documentos pessoais, não havia no local outro veículo e no trecho onde aconteceu o acidente a iluminação pública estava apagada.
    Moradores de Goiás são presos em MS com 10,6 quilos de droga em mala

    Moradores de Goiás são presos em MS com 10,6 quilos de droga em mala


    De acordo com a polícia, dupla disse que foi contratada para levar o entorpecente de volta para Goiânia. Mala com tabletes de skank; apreensão foi em MS PM/Divulgação Dois moradores de Goiânia, de 23 e 25 anos, foram presos quarta-feira (18), em...


    De acordo com a polícia, dupla disse que foi contratada para levar o entorpecente de volta para Goiânia. Mala com tabletes de skank; apreensão foi em MS PM/Divulgação Dois moradores de Goiânia, de 23 e 25 anos, foram presos quarta-feira (18), em Mato Grosso do Sul, com 10,6 quilos de skank, droga de aparência semelhante à maconha, porém, mais potente, segundo a polícia. De acordo com a Polícia Militar (PM), os suspeitos foram presos em Dourados, a 214 quilômetros de Campo Grande, e com eles foi encontrada uma mala com 18 tabletes do entorpecente. Ainda conforme a PM, os rapazes disseram que foram contratados na cidade onde moram para pegar a droga em Dourados e voltar para Goiás. Os suspeitos falaram ainda à polícia que pegaram a mala de uma mulher na rodoviária de Dourados e receberiam dinheiro quando entregassem em Goiânia.
    Vistoria em presídio que provocou protestos em MS apreende 89 armas e 52 barras de ferro

    Vistoria em presídio que provocou protestos em MS apreende 89 armas e 52 barras de ferro


    Operação no presídio de Dourados (MS) gerou princípio de rebelião em três unidades prisionais do estado como forma de manifestação. Homens do BpChoque entraram no presídio de MS por volta das 7 horas Moisés Conquista/TV Morena A operação...


    Operação no presídio de Dourados (MS) gerou princípio de rebelião em três unidades prisionais do estado como forma de manifestação. Homens do BpChoque entraram no presídio de MS por volta das 7 horas Moisés Conquista/TV Morena A operação na Penitenciária Estadual de Dourados (PED), a 214 km de Campo Grande, que começou por volta das 7h (de MS) desta quarta-feira (18) apreendeu 89 armas artesanais, 40 barras de ferro e 12 canos de ferro - retirados das estruturas das próprias celas. Além disso, os agentes também encontraram durante a vistoria celulares, sete carregadores, quatro fones de ouvido, dois chips, 136 gramas de maconha e 164 gramas de cocaína. A vistoria foi realizada no raio 2 e Cadeia Linear com a participação de cerca de 30 agentes penitenciários e 100 policiais do Batalhão de Choque. Segundo a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a ação é da Vara de Execuções Penais da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), com a intenção de auxiliar agentes penitenciários a recolherem armas jogadas por drones no local. Ao todo, 2.295 detentos permanecem no presídio, sendo que a capacidade é de 718 internos. Conforme a assessoria da Agepen, os policiais retiraram os internos da cela para fazerem as revistas e apreensões. A direção também informou que a ação já estava programada no cronograma de vistorias da agência. A Sejusp informou que alguns internos foram resistentes e os policiais tiveram de usar a força para os agentes fazerem a vistoria. A medida provocou protestos nas unidades de Campo Grande, Três Lagoas e Dois Irmãos do Buriti, que logo foram controladas. Em janeiro deste ano, um drone que sobrevoava o Presídio de Segurança Máxima foi abatido a tiros por policiais militares e agentes penitenciários. A suspeita é que o equipamento fazia o voo na intenção de jogar alguma coisa dentro da unidade de segurança. O suposto controlador fugiu levando um embrulho. Já o aparelho foi apreendido.
    Sejusp confirma ligação entre princípios de motim em 3 presídios de MS e operação contra drones

    Sejusp confirma ligação entre princípios de motim em 3 presídios de MS e operação contra drones


    Em janeiro deste ano, um drone que sobrevoava o Presídio de Segurança Máxima de Dourados (MS) foi abatido a tiros por policiais militares e agentes penitenciários. Portão da cela arrancado durante princípio de rebelião em Três Lagoas (MS) G1...


    Em janeiro deste ano, um drone que sobrevoava o Presídio de Segurança Máxima de Dourados (MS) foi abatido a tiros por policiais militares e agentes penitenciários. Portão da cela arrancado durante princípio de rebelião em Três Lagoas (MS) G1 MS A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) confirmou que os princípios de rebeliões nas unidades prisionais de Três Lagoas, Dois Irmãos do Buriti e Campo Grande em protesto às vistorias realizadas na Penitenciária Estadual de Dourados (PED), nesta quarta-feira (18), para recolher armas deixadas por drones. Segundo a Sejusp, alguns internos tentaram impedir o acesso dos policiais para impossibilitar que as vistorias fossem feitas pelos agentes penitenciários. A atitude provocou um princípio de tumulto, sendo controlado pelas forças de segurança conforme os protocolos necessários. A medida gerou manifestações nos três presídios, mas foram rapidamente controladas pelas direções dos estabelecimentos penais e agentes penitenciários. Ainda de acordo com a Sejusp não foi necessária a intervenção da Polícia Militar em nenhuma das unidades. Na Penitenciária Máxima da capital sul-mato-grossense, a manifestação resultou danos em algumas celas e os internos foram transferidos para que sejam feitos os reparos. Em Três Lagoas, durante a manifestação, um detento machucou a mão e teve de ser socorrido.

    Homem picado por cobra em Corumbá, MS, morre no hospital


    Trabalhador rural estava internado desde domingo (15) e não resistiu ao ferimento causado pela cobra jararaca. Peão morre picado por cobra em Corumbá Um homem de 43 anos morreu nesta quarta-feira (18), na Santa Casa de Corumbá, região oeste de...

    Trabalhador rural estava internado desde domingo (15) e não resistiu ao ferimento causado pela cobra jararaca. Peão morre picado por cobra em Corumbá Um homem de 43 anos morreu nesta quarta-feira (18), na Santa Casa de Corumbá, região oeste de Mato Grosso do Sul. Ele estava internado no hospital desde domingo (15) quando chegou ao local depois de ser picado por uma cobra jararaca, na fazenda em que trabalhava, na região do rio Piquiri, no município de Corumbá. O peão foi levado à Corumbá de avião e, segundo o Corpo de Bombeiros, chegou no hospital em estado grave. “Já estava bem debilitado. O local onde foi a picada da cobra já tava bem inchado, ele já tava declinando a consciência, numa confusão mental, precisando de cuidados mais urgentes,” disse um dos bombeiros que atendeu o peão. O paciente foi imediatamente levado para área de urgência, recebeu medicamentos e soro antiofídico para picadas de cobras, mas, depois de dois dias de tratamento intensivo não resistiu e morreu.
    Presídios de três municípios de MS têm princípio de motim, afirma polícia

    Presídios de três municípios de MS têm princípio de motim, afirma polícia


    Detentos das unidades de Três Lagoas, Dourados e Dois Irmãos do Buriti fizeram um princípio de rebelião, nesta quarta-feira (18). Homens do BPChoque entraram em presídio de MS por volta das 7 horas Moisés Conquista/TV Morena Detentos dos...


    Detentos das unidades de Três Lagoas, Dourados e Dois Irmãos do Buriti fizeram um princípio de rebelião, nesta quarta-feira (18). Homens do BPChoque entraram em presídio de MS por volta das 7 horas Moisés Conquista/TV Morena Detentos dos presídios de Três Lagoas, Dourados e Dois Irmãos do Buriti fizeram um princípio de motim no início da tarde de quarta-feira (18), segundo a polícia. O G1 entrou em contato com a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) e aguarda o retorno. Em nota, a Sejusp confirmou os princípios de motins em quatro unidades prisionais do estado. Em Dourados, onde policiais entraram pela manhã para apoio em revista feita por agentes penitenciários, a situação já é considerada tranquila. Militares ainda estão dentroda unidade, conforme a polícia. Ao G1, o delegado Ailton de Freitas, de Três Lagoas, disse que a Polícia Civil também foi acionada e está no presídio da cidade. Os funcionários estão do lado de fora da unidade. Não houve feridos. A Polícia Militar e a Força Tática estão no portão acompanhando a situação. Em Dois Irmãos do Buriti, a confirmação do motim é do presidente do sindicato da categoria, André Luiz Santiago. Em Campo Grande, a informação é de que cinco portões foram quebrados no presídio de segurança máxima e o presídio de trânsito.
    Construção de ponte internacional que liga MS ao Paraguai é aprovada no Senado e aguarda promulgação

    Construção de ponte internacional que liga MS ao Paraguai é aprovada no Senado e aguarda promulgação


    Segundo senador Moka (MDB-MS), Brasil já tem o recurso garantido para construir a metade que lhe é de responsabilidade. A outra compete ao país vizinho. Atualmente, a travessia é feita por balsa Anderson Viegas/G1 MS/Arquivo O plenário do Senado...


    Segundo senador Moka (MDB-MS), Brasil já tem o recurso garantido para construir a metade que lhe é de responsabilidade. A outra compete ao país vizinho. Atualmente, a travessia é feita por balsa Anderson Viegas/G1 MS/Arquivo O plenário do Senado aprovou na terça-feira (17) a proposta que permite a construção da ponte rodoviária internacional entre Brasil e Paraguai, sobre o Rio Paraguai, do Corredor Bioceânico, e vai ligar as cidades de Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta (PY). Mas ainda depende da promulgação do presidente em exercício, senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB). A obra deverá ser custeada em partes iguais pelos governos das duas nações. Segundo o senador Waldemir Moka (MDB-MS), o recurso da parte brasileira está garantido por uma emenda em positiva. “No orçamento desse ano incluímos uma emenda de bancada de R$ 56.873.247 milhões para a construção da ponte”, afirmou o parlamentar sul-mato-grossense. O ato internacional foi firmado em Brasília, em 8 de junho de 2016, e inicialmente aprovado pela Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul, por tratar de matéria de interesse daquele bloco regional. Apesar disso, Moka afirmou que o governo paraguaio tem muito interesse na construção da ponte. No entanto, o país vizinho ainda precisa asfaltar 300 quilômetros até a Ilha Margarida, em Carmelio Peralta, município onde a ponte vai começar, de acordo com o emedebista. Na Comissão de Relações Exteriores (CRE), a matéria foi relatada pelo senador Pedro Chaves (PRB-MS) que defendeu o empreendimento, afirmando ser uma reivindicação antiga dos setores produtivos ligados ao agronegócio. O Corredor Bioceânico deve reduzir em oito mil quilômetros a rota na exportação de produtores de Mato Grosso do Sul e de outros estados do Centro-Oeste para a Ásia, em comparação ao escoamento pelos portos do Sudeste e do Sul do Brasil. Além da diminuição da rota, também vai haver ganho de tempo no transporte das exportações, cerca de seis dias a menos, o que implica ganho de competitividade, segundo Pedro Chaves. A previsão do governo é que a obra favoreça uma ligação do Brasil com o oceano Pacífico, por meio de um acesso rodoviário aos portos que ficam no norte do Chile. Hoje, a travessia é feita por meio de balsa.
    Foragido de grupo criminoso que matava por dívida de drogas é preso após denúncia em MS, diz polícia

    Foragido de grupo criminoso que matava por dívida de drogas é preso após denúncia em MS, diz polícia


    Delegado diz que pouco mais de 30 pessoas foram presas nesta operação. Homens possuem envolvimentos em homicídio, tráfico e associação criminosa. Policiais realizam mega operação contra o crime organizado em MS Lia Freitas/TV Morena Um homem...


    Delegado diz que pouco mais de 30 pessoas foram presas nesta operação. Homens possuem envolvimentos em homicídio, tráfico e associação criminosa. Policiais realizam mega operação contra o crime organizado em MS Lia Freitas/TV Morena Um homem de 23 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (18), em Três Lagoas, a 313 km de Campo Grande. O suspeito é um dos foragidos da operação Katagógis, que apura o envolvimento de pessoas em crimes de homicídio, receptação, roubo e tráfico de drogas. Ao G1 o delegado Ailton de Freitas, responsável pelas investigações, disse que houve uma denúncia anônima sobre o paradeiro do suspeito e ele então foi capturado. "São cinco meses de investigações nesta operação e já fechamos em torno de 32 presos. As buscas agora continuam no sentido de prender mais foragidos da Justiça", comentou o delegado. Ainda conforme Freitas, os investigadores chegaram no Conjunto Habitacional Novo Oeste por volta das 6h (de MS). Eles foram até o condomínio Pardal, no bloco "R", encontrando o jovem que estava com dois mandados de prisão em desfavor dele, sendo um de tráfico de drogas, associação para o tráfico e organização criminosa. O outro seria por homicídio doloso. O corpo desta vítima inclusive foi encontrado na região da cascalheira, em agosto de 2017. No momento da prisão, o homem estava escondido em um apartamento abandonado. Antes, os policiais já tinham feito buscas na residência dele e o suspeito temia ser preso. A polícia ainda o aponta como suspeito de outra morte, ocorrida no mês de fevereiro deste ano. Neste último caso, a vítima teria sido sequestrada e o corpo encontrado às margens da BR-158, próximo a um frigorífico, na saída para Brasilândia. O homem permanece em um presídio local, à disposição da Justiça. Quem tiver denúncias do paradeiro de mais envolvidos pode ligar no telefone 67 3929-1173 ou 3521-4984. Entenda o caso A investigação teve início em agosto de 2017, após a morte de um usuário de drogas por um traficante. A partir daí, foram identificados diversos suspeitos de envolvimento em execuções por dívidas de entorpecentes. Há homicídios em apuração e outros com inquéritos já concluídos. A polícia então deflagrou, na madrugada do dia 22 de março, operação contra grupo suspeito de execuções por dívida de drogas. A ação tem por objetivo cumprir 39 mandados - entre busca e apreensão e prisão, conforme explicou o delegado regional de Polícia Civil, Rogério Fernando Makert Faria. Dinheiro, armas e eletrônicos já foram apreendidos na ação. Entre os mandados, há seis que são para pessoas que já estão presas por outros crimes e agora vão responder por execução por dívidas do tráfico, associação criminosa e tráfico de drogas.
    Tamanduá-bandeira é recolhido logo após ser atropelado perto de rodovia em MS, afirma polícia ambiental

    Tamanduá-bandeira é recolhido logo após ser atropelado perto de rodovia em MS, afirma polícia ambiental


    O bicho foi recolhido, recebeu cuidados veterinários e em breve será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), em Campo Grande. Tamanduá foi atropelado à margem de rodovia e recolhido pela PMA em MS PMA/Divulgação Um...


    O bicho foi recolhido, recebeu cuidados veterinários e em breve será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), em Campo Grande. Tamanduá foi atropelado à margem de rodovia e recolhido pela PMA em MS PMA/Divulgação Um tamanduá-bandeira foi recolhido pela Polícia Militar Ambiental (PMA), após ser atropelado à margem de uma rodovia vicinal sem asfalto, em Taquarussu, a 313 km de Campo Grande. A equipe foi acionada por funcionários da secretaria de meio ambiente da cidade. Os policiais chegaram logo após o atropelamento e, por isso, encontraram o animal ainda vivo. Ele inclusive não ofereceu resistência à captura e estava muito debilitado. O bicho foi recolhido, recebeu cuidados veterinários e em breve será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), em Campo Grande. Animal deve ser encaminhado ao Cras, em Campo Grande PMA/Divulgação
    Dois assaltantes são mortos e um é preso após confronto com a PM em município de MS

    Dois assaltantes são mortos e um é preso após confronto com a PM em município de MS


    Caso foi registrado na Polícia Civil, onde foram entregues as armas, dinheiro, munições, porções de droga e motocicletas dos envolvidos. Polícia apreendeu dinheiro do mercado assaltado, além de armas, munições e droga Polícia...


    Caso foi registrado na Polícia Civil, onde foram entregues as armas, dinheiro, munições, porções de droga e motocicletas dos envolvidos. Polícia apreendeu dinheiro do mercado assaltado, além de armas, munições e droga Polícia Militar/Divulgação Dois assaltantes morreram em confronto com a Polícia Militar (PM), em Montese, distrito de Itaporã, a 231 km de Campo Grande. O fato ocorreu na noite dessa terça-feira (17) e um terceiro envolvido foi preso em flagrante. Todos eles, conforme a investigação, seriam moradores de Dourados, na região sul do estado. O trio chegou em um pequeno mercado do município e anunciou o assalto. Eles estavam com um revólver e roubaram todo o dinheiro do caixa, fugindo sentido a MS-156. Motocicleta do trio usado para assaltar mercados foi apreendida em MS Polícia Militar/Divulgação Na ocasião, a PM fazia buscas sobre outro assalto e recebeu a informações, suspeitando da mesma autoria para os dois crimes. A equipe o aguardou em uma residência, quando eles chegaram e começaram a atirar. Os militares revidaram. Dois foram identificados com idades de 21 e 22 anos. Os feridos foram encaminhados para o hospital do município, mas, não resistiram aos ferimentos. O caso foi registrado na Polícia Civil, onde foram entregues as armas, dinheiro, munições, porções de droga e motocicletas dos envolvidos.
    Polícia faz vistoria em presídio de segurança máxima para recolher armas jogadas por drones em MS

    Polícia faz vistoria em presídio de segurança máxima para recolher armas jogadas por drones em MS


    Em janeiro deste ano, um drone que sobrevoava o local foi abatido a tiros por policiais militares e agentes penitenciários. Homens do BpChoque entraram no presídio de MS por volta das 7 horas Moisés Conquista/TV Morena Homens do Batalhão de Choque...


    Em janeiro deste ano, um drone que sobrevoava o local foi abatido a tiros por policiais militares e agentes penitenciários. Homens do BpChoque entraram no presídio de MS por volta das 7 horas Moisés Conquista/TV Morena Homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (BpChoque) realizam operação na Penitenciária Estadual de Dourados (PED), a 214 km de Campo Grande. A vistoria teve início por volta das 7h (de MS), desta quarta-feira (18). A ação é da Vara de Execuções Penais da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), com a intenção de auxiliar agentes penitenciários a recolherem armas jogadas por drones no local. Conforme a assessoria da Agepen, os policiais estão retirando os internos da cela e fazendo a contenção, para serem realizadas as revistas e apreensões. A direção também informou que a ação já estava programada no cronograma de vistorias da Agepen. Ao todo, 2.295 detentos permanecem no presídio, sendo que a capacidade é de 718 internos. Outro caso Em janeiro deste ano, um drone que sobrevoava o presídio de segurança máxima foi abatido a tiros por policiais militares e agentes penitenciários. A suspeita é que o equipamento fazia o voo na intenção de jogar alguma coisa dentro da unidade de segurança. O susposto controlador fugiu levando um embrulho. Já o aparelho foi apreendido. Intenção é auxiliar agentes e recolher armas jogadas por drones, segundo a polícia Moisés Conquista/TV Morena
    Preso por contrabandear cigarro entrava em leilão para recuperar veículos apreendidos: 'Ousadia', diz delegado

    Preso por contrabandear cigarro entrava em leilão para recuperar veículos apreendidos: 'Ousadia', diz delegado


    Operação da Polícia Federal de Sorocaba (SP) prendeu 34 suspeitos de participar de duas quadrilhas em SP, MS, PR e ES. Maioria tinha passagem pelo mesmo crime. Reprodução/TV TEM O dono de uma loja de carros preso por comandar uma quadrilha de...


    Operação da Polícia Federal de Sorocaba (SP) prendeu 34 suspeitos de participar de duas quadrilhas em SP, MS, PR e ES. Maioria tinha passagem pelo mesmo crime. Reprodução/TV TEM O dono de uma loja de carros preso por comandar uma quadrilha de contrabrando de cigarros com a família comprava os próprios veículos apreendidos pela Polícia Federal vendidos em leilões. Ednaldo Sebastião da Silva foi preso em Sorocaba (SP) nesta terça-feira (17) durante a Operação Homônimos. Foram expedidos 35 mandados de prisão preventiva e dois de prisão temporária. Além de Ednaldo, outro homem apontado como chefe de uma quadrilha de contrabando também foi preso, mas não teve o nome divulgado. Três pessoas são consideradas foragidas. A operação também contou com agentes nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo. De acordo com Eduardo Fontes, delegado da PF, Ednaldo atuava no ramo há pelo menos 10 anos e mantinha uma vida de luxo "empregando" parentes no crime. Para camuflar o contrabando, o criminoso mantinha uma empresa de compra e venda de veículos em Sorocaba, segundo a polícia. Segundo a investigação, ele utilizava os veículos para transportar os produtos, que chegaram a ser apreendidos diversas vezes com os carros. "Depois que o carro ia a leilão, os criminosos participavam e para comprar o veículo apreendido. A investigação constatou isso partir de gravações telefônicas e por identificar os veículos em outras ocorrências. Foi muita ousadia", afirma o delegado. Polícia Federal prende 33 pessoas operação de contrabando de cigarros em 4 estados A loja de carros, segundo o delegado, era usada como fachada para a movimentação de dinheiro da quadrilha. Os carros eram colocados à venda com preços acima do praticado no mercado. "A intenção não era vender. Se você chegasse lá para comprar ia ver que não tinha condição e iria desistir da compra. Essa era a estratégia para ter os carros e usar para o crime", explica Fontes. O suspeito foi preso em casa, por volta das 7h. No local, a equipe apreendeu uma TV, dois carros, duas armas e R$ 200 mil. O advogado de defesa dele não foi localizado. A investigação começou em agosto de 2017 com escutas telefônicas e constatou o negócio controlado pela família. PF faz operação em combate ao contrabando de cigarros; um PM foi preso Jomar Bellini/TV TEM Operação Homônimo A operação tem o nome de "Homônimo" porque, segundo a Polícia Federal, os chefes das duas organizações criminosas investigadas usavam o nome de "Roberto", embora sejam duas pessoas diferentes, com outros nomes. Foram expedidos pela Justiça 35 mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, 45 mandados de busca e apreensão, e 32 de bloqueios de bens. Três pessoas estão foragidas. Entre os detidos estava um policial militar rodoviário. Ele foi preso preventivamente e encaminhado ao presídio Romão Gomes, na capital. O policial é suspeito de facilitar a logística dos produtos nas rodovias. A operação da PF cumpriu mandados em Sorocaba, Jundiaí, Piracicaba, Várzea Paulista, Cesário Lange, São Paulo, Linhares (ES), Umuarama (PR), Naviraí (MS) e Iguatemi (MS). Conforme a investigação, todos os presos estão envolvidos com o contrabando de cigarros e evasão de divisas. Eles fazem parte de dois grupos que comandavam o contrabando de cigarros em várias cidades do país. Foram encontrados cinco depósitos com mercadorias que eram repassadas para a venda em outros locais. Dois ficavam em Jundiaí e Várzea Paulista. A polícia vai fazer a contagem dos cigarros apreendidos nesta quarta-feira (18) e acredita que são mais de quatro milhões de maços. Mais de 30 veículos foram apreendidos em uma loja de compra e venda de carros e caminhões no centro de Sorocaba. Segundo a polícia, a empresa era de fachada. Em Umuarama, a Polícia Federal de Guaíra cumpriu um mandado de busca e apreensão, e um motorista foi encaminhado à delegacia para prestar depoimento. Dinheiro foi apreendido durante investigação Arquivo pessoal Faturamento milionário De acordo com as investigações, as quadrilhas sonegaram mais de R$ 14 milhões em impostos durante oito meses e faturavam R$ 6 milhões por mês com a venda da mercadoria ilegal. Ainda de acordo com a PF, durante toda a investigação, que começou há um ano, resultou na prisão de outras 25 pessoas, além da apreensão de veículos e milhões de maços de cigarros contrabandeados. Os detidos foram levados à delegacia da Polícia Federal em Sorocaba para serem interrogados, depois encaminhados para presídios da região. Alguns suspeitos presos já responderam pelo mesmo crime e foram investigados na Operação Mandrion, deflagrada em 2007. Cigarros foram apreendidos pela Polícia Federal em Sorocaba Arquivo pessoal Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí

    Polícia apreende quase 4 toneladas de maconha na BR-463 em Ponta Porã, MS


    Droga estava escondida em caminhonete e caminhão. Um condutor foi preso e o outro fugiu. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez duas apreensões na BR-463, próximo a Ponta Porã, município na região sul de Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira...

    Droga estava escondida em caminhonete e caminhão. Um condutor foi preso e o outro fugiu. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez duas apreensões na BR-463, próximo a Ponta Porã, município na região sul de Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira (17), que totalizou 3.973 quilos de maconha. Na primeira abordagem da polícia, o motorista da caminhonete não parou e fugiu sentido a Dourados, também região sul do estado. O suspeito abandonou o veículo em uma área de mata fechada e fugiu antes que os policiais chegassem. No veículo, foram encontrados 570 quilos da droga. Cerca de duas horas depois, os policiais suspeitaram do motorista de um caminhão que transportava ração para frango. De acordo com a PRF, ele estava muito nervoso e tremia no momento da abordagem e levantou suspeitas. Durante a vistoria no caminhão foram encontrados 3.403 quilos de maconha escondidos em vários compartimentos. O caminhoneiro foi preso em flagrante e encaminhado para a Polícia Federal de Ponta Porã.
    Preso por comandar contrabando de cigarros 'empregava' a família: 'Tinha vida boa', diz delegado

    Preso por comandar contrabando de cigarros 'empregava' a família: 'Tinha vida boa', diz delegado


    Operação realizada pela Polícia Federal prendeu 34 pessoas em SP, MS, PR e ES. Todos seriam de duas quadrilhas sediadas em Sorocaba e que sonegaram R$ 14 milhões em oito meses. Suspeito foi preso dentro de casa em Sorocaba Reprodução/TV TEM Uma...


    Operação realizada pela Polícia Federal prendeu 34 pessoas em SP, MS, PR e ES. Todos seriam de duas quadrilhas sediadas em Sorocaba e que sonegaram R$ 14 milhões em oito meses. Suspeito foi preso dentro de casa em Sorocaba Reprodução/TV TEM Uma das 34 pessoas presas nesta terça-feira (17) durante a Operação Homônimo da Polícia Federal, para coibir o contrabando de cigarros, era conhecida por ter passagens pelo mesmo crime e manter o esquema como um "negócio em família". Ednaldo Sebastião da Silva era conhecido como "rei do contrabando", segundo a polícia. Mandados de prisão, busca e apreensão foram cumpridos nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo. De acordo com a Polícia Federal, duas quadrilhas sediadas em Sorocaba (SP) são apontadas como responsáveis por distribuir os produtos ilegais trazidos do Paraguai. Segundo Eduardo Fontes, delegado da PF em Sorocaba, Ednaldo é o chefe de uma das quadrilhas desarticuladas pela operação e atuava há mais de 10 anos com parentes no contrabando de cigarro. O nome do suspeito de comandar a outra organização criminosa não foi divulgado. "Ele [Ednaldo] foi preso em um condomínio de alto padrão e também tinha carro de luxo. Tinha vida boa, muito boa", diz o delegado. Polícia Federal prende 33 pessoas operação de contrabando de cigarros em 4 estados A viatura da Polícia Federal chegou à casa de Ednaldo por volta das 7h desta terça-feira. No local, a equipe apreendeu duas armas e R$ 200 mil. Ednaldo foi escoltado até a delegacia da PF, onde será interrogado nos próximos dias. O advogado de defesa dele não foi localizado. De acordo com a PF, o grupo chefiado por ele comandava a distribuição de cigarros em Sorocaba e funcionava com a ajuda de irmãos e até filhos do suspeito. O homem era dono de uma suposta loja de compra e venda de veículos. No entanto, os carros eram usados para o transporte da carga e divulgados à venda com preço acima do normal. "A intenção não era vender. Se você chegasse lá para comprar ia ver que não tinha condição e iria desistir da compra. Essa era a estratégia para ter os carros e usar para o crime", explica o delegado. A investigação da PF começou em agosto de 2017 com escutas telefônicas e constatou o negócio controlado pela família. Polícia Federal investiga quadrilhas investigadas por contrabando em Sorocaba Priscila Mota/TV TEM Operação Homônimo A operação tem o nome de "Homônimo" porque, segundo a Polícia Federal, os chefes das duas organizações criminosas investigadas usavam o nome de "Roberto", embora sejam duas pessoas diferentes, com outros nomes. Foram expedidos pela Justiça 35 mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, 45 mandados de busca e apreensão, e 32 de bloqueios de bens. Três pessoas estão foragidas. Entre os detidos estava um policial militar rodoviário. Ele foi preso preventivamente e encaminhado ao presídio Romão Gomes, na capital. O policial é suspeito de facilitar a logística dos produtos nas rodovias. A operação da PF cumpriu mandados em Sorocaba, Jundiaí, Piracicaba, Várzea Paulista, Cesário Lange, São Paulo, Linhares (ES), Umuarama (PR), Naviraí (MS) e Iguatemi (MS). Conforme a investigação, todos os presos estão envolvidos com o contrabando de cigarros e evasão de divisas. Eles fazem parte de dois grupos que comandavam o contrabando de cigarros em várias cidades do país. Foram encontrados cinco depósitos com mercadorias que eram repassadas para a venda em outros locais. Dois ficavam em Jundiaí e Várzea Paulista. A polícia vai fazer a contagem dos cigarros apreendidos nesta quarta-feira (18) e acredita que são mais de quatro milhões de maços. Mais de 30 veículos foram apreendidos em uma loja de compra e venda de carros e caminhões no centro de Sorocaba. Segundo a polícia, a empresa era de fachada. Em Umuarama, a Polícia Federal de Guaíra cumpriu um mandado de busca e apreensão, e um motorista foi encaminhado à delegacia para prestar depoimento. Dinheiro foi apreendido durante investigação Arquivo pessoal Faturamento milionário De acordo com as investigações, as quadrilhas sonegaram mais de R$ 14 milhões em impostos durante oito meses e faturavam R$ 6 milhões por mês com a venda da mercadoria ilegal. Ainda de acordo com a PF, durante toda a investigação, que começou há um ano, resultou na prisão de outras 25 pessoas, além da apreensão de veículos e milhões de maços de cigarros contrabandeados. Os detidos foram levados à delegacia da Polícia Federal em Sorocaba para serem interrogados, depois encaminhados para presídios da região. Alguns suspeitos presos já responderam pelo mesmo crime e foram investigados na Operação Mandrion, deflagrada em 2007. Cigarros foram apreendidos pela Polícia Federal em Sorocaba Arquivo pessoal Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí
    Amambai, MS, é contemplada com verba para Cartão Reforma

    Amambai, MS, é contemplada com verba para Cartão Reforma


    O benefício é para custeio de reformas para famílias com renda de até R$ 2.811,00. Reformas de imóveis usados tiveram alta de 20% entre 2015 e 2017 Divulgação O município de Amambai, no sul de Mato Grosso do Sul, está entre os selecionados...


    O benefício é para custeio de reformas para famílias com renda de até R$ 2.811,00. Reformas de imóveis usados tiveram alta de 20% entre 2015 e 2017 Divulgação O município de Amambai, no sul de Mato Grosso do Sul, está entre os selecionados do país para receber o Cartão Reforma, conforme divulgado pelo Ministério das Cidades na segunda-feira (16). Serão contemplados municípios de 22 estados das cinco regiões do Brasil. A verba destinada é de R$178,5 milhões para reforma, expansão ou conclusão dos lares em bairros selecionados pelas prefeituras. A proposta aprovada para Amambai foi "Recuperação de moradia limeira" e 150 famílias serão beneficiadas. A verba aprovada para o município é de R$ 862.500,00. O cartão é concedido a moradores de determinados bairros definidos pela prefeitura para reforma das residências de famílias com renda bruta de até R$2.811,00 e que só possuem um imóvel que esteja em área regularizada. A família cadastrada poderá receber de R$ 2 mil a R$ 9 mil para comprar materiais de construção em lojas credenciadas pelo programa e realizar obras de saneamento e energia, construção de quarto ou banheiro, substituição de telhado, finalização de reboco e pintura entre outros. No entanto, fica responsável pelo pelo custeio de mão de obra e equipamentos.
    Município de MS vive surto da febre chikungunya com 80% dos casos registrados em março, afirma saúde

    Município de MS vive surto da febre chikungunya com 80% dos casos registrados em março, afirma saúde


    Imóveis fechados, conforme a coordenadora do CCZ de Dourados, são alvos por conta da proliferação da doença. Município de MS vive surto da febre chikungunya, afirma saúde TV Morena/Reprodução Mato Grosso do Sul está com 33 casos de febre...


    Imóveis fechados, conforme a coordenadora do CCZ de Dourados, são alvos por conta da proliferação da doença. Município de MS vive surto da febre chikungunya, afirma saúde TV Morena/Reprodução Mato Grosso do Sul está com 33 casos de febre chikungunya registrados este ano. Destes, 15 foram registrados em Dourados, a 214 km de Campo Grande. Segundo a secretária de saúde do estado, o município vive um surto da doença. Outros 54 casos foram notificados e estão sendo investigados. Segundo a coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Dourados, Rosana Alexandre, a situação realmente preocupa, já que 80% dos casos foram registrados em março deste ano. "Provavelmente foi uma área, uma localidade do tropical, um imóvel abandonado que foi informado que havia muito foco e fomos até lá, através da entrada forçada, fizemos todo o trabalho, todo o reconhecimento. A partir daquele momento, fizemos o controle da doença, mas, infelizmente algumas pessoas foram contaminadas", afirmou. Imóveis fechados, ainda conforme a coordenadora, são alvos por conta da proliferação da doença. "Pela lei municipal n° 3.965, temos o direito a entrada com a ajuda de um chaveiro. E, caso a gente encontre, verificamos o foco, eliminamos e também adicionamos o larvicida", explicou Rosana. A rotina do CCZ com ações pontuais mecânicas, químicas, trabalho educativo e informação à população, que também precisa ficar em alerta. "Provavelmente onde há mato, onde há lixo, onde há entulho, ali pode conter água parada e começa a manifestação, a proliferação do vetor". O telefone do CCZ do município para denúncias é 67 3411 - 7753.
    Policial de MS é flagrado na fronteira com R$ 94 mil escondidos em câmbio de carro

    Policial de MS é flagrado na fronteira com R$ 94 mil escondidos em câmbio de carro


    De acordo com a PF, policial militar disse que foi contratado por um amigo para levar o dinheiro do Paraguai até Dourados. Cédulas apreendidas pela Polícia Federal com policial de MS PF/Divulgação Um policial militar de Mato Grosso do Sul foi...


    De acordo com a PF, policial militar disse que foi contratado por um amigo para levar o dinheiro do Paraguai até Dourados. Cédulas apreendidas pela Polícia Federal com policial de MS PF/Divulgação Um policial militar de Mato Grosso do Sul foi flagrado em Ponta Porã, a 326 quilômetros de Campo Grande, com dinheiro escondido no câmbio do carro dirigido por ele, que prestou depoimento na Polícia Federal (PF) e foi liberado. A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul disse que "oficialmente não foi comunicada". A corporação informou ainda que "levantamentos estão sendo realizados a respeito dos fatos e ao receber a documentação referente ao assunto, será aberto procedimento administrativo para apurar a responsabilidade do policial militar". Conforme a Polícia Federal (PF), as cédulas, que somaram R$ 94.067, estavam em um compartimento oculto do câmbio. O flagrante foi na BR-463, rodovia que fica na região de fronteira com o Paraguai. O delegado da PF de Ponta Porã, Glauber Fonseca de Carvalho Araújo, explicou que o policial foi liberado porque não houve flagrante de crime. "A princípio só por estar com muito dinheiro no bolso não é crime. Não conseguiu configurar nenhum crime porque foi comprovado de que ele estava entrando no país com o dinheiro", afirmou Araújo. Segundo a PF, o militar disse que foi contratado por um amigo para levar o dinheiro de Pedro Juan Caballero até Dourados. O dinheiro foi apreendido porque não foi comprovada origem lícita. Dinheiro apreendido com policial militar em MS PF/Divulgação
    PF prende 34 pessoas em operação de contrabando de cigarros em 4 estados

    PF prende 34 pessoas em operação de contrabando de cigarros em 4 estados


    Justiça expediu 37 mandados contra quadrilhas que sonegavam mais de R$ 14 milhões em impostos. Entre presos em SP, MS, PR e ES estão um policial rodoviário e os chefes das organizações criminosas.  PF faz operação para combate ao contrabando...


    Justiça expediu 37 mandados contra quadrilhas que sonegavam mais de R$ 14 milhões em impostos. Entre presos em SP, MS, PR e ES estão um policial rodoviário e os chefes das organizações criminosas.  PF faz operação para combate ao contrabando de cigarros Trinta e quarto pessoas foram presas em uma operação da Polícia Federal contra o contrabando de cigarros nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo. Duas quadrilhas, sediadas em Sorocaba (SP), são apontadas por distribuir os produtos ilegais trazidos do Paraguai. Entre presos estão um policial militar rodoviário e os chefes das organizações criminosas. Foram expedidos pela Justiça 35 mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, 45 mandados de busca e apreensão, 32 de bloqueios de bens. Três pessoas são consideradas foragidas. Dos 34 presos, quatro estavam com armas e mercadorias contrabandeadas. Apontado como um dos chefes das quadrilhas, Ednaldo Sebastião da Silva já foi preso diversas vezes por contrabando e atuava em Sorocaba há mais de 10 anos. O G1 tentou contato com o advogado de defesa de Ednaldo, mas ele não foi localizado. O nome responsável pela outra organização criminosa não foi divulgado. A operação, batizada de Homônimo, cumpriu mandados em Sorocaba, Jundiaí, Piracicaba, Várzea Paulista, Cesário Lange, São Paulo, Linhares (ES), Umuarama (PR), Naviraí (MS) e Iguatemi (MS). Polícia Federal investiga quadrilhas por contrabando em Sorocaba Priscila Mota/TV TEM As equipes foram mobilizadas para investigar duas casas em dois condomínios de alto padrão localizadas na zona industrial de Sorocaba, locais onde moravam os chefes das quadrilhas. Ednaldo estava em uma das residências e foi encaminhado à delegacia. Durante coletiva de imprensa, o delegado da Polícia Federal Eduardo Fontes divulgou que foram apreendidos R$ 200 mil, duas armas de fogo e 3 milhões de maços de cigarro. Foram encontrados também cinco depósitos com mercadorias que eram repassadas para a venda em outros locais. Em Umuarama, a Polícia Federal de Guaíra cumpriu um mandado de busca e apreensão e um motorista foi encaminhado à delegacia para prestar depoimento. PF cumpre mandados em condomínio de alto padrão de Sorocaba Jomar Bellini/TV TEM Faturamento milionário De acordo com as investigações, que começaram em agosto de 2017, as quadrilhas sonegavam mais de R$ 14 milhões em impostos em 8 meses e faturavam R$ 6 milhões por mês com a venda da mercadoria ilegal. Ainda de acordo com a Polícia Federal, durante toda a investigação, foram elaborados 17 autos de prisão em flagrante com o apoio da Polícia Rodoviária Estadual, com a prisão de 25 pessoas, apreensão de 25 veículos entre caminhões, vans e automóveis e apreensão de 4.276 caixas de cigarro - um total aproximado de 4.276.000 maços. A Operação tem o nome de "Homônimo", pois os chefes das duas organizações criminosas investigadas são conhecidos como "Roberto", embora sejam duas pessoas diferentes. O policial militar rodoviário que foi preso preventivamente foi encaminhado ao presídio Romão Gomes na capital. Os outros detidos, entre eles Ednaldo, foram levados à delegacia da Polícia Federal de Sorocaba. Cigarros foram apreendidos pela Polícia Federal em Sorocaba Arquivo pessoal Operação Homônimo é comandada pela Polícia Federal de Sorocaba Carlos Dias/G1 Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí
    Adolescente controlava dinheiro de quadrilha que furtou mais de 30 residências em MS, diz polícia

    Adolescente controlava dinheiro de quadrilha que furtou mais de 30 residências em MS, diz polícia


    Segundo a polícia, o jovem seria um dos chefes do grupo e também responsável por negociar os objetos furtados. Adolescente de 14 anos é apreendido por controlar dinheiro de quadrilha em Dourados A polícia prendeu nesta segunda-feira (16) uma...


    Segundo a polícia, o jovem seria um dos chefes do grupo e também responsável por negociar os objetos furtados. Adolescente de 14 anos é apreendido por controlar dinheiro de quadrilha em Dourados A polícia prendeu nesta segunda-feira (16) uma quadrilha suspeita de praticar mais de 30 furtos em Dourados, município na região sul de Mato Grosso do Sul. Além dos três homens presos, o adolescente de 14 anos apreendido é apontado pela polícia como responsável por controlar o dinheiro do grupo. Além de controlar o fluxo de caixa, o garoto também trocava ou vendia dos produtos furtados. Com eles foram encontradas joias, bijuterias, aparelhos eletrônicos e um carro que seria nos furtos. "É uma pessoa bem fria, ele confessou apenas um furto, mas nós sabemos que era ele quem negociava os bens" , disse o delegado. De acordo com a investigação, a quadrilha agia desde o fim do ano passado, geralmente em bairros de alto padrão. O grupo escolhia imóveis sem cerca elétrica e, quando havia sistema de segurança, como o travamento elétrico do portão, provocava curto circuito para invadir o local. Os três adultos foram autuados em flagrante por associação criminosa e corrupção de menor. Suspeitos de furtarem residências de alto padrão em Dourados (MS) Reprodução/TV Morena
    Pai é preso por suspeita de estuprar filho de 3 anos em Corumbá, MS

    Pai é preso por suspeita de estuprar filho de 3 anos em Corumbá, MS


    Polícia já registrou oito casos de estupro de vulnerável no município de MS que faz fronteira com a Bolívia. Pai do menino de 3 anos preso por suspeita de estuprar próprio filho Polícia Civil/Divulgação Um pai de 39 anos foi preso nesta...


    Polícia já registrou oito casos de estupro de vulnerável no município de MS que faz fronteira com a Bolívia. Pai do menino de 3 anos preso por suspeita de estuprar próprio filho Polícia Civil/Divulgação Um pai de 39 anos foi preso nesta segunda-feira (16) por suspeita de estuprar o filho de 3 anos em Corumbá, município de Mato Grosso do Sul na fronteira com a Bolívia. Também foi preso um homem de 53 anos por suspeita de estuprar uma adolescente de 15 anos. O delegado Rodrigo Blonkowski, da Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e Idoso (Daiji), afirmou ao G1 que os dois suspeitos negaram as acusações. Segundo a polícia, essas duas prisões preventivas somam oito casos de estupro envolvendo criança e adolescente na cidade, desde o início do ano. A criança contou com detalhes sobre os fatos ocorridos no início do mês. O menino disse à polícia que o suspeito teria pedido para praticar sexo oral com ele, além de ter introduzido o dedo no ânus do menino. Homem teria estuprado adolescente que se recusou a fazer sexo por R$ 50 Polícia Civil/Divulgação A outra prisão foi de um homem que teria violentado sexualmente uma adolescente de 15 anos, no bairro Cravo I, depois dela se recusar a fazer sexo com ele por R$ 50. Conforme o boletim de ocorrência, registrado no início do mês, ele teria colocado ela de bruços na cama e imobilizando as mãos. Quando a vítima gritou e tentou escapar, o suspeito ainda teria quebrado uma garrafa para obrigá-la a fazer sexo oral com ele. O vidro provocou cortes profundos nos braços e pernas da adolescente, conforme laudo de lesões corporais. Os dois suspeitos foram encaminhados à 1ª Delegacia de Polícia e aguardam para serem levados para o presídio.
    Em protesto pelos prejuízos da ação dos analistas da Receita, transportadoras bloqueiam acesso a Porto Seco, em Corumbá, MS

    Em protesto pelos prejuízos da ação dos analistas da Receita, transportadoras bloqueiam acesso a Porto Seco, em Corumbá, MS


    De acordo com o Setlog Pantanal, em média a demora era de dois dias e atualmente passa de uma semana.  Empresários e trabalhadores das empresas de transporte fecham acesso ao Porto Seco de Corumbá Cleto Kipper/TV Morena Empresas de transporte...


    De acordo com o Setlog Pantanal, em média a demora era de dois dias e atualmente passa de uma semana.  Empresários e trabalhadores das empresas de transporte fecham acesso ao Porto Seco de Corumbá Cleto Kipper/TV Morena Empresas de transporte rodoviário de cargas e logística de Corumbá e Ladário, na região oeste de Mato Grosso do Sul, estão fechando desde às 6h desta segunda-feira (16) a entrada do Porto Seco, em Corumbá. Com pneus e faixas eles protestam pelos prejuízos que estão sofrendo por conta da demora dos analistas tributários da Receita Federal na liberação de veículos que vão atravessar a fronteira com a Bolívia. De acordo com o Sindicato Das Empresas de Transporte Rodoviario de Cargas e Logistica de Corumba e Ladario (Setlog Pantanal), em média a demora era de dois dias e atualmente passa de uma semana. Os analistas tributários da Receita Federal vêm promovendo desde o início do ano uma série de manifestações e atos pelo descumprimento por parte do governo federal do acordo salarial assinado em março de 2016, além de reivindicar valorização da categoria e melhores condições de trabalho. Entre 150 e 180 veículos atravessam em média por dia a fronteira entre o Brasil e a Bolívia por Corumbá, sendo que 90%, levam cargas destinadas a exportação.
    Frente fria vinda do sudeste do país traz chuva e queda de até 9°C na temperatura, diz meteorologista

    Frente fria vinda do sudeste do país traz chuva e queda de até 9°C na temperatura, diz meteorologista


    Na capital sul-mato-grossense, a média permanece em 20°C. Em Ponta Porã, mínima deve ser de 17,4 graus e tempo fica nublado em MS em diversas regiões. Previsão aponta tempo nublado até a próxima quinta-feira em MS TV Morena/Reprodução A...


    Na capital sul-mato-grossense, a média permanece em 20°C. Em Ponta Porã, mínima deve ser de 17,4 graus e tempo fica nublado em MS em diversas regiões. Previsão aponta tempo nublado até a próxima quinta-feira em MS TV Morena/Reprodução A segunda amanheceu com chuva, áreas de instabilidade em diversas regiões do estado e temperatura amena em Campo Grande, já antecipando o friozinho que permanecerá até a próxima quinta-feira, segundo disse ao G1 o meteorologista Natálio Abraão. É a presença de uma frente fria no litoral do país, vinda da região sudeste e que pode derrubar a temperatura em até 9°C. "Atrás dela [frente fria], ainda temos uma massa de ar fria que deve atingir o sul do estado nesta noite. Amanhã, a temperatura fica em torno de 15°C a 17°C, acompanhada de nevoeiro e temperaturas mais sensíveis", afirmou o meteorologista. Na região norte e nordeste do estado, permanece nublado. Houve o registro de 17 milímetros em Sonora, onde o tempo permanece nublado. Coxim registro de 25,4 mm, tendo as estradas entre o município, Alcinópolis e Pedro Gomes com nevoeiro. Já em Cassilândia, o registro foi de 21,8 mm de precipitação. Em Ponta Porã, a 326 km de Campo Grande, a mínima deve ser de 17,4 graus. Pedro Gomes, conforme Abraão, foi um dos municípios mais afetados com quatro horas ininterruptas de chuva. "Quando nós temos pancadas em determinado volume, primeiro existe o registro da enxurrada e depois enchente. Neste município, o registro é de 64 mm neste tempo, porém, em meia hora, ocorreu chuva de 28 mm. Em curto tempo, foi um grande volume e, por isso, a enchente", explicou. Na capital sul-mato-grossense, a média permanece em 20°C. Em Jardim e Guia Lopes da Laguna, tempo permanece nublado com chuvisco. Costa Rica também segue com previsão de chuvas, tendo já o acumulado de 40,2 mm. Todas as condições informadas devem permanecer até quinta-feira, já que a instabilidade está espalhada na região centro-norte, nordeste e leste, tendo ainda a presença da zona de convergência de umidade vinda da Amazônia.
    Carro furtado em Minas Gerais é apreendido com maconha em MS

    Carro furtado em Minas Gerais é apreendido com maconha em MS


    Motorista do veículo fugiu e passageiro disse que eles pegaram o veículo carregado com o entorpecente em Ponta Porã. Tabletes de maconha no porta-malas do carro apreendido em MS PRF/Divulgação Um carro furtado em Minas Gerais foi apreendido com...


    Motorista do veículo fugiu e passageiro disse que eles pegaram o veículo carregado com o entorpecente em Ponta Porã. Tabletes de maconha no porta-malas do carro apreendido em MS PRF/Divulgação Um carro furtado em Minas Gerais foi apreendido com maconha em Mato Grosso do Sul, no fim da tarde de domingo (15). O motorista fugiu e o passageiro, de 20 anos, foi preso. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo foi abordado na BR-163, em Rio Brilhante, a 150 quilômetros de Campo Grande. Dentro do carro e no porta-malas os policiais encontraram diversos tabletes de maconha. Durante a abordagem o motorista fugiu e o passageiro foi preso. Ele disse à PRF que não conhecia o condutor do carro e que pegaram o veículo em Ponta Porã, já carregado com o entorpecente. Segundo a PRF, o rapaz contou ainda que apenas seguia ordens recebidas por celular. Ele é morador em Conquista (MG) e o carro havia sido furtado em Divinópolis (MG), em 27 de fevereiro deste ano.
    Inscrições abertas para concurso da prefeitura de Nova Andradina, MS, com salário de até R$ 13.086,20

    Inscrições abertas para concurso da prefeitura de Nova Andradina, MS, com salário de até R$ 13.086,20


    Processo seletivo oferece 201 vagas para ensino fundamental incompleto, ensino médio e ensino superior. As provas serão aplicadas no próximo dia 17 de junho. Prefeitura de Nova Andradina (MS). Natalho Cuer/PMNA/Arquivo As inscrições para o...


    Processo seletivo oferece 201 vagas para ensino fundamental incompleto, ensino médio e ensino superior. As provas serão aplicadas no próximo dia 17 de junho. Prefeitura de Nova Andradina (MS). Natalho Cuer/PMNA/Arquivo As inscrições para o concurso público de prova e títulos da prefeitura de Nova Andradina (MS) estão abertas e devem ser realizadas pelo site da organizadora Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura (Fapec) até o dia 4 de junho. Ao todo são oferecidas 201 vagas que vai desde o ensino fundamental incompleto, ensino médio a ensino superior com salários que variam de R$ 1.100,57 a R$ 13.086,20. O valor da inscrição é de R$ 120 para nível superior; R$ 100 nível médio e R$ 80 para as vagas de ensino fundamental completo e incompleto. No site da organizadora, é possível ver o edital. Acesse aqui. A previsão de realização das provas é no dia 17 de junho em Nova Andradina, município a 268 quilômetros de distância da capital de Mato Grosso do Sul. No período da manhã para cargos de nível superior e nível fundamental completo, e no período da tarde para cargos de nível médio completo e nível fundamental incompleto. Para nível superior superior são oferecidas as vagas de: administrador (1), arquiteto (1), assistente social (4), biólogo (1), biomédico (CR), contador (2), turismólogo (CR), educador social (5), enfermeiro (CR), enfermeiro auditor (CR), fiscal de obras (1), engenheiro agrônomo (1), engenheiro civil (1), engenheiro de segurança no trabalho (1), farmacêutico (1), fisioterapeuta (CR), fonoaudiólogo (1), médico veterinário (CR), médico auditor (CR), médico especialista em endocrinologia (CR), médico especialista em urologia (CR), médico especialista em angiologia (1), médico especialista em cardiologia (1), médico especialista em dermatologia (CR), médico especialista em gastroenterologia (1), médico especialista em geriatria (CR), médico especialista em ginecologia obstetrícia (1), médico especialista em homeopatia (CR), médico especialista em nefrologia (CR), médico especialista em neurologia (CR), médico especialista em neuropediatria (CR), médico especialista em oftamologia (1), médico especialista em ortopedia (1), médico especialista em otorrinolaringologia (1), médico especialista em pediatria (1), médico especialista em pneumologia (CR), médico especialista em psiquiatria (1), médico especialista em radiologia (CR), médico especialista em infectologia (1), médico ESF – clínico geral (3); médico clínico geral (3), nutricionista (1), odontólogo/auditor (CR); odontólogo especialista em prótese (CR), odontólogo especialista em edodontia (CR); odontólogo especialista em pacientes especiais (CR); odontólogo especialista em periodontia (CR), odontólogo buco maxilo facial (CR); odontólogo ESF (CR); educador social pedagogo – educação infantil de 0 a 3 anos (CR); professor de 1º ao 9º ano – artes (3); professor de 1º ao 9º ano – educação física (CR); professor de 1º ao 9º ano – inglês (CR), professor de 6º ao 9º ano – ciências (CR); professor de 6º ao 9º ano – geografia (CR), professor de 6º ao 9º ano – história (CR); professor de 6º ao 9º ano – língua portuguesa (2); professor de 6º ao 9º ano – matemática (2), procurador municipal (CR), psicólogo (4), terapeuta ocupacional (CR) e zootecnista (1). Já para as vagas de nível médio completo as oportunidades são: agente comunitário de saúde (3), agente de controle de endemias (3), agente de inspeção e vigilância sanitária (CR), almoxarife (1), assistente de educação infantil - feminino (5), auxiliar de consultório dentário (CR); auxiliar de laboratório (CR), fiscal de posturas municipais (CR), fiscal de trânsito (CR), fiscal de tributos municipais (CR), técnico agropecuário (3), técnico de análises clínicas (CR), técnico de cultura (CR), técnico de dança e teatro (CR), técnico de enfermagem (7), técnico de esportes (CR), técnico de farmácia (CR), técnico de prótese dentária (CR), técnico de segurança no trabalho (CR), técnico de serviços de saúde (CR), técnico de serviços organizacionais (11), técnico de tecnologia da informação (2) e técnico em construção civil – edificações (1). Para os cargos de nível fundamental completo as vagas são seguintes: assistente de ações sociais (2), agente de conservação de limpeza (5), agente de merenda (4), agente de serviços de saúde (2), agente de serviços de saúde – auxiliar veterinário (CR), assistente de ações sociais – merenda (2), motorista de ambulância (CR), motorista de ônibus (2), motorista de veículos leves (9), motorista de veículo pesado (9), operador de equipamento pesado – motoniveladora (4), operador de equipamento pesado – pá carregadeira (3), operador de equipamento pesado – retroescavadeira (1), operador de equipamento pesado – trator de esteiras (CR), operador de equipamento pesado – trator de pneu (3), pedreiro (2), recepcionista (7) e telefonista (2). As vagas para os cargos de nível fundamental incompleto são: auxiliar de serviços básicos – trabalhador braçal (1), auxiliar de serviços básicos – masculino (40), auxiliar de serviços básicos – feminino (15), encanador (1), eletricista pedrial (2), gari masculino (CR), jardineiro (1), lavador (1), lubrificador (1), mecânico (1) e vigia (CR). Algumas vagas são destinadas para o Distrito de Casa Verde, próximo à BR-267.