G1 > Maranhão

    Dia D de vacinação contra sarampo e poliomielite acontece neste sábado (18) em São Luís

    Dia D de vacinação contra sarampo e poliomielite acontece neste sábado (18) em São Luís


    A meta é vacinar mais de 60 mil crianças na capital. No Maranhão, apenas 44.6% do público-alvo foi imunizado contra as duas doenças. Dia D nacional de vacinação contra o sarampo e a poliomielite aconteçe neste sábado (18) em São...


    A meta é vacinar mais de 60 mil crianças na capital. No Maranhão, apenas 44.6% do público-alvo foi imunizado contra as duas doenças. Dia D nacional de vacinação contra o sarampo e a poliomielite aconteçe neste sábado (18) em São Luís Reprodução/TV Mirante O Dia D nacional de vacinação contra o sarampo e poliomielite acontece nesse sábado (18) em São Luís. Serão disponibilizados 63 postos municipais de saúde para as vacinações, mas as Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) da Cidade Operária e Vinhais também foram abastecidas com doses das vacinas contra as doenças. A expectativa é vacinar mais de 602 mil crianças de um a menos de cinco anos na capital até o fim de agosto. Também será possível aproveitar o Dia D para completar a carteirinha de vacina das crianças para outras doenças. “A poliomielite e o sarampo são doenças graves, que podem levar à morte ou deixar sequelas e são doenças que podem ser prevenidas através das vacinas. Então é muito importante que os pais tenham essa consciência de estar mantendo esse calendário vacinal das crianças sempre em dia e atualizado”, afirmou Charlene Luso, coordenadora de imunização de São Luís. Meta de vacinação Em São Luís, a campanha foi antecipada, mas a meta de vacinação ainda não foi atingida. No Maranhão, apenas 44.6% do público-alvo foi imunizado. Segundo a Coordenação de Imunização de São Luís, o Maranhão não registra casos de nenhuma das duas doenças há mais de 30 anos, mas é importante ter cuidado porque áreas próximas ao estado como Roraima e Amazonas já confirmam seis mortes por sarampo.
    VÍDEOS: JMTV 2ª edição desta sexta-feira, 17 de agosto

    VÍDEOS: JMTV 2ª edição desta sexta-feira, 17 de agosto


    Veja todas as reportagens que do principal telejornal noturno do Maranhão. Veja todas as reportagens que do principal telejornal noturno do...


    Veja todas as reportagens que do principal telejornal noturno do Maranhão. Veja todas as reportagens que do principal telejornal noturno do Maranhão.
    Gatos são encontrados mortos a pauladas em São Luís; Polícia inicia investigação

    Gatos são encontrados mortos a pauladas em São Luís; Polícia inicia investigação


    Caso aconteceu nos dias 8 e 10 de agosto, no ‘sítio dos gatos’; Autor do crime ainda não foi identificado. A Polícia Civil ainda não identificou quem assassinou a pauladas 11 gatos que viviam em um abrigo provisório em São Luís. 10 gatos...


    Caso aconteceu nos dias 8 e 10 de agosto, no ‘sítio dos gatos’; Autor do crime ainda não foi identificado. A Polícia Civil ainda não identificou quem assassinou a pauladas 11 gatos que viviam em um abrigo provisório em São Luís. 10 gatos foram mortos no dia 08 de agosto e outro apareceu morto no dia 10. O grupo que cuida do abrigo gravou um vídeo que mostra os animais mortos no mangue e várias marcas de sangue pelo chão. Vários gatos abandonados apareceram mortos em São Luís Esse não é o primeiro caso de chacina de gatos no mesmo local, que fica na Avenida dos Africanos. No dia 23 de novembro de 2016, mais de 30 gatos morreram atacados por cães. Um dia depois, outros seis felinos foram mortos no local. Ativistas que atuam na defesa dos animais condenaram a falta de cuidado do poder público com os gatos abandonados e que se tornaram vítimas de ataques cruéis. Extermínio de mais de 30 gatos causa alerta em São Luís Sítio dos gatos O abrigo onde ocorreu a chacina dos dias 08 e 10 de agosto é chamado ‘Sítio dos gatos’ e conta com três casas de madeira com placa, pintura, brinquedos para os bichanos. O local tem até com câmeras de segurança, mas nem isso foi suficiente. De acordo com o grupo de voluntários que cuida do abrigo, o criminoso deve ter encontrado um ponto cego nas câmeras e matado os gatos ao entrar pela região de mangue. “A pessoa entrou pelos fundos que não tem câmeras. Como lá tem muito mato a pessoa deve ter chegado até lá por trás pelos matos”, afirmou Teresa Torres, uma das voluntárias que cuida do local. 'Sítio dos Gatos' montado às beira do rio Bacanga, em São Luís O grupo registrou Boletim de Ocorrência (B.O) na Delegacia do Meio Ambiente, mas a polícia informou que ainda vai iniciar as investigações do caso. Atualmente os voluntários vivem a angústia de não saber o que pode acontecer com os gatos que ainda vivem no abrigo. “Vários animais mortos a pauladas. Eles matam e ainda deixam o pau ensanguentado. Já mandamos ofício para o secretário de segurança pedindo uma audiência com ele e até agora nem resposta. É um verdadeiro descaso. Todos os dias, quando vamos lá, não sabemos o vamos encontrar”, contou Teresa Torres. 'Felicidade' era uma das gatas que vivia provisoriamente no 'Sítio dos Gatos'; Ela foi morta no dia 8 de agosto. Reprodução/TV Mirante Voluntários constroem ‘condomínio' para gatos abandonados em São Luís Extermínio de mais de 30 gatos causa alerta em ativistas em São Luís Morte de mais seis gatos é registrada e chama atenção de ativistas em SL
    Polícia Civil captura cinco suspeitos do arrombamento de agência de Buriticupu-MA

    Polícia Civil captura cinco suspeitos do arrombamento de agência de Buriticupu-MA


    Assaltantes invadiram a cidade no dia 1º de agosto e destruíram o prédio onde funcionavam a agência do Bradesco. Moradores foram feitos de reféns na ação criminosa. Suspeitos de serem assaltantes foram capturados em Buriticupu-MA Divulgação /...


    Assaltantes invadiram a cidade no dia 1º de agosto e destruíram o prédio onde funcionavam a agência do Bradesco. Moradores foram feitos de reféns na ação criminosa. Suspeitos de serem assaltantes foram capturados em Buriticupu-MA Divulgação / Polícia Civil A Polícia Civil capturou, nesta sexta-feira (17), em Buriticupu, cinco suspeitos de integrarem um grupo criminoso que arrombou a agência do Bradesco do próprio município que fica distante 395 km de São Luís. O crime foi no dia 1º de agosto deste ano. A operação foi deflagrada por agentes do Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras (DCRIF), vinculado à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). As prisões foram determinadas pela Justiça. Assim, os policiais cumpriram mandados de prisão preventiva contra Renato dos Santos Silva, Pedro Alves da Silva Neto, José Ribamar Araújo Gomes, Jocel Lucena de Sousa e Jaime dos Santos Almeida. Armas apreendidas em Buriticupu, que a polícia acredita que foram usadas no arrombamento de agência bancária Divulgação / Polícia Civil Os policiais conseguiram ainda apreender armas de fogo. Na casa do Jocel de Sousa, os policiais encontraram uma espingarda calibre 12, munições de vários calibres e ainda roupas camufladas. Todo este material, a polícia acredita que foi utilizado na ação do dia 1º. Antes, os policiais já haviam encontrado uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 38. As primeiras informações dão conta de que o bando tem mais de dez integrantes, por isso, as investigações continuam para que os outros sejam localizados. Grupo invadiu a cidade No dia do crime, a polícia disse que as testemunhas informaram que cerca de 15 bandidos invadiram a cidade e foram até a agência bancária do Bradesco por volta das 21h, quando muitos estabelecimentos comerciais ainda estavam abertos. Segundo informações da polícia, os criminosos trocaram tiros com policiais e fizeram vários moradores da cidade como reféns em frente a agência. Os assaltantes detonaram duas bombas no banco, deixando-a destruída. Apesar do tiroteio, que durou cerca de 40 minutos, ninguém saiu ferido. Várias cápsulas de armas de grosso calibre ficaram espalhadas pelas ruas de Buriticupu. Após a ação criminosa, os assaltantes fugiram em quatro caminhonetes. Eles deixaram vários grampos de ferro pela rodovia com o intuito de furar os pneus dos veículos que tentassem segui-los.
    Enfermeira que atropelou cães diz que ato não passou de ‘infeliz acidente’

    Enfermeira que atropelou cães diz que ato não passou de ‘infeliz acidente’


    Ana Giselly Atan se manifestou por meio de nota assinada pelo seu advogado nesta sexta-feira (17). Enfermeira atropela cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais A enfermeira Ana Giselly Atan se pronunciou por meio de nota...


    Ana Giselly Atan se manifestou por meio de nota assinada pelo seu advogado nesta sexta-feira (17). Enfermeira atropela cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais A enfermeira Ana Giselly Atan se pronunciou por meio de nota esclarecendo que não teve a intenção de atropelar os dois cães na terça-feira (14), em São Luís. Segundo ela, o “ato que não passou de um infeliz acidente e que está trazendo a ela e sua família um profundo abalo”, disse. A enfermeira acrescentou que "jamais maltratou qualquer animal, quer seu, quer de terceiros, que possui animais de estimação e sempre os tratou de forma respeitosa". Ana foi flagrada através de câmeras de segurança no Residencial Pinheiros atropelando dois cães da raça pastor alemão. O vídeo viralizou na internet e causou comoção e revolta nos internautas. No vídeo, o condutor aparece em um veículo de cor prata acelerando e passando por cima dos animais. Em seguida os cachorros aparecem nas imagens sangrando e mancando. Dukesa (à esquerda) não resistiu aos ferimentos e Peppe (à direita) sobreviveu ao atropelamento Foto: Leila Cristina Oliveira/Divulgação Após o atropelamento, Ana foi afastada do cargo enfermeira da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH). O presidente da EMSERH, Vanderley Ramos, se pronunciou no Twitter e anunciou o afastamento dela. "A respeito do episódio envolvendo a empregada da EMSERH, Gisele Atan, apesar de ocorrido no ambiente de sua privada, quero expressar o sentimento de toda a empresa de profunda indignação e desaprovação, informando que a empregada já se encontra suspensa de suas funções", publicou Vanderley Ramos. Repercussão na internet Logo após a divulgação das imagens nas redes sociais, artistas se pronunciaram sobre o caso. As cantoras Anitta, Preta Gil, o humorista Marcelo Adnet e a atriz Giovanna Ewbank foram algumas das pessoas que se manifestaram sobre o atropelamento dos dois cachorros. O vídeo também foi compartilhado pela ativista Luisa Mell e ganhou a atenção da Comissão de Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil do Maranhão (OAB-MA). Dona dos cães pede justiça Leila Cristina Oliveira, dona dos dois animais que foram atropelados, pede por justiça e diz que não concorda com a onda de violência e ataques que surgiram nas redes sociais contra a enfermeira Ana Giselly. “Eu quero justiça, mas as coisas estão tomando uma proporção que eu estou assustada, pois estou com dor e raiva, mas não passa vingança na minha cabeça, pelo fato de eu acreditar na justiça. E eu quero que ela seja chamada pela justiça, mas nas redes sociais têm muita gente chamando violência e eu não concordo, não aceito. Não é assim que as coisas têm que ser”, afirmou. Ana Gisella Athan atropelou dois cães em rua em São Luís Reprodução/Facebook Depoimento Ana Giselly Atan compareceu na Delegacia Especial do Meio Ambiente (Dema) com a presença do seu advogado durante a tarde de quinta-feira (16). No local ela prestou depoimento e foi liberada para responder o processo em liberdade. A enfermeira deve responder pelos crimes de maus-tratos dos animais, agravados pela morte de um deles. Leia a nota na íntegra: "A defesa de Giselle Atan, vem, a respeito dos vídeos amplamente divulgados em várias redes sociais e às matérias veiculadas nos diversos meios jornalísticos explanar que: Giselle Atan, conforme depoimento prestado na tarde do dia 16 de agosto do presente ano na Delegacia do Meio Ambiente, após espontânea apresentação à autoridade policial, afirma que não teve em momento algum a intenção de atropelar os referidos animais e que sua única intenção era de afastá-los do local tendo em vista já terem atacado outros cachorros e pessoas que ali estavam, consoante restará provado durante as investigações. Afirma também que, está colaborando de todas as formas para o bom deslinde do termo circunstanciado de ocorrência instaurado e espera que a verdade dos fatos venha à tona ao fim do processo investigatório. Continuando, esclarece que jamais maltratou qualquer animal, quer seu, quer de terceiros, que possui animais de estimação e sempre os tratou de forma respeitosa. Ao contrário das informações falsas que vêm sendo divulgadas em diversas redes sociais, Giselle Atan jamais foi acusada ou processada por maus tratos aos animais, tendo sido liberada após prestar depoimento, bem como responderá em liberdade ao processo, conforme já informado pela delegada Caroliny Fernanda que conduz o caso. Por fim, lamenta profundamente o ocorrido e pede a toda a sociedade que não a condene de forma injusta, precipitada e sem qualquer direito à defesa por um ato que não passou de um infeliz acidente e que está trazendo a ela e sua família um profundo abalo. São Luís, 17 de agosto de 2018. Rafael Macena Advogado". Enfermeira é suspeita de atropelar cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais Dona de cachorros atropelados em São Luís pede justiça e condena violência contra enfermeira suspeita do crime Enfermeira diz que não queria atropelar cachorros, mas afastá-los das pessoas em rua de São Luís
    VÍDEOS: JMTV 2ª edição de quinta-feira, 16 de agosto

    VÍDEOS: JMTV 2ª edição de quinta-feira, 16 de agosto


    Veja todas as principais notícias do dia no Maranhão no telejornal. Veja todas as principais notícias do dia no Maranhão no...


    Veja todas as principais notícias do dia no Maranhão no telejornal. Veja todas as principais notícias do dia no Maranhão no telejornal.
    Enfermeira diz que não queria atropelar cachorros, mas afastá-los das pessoas em rua de São Luís

    Enfermeira diz que não queria atropelar cachorros, mas afastá-los das pessoas em rua de São Luís


    Ana Giselly Atan prestou depoimento na tarde desta quinta-feira na Delegacia do Meio Ambiente. Após depoimento, ela foi liberada e vai responder o processo em liberdade. Enfermeira atropela cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes...


    Ana Giselly Atan prestou depoimento na tarde desta quinta-feira na Delegacia do Meio Ambiente. Após depoimento, ela foi liberada e vai responder o processo em liberdade. Enfermeira atropela cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais Em depoimento na Delegacia Especial do Meio Ambiente (Dema), a enfermeira Ana Giselly Atan disse que não queria atropelar os cachorros Peppe e Dukeza, mas apenas afastá-los de pessoas que estavam na rua, no Residencial Pinheiros, em São Luís, na última terça-feira (14). Ela se apresentou de forma espontânea, acompanhada de advogados, na tarde desta quinta-feira (16), prestou depoimento e foi liberada para responder o processo em liberdade. A delegada Caroliny Fernanda dos Santos Santana foi quem tomou o depoimento da enfermeira. A justificativa apresentada foi de incidente e não de atropelamento deliberado. “A versão apresentada por ela é que não tinha intenção de maneira alguma de matar os animais, mas que ela estava acompanhando os cachorros, pois estariam avançando em algumas pessoas e a intenção dela era só afastá-los”, disse a delegada. Dona dos cachorros atropelados se emociona e pede justiça Ana Atan deve responder pelos crimes de maus tratos dos animais, agravados pela morte de um deles, mas ela vai responder em liberdade. “Ela foi ouvida e liberada, pois ela não foi presa em flagrante. A pena pelo crime que ela está sendo investigada, que é de maus tratos, é de um ano. No caso como houve a morte do animal, a pena sobe para um ano e dois meses. O procedimento que se faz é um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). As partes são ouvidas e testemunhas são ouvidas e o procedimento é encaminhado para o juizado, onde haverá uma audiência com o juiz”, explicou a delegada. A dona dos cachorros, a professora Leila Cristina Oliveira está em Salvador-BA concluindo curso de doutorado, mas pessoas da família devem ser ouvidas na Delegacia Especial de Meio Ambiente. Ana Giselly Atan atropelou dois cães em rua em São Luís Reprodução/Facebook Entenda o caso Imagens de câmera de segurança de uma residência no bairro Residencial Pinheiros, em São Luís, mostram o momento em que uma mulher atropela dois cachorros. O caso foi registrado na terça-feira (14), mas só nesta quinta-feira (16) o vídeo viralizou nas redes sociais e causou revolta nos internautas. Video completo do atropelamento dos dois cachorros em São Luís No vídeo, o condutor aparece em um veículo de cor prata acelerando e passando por cima dos animais, que são da raça pastor alemão. Após o atropelamento, é possível ver o carro indo embora. Em seguida, os cachorros aparecem nas imagens sangrando e mancando. Um dos cachorros morreu e um outro, chamado 'Peppe', sobreviveu, mas teve várias fraturas. Após a divulgação das imagens, o caso repercutiu e causou revolta por parte dos internautas. Nas redes sociais, as cantoras Anitta e Preta Gil, o humorista Marcelo Adnet e a atriz Giovanna Ewbank foram algum dos artistas que se manifestaram sobre o atropelamento dos dois cachorros. Carro atropela dois cachorros em São Luís; Vídeo repercute nas redes sociais Reprodução/Instagram Enfermeira é suspeita de atropelar cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais Dona de cachorros atropelados em São Luís pede justiça e condena violência contra enfermeira suspeita do crime

    Polícia investiga morte de índio Guajajara no Maranhão


    Corpo do cacique Júnior Guajajara foi encontrado na beira de um rio na cidade de Arame. De acordo com a perícia realizada no local, a morte foi causada por afogamento. A Polícia Civil do Maranhão investiga a morte do índio Júnior Guajajara, de 56...

    Corpo do cacique Júnior Guajajara foi encontrado na beira de um rio na cidade de Arame. De acordo com a perícia realizada no local, a morte foi causada por afogamento. A Polícia Civil do Maranhão investiga a morte do índio Júnior Guajajara, de 56 anos, na região entre as cidades de Arame e Buriticupu, a 475 km de São Luís. O corpo do cacique de uma das aldeias Guajajara foi encontrado no dia 11 de agosto, na beira do rio Zutiwa, próximo a uma ponte localizada na saída da cidade. A polícia instaurou inquérito do caso e realizou diligências no local onde o corpo foi retirado. De acordo com a perícia, a morte foi causada por afogamento e não foram encontrados sinais de violência ou lesões causadas por tiro no corpo do cacique. A Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, por meio da assessoria indígena, informou que irá acompanhar as investigações. Segundo o delegado da cidade de Barra do Corda e que investiga o caso, Renilton Ferreira, não há indícios de que a morte foi por homicídio. "Todas as informações que temos dão a crer que se trata de um incidente em que a vítima possivelmente esta sob efeito de álcool e acabou caindo da ponte e se afogando. Inclusive a esposa dele foi ouvida e falou que ele costumava ir para a cidade se embriagar, ficava pelas calçadas dois três dias fora de casa, e acusou o desaparecimento dele por causa do problema dele com bebida alcoolica. Até o momento não temos indício de que houve homicídio", informou o delegado. O Conselho Indigenista Missionário informou que ficou sabendo do caso e que aguarda novas informações por parte da polícia. Já a coordenadora regional da Fundação Nacional do Índio no Maranhão, Rute Pacheco, informou que o caso está sendo acompanhado no local. "A gente está a apurando e colhendo informações de lideranças indígenas e com as autoridades competentes e vamos acompanhar até a elucidação do caso", afirmou.
    Dona de cachorros atropelados em São Luís pede justiça e condena violência contra enfermeira suspeita do crime

    Dona de cachorros atropelados em São Luís pede justiça e condena violência contra enfermeira suspeita do crime


    Professora Leila Cristina Oliveira está na Bahia concluindo curso de doutorado e até a manhã desta quinta-feira (16) disse que ainda pensava que tudo tinha sido um acidente. Dona dos cachorros atropelados se emociona e pede justiça A professora...


    Professora Leila Cristina Oliveira está na Bahia concluindo curso de doutorado e até a manhã desta quinta-feira (16) disse que ainda pensava que tudo tinha sido um acidente. Dona dos cachorros atropelados se emociona e pede justiça A professora universitária Leila Cristina Oliveira é a dona dos cachorros atropelados na terça-feira (14), no Residencial Pinheiros, em São Luís. A suspeita de ter cometido o crime é a enfermeira Ana Giselly Atan. Leila está em Salvador-BA e disse que quer justiça, por isso não concorda com a onda que tomou conta das redes sociais que sugerem violência contra a enfermeira. “Eu quero justiça, mas as coisas estão tomando uma proporção que eu estou assustada, pois estou com dor e raiva, mas não passa vingança na minha cabeça, pelo fato de eu acreditar na justiça. E eu quero que ela seja chamada pela justiça, mas nas redes sociais têm muita gente chamando violência e eu não concordo, não aceito. Não é assim que as coisas têm que ser”, concluiu. Enfermeira atropela cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais Leila Oliveira é professora da Universidade Ceuma, em São Luís, e está licenciada para concluir seu doutorado na Bahia. Segundo a professora, os cachorros estavam na rua devido uma tentativa de invasão da residência da família. Na terça-feira à tarde a casa sofreu uma tentativa de arrombamento quando ninguém estava no local. A professora acredita que quem tentou arrombar, foi impedido pelos dois cachorros, mas o portão foi danificado e os animais foram pra rua. Horas depois, o atropelamento aconteceu, segundo Leila, pois ela recebeu uma ligação. “Por volta das 16h eu recebo uma ligação de alguém que conseguiu segurar o Peppe, que foi o que sobreviveu. Os meus cachorros são castrados e têm placa de identificação. Aí na ligação, a pessoa perguntou se eu era a dona do Peppe e eu confirmei. O homem me disse que ele estava solto na rua e no meio da conversa vem outro homem e diz que é pra me avisar que o outro animal (Dukesa) estava morto, pois tinha sido atropelado. Eu fiquei muito abalada. Até então estávamos preocupados também com a tentativa de arrombamento da casa. Eu estava pensando, até na manhã desta quinta, que tudo tinha sido um acidente”, disse Leila. A professora só ficou sabendo do que tinha acontecido de verdade depois que amigos enviaram vídeos pela internet. Ela recebeu o material de muitas pessoas e disse que passou mal quando viu. “Eu jamais ia imaginar que o ser humano ia cometer uma atrocidade dessas. Eu passei mal quando vi o vídeo. Eu nem sei quem é esta mulher, ninguém dos meus relacionamentos em São Luís a conhece”, disse a professora bastante emocionada. Cachorro 'Peppe' sobreviveu ao atropelamento Luiza Mell A advogada Janaína Bastos vai representar a professora Leila no caso. Ela também está em Salvador e disse que vai trabalhar em parceria com advogados em São Luís. “Vamos entrar agora com as medidas judiciais cabíveis. Estamos contactando nossos colegas do Maranhão para acompanharem o inquérito policial. Foi uma barbaridade o que aconteceu, tanto que a Leila ainda está bastante abalada”, disse a advogada da professora. Dukesa não resistiu aos graves ferimentos e morreu após ser atropelada Leila Cristina Oliveira / Divulgação Entenda o caso Imagens de câmera de segurança de uma residência no bairro Residencial Pinheiros registraram o momento em que uma mulher atropela dois cachorros, na tarde de terça-feira (14). O caso tomou conta das redes sociais nesta quinta (16). O vídeo ‘viralizou’ e causou revolta nos internautas de todo país. Video completo do atropelamento dos dois cachorros em São Luís No vídeo, o condutor aparece em um veículo de cor prata acelerando e passando por cima dos animais. Após o atropelamento, é possível ver o carro indo embora. Em seguida, os cachorros aparecem nas imagens sangrando e mancando. Um dos cachorros morreu após o incidente. A suspeita de ser a motorista do carro é a enfermeira Ana Giselly Atan, que trabalha para a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH). O presidente da EMSERH, Vanderley Ramos, se pronunciou no Twitter e anunciou o afastamento da enfermeira. Famosos se manifestaram pela internet, como o caso da ativista das causas dos animais Luísa Mell, as cantoras Anitta e Preta Gil, o humorista Marcelo Adnet, a atriz Giovanna Ewbank e o padre Fábio de Melo. “Como é que essa pessoa consegue dormir depois?”, comentou o padre. A Comissão de Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil do Maranhão (OAB-MA) e a Delegacia Especial de Meio Ambiente estão no caso já. Enquanto isso, o Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA) repudiou o ato praticado pela enfermeira e afirmou que está tomando providências para punir a suspeita no caso. “O Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA) vem através da presente nota esclarecer que repudia veemente o ato supostamente praticado pela profissional inscrita nesse Conselho onde ocasionou o atropelamento de dois cachorros em via pública”, diz trecho da nota. Enfermeira é suspeita de atropelar cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais
    Enfermeira é suspeita de atropelar cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais

    Enfermeira é suspeita de atropelar cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais


    Órgãos de defesa dos animais compartilharam o vídeo do atropelamento, que ganhou repercussão nacional. Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares anunciou o afastamento da enfermeira. Enfermeira atropela cachorros em São Luís; vídeo...


    Órgãos de defesa dos animais compartilharam o vídeo do atropelamento, que ganhou repercussão nacional. Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares anunciou o afastamento da enfermeira. Enfermeira atropela cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais Imagens de câmera de segurança de uma residência no bairro Residencial Pinheiros, em São Luís, mostram o momento em que uma mulher atropela dois cachorros. O caso foi registrado na terça-feira (14), mas só nesta quinta-feira (16) o vídeo viralizou nas redes sociais e causou revolta nos internautas. A suspeita de ser a motorista do carro é a enfermeira Ana Giselly Atan, que trabalha na Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH). O G1 procurou a enfermeira, mas ela ainda não foi encontrada. Confira o vídeo. Video completo do atropelamento dos dois cachorros em São Luís No vídeo, o condutor aparece em um veículo de cor prata acelerando e passando por cima dos animais, que são da raça pastor alemão. Após o atropelamento, é possível ver o carro indo embora. Em seguida, os cachorros aparecem nas imagens sangrando e mancando. Um dos cachorros morreu e um outro, chamado 'Peppe', sobreviveu, mas teve várias fraturas. Cachorro 'Peppe' sobreviveu ao atropelamento Luiza Mell Repercussão na internet Após a divulgação das imagens, o caso repercutiu e causou revolta por parte dos internautas. Nas redes sociais, as cantoras Anitta e Preta Gil, o humorista Marcelo Adnet e a atriz Giovanna Ewbank foram algum dos artistas que se manifestaram sobre o atropelamento dos dois cachorros. “Como é que essa pessoa consegue dormir depois?”, comentou o Padre Fábio de Melo. Artistas se posicionaram sobre o atropelamento dos cachorros em São Luís Reprodução/Instagram O vídeo também foi compartilhado pela ativista dos animais Luisa Mell e ganhou a atenção da Comissão de Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil do Maranhão (OAB-MA). De acordo com a presidente da comissão, Luciana Lauande, a Delegacia Especial de Meio Ambiente já foi acionada e suspeita está sendo procurada pela polícia para prestar esclarecimentos. A Comissão de Defesa dos Animais da OAB acompanha o caso. O presidente da EMSERH, Vanderley Ramos, se pronunciou no Twitter e anunciou o afastamento da enfermeira Gisele Atan da empresa. "A respeito do episódio envolvendo a empregada da EMSERH, Gisele Atan, apesar de ocorrido no ambiente de sua vida privada, quero expressar o sentimento de toda a empresa de profunda indignação e desaprovação, informando que a empregada já se encontra suspeira de suas funções", afirmou Vanderley. Por meio de nota pública, o Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA) repudiou o ato supostamente praticado pela enfermeira e afirmou que está tomando providências para punir a suspeita no caso. Veja a nota completa abaixo. "O Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA) vem através da presente nota esclarecer que repudia veemente o ato supostamente praticado pela profissional inscrita nesse Conselho onde ocasionou o atropelamento de dois cachorros em via pública, no dia 14 de agosto de 2018, conforme imagens divulgadas em redes sociais. Ato contínuo, informamos que iremos tomar as providências cabíveis em face a profissional envolvida no presente caso; Por fim, estaremos aguardando os desdobramentos do caso e acompanhando o trabalho das autoridades competentes para auxiliar no que for cabível". Enfermeira atropela dois cachorros em São Luís; vídeo repercute nas redes sociais Reprodução/Instagram
    Mulher é presa com 13 kg de maconha escondida em mala no Maranhão

    Mulher é presa com 13 kg de maconha escondida em mala no Maranhão


    Droga foi apreendida nessa quarta-feira (15) em ônibus que vinha de Goiânia e seguia para São Luís. Mulher esconde droga em bagagem e é presa no Maranhão Uma mulher não identificada foi presa na noite dessa quarta-feira (15) com mais de 13 kg...


    Droga foi apreendida nessa quarta-feira (15) em ônibus que vinha de Goiânia e seguia para São Luís. Mulher esconde droga em bagagem e é presa no Maranhão Uma mulher não identificada foi presa na noite dessa quarta-feira (15) com mais de 13 kg de maconha escondida em bagagens em um ônibus que vinha de Goiânia e seguia para São Luís. A apreensão foi feita durante uma inspeção de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF-MA) em Imperatriz, a 626 km de São Luís. De acordo com a PRF, ao fazer a abordagem, a mulher teria ficado muito nervosa o que fez com que a polícia levantasse suspeitas. Ao abrir as bagagens, a polícia encontrou a droga estava embalada e dividida em barras. Em depoimento a polícia, a suspeita disse estava indo revender a droga em São Luís, mas os policiais acreditam que ela estava fazendo apenas o transporte. Natural de Imperatriz, a suspeita foi presa por envolvimento com o tráfico de drogas. Suspeita foi pra em flagrante pela Polícia Rodoviária Federal (PRF-MA). Reprodução/TV Mirante Somente este ano, a PRF-MA já apreendeu cerca de 142 kg de maconha, 35 kg de cocaína, 15 kg de crack e 45 comprimidos de ecstasy em rodovias da Região Tocantina no Maranhão. Segundo o inspetor da PRF, Igor Egidío, as rodovias da região já estão caracterizadas como rota de distribuição de drogas. “A rodovia Belém-Brasília já está caracterizada como a rota para o tráfico de drogas. Essas substâncias entram pelas fronteiras e são distribuídas na Região Centro-Oeste e Sudeste, em pequenas quantidades, e essas pessoas que transportam as drogas são chamadas de mulas e as mulas elas transportam as drogas, fazem isso seja em ônibus interestaduais ou em veículos particulares, para abastecer a Região Norte/Nordeste e suas capitais”, explicou. PRF-MA já apreendeu quase 200 kg de drogas no Maranhão. Reprodução/TV Mirante
    Fugitivo do Maranhão é preso em rodovia de MS com documento falso que usava havia pelo menos 6 anos

    Fugitivo do Maranhão é preso em rodovia de MS com documento falso que usava havia pelo menos 6 anos


    Ele ficou preso no estado da região nordeste porque era fugitivo de SP e, também, mostrou documento falso ao ser abordado pela polícia. Silas dirigia um carro e foi parado pela PRF em Corumbá, MS PRF/Divulgação Um fugitivo do estado do Maranhão...


    Ele ficou preso no estado da região nordeste porque era fugitivo de SP e, também, mostrou documento falso ao ser abordado pela polícia. Silas dirigia um carro e foi parado pela PRF em Corumbá, MS PRF/Divulgação Um fugitivo do estado do Maranhão foi preso quarta-feira (15), na BR-262, em Corumbá, a 415 quilômetros de Campo Grande, com documento falso. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Silas Batista da Silva dirigia um carro e disse aos policiais que, por estar foragido, passou a viver com outra identidade. O nome falso que o homem apresentou é utilizado por ele há pelo menos seis anos. Em 2014, Silas foi flagrado no Maranhão se apresentando com a mesma identidade. Ele já utilizava o nome dois anos antes. Maranhão Silas havia sido preso no Maranhão quando apresentou documento falso. Na época, ele estava fugitivo de um presídio em Campinas (SP), onde cumpria pena pelo crime de sequestro, e por isso arrumou um novo nome. O homem, na época com 42 anos, morava na capital maranhense havia dois anos. Durante esse tempo, ele comprou várias mansões e foi em uma delas, no bairro do Araçagi, que ele foi encontrado. A polícia apreendeu uma pistola, munições, oito celulares, um notebook, dois carros e uma moto. A suspeita era de envolvimento com tráfico de cocaína.
    Homem é condenado por matar ex-esposa a tiros em Imperatriz

    Homem é condenado por matar ex-esposa a tiros em Imperatriz


    Adriano Alves de Oliveira foi condenado a 22 anos e cinco meses de prisão em regime fechado. Homem é condenado por matar ex-esposa a tiros em Imperatriz Adriano Alves de Oliveira, de 30 anos, foi condenado pela Justiça a 22 anos e cinco meses de...


    Adriano Alves de Oliveira foi condenado a 22 anos e cinco meses de prisão em regime fechado. Homem é condenado por matar ex-esposa a tiros em Imperatriz Adriano Alves de Oliveira, de 30 anos, foi condenado pela Justiça a 22 anos e cinco meses de prisão em regime fechado por matar a tiros a ex-esposa, Andressa de Oliveira de Araújo, em maio de 2017, em Imperatriz, a 626 km de São Luís. Na época, ele confessou a autoria do homicídio dizendo que havia ligado para Andressa pedindo para ver os filhos, mas quando chegou ao local sacou a arma e fez três disparos contra a vítima que morreu no local. Ele foi encontrado pela polícia três dias depois do crime e aguardou o julgamento preso. De acordo com os familiares, o casal estava separado havia dois meses, mas vivia em conflito porque Andressa não aceitava reatar o relacionamento. A irmã da vítima, Adriele Oliveira, afirma que agora os parentes e amigos da vítima querem justiça.“Queremos que ele permaneça preso o maior tempo possível, porque todo o tempo que ele ficar aí é pouco, porque quando ele sair ele ainda estará jovem e pode fazer com outras pessoas o que ele fez com ela”. Dez testemunhas foram listados pelo Ministério Público, que defende a tese de homicídio triplamente qualificado, segundo o promotor de Justiça Carlos Róstão. “Por um motivo fútil, um motivo banal por um recurso que impossibilitou a defesa da vítima que estava desarmada e foi atingida por trás. Além da qualificadora do feminicídio, já que a vítima foi acusada pela sua condição de mulher, já que o acusado não aceitou a separação e por isso resolveu matá-la”, explicou. Adriano Alves de Oliveira foi condenado a 22 anos e cinco meses de prisão Reprodução/TV Mirante
    VÍDEOS: Bom Dia Mirante de quinta-feira, 16 de agosto

    VÍDEOS: Bom Dia Mirante de quinta-feira, 16 de agosto


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Maranhão. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do...


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Maranhão. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Maranhão.
    Alcione é a melhor cantora no Prêmio da Música Brasileira

    Alcione é a melhor cantora no Prêmio da Música Brasileira


    Cantora maranhense venceu na categoria cantora com o álbum “Boleros” que concorreu ao lado de Amelinha e Angela Maria. Alcione vence na categoria melhor cantora Marcos Serra Lima/G1 A cantora maranhense Alcione foi eleita a melhor cantora no...


    Cantora maranhense venceu na categoria cantora com o álbum “Boleros” que concorreu ao lado de Amelinha e Angela Maria. Alcione vence na categoria melhor cantora Marcos Serra Lima/G1 A cantora maranhense Alcione foi eleita a melhor cantora no Prêmio da Música Brasileira que aconteceu na noite de quarta-feira (15) no Theatro Municipal, no Rio de Janeiro, na noite que homenageou o músico Luiz Melodia, que morreu em agosto de 2017, aos 66 anos, vítima de um câncer. Ela venceu na categoria melhor cantora com o álbum “Boleros” que concorreu ao lado de Amelinha com o disco “De primeira grandeza, as canções de Belchior” e Angela Maria com o seu “Canções de Roberto e Erasmo”. (Veja a lista completa dos vencedores) Alcione foi aplaudida de pé durante a cerimônia e agradeceu o prêmio nas redes sociais. “Muito obrigada a todo o público do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, que me proporcionou essa emoção e esse carinho enorme que foi ter sido aplaudida de pé por todos vocês! Que honra!”, disse. Alcione agradece nas redes sociais premiação no Prêmio da Música Brasileira Reprodução/Facebook
    35 detentos não retornam às penitenciárias do Maranhão após saída de Dia dos Pais

    35 detentos não retornam às penitenciárias do Maranhão após saída de Dia dos Pais


    Presos foram beneficiados pela saída na manhã do dia oito de agosto de deveriam retornar às penitenciárias às 18h da terça-feira (14). 35 internos não retornam para o Complexo de Pedrinhas no Maranhão A Secretaria de Estado de Administração...


    Presos foram beneficiados pela saída na manhã do dia oito de agosto de deveriam retornar às penitenciárias às 18h da terça-feira (14). 35 internos não retornam para o Complexo de Pedrinhas no Maranhão A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou na quarta-feira (15), que dos 616 internos do sistema prisional beneficiados com a saída temporária do Dia dos Pais 581 retornaram e 35 não cumpriram o prazo de retorno no Maranhão. Os presos foram beneficiados pela saída na manhã do dia oito de agosto de deveriam retornar às penitenciárias às 18h da terça-feira (14). O período de saída, que é determinado por meio das Portarias Nº 026 e 027/2018, prevê pena de regressão de regime para os internos que não cumprirem a determinação. Lei de Execuções Penais A Saída Temporária é uma previsão da Lei de Execuções Penais, que estabelece os requisitos para concessão do benefício nos artigos 122 e 123. Antes da saída, os beneficiados são submetidos à reunião de advertência, esclarecimentos complementares e assinatura do termo de compromisso. Apenas os apenados do regime semiaberto são beneficiados com essas saídas. O regime semiaberto destina-se para condenações entre quatro e oito anos, não sendo caso de reincidência. Nesse regime de cumprimento de pena, a lei garante ao recuperando o direito de trabalhar e fazer cursos fora da prisão durante o dia, devendo retornar à unidade penitenciária à noite. Complexo Penitenciário de Pedrinhas Reprodução/TV Mirante
    Maranhão é 3º em ranking de queimadas irregulares do país

    Maranhão é 3º em ranking de queimadas irregulares do país


    Mesmo com a posição, o estado registrou uma queda no número de focos de incêndio em relação ao ano passado. Maranhão é 3º em ranking de queimadas irregulares do país O Maranhão está em 3º lugar no ranking de queimadas irregulares do...


    Mesmo com a posição, o estado registrou uma queda no número de focos de incêndio em relação ao ano passado. Maranhão é 3º em ranking de queimadas irregulares do país O Maranhão está em 3º lugar no ranking de queimadas irregulares do país, ficando atrás apenas de Mato Grosso e Tocantins, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Mesmo com a posição, o estado registrou uma queda no número de focos de incêndio em relação ao ano passado. Em 2018 foram registrados no Maranhão 3389 focos de incêndio, que é cerca de 15% menor do que o registrado no ano passado, quando foram registrados 3986 casos. O Maranhão é 3º em ranking de queimadas irregulares do país, Reprodução/TV Mirante Entre as condições que favorecem o aparecimento do fogo estão as temperaturas altas, o tempo seco e faltas de chuvas. A cidade de Balsas, no sul do estado, registrou 338 focos de incêndio até o início de agosto. Na região da Chapada das Mesas e do Parque Mirador, as queimadas ameaçam as áreas de preservação ambiental. Nessa região, quando necessário, brigadistas atuam pra impedir que as chamas se espalhem. Incêndios ameaçam reservas ambientais no sul do Maranhão Reprodução/TV Mirante Nesta quarta-feira (15), um incêndio atingiu a vegetação rasteira sobre as dunas ao lado da Avenida Litorânea, em São Luís. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo foi combatido rapidamente e não ganhou proporção.
    VÍDEOS: JMTV 2ª edição de quarta-feira, 15 de agosto

    VÍDEOS: JMTV 2ª edição de quarta-feira, 15 de agosto


    Confira todas as principais notícias do dia no telejornal. Confira todas as principais notícias do dia no...


    Confira todas as principais notícias do dia no telejornal. Confira todas as principais notícias do dia no telejornal.
    Mães recebem orientações sobre aleitamento materno em São Luís

    Mães recebem orientações sobre aleitamento materno em São Luís


    Um dos materiais distribuídos tratavam de assuntos básicos como bicos, chupetas, mamadeiras e cuidado no primeiro ano de vida da criança. 'Agosto Dourado' tem ação de informação no Hospital da Criança, em São Luís A. Baêta / Prefeitura de...


    Um dos materiais distribuídos tratavam de assuntos básicos como bicos, chupetas, mamadeiras e cuidado no primeiro ano de vida da criança. 'Agosto Dourado' tem ação de informação no Hospital da Criança, em São Luís A. Baêta / Prefeitura de São Luís No Hospital Dr. Odorico Amaral de Mattos (Hospital da Criança), a campanha "Agosto Dourado" foi reforçada com ações de orientação das mães para a importância do leite materno para a saúde da criança. Nesta quarta-feira (15), equipes trataram de informar o máximo de mães e também profissionais para que estes repassem com mais precisão detalhes sobre o alimento precioso para as crianças. Um dos materiais distribuídos tratavam de assuntos básicos como bicos, chupetas, mamadeiras, cuidado no primeiro ano de vida da criança, amamentação exclusiva, incluindo detalhes como dicas de posição para amamentar e pega da mama. "Como atendemos crianças de 0 a 5 anos, trabalhamos o ano todo com esse estímulo, mas em agosto, a proposta é enfatizar esse trabalho dentro do hospital", disse a diretora geral do Hospital da Criança, Claudiana Pinheiro. A ação foi acompanhada pela pediatra, presidente da Sociedade Maranhense de Pediatria e chefe da UTI Neonatal do Hospital Universitário (HU), Marynea Vale. "O leite materno é considerado alimento padrão ouro de qualidade. Todos nós devemos estar conscientizados do valor desse aleitamento, ação que contribui para a redução das taxas de mortalidade infantil. Aproveitamos também a campanha para incentivar a doação, que garante que não falte leite materno, especialmente aos bebê da UTI", disse a médica. Agosto é considerado o mês do aleitamento materno por meio da Lei Federal 13.435. Desta forma, as ações fazem parte do Agosto Dourado, que é abraçado por várias instituições com o objetivo de promover a importância da amamentação para as crianças.
    Justiça arquiva um dos inquéritos da PF contra o secretário Carlos Lula; investigações apontaram desvio de recursos da saúde no Maranhão

    Justiça arquiva um dos inquéritos da PF contra o secretário Carlos Lula; investigações apontaram desvio de recursos da saúde no Maranhão


    Carlos Lula era investigado por suposta participação em esquema que envolvia funcionários fantasmas e desviou mais de 18 milhões em recursos para a saúde. Em dos inquéritos, Carlos Lula era investigado de ter participação em esquema de...


    Carlos Lula era investigado por suposta participação em esquema que envolvia funcionários fantasmas e desviou mais de 18 milhões em recursos para a saúde. Em dos inquéritos, Carlos Lula era investigado de ter participação em esquema de desvios de recursos da saúde Reprodução/TV Mirante O desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Néviton Guedes, determinou no dia 13 de agosto o arquivamento de um dos inquérito que investigava o secretário de saúde do Maranhão, Carlos Lula, no âmbito da Operação Pegadores da Polícia Federal. Segundo a defesa de Carlos Lula, ainda tramita na justiça outro inquérito da Polícia Federal que apura seu possível envolvimento em fraude a uma licitação para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Chapadinha. As investigações correm em segredo de justiça. O arquivamento determinado por Néviton Guedes é referente a um esquema que desviou dinheiro público de hospitais do estado ainda em 2015, quando Carlos Lula era sub-secretário de saúde do Governo do Maranhão. O desembargador acatou um parecer da Procuradoria Regional da República da 1ª Região, que se manifestou pelo arquivamento do inquérito. “De fato, não se vislumbra, diante dos elementos de convicção aqui reunidos, o envolvimento do investigado Carlos Eduardo de Oliveira Lula, Secretário de Saúde do Estado do Maranhão, nas ilicitudes apuradas no IPL nº 1162/2016. Os diálogos interceptados apontam apenas que ele, enquanto Subsecretário de Saúde do Estado do Maranhão, ao ser cientificado da “folha complementar”, manifestou surpresa e divergência – postura incompatível com alguém que tenha concorrido dolosamente para a prática de crimes. (…) Não há, no caso concreto, mínimos subsídios fáticos ou probatórios que autorizem, por ora, a deflagração de uma investigação em relação a Carlos Eduardo de Oliveira Lula”, afirma o parecer da Procuradoria. 5ª fase da Operação Pegadores Segundo a PF, durante as investigações conduzidas em 2015 foram coletados indícios de que servidores públicos que exerciam funções de comando na Secretaria de Estado da Saúde naquele ano montaram um esquema de desvio de verbas e fraudes na contratação e pagamento de pessoal. As investigações indicaram a existência de 424 pessoas que teriam sido incluídas indevidamente nas folhas de pagamentos dos hospitais estaduais sem a prestação de serviços às unidades hospitalares. Os beneficiários do esquema eram pessoas indicadas por agentes políticos: familiares, correligionários de partidos políticos, namoradas e companheiras de gestores públicos e de diretores das organizações sociais. O montante dos recursos públicos federais desviados por meio das fraudes é superior a 18 milhões de reais. De acordo com a Controladoria Geral da União, o esquema de fraudes e desvio de verbas públicas na contratação e pagamento de pessoal funcionava por meio de: Pessoas que possuíam um salário recebido pela função contratada, mas ganhavam um salário extra pago por fora do contracheque, em desvio direto de verbas públicas na denominada “folha complementar”; Pessoas que eram indicadas para serem contratadas e recebiam sem realizar qualquer trabalho (funcionários fantasmas); Desvio de verbas através do pagamento a empresas de fachada, supostamente especializadas na gestão de serviços médicos. Esquema desviava recursos da área da saúde do Maranhão. Reprodução/TV Mirante A investigação da fraude começou após a divulgação do contracheque de uma enfermeira que trabalhava em um hospital de Imperatriz. Keilane Silva Carvalho recebia um salário de R$ 13 mil reais, enquanto outras profissionais recebiam R$ 3 mil. Entre os presos está a ex-subsecretária de saúde do Maranhão, Rosângela Curado, que foi candidata à prefeita do município de Imperatriz nas eleições de 2016, além de ser suplente de deputada federal pelo PDT. Segundo a Polícia Federal, ela é uma das principais responsáveis pelo desvio de recursos da saúde. Segundo a Polícia Federal, a ex-subsecretária de saúde do Maranhão, Rosângela Curado era uma das principais responsáveis pelo desvio. Reprodução/TV Mirante Escutas telefônicas Mesmo após a deflagração de outras fases da ‘Operação Sermão aos Peixes’, a Polícia Federal afirmou que o desvio de dinheiro público continuou e que o atual secretário de saúde do Maranhão, Carlos Lula, tinha conhecimento do desvio de verbas na secretaria. Escutas telefônicas captadas pela polícia em setembro de 2015 e transcritas para Justiça Federal mostram que o secretário foi informado do esquema. Na época, ele ocupava o cargo de subsecretário de saúde do Governo do Maranhão. Em relação a decisão do dia 13 de agosto, a defesa de Carlos Lula emitiu nota afirmando que não houve crime por parte do secretário. "A decisão confirma que não existe e nunca existiu o cometimento de crime pelo secretário Carlos Lula, conforme reconheceu o próprio Ministério Público Federal e a Justiça. Ficou provado que o secretário contribuiu para coibir a prática do ato criminoso no âmbito da Secretaria de Estado da Saúde", afirmou o advogado Bertoldo Rêgo. Polícia Federal deflagra operação contra desvios de dinheiro pelo Governo do Maranhão Escutas telefônicas da Polícia Federal revelam que secretário de Saúde do Maranhão sabia de esquema criminoso Presos em operação 'Sermão aos Peixes' prestam depoimento em São Luís
    Prefeita de São João dos Patos-MA é acionada pelo MP por suspeita de fraude no transporte escolar

    Prefeita de São João dos Patos-MA é acionada pelo MP por suspeita de fraude no transporte escolar


    Ministério Público diz que encontrou uma série de irregularidades do processo de licitação à execução do contrato no transporte escolar no município do interior do Maranhão. Veículo inspecionado pelo MP servindo de transporte escolar em...


    Ministério Público diz que encontrou uma série de irregularidades do processo de licitação à execução do contrato no transporte escolar no município do interior do Maranhão. Veículo inspecionado pelo MP servindo de transporte escolar em São João dos Patos Divulgação / MPMA A prefeita de São João dos Patos-MA, Gilvana Evangelista de Souza, e a empresa R. de Oliveira Dias - ME são alvos de uma Ação Civil Pública do Ministério Público por conta da contratação da empresa para prestação de serviço na área do transporte escolar. A ação foi protocolada nessa terça-feira (14). A ação faz parte do projeto "Pau de Arara Nunca Mais". O G1 entrou em contato com a prefeitura e aguarda resposta. No município, distante 445 km de São Luís, o MP identificou problemas no processo da licitação e na execução do contrato. A R. de Oliveira Dias - ME foi a única que participou do Pregão Presencial n° 25/2017. O valor do contrato foi de R$ 786.533,12. Além da falta de ampla divulgação do pregão, o Ministério Público apontou como falhas "a autorização em data anterior às cotações de preços, informações orçamentárias e elaboração do termo de referência; assinatura do edital feita por pregoeiro sem atribuição; impropriedades e cláusulas restritivas no edital". Um grave erro também foi que uma das empresas utilizadas na pesquisa prévia de preços não tem como objetivo social o transporte escolar. A R. de Oliveira Dias – ME, por exemplo, nem veículos tem, segundo o próprio MP. Mesmo assim ganhou licitação para fazer trasporte escolar. Assim, o Ministério Público diz que constatou que o transporte escolar era feito em 21 “paus de arara”, sendo que alguns com mais de 20 anos de uso. Esses veículos eram sublocados, o que contraria uma clásula do contrato. “A ré Gilvana Evangelista de Souza homologou a licitação e assinou contrato fundado em fraude montada por servidor nomeado por ela para ocupar a presidência da CPL, como também não cobrou da empresa vencedora o cumprimento adequado do que fora efetivamente contratado. De outro lado, a ré R de Oliveira Dias – ME participou da licitação forjada e também não prestou os serviços da forma contratada, tendo subcontratado sem expressa autorização no instrumento convocatório e no contrato”, disse o promotor Renato Ighor Viturino Aragão. Mais irregularidades foram encontradas após uma fiscalização do Centro de Apoio Operacional da Educação (CAOp Educação) e a Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça. Assim, foram encontrados veículos sem documentação, com itens de segurança vencidos, superlotação, motoristas não habilitados e nem curso de capacitação para atuar no transporte escolar.
    São Luís sedia edição do Festival de Teatro Lusófono

    São Luís sedia edição do Festival de Teatro Lusófono


    Festival será realizado entre os dias 15 a 18 de agosto. Programação conta com a participação de grupos teatrais de Portugal, Moçambique e do Brasil. Abertura oficial do Festival de Teatro Lusófeno será realizada no Teatro Arthur Azevedo em...


    Festival será realizado entre os dias 15 a 18 de agosto. Programação conta com a participação de grupos teatrais de Portugal, Moçambique e do Brasil. Abertura oficial do Festival de Teatro Lusófeno será realizada no Teatro Arthur Azevedo em São Luís. Divulgação São Luís recebe nesta quarta-feira (15) a edição do Festival de Teatro Lusófono (FestLuso). O evento será realizado até o sábado (18) e conta com a presença de grupos e companhias de teatro de Portugal, Moçambique e do Brasil. Realizado há 10 anos em Teresina, esta será a primeira vez que a iniciativa será sediada em São Luís. O festival é considerado um dos mais importantes eventos no segmento teatral de integração dos países que falam a língua portuguesa. No palco, os artistas prometem encenar uma diversidade de espetáculos que deve surpreender o público. A programação conta com grupos e companhias de teatro das cidades de Loulé e Almada em Portugal, Maputo em Moçambique e de São Luís, Teresina e Rio Grande do Sul. Os espetáculos serão realizados no Teatro Arthur Azevedo, Teatro Alcione Nazaré, na Sede da Pequena Companhia de Teatro e na Praça Nauro Machado. A abertura oficial do evento será feita pelo grupo Pão com Ovo da Companhia Santa Ignorância, nesta quarta-feira, às 20h no Teatro Arthur Azevedo. Além do grupo, o Maranhão também será representado no festival pelo espetáculo Velhos Caem Como Canivetes, realizado pela Pequena Companhia de Teatro de São Luís. As encenações que serão realizadas nos teatros Arthur Azevedo e Alcione Nazaré e na Sede da Pequena Companhia de Teatro serão fechados. A entrada nos espetáculos serão oferecidas em troca de 1 kg de alimento não-perecível. O ator César Boaes, responsável pela vinda do festival ao Maranhão explica que a iniciativa em trazer o festival para São Luís surgiu como uma forma de potencializar a capital maranhense para a vinda de festivais de teatro. “Eu já conhecia esse festival há muitos anos e participei dele algumas vezes, inclusive foi através desse festival que a gente [Pão com Ovo] foi para Portugal. Ele foi uma grande vitrine para a gente. Então eu vi isso como uma forma de potencializar esses espetáculos e colocar São Luís na rota dos festivais de teatro internacional”, explica. Para o ator, o festival será uma oportunidade transformar positivamente o público que comparecer aos quatro dias de festival. “O teatro é muito transformador. É tipo aquela história do rio, você nunca mais é o mesmo e o rio também. A mesma coisa é no teatro. Quando você vê um bom espetáculo você sai dele de alguma forma transformada, pois aquilo lhe tocou de alguma forma. Ou de maneira sensorial, filosófica. Eu espero que as pessoas saiam transformadas dos espetáculos, tocadas de alguma forma. Seja pela sonoridade em ouvir o português de Moçambique ou de Portugal. Só em ter esse acesso para mim já é válido”, disse. Confira a programação Dia 15/08 20h30 – Pão com Ovo (Cia Santa Ignorância – São Luís/MA) Local: Teatro Arthur Azevedo – Centro Histórico de São Luís Dia 16/08 17h – Duplo Molière (Grupo Harém de Teatro – Teresina/MA) Local: Praça Nauro Machado – Centro Histórico de São Luís 18h – Velhos Caem Como Canivetes (Pequena Companhia de Teatro – São Luís/MA) Local: Sede da Pequena Companhia de Teatro – São Luís 20h30 - Alguém me sabe dizer se o meu chapéu está bem posto? (Folha de Medronho – Associação de Artes Performativas de Loulé – Portugal) Local: Teatro Alcione Nazaré – São Luís Dia 17/08 17h – Brasil Pequeno Itinerante (Genifer Gerhardt – Porto Alegre/RS) Local: Praça Nauro Machado – Centro Histórico de São Luís 18h30 – Nos Tempos de Gungunhanha (Klement Tsamba – Moçambique) Local: Sede da Pequena Companhia de Teatro – São Luís 20h30 – Migrações (Arte e Engenhos – Associação Cultural – Almada/Portugal) Local: Teatro Alcione Nazaré – São Luís Dia 18/08 18h30 – Desmontagem – Evocando os Mortos – Poéticas da Experiência (Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz – Porto Alegre/RS) Local: Praça Nauro Machado – Centro Histórico de São Luís 20h30 – Recados de Lá (Ooutro d’Santana – Maputo/Moçambique) Local: Teatro Alcione Nazaré – São Luís
    VÍDEOS: Bom Dia Mirante de quarta-feira, 15 de agosto

    VÍDEOS: Bom Dia Mirante de quarta-feira, 15 de agosto


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Maranhão. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do...


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Maranhão. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Maranhão.
    Maura Jorge registra candidatura para eleição ao governo do Maranhão

    Maura Jorge registra candidatura para eleição ao governo do Maranhão


    Registro da candidatura foi feito eletronicamente pelo site do TRE-MA. Maura Jorge representa a coligação “Renovação de verdade” composta pelo PSL e o PRTB. Maura Jorge oficializa a canidatura ao governo do Maranhão. Reprodução/TV...


    Registro da candidatura foi feito eletronicamente pelo site do TRE-MA. Maura Jorge representa a coligação “Renovação de verdade” composta pelo PSL e o PRTB. Maura Jorge oficializa a canidatura ao governo do Maranhão. Reprodução/TV Mirante A bacharel em direito Maura Jorge, do Partido Social Liberal (PSL) registrou nesta terça-feira (14) no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), em São Luís, sua candidatura ao governo do Estado. A candidata tem como vice o tenente-coronel Roberto Filho (PSL). O registro da candidatura foi feito eletronicamente pelo site do TRE-MA. Maura Jorge representa a coligação “Renovação de verdade” composta pelo PSL e o PRTB. O PSL confirmou o nome de Maura Jorge como candidata ao governo do Maranhão em convenção partidária realizada em 4 de agosto, na capital. Formada em direito, a candidata está na política há 27 anos, já exerceu os cargos de deputada estadual por quatro vezes e foi duas vezes foi prefeita no município de Lago da Pedra, onde nasceu.
    Roberto Rocha registra candidatura para eleição do governo do Maranhão

    Roberto Rocha registra candidatura para eleição do governo do Maranhão


    Registro foi feito nessa terça-feira (14). Candidato representa a coligação “União e Coragem para fazer um Maranhão melhor” composta pelo PSDB, REDE, PSDC, PODEMOS, PHS e PMN. Roberto Rocha registra candidatura ao governo do Maranhão....


    Registro foi feito nessa terça-feira (14). Candidato representa a coligação “União e Coragem para fazer um Maranhão melhor” composta pelo PSDB, REDE, PSDC, PODEMOS, PHS e PMN. Roberto Rocha registra candidatura ao governo do Maranhão. Reprodução/TV Mirante O senador Roberto Rocha, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) registrou nesta terça-feira (14), no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), em São Luís, sua candidatura ao governo do Estado. Roberto tem como vice a deputada estadual Graça Paz (PSDB). O registro da candidatura foi feito eletronicamente pelo site do TRE-MA. Roberto Rocha representa a coligação “União e Coragem para fazer um Maranhão melhor” que é composta pelos partidos PSDB, REDE, PSDC, PODEMOS, PHS e PMN. O PSDB confirmou o nome de Roberto Rocha como candidato ao governo do Maranhão em convenção partidária realizada no dia 4 de agosto, em São Luís. Além disso, foram confirmadas as candidaturas Alexandre Almeida (PSDB) e José Reinaldo Tavares (PSDB) ao senado do Maranhão. Roberto Rocha tem 52 anos e é formado em administração. Natural de São Luís, ele foi deputado estadual, duas vezes deputado federal e atualmente é senador.
    Operação prende quadrilha de traficantes em Timon

    Operação prende quadrilha de traficantes em Timon


    Suspeito de ser o chefe da quadrilha de traficantes se apresentava como empresário e foi preso com 20 kg de maconha em um sítio que teria sido comprado com dinheiro do tráfico. Operação policial prende quadrilha de traficantes em Timon A Polícia...


    Suspeito de ser o chefe da quadrilha de traficantes se apresentava como empresário e foi preso com 20 kg de maconha em um sítio que teria sido comprado com dinheiro do tráfico. Operação policial prende quadrilha de traficantes em Timon A Polícia Civil do Piauí e do Maranhão realizou uma operação durante a terça-feira (14) que resultou na prisão de 10 pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas nos dois estados. Cinco pessoas receberam voz de prisão em Teresina e outras cinco em Timon, a 450 km de São Luís. De acordo com os policiais da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), Carlos Alberto dos Santos é o suspeito de chefiar a quadrilha. Ele foi preso em um sítio em Timon com 20 kg de maconha que estavam guardados em um compartimento secreto dentro de um veículo. O delegado da Senarc, Ricardo Herlon, afirma que as drogas vinham do estado de Pernambuco e que Carlos Alberto usava o disfarce de ser empresário de uma loja de acessórios de carros para facilitar a distribuição das drogas em Teresina. Carlos Alberto dos Santos estava foragido da justiça há um tempo e vivia normalmente nos estados do Piauí e do Maranhão Reprodução/ TV Mirante “O sítio estava servindo de depósito e ele ficava vindo de Teresina para pegar em pequenas quantidades e fazer a distribuição pela capital do Piauí. Ele mantém essa loja para justificar o patrimônio, mas sabe-se que em verdade o patrimônio dele vem por causa do tráfico ilícito de drogas”, explica o delegado. De acordo com as primeiras investigações, o chefe da quadrilha estava foragido da justiça há um tempo e vivia normalmente nos estados do Piauí e do Maranhão. Segundo a Polícia Civil, os presos serão investigados e devem responder por tráfico de drogas e associação criminosa. Presos serão investigados e devem responder por tráfico de drogas e associação criminosa Reprodução/ TV Mirante
    VÍDEOS: JMTV 2ª edição de terça-feira, 14 de agosto

    VÍDEOS: JMTV 2ª edição de terça-feira, 14 de agosto


    Confira todas as reportagens da edição de hoje do telejornal. Confira todas as reportagens da edição de hoje do...


    Confira todas as reportagens da edição de hoje do telejornal. Confira todas as reportagens da edição de hoje do telejornal.
    Odívio Neto registra candidatura para eleição ao governo do Maranhão

    Odívio Neto registra candidatura para eleição ao governo do Maranhão


    Odívio Neto representa a coligação "Vamos sem medo de mudar o Maranhão" composta pelo PSOL e o PCB. Odívio Neto (no meio, usando azul claro) registra candidatura para eleição ao governo do Maranhão no TRE Divulgação/PSOL O engenheiro civil,...


    Odívio Neto representa a coligação "Vamos sem medo de mudar o Maranhão" composta pelo PSOL e o PCB. Odívio Neto (no meio, usando azul claro) registra candidatura para eleição ao governo do Maranhão no TRE Divulgação/PSOL O engenheiro civil, professor universitário e analista ambiental da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Odívio Neto, do partido Socialismo e Liberdade (PSOL) registrou na tarde desta terça-feira (14), no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), em São Luís, a sua candidatura ao governo do Estado. Odívio tem como vice a professora Helena Viana (PSOL). Odívio Neto encabeça a coligação "Vamos sem medo de mudar o Maranhão" composta pelo PSOL e o PCB. Ele foi escolhido como candidato do partido durante convenção realizada no último dia 02 de agosto, na sede do partido localizada no bairro Cohafuma, na capital. Na ocasião também foram lançados o professor Saulo Pinto (PSOL) e o servidor público Iego Bruno (PCB) para as duas vagas no Senado Federal, além de um grupo de candidatos a deputado estadual e federal. Na convenção, o candidato disse que sua principal proposta é trabalhar na questão da educação e emprego para a juventude. “Nós temos várias propostas, mas a principal delas é trabalhar na questão da educação da nossa juventude, emprego para a nossa juventude, emprego para o nosso povo. Propostas de proteção ao meio ambiente, um desenvolvimento sustentável que atenda as necessidades da área do meio ambiente e do nosso povo”, disse Odívio sobre suas propostas de governo.
    Eduardo Sterblitch embaixo da bancada do JMTV repercute nas redes sociais; veja novo vídeo após o telejornal

    Eduardo Sterblitch embaixo da bancada do JMTV repercute nas redes sociais; veja novo vídeo após o telejornal


    Humorista foi entrevistado pela apresentadora Ana Guimarães e surpreendeu ao surgir embaixo da bancada durante o encerramento do JMTV 1ª edição. Eduardo Sterblitch aparece embaixo da bancada do JMTV e vídeo repercute nas redes...


    Humorista foi entrevistado pela apresentadora Ana Guimarães e surpreendeu ao surgir embaixo da bancada durante o encerramento do JMTV 1ª edição. Eduardo Sterblitch aparece embaixo da bancada do JMTV e vídeo repercute nas redes sociais Reprodução/TV Mirante Está repercutindo nas redes sociais o vídeo do humorista Eduardo Sterblitch aparecendo embaixo da bancada do telejornal JMTV 1ª edição, que foi ao ar no dia 09 de agosto. Após dar uma entrevista a apresentadora Ana Guimarães, Edu surge repentinamente ao lado dela durante o encerramento do jornal. Veja no vídeo. Eduardo Sterblitch surge ao lado da apresentadora Ana Guimarães no encerramento do jornal Nos bastidores, depois que o jornal foi ao ar o humorista cumprimentou a apresentadora e funcionários da TV Mirante. Confira o vídeo após o encerramento do jornal. Edu cumprimenta Ana Guimarães após o encerramento do JMTV 1ª edição Nas redes sociais, a repercussão foi imediata. O próprio Eduardo publicou o momento em sua conta no Instagram. Os internautas reagiram de imediato. Já são mais de 83 mil curtidas, 390 mil visualizações e mais de 5.700 comentários. “Para. Mentira, para não”, comentou o ator Marcos Veras. Eduardo Sterblitch também publicou nas redes sociais o vídeo em que ele aparece embaixo da bancada do JMTV Instagram Já em São Luís, o músico Kauê Veloso foi um dos primeiros a compartilhar o vídeo, que teve 9,2 mil compartilhamentos e já registra 398 mil visualizações. “Eduardo Sterblitch é muito gênio, véi”, publicou o músico. O músico Kauê Veloso foi um dos primeiros a publicar o vídeo de Edu no JMTV Facebook O humorista estava em São Luís para apresentar o espetáculo teatral ‘Rei do Mundo – Uma comédia sobrenatural’. A peça é uma comédia sobrenatural que conta a história de Pedro Peregrino, de sua infância até a velhice. Mentiroso, irresponsável, egoísta e sem escrúpulos, o personagem deseja se tornar rico e poderoso, além de estar disposto a passar por cima de tudo e todos para alcançar sua meta: ser o Rei do Mundo.
    Quase 50 casos de leishmaniose em São Luís registrados em 2018

    Quase 50 casos de leishmaniose em São Luís registrados em 2018


    Doença é provocada por um protozoário, que pode ser cutânea ou visceral. A do tipo cutânea tem como sintoma, caroços pela pele. 48 casos de leishmaniose foram registrados no Maranhão De janeiro a junho de 2018, 48 casos de leishmaniose...


    Doença é provocada por um protozoário, que pode ser cutânea ou visceral. A do tipo cutânea tem como sintoma, caroços pela pele. 48 casos de leishmaniose foram registrados no Maranhão De janeiro a junho de 2018, 48 casos de leishmaniose (calazar) foram registrados em São Luís. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (SES). A doença é transmitida pelo mosquito palha, que tem os cachorros como hospedeiros. A doença transmitida ao ser humano pode causar a morte do paciente. A falta de saneamento básico é um dos principais fatores que contribuem para esta situação no estado. Em 2017, foram 61 casos registrados em humanos. A leishmaniose é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma das doenças tropicais de maior relevância mundial. A leishmaniose é provocada por um protozoário, que pode ser cutânea ou visceral. A do tipo cutânea tem como sintoma, caroços pela pele. A doença é agressiva, pois atinge órgãos vitais, como fígado e baço. “A leishmaniose é profunda quando tiver febre, perda de peso. E se fizer um hemograma, que mostra que as células vermelhas e brancas estão caindo, é bom ligar o sinal de alerta”, disse o dermatologista Ricardo Villa. Os dados da SES apontam que a cada quatro dias, um caso de leishmaniose em humanos é registrado em São Luís. Dos 48 casos confirmados este ano, duas pessoas morreram. Casos de leishmaniose em São Luís assustam Reprodução / TV Mirante Já nos cachorros, a tecnologia avança para protegê-los também e evitar a eutanásia. Um estudo desenvolvido pelo Departamento de Zootecnia da Universidade de São Paulo (USP) mostrou que o uso de coleira com o inseticida ‘deltametrina’ é capaz de reduzir drasticamente os casos do calazar em animais infectados. Atualmente, uma vez diagnosticada a doença nos cães, a recomendação mais comum é o sacrifício do animal. “O Ministério da Saúde preconiza a eutanásia. Aí todo mundo fica muito preocupado com seu cachorro. O uso da coleira é extremamente eficaz pra proteger o animal. A situação ideal era colocar esta coleira em 75% dos cachorros. Isso reduziria drasticamente o número de novos casos de leishmaniose. A coleira é segura, mas ela demora cerca de duas semanas para que o inseticida cubra todo a superfície da pele do cachorro”, declarou Ricardo Villa. A unidade de vigilância em zoonoses de São Luís informou que até 2015 eram 15 mil animais soltos nas ruas da cidade, sem condições sanitárias apropriadas, sendo potenciais hospedeiros do protozoário que provoca a doença. O período de incubação da leishmaniose varia de três a 18 meses, por isso, quanto mais rápido o diagnostico, maiores as chances de cura.
    MP pede multa à prefeito e vice de Cândido Mendes-MA por obras atrasadas em escolas

    MP pede multa à prefeito e vice de Cândido Mendes-MA por obras atrasadas em escolas


    TAC foi assinado em 2017 prevendo obras em dez escolas, sendo que duas já tiveram prazos expirados. Funcionamento improvisado de salas é alertado pelo MP também. Escolas em Cândido Mendes, no Maranhão, estão com obras atrasadas Divulgação /...


    TAC foi assinado em 2017 prevendo obras em dez escolas, sendo que duas já tiveram prazos expirados. Funcionamento improvisado de salas é alertado pelo MP também. Escolas em Cândido Mendes, no Maranhão, estão com obras atrasadas Divulgação / MPMA O Ministério Público do Maranhão (MPMA) está cobrando à prefeitura de Cândido Mendes, distante 200 km de São Luís, as reformas de escolas que já deveriam estar funcionando no município. Segundo um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado em maio de 2017, dez escolas deveriam ser reformadas, sendo que no caso de duas, o prazo já expirou. O G1 tentou ouvir a prefeitura e aguarda posicionamento da gestão pública. A Unidade Escolar Iracy Teixeira Jorge, por exemplo, tinha cronograma de obras que determinava a entrega à comunidade para pleno funcionamento a partir do dia 1º de dezembro de 2017. Outra que também está com as obras atrasadas é a Unidade Integrada Professor Luís Viana, que tinha prazo para entrega no dia 10 de junho de 2018. O TAC foi assinado em 2017 pelo promotor de justiça Márcio Antônio Alves de Oliveira e pelos gestores do município, o prefeito José Ribamar Leite de Araújo - Mazinho Leite - e o vice Jofran Costa. Mesmo assim, as obras não seguiram como deveriam, de acordo com o MP. A Unidade Escolar Iracy Teixeira Jorge está funcionando de forma improvisada em um endereço ao lado da obra. Na inspeção feita pelo Ministério Público, a estrutura encontrada foi de um local sem ventiladores, sem banheiros suficientes, lousas que não são fixadas na parede, salas de aula sem portas e teto sem forro. Diante da situação, o Ministério Público pede que a Justiça determine o pagamento de mais de R$ 100 mil por parte do prefeito e vice do município por conta do descumprimento ao TAC. Do prefeito, o MP quer que sejam cobrados R$ 62,7 mil e do vice, R$ 41,8 mil. Na ação, o promotor solicita ainda que uma multa de R$ 1 mil por dia seja cobrada por conta dos atrasos, sendo este valor somado ao definido no texto original do TAC.
    VÍDEOS: JMTV1 de terça-feira, 14 de agosto

    VÍDEOS: JMTV1 de terça-feira, 14 de agosto


    Veja os vídeos da primeira edição do jornal do Maranhão. Veja os vídeos da primeira edição do jornal do...


    Veja os vídeos da primeira edição do jornal do Maranhão. Veja os vídeos da primeira edição do jornal do Maranhão.
    CNJ aplica pena de censura a juiz que deu ordem de prisão a funcionários de companhia aérea

    CNJ aplica pena de censura a juiz que deu ordem de prisão a funcionários de companhia aérea


    Em 2016, o CNJ abriu três processos contra o juiz Marcelo Testa Baldochi e determinou seu afastamento do Tribunal de Justiça do Maranhão por comportamento arbitrário e abuso de poder. Conselheiros em sessão de julgamentos no Conselho Nacional de...


    Em 2016, o CNJ abriu três processos contra o juiz Marcelo Testa Baldochi e determinou seu afastamento do Tribunal de Justiça do Maranhão por comportamento arbitrário e abuso de poder. Conselheiros em sessão de julgamentos no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nesta terça-feira (14) Luiz Silveira/Agência CNJ O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu nesta terça-feira (14) aplicar pena de censura ao juiz do Maranhão Marcelo Testa Baldochi, que deu voz de prisão a funcionários de uma companhia aérea depois de chegar atrasado e perder um voo com check-in encerrado. O caso ocorreu em dezembro de 2014. Em 2016, o CNJ abriu três processos administrativos contra o juiz e determinou seu afastamento do Tribunal de Justiça do Maranhão por comportamento arbitrário e abuso de poder. O conselheiro Arnaldo Hossepian afirmou que o juiz merece punição disciplinar, uma vez que a conduta "revela prática de procedimento incorreto, indicando comportamento repreensível". O voto foi seguido pelos demais conselheiros. "Houve o uso do cargo público para buscar reparação em algo que ele se sentiu insultado, mas não seria por esse exercício arbitrário o modo correto", disse o conselheiro Luciano Frota. A pena de censura impede que o magistrado entre na lista de promoção de merecimento por um ano. O juiz Marcelo Baldochi Reprodução / TV Mirante Voz de prisão Baldochi teria chegado no aeroporto de Imperatriz, no Maranhão, em dezembro de 2014, após o encerramento do check-in e com o processo de decolagem já iniciado. Irritado por não conseguir embarcar, determinou a prisão em flagrante de dois funcionários da companhia aérea Latam, que foram conduzidos à delegacia por policiais militares. Ao propor a abertura do processo, a então corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, considerou que os indícios caracterizam abuso de autoridade pela utilização do cargo para violar o direito à liberdade dos funcionários da companhia aérea, submetendo-os a constrangimentos e a situações vexatórias. Em outro processo no CNJ, Baldochi é suspeito de apropriação indébita de um lote de cabeças de gado com valor estimado em R$ 84 mil. O magistrado teria dado voz de prisão um homem que transportava o gado para a revenda na cidade de Pinheiro, alegando que o gado seria de sua propriedade, e teria levado os bois para abate. Outra suspeita é de que ele tenha determinado arbitrariamente a prisão de um tabelião de Imperatriz por suposto descumprimento de ordem judicial.
    Corpo de 2º adolescente morto em praia é velado no Maranhão

    Corpo de 2º adolescente morto em praia é velado no Maranhão


    Felipe da Silva Pires será levado às 16h desta terça para o Cemitério da Mata, em São José de Ribamar, e será sepultado ao lado do corpo do irmão dele, que foi enterrado na segunda. Corpo de Felipe da Silva Pires foi encontrado no fim da...


    Felipe da Silva Pires será levado às 16h desta terça para o Cemitério da Mata, em São José de Ribamar, e será sepultado ao lado do corpo do irmão dele, que foi enterrado na segunda. Corpo de Felipe da Silva Pires foi encontrado no fim da tarde de segunda-feira (13) na Praia do Olho d’Água em São Luís Reprodução/TV Mirante O corpo do adolescente Felipe da Silva Pires, de 14 anos, que se afogou no domingo (12) na Praia do Araçagy, em São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís, está sendo velado nesta terça-feira (14) em sua residência situada no bairro Vila Janaína, periferia da capital. O corpo dele foi encontrado no fim da tarde de segunda-feira (13) na Praia do Olho d’Água. Felipe da Silva Pires será levado às 16h desta terça para o Cemitério da Mata, que fica localizado em São José de Ribamar. Ele será sepultado ao lado do corpo do irmão dele, que foi enterrado na segunda. Felipe da Silva estava em companhia de familiares comemorando o Dia dos Pais quando se afogou junto com o seu irmão, Gabriel da Silva Pires, 13. O corpo de Gabriel foi encontrado na tarde de domingo. Ele ainda passou por manobras de reanimação cardíaca, no entanto acabou morrendo. As causas do afogamento dos dois irmãos estão sendo investigadas, mas o Corpo de Bombeiros acredita que uma corrente marítima pode ter levado os dois adolescentes para longe da areia e causado o afogamento. Dois adolescentes se afogaram na Praia do Araçagy, na tarde deste domingo (12) Shirley Freire
    VÍDEOS: Bom Dia Mirante de terça-feira, 14 de agosto

    VÍDEOS: Bom Dia Mirante de terça-feira, 14 de agosto


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Maranhão. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do...


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Maranhão. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Maranhão.
    Homem procurado pela Justiça do Rio Grande do Norte é preso no Maranhão

    Homem procurado pela Justiça do Rio Grande do Norte é preso no Maranhão


    Micael Silva vai responder por furto qualificado, uso de documento falso, associação criminosa, posse ilegal de arma de fogo e posse de drogas para consumo pessoal. Homem procurado pela Justiça do Rio Grande do Norte é preso no Maranhão Um homem...


    Micael Silva vai responder por furto qualificado, uso de documento falso, associação criminosa, posse ilegal de arma de fogo e posse de drogas para consumo pessoal. Homem procurado pela Justiça do Rio Grande do Norte é preso no Maranhão Um homem identificado como Micael Silva, de 27 anos, que estava sendo procurado pela Justiça do Rio Grande do Norte foi preso pela Polícia Civil em Santa Inês, a 250 km de São Luís. Micael Silva é natural da cidade de Alta Floresta, situada no Mato Grosso. Segundo a polícia, contra Micael havia dois mandados de prisão pelo crime o crime de formação de quadrilha. O primeiro mandado foi expedido pela 5ª Vara Criminal de São Luís e o outro pela Vara Criminal do estado do Rio Grande do Norte. De acordo com os policiais, Micael Silva já vinha sendo monitorado pela Polícia Civil de Santa Inês e recebeu várias denúncias de que ele vinha praticando arrombamentos na cidade e também na região. Um desses arrombamentos de que ele é suspeito é o da casa lotérica de Pindaré Mirim, a 255 km da capital, ocorrida no início do mês de julho. Na ocasião, todo o dinheiro que estava no cofre foi levado pelos bandidos. Outro arrombamento é da casa lotérica do município de Zé Doca, a 302 km de São Luís. De acordo com a Polícia Civil, Micael morava em Santa Inês já algum tempo usando documentos falsos. No momento da prisão dele, que ocorreu em sua residência localizada no bairro Jardim Nova Era, foi encontrado um revólver calibre 38, uma porção de drogas e várias ferramentas que são usadas nos arrombamentos. Micael Silva vai responder pelos crimes de furto qualificado, uso de documento falso, associação criminosa, posse ilegal de arma de fogo e posse de drogas para consumo pessoal. Micael Silva é natural da cidade de Alta Floresta, situada no Mato Grosso Reprodução/TV Mirante
    Maranhão tem 2ª maior taxa de morte em decorrência do parto no Brasil

    Maranhão tem 2ª maior taxa de morte em decorrência do parto no Brasil


    Estado tem a segunda maior taxa do país com 122 mulheres para cada 100 mil nascimentos; dados foram divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Maranhão tem 2ª maior taxa do país de morte em decorrência do parto Aumentou no estado do...


    Estado tem a segunda maior taxa do país com 122 mulheres para cada 100 mil nascimentos; dados foram divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Maranhão tem 2ª maior taxa do país de morte em decorrência do parto Aumentou no estado do Maranhão o número de mulheres que morreram em decorrência do parto. O estado tem a segunda maior taxa do país com 122 mulheres para cada 100 mil nascimentos. Os dados foram divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo a OMS, cinco mulheres morrem por dia no Brasil vítimas da mortalidade materna em decorrência de complicações da gravidez, parto ou pós-parto. Em 2015 a taxa era de 62 mortes por 100 mil nascidos vivos, mas em 2016 voltou a avançar em 16 estados e a média nacional atingiu 64,4. Destaque para o Maranhão, um dos lugares onde mais mulheres morreram. Entre as principais causas da mortalidade materna estão hipertensão, diabetes, infecções, que incluem doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), hemorragias e abortos provocados. O médico obstetra e ginecologista Araquem Alves afirma que 90% dessas mortes poderiam ser evitadas se houvesse um gerenciamento do Sistema Único de Saúde (SUS). “Se nós tivéssemos pré-natal, um sistema funcionando adequadamente 90% dessa mortalidade poderia ser controlada. Então é número muito grande. Está havendo um mal gerenciamento do Sistema Único de Saúde. Não adianta você oferecer um pré-natal se você não consegue dar sequência porque depois do pré-natal vem o parto. Depois do parto vem o puerpério. Então é uma sequência”. O especialista acrescenta também que fatores sociais e econômicos são determinantes para o elevado número de mortes. Ele pontua também que a pobreza, falta de saneamento básico e acesso difícil ao pré-natal e outros serviços de saúde fazem com que algumas mulheres não consigam se tratar a tempo e nem ter um ritmo de vida saudável. “Melhorar a qualidade da pessoa que vai para o pré-natal também é muito importante. Eu tenho que dá alimentação para que ela não tenha carência alimentar, que ela não tenha anemia, que ela possa gerar uma criança saudável e sem uma consciência cidadã nenhuma meta é factível”, explica o médico obstetra e ginecologista Araquem Alves. Mesmo com a divulgação da Organização Mundial da Saúde, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) disse que está coletando os dados nos municípios maranhenses e que depois disso os números passarão por uma análise. Hipertensão, diabetes e infecções estão entre as principais causas da mortalidade materna Reprodução/TV Mirante
    Aumenta índice de violência contra crianças e adolescentes em Imperatriz

    Aumenta índice de violência contra crianças e adolescentes em Imperatriz


    Município já registrou no ano de 2018, entre os meses de janeiro e julho, 208 denúncias contra abusos sexuais contra crianças e adolescentes, diz Atlas da Violência. Aumenta o índice de violência contra crianças e adolescentes em...


    Município já registrou no ano de 2018, entre os meses de janeiro e julho, 208 denúncias contra abusos sexuais contra crianças e adolescentes, diz Atlas da Violência. Aumenta o índice de violência contra crianças e adolescentes em Imperatriz Aumenta o índice de denúncias de violência e abuso sexual contra crianças e adolescentes no município de Imperatriz, a 626 km de São Luís. Em 2017 foram realizados 330 atendimentos; 158 casos foram registrados nos seis primeiros meses do ano. Já em 2018 na cidade, entre janeiro e julho, foram registradas 208 denúncias, segundo o Atlas da Violência. Metade das vítimas de estupro no Brasil são crianças, segundo o Atlas da Violência deste ano. Em Imperatriz existe uma rede de proteção. O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) que faz parte deste círculo oferece atendimento psicológico as vítimas, já que a maioria dos agressores tem algum grau de parentesco com a criança. A coordenadora do Creas em Imperatriz, Juscilene Reis, revela que os crimes de abuso sexual com crianças em Imperatriz são em sua maioria com crianças com idades entre quatro e nove anos. “A gente sabe que realmente esses crimes que estão acontecendo aqui em Imperatriz são com crianças de quatro anos, de seis, de sete, de oito e nove anos, e quando se trata de 12, 13 anos já são adolescentes e os próprios adolescentes já estão procurando o próprio sistema de garantia para denunciar”. Uma arma importante na luta contra a violência a crianças e adolescentes é quebrar o silêncio. O Disque 100 é a principal fonte de denúncia da Delegacia Especializada, mas os casos também podem ser denunciados por meio do Conselho Tutelar, Defensoria Pública, Ministério Público e Vara da Infância e Juventude. Em 2018 a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente instaurou 28 inquéritos em Imperatriz. Desse total 17 estão relacionados a estupro de vulnerável. Todas as denúncias são investigadas pela delegacia e a vítima é ouvida por um psicólogo. O delegado Regional, Eduardo Galvão, diz que toda informação contra um suspeito de abuso sexual contra crianças ou adolescentes é sempre checada e na maior parte da situação é instaurado o inquérito. “Toda informação repassada pelo Disque 100 ela é checada, se instaura o inquérito policial e nem sempre ao final das investigações há justa causa para se dar prosseguimento as investigações, não se encontrando o elemento, mas quase a totalidade de denúncias formuladas a gente consegue constatar a veracidade do informe e indiciar o acusado”, finalizou. Em 2018 a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente instaurou 28 inquéritos em Imperatriz Reprodução/TV Mirante
    Flávio Dino e três aliados recorrem contra decisão de inelegibilidade da juíza Anelise Nogueira

    Flávio Dino e três aliados recorrem contra decisão de inelegibilidade da juíza Anelise Nogueira


    Decisão condenou Flávio Dino, Márcio Jerry e os atuais prefeito e vice de Coroatá a ficarem inelegíveis por oito anos. De acordo com a magistrada, os quatros cometeram abuso de poder administrativo, econômico e político nas eleições de 2016....


    Decisão condenou Flávio Dino, Márcio Jerry e os atuais prefeito e vice de Coroatá a ficarem inelegíveis por oito anos. De acordo com a magistrada, os quatros cometeram abuso de poder administrativo, econômico e político nas eleições de 2016. Flávio Dino e três aliados recorrem contra decisão de inelegibilidade O governador e atual candidato a reeleição, Flávio Dino (PCdoB), entrou com recurso nesta segunda-feira (13) questionando a decisão da juíza Anelise Nogueira Reginato, que o condenou a ficar inelegível por oito anos. A decisão também condenou a ficarem inelegíveis o ex-secretário de Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry (PCdoB); o prefeito de Coroatá, Luís da Amovelar (PT); e o vice-prefeito da cidade, Domingos Alberto (PSB). Os advogados de Flávio Dino, Márcio Jerry, Luís e Domingos protocolaram embargos declaratórios na comarca de Coroatá, que são recursos pedindo esclarecimentos sobre uma sentença dada por um juiz. A autora da ação, a coligação “Coroatá com a força do povo", também entrou com embargos de declaração com efeito modificativo. Nos pedidos, a coligação pede que juíza leve em consideração novas provas contra Flávio Dino, Márcio Jerry, Luís da Amovelar e Domingos Alberto e pede que essas provas sejam anexadas ao processo. Flávio Dino entra com recurso contra a decisão de inelegibilidade da juíza Anelise Nogueira Reginato Reprodução/TV Mirante A sentença de Anelise De acordo com a magistrada, Flávio Dino, Marcio Jerry, Luis da Amovelar e Domingos Alberto cometeram abuso de poder administrativo, econômico e político nas eleições de 2016. Ainda segundo o processo, Dino usou o programa Mais Asfalto, do Governo do Estado, para beneficiar Luís e Domingos, que eram candidatos e aliados a ele durante as eleições municipais. Os atuais prefeito e vice de Coroatá também foram cassados com a decisão da juíza Anelise. Justiça Eleitoral decreta inelegibilidade de Flávio Dino; cabe recurso da decisão Imagens que constam no processo mostram caminhões do programa Mais Asfalto prontos pra asfaltar as ruas da cidade. Na época, a prefeitura tentou impedir o asfaltamento porque não havia projeto para obra e nem autorização prévia. De acordo com a denúncia que resultou na sentença de Anelise, o governador usou a Polícia Militar para garantir que o asfalto fosse feito. Na época, houve discussão entre os agentes da prefeitura e o encarregado da obra. No recurso feito nesta segunda (13), Flávio Dino e Márcio Jerry também apresentaram pedido de exceção de suspeição contra a juíza, que é quando se entende que o magistrado tem relação de proximidade com uma das partes envolvidas. Associações dos magistrados Flávio Dino e Márcio Jerry entraram ainda com uma representação contra a juíza Anelise Nogueira no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) questionando a postura na condução do processo. Críticas nas redes sociais provocaram manifestações de apoio à magistrada por parte de associaçoes que representam os juízes. Em nota, a Associação Nacional dos Magistrados (ANAMATRA) deu apoio irrestrito em face do que chamou de ‘ataques covardes’. A ANAMATRA também disse que a magistrada vem sendo alvo de ameaças e acusações que sugerem que ela teria assumido uma postura partidária, além de ter sua vida particular exposta publicamente pelos representados na ação legal e por seus aliados. A nota diz ainda que a associação não admite que seus associados sejam alvo de ameaças e perseguições políticas. A Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) também repudiou em nota o que classificou como ‘manifestações agressivas e desrespeitosas contra a juíza’. Já a Associação dos Magistrados Brasileiros (ANB) disse que nota de repúdio que ‘a independência judicial é valor imprescindível para qualquer democracia e que ataques de natureza pessoal à honra dos magistrados, com o único objetivo de deslegitimar a autoridade de suas decisões, são inadmissíveis e atentam contra a própria integridade do poder judiciário’. Após ataques, juíza pede afastamento de entidade no MA Juíza eleitoral decreta inelegibilidade de Flávio Dino; cabe recurso
    VÍDEOS: JMTV 2ª edição de segunda-feira, 13 de agosto

    VÍDEOS: JMTV 2ª edição de segunda-feira, 13 de agosto


    Confira todas as notícias da segunda edição do jornal do Maranhão. Confira todas as notícias da segunda edição do jornal do...


    Confira todas as notícias da segunda edição do jornal do Maranhão. Confira todas as notícias da segunda edição do jornal do Maranhão.