G1 > Amapá

    Com equipe  totalmente do AP curta-metragem busca profissionalizar produção local

    Com equipe totalmente do AP curta-metragem busca profissionalizar produção local


    Película 'Para Sempre' foi selecionada no primeiro edital de fomento ao setor audiovisual do estado. Diretor diz que intenção é fomentar os roteiros autorais no estado. 'Para Sempre' narra a fuga de um jovem casal que vive um romance...


    Película 'Para Sempre' foi selecionada no primeiro edital de fomento ao setor audiovisual do estado. Diretor diz que intenção é fomentar os roteiros autorais no estado. 'Para Sempre' narra a fuga de um jovem casal que vive um romance proibido Divulgação Foram encerradas na última semana, as gravações do curta-metragem amapaense "Para Sempre", do diretor Dominique Allan. A película, que foi uma das 12 produções selecionadas no primeiro edital de fomento ao setor audiovisual do Amapá, narra a saga do jovem casal Roberto e Amanda, que fogem de suas famílias para viver um romance proibido. Sem querer revelar muito sobre a trama, o diretor, que também é roteirista, comenta que o filme é essencialmente um romance com toques de drama. Filmado em cinco locações, a principal é uma pequena casa, num lugar deserto. "Quero esconder algumas informações sobre o história, para que o público se surpreenda vendo o filme", disse Dominique. Composto por uma equipe quase 100% amapaense, o diretor, que já dirigiu dois outros curtas de maneira independente, busca profissionalizar produções autorais no cinema local. "Toda a equipe criativa é amapaense, eu [diretor e roteirista], elenco, preparador de elenco, produtor e diretora de arte. Ou seja, a produção toda é local, somente a pós terá participação de pessoas de outros estados. Esse é um processo interessante para o audiovisual do Amapá, em que as produções autorais, ganham ares de profissionalismo", comentou Dominique. Filme deverá ser finalizado em três meses Divulgação Inspirado em filmes de romance como "Diário de uma Paixão", protagonizado por Ryan Gosling e Rachel McAdams, a produção não buscou outras referências dentro do gênero, o que aumenta o suspense sobre o filme. "Para Sempre" agora segue para a fase de montagem, que acontece nos próximos dias e o processo de pós-produção acontece nos próximos três meses, em São Paulo. Ainda não há uma data para a estreia do filme. Outras produções Em 2012, o diretor fez seu primeiro curta chamado "A Rosa", que é um experimento em preto e branco. Já em 2016, Dominique escreveu e dirigiu o terror "Curtiu?", que conta a história de uma mulher que assiste a um vídeo de assassinato em uma rede social, quando, aparentemente, alguém invade a sua casa. Ambas as produções estão disponíveis gratuitamente na internet. 'Curtiu?' foi o segundo curta dirigido por Dominique Allan Divulgação Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Governo Federal define para setembro leilão de parte do Porto de Santana, no AP

    Governo Federal define para setembro leilão de parte do Porto de Santana, no AP


    Área de 22 mil metros quadrados será destinada à movimentação de carga vegetal. Leilão tem lance mínimo de R$ 5 milhões e investimento inicial deve ser de R$ 60 milhões. Empresas vão atuar na movimentação de cargas como cavacos de...


    Área de 22 mil metros quadrados será destinada à movimentação de carga vegetal. Leilão tem lance mínimo de R$ 5 milhões e investimento inicial deve ser de R$ 60 milhões. Empresas vão atuar na movimentação de cargas como cavacos de madeira Antaq/Divulgação A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) marcou para 28 de setembro de 2018 a realização do leilão que vai arrendar uma área de 22 mil metros quadrados do Porto de Santana, um dos principais do Norte do país. O lance mínimo da disputa é de pouco mais de R$ 5 milhões e o investimento inicial está previsto em R$ 60 milhões. A concessão será de 25 anos e o espaço será cedido para a movimentação de carga vegetal, com foco no cavaco de madeira, extraído de árvores para a produção de celulose e móveis em geral. O porto, que fica às margens do rio Amazonas, é gerido pela prefeitura através da Companhia Docas de Santana (CDSA). Mesmo com o leilão a concessão da administração do porto continua com o poder público. O espaço colocado em leilão é parte do utilizado desde a década de 1990 pela empresa Amapá Florestal e Celulose (Amcel), que deverá participar da nova disputa. O edital não prevê adequações significativas no espaço, com isso, mantendo a capacidade atual de escoamento que gira em torno de 750 mil toneladas anuais. Apesar do leilão, administração do porto continua com o poder público Antaq/Divulgação "As atividades no Terminal MCP-01 envolvem: recebimento de toras de madeira, retirada da casca e galhos, picador de madeira, classificação dos cavacos e formação de pilhas de cavacos. A área do Terminal, em sua maior parte, não possui impermeabilização, sendo o solo coberto, em alguns trechos, com gramíneas. O pátio de estocagem tem piso de concreto", diz documento do edital. A empresa vencedora será aquela que der o maior lance, e os investimentos iniciais são para melhorias na área cedida, como substituição de esteiras e shiploaders. Poderão concorrer empresas ou consórcios, que deverão apresentar propostas à comissão. Para o Ministério dos Transportes, o arrendamento do porto vai beneficiar o desenvolvimento econômico do estado e resultar no aumento da movimentação de cargas e da geração de empregos. Porto de Santana é um dos maiores da Região Norte Divulgação/Prefeitura de Santana Com a nova lei dos portos, sancionada em 2013 pelo Governo Federal, os terminais de uso privados não serão usados exclusivamente para exportar e importar mercadorias da empresa vencedora da concessão. Ela poderá compartilhar o uso do local com outros empreendimentos que buscam utilizar o terminal. O porto de Santana foi construído na década de 1950, pela Indústria de Comércio de Minérios (Icomi), para o embarque de manganês. Atualmente, além de escoar minérios, grãos e cavaco, o porto também é local de embarque e desembarque de contêineres. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Unifap lança processo seletivo diferenciado com 88 vagas para indígenas e quilombolas

    Unifap lança processo seletivo diferenciado com 88 vagas para indígenas e quilombolas


    Inscrições seguem até segunda-feira (25). A universidade federal atendeu a recomendação do MPF de abrir seleção especial para comunidades tradicionais da região Norte do Amapá. Campus Binacional da Universidade Federal do Amapá, em...


    Inscrições seguem até segunda-feira (25). A universidade federal atendeu a recomendação do MPF de abrir seleção especial para comunidades tradicionais da região Norte do Amapá. Campus Binacional da Universidade Federal do Amapá, em Oiapoque Unifap/Divulgação A Universidade Federal do Amapá (Unifap) lançou um Processo Seletivo Extraordinário, diferenciado para ingresso de estudantes de comunidades indígenas e quilombolas no ensino superior. Foram disponibilizadas 88 vagas em sete cursos no campus Binacional, localizado em Oiapoque, a 590 quilômetros de Macapá. VEJA EDITAL DO PS DA UNIFAP EM OIAPOQUE O processo seletivo extraordinário é para o segundo semestre. As inscrições são gratuitas e estão abertas desde o dia 12 de junho e seguem até o dia 25 de junho. Elas podem ser feitas pela internet e também no modo presencial. O novo modelo de seleção da Unifap segue uma recomendação feita, em maio, pelo Ministério Público Federal (MPF). O pedido era para um vestibular especial na universidade, levando em consideração o processo diferenciado de ensino das comunidades da região, para tornar o acesso ao ensino superior mais igualitário. As vagas eram previstas em outro processo seletivo, através das cotas somente por meio do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). Outro pedido era para a participação das comunidades no processo de formulação e execução do processo seletivo. Podem ser escolhidas duas opções de cursos no momento da inscrição. São ofertadas vagas para os seguintes cursos: licenciatura em ciências biológicas (14 vagas); bacharelado em direito (14 vagas); bacharelado em enfermagem (8 vagas); licenciatura em geografia (14 vagas); licenciatura em história (14 vagas); licenciatura em letras/francês (10 vagas); licenciatura em pedagogia (14 vagas). A seleção será feita por meio de provas de língua portuguesa, no dia 7 de julho, e entrevistas, de 16 a 20 de julho, em Macapá e Oiapoque. Além disso, os candidatos deverão comprovar mediante declaração o pertencimento étnico na condição de indígena ou quilombola. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    STF manda para a primeira instância inquérito por omissão de despesas da deputada Jozi Araújo

    STF manda para a primeira instância inquérito por omissão de despesas da deputada Jozi Araújo


    Processo foi enviado para o TRE-AP. Parlamentar é acusada de ter ocultado e não declarado gastos com despesas na campanha eleitoral de 2014, quando concorreu à Câmara. Deputada Jozi Araújo responderá processo na primeira instância Fernanda...


    Processo foi enviado para o TRE-AP. Parlamentar é acusada de ter ocultado e não declarado gastos com despesas na campanha eleitoral de 2014, quando concorreu à Câmara. Deputada Jozi Araújo responderá processo na primeira instância Fernanda Calgaro/G1 O ministro Dias Tóffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o envio de um inquérito contra a deputada federal Jozi Araújo (Podemos) para o Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP). De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), a parlamentar teria ocultado e não declarado gastos com despesas na campanha eleitoral de 2014, quando concorreu à Câmara. A defesa da deputada disse à Rede Amazônica que ainda não foi notificada. Nas denúncias da PGR constam que a deputada contratou cinco veículos para a campanha eleitoral, e teria prestado contas de somente dois. Em outra denúncia, Jozi teria aberto quatro comitês no estado em 2014, mas, segundo a Procuradoria, declarou nas contas apenas um. Jozi também deixou de comunicar à Justiça Eleitoral a contratação de um serviço de cadastramento com dados sobre o pessoal de campanha, e ainda a criação de um site para cadastro de líderes de campanha no valor de R$ 4 mil, também não declarados. Em outubro do ano passado, durante manifestação no processo, a defesa da deputada justificou que as imputações são inverídicas, e que todos os gastos com a campanha foram declarados. Também naquela ocasião, sobre os veículos, a defesa explicou que as três vans supostamente não declaradas, não foram contratadas por ela para a jornada eleitoral. A respeito dos comitês, sustentou que inaugurou apenas um no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, reduto da deputada. Dias Tóffoli encaminhou as investigações para a primeira instância porque o caso não tem nenhuma relação com o exercício do mandato. “Na sessão de 03 de maio de 2018, o Plenário do Supremo Tribunal Federal resolveu a Questão de Ordem na Ação Penal nº 937 decidindo que o foro por prerrogativa de função de deputados federais e senadores da república abrange crimes ocorridos durante o mandato e relacionados ao seu exercício. Nos demais casos, a competência é da primeira instância recursal”, esclarece um trecho da decisão do ministro. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Praça de Santana, no AP, se transforma em shopping e brechó por um dia

    Praça de Santana, no AP, se transforma em shopping e brechó por um dia


    Local terá vendas de objetos como roupas, calçados, eletrodomésticos e livros, além de itens da agricultura e beleza. ‘Brechóping’ acontece na terça-feira (26), das 9h às 17h, no bairro Paraíso. 'Brechoping' acontecerá na Praça do bairro...


    Local terá vendas de objetos como roupas, calçados, eletrodomésticos e livros, além de itens da agricultura e beleza. ‘Brechóping’ acontece na terça-feira (26), das 9h às 17h, no bairro Paraíso. 'Brechoping' acontecerá na Praça do bairro Paraíso, em Santana, das 9h às 17h Andréa Maciel/Sebrae/Divulgação A praça do bairro Paraíso, no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, vai receber pela segunda vez o projeto “Brechóping”, com venda de produtos que vão de acessórios a eletrodomésticos. A programação acontecerá na terça-feira (26), das 9h às 17h. A proposta é incentivar os pequenos empreendedores a aumentarem o número de clientes e promoverem circuitos de comercialização, por meio de brechó e para incentivar a geração de negócios. Praça terá exposição e comercialização de produtos de diversos segmentos Andréa Maciel/Sebrae/Divulgação A novidade da edição será a inclusão de agricultores para comercialização de produtos (Brechóping Verde) e o “Encontro da Beleza”, com corte, manicure e pedicure em formato de ação social. A expectativa é que circulem pelo local cerca de 1 mil pessoas. O evento acontece da seguinte forma: há exposição e comercialização, numa área livre, com separação por tipos de produtos, entre eles, o brechó venda direta e o brechó para revenda. Os produtos são dos segmentos de confecções, calçados, bijuterias, eletrodomésticos, livros, decoração e acessórios. O evento é promovido pelo Sebrae, em parceria com a Prefeitura Municipal de Santana, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Santana e Associação Comercial e Industrial do Amapá (Acia). Serviço 2º “Brechóping” de Santana Dia: 26 de junho (terça-feira) Hora: das 9h às 17h Local: Praça do Paraíso (Avenida 7 de Setembro, no Bairro Paraíso, em Santana) Programação acontece na terça-feira (26), na Praça do Paraíso Andréa Maciel/Sebrae/Divulgação Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Quilombolas do AP reúnem fé e música à torcida no 2º jogo do Brasil na Copa

    Quilombolas do AP reúnem fé e música à torcida no 2º jogo do Brasil na Copa


    Moradores do Curiaú se reuniram na sede do grupo 'Raízes do Bolão', em Macapá, para acompanhar a partida desta sexta-feira (22). Torcida se reúne para assistir ao 2º jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo Carlos Alberto Jr/G1 De olhos...


    Moradores do Curiaú se reuniram na sede do grupo 'Raízes do Bolão', em Macapá, para acompanhar a partida desta sexta-feira (22). Torcida se reúne para assistir ao 2º jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo Carlos Alberto Jr/G1 De olhos atentos à tela da TV e torcendo pela seleção brasileira em campo, moradores do quilombo do Curiaú, às margens da Rodovia AP-070, em Macapá, acompanharam o 2º jogo do time na Copa do Mundo na Rússia. Entre sorrisos e momentos de muito nervosismo, no fim, eles comemoraram a vitória do Brasil sobre a Costa Rica por 2x0 nesta sexta-feira (22), ao som do batuque. Veja fotos da torcida do Amapá no 2º jogo do Brasil na Copa 2018 Os torcedores se concentraram para acompanhar lance a lance na sede do grupo "Raízes do Bolão", um dos grupos que divulgam a cultura amapaense do batuque e marabaixo dentro e fora do estado. Pedro Bolão, líder do grupo, conta que tradicionalmente parentes e vizinhos se reúnem no período de Copa do Mundo. A fé e a música também fazem parte da festa pelo futebol. "Toda Copa a gente junta tudo isso. Não tem bandinha aqui. A nossa torcida é movida ao som de muito batuque e marabaixo", comentou. Pedro Bolão acreditou na vitória brasileira até o fim Carlos Alberto Jr/G1 Esperançosos até o último minuto, a torcida teve que esperar pelos acréscimos do 2º tempo para ver os gols da vitória brasileira. Após a partida, as caixas começaram a rugir na torcida na comunidade quilombola. Mesmo com muita religiosidade, também há espaço para superstição. O músico Bruno Bolão, de 23 anos, ficou ao lado do filho João Guilherme para assistir ao segundo tempo e atribuiu a vitória brasileira ao filho. "Ele é pé quente, agora sempre vai me acompanhar nos jogos", disse, contente. Bruno Bolão e o filho João Guilherme, o menino 'pé quente' Carlos Alberto Jr/G1 Torcedores se reúnem na sede do 'Raízes do Bolão' para acompanhar os jogos do Brasil na Copa do Mundo Carlos Alberto Jr/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Missas, novenas e procissão marcam a festividade de São Pedro em Macapá

    Missas, novenas e procissão marcam a festividade de São Pedro em Macapá


    Tema este ano é "Leigos e leigas evangelizadores". Programação inicia nesta sexta-feira (22) e segue até 6 de julho. Comunidade do Beirol tem programação especial até o dia 6 de junho Diocese de Macapá/Divulgação Nesta sexta-feira (22), a...


    Tema este ano é "Leigos e leigas evangelizadores". Programação inicia nesta sexta-feira (22) e segue até 6 de julho. Comunidade do Beirol tem programação especial até o dia 6 de junho Diocese de Macapá/Divulgação Nesta sexta-feira (22), a partir das 18h, a paróquia de São Pedro, localizada no bairro Beirol, em Macapá, inicia a festividade em homenagem ao dia do santo, comemorado em 29 de junho. O evento, que segue o dia 6 de julho, é marcado por missas, novenas, shows e pela tradicional procissão, que acontece no 1º de julho. O tema este ano é "Leigos e leigas evangelizadores" e com o lema "estejam prontos para agir", os fiéis são convidados a refletirem sobre o processo de evangelização nos 40 anos da paróquia. Antes da festividade desta sexta-feira, a imagem do santo peregrinou nas quatro igrejas que compõe a paróquia: Igreja São Paulo, Nossa Senhora de Guadalupe, Cristo Salvador e São Roque. A imagem também visitou vários órgãos públicos e famílias devotas do bairro Beirol. No dia 1º de julho, a partir das 7h30, haverá a celebração eucarística realizada pelo bispo Pedro Conti, seguida de procissão pelas ruas e avenidas da comunidade do bairro. O encerramento acontece no dia 6 de julho, na quadra da igreja matriz, com uma festa social com a participação da comunidade paroquial e devotos de São Pedro, onde haverá sorteio de prêmios, venda de comidas típicas e apresentação de artistas locais. Confira a programação de São Pedro: Dia 22 de junho (sexta-feira) 18h - Terço/Novena 19h - Missa com o tema "A Família de Pedro" Dia 23 de junho (sábado) 18h - Terço/Novena 19h - Missa com o tema "Pedro, Pescador de Homens" Dia 24 de junho (domingo) 18h - Terço/Novena 19h - Missa com o tema "Senhor, salvai-me" Dia 25 de junho (segunda-feira) 18h - Terço/Novena 19h - Missa com o tema "Perdoador Setenta Vezes Sete" Dia 26 de junho (terça-feira) 18h - Terço/Novena 19h - Missa com o tema "Os Dois 'Nunca' de Pedro" Dia 27 de junho (quarta-feira) 18h - Terço/Novena 19h - Missa com o tema "Os Dois 'Nunca' de Pedro" Dia 28 de junho (quinta-feira) 18h - Terço/Novena 19h - Missa com o tema "Pedro, tu me amas?" Dia 29 de junho (sexta-feira) 18h - Terço/Novena 19h - Missa com o tema "Milagres de Pedro" Dia 30 de junho (sábado) 18h - Terço/Novena 19h - Missa com o tema "Prisões e morte de Pedro" Dia 1º de julho (domingo) 7h30 - Missa Solene e procissão Dia 6 de julho (sexta-feira) 19h - Festa social e bingo Local: quadra da paróquia de São Pedro Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Menina de 6 anos morre atropelada ao soltar a mão do pai para atravessar via no Amapá

    Menina de 6 anos morre atropelada ao soltar a mão do pai para atravessar via no Amapá


    Acidente fatal ocorreu na tarde desta sexta-feira (22), em uma via no centro comercial de Santana. A criança foi levada por populares para o hospital, mas chegou morta à unidade de saúde. Crianla chegou a ser levada para o Hospital de Emergências...


    Acidente fatal ocorreu na tarde desta sexta-feira (22), em uma via no centro comercial de Santana. A criança foi levada por populares para o hospital, mas chegou morta à unidade de saúde. Crianla chegou a ser levada para o Hospital de Emergências de Santana, mas não resistiu Divulgação/Sesa Uma menina de 6 anos foi vítima de acidente de trânsito na tarde desta sexta-feira (22), no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. Segundo a polícia, ela estava acompanhada pelo pai, que foi atravessar uma via central da cidade e a criança teria soltado a mão dele e corrido. Sem conseguir desviar, um taxista bateu a menina. Ela chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu. O acidente ocorreu por volta das 13h, na Avenida Santana. A criança foi socorrida e levada para o Hospital de Emergências de Santana por populares, mas a direção da unidade de saúde informou que ela já chegou morta. De acordo com o Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) do Amapá, o condutor do veículo é um taxista que ficou no local do acidente para prestar ajuda. Ele foi submetido ao teste de etilômetro, cujo resultado deu normal, e todas as documentações do carro e os dele estavam em dia. Para o BPRE o acidente foi uma fatalidade, mas o condutor deve responder processo por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    MPF exige da Câmara Federal a anulação da posse de ex-prefeita condenada no AP

    MPF exige da Câmara Federal a anulação da posse de ex-prefeita condenada no AP


    Ministério Público Federal entrou com ação contra o ingresso no cargo e tratou a posse como 'afronta'. Euricélia Cardoso justifica que entrada no Congresso seguiu às exigências da Casa. Euricélia Cardoso, ex-prefeita de Laranjal do Jari, tomou...


    Ministério Público Federal entrou com ação contra o ingresso no cargo e tratou a posse como 'afronta'. Euricélia Cardoso justifica que entrada no Congresso seguiu às exigências da Casa. Euricélia Cardoso, ex-prefeita de Laranjal do Jari, tomou posse como deputada federal Câmara dos Deputados/Reprodução A posse de Euricélia Cardoso (PP-AP) na Câmara dos Deputados é alvo de ação do Ministério Público Federal (MPF) que é contrário ao ingresso da ex-prefeita de Laranjal do Jari no Congresso Nacional. Condenada por improbidade administrativa, ela é proibida pela Justiça de assumir cargos públicos até 2025. Após tomar posse, na terça-feira (19), Euricélia se manifestou sobre uma recomendação, também do MPF, para que a entrada na Câmara não fosse autorizada. Segundo ela, as condenações foram em 1ª instância e cabem recurso. Ao saber da ação, ela manteve o posicionamento. "A minha posse se deu com base no cumprimento das exigências da Câmara. Estou muito tranquila quanto a isso. Não chegou até o momento nenhuma notificação a mim. Pedir que seja anulado, não tem o menor cabimento porque a Câmara cumpriu o papel dela, que é político e não jurídico", explicou. Euricélia foi a 5ª mais votada da coligação e assumiu o cargo após Roberto Góes (PDT) se licenciar da vaga e os demais suplentes abrirem mão. Para o MPF, a posse "afronta às decisões judiciais transitadas em julgado e aos princípios mais basilares do ordenamento jurídico". Uma das condenações, referente ao cargo de prefeita, aconteceu em 2016 e a sentença transitou em julgado em 2017, por irregularidades e desvio de recursos. De acordo com a ação, ela aplicou em outros fins verba federal destinada a obras de abastecimento em Laranjal do Jari. A ex-prefeita foi alvo da Operação Citrus e foi conduzida à Polícia Federal (PF). Na época, Euricélia confessou ter usados os valores indevidamente para o pagamento de salários de servidores públicos O MPF justificou na ação que a deputada apresentou somente uma certidão do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) para assumir o cargo, e esta, não garante a ela a condição de elegibilidade. "Primeiro que a Câmara jamais daria posse sem que tivesse feito a análise da documentação exigida, que foi a declaração da minha função como suplente, assinada pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá", completou a parlamentar. O órgão reiterou ainda que Euricélia está inscrita no Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Ato de Improbidade Administrativa e Inelegibilidade do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Euricélia detalhou que Roberto Góes pediu licença por motivos de saúde e motivo particular. Além dela, também poderiam assumir outros quatro suplentes, que, segundo a deputada, justificaram da seguinte forma: Fátima Pelaes não assumiu devido campanha para o Senado Federal; Conceição Medeiros alegou problemas de saúde; Telma Nery é vice-prefeita de Macapá e quis seguir na função; assim como Diego Duarte, que é vereador pela capital. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Torcedores de diferentes gerações no AP decoram rua na confiança do hexa na Copa

    Torcedores de diferentes gerações no AP decoram rua na confiança do hexa na Copa


    Muros e asfalto da Av. Ana Nery ganharam o verde e amarelo para o mundial de futebol. Moradores vibraram com os dois gols do Brasil sobre a Costa Rica nesta sexta-feira (22). Talison Rodrigues (de verde) e Raimundo Notato (de amarelo) assistiram...


    Muros e asfalto da Av. Ana Nery ganharam o verde e amarelo para o mundial de futebol. Moradores vibraram com os dois gols do Brasil sobre a Costa Rica nesta sexta-feira (22). Talison Rodrigues (de verde) e Raimundo Notato (de amarelo) assistiram juntos o 2º jogo do Brasil na Copa Carlos Alberto Jr/G1 Um torce pela primeira vez para o Brasil na Copa do Mundo. O outro, até perdeu a conta. Raimundo Notato, de 53 anos, e Talison Rodrigues, de 5 anos, são vizinhos e, apesar da diferença de idades, estão confiantes no hexa do Brasil na Copa do Mundo 2018. Eles são moradores da Av. Ana Nery, no bairro Laguinho, na Zona Norte de Macapá, e viram, juntos, a seleção vencer o 2º jogo no mundial, nesta sexta-feira (22). CONFIRA A GALERIA DE FOTOS DO 2º DIA DE JOGO DA SELEÇÃO Nonato é um dos moradores que organiza a ornamentação da rua, que se tornou um dos pontos coloridos de verde e amarelo da cidade nesse período de Copa do Mundo. O torcedor conta que o segredo é unir a maior quantidade de vizinhos para a torcida. "Nossa rua chegou a vencer competições de decoração no período de Copa do Mundo e nosso segredo é a união entre os vizinhos, sempre envolvendo de crianças até pessoas mais velhas", comentou. Moradores da Rua Ana Nery se reuniram para torcer pela seleção brasileira nesta sexta-feira (22) Carlos Alberto Jr/G1 O pequeno Talison Rodrigues tinha apenas um ano quando aconteceu a Copa do Mundo de 2014. Esse ano, então, ele pode torcer pela primeira vez para a seleção canarinho e acompanhar a tradição do bairro. "Ajudei [a decoração] pendurando bandeirinhas porque queria ajudar na torcida pelo Brasil", disse o menino, com bastante animação. A tradição começou na Copa do Mundo de 1994, ano que inciou uma competição que premiava a rua mais bonita durante o mundial. Um grupo, comandado por Nonato, decidiu inscrever a Av. Ana Nery. Segundo ele, a via foi a campeã, não só da primeira edição, mas das outras três seguintes. Notato contou como eles conseguiram tantos títulos seguidos: "É bem simples. Fazemos uma coleta todo ano de Copa do Mundo, cada morador contribui com R$ 10 por mês. Esse ano arrecadamos cerca de R$ 1,8 mil para torcer pelo Brasil". Mesmo com um início de mundial que não está convencendo, ambos os torcedores estão confiantes pelo hexa. "Esse menino vai dar sorte e ele vai ver o primeiro título do Brasil", finaliza Nonato se referindo ao pequeno Talison. Vizinhos fizeram uma bandinha para torcer pelo Brasil nos jogos da Copa do Mundo Carlos Alberto Jr/G1 Rua Ana Nery é conhecida pelo colorido no período de Copa do Mundo Carlos Alberto Jr/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Funcionários do centro comercial de Macapá dão um 'jeitinho' de ver a seleção no trabalho

    Funcionários do centro comercial de Macapá dão um 'jeitinho' de ver a seleção no trabalho


    Principais ruas da capital amapaense ganharam as cores verde e amarelo para torcer pela seleção brasileira no segundo jogo pela Copa do Mundo na Rússia. Artemiza Cirilo Costa (de azul) assistiu ao jogo com colegas de trabalho e clientes Jorge...


    Principais ruas da capital amapaense ganharam as cores verde e amarelo para torcer pela seleção brasileira no segundo jogo pela Copa do Mundo na Rússia. Artemiza Cirilo Costa (de azul) assistiu ao jogo com colegas de trabalho e clientes Jorge Abreu/G1 Com as cores verde e amarela, o centro comercial de Macapá reuniu clientes e trabalhadores na frente de diversas televisões em lojas, feiras e até paradas de ônibus. Foi assim que torcida amapaense acompanhou a seleção brasileira na 2º jogo na Copa do Mundo na Rússia. CONFIRA A GALERIA DE FOTOS DO 2º DIA DE JOGO DA SELEÇÃO Mesmo pela manhã, bares e shoppings estavam lotados de torcedores empolgados e esperançosos pelo hexa. Não faltou animação durante a partida que terminou com o placar de 2 a 0 para o Brasil, que jogou contra Costa Rica em São Petesburgo. Torcedores dividiram o tempo de trabalho com o jogo da seleção Jorge Abreu/G1 Para a comerciante Artemiza Cirilo Costa, de 60 anos, a paixão pelo futebol leva o brasileiro sempre dar um “jeitinho” para acompanhar os melhores lances. Ela assistiu ao jogo em uma parada de ônibus, na Rua São José, em frente ao local onde trabalha. “Nós conseguimos conciliar o nosso trabalho e assistir ao jogo porque somos brasileiros e não desistimos nunca. Nosso trabalho faz parte também da cultura brasileira, assim como torcer pela seleção. Então é isso, assistir ao jogo trabalhando”, enfatizou. Televisões foram levadas para dentro de lojas, feiras e até parada de ônibus Jorge Abreu/G1 Centro comercial de Macapá ganhou as cores verde e amarelo Jorge Abreu/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    ‘Trabalho não para’, diz torcedor em feira de Macapá durante o 2º jogo da seleção

    ‘Trabalho não para’, diz torcedor em feira de Macapá durante o 2º jogo da seleção


    Feirantes acompanharam a partida contra Costa Rica numa televisão, no Centro da capital. Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Conciliar o amor pela seleção brasileira e o trabalho foi a missão...


    Feirantes acompanharam a partida contra Costa Rica numa televisão, no Centro da capital. Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Conciliar o amor pela seleção brasileira e o trabalho foi a missão do feirante Francisco Almeida, de 69 anos. Mesmo durante horário de venda ele aproveitou para assistir pela televisão, nesta sexta-feira (22), a vitória do Brasil contra a Costa Rica, na “Feira do Camarão”, no Centro de Macapá. CONFIRA A GALERIA DE FOTOS DO 2º DIA DE JOGO DA SELEÇÃO “O trabalho não para. Como bom brasileiro, a gente deve acreditar no nosso Brasil. Tem muitos que condenam. Mas, eu sou brasileiro e me acostumei a torcer. Eu amo meu Brasil. Fazer o quê? Tenho é mais que torcer pela seleção”, disse. Outros trabalhadores da feira também dividiram o tempo de atendimento com os lances que tiraram o fôlego da torcida. O Centro de Macapá ganhou as cores verde e amarela e o movimento foi fraco tanto no fluxo de carro, quanto de pedestres nas ruas. Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Torcedores de Macapá acompanham 2º jogo do Brasil na Copa 2018; veja FOTOS

    Torcedores de Macapá acompanham 2º jogo do Brasil na Copa 2018; veja FOTOS


    Pelas TVs, torcida acompanha lances contra a Costa Rica, na Rússia, na manhã desta sexta-feira (22). Nas ruas, casas, no Centro comercial, seja onde for, os olhos se mantêm atentos às TVs. É assim que os torcedores brasileiros acompanham, em...


    Pelas TVs, torcida acompanha lances contra a Costa Rica, na Rússia, na manhã desta sexta-feira (22). Nas ruas, casas, no Centro comercial, seja onde for, os olhos se mantêm atentos às TVs. É assim que os torcedores brasileiros acompanham, em Macapá, o lance a lance do 2º jogo da seleção canarinho na Copa do Mundo na manhã desta sexta-feira (22). A partida acontece em São Petersburgo, na Rússia, contra o time da Costa Rica. Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Jorge Abreu/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Carlos Alberto Jr/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Carlos Alberto Jr/G1 Torcida na Av. Ana Nery, bairro Laguinho, para o 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Fabiana Figueiredo/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Carlos Alberto Jr./G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Carlos Alberto Jr./G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Carlos Alberto Jr/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Carlos Alberto Jr/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Carlos Alberto Jr/G1 Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Alexandra Santos/Tô na Rede Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Alexandra Santos/Tô na Rede Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Vera Gouveia/Tô na Rede Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Clara Araújo/Tô na Rede Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Dennys Santtos/Tô na Rede Torcedores assistem ao 2º jogo do Brasil na Copa do Mundo 2018 em Macapá Sara Costa/Tô na Rede Envie fotos da sua torcida pelo Tô na Rede!
    TCE divulga e envia ao MP lista de gestores do AP com processos julgados irregulares

    TCE divulga e envia ao MP lista de gestores do AP com processos julgados irregulares


    Informações são critérios para a avaliação de deferimento de candidaturas por parte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Lista com 133 processos está disponível para consulta pública. Sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AP) em...


    Informações são critérios para a avaliação de deferimento de candidaturas por parte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Lista com 133 processos está disponível para consulta pública. Sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AP) em Macapá John Pacheco/G1 O Tribunal de Contas do Amapá (TCE-AP) publicou para consulta popular e encaminhou ao Ministério Público (MP) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a primeira lista de gestores e ex-gestores que tiveram contas reprovadas nos últimos oito anos e que podem ter essas informações incluídas em possíveis indeferimentos de candidaturas. A relação está disponível no enderço eletrônico do TCE (tce.ap.gov.br) e tem 133 processos que apresentaram inconsistências. A lista inclui 20 ex-prefeitos, ex-secretários estaduais e municipais, gestores de autarquias, presidentes de Câmaras e gestores de fundos e convênios. Entre os nomes, estão os deputados federais Marcos Reátegui e Euricélia Cardoso, que tiveram contas reprovadas na época em que ocupavam os cargos de Procurador-Geral e ex-prefeita de Laranjal do Jari, respectivamente. Além deles, estão membros do 1º escalão do governo estadual, como Marcelo Roza, chefe do Gabinete Civil, e Alcir Figueira Matos, secretário de Estado da Infraestrutura. Além dos nomes dos gestores, os juízes, procuradores eleitorais, promotores e servidores da Justiça Eleitoral terão acesso às cópias dos processos para análise e cruzamento de dados. Damilton Barbosa Salomão, secretário geral do pleno do TCE John Pacheco/G1 "Quem vai definir a última palavra sobre o registro de candidatura ou não, é o TRE. Esses nomes são gestorss que administraram recursos públicos estaduais ou municipais que tiveram contas julgadas irregulares", explicou Damilton Barbosa Salomão, secretário geral do pleno do TCE. A corte de contas explicou que não é responsável por indeferir candidaturas, mas somente de repassar as informações aos órgãos de controle eleitorais. Conforme a Lei da Ficha Limpa, o julgamento dos Tribunais de Contas é um dos critérios que a Justiça Eleitoral utiliza para decretar a inelegibilidade de possíveis candidatos, os quais não usaram bem o dinheiro público. Os nomes entregues pelo TCE serão submetidos a análise por parte do Ministério Público, que avaliará se a conduta indicada na reprovação de contas foi dolosa ou culposa e se ela está dentro daqueles quesitos para a inelegibilidade. Alguns dos gestores da lista poderão ter os nomes retirados dela, caso recursos sejam deferidos no Tribunal Pleno do TCE. Muitos casos ainda estão em andamento na Justiça. "Essa relação poderia ter mais nomes, porque alguns gestores estão com a prestação suspensa, com pedidos de reconsideração. Esses recursos suspendem a decisão do Tribunal", completa Salomão. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    ‘Horta Vitrine’ leva orientações sobre cultivo orgânico para população de Macapá

    ‘Horta Vitrine’ leva orientações sobre cultivo orgânico para população de Macapá


    Visitas podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. Horta em Macapá recebe visitantes que queiram aprender sobre o cultivo orgânico Quem deseja ter uma horta orgânica em...


    Visitas podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. Horta em Macapá recebe visitantes que queiram aprender sobre o cultivo orgânico Quem deseja ter uma horta orgânica em casa, na escola ou em outro lugar, agora pode pedir orientações na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec). Técnicos agrícolas recebem visitantes de segunda a sexta-feira, no horário das 8h até às 14h, para oferecer ajuda. O projeto ‘Horta Vitrine’ já tem chicória, couve, tomate-cereja, cebolinha, pimentão, pimenta-de-cheiro, coentro, entre outros. Além disso, plantas medicinais também ganharam espaço para o cultivo. O visitante pode levar uma muda da espécie que quiser. Cícero Picanço, técnico agrícola Jorge Abreu/G1 Segundo o técnico agrícola Cícero Picanço não é tão complicado manter uma horta, mas é necessário se ter disciplina e informação. Umas das instruções dadas por ele é sobre a proteção contra os raios solares, que pode ser um sombrite ou um plástico, para amenizar os impactos negativos do calor. “Essa horta é uma vitrine. A população pode visitar durante o horário de funcionamento da Semdec. Fazemos a demostração para qualquer um que quiser aprender sobre cultivo e receber instruções dos nossos técnicos”, disse. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico fica localizada na Rua Manoel Eudóxio, nº 2438, no bairro Trem, Zona Sul de Macapá. 'Horta Vitrine' reúne diversas espécies de plantas orgânicas Jorge Abreu/G1 Plantas medicinais também dividem espaço na horta Jorge Abreu/G1 Orientações são passadas aos visitantes para o cultivo em casa Jorge Abreu/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Despejo de esgoto doméstico na rua é ilegal e multa chega a R$ 2 mil em Macapá

    Despejo de esgoto doméstico na rua é ilegal e multa chega a R$ 2 mil em Macapá


    Morador autuado também pode ser inscrito na dívida ativa e ter restrições financeiras. Semur intensifica fiscalização em pontos do Centro e zonas Norte e Sul da capital. Esgoto doméstico despejado em via pública pode resultar em multa de até...


    Morador autuado também pode ser inscrito na dívida ativa e ter restrições financeiras. Semur intensifica fiscalização em pontos do Centro e zonas Norte e Sul da capital. Esgoto doméstico despejado em via pública pode resultar em multa de até R$ 2 mil em Macapá Jorge Abreu/G1 O morador que despeja água de esgoto doméstico em Macapá pode ser autuado pela prefeitura, com multa no valor de até R$ 2 mil, porque a manobra é irregular. Além disso, ele também deve ser incluído na dívida ativa do município. Para identificar em quais locais estão ocorrendo esse despejo irregular, a fiscalização foi intensificada pela Secretaria Municipal de Manutenção Urbanística (Semur), em pontos do Centro e zonas Norte e Sul. Augusto Almeida, titular da Semur Jorge Abreu/G1 Conforme cronograma, os meses de junho e julho são voltados para fiscalização nas avenidas Timbiras, no bairro Buritizal; Constantinopla, no bairro Renascer; Professora Cora de Carvalho e Padre Júlio Maria de Lombaerd, ambas no Centro. Segundo o titular da Semur, Augusto Almeida, o trabalho busca trazer melhorias para a coletividade. Ele destaca que os despejos do esgoto doméstico contêm de restos de alimentos até fezes, o que podem causar doenças e até outros problemas de poluição, como lixeiras viciadas. “Fazer esse despejo irregular prejudica a saúde das pessoas que moram próximas, é um crime ambiental, quebra o asfalto, atrapalha o comércio e, principalmente, deixa a cidade suja. Por serem resíduos com produtos orgânicos, isso faz até com que cresça mato no local”, disse. Morador notificado pela fiscalização tem 48 horas para resolver o problema Jorge Abreu/G1 Almeida destaca que, nesta quinta-feira (21), 10 pontos de efluentes domiciliares, também conhecidos como “água servida”, foram identificados na Av. Professora Cora de Carvalho. Já na Av. Pe. Júlio, 14 locais foram encontrados com despejo irregular. O cidadão que é notificado tem 48 horas para resolver o problema, além de receber 15 dias para apresentar justificativa para a irregularidade. Após a notificação, caso o despejo não seja cessada, a prefeitura pode fechar a saída com concreto. Ação foi itensificada em avenidas do Centro e zonas Sul e Norte de Macapá Jorge Abreu/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Confira as vagas de emprego do Sine em Macapá e Santana para o dia 22 de junho

    Confira as vagas de emprego do Sine em Macapá e Santana para o dia 22 de junho


    Há oportunidades para designer de moda, empregada doméstica, vendedor, chapeiro e costureira. Número de vagas é de acordo com as empresas cadastradas. Sine em Macapá oferta 2 vagas para chapeiro Caio Gomes Silveira/ G1 O Sistema Nacional de...


    Há oportunidades para designer de moda, empregada doméstica, vendedor, chapeiro e costureira. Número de vagas é de acordo com as empresas cadastradas. Sine em Macapá oferta 2 vagas para chapeiro Caio Gomes Silveira/ G1 O Sistema Nacional de Empregos no Amapá (Sine/AP) oferece vagas de empregos para Macapá e Santana. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência. Os interessados podem procurar o Sine/AP, localizado n Rua General Rondon, nº 2350, na praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas em Macapá e Santana. Outras informações e oferta de vagas são pelo número (96) 4009-9702. Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado). Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas: Vaga para o Sine de Macapá Chapeiro – 2 vagas Costureira em geral – 1 vaga Designer de moda – 1 vaga Empregada doméstica – 1 vaga Fisioterapeuta – 1 vaga Supervisor de vendas – 2 vagas Vendedor externo – 1 vaga Vaga para o Sine de Santana Operador de empilhadeira – 1 vaga Consultor de vendas – 1 vaga
    Presidente da Alap pode ser beneficiado em ação de improbidade após acordo com MP

    Presidente da Alap pode ser beneficiado em ação de improbidade após acordo com MP


    Réu confesso, Kaká Barbosa promete devolver aos cofres públicos R$ 2,1 milhões, além de pagar multa. Se acordo for aceito, processo contra ele será suspenso. Kaká Barbosa é acusado de ter desviado recurso público da Assembleia Legislativa do...


    Réu confesso, Kaká Barbosa promete devolver aos cofres públicos R$ 2,1 milhões, além de pagar multa. Se acordo for aceito, processo contra ele será suspenso. Kaká Barbosa é acusado de ter desviado recurso público da Assembleia Legislativa do Amapá Reprodução/TV Amapá O Ministério Público Estadual (MP-AP) protocolou nesta quinta-feira (21) um pedido de homologação de acordo judicial que pode livrar o presidente da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) Kaká Barbosa, de um processo por improbidade administrativa. A ação civil pública, que corre na 4ª Vara Civil e de Fazenda Pública de Macapá, investiga o desvio de mais de R$ 1 milhão da Alap, entre os anos de 2011 e 2012. Conforme a denúncia do Ministério Público, o parlamentar teria apresentado notas fiscais frias para tentar comprovar a prestação de serviços que nunca existiram e, assim, ser ressarcido indevidamente por meio de verba indenizatória. No acordo entre o deputado e o ministério, Kaká Barbosa se comprometeu em devolver R$ 2.154.196,72, além de pagar multa de R$ 215 mil. Se homologado pela Justiça, o processo contra ele será extinto, deixando-o livre de punições como a perda do mandato e proibição de se candidatar. Outros parlamentares estaduais já foram condenados e presos por crime similar ao de Kaká Barbosa, a exemplo de Moisés Souza e Edinho Duarte, ambos deputados estaduais que seguem recolhidos no Instituto Penitenciário do Amapá (Iapen). No acordo com o presidente da Alap, o MP reforça que o principal objetivo das ações de improbidade é a devolução do dinheiro aos cofres públicos, e pede: “(…) homologação do acordo (...), para que surta todos os efeitos legais pactuados, DECLARANDO A EXISTÊNCIA DO ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA praticado por JOSE CARLOS CARVALHO BARBOSA, nos termos da inicial, sem imposição de outras sanções que não as já previstas no acordo firmado, extinguindo, assim, o processo relativamente a este (...)”, diz trecho da petição do MP. Entenda o caso O processo judicial contra Kaká Barbosa corre na Justiça desde 2014, quando ele foi denunciado pelo MP-AP. A ação foi ingressada na esfera cível e criminal, pelo recebimento ilegal de R$ 1,2 milhão em verbas indenizatórias indevidas no período de 2011 e 2012. Entre o reembolso solicitado pelo deputado estava R$ 186 mil em locações de veículos com uma empresa de fachada em nome de uma pessoa morta. Pelo mesmo crime, o MP ainda denunciou, à época, o então presidente da Alap Moisés Souza (PSC) e o primeiro-secretário Edinho Duarte (PP). Em 2017, O Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap) condenou Kaká Barbosa por improbidade administrativa e determinou a devolução de R$ 472 mil aos cofres públicos. No dia 6 de junho deste ano, em decisão unânime da Câmara Única do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), os desembargadores Sueli Pini, Manoel Brito e João Lages mantiveram uma decisão da 5ª Vara Cível e de Fazenda Pública de Macapá que determinou o bloqueio de R$ 568 mil das contas do deputado estadual. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Evolução no uso do jeans e contos de fadas inspiram mostra de dança em Macapá

    Evolução no uso do jeans e contos de fadas inspiram mostra de dança em Macapá


    Nona edição do evento conta com dois espetáculos, um de jazz e outro de balé. Programação será realizada no período de 22 a 24 de junho, no Teatro das Bacabeiras. Mostra de dança em Macapá inclui espetáculos de balé e jazz Carlos Alberto...


    Nona edição do evento conta com dois espetáculos, um de jazz e outro de balé. Programação será realizada no período de 22 a 24 de junho, no Teatro das Bacabeiras. Mostra de dança em Macapá inclui espetáculos de balé e jazz Carlos Alberto Jr./G1 Uma mostra de dança vai reunir dois espetáculos, um de balé, inspirado em contos de fadas, e outro de jazz, que vai viajar no tempo para contar a história e evolução do uso do jeans. A programação será realizada de sexta-feira (22) até o domingo (24), no Teatro das Bacabeiras, em Macapá. O espetáculo de jazz conta também com espaço para outros estilos como street dance, zouk e stiletto, que é a dança em cima de salto alto. A apresentação única acontece no primeiro dia da mostra, a partir de 20h. Já o balé vai abordar contos dos mais famosos personagens da Disney, entre elas Cinderela, Ariel, Peter Pan e Sininho, Rapunzel, Aladime Jasmine, Alice, Frozen, Branca de Neve e Chapeuzinho Vermelho. Contos de fada inspiram tema de um dos espetáculos da mostra em Macapá Carlos Alberto Jr./G1 Para o professor de dança Agesandro Rêgo, a promoção de eventos de dança leva a uma mudança da sociedade em relação a admiração pela cultura de artistas locais. Ele destaca que cerca de 200 bailarinos participam da programação. “Por mais que a escola tenha uma plateia formada, a gente sempre espera lotar os 705 lugares do teatro. A população amapaense tem um olhar menos carinhoso com a dança, mas essa conquista desse público e o fazer cultural já deixam o elenco muito satisfeito”, destacou. Serviço IX Mostra de Dança Agesandro Rêgo Escola de Dança Espetáculo Jazz no Jeans Data: 22 de junho Espetáculo Contos e Encantos Data: 23 e 24 de junho Horário: 20h Local: Teatro das Bacabeiras Ingresso: R$ 20 (cada apresentação) Apresentações acontecem no Teatro das Bacabeiras, no Centro de Macapá Floriano Lima Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Avanço de sinal e o não uso do cinto de segurança geram 240 multas em um mês em Macapá

    Avanço de sinal e o não uso do cinto de segurança geram 240 multas em um mês em Macapá


    Autuações foram feitas por agentes de trânsito, em maio. CTMac alerta para a segurança no trânsito, que ganhou reforço na fiscalização com câmeras de monitoramento. Avançar sinal vermelho está entre a infração mais cometida por...


    Autuações foram feitas por agentes de trânsito, em maio. CTMac alerta para a segurança no trânsito, que ganhou reforço na fiscalização com câmeras de monitoramento. Avançar sinal vermelho está entre a infração mais cometida por macapaense Reprodução/TV Mirante Em um mês, 240 infrações de trânsito referentes a falta de uso do cinto de segurança e avanço de sinal vermelho foram registradas em Macapá por agentes de trânsito. O número indica que mais de 7 multas foram emitidas a cada dia de maio, em somente duas modalidades de violação às regras do Código de Trânsito Brasileiro. Os dados são da Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac), que alerta a população quanto a segurança no trânsito. Outra preocupação é que os flagrantes tendem a aumentar a partir de junho, mês em que as 10 câmeras de monitoramento instaladas na capital passaram a funcionar efetivamente com a aplicação de multas. “Fizemos a apuração referente ao mês de maio, das infrações autuadas pelos agentes de trânsito, para depois fazermos a medição com os dados do videomonitoramento. A principal função do programa Vídeo Futuro é a segurança do motorista, pedestre e do cidadão em geral, que devem atentar para as leis de trânsito”, explicou o diretor-presidente da CTMac, André Lima. O levantamento da Companhia aponta que os agentes flagraram 129 situações de avanço do condutor na sinalização vermelha e 111 de motorista ou condutor sem o cinco colocado. Nos dois casos as infrações são consideradas graves. O motorista é autuado e multado em R$ 293, além ter retirado 7 pontos da carteira. Fiscalização por meio de câmeras de monitoramento passou a aplicar multas em junho Rita Torrinha/G1 Lima informa que em Macapá existe 1 carro para cada 3 moradores e que o ordenamento é necessário. “Não trabalhamos só com a coação, focamos na educação também, e é bom lembrar que só é multado quem infringe as leis. Temos três frentes de trabalho: educação no trânsito nas escolas; atuação dos agentes de trânsito e de transporte, que ficam nas ruas com as viaturas fazendo as autuações e agora o videomonitoramento com 10 pontos na cidade”, ressaltou. As consequências da imprudência são identificadas em números de pesquisas realizadas por diferentes órgãos de segurança. De acordo com o Observatório no Trânsito, somente no primeiro trimestre do ano 26 pessoas morreram no trânsito da capital amapaense. Já de acordo com o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) do Amapá, no mesmo período houve 1,5 mil acidentes de trânsito na área urbana da cidade. O dado confere desde acidentes menos graves aos que registraram vítimas fatais. O diretor da CTMac reforça. “Avanços em sinais geram acidentes que impactam diretamente na saúde pública, porque refletem no atendimento dos hospitais, nos centros ortopédicos, nos centros de reabilitação, e no aumento de pessoas que acabam tendo que recorrer a pensões do Governo Federal por invalides”, finaliza. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Confira a programação dos cinemas de Macapá de 21 a 27 de junho

    Confira a programação dos cinemas de Macapá de 21 a 27 de junho


    'Hereditário' é a estreia da semana. Veja os horários das sessões e os preços nas salas da capital. Toni Collette, Gabriel Byrne, Alex Wolff e Milly Shapiro em cena de 'Hereditário' Divulgação Assistir a filmes pode ser uma boa opção de...


    'Hereditário' é a estreia da semana. Veja os horários das sessões e os preços nas salas da capital. Toni Collette, Gabriel Byrne, Alex Wolff e Milly Shapiro em cena de 'Hereditário' Divulgação Assistir a filmes pode ser uma boa opção de lazer para reunir a família e os amigos. Pensando nisso, o G1 fez uma agenda com as programações dos três cinemas de Macapá para esta semana. Além dos filmes, os macapaenses também poderão conferir os jogos da seleção brasileira na telona. Confira quais são os filmes, os horários das sessões e os preços dos ingressos: Cine Teatro Imperator - Villa Nova Shopping Programação ainda não foi atualizada. Ingressos: De segunda-feira a quarta-feira: R$ 10 (meia para todos; exceto feriados) e R$ 15 (premium) De quinta-feira a domingo: R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia) e R$ 20 (premium) (A meia-entrada é válida para crianças de até 12 anos e idosos a partir dos 60 anos. Também é válida para estudantes, professores estaduais, municipais e federais, policiais Militar, Civil e Federal, agente penitenciário, guarda municipal, bombeiro militar e empresas conveniadas, que devem apresentar a devida identificação). Chris Pratt em 'Jurassic World: Reino ameaçado' Divulgação Moviecom Cinemas, no Macapá Shopping Hereditário (estreia) Sessões: 16h30, 19h05, 21h40 (2D dublado) Gênero: Terror, Drama Classificação: 16 anos Deadpool 2 Sessão: 16h30 (2D dublado) Gênero: Ação, Comédia Classificação: 16 anos Jurassic World: Reino Ameaçado Sessões: 16h20, 19h, 21h35 (2D dublado); 15h, 17h40, 20h20 (3D dublado) Gênero: Ação, Aventura, Ficção-científica Classificação: 12 anos Não Se Aceitam Devoluções Sessões: 17h50, 20h (2D nacional) Gênero: Comédia Classificação: livre Oito Mulheres e um Segredo Sessão: 18h50 (2D dublado) Gênero: Ação, Comédia Classificação: 14 anos Vingadores: Guerra Infinita Sessão: 21h (2D dublado) Gênero: Ação, Ficção científica Classificação: 12 anos Ingressos: Para sessões em 2D Segundas, terças e quartas: R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia) Quinta a domingo e feriados: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) Moviecom+ 2D Segundas e terças: R$ 14 Quartas-feiras: R$ 7 Quinta a domingo e feriados: R$ 16 (Limitado a 1 ingresso por sessão por cartão) Para sessões em 3D Segunda a quarta: R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia) Quinta a domingo e feriado (matinê*): R$ 24 (inteira) e R$ 12 (meia) Quinta a domingo e feriado (noite): R$ 26 (inteira) e R$ 13 (meia) (*matinê são sessões iniciadas até às 17h59) Moviecom+ 3D Segundas e terças: R$ 20 Quartas-feiras: R$ 10 Quinta a domingo e feriados: R$ 24 (Limitado a 1 ingresso por sessão por cartão) A comédia 'Do jeito que elas querem' Divulgação Cinépolis, no Amapá Garden Shopping Brasil x Sérvia (Copa do Mundo) Data: 17 de junho (domingo) Hora: 15h Classificação: livre Hereditário (estreia) Sessões: 14h15, 15h15, 17h, 18h15, 19h45, 21h (2D dublado); 22h15 (2D legendado) Gênero: Terror, Drama Classificação: 16 anos Deadpool 2 Sessões: 17h45, 22h30 Gênero: Ação, Comédia Classificação: 16 anos Do Jeito que Elas Querem Sessões: 15h30, 20h15 (2D dublado) Gênero: Comédia Classificação: 12 anos Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim Sessão: 14h30, 16h30 (2D dublado) Gênero: Animação, Infantil Classificação: livre Jurassic World: Reino Ameaçado (estreia) Sessões: 15h, 18h, 18h30, 20h45 (3D dublado); 16h, 19h, 22h (3D legendado - Sala VIP); 13h (3D dublado - Sala VIP); 21h30h (3D legendado) Gênero: Ação, Aventura, Ficção-científica Classificação: 12 anos Oito Mulheres e um Segredo Sessões: 13h45, 16h45, 19h15, 21h45 (2D legendado - Sala VIP) Gênero: Ação, Comédia Classificação: 14 anos Talvez uma História de Amor (estreia) Sessões: 14h45, 17h15, 20h30 (2D nacional) Gênero: Comédia, Romance Classificação: 10 anos Ingressos: Para sessões em 2D: Segundas, terças e quartas-feiras, exceto feriados: R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia) Quinta a domingo e feriados: R$ 20 (inteira - matinê**), R$ 10 (meia - matinê); R$ 22 (inteira - noite), R$ 11 (meia-noite) (**matinê são sessões iniciadas até as 16h55, e noite, a partir de 17h) Para sessões em 3D: Segundas, terças e quartas-feiras, exceto feriados: R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia) Quinta à domingo e feriados: R$ 27 (inteira) e R$ 13,50 (meia) Para sessões em Sala VIP - 2D: Segundas, terças e quartas-feiras, exceto feriados: R$ 26 (inteira) e R$ 13 (meia) Quinta a domingo e feriados: R$ 33 (inteira - matinê), R$ 16,50 (meia - matinê); R$ 36 (inteira - noite), R$ 18 (meia-noite) Para sessões em Sala VIP - 3D: Segundas, terças e quartas-feiras, exceto feriados: R$ 28 (inteira) e R$ 14 (meia) Quinta a domingo e feriados: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) Cena do filme 'Talvez uma história de amor' Reprodução Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Prova para praças da armada da Marinha terá polo no AP; salário chega a R$ 5,3 mil

    Prova para praças da armada da Marinha terá polo no AP; salário chega a R$ 5,3 mil


    Candidato deve ser do sexo masculino e ter de 18 a 24 anos. É exigido ainda curso técnico de nível médio relativo à área técnica. Tropa da Marinha do Brasil durante desfile em Macapá Gabriel Penha/G1 A Marinha divulgou o edital do processo...


    Candidato deve ser do sexo masculino e ter de 18 a 24 anos. É exigido ainda curso técnico de nível médio relativo à área técnica. Tropa da Marinha do Brasil durante desfile em Macapá Gabriel Penha/G1 A Marinha divulgou o edital do processo seletivo para 30 vagas para o Quadro Técnico de Praças da Armada (Qtpa) em todo o Brasil. Santana, distante a 17 quilômetros de Macapá, será uma das sedes da prova objetiva, que ainda não tem data para ser realizada. Após a aprovação, as aulas acontecerão no Rio de Janeiro. Os candidatos têm até o dia 3 de agosto para se inscrever pela internet. De acordo com a instituição, as vagas são destinadas para homens brasileiros ou naturalizados com mais de 18 anos e que tenham menos de 25 anos no dia 1° de janeiro de 2019. A taxa de inscrição é de R$ 70,00 e o pagamento pode ser realizado até o dia 17 de agosto. CONFIRA O EDITAL PARA AS VAGAS DE PRAÇAS DA ARMADA As vagas ofertadas são 14 para a área técnica de eletroeletrônica e 16 vagas na área de mecânica. É necessário possuir o ensino médio/técnico na área. Os candidatos realizarão prova objetiva de conhecimentos profissionais (eliminatória e classificatória) de acordo com a área técnica contendo 50 questões e redação. Após essa etapa, realizarão os eventos complementares compostos por verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, teste de aptidão física, verificação de documentos e avaliação psicológica. Os aprovados realizarão o curso de formação de sargentos no Centro de Instrução Almirante Alexandrino (Ciaa), no Rio de Janeiro, durante cerca de 30 semanas e ao final serão nomeados na graduação de terceiro-sargento, com remuneração inicial de R$ 4.445 mensais. Após, esses sargentos realizarão o curso de subespecialização de submarinos para praças com duração de 24 semanas, no Centro de Instrução e Adestramento Almirante Áttila Monteiro Aché (Ciama), no Rio de Janeiro, e irão servir a bordos de submarinos com remuneração de R$ 5.334 por mês. Seleção para praças da armada da Marinha Vagas: 30 (para todo o país) Inscrições: até 2 de março Taxa: R$ 70 Local de prova: Capitania dos Portos do Amapá - Rua Claudio Lúcio Monteiro, nº 2000, em Santana Clique aqui para fazer sua inscrição Acesse o edital da seleção Provas: data ainda será divulgada Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    PMs presos no Amapá teriam executado testemunha que acusou sargento de homicídio, diz MP

    PMs presos no Amapá teriam executado testemunha que acusou sargento de homicídio, diz MP


    Micherlon Aleluia foi assassinado em março, mas em dezembro prestou depoimento onde apontou sargento como possível autor de crime. Prisões ocorreram nesta quinta-feira (21) em Macapá. Câmeras mostram funcionário saindo do trabalho e veículo...


    Micherlon Aleluia foi assassinado em março, mas em dezembro prestou depoimento onde apontou sargento como possível autor de crime. Prisões ocorreram nesta quinta-feira (21) em Macapá. Câmeras mostram funcionário saindo do trabalho e veículo preto (no alto da imagem) monitorando trajeto de Micherlon, que foi morto instantes depois Reprodução A prisão do sargento da Polícia Militar (PM) José Wilson Maciel e do soldado Lucas Vilhena Batista, nesta quinta-feira (21), está ajudando a esclarecer a morte de Micherlon Aleluia, de 33 anos, funcionário de um atacadão que foi assasinado em 12 de março quando saía do trabalho na Zona Sul de Macapá. A detenção dos policiais e da esposa de um deles motivou a operação "Letus", deflagrada pelo Ministério Público do Amapá (MP-AP) e Polícia Civil. Em coletiva de imprensa no fim da manhã, os órgãos deram detalhes da investigação sobre a morte do funcionário, que foi testemunha de outro assassinato a qual José Wilson responde. Coletiva de imprensa detalhou investigações do MP e Polícia Civil John Pacheco/G1 O sargento teria ordenado a morte de Michelron e Lucas Vilhena teria sido o executor. A vítima teve a rotina monitorada pelos suspeitos e foi morto no caminho de casa com cinco tiros por volta de 23h. Imagens de câmeras de segurança mostram toda a movimentação do crime, inclusive registrando o carro usado pelos atiradores, um modelo Pálio de cor preta. O veículo esperou Micherlon sair do trabalho de bicicleta e o acompanhou por cerca de 1 quilômetro até o local do crime. Micherlon foi testemunha importante da morte de Joaquim Rubilota de Sousa Rodrigues, ocorrida em 2016, na capital. Segundo o MP-AP, a vítima havia saído do carro do sargento José Wilson depois de uma discussão e levou tiros nas costas. Em dezembro do ano passado, Micherlon testemunhou, afirmando que os tiros saíram do carro do sargento. "Ele [José Wilson] sempre negou a autoria. Dizendo, inclusive que atirou para cima e nesse momento alguem 'aproveitou' para matar o Rubilota. O Micherlon depôs na frente do sargento e disse que o disparo saiu de dentro do veículo", detalhou Flávio Cavalcante, promotor de Justiça. Mulher de sargento pediu para amiga investigar horários de Micherlon no trabalho Reprodução Cronologia do crime A esposa de José Wilson presa na operação teria tido papel fundamental na organização para a morte. Ela teria pedido a uma amiga para sondar os horários de entrada e saída de Micherlon na empresa, descobrindo que ele deixava o local geralmente por volta de 23h. No dia do crime, o carro preto onde estariam Lucas Vilhena e outra pessoa ainda não identificada, estacionou em frente ao atacadão e lá permaneceu até a saída da vítima. Minutos antes, José Wilson passou no local na viatura da PM na qual estava de serviço no momento do assassinato. Micherlon saiu do emprego e foi perseguido pela Rua Hildemar Maia até ser baleado e morto no local. A mesma viatura onde o sargento estava foi ao local onde ocorreu a execução. "Ele já havia sofrido outro atentado em janeiro quando trabalhava numa pizzaria. O horário de trabalho dele também foi levantado lá", completou o delegado George Salvador, da Delegacia de Homicídios (Decipe). Reincidência Além das mortes de Micherlon e Joaquim Rubilota, os dois policiais militares, são investigados por outros crimes. No caso do soldado Lucas Vilhena, ele é acusado de outro homicídio ocorrido em agosto de 2017, onde baleou e assassinou um adolescente de 17 anos numa área de ponte na Zona Sul da capital. Ainda na coletiva, a PM e a Secretaria de Segurança disseram que as condutas são casos isolados e não refletem o trabalho da organização, porém, informaram que vão adotar medidas drásticas administrativas que podem resultar na saída dos dois da corporação. "Temos muita tranquilidade porque esse é um fato que não macula a imagem da corporação. Claro que é mais forte quando é com um agente de segurança. Quer queira ou não arranha a imagem", comentou Carlos Souza, titular da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Amapá (Sejusp). "Nesses casos em que os policiais são investigados por atos fora do serviço, a instituição aguarda a finalização do processo na Justiça comum. Se os envolvidos forem condenados, a PM instaura um processo disciplinar e se eles forem novamente condenados, já na Justiça militar podem ser demitidos ou expulsos da corporação", reiterou a PM em nota. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Dois irmãos são presos no AP suspeitos de aplicarem golpes em aplicativo de venda

    Dois irmãos são presos no AP suspeitos de aplicarem golpes em aplicativo de venda


    Investigação aponta que a dupla fazia falsos depósitos bancários para adquirir produtos de valor. Eles foram presos em flagrantes na Zona Norte de Macapá e apresentados no Ciosp do Pacoval. Envelopes de depósitos bancários foram encontrados no...


    Investigação aponta que a dupla fazia falsos depósitos bancários para adquirir produtos de valor. Eles foram presos em flagrantes na Zona Norte de Macapá e apresentados no Ciosp do Pacoval. Envelopes de depósitos bancários foram encontrados no carro dos suspeitos Polícia Civil/Divulgação Ao suspeitar de golpe, um vendedor de móveis acionou a Polícia Civil do Amapá, resultando na prisão em flagrante de dois irmãos, de 18 anos e 25 anos. Eles são suspeitos de solicitarem produtos num aplicativo de vendas e efetuarem falsos pagamentos através de envelopes vazios depositados em agências bancárias. Os dois foram detidos na quarta-feira (20) na Zona Norte de Macapá. A prisão foi feita por agentes da 7ª Delegacia de Polícia, no bairro Novo Horizonte, e apresentados no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do Pacoval. Segundo o titular da 7ª DP, Abraão Almeida, os irmãos confessaram o crime. No carro deles, agentes apreenderam vários envelopes de depósitos bancários que seriam usados para obter os produtos ofertados, além de uma farda da Polícia Militar e documentos pessoais. Conforme a investigação, os suspeitos de estelionato visavam aparelhos eletrônicos, a exemplos celulares, televisores e entre outros. Informações preliminares apontam que o golpe arrecadou aproximadamente R$ 3,5 mil em produtos recebidos, mas com o pagamento não compensado. “Na conversa com a equipe, os dois alegaram que esse caso seria o primeiro, mas, vários envelopes de depósitos bancários foram achados no veículo deles e, de acordo com um policial nosso, no celular de um deles constava diversas conversas de tentativas do delito”, disse. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Policiais do Bope doam sangue no período de Copa do Mundo e festas juninas no AP

    Policiais do Bope doam sangue no período de Copa do Mundo e festas juninas no AP


    Ação reuniu cerca de 40 militares nesta quinta-feira (21), no Hemoap, que iniciou campanha 'Você está convocado para salvar vidas', como reforço para a época. Militares doaram sangue na manhã desta quinta-feira (21) Carlos Alberto Jr/G1 Cerca...


    Ação reuniu cerca de 40 militares nesta quinta-feira (21), no Hemoap, que iniciou campanha 'Você está convocado para salvar vidas', como reforço para a época. Militares doaram sangue na manhã desta quinta-feira (21) Carlos Alberto Jr/G1 Cerca de 40 policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) fizeram doação de sangue na manhã desta quinta-feira (21) ao Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap). A ideia foi dar um reforço para o estoque para o período que é de festas juninas e Copa do Mundo. A iniciativa foi proposta aos militares doadores durante um curso operacional promovido pelo grupo de Rondas Táticas Motorizadas (Rotam). A ideia foi colaborar com a coleta e abastecer os estoques, que nesta época do ano têm baixa procura de doadores. A ação dos policiais aconteceu no mesmo dia em que foi lançada a campanha "Você está convocado para salvar vidas" da instituição. Para o tenente-coronel Paulo Matias, comandante do Bope, mesmo não sendo uma das etapas do curso em si, o fato de doar sangue é uma ação fundamental na formação do militar. “De certa forma, doamos sangue para a sociedade no nosso dia a dia, e hoje estamos fazendo um ato que qualquer cidadão pode fazer para salvar vidas. Quando doamos sangue, é como se a gente estivesse renovando nossos votos enquanto militares”, comentou Matias. Tenente-coronel Paulo Matias conta que doar sangue faz parte do dia a dia do militar Carlos Alberto Jr/G1 O período do ano escolhido também foi propício, afinal, neste mês acontecem as festas juninas e a Copa do Mundo de futebol, que se estende até julho, quando iniciam as férias de verão. Logo, os estoques ficam mais baixos nestes dois meses, informou o Hemoap. De acordo com Marcela Vales, chefe do Serviço de Captação e Orientação Social do Hemoap, nesse período há uma diminuição no número de bolsas de sangue na unidade, porque muitas pessoas viajam de férias e também tem um aumento no número de acidentes em rodovias. Por isso, a unidade também tem feito campanhas para atrair mais doadores. "Entre as campanhas está acontecendo, simultaneamente, o 'Junho Vermelho' e agora essa é uma volta para a Copa do Mundo. A unidade vai funcionar até mesmo nos dias de jogos da seleção brasileira", reforçou Marcela. Doações O voluntariado sem direcionar a alguém é a doação mais segura. As doações podem ser feitas de segunda-feira a sexta-feira, de 7h30 às 12h, no Hemoap, localizado na Avenida Raimundo Álvares da Costa, esquina com a Rua Jovino Dinoá, no Centro de Macapá. O doador precisa levar documento de identificação com foto. O Ministério da Saúde estabelece que, para ser um doador, o voluntário precisa: ter idade mínima de 16 anos e máxima de 69 anos; pesar no mínimo 50 quilos; não ter ingerido bebida alcoólica no dia anterior; estar bem alimentado, mas sem alimentos gordurosos; não ter doenças sanguíneas. O doador passará por triagens clínicas e sanguíneas. A coleta dura em torno de 20 minutos. Oficiais na sala de espera para doação de sangue Carlos Alberto Jr/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

    Trio invade casa e mata a tiros homem deficiente físico em Macapá


    Alaphe dos Santos já tinha sido alvo de tentativa de homicídio no início do ano, quando ficou sem o movimento das pernas. Crime aconteceu no bairro Nova Esperança, na Zona Sul da capital. Um deficiente físico de 25 anos foi morto a tiros na noite de...

    Alaphe dos Santos já tinha sido alvo de tentativa de homicídio no início do ano, quando ficou sem o movimento das pernas. Crime aconteceu no bairro Nova Esperança, na Zona Sul da capital. Um deficiente físico de 25 anos foi morto a tiros na noite de quarta-feira (20), no bairro Nova Esperança, na Zona Sul de Macapá. Alaphe Bitter Teles dos Santos estava sobre uma cama, dentro de casa, quando foi alvo de três homens armados, informou a Polícia Militar (PM). Os tiros atingiram o peito e a cabeça da vítima, conhecida como “lacraia”. Alaphe havia sofrido uma tentativa de homicídio no início do ano e ficou sem o movimento das pernas, após levar um tiro que atingiu a coluna. A polícia não soube detalhar quando aconteceu esse outro crime. Militares do 6º Batalhão da PM foram chamados por volta das 21h30 para o local do homicídio, de difícil acesso. De acordo com o tenente Josiagab Oliveira, do 6º BPM, não há informações sobre o que motivou nenhum dos dois crimes. “Provavelmente foi um acerto de contas, execução, alguma coisa ele sabia. Os familiares também não quiseram passar mais detalhes sobre os crimes. Só falaram que eram três homens que invadiram a casa, subiram no andar de cima e fizeram os disparos”, comentou. Não há informações sobre as identidades dos criminosos, que fugiram com ajuda de um carro logo após o assassinato. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Pedestre é atropelado em rua de Macapá e fica com fratura exposta na perna

    Pedestre é atropelado em rua de Macapá e fica com fratura exposta na perna


    Condutora de carro teria desviado de outro veículo e atingido homem que atravessava a rua. Ocorrência foi registrada na manhã desta quinta-feira (21), no bairro Novo Buritizal. Pedestre é atropelado em rua de Macapá e fica com fratura exposta na...


    Condutora de carro teria desviado de outro veículo e atingido homem que atravessava a rua. Ocorrência foi registrada na manhã desta quinta-feira (21), no bairro Novo Buritizal. Pedestre é atropelado em rua de Macapá e fica com fratura exposta na perna Jorge Abreu/G1 Um pedestre, de identidade não divulgada, foi atropelado e teve fratura exposta na perna direita. O acidente aconteceu por volta de 8h desta quinta-feira (21), na Rua Claudomiro de Moraes, no bairro Novo Buritizal, Zona Sul de Macapá. A mulher, de 29 anos, que conduzia o carro que atingiu o pedestre disse ao Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) que precisou fazer uma manobra inesperada quando um outro veículo saiu do acostamento sem sinalizar. Ao desviar, ela teria, então, atingido o pedestre que estava atravessando a rua. A vítima foi levada ao Hospital de Emergência (HE) da capital. Até a última atualização desta matéria, não há informações sobre o atual estado de saúde do homem. Carro teria desviado de outro que saiu inesperadamente de acostamento, quando atingiu homem Jorge Abreu/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Dois policiais militares são presos em operação que investiga execuções no AP

    Dois policiais militares são presos em operação que investiga execuções no AP


    Esposa de um deles também foi presa na manhã desta quinta-feira (21), em Macapá. Prisões fazem parte da operação Letus, da Polícia Civil e do Ministério Público do Amapá. Policiais foram levados para o Complexo Cidadão Zona Sul do MP, em...


    Esposa de um deles também foi presa na manhã desta quinta-feira (21), em Macapá. Prisões fazem parte da operação Letus, da Polícia Civil e do Ministério Público do Amapá. Policiais foram levados para o Complexo Cidadão Zona Sul do MP, em Macapá John Pacheco/G1 Dois policiais militares e a esposa de um deles foram presos na manhã desta quinta-feira (21), em Macapá, numa operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Amapá (MP-AP). Eles são suspeitos de estarem envolvidos numa série de assassinatos ocorridos na capital. Foram presos: PM Lucas Vilhena Batista Filho (prisão preventiva); PM José Wilson Maciel de Cantuária (prisão temporária); Hellen Crhiystine Gonçalves Pinheiro, esposa de Cantuária (prisão temporária). Em nota, o MP detalhou que os PMs "respondem a ações penais por crime de homicídio qualificado e são investigados em outros delitos contra a vida". Além dos três mandados de prisão, outras seis ordens de busca e apreensão também foram cumpridos nesta manhã. As atividades da operação, chamada de "Letus", foram deferidas pela Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Macapá. O advogado Charlles Bordalo, que atua na defesa dos três detidos, informou que ainda está tomando ciência das acusações e dos pedidos de prisão, mas reforça que eles não tem envovimento em homicídios ou ordens de execuções na capital. "Acusam meus constituintes de matar uma testemunha de um processo em que essa pessoa atuava. Parece que a situação deles tem uma ligação, mas é superficial. A prisão da esposa do PM foi porque ela teve contato com essa vítima", disse Bordalo. Em nota, o MP informou que a ação é resultado de apuração de crimes com características de execução, feita pela Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe), em conjunto com o Núcleo de Operações em Inteligência (NOI) e Promotorias do Júri e de Investigações Cíveis e Criminais. Os mandados foram cumpridos com apoio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio (DECCP), do Núcleo de Inteligência do Ministério Público (NIMP) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Promotores de Justiça e delegados da polícia vão conceder uma entrevista coletiva com a imprensa local às 11h desta manhã, quando serão dados outros detalhes da operação. O nome da operação é em referência ao Deus romano da morte. *Matéria em atualização Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Mais de 23% da população de Macapá está obesa, aponta pesquisa do Ministério da Saúde

    Mais de 23% da população de Macapá está obesa, aponta pesquisa do Ministério da Saúde


    Proporcionalmente, capital amapaense é a segunda com maior número de pessoas acima do peso, ficando atrás apenas de Manaus. Má alimentação e falta de exercícios são os principais responsáveis, segundo especialista Reprodução/ TVCA De acordo...


    Proporcionalmente, capital amapaense é a segunda com maior número de pessoas acima do peso, ficando atrás apenas de Manaus. Má alimentação e falta de exercícios são os principais responsáveis, segundo especialista Reprodução/ TVCA De acordo com pesquisa do Ministério da Saúde (MS), 23,6% da população de Macapá está obesa, o que a posiciona em segundo lugar no ranking nacional, proporcionalmente. A capital amapaense perde apenas para Manaus, com 23,8%. De acordo com especialista, o sedentarismo e os hábitos alimentares ruins estão entre os fatores determinantes para o quadro. Os dados são da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) e foram divulgados pelo MS na segunda-feira (18). A estatística demonstra ainda que a média geral de obesidade entre brasileiros ficou em 18,9%, o que coloca a capital acima da média nacional. O médico endocrinologista Advaldo Victor Barros explica que a alimentação que o macapaense põe na mesa está pesando diretamente no corpo. Esse mau hábito, somado ao sedentarismo, resulta no excesso de peso. “O estilo de vida está mais sedentário, até em razão da sobrecarga de trabalho, estudos e os compromissos que vão se acumulando com a maioridade e maturidade. A gente acaba optando por atividades muito mais gerenciais e administrativas do que as físicas, e os confortos da vida moderna também nos levam a cada vez fazer menos esforço”, diz o especialista. Médico endocrinologista Advaldo Victor Barros Rede Amazônica/Reprodução Para Barros, o resultado da pesquisa é preocupante porque afeta a saúde e muita gente não sabe a hora de procurar ajuda médica. “Excesso de peso causa diabetes, hipertensão arterial sistêmica, excesso de gorduras no sangue, ocasiona maiores riscos de derrames, infarto do miocárdio, insuficiência renal e tromboses. Além disso, os pacientes obesos começam a ter dores na coluna, hérnias de disco, na parte digestiva a hérnia de hiato, tendência a pedras na vesícula e problemas nas articulações”, ressaltou. Estar acima do peso é um perigo para o coração, que tem que aumentar a pressão para jogar sangue para toda a superfície corporal. O médico lembra que, para quem precisa vencer a obesidade, a busca por cuidados e a mudança na rotina podem ajudar a evitar que as consequências do sobrepeso sobrecarreguem ainda ainda mais a vida diária. O que se põe na mesa pesa diretamente no corpo Mariana Garcia/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Amapá perdeu 111 postos de trabalho em maio, mas saldo segue positivo em 2018

    Amapá perdeu 111 postos de trabalho em maio, mas saldo segue positivo em 2018


    Setor do comércio puxou maior número de demissões do que contratações no quinto mês do ano. Números do Caged foram divulgados pelo Ministério do Trabalho. Maio registrou mais demissões de contratações com carteira assinada no Amapá Rita...


    Setor do comércio puxou maior número de demissões do que contratações no quinto mês do ano. Números do Caged foram divulgados pelo Ministério do Trabalho. Maio registrou mais demissões de contratações com carteira assinada no Amapá Rita Torrinha/G1 Demissões no comércio, indústria de transformação e na agropecuária fizeram com que o mês de maio registrasse mais demissões de contratações com carteira assinada no Amapá. Números do Ministério do Trabalho (MTE) divulgados na quarta-feira (20) mostram que o estado perdeu 111 postos de serviço formal. Apesar da baixa nas vagas no mês passado, o saldo de 2018 é positivo com a abertura de 654 empregos, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Desde janeiro até o fim de maio foram 21.440 admissões contra 20.786 demissões. Desde o início do ano, o Amapá fechou três meses com saldo positivo e dois com saldo negativo. A oscilação nas contratações acontece nos principais setores, que concentram a maior parte dos postos: comércio, serviços e construção civil. O vilão de maio foi o comércio, aponta o MTE. Nesse setor, no mês passado, foram 162 desligamentos a mais que admissões, principalmente no comércio varejista, responsável por quase 70% das demissões na área. Dos sete ramos pesquisados mensalmente pelo Caged, em quatro foram registradas baixas nos postos. Construção civil: +56 Serviços: +20 Administração pública: +1 Serviços indústriais de utilidade pública: -2 Agropecuária: -3 Extrativa mineral: -4 Indústria de transformação: -17 Comércio: -162 Municípios O Caged também divulgou o saldo de vagas nas três maiores cidades do Amapá e todas fecharam com mais demissões do que admissões. Macapá perdeu 102 postos, Santana ficou com menos 11 vagas e Laranjal do Jari encerrou março reduzindo quatro trabalhadores. Salário médio de admissão O MTE também informou que o salário médio de admissão foi de R$ 1.527,11 em maio. Em termos reais (após a correção pela inflação), houve queda de 0,67%, ou R$ 10,33, no salário de admissão na comparação com abril deste ano. Em relação a maio de 2017, registrou-se ganho real de R$ 48,55 (+3,28%) para o salário médio de admissão, acrescentou o Ministério do Trabalho. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Confira as vagas de emprego do Sine em Macapá e Santana para o dia 21 de junho

    Confira as vagas de emprego do Sine em Macapá e Santana para o dia 21 de junho


    Há oportunidades para designer de moda, empregada doméstica, vendedor, chapeiro, costureira e consultor de vendas. Número de vagas é de acordo com as empresas cadastradas. Sine Amapá oferta 1 vaga para operador de empilhadeira com vaga em...


    Há oportunidades para designer de moda, empregada doméstica, vendedor, chapeiro, costureira e consultor de vendas. Número de vagas é de acordo com as empresas cadastradas. Sine Amapá oferta 1 vaga para operador de empilhadeira com vaga em Santana Reprodução/TV TEM O Sistema Nacional de Empregos no Amapá (Sine/AP) oferece vagas de empregos para Macapá e Santana. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência. Os interessados podem procurar o Sine/AP, localizado n Rua General Rondon, nº 2350, na praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas em Macapá e Santana. Outras informações e oferta de vagas são pelo número (96) 4009-9702. Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado). Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas: Vagas para o Sine de Macapá Chapeiro – 2 vagas Costureira em geral – 1 vaga Designer de moda – 1 vaga Empregada doméstica – 1 vaga Fisioterapeuta – 1 vaga Supervisor de vendas – 2 vagas Vendedor externo – 1 vaga Vaga para o sine de Santana Operador de empilhadeira – 1 vaga Consultor de vendas – 1 vaga
    Fiscalização de eletrodomésticos autua quatro empresas de Macapá e Santana

    Fiscalização de eletrodomésticos autua quatro empresas de Macapá e Santana


    Falta da certificação do Inmetro pode resultar em multa de R$ 500 até R$ 1,5 milhão. Operação ‘Copa do Mundo’ verificou a segurança de 420 produtos de 18 estabelecimentos. Operação 'Copa do Mundo' fiscalizou 420 produtos de Macapá e...


    Falta da certificação do Inmetro pode resultar em multa de R$ 500 até R$ 1,5 milhão. Operação ‘Copa do Mundo’ verificou a segurança de 420 produtos de 18 estabelecimentos. Operação 'Copa do Mundo' fiscalizou 420 produtos de Macapá e Santana Ipem-AP/Divulgação O Instituto de Pesos e Medidas do Amapá (Ipem-AP) autuou quatro empresas do segmento de atacado e varejo de eletrodomésticos e eletrônicos, em Macapá e Santana. Segundo a entidade, os responsáveis podem sofrer advertência ou multas que vão de R$ 500 até R$ 1,5 milhão. A operação “Copa do Mundo” percorreu 18 empreendimentos comerciais no período de 11 a 15 de junho, para fiscalizar, principalmente, a certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Foram averiguados 420 produtos. O nome da ação foi inspirado nos eletrônicos mais utilizados e procurados para as partidas de futebol, a exemplos refrigeradores, fogões elétricos, churrasqueiras elétricas, televisores, entre outros. Ação precorreu 18 empreendimentos, no período de 11 a 15 de junho Ipem-AP/Divulgação O gerente do núcleo de gestão da qualidade do Ipem-AP, Simon Silva, explica que a falta da certificação do Inmetro gera riscos aos consumidores. Ele destaca que produtos que não passam por análises são mais propícios a apresentarem falhas ou a causarem acidentes, como incêndios. “O produto certificado passou por testes, ensaios e garante uma segurança para o consumidor. E os que foram detectados e reprovados pela fiscalização não foram submetidos por nenhuma avaliação. Todos precisam apresentar requisitos mínimos de regulamentos técnicos”, explicou. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Ancestralidade negra é principal influência do show 'Água Doce' em Macapá

    Ancestralidade negra é principal influência do show 'Água Doce' em Macapá


    Mayara Braga e Sabrina Zahara fazem dobradinha e se apresentam pela primeira vez juntas. Elas se apresentam na sexta-feira (22), no Complexo Araxá. Projeto celebra cultura negra. Mayara Braga e Sabrina Zahara realizam em Macapá o show 'Água...


    Mayara Braga e Sabrina Zahara fazem dobradinha e se apresentam pela primeira vez juntas. Elas se apresentam na sexta-feira (22), no Complexo Araxá. Projeto celebra cultura negra. Mayara Braga e Sabrina Zahara realizam em Macapá o show 'Água Doce' Arquivo Pessoal As cantoras amapaenses Mayara Braga e Sabrina Zahara fazem dobradinha e se apresentam pela primeira vez juntas no show “Água Doce”. O projeto celebra a cultura ancestral do povo negro, trazendo ritmos com fortes marcas de percussão e também canções dos terreiros de umbanda e candomblé. A dupla se apresenta na sexta-feira (22), em um bar na orla de Macapá. O evento, segundo Mayara, será pulsante. As artistas pretendem passear pela musicalidade brasileira, com canções que vão de autorais a clássicos nacionais. São músicas das senzalas, dos orixás e deuses da natureza, imortalizadas, por exemplo, nas vozes de Clara Nunes, Maria Bethania, Maria Rita, Jorge Ben, Patrícia Bastos, Fabiana Cozza, Rita Ribeiro, Dorival Caymi, Senzalas, Serena Assumpção, Rita Benedito, Lenine e outros cantores renomados. “Água Doce faz referência a magia das nossas águas, que nos trazem tantas energias boas. O show está muito lindo. Traz referências do Norte e principalmente das religiões de matrizes africanas. Tanto que o repertório percorre pelo MPB e regional”, adiantou Mayara Braga. Sabrina Zahara teve a ideia do show, que traz também músicas autorais das duas cantoras Sabrina Zahara/Reprodução Facebook A dobradinha entre as cantoras surgiu da amizade consolidada no teatro. Elas atuam no espetáculo Saltimbancos, onde também cantam. A iniciativa partiu da Sabrina Zahara, que conta sobre a motivação de mostrar algo dançante, temático e diferente ao público amapaense. “A intenção é celebrar a cultura ancestral tão presente na nossa musicalidade. Temos músicas autorais com essas influências, além do marabaixo e do batuque. Queremos mostrar que a negritude está inserida na nossa cultura em todas as classes. A gente fala do sincretismo”, explicou. Sabrina diz que no repertório tem uma canção chamada “Oferenda”, escrita por ela. O roteiro fala da história de alguém que busca ajuda em um terreiro para fazer um trabalho de amarração de amor. A canção foi lançada no ano passado, durante a estreia dela no festival Sescanta. Mayara Braga diz que os ritmos celebram a cultura negra presente na musicalidade brasileira Mayara Braga/Reprodução Facebook Já Mayara Braga interpretará sua música “Negra da luz”, composição em parceria com os músicos Wilson Cardoso e Zé Maria Cruz. A letra homenageia a parteira mais famosa do Amapá, a mãe Luzia. Ela ainda não foi gravada, mas já é bem conhecida do público da cantora. Nesse turbilhão de ritmos, as artistas contam com o acompanhamento de experientes músicos na banda base. Grilo e Ismael Silva na percussão; Paulinho Queiroga na bateria; Helder Melo no baixo, Rafael Boaventura na guitarra e Juninho Romano no teclado. Além deles, a filha de Mayara, Shayna Braga, participará do show, que será aberto por Helder Brandão. Serviço: Show “Água Doce”, de Sabrina Zahara e Mayara Braga Local: Bar e restaurante Norte das Águas (no Complexo do Araxá, orla de Macapá) Hora: a partir das 22h Data: 22 de junho (sexta-feira) Informações e reservas de mesa: 9963-6670 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Foragido do Amapá por homicídio, tortura e tráfico é capturado no interior do Pará

    Foragido do Amapá por homicídio, tortura e tráfico é capturado no interior do Pará


    Adriano Oziel Siqueira Corrêa, de 35 anos, conhecido como "calcinha", foi encontrado no município de Colares, interior do estado. Polícia o acusa de comandar milícia e execuções em Fazendinha. Somente na 10ª DP, na Fazendinha, o suspeito é...


    Adriano Oziel Siqueira Corrêa, de 35 anos, conhecido como "calcinha", foi encontrado no município de Colares, interior do estado. Polícia o acusa de comandar milícia e execuções em Fazendinha. Somente na 10ª DP, na Fazendinha, o suspeito é investigado em quatro inquéritos Jorge Abreu/G1 Adriano Oziel Siqueira Corrêa, de 35 anos, conhecido como "calcinha" foi capturado por policiais na terça-feira (19) na cidade de Colares no interior do Pará. Ele estava foragido e com vários mandados de prisão por crimes cometidos no Amapá, como homicídios, tráfico de drogas, tortura, entre outros. "Calcinha" é apontado pela Polícia Civil do Amapá como chefe da venda de drogas e mandante da mortes ocorridas na área do distrito de Fazendinha, a 9 quilômetros de Macapá. Somente na 10ª Delegacia de Polícia, que atende a área, ele responde a quatro inquéritos. O titular da DP, Nixon Kenedy, explicou também que o preso comandava uma espécie de "milícia" na região, recrutando adolescentes e outros presidiários. Esse grupo estaria ameaçando moradores da Fazendinha para que a venda de drogas fosse mantida livremente na área. A Polícia Civil acredita que com a prisão de "calcinha" outros responsáveis por crimes no distrito possam ser detidos. A Justiça foi acionada e deverá fazer o recambiamento do preso para Macapá. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Por descumprir leis trabalhistas, empresa pagará R$ 750 mil para obra do MTE no AP

    Por descumprir leis trabalhistas, empresa pagará R$ 750 mil para obra do MTE no AP


    Valor foi definido em TAC assinado pela Amcel com o Ministério Público do Trabalho. Irregularidades foram identificadas no registro de ponto, jornada de trabalho e trabalhos nos feriados. Valor de R$ 750 mil deve ser destinado para obra do prédio...


    Valor foi definido em TAC assinado pela Amcel com o Ministério Público do Trabalho. Irregularidades foram identificadas no registro de ponto, jornada de trabalho e trabalhos nos feriados. Valor de R$ 750 mil deve ser destinado para obra do prédio do Ministério do Trabalho no Amapá, interditado em 2014 Rita Torrinha/G1 A Amapá Florestal e Celulose S.A (Amcel) vai ter que pagar R$ 750 mil e o valor será usado para a reforma, ampliação e adaptação do prédio da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Amapá, que fica em Macapá. A medida faz parte de Termo de Ajuste de Conduta (TAC), assinado entre a empresa e o Ministério Público do Trabalho (MPT), consequência de um inquérito instaurado em 2014. A Amcel estava prorrogando jornada de trabalho acima do limite legal e mantendo empregados trabalhando em feriados sem justificativa. Edificação construída há 30 anos nunca passou por reforma e apresentava rachaduas quando foi interditada Dyepeson Martins/Arquivo G1 O acordo extrajudicial foi feito para adequar administrativamente as atividades da empresa quanto à área trabalhista. No documento foram definidas seis medidas: não prorrogar a jornada normal de trabalho para além das duas horas extras, sem justificativa; não prorrogar a jornada normal de trabalho além do estabelecido em acordo escrito ou convenção coletiva de trabalho; implantar registro mecânico, manual ou eletrônico dos horários de entrada, saída e intervalo nos estabelecimentos com mais de 10 empregados, devendo o registro ser feito pelo próprio trabalhador, e não pela empresa ou líder da equipe; conceder, no mínimo, 11 horas consecutivas de descanso entre duas jornadas de trabalho; conceder descanso semanal remunerado de 24 horas consecutivas; não manter empregado trabalhando em feriados nacionais e religiosos, sem permissão da autoridade competente e sem a ocorrência de necessidade de serviço; Em nota, a empresa declarou que as situações ocorreram em período anterior à reforma trabalhista promovida pela Lei 13.467/17 e que o TAC “é uma forma de antecipar a correção de alguns pontos em esfera administrativa, sem esperar que o caso tome conotações judiciais”. A Amcel também afirmou que preza pelo direito dos trabalhadores e que acredita que “é essa a forma correta de trabalhar”. Além das medidas que devem ser seguidas pela empresa, o TAC também define o pagamento de indenização por dano moral coletivo, o de R$ 750 mil, dividido em duas parcelas, cuja primeira deve ser paga até 30 de julho, e a segunda, até 30 de agosto. Abandono de prédio foi alvo de reclamação em 2017 Jéssica Alves/Arquivo G1 O valor será revertido para a obra da unidade do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) no Amapá. O prédio foi desativado em 2014, com rachaduras e infiltrações. Uma reforma havia sido anunciada meses antes da desativação, com orçamento na época de R$ 127 mil, mas ela não foi concluída, servindo, portanto, de esconderijo para usuários de drogas e bandidos. Caso descumpra o acordo, a empresa terá de pagar multa de R$ 50 mil por cláusula descumprida. O termo também vale se houver qualquer alteração na estrutura jurídica da empresa, ou se ela encerrar as atividades e for aberta nova empresa com finalidades semelhantes pelo proprietário. Atualmente, as atividades do MTE acontecem em prédio alugado em Macapá Fabiana Figueiredo/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Defesa de deputado preso no Amapá cita trecho bíblico em novo pedido, mas Justiça nega doação de rim a amigo

    Defesa de deputado preso no Amapá cita trecho bíblico em novo pedido, mas Justiça nega doação de rim a amigo


    Moisés Souza solicitou por duas vezes a liberação do presídio em Macapá para fazer a doação em Brasília. Desembargador frisa que o Estado não pode submeter o réu ao procedimento invasivo. Moisés Souza se comprometeu a custear as próprias...


    Moisés Souza solicitou por duas vezes a liberação do presídio em Macapá para fazer a doação em Brasília. Desembargador frisa que o Estado não pode submeter o réu ao procedimento invasivo. Moisés Souza se comprometeu a custear as próprias despesas em Brasília Arquivo Pessoal Em decisão publicada no fim da manhã desta quarta-feira (20), o Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap) voltou a negar pedido de liberação penitenciária do deputado estadual Moisés Souza (PSC). Ele solicitou por duas vezes licença do presídio para doar um rim a um amigo que mora em Brasília e necessita do transplante. O primeiro pedido foi negado pelo desembargador Carlos Tork, presidente do Tjap, em 11 de junho. A nova petição foi feita no dia seguinte pela defesa de Moisés Souza, que cumpre desde 2016 pena de 13 anos e 5 meses por crimes de corrupção na Assembleia Legislativa do Amapá (Alap). No documento, o advogado citou um trecho bíblico, do livro de João: "Ninguém tem amor maior, que aquele que dá sua vida pelo seu irmão". Moisés se dispôs a realizar os exames necessários para comprovar a compatibilidade e viajar para a doação do órgão em Brasília. O desembargador Carlos Tork negou novamente a viagem com a mesma justificativa da não concessão anterior, que ele está sob responsabilidade do Estado, e que este, não poderia autorizar que ele se submetesse a uma operação "altamente invasiva e com risco de morte". Na decisão que impediu a viagem que Moisés, que inclusive se prontificou a custear as próprias despesas, o magistrado lembrou que o deputado apresentou em abril de 2017 laudos onde relatava ser portador de uma série de problemas de saúde, como hipertensão grave e arritmia cardíaca. "[...] ficou assentado que o pedido não poderia ser deferido mesmo que instruído com laudos sobre a compatibilidade para a recepção do órgão por ser doado; das condições de saúde do reeducando para suportar a extração do órgão e sobreviver sem o comprometimento de sua saúde, e todo o prontuário médico do doador e donatário [...]", diz a sentença. O diagnóstico de doenças de Moisés Souza baseou, à época, um pedido para mudança do regime fechado para prisão domiciliar, que foi concedido, mas revogado em novembro após o parlamentar descumprir as regras impostas. Condenação Moisés Souza foi condenado e teve a prisão decretada em novembro de 2016 pela Justiça estadual em regime fechado no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). A condenação pelos crimes de peculato e desvio de dinheiro é referente a um suposto contrato fraudulento dentro da Casa de Leis, na época em que era presidente. Uma empresa foi contratada sem licitação em 2011 no valor de R$ 397.430,00, sob a alegação de caráter emergencial. No entanto, segundo o Ministério Público do Amapá (MP-AP), o serviço foi pago integralmente, mas nunca realizado. O processo é oriundo da operação Eclésia. Nas investigações foram identificados dois cheques em favor da empresa. Os valores foram sacados em espécie pelos donos, também condenados. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Caravana faz inscrições para recebimento de kit digital gratuito em creche de Macapá

    Caravana faz inscrições para recebimento de kit digital gratuito em creche de Macapá


    Ação desta quarta-feira (20), na Zona Sul, busca atingir público que pode receber o benefício. Cerca de 40 mil kits já foram entregues; sinal analógico será desligado no dia 14 de agosto. Agendamentos foram realizados realizados na Zona Sul de...


    Ação desta quarta-feira (20), na Zona Sul, busca atingir público que pode receber o benefício. Cerca de 40 mil kits já foram entregues; sinal analógico será desligado no dia 14 de agosto. Agendamentos foram realizados realizados na Zona Sul de Macapá nesta quarta-feira (20) João Neto/Rede Amazônica Faltando pouco mais de um mês para o desligamento do sinal analógico na região metropolitana do Amapá, marcado para o dia 14 de agosto, a Caravana da TV digital passou nesta quarta-feira (20) pelo bairro Universidade, no Centro Educacional Infantil Nossa Senhora de Nazaré, na Zona Sul de Macapá. Durante a ação, a população esclareceu dúvidas, principalmente sobre o direito de receber gratuitamente o kit com conversor, antena e controle remoto. Entre essas pessoas que queriam saber se teria o direito de receber o kit, estava a doméstica Maria Raimunda Furtado, de 36 anos. Ela deixou de receber um benefício federal e foi até a creche tirar a dúvida. "Como perdi o auxílio, não sabia se poderia receber o kit, felizmente vou poder receber ele de graça e continuar assistindo TV normalmente", disse Maria Raimunda, que tem apenas um televisor analógico em casa. As caravanas já percorreram todas as zonas da capital, e também os municípios de Mazagão e Santana, que fazem parte da região metropolitana. O objetivo é levar informação para as famílias carentes. Durante a ação desta quarta-feira, as crianças da creche puderam brincar de pula-pula, enquanto picolés e pipocas eram distribuídas. Hamilton Prazeres, porta voz da Seja Digital no Amapá João Neto/Rede Amazônica Para Hamilton Prazeres, porta voz da "Seja Digital" no estado, o trabalho é mesmo de reforçar a mensagem para que chegue em toda a população que pode ser beneficiária. "São mais de 80 mil kits disponíveis e já foram entregues cerca de 40 mil até agora. Para isso, tanto as caravanas, quanto as visitas casa a casa, buscam chegar nessa população que mais precisa", ressaltou. Agendamento para a retirada dos kits Para agendar a retirada do kit, ou verificar se tem direito a recebê-lo, basta acessar o site da Seja Digital, ligar para o telefone 147 ou ir até um Centro de Referência de Assistência Social (Cras). Para isso basta ter em mãos o CPF ou o NIS do solicitante, que deve ser o titular. O sinal analógico de TV será desligado em 14 de agosto em Macapá e região metropolitana e após essa data, todos os canais abertos de televisão passarão a transmitir a programação exclusivamente pelo sinal digital. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o desligamento do sinal analógico deve liberar a faixa de 700Mhz para que a oferta de internet 4G possa ser expandida por todo o país. O recurso é uma das tecnologias mais avançadas para telefonia móvel. Sinal analógico de TV será desligado em 14 de agosto em Macapá e região metropolitana João Neto/Rede Amazônica Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!