G1 > Santa Catarina

    Tombamento de caminhão deixa trânsito lento na BR-101 em Balneário Camboriú


    Acidente ocorreu no km 140 sentido Sul na madrugada desta quarta-feira. Um caminhão-baú tombou na BR-101, no km 140 sentido Sul, na altura de Balneário Camboriú, Litoral Norte, na madrugada desta quarta-feira (16). Segundo Arteris Litoral Sul,...

    Acidente ocorreu no km 140 sentido Sul na madrugada desta quarta-feira. Um caminhão-baú tombou na BR-101, no km 140 sentido Sul, na altura de Balneário Camboriú, Litoral Norte, na madrugada desta quarta-feira (16). Segundo Arteris Litoral Sul, concessionária que administra o trecho, o acidente chegou a causar quatro quilômetros de fila por volta das 6h. Não há informações sobre feridos. Ainda de acordo com a concessionária, três faixas chegaram a ficar interditadas, mas foram liberadas no início da manhã. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), com a retirada do caminhão o trânsito foi normalizado. As causas do tombamento ainda devem ser apuradas pela polícia. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    UFSC oferece 1930 vagas de graduação pelo Sisu

    UFSC oferece 1930 vagas de graduação pelo Sisu


    Oportunidades são para 100 cursos nos campi de Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville. Inscrições serão de 22 a 25 de janeiro. UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) Henrique Almeida A Universidade Federal de Santa...


    Oportunidades são para 100 cursos nos campi de Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville. Inscrições serão de 22 a 25 de janeiro. UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) Henrique Almeida A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) oferece 1.930 vagas de graduação em 100 cursos nos campi de Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O número representa 30% do total. Do total, 946 vagas são para a modalidade Classificação Geral e 984 para Ações Afirmativas. As inscrições serão realizadas de 22 a 25 de janeiro por meio da página do Sisu. Podem participar candidatos que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018. O resultado da chamada regular será dia 28 de janeiro e as matrículas vão ocorrer de 30 de janeiro a 4 de fevereiro. A UFSC estipula notas mínimas (pesos e pontos de corte) para candidatos que se inscrevem pelo Sisu e reserva vagas para ações afirmativas (cotas), que são destinadas a estudantes que cursaram o Ensino Médio integralmente em escolas públicas com recortes que atendem aspectos de renda, autodeclarados pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiências. As vagas remanescentes ao final da chamada única do processo seletivo do Sisu serão preenchidas por meio da utilização da lista de espera. Para constar dessa lista, o candidato deverá confirmar o interesse à vaga de 28 de janeiro a 4 de fevereiro. A convocação dos candidatos em lista de espera pela instituição será no dia 7 de fevereiro. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Pancadas de chuva causam alagamentos e queda de energia no Sul de SC

    Pancadas de chuva causam alagamentos e queda de energia no Sul de SC


    Criciúma, Içara, Araranguá, Balneário Arroio do Silva e Maracajá tiveram estragos, segundo Defesa Civil Pancadas de chuva provocam alagamentos no Sul do estado Temporais causaram alagamentos, destelhamentos e quedas de energia no Sul catarinense,...


    Criciúma, Içara, Araranguá, Balneário Arroio do Silva e Maracajá tiveram estragos, segundo Defesa Civil Pancadas de chuva provocam alagamentos no Sul do estado Temporais causaram alagamentos, destelhamentos e quedas de energia no Sul catarinense, conforme a Defesa Civil, na noite desta terça-feira (15). Os municípios de Criciúma, Içara, Araranguá, Balneário Arroio do Silva e Maracajá foram atingidos. Em Criciúma, houve alagamentos na área Central e nos bairros São Luiz e Pinheirinho. Alagamento em Criciúma na noite desta terça-feira (15) Defesa Civil/Divulgação Em Içara, houve destelhamento e duas famílias, num total de 12 pessoas, precisaram sair de suas casas e se abrigar com parentes. Também houve alagamentos. Funcionários da Assistência Social foram chamados para o atendimento às famílias. Os demais municípios tiveram queda de energia. Em Balneário Arroio do Silva, 12.958 do total de 13.127 unidades consumidoras da cidades ficaram sem luz. Em Maracajá, 1.174 das 2.841 unidades consumidoras do município ficaram sem luz. Em Araranguá, foram 9.709 de um total de 31.367. Às 22h45, porém, segundo a Celesc, estavam sem energia elétrica 4.466 unidades consumidoras em Balneário Arroio do Silva, 1.679 em Araranguá e três em Maracajá. Veja mais notícias do estado no G1 SC

    SC tem mais de 34 mil moradores que possuem posse de arma de fogo


    Em 2018, 3.544 conseguiram autorização para ter uma arma. Números descartam quem faz uso por causa do trabalho. Veja 1ª reportagem sobre realidade da posse de armas em SC Em Santa Catarina, 34.640 possuem posse de arma de fogo. No ano passado, 3.544...

    Em 2018, 3.544 conseguiram autorização para ter uma arma. Números descartam quem faz uso por causa do trabalho. Veja 1ª reportagem sobre realidade da posse de armas em SC Em Santa Catarina, 34.640 possuem posse de arma de fogo. No ano passado, 3.544 conseguiram a autorização. Esses números descartam quem faz uso da arma por causa do trabalho. Nesta terça-feira (15), o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), assinou um decreto que facilita a posse de armas de fogo. Em 2017, um em cada 10 brasileiros que ganhou o direito a ter uma arma era catarinense, proporção que caiu um pouco no ano passado. Os números são relativos ao direito de ter o registro de uma arma. Isso é diferente do porte, conforme explica o delegado da Polícia Federal Luiz Carlos Korff: "é pra pessoa ter a arma dentro da sua casa ou dentro do seu trabalho. Não permite sair com a arma na rua". Autorização para sair com a arma na rua só 86 catarinenses têm. É um procedimento muito rígido, feito pra quem está ameaçado de morte, por exemplo. E nisso o governo federal não pretende mexer agora. Decreto O que o decreto presidencial fez foi facilitar as regras pra posse. Pra entender por que é preciso saber como era antes, com o Estatuto do Desarmamento de 2003. Quem quer ter o registro de arma de fogo tem que ter mais de 25 anos e precisa primeiro fazer um exame de aptidão psicológica, que dura entre uma e duas horas. A psicóloga Sabrina Guidi é uma das 158 credenciadas pela Polícia Federal para fazer esse exame em Santa Catarina. Ela explica que, para ser considerado apto a manusear uma arma, o candidato precisa demonstrar, na avaliação, traços obrigatórios na personalidade. "Nós temos algumas características que são cognitivas, como atenção e memória, e temos algumas características que são ligadas à personalidade, como, por exemplo, adaptação, controle, flexibilidade", diz. Mas algumas características são proibidas: "como vulnerabilidade, falta de controle, presença de transtornos psicológicos, como depressão", continua a psicóloga. Passando no teste, é hora de aprender a manusear uma arma. Isso pode ser feito em uma escola de tiro. O instrutor Alessandro Cândido, que trabalha em uma escola da Grande Florianópolis, afirma que, além da técnica, eles precisam aprender uma regra básica: "ele só pode atirar em outra pessoa em duas situações: legítima defesa ou defesa de terceiro". Depois das aulas práticas e teóricas, o aluno faz uma prova com um instrutor credenciado. Se aprovado, ele precisa juntar uma série de documentos pessoais. Tem que comprovar que não tem antecedente criminal, não responde a inquérito nem processo criminal. Há ainda uma taxa de R$ 88. Mudanças Todas essas regras continuam as mesmas depois do decreto. A polêmica está num último documento obrigatório: a declaração de efetiva necessidade. "Uma declaração da pessoa dizendo por que ela entende que necessita de uma arma na sua residência ou no seu local de trabalho", explica o delegado da PF. Só que a lei não dizia o que é considerado "efetiva necessidade". O deputado federal catarinense Rogério Peninha (MDB), um dos maiores opositores ao Estatuto do Desarmamento dentro do Congresso Nacional, diz que essa parte do processo trouxe muita confusão na hora de pedir o registro. "É um critério muito subjetivo", afirma. Com o decreto do presidente, a efetiva necessidade passa a ficar pré-definida: morar em estados com mais de 10 homicídios por grupo de 100 mil habitantes, critério em que se encaixam todos os estados e o Distrito Federal, ser dono de estabelecimento comercial ou morar em áreas rurais. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    VÍDEOS: NSC Notícias de terça, 15 de janeiro

    VÍDEOS: NSC Notícias de terça, 15 de janeiro


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina.  Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa...


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina.  Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina. 
    Motorista bêbado que invadiu creche é condenado em Chapecó

    Motorista bêbado que invadiu creche é condenado em Chapecó


    Ele foi sentenciado a um ano e dois meses de reclusão por lesão corporal, mas poderá recorrer em liberdade. Justiça também mandou suspender a CNH dele por sete meses. Caminhonete invade creche em Chapecó nesta terça-feira (24) André...


    Ele foi sentenciado a um ano e dois meses de reclusão por lesão corporal, mas poderá recorrer em liberdade. Justiça também mandou suspender a CNH dele por sete meses. Caminhonete invade creche em Chapecó nesta terça-feira (24) André Zanfonatto/NSC TV O motorista bêbado que invadiu uma creche em Chapecó, no Oeste catarinense, em abril de 2018 deixando 13 crianças feridas, foi condenado a um ano e dois meses de reclusão por lesão corporal. A decisão é da juíza substituta da 2ª Vara Criminal da comarca do município, Letícia Bodanese Rodegheri. O réu vai poder recorrer da sentença em liberdade. A decisão é do dia 11 de janeiro e foi divulgada nesta terça-feira (15) pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). O condutor foi condenado ainda à suspensão da carteira de habilitação por sete meses. O acidente foi no bairro Efapi, no dia 24 de abril de 2018. Duas crianças tiveram lesões graves, mas se recuperaram. Na ocasião, o teste do bafômetro feito pela Polícia Militar constatou a embriaguez do condutor. O réu, que poderá recorrer em liberdade, foi condenado a um ano e dois meses de reclusão. O Centro de Educação Infantil atendia crianças de quatro e cinco anos de idade. No momento em que o carro invadiu a escola, havia 24 alunos com a professora. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Homem é preso em SC com haxixe e adubo para plantação de maconha

    Homem é preso em SC com haxixe e adubo para plantação de maconha


    Abordagem foi feita em carro na BR-101 em Paulo Lopes, na Grande Florianópolis. Tablete de haxixe localizado em carro na BR-101 em Paulo Lopes, SC. Divulgação/PRF-SC Um homem de 38 anos foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF-SC) por volta...


    Abordagem foi feita em carro na BR-101 em Paulo Lopes, na Grande Florianópolis. Tablete de haxixe localizado em carro na BR-101 em Paulo Lopes, SC. Divulgação/PRF-SC Um homem de 38 anos foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF-SC) por volta das 23h30 de segunda-feira (14) na BR-101 em Paulo Lopes, na Grande Florianópolis, com dez tabletes de haxixe e quatro frascos para adubação de plantas em estufa dentro de um carro. Os agentes abordaram um A3 de Santa Vitória do Palmar (RS). Ao conferirem a documentação, perceberam que o motorista estava muito nervoso e por isso fizeram busca no carro. Uma sacola com a droga foi encontrada sob o banco do passageiro. Os tabletes totalizam aproximadamente um quilo. Também foram achados os frascos de fertilizantes que normalmente são usados para adubar plantações de maconha em estufa. Fertilizante estava dentro de veículo abordado pela PRF em SC. Divulgação/PRF-SC O motorista disse que comprou a droga e adubo em Florianópolis e iria entregá-los para uma mesma pessoa em Osório (RS). O condutor foi detido e encaminhado, junto com o haxixe e os frascos de fertilizante, para a Delegacia de Garopaba. Veja mais notícias do estado no G1 SC

    Por risco a museu, Justiça determina que dono faça reparos em casarão em Blumenau


    Imóvel no Centro Histórico da cidade está com a estrutura comprometida. Justiça obriga dono de casarão azul tombado em Blumenau a fazer melhorias no imóvel Um liminar deteminou que o dono de um casarão azul, no Centro Histórico de Blumenau, no...

    Imóvel no Centro Histórico da cidade está com a estrutura comprometida. Justiça obriga dono de casarão azul tombado em Blumenau a fazer melhorias no imóvel Um liminar deteminou que o dono de um casarão azul, no Centro Histórico de Blumenau, no Vale do Itajaí, faça reparos no imóvel. A estrutura está comprometida e põe em risco o Museu de Hábitos e Costumes, que fica bem ao lado. A parede que divide o casarão e o museu está tomada pelo mofo. Uma das ações que foram determinadas na liminar é a troca das calhas, e a limpeza e retirada de vegetação do telhado. "Há infiltração causando risco inclusive de ruir a parede, segundo informações da própria Defesa Civil. Além do risco de que com a inflitração desse prédio pode haver a qualquer momento um incêndio, que pode consumir tanto o casarão quanto o museu, ou próprio prédio da Câmara de Vereadores. Então o risco é muito grande, pela situação e pelo estado de abandono, que infelizmente esse prédio está", diz o prefeito Blumenau, Mário Hildebrandt. Caso o dono do prédio descumpra a decisão, está prevista uma multa de R$ 10 mil por dia, que pode chegar a R$ 5 milhões. "Se mais uma avaliação da Defesa Civil e da Secretaria de Desenvolvimento Urbano disser que o risco aumentou, nós vamos ter que retirar esse acervo daqui, guardar em outro local e infelizmente tirá-lo da exposição ao público até que essa situação se resolva. São peças históricas, que são de grande valia para a cidade, para nossa história e para a nossa tradição", diz o prefeito. O casarão foi tombado em 2000, com a ideia de preservar as características do Centro Histórico de Blumenau. Desde 2006, uma ação na Justiça busca a anulação do tombamento da propriedade. Dois anos depois, a Fundação Catarinense de Cultura também entrou com uma ação, pedindo que o dono restaurasse o local. Na calçada onde os pedestres passam tem pedaços da parede - o casarão esta se deteriorando aos poucos. O advogado do dono do casarão disse que eles ainda não foram notificados e que parte dos reparos emergenciais pedidos pelo juiz já foi feita. É o caso do conserto no telhado e da defesa da infiltração que prejudicaria a parede do museu, afirmou. Disse ainda que o dono quer instalar tapumes na calçada para proteger a rua, mas alerta de que para isso a prefeitura precisa autorizar por causar restrição no espaço para pedestres. A administração municipal disse que os últimos reparos feitos pelo dono do casarão foram há mais de dois anos. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Governador de SC veta projeto de lei sobre nome social na administração pública do estado

    Governador de SC veta projeto de lei sobre nome social na administração pública do estado


    Moisés seguiu recomendação da procuradoria, que julgou projeto inconstitucional por invadir competência da União. PL 48/2017 foi aprovado na Alesc em dezembro de 2018 Reprodução/Alesc O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), vetou...


    Moisés seguiu recomendação da procuradoria, que julgou projeto inconstitucional por invadir competência da União. PL 48/2017 foi aprovado na Alesc em dezembro de 2018 Reprodução/Alesc O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), vetou o projeto de lei (PL) número 48/2017, aprovado pela Assembleia Legislativa (Alesc) em dezembro, que trata do uso do nome social e reconhecimento da identidade de gênero de travestis e transexuais na administração e escolas públicas do estado. Moisés acatou recomendação da Procuradoria-Geral do Estado (PGE). O veto foi publicado no Diário Oficial do Estado de segunda-feira (14). O PL diz que os travestis e transexuais têm direito à identificação pelo nome social em fichas de cadastros, formulários, prontuários, registros escolares e documentos semelhantes para atendimento por qualquer órgão da administração pública, autarquias e escolas públicas. Além disso, servidores e agentes públicos devem tratar os travestis e transexuais pelo nome social, adotado a pedido da própria pessoa ou do responsável, quando se tratar de menor de idade, conforme o PL. No parecer no qual o veto foi baseado, a procuradoria argumenta que alterações no prenome devem observar normas da União, que tem competência para legislar sobre a mudança de nome. "As disposições do autógrafo do projeto de lei nº 048/2017 incidem em vício de inconstitucionalidade sob o aspecto formal por invadirem a esfera de competência da União para legislar sobre a mudança de nome, ainda que se trate de designação social", diz a PGE no parecer. O G1 não conseguiu contato com o deputado Cesar Valduga (PC do B), autor do projeto de lei. A Alesc informou que o veto será votado pelos deputados estaduais eleitos, que tomarão posse em 1º de fevereiro. Não há data marcada a análise do veto pelos parlamentares. A votação pode ocorrer nas sessões posteriores à solenidade da posse. Comissão da OAB não vê inconstitucionalidade A presidente da Comissão de Direito Homoafetivo e Gênero da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Santa Catarina, Margareth Hernandes, discorda do entendimento da PGE. "Essa inconstitucionalidade, no meu entendimento, não existe", disse. "A princípio, quando o governo federal emitiu o decreto, autorizou [o uso do nome social] somente nas repartições federais", acrescentou. O PL 48/2017 faria isso nas repartições estaduais, conforme a presidente. "Primeiramente, [o veto] está afetando o princípio da dignidade humano", argumentou Margareth. "Em segundo plano, o STF [Superior Tribunal Federal] decidiu recentemente a alteração do registro civil. Se o STF decidiu em favor da alteração em cartórios, não vejo por que do problema da utilização do nome social", completou. Nesse último argumento, a presidente se refere à decisão do Supremo Tribunal Federal de permitir que transexuais e transgêneros possam alterar seu nome no registro civil sem a necessidade de realização de cirurgia de mudança de sexo. Isso ocorreu em março do ano passado. O decreto sobre autorização do nome social no serviço público federal foi assinado em abril de 2016 pela então presidente Dilma Rousseff (PT). Veja mais notícias do estado no G1 SC

    Concessionária diz que contrato prevê acesso pronto ao aeroporto de Florianópolis até a inauguração do novo terminal


    Secretário de Estado de Infraestrutura disse em entrevista que não há como garantir que obra que leva ao novo terminal seja concluída no prazo. Secretário de Infraestrutura de SC fala sobre obras do aeroporto de Florianópolis A declaração do...

    Secretário de Estado de Infraestrutura disse em entrevista que não há como garantir que obra que leva ao novo terminal seja concluída no prazo. Secretário de Infraestrutura de SC fala sobre obras do aeroporto de Florianópolis A declaração do secretário de Infraestrutura de Santa Catarina, Carlos Hassler, à NSC TV que não há garantias de que as obras de acesso ao novo terminal de passageiros do aeroporto internacional de Florianópolis, sejam concluídas no prazo gerou reação por parte da concessionária suíça que administra o local. Por meio de nota, o Floripa Airport diz que o contrato de concessão firmado com o governo do estado estabelece que o acesso rodoviário ao aeroporto tem que estar pronto até a inauguração do novo terminal, previsto para, no máximo, em outubro deste ano. O acesso já deveria estar pronto desde 2015, mas apenas um trecho está concluído. Outros dependem ainda de desapropriações. A declaração de Hassler foi dada ao NSC Notícias na última semana. "Isso não é um problema da Infraestrutura. É importante a sociedade entender que a infraestrutura não é um problema do secretário, é nosso. Por isso o próprio governador já deu diretrizes. Nós vamos buscar conversas com o Judiciário, com a Promotoria, com o Meio Ambiente, de modo que todos juntos construam a solução. É sempre importante colocar que o cronograma elaborado e inicialmente acordado para essa obra era final do ano. Então ótimo, a iniciativa privada como seus meios e suas facilidades, não atrelada a nossa máquina administrativa e a nossa legislação, conseguiram antecipar. Nós vamos fazer o possível para atender isso", disse ele na ocasião. Obra A nota da concessionária diz ainda que o acesso é um projeto de 2008 que está em construção desde 2015 e que a conclusão do acesso foi prometida e documentada à Floripa Airport pelo governo do estado para o final do ano passado. A concessionária conclui ressaltando a importância da obra não só para a operacionalização do novo terminal de passageiros, mas para a melhoria da mobilidade no Sul da Ilha, e que por isso merece prioridade total por parte do Poder Público. Em resposta à nota, o secretário de Infraestrutura voltou a se pronunciar. "Quando eu não digo 'vamos adiantar', eles ficam estressados porque eles acham que não estamos dando devida atenção, mas é uma leitura errada. É uma obra prioritária. Nosso objetivo é entregá-la pronta no prazo. Estamos trabalhando firme para isso. Se eu disse que estará pronto, estou sendo leviano. Uma obra com tantos problemas geológicos, jurídicos, que envolve desapropriação. Eu não posso dizer que vou terminar. Não posso garantir, mas digo que estamos trabalhando pesado". Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Com ventos fracos no oceano, temperatura do mar fica acima do normal em parte do litoral de SC

    Com ventos fracos no oceano, temperatura do mar fica acima do normal em parte do litoral de SC


    Segundo meteorologista Leandro Puchalski, isso ocorre principalmente entre a Grande Florianópolis e o Litoral Norte. Mar em Itapoá está entre as maiores temperaturas da água no estado Mauro Goulart/Divulgação O mar no litoral catarinense está...


    Segundo meteorologista Leandro Puchalski, isso ocorre principalmente entre a Grande Florianópolis e o Litoral Norte. Mar em Itapoá está entre as maiores temperaturas da água no estado Mauro Goulart/Divulgação O mar no litoral catarinense está mais quente que o normal neste verão, segundo o meteorologista da NSC, Leandro Puchalski. Isso ocorre principalmente entre a Grande Florianópolis e o Litoral Norte, onde a variação pode chegar a 3º C em alguns pontos. O oceanográfo da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) Argeu Vanz explicou que isso está relacionado aos ventos fracos no oceano. De acordo com o monitoramento feito pela Epagri/Ciram, órgão que acompanha as condições do tempo em Santa Catarina, a temperatura da água chega perto dos 30º C no Norte do estado, na costa de cidades como Itapoá. Temperatura do mar no litoral de Santa Catarina na tarde desta terça-feira (15) Reprodução/Epagri/Ciram A temperatura no mar fica perto dos 28º C até Balneário Camboriú, no Litoral Norte. Até o Sul da Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis, ela chega até os 26,5ºC. Depois da capital, mais ao Sul do estado, a temperatura diminui um pouco mais e fica na casa dos 24ºC. O oceanógrafo explicou que há influência da corrente do Brasil, que traz águas quentes. Além disso, o vento fraco faz com que não haja muita mistura de temperaturas, já que a água fria tende a ficar no fundo do mar. No Sul do estado, o vento Nordeste junta a superfície com a água do fundo. Tendência Caso não haja muita mudança na força dos ventos, a tendência é de que a situação dos mares no litoral catarinense continue, segundo o oceanógrafo. Puchalski afirmou que, como a variação de temperatura da água é mais lenta do que a do ar, boa parte do verão deve ser dessa forma. Porém, ele também avisou que o vento Sul deve ganhar força no final de semana, portanto os banhistas que estiverem satisfeitos com a temperatura da água no mar mais quente devem aproveitar os próximos dias. Veja mais notícias do estado no G1 SC

    Casan é multada em R$ 2,9 milhões por entupimento de tubulação em Laguna


    Com o entupimento, os efluentes precisaram ser retirado por caminhões. Punição é por infrações ambientais. Casan de Laguna é multada por esgoto na Praia do Mar Grosso A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) foi multada em R$ 2,9...

    Com o entupimento, os efluentes precisaram ser retirado por caminhões. Punição é por infrações ambientais. Casan de Laguna é multada por esgoto na Praia do Mar Grosso A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) foi multada em R$ 2,9 milhões por cometer infrações ambientais em Laguna, no Sul catarinense. A multa foi aplicada pela Fundação Lagunense do Meio Ambiente (Flama), por causa do entupimento de um emissário submarino, que é uma tubulação usada para despejar o esgoto no mar. O entupimento aconteceu em dezembro do ano passado. O emissário submarino está localizado próximo ao posto salva-vidas 3, na praia do Mar Grosso. Com o entupimento, os efluentes precisaram ser retirados por caminhões. A Flama não confirmou se parte do esgoto foi parar nas ruas e praia da cidade. O problema ocorreu por causa do entupimento do emissário e pela ligação clandestina de esgoto na rede pluvial, aquela da água da chuva. Por causa dos transtornos, a prefeitura está fazendo uma operação para lacrar as ligações irregulares. O Ministério Público instaurou uma ação civil pública em 2017 para acompanhar a situação do emissário. Ficou definido que a tubulação ia ser desativada em novembro do ano passado, mas os trabalhos atrasaram. Uma nova tubulação vai ser construída para despejar o esgoto na estação de tratamento da própria Casan. Em nota, a Casan disse que o entupimento do emissário foi um acidente pontual e que foi solucionado com o apoio de uma empresa especializada. Afirmou ainda que desde então vem trabalhando em conjunto com a prefeitura para evitar transtornos no saneamento. Em relação à multa, está em análise pela área técnica da companhia. Veja mais notícias do estado no G1 SC

    Adutora rompe em Palhoça e abastecimento da Grande Florianópolis é prejudicado


    Distribuição de água de Florianópolis, Biguaçu, São José e Palhoça está comprometida nesta terça-feira. Acidente rompe adutora da Casan na Grande Florianópolis Uma adutora rompeu na manhã desta terça-feira (15) em Palhoça, na Grande...

    Distribuição de água de Florianópolis, Biguaçu, São José e Palhoça está comprometida nesta terça-feira. Acidente rompe adutora da Casan na Grande Florianópolis Uma adutora rompeu na manhã desta terça-feira (15) em Palhoça, na Grande Florianópolis, prejudicando o abastecimento de água da cidade, de Biguaçu, de São José e de Florianópolis. Até a publicação desta notícia, não havia previsão de regularização do sistema. Segundo a Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento), a adutora foi rompida durante obras em uma empresa de supermercado. A estrutura tem 1,2 mil milímetros e é a principal rede de abastecimento da região. Na capital catarinense, o Centro, região continental e bairros próximos à bacia do Itacorubi dependem desta tubulação. A Casan diz que moradores com caixa de água ainda não devem estar sentindo os efeitos do acidente. A empresa sugere a economia de água e não deu prazo para o término do conserto. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Criança encontra jacaré na garagem de casa em Tijucas; VÍDEO

    Criança encontra jacaré na garagem de casa em Tijucas; VÍDEO


    Bombeiros foram acionados e retiraram filhote do réptil da residência. Ninguém ficou ferido. Vídeo: jacaré é capturado em garagem de casa de Tijucas Uma criança de 5 anos encontrou no segunda-feira (14) um jacaré na garagem de casa em Tijucas,...


    Bombeiros foram acionados e retiraram filhote do réptil da residência. Ninguém ficou ferido. Vídeo: jacaré é capturado em garagem de casa de Tijucas Uma criança de 5 anos encontrou no segunda-feira (14) um jacaré na garagem de casa em Tijucas, na Grande Florianópolis. Conforme os bombeiros, o animal foi recolhido pelos socorristas e não feriu ninguém. O caso foi registrado por volta das 15h30. De acordo com o sargento Veronezi, o menino estava brincando na garagem quando viu um movimento atrás dos móveis. Jacaré foi capturado em garagem de casa em Tijucas Dayane Nunes/VipSocial "Ele chamou os pais e não chegou perto do animal. Mesmo os pais acharam que poderia ser um lagarto, muito comum por aqui no verão", disse Veronezi. Os bombeiros foram até o local e usaram uma vara de captura para imobilizar o réptil. Bicho estava escondido em garagem de casa de Tijucas Dayane Nunes/VipSocial De acordo os bombeiros, o animal era um filhote entre 60 e 70 centímetros. "Passa um córrego próximo da casa. Na verdade, fica entre 500 e 600 metros da casa. Ele devia estar perdido da mãe", completou o bombeiro. O animal foi solto em seu habitat, o córrego da região. A orientação dos bombeiros é de não tentar capturar ou matar o animal, sempre chamando a corporação para auxílio. Captura do animal foi feita em Tijucas Dayane Nunes/VipSocial Veja mais notícias do estado no G1 SC

    Sine tem mais de 1,6 mil vagas de emprego abertas em SC


    Há oportunidades ainda para pessoas com deficiência. Confira as vagas de emprego disponíveis em algumas cidades de SC O Sine (Sistema Nacional de Empregos) está com 1.631 vagas abertas em Santa Catarina, em várias regiões. Algumas delas são para...

    Há oportunidades ainda para pessoas com deficiência. Confira as vagas de emprego disponíveis em algumas cidades de SC O Sine (Sistema Nacional de Empregos) está com 1.631 vagas abertas em Santa Catarina, em várias regiões. Algumas delas são para vendedor, pintor, pedreiro, carpinteiro, encanador, operador de caixa, revisor de texto e lavador de veículos, entre outras. Há oportunidades ainda para pessoas com deficiência. As cinco cidades que oferecem mais vagas no estado são: Chapecó - 547 Concórdia - 174 Joinville - 123 (sendo 26 para pessoas com deficiência) Blumenau - 113 Balneário Camboriú - 97 (sendo 17 para pessoas com deficiência). Para ter acesso às vagas de emprego é preciso ir pessoalmente até a unidade do Sine mais próxima, com RG e carteira de trabalho. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Prefeito sanciona lei que permite horário livre de funcionamento do comércio em Florianópolis

    Prefeito sanciona lei que permite horário livre de funcionamento do comércio em Florianópolis


    Legislação havia sido aprovada pela Câmara de Vereadores em novembro de 2018. Comércio na Rua Jerônimo Coelho, Florianópolis Joana Caldas/G1 O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (MDB), sancionou lei que permite horário livre...


    Legislação havia sido aprovada pela Câmara de Vereadores em novembro de 2018. Comércio na Rua Jerônimo Coelho, Florianópolis Joana Caldas/G1 O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (MDB), sancionou lei que permite horário livre funcionamento do comércio, indústria e serviços da cidade. A sanção foi publicada no Diário Oficial do município do dia 11 de janeiro. A legislação foi aprovada pela Câmara de Vereadores no dia 6 de novembro de 2018. Pela lei anterior, o funcionamento era permitido das 7h às 22h nos dias úteis e das 7h às 20h aos sábados, e nos domingos anteriores à Páscoa, Dia dos Pais, Dia das Mães, Dia dos Namorados e Dia da Criança, além de dois antes do Natal. Lojas que abriam em outros domingos precisavam de alvarás específicos. A lei sancionada prevê que sejam observadas as normas da legislação federal sobre a duração e condições de trabalho, assim como os acordos firmados e em vigor entre as categorias sindicais. Na época em que a proposta foi aprovada pelos vereadores, a Federação dos Trabalhadores no Comércio no Estado de Santa Catarina (Fecesc) disse que a mesma não apresentava alteração em relação ao atualmente praticado no município. Para a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Florianópolis, com a entrada em vigor da lei o consumidor "ganha mais chances de ir às compras" e o empresário "terá a liberdade de expor o estabelecimento à melhor forma de horário de atendimento". Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Prefeitura abre dois editais para Carnaval de Florianópolis

    Prefeitura abre dois editais para Carnaval de Florianópolis


    As chamada públicas envolvem os blocos de rua e da Arena Central. Centenas de pessoas participam do bloco de sujos em Florianópolis Graciela Andrade/NSC TV A Prefeitura de Florianópolis está com dois editais abertos para a realização do...


    As chamada públicas envolvem os blocos de rua e da Arena Central. Centenas de pessoas participam do bloco de sujos em Florianópolis Graciela Andrade/NSC TV A Prefeitura de Florianópolis está com dois editais abertos para a realização do Carnaval, tanto de pedidos de auxílio de infraestrutura para blocos de rua, quanto para a promoção e organização de eventos na Arena Central. No caso dos blocos de rua, a administração precisa saber quais são as necessidades em termos de estruturais. As inscrições devem ser entregues até dia 21 de janeiro, às 17h, no setor de Protocolo da Secretaria Municipal de Turismo, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico (Setur), na Rua Padre Roma, 482, no terceiro andar do Edifício Premier. Já sobre o edital para a Arena Central, a empresa vencedora arcará com os custos da abertura oficial do Carnaval com o tradicional bloco Berbigão do Boca, estrutura da própria arena e outras contrapartidas. O resultado valerá para as três próximas edições da festa. As empresas interessadas em participar do edital da Arena Central também devem comparecer no Protocolo da Setur, até o dia 22 de janeiro, às 14h, para abertura dos envelopes. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Corpo de turista do PR é encontrado na Praia dos Ingleses, em Florianópolis

    Corpo de turista do PR é encontrado na Praia dos Ingleses, em Florianópolis


    Fernando Lima de Mattos foi localizado na madrugada desta terça-feira. A suspeita é que o jovem tenha se afogado após ser puxado pela correnteza. O corpo do jovem Fernando Lima de Mattos, de 22 anos, foi encontrado na Praia dos Ingleses, em...


    Fernando Lima de Mattos foi localizado na madrugada desta terça-feira. A suspeita é que o jovem tenha se afogado após ser puxado pela correnteza. O corpo do jovem Fernando Lima de Mattos, de 22 anos, foi encontrado na Praia dos Ingleses, em Florianópolis, na madrugada desta terça-feira (15), por volta da 1h. O turista de Curitiba (PR) havia desaparecido no mar, na última quinta-feira (10), quando iniciaram as buscas pelos bombeiros. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o jovem foi encontrado por pessoas que passavam pelo local e estava em avançado estado de decomposição na areia. Os bombeiros e a Polícia Militar foram acionados, assim como o Instituto Geral de Perícias (IGP) que recolheu o corpo. A identificação ocorreu no início da tarde, após exames de impressões digitais. Familiares disseram aos bombeiros que ele estava na água acompanhado de outras quatro pessoas, e a suspeita é que o jovem tenha se afogado após ser puxado pela correnteza. Veja mais notícias do estado no G1 SC. Buscas foram realizadas na Praia dos Ingleses em Florianópolis Bombeiros/ Divulgação

    VÍDEOS: Jornal do Almoço de terça-feira, 15 de janeiro


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa...

    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina.

    Governo de SC é multado por postergar obras emergenciais em terra indígena


    Segundo a decisão, a multa é de R$ 356 mil por não realizar os trabalhos, mais R$ 2 mil por dia pelo descumprimento. A ação tramita há cinco anos. A Justiça Federal multou em R$ 356 mil o Governo do Estado por não realizar obras emergenciais na...

    Segundo a decisão, a multa é de R$ 356 mil por não realizar os trabalhos, mais R$ 2 mil por dia pelo descumprimento. A ação tramita há cinco anos. A Justiça Federal multou em R$ 356 mil o Governo do Estado por não realizar obras emergenciais na Terra Indígena Toldo Chimbangue, em Chapecó, no Oeste catarinense. A decisão é de sexta-feira (11) e cabe recurso. A Procuradoria Geral do Estado (PGE) informou que recebeu a intimação e vai recorrer. A ação tramita há cinco anos. Para a juíza Heloisa Menegotto Pozenato, da 2ª Vara Federal em Chapecó, "é com assombro, infeliz assombro, que verifico o escárnio com que tem sido tratado um acordo extrajudicial firmado pelas partes ainda no ano de 2014". Ainda em 2017, a Justiça determinou que as obras fossem feitas em 240 dias. Eram melhorias relativas à moradia e saneamento básico. "Tenho que cinco anos para a tomada de medidas emergenciais é suficiente. Também tenho que as medidas coercitivas adotadas até o momento não estão sendo bastante para induzir o cumprimento do acordado entre as partes", complementou o juiz na decisão. Em 2016, as obras de melhoria foram orçadas em R$ 152.518,92. A Justiça Federal ainda diz que esse valor será sequestrado do estado para realizar as obras. Pela decisão, o estado também fica proibido de realizar propaganda institucional com multa diária de R$ 2 mil. Veja mais notícias do estado no G1 SC.
    Mais Médicos: edital complementar encerra sem preencher 10 vagas em SC

    Mais Médicos: edital complementar encerra sem preencher 10 vagas em SC


    Segundo governo estadual, número será complementado por brasileiros formados no exterior. Sem reposição, do Mais Médicos, demanda para demais profissionais triplicou em São Domingos, SC. Reprodução/NSC TV A Secretaria de Saúde do Estado...


    Segundo governo estadual, número será complementado por brasileiros formados no exterior. Sem reposição, do Mais Médicos, demanda para demais profissionais triplicou em São Domingos, SC. Reprodução/NSC TV A Secretaria de Saúde do Estado divulgou na segunda-feira (14) que dez vagas do edital complementar do programa Mais Médicos não foram preenchidas. Até a publicação desta notícia, o estado não havia divulgado quais cidades ficaram desassistidas dos profissionais. Ainda de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, outras nove vagas para atendimento em distrito sanitário especial indígena foram abertas. Mas, o processo seletivo para se candidatar não foi divulgado. O edital complementar do Mais Médicos foi publicado em 7 de dezembro, com 54 vagas para 43 municípios catarinenses. Os médicos deviam formalizar a inscrição até 21 de dezembro e tinham até a última quinta-feira (10) para se apresentarem. Apenas 44 compareceram aos postos de trabalho e os outros que chegaram a participar da seleção, mas não se apresentaram. A previsão é que eles comecem a atuar entre 4 e 5 de fevereiro. As vagas remanescentes devem ser oferecidas a brasileiros formados no exterior, mas o estado ainda não informou como deve ocorrer o novo processo. Vagas e salário Anteriormente, com saída dos médicos cubanos, outras 204 vagas já haviam sido preenchidas em edital inicial publicado no ano passado. A decisão do país caribenho de sair do programa federal provocou no estado uma baixa de 260 médicos. Os médicos trabalham 40 horas semanais em postos de saúde. Todos devem apresentar uma declaração de que não possuem outro emprego que impeça de cumprir essa carga horária e recebem salário mensal de R$ 11.865,60. Veja mais notícias do estado no G1 SC

    Vídeo mostra resgate de filhote de gato preso em parede de hospital de SC


    Animal foi localizado por funcionário por causa do forte miado. Trabalho de retirada levou mais de uma hora. Gata presa em parede do Hospital Santo Antônio é resgatada Uma gata, ainda filhote, foi retirada de uma das paredes do Hospital Santo...

    Animal foi localizado por funcionário por causa do forte miado. Trabalho de retirada levou mais de uma hora. Gata presa em parede do Hospital Santo Antônio é resgatada Uma gata, ainda filhote, foi retirada de uma das paredes do Hospital Santo Antônio, em Blumenau, no Vale do Itajaí. A equipe da unidade de saúde não mediu esforços para salvar o animal e realizou uma verdadeira operação de resgate na última sexta-feira (11). O animal ficou pelo menos um dia preso no local e estava em uma área que fica na passarela de acesso a administração do hospital. Ele foi localizado por conta do forte som do miado, que foi percebido por um dos funcionários. Resgate Vídeo mostra resgate de filhote de gato preso em parede de hospital em Blumenau Segundo o hospital, foi necessário quebrar a parede e fazer uma abertura de 25 centímetros de espessura nos tijolos maciços para encontrar o animal. Os trabalhos levaram cerca de 80 minutos. Segundo os funcionários do hospital, a suspeita é de que a gata tenha entrado por um pequeno buraco que fica perto de um dreno pluvial, para não acumular água embaixo das instalações do hospital. Ela teria caído e não conseguiu sair mais do local. O filhote foi retirado com pequenos arranhões no focinho e levado para atendimento veterinário. A gata ganhou o nome de Vida e foi adotado pela diretora do hospital. Veja mais notícias do estado no G1 SC.
    Conheça 4 opções de financiamento para o ensino superior

    Conheça 4 opções de financiamento para o ensino superior


    Descubra como financiar seus estudos e viabilizar o sonho de fazer um curso superior Conheça 4 opções de financiamento para o ensino superior Pexels Financiar os estudos pode ser uma boa alternativa para quem quer realizar o sonho de cursar o...


    Descubra como financiar seus estudos e viabilizar o sonho de fazer um curso superior Conheça 4 opções de financiamento para o ensino superior Pexels Financiar os estudos pode ser uma boa alternativa para quem quer realizar o sonho de cursar o ensino superior. O financiamento funciona como um empréstimo que você começa a pagar apenas depois que terminar e que ou isenta as parcelas no período de estudos ou diminui o valor delas. No Brasil, optar por financiar os gastos com o ensino superior é cada vez mais comum. Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Mantenedora de Ensino Superior (ABMES) mostrou que cerca de metade dos brasileiros interessados em cursar o ensino superior dependem de programas de financiamento e de bolsas estudantis. Por conhecer essa realidade, muitas faculdades disponibilizam diferentes opções de bolsas e financiamentos – e não só as que são oferecidas pelo governo federal. A seguir, elencamos diferentes financiamentos disponíveis para viabilizar o seu objetivo de concluir o ensino superior. Programas oferecidos por instituições privadas de ensino superior Alguns bancos e instituições de ensino superior possuem os seus próprios programas e propostas de financiamento estudantil. Esse é o caso da UniSociesc. A faculdade oferece o PraValer, um programa semestral disponível em mais de 300 instituições conveniadas em todo o Brasil. Para participar é necessário ter um fiador com renda superior a um salário mínimo ao mês e que não tenha o nome no SPC/Serasa. As mensalidades do semestre são pagas totalmente pelo fundo e o aluno tem até seis meses após o semestre para pagar a sua dívida. É possível renovar o crédito, desde que o aluno não atrase nenhuma mensalidade. Também há a possibilidade de se cadastrar diretamente pelo site. Na UniSociesc, o juro para o estudante é zero. Programas de financiamento do ensino superior oferecidos pelo governo O mais famoso programa de financiamento e o que apresenta a melhor taxa de juros é o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Criado pelo Ministério da Educação (MEC), o Fies financia os estudos de alunos que não podem pagar uma faculdade particular. Para participar, os alunos devem se matricular em cursos que possuem avaliação positiva do MEC em instituições que aceitam o programa, como é o caso da UniSociesc. Um outro pré-requisito é que o aluno tenha feito a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), na qual ele deve ter obtido a nota mínima de 450 pontos e não pode ter zerado na redação. Para acessar o Fies o aluno também deve apresentar uma renda familiar que não pode ser superior a três salários mínimos por mês. O Fies trabalha com juros de cerca de 3,4% ao ano e cobra uma taxa trimestral de R$ 50 como pagamento dos juros. Acessando este link é possível tirar todas as dúvidas sobre o financiamento e ainda checar os documentos exigidos para efetuar a sua inscrição. Conheça 4 opções de financiamento para o ensino superior Pexels Financiamento bancário para cursos do ensino superior O financiamento bancário funciona como qualquer linha de crédito oferecida por bancos e financeiras, ou seja, é como um empréstimo. Você contrata, recebe o dinheiro para pagar a faculdade e assume o compromisso de devolver esse dinheiro com juros e correção monetária – além de possíveis taxas administrativas. Há diversas instituições privadas que oferecem esse serviço, como Itaú, Bradesco e Santander. A Caixa e o Banco do Brasil também possuem essa linha de crédito. Como em todo empréstimo, as taxas variam de banco para banco. Em geral, o valor máximo do financiamento não ultrapassa 50% do custo total do curso. Isso quer dizer que você terá de arcar com metade do valor cobrado pela faculdade. Todas as condições são estabelecidas na contratação do crédito e, para solicitar esse tipo de financiamento, é preciso que a faculdade do seu interesse tenha parceria com a instituição que oferece o crédito. O produto pode ser contratado por quem já cursa o ensino superior ou por quem acabou de ingressar. Conheça a modalidade PEP – Parcelamento Estudantil Privado O PEP oferece a opção de parcelar até 70% do seu curso no ensino superior sem juros, sendo esse parcelamento pré-aprovado. Funciona assim: o aluno escolhe uma das instituições participantes e um dos três tipos de parcelamento (PEP 25, PEP 30 e PEP 50). No PEP 25, o aluno financia 70% do valor total da mensalidade e paga os outros 30% desse valor. Para o PEP 30, o desconto é de 30% e o aluno paga 70% do valor da mensalidade. Já no PEP 50, 50% do valor total da mensalidade é financiado e os outros 50% são pagos pelo aluno. Todos esses financiamentos podem ser pagos depois de se formar. Para participar, basta se inscrever pelo site específico do PEP. Dica que vale ouro: seja cuidadoso para escolher com responsabilidade Conseguir um financiamento estudantil depende de boa pesquisa, organização do orçamento e conversa franca com a faculdade. Segundo o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a primeira coisa a fazer é uma boa avaliação do seu orçamento: existe algo que possa ser cortado, uma “gordurinha” que possa ser “enxugada”? Veja o quanto esse valor pode contribuir no pagamento da sua mensalidade no curso escolhido no ensino superior. Além disso, não deixe de dialogar com a sua faculdade. Podem existir bolsas nas quais você se encaixa na própria instituição de ensino escolhida. Depois de percorrer todos esses passos e tendo em mãos a informação de quanto você poderá dispor de dinheiro para pagar as mensalidades, avalie cada linha de financiamento e pondere em qual você melhor se enquadra. Não se esqueça: todo financiamento tem juros, portanto, quanto menos você precisar financiar, melhor. Afinal, uma hora a conta chegará. E, no caso de um financiamento privado, fique atento: pode acontecer de você já ter que começar a pagá-lo durante o curso. Portanto, tenha certeza de que esse valor caberá no seu orçamento. Lembre-se sempre de pesquisar com calma sobre os tipos de financiamento estudantil que estão disponíveis para você e calcule direitinho todos os custos para não se apertar. Para saber mais sobre como conquistar sua evolução por meio da educação, acesse o canal Transformação na Prática.
    Serra do Corvo Branco em SC é interditada por risco de desmoronamento

    Serra do Corvo Branco em SC é interditada por risco de desmoronamento


    Parte da SC-370 está com o asfalto cedido. Não há previsão de reabertura do trecho. Defesa Civil interdita serra do Corvo Branco, na região de Urubici A Defesa Civil Estadual interditou parcialmente a SC-370 e a Serra do Corvo Branco, entre o...


    Parte da SC-370 está com o asfalto cedido. Não há previsão de reabertura do trecho. Defesa Civil interdita serra do Corvo Branco, na região de Urubici A Defesa Civil Estadual interditou parcialmente a SC-370 e a Serra do Corvo Branco, entre o distrito de Aiurê, em Grão Pará, e o município de Urubici, por risco de desmoronamento. O trecho foi fechado por uma equipe técnica com apoio da Polícia Militar, por volta das 22h, da segunda-feira (14). Ainda não há previsão de reabertura. Segundo o governo estadual, a medida foi tomada por causa das chances de queda de rochas e comprometimento de diversos pontos da pista. Serra do Corvo Branco está com trechos desmoronados Defesa Civil/Divulgação A partir da manhã desta terça-feira (15), será feita uma nova avaliação para elaborar um plano de trabalho e avaliar a possibilidade de solicitar recursos ao Ministério de Integração para a solução do problema. "Esta avançando muito a situação de deslizamento. A parte onde há asfalto no pé da serra, ela evolui bastante a rachadura, está maior do que sábado, e se verificou a necessidade de interdição", explica o secretário de Defesa Civil catarinense, João Batista Cordeiro Júnior. Asfalto cedeu na rodovia SC-370 Defesa Civil/Divulgação Rotas alternativas A Defesa Civil divulgou três trajetos alternativos para quem segue do Litoral para Serra: SC-390 e SC-110 até Urubici BR-282 Serra do Rio do Rastro Veja mais notícias do estado no G1 SC
    VÍDEOS: BDSC desta terça-feira, 15 de janeiro

    VÍDEOS: BDSC desta terça-feira, 15 de janeiro


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa...


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina.
    SC terá calor de até 37°C e chance de chuva nesta terça; confira a previsão

    SC terá calor de até 37°C e chance de chuva nesta terça; confira a previsão


    Início da manhã é marcado por nuvens e aberturas de sol. Confira a previsão do tempo para Santa Catarina A terça-feira (15) iniciou com a presença de nuvens e aberturas de sol em Santa Catarina. As temperaturas altas predominam em todas as...


    Início da manhã é marcado por nuvens e aberturas de sol. Confira a previsão do tempo para Santa Catarina A terça-feira (15) iniciou com a presença de nuvens e aberturas de sol em Santa Catarina. As temperaturas altas predominam em todas as regiões. Há possibilidade de pancadas de chuva com trovoada podem ocorrer ao longo da tarde e noite em todas as regiões. A temperatura segue em elevação e a previsão é de chegar aos 37°C no Norte, Sul e Vale do Itajaí. No Oeste, as máximas devem marcar 34°C. Manhã na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, nesta terça-feira (15) Wilson Coelho/ Arquivo pessoal Segundo a Central NSC de Meteorologia, o calor junto com a umidade mais elevada traz chuva em forma de pancadas. "Até pode chover agora de manhã, mas a partir do meio da tarde para a noite continua sendo o período do dia mais propício para os temporais de verão", explica a técnica em meteorologia Bianca Souza. Veja a previsão completa para a sua cidade no G1. Veja mais notícias do estado no G1 SC. Amanhecer no Centro de Florianópolis Odemar Andrade/ NSC TV
    Polícia Militar cumpre 16 mandados de busca e apreensão na comunidade da Vila União, em Florianópolis

    Polícia Militar cumpre 16 mandados de busca e apreensão na comunidade da Vila União, em Florianópolis


    'Operação União' foi feita na manhã desta terça-feira, continuidade da 'Operação Mãos Dadas'. PM cumpre mandados de busca e apreensão na Vila União PM/Divulgação A Polícia Militar realizou na manhã desta terça-feira (15) uma operação...


    'Operação União' foi feita na manhã desta terça-feira, continuidade da 'Operação Mãos Dadas'. PM cumpre mandados de busca e apreensão na Vila União PM/Divulgação A Polícia Militar realizou na manhã desta terça-feira (15) uma operação na Vila União, em Florianópolis. Segundo os policiais, foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão. Ninguém foi preso. Participaram do cumprimento da "Operação União" 75 policiais em 15 viaturas, bem como helicóptero da Polícia Militar. Ainda de acordo com a PM, os mandados cumpridos buscam levantar provas sobre uma organização criminosa na região. Entretanto, não foram encontradas armas e drogas, segundo a PM, que "demonstra que a prevenção na Vila União está funcionando". Segundo a PM, a ação é uma continuidade da Operação "Mãos Dadas", que há seis meses realiza na comunidade ações de policiamento e sociais. Veja mais notícias do estado no G1 SC Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na Vila União PM/Divulgação
    CIC, em Florianópolis, exibe filme 'O encouraçado Potemkin' com trilha sonora ao vivo

    CIC, em Florianópolis, exibe filme 'O encouraçado Potemkin' com trilha sonora ao vivo


    Exibição será em 23 de janeiro às 20h. Ingressos custam R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada. Cena de 'O encouraçado Potemkin' Fundação Carlos Gomes/Divulgação O Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, exibe em 23 de janeiro o...


    Exibição será em 23 de janeiro às 20h. Ingressos custam R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada. Cena de 'O encouraçado Potemkin' Fundação Carlos Gomes/Divulgação O Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, exibe em 23 de janeiro o clássico do cinema "O encouraçado Potemkin" com trilha sonora ao vivo feita pela banda paulista ATR - Aeromoças e Tenistas Russas. O filme será mostrado às 20h. Os ingressos estarão a venda um dia antes por R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada. O filme é um clássico de cinema mudo. O longa-metragem é russo e tem 1h12 de duração. Foi lançado em 1925, dirigido por Sergueï Mikhailovich Eisenstein. Trata-se de um drama histórico. A classificação etária do filme é 10 anos. O enredo se passa em 1905 na Rússia czarista, quando aconteceu um levante que pressagiou a Revolução de 1917. Tudo começou no navio de guerra Potemkin quando os marinheiros estavam cansados de serem maltratados. ATR é um projeto de música instrumental que mescla dançantes vertentes do rock e da música eletrônica, como house music e synthwave. Veja mais notícias do estado no G1 SC

    Seis meses após decreto de situação de emergência no sistema prisional, total de vagas previstas não é criado


    Ideia era ter 1.436 novas vagas para presos. Secretaria diz que 922 foram abertas em unidades já existentes e que vai iniciar novo procedimento. Decreto de emergência vence sem abertura de todas as vagas prometidas no sistema prisional Neste mês,...

    Ideia era ter 1.436 novas vagas para presos. Secretaria diz que 922 foram abertas em unidades já existentes e que vai iniciar novo procedimento. Decreto de emergência vence sem abertura de todas as vagas prometidas no sistema prisional Neste mês, venceu o prazo de seis meses previsto pelo decreto de situação de emergência no sistema prisional para a criação de 1.436 novas vagas para presos, para reverter o quadro de superlotação nos presídios. A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativo afirmou que 922 foram abertas em unidades já existentes e que vai iniciar novo procedimento. Na época do decreto, em julho de 2018, o secretário, Leandro Lima, afirmou que "tenho certeza que o prazo de 180 dias é suficiente para as ampliações". O plano era criar as vagas em 10 unidades prisionais pelo estado. O secretário colocou a culpa nas prefeituras: "O decreto de emergência não motivou as autoridades municipais quanto à gravidade do problema da falta de vagas no sistema prisional. A necessidade era justamente essa, de convencimento de todas as autoridades, inclusive as municipais, de que precisávamos de autorizações pra construção dentro do prazo de vigência do decreto, ou seja, 180 dias. Como isso demorou, nós não podíamos iniciar obras que não terminaríamos. Entretanto, criamos outras 922 vagas em outras unidades prisionais que já estavam em construção" As prefeituras de Araranguá, Videira, Barra Velha e Campos Novos informaram que não receberam nenhum pedido para realização de obras. Outras três, Brusque, Chapecó e Itapema, negaram a autorização por questões de localização e espaço. Blumenau disse que não tem nenhum tipo de entrave. Canoinhas não apenas autorizou, como já tem projeto pronto. O NSC Notícias não conseguiu contato com a prefeitura de São Cristóvão do Sul. Se o decreto estivesse funcionado, não teria resolvido completamente a falta de vagas, mas teria amenizado o problema. Na época, o déficit era de 4,5 mil vagas, mas, seis meses depois, esse número já saltou para 5,1mil. O secretário explicou que as ampliações prometidas pelo decreto devem ser feitas este ano: "Agora, nós vamos iniciar um novo processo com a garantia de recursos, com um novo processo, uma outra lógica de construção adotada pelo governo do estado". Outras promessas daquela época ficaram pelo caminho, como o concurso para novas vagas de agentes penitenciários. O secretário disse que os R$ 30 milhões para ampliação de vagas seguem disponíveis. Para o integrante da Comissão de Assuntos Prisionais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Guilherme Araújo, se nada for feito, com ou sem decreto, a situação será de emergência. "Vai chegar um momento em que o número de entrada de pessoas no sistema prisional vai ser tão grande que o estado vai perder o controle". Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Soldado do Exército é preso suspeito de participar da morte de DJ e apresentador em Laguna

    Soldado do Exército é preso suspeito de participar da morte de DJ e apresentador em Laguna


    Clovis William dos Santos, de 44 anos, foi asfixiado e espancado. Dois adolescentes foram apreendidos e confessaram participação no crime. Clovis William Dos Santos era conhecido como DJ Mukirana Reprodução/Facebook Um soldado de 20 anos do...


    Clovis William dos Santos, de 44 anos, foi asfixiado e espancado. Dois adolescentes foram apreendidos e confessaram participação no crime. Clovis William Dos Santos era conhecido como DJ Mukirana Reprodução/Facebook Um soldado de 20 anos do Exército foi preso suspeito de ter participado do assassinato do DJ e apresentador Clovis William dos Santos, de 44 anos, conhecido como Mukirana. O crime foi em Laguna, no Sul, em 7 de janeiro. O militar teve mandado de prisão preventiva cumprido no sábado (12). Conforme as investigações, ele asfixiou o jornalista enquanto dois adolescentes, que já foram apreendidos, davam golpes no rosto dele. O corpo foi encontrado na Praia do Gi. A causa da morte foi traumatismo craniano. O inquérito foi concluído nesta segunda-feira (14) e encaminhado ao Poder Judiciário. O soldado foi indiciado por homicídio qualificado (motivo torpe e com pouca chance de defesa da vítima), tentativa de ocultação de cadáver, furto qualificado e corrupção de menores. Conforme o delegado Bruno Fernandes, responsável pelo caso, o militar foi interrogado e confessou o assassinato. Ele também confirmou que faltou ao serviço militar na data do assassinato, uma segunda-feira, para tentar ocultar o veículo de Mukirana. O crime As investigações apontam que o DJ e outros três casais saíram de Tubarão com destino a Laguna, no carro da vítima, entre 22h e 22h30 de 6 de janeiro. O apresentador teria empenhado o veículo em troca de drogas. Já em Laguna, Mukirana e os demais passaram a se desentender depois do uso de entorpecentes. "Os adolescentes falaram que foram xingados por ele. Já o militar negou ter consumido droga e falou que o jornalista começou a mexer com as namoradas deles", disse Fernandes. Carro foi encontrado abandonado no Morro da Antena, em Tubarão Polícia Civil/Divulgação Depois, já com a intenção de matar a vítima, o grupo foi à Praia do Gi sob o pretexto de usar drogas. Então, o soldado, sentado no banco de trás, teria asfixiado a vítima com uma camiseta, enquanto os dois menores de idade deram socos e chutes em seu rosto. Na sequência, já sem vida, Mukirana teve mãos e pés amarrados com fios e cabo de TV e foi colocado no porta-malas do carro. A ideia inicial dos três envolvidos era levar o corpo para outra praia, mas depois mudaram de ideia e resolveram jogá-lo no mar. Em seguida, roubaram o veículo da vítima e fugiram em direção a Tubarão, também Sul do estado. Soldado O militar suspeito teria ficado responsável por esconder o veículo, por isso faltou ao trabalho no Exército no dia 7. Porém, a polícia localizou o carro naquele mesmo dia, no Morro da Antena, em Tubarão. O suspeito é lotado há dois anos no 63º Batalhão de Infantaria e, por causa da falta, foi punido com medida disciplinar. Ele ficou no quartel nos dias 10 e 11. Em contato com os militares daquela unidade, a polícia foi informada de que o suspeito seria liberado por volta das 8h30 de sábado. O pedido de prisão foi feito à Justiça ainda na sexta, sendo o mandado expedido na mesma data. Prisões O suspeito está preso no batalhão. Os demais estão apreendidos no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Tubarão. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    VÍDEOS: NSC Notícias de segunda-feira, 14 de janeiro

    VÍDEOS: NSC Notícias de segunda-feira, 14 de janeiro


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina.  Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa...


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina.  Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de Santa Catarina. 

    Filha de idoso assassinado no Sul de SC depõe e confessa ter planejado o crime, diz delegado


    Mulher de 34 anos esteve com comparsas durante todo o roubo em Balneário Rincão. Homem de 69 anos foi encontrado morto em Nova Veneza. Filha de idoso assassinado em Nova Veneza assume o planejamento do crime à Polícia Civil A filha de 34 anos de...

    Mulher de 34 anos esteve com comparsas durante todo o roubo em Balneário Rincão. Homem de 69 anos foi encontrado morto em Nova Veneza. Filha de idoso assassinado em Nova Veneza assume o planejamento do crime à Polícia Civil A filha de 34 anos de Agenor Della Bruna, 69 anos, assassinado a facadas na quarta-feira (9), prestou depoimento nesta segunda-feira (14) e confessou participação no crime, afirmou o delegado responsável pelo caso, Jorge Giraldi. O idoso foi encontrado morto em Nova Veneza, no Sul catarinense. O delegado aguarda o laudo do exame cadavérico da vítima para pedir a prisão de quatro suspeitos. O idoso foi vítima de latrocínio, roubo seguido de morte. Ele foi encontrado morto em Nova Veneza, a cerca de 50 km de Balneário Rincão, onde morava. O carro e a casa dele foram incendiados. Depoimento "Ela não mostrou arrependimento nenhum", disse o delegado. Segundo ele, a filha afirmou que esteve junto com os outros quatro comparsas, entre eles um adolescente, que está internado, durante toda a parte do roubo ocorrida em Balneário Rincão. Depois do assalto à casa da vítima, a filha e outro comparsa levaram carne, outros alimentos e papel higiênico da residência. Os outros três envolvidos levaram o idoso para Nova Veneza, onde ele foi morto. "Ela disse que nutria um ódio por ele, que ela era um monstro", afirmou o delegado. Ele também falou que a filha disse que, na infância dela, o pai agrediu os irmãos, ela e a mãe. A suspeita tinha informações de que a vítima havia recebido o dinheiro de uma herança. Após ser pego pelo grupo, o idoso foi amarrado e torturado para dizer onde estava a quantia. Porém, esse dinheiro não foi encontrado na casa. Os criminosos acharam apenas R$ 500 escondidos em uma tubulação no banheiro do imóvel. Os comparsas roubaram da residência uma gaita, um botijão de gás, um tocador de vinil, um lava-jato e duas televisões. Os televisores ainda não foram encontrados pela polícia, conforme o delegado. O adolescente e um dos suspeitos adultos foram ouvidos. A Justiça decretou a internação do menor no sábado (12). O delegado aguarda o laudo para pedir a prisão dos demais, incluindo a filha. Crime Conforme as investigações, a filha do idoso foi quem tocou o interfone da casa e pediu para o pai abrir o portão, momento em que quatro bandidos entraram e roubaram objetos da vítima. Depois, os criminosos levaram Agenor para um matagal em Nova Veneza, a cerca de 50 km da residência, amarraram e deram facadas no peito e na nuca dele. Veja mais notícias do estado no G1 SC

    Idoso é condenado a 23 anos de prisão pelo estupro de vulnerável da sobrinha em SC


    Vítima sofreu abuso num ponto de ônibus no bairro Penha, em dezembro de 2017, segundo a acusação. Um homem de 71 anos foi condenado a 22 anos e seis meses de prisão por estupro de vulnerável contra a sobrinha. Ele está preso desde março de 2018 e...

    Vítima sofreu abuso num ponto de ônibus no bairro Penha, em dezembro de 2017, segundo a acusação. Um homem de 71 anos foi condenado a 22 anos e seis meses de prisão por estupro de vulnerável contra a sobrinha. Ele está preso desde março de 2018 e deverá cumprir pena em regime inicialmente fechado. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (14) pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). Cabe recurso da decisão. O réu foi denunciado pelo MPSC em Lages, na Serra catarinense. A vítima sofria os abusos desde 2014, afirma a acusação. Em dezembro de 2017, quando ela tinha 10 anos, o crime foi cometido num ponto de ônibus no bairro Penha, com exposição pública da vítima, segundo a denúncia. O acusado morava numa cidade vizinha e frequentava a casa dos parentes toda semana. Para atrair a sobrinha, o tio convidava para ir ao mercado e lhe dava doces e presentes, diz a Promotoria de Lages. A Justiça condenou o réu com as atenuantes da idade acima de 70 anos e por ele ter confessado espontaneamente. Ele também foi sentenciado a um ano de reclusão por posse ilegal de arma de fogo Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Corpo de Bombeiros registra 30 mortes por afogamento desde outubro

    Corpo de Bombeiros registra 30 mortes por afogamento desde outubro


    De 1º de outubro até 12 de janeiro, foram 20 em água doce e 10 em água salgada. Temporada vai até março. Praia do Naufragados, mais ao sul da Ilha de Santa Catarina. Arcanjo 1/ Divulgação De 1º de outubro até 12 de janeiro, o Corpo de...


    De 1º de outubro até 12 de janeiro, foram 20 em água doce e 10 em água salgada. Temporada vai até março. Praia do Naufragados, mais ao sul da Ilha de Santa Catarina. Arcanjo 1/ Divulgação De 1º de outubro até 12 de janeiro, o Corpo de Bombeiros registrou 30 mortes por afogamento em Santa Catarina, sendo 20 em água doce e 10 em água salgada. O que mostra um aumento de casos durante a temporada se comparado ao ano passado. De 1º de outubro a 31 de março de 2018, durante toda a temporada, foram registradas 15 mortes por afogamento em água doce e 15 água salgada. A temporada para o Corpo de Bombeiros começa em outubro, diferente da Secretaria de Segurança Pública, que considera o início em dezembro, por conta do movimento e do clima. "A gente começa a deslocar efetivos de guarda-vidas para as praias, especialmente nos finais de semana e feriados. A gente sabe que nesta época do ano começa a esquentar, aumenta o movimento e a gente vai se adequando", explica o tenente Ian. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Após ser fechado por infestação de carrapatos, parque em SC deve reabrir neste fim de semana

    Após ser fechado por infestação de carrapatos, parque em SC deve reabrir neste fim de semana


    Caso ocorreu em Balneário Camboriú e problema já foi resolvido, diz prefeitura. Município estuda mais controle da população de capivaras, hospedeiras do parasita. Parque Ecológico Raimundo Malta, em Balneário Camboriú, passa por manutenção...


    Caso ocorreu em Balneário Camboriú e problema já foi resolvido, diz prefeitura. Município estuda mais controle da população de capivaras, hospedeiras do parasita. Parque Ecológico Raimundo Malta, em Balneário Camboriú, passa por manutenção contra carrapatos Parque Ecológico Raimundo Malta/Divulgação Após ser fechado no início de dezembro, o parque ecológico Raimundo Malta, em Balneário Camboriú, no Litoral Norte, deve reabrir neste fim de semana, segundo a coordenadoria do local. O fechamento ocorreu por causa de uma infestação de carrapatos, o que já foi solucionado, conforme o município. A prefeitura estuda fazer um controle maior das capivaras do parque, as principais hospedeiras desses parasitas. A coordenadora do parque, Jhully Martins, explicou que no verão há a proliferação de muitos animais considerados pragas, como o carrapato, já que as formas do parasita de larvas e ninfas predominam de junho a novembro. "Quando sai um pouco de controle, é necessário fechar o parque", disse. Os carrapatos são hospedeiros de doenças, como a febre maculosa. Como eles também são encontrados no gramado onde os frequentadores do parque fazem piquenique, a administração decidiu pelo fechamento. Para solucionar o problema, foi usada a técnica conhecida como vassoura de fogo. "São maçaricos de grande calibre passados de forma bem rápida pela grama, como se estivesse varrendo o gramado com o fogo. Vai queimando os filhotes e ovos [dos carrapatos]". Além desse controle dos parasitas, que já foi feito, a administração do parque também fará até o final da semana o recolhimento de galhos secos pelo parque antes da abertura para os visitantes. Caso haja temporal na sexta, porém, o local deve continuar fechado para que seja feito esse trabalho novamente. O parque tem 162 mil metros quadrados, com o espaço de visitação e a área de Mata Atlântica. Técnica 'vassoura de fogo' é aplicada em parque de SC para eliminação de carrapatos Mais controle das capivaras A administração do parque também estuda um controle maior das capivaras que vivem no parque. A ideia é a contratação de um instituto especializado para fazer a contagem de quantos desses animais vivem no local, fazer a castração dos machos e das fêmeas e aplicar carrapaticida. Os carrapatos picam os filhotes da capivara e os contaminam com a bactéria causadora da febre maculosa, por isso o controle da natalidade. Esse micro-organismo se multiplica dentro do corpo do filhote é transmitido para outro parasita quando o animal é picado novamente. A coordenadora também explicou que tirar as capivaras do parque não é a melhor solução. "Os cinco municípios brasileiros que fizeram isso tiveram epidemia de febre maculosa porque os carrapatos migraram para outros hospedeiros, como ratos, gambás e aves, que foram para áreas urbanas. As pessoas que foram picadas pelos carrapatos ficaram doentes", declarou. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Detento é encontrado morto em cela do Presídio Regional de Chapecó

    Detento é encontrado morto em cela do Presídio Regional de Chapecó


    Outros presos chamaram os agentes prisionais. Segundo a secretaria, homem tinha 30 anos. Presídio Regional de Chapecó Deap/Divulgação O detento Juliano Muscopf Queiroz, de 30 anos, foi encontrado morto em sua cela no Presídio Regional de...


    Outros presos chamaram os agentes prisionais. Segundo a secretaria, homem tinha 30 anos. Presídio Regional de Chapecó Deap/Divulgação O detento Juliano Muscopf Queiroz, de 30 anos, foi encontrado morto em sua cela no Presídio Regional de Chapecó, Oeste catarinense, informou a Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativo nesta segunda-feira (14). A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) estiveram no local para colher o material necessário para a investigação do caso. Segundo a secretaria, o detento foi encontrado morto por volta das 3h40 de domingo (13). Outros presos chamaram os agentes penitenciários para avisar. O homem morto era natural de Chapecó e cumpria pena por tráfico de drogas. O IGP afirmou que não vai divulgar a causa da morte para não atrapalhar as investigações. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Acidentes deixam dois mortos na BR-282 nos trechos da Grande Florianópolis e Serra catarinense

    Acidentes deixam dois mortos na BR-282 nos trechos da Grande Florianópolis e Serra catarinense


    Casos ocorreram em Alfredo Wagner e em Bocaína do Sul entre a noite de domingo e madrugada desta segunda-feira. Acidente ocorreu na Grande Florianópolis Corpo de Bombeiros/ Divulgação Dois acidentes registrados na BR-282, no trecho que corta a...


    Casos ocorreram em Alfredo Wagner e em Bocaína do Sul entre a noite de domingo e madrugada desta segunda-feira. Acidente ocorreu na Grande Florianópolis Corpo de Bombeiros/ Divulgação Dois acidentes registrados na BR-282, no trecho que corta a Grande Florianópolis e a Serra catarinense, entre a noite de domingo (13) e a madrugada de segunda-feira (14) deixaram duas pessoas mortas. Os casos ocorreram em Alfredo Wagner e em Bocaína do Sul e as circunstâncias dos acidentes estão sendo apuradas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). A colisão lateral envolvendo um carro Toro com placas de Governador Celso Ramos e um caminhão de São José dos Pinhais (PR), ocorreu por volta das 20h de domingo, no km 84,9 da rodovia. O passageiro do carro, de 63 anos, morreu no local, de acordo com a PRF. Outras duas passageiras também ficaram gravemente feridas. Já os motoristas não ficaram feridos. Até a publicação desta notícia, a PRF não informou para quais locais as vítimas foram encaminhadas. Carro ficou completamente destruído com a saída de pista Corpo de Bombeiros/ Divulgação Na madrugada segunda, por volta das 1h, o passageiro de um Uno com placas de Bom Retiro morreu após uma saída de pista no km 164, próximo de Bocaína do Sul, na Serra de Santa Catarina, segundo o Corpo de Bombeiros de Lages. Ainda conforme os bombeiros, o condutor e outros três passageiros foram atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o estado de saúde deles foi considerado estável. Veja mais notícias do estado no G1 SC.

    Homem morre após se afogar em praia de Governador Celso Ramos


    Um bombeiro que estava de folga no local entrou na água para socorrer, mas vítima já foi retirada sem vida. Um homem morreu após se afogar no mar, na praia do Sissial, em Governador Celso Ramos, na Grande Florianópolis, na tarde de quinta-feira...

    Um bombeiro que estava de folga no local entrou na água para socorrer, mas vítima já foi retirada sem vida. Um homem morreu após se afogar no mar, na praia do Sissial, em Governador Celso Ramos, na Grande Florianópolis, na tarde de quinta-feira (10). De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele estava no mar e afundou. Um bombeiro que estava de folga no local entrou na água para socorrer a vítima, mas já a retirou sem vida. Uma ambulância foi acionada, mas devido ao lugar ser difícil acesso, foi preciso chamar o helicóptero do Corpo de Bombeiros. Como o helicóptero estava em outra ocorrência, a aeronave da Polícia Militar foi solicitada para levar o corpo. Veja mais notícias do estado no G1 SC

    Crise reduz em 70% visitas de argentinos a Balneário Camboriú, diz Secretaria de Turismo


    Dados foram levantados entre os dias 1º e 8 de janeiro. Crise reduz em 70% visitas de argentinos a Balneário Camboriú, diz Secretaria de Turismo A crise econômica na Argentina acendeu o sinal de alerta para o setor do turismo em Santa Catarina. Em...

    Dados foram levantados entre os dias 1º e 8 de janeiro. Crise reduz em 70% visitas de argentinos a Balneário Camboriú, diz Secretaria de Turismo A crise econômica na Argentina acendeu o sinal de alerta para o setor do turismo em Santa Catarina. Em Balneário Camboriú, Litoral Norte catarinense, entre os dias 1º e 8 de janeiro, chegaram na rodoviária da cidade 70% menos argentinos do que no ano passado. Os dados são da Secretaria de Turismo da cidade. Dos estrangeiros que visitam a cidade durante a temporada, 73% são argentinos. O movimento de brasileiros cresceu, mas na economia, não é suficiente para compensar a queda dos turistas da Argentina. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, comparando os primeiros dez dias de 2019 com o mesmo período de 2018, houve queda de 78% no número de argentinos que cruzaram a fronteira em Dionísio Cerqueira, no Oeste do estado. Hospedagem e gastos Os turistas argentinos fazem diferença por causa da quantidade e do perfil. Costumam viajar com vários membros da família, ficam mais de sete dias, se hospedam em hotéis e gastam em bares, restaurantes e passeios turísticos pagos. "Eles não se hospedam em casa de parentes, de amigos, como acontece muito no mercado nacional. O turista que é do mercado interno aluga apartamentos também, só que em menor quantidade. Muitos ficam 10, 15 dias. Então eles ativam a economia de uma forma muito mais impactante", afirma a vice-presidente da Convention Bureau de Balneário Camboriú, Margot Rosembrock Liborio. O turista argentino Hugo Padija conta que costuma viajar para Balneário Camboriú no verão. Este ano quase desistiu. Enxugou outros gastos e diminuiu o tempo de estadia na cidade para dar conta de pagar. "Nos custou bastante", diz. Quem consegue viajar comemora e dá ainda mais valor para os dias de folga no litoral catarinense. Além de garantir aos nativos mais uma temporada de conversas animadas em espanhol na beira da praia. "Estamos de vacaciones", diz a argentina. Veja mais notícias do estado no G1 SC
    Você viu? Ritmos sertanejo, eletrônico e samba animaram públicos em festas em SC

    Você viu? Ritmos sertanejo, eletrônico e samba animaram públicos em festas em SC


    Marília Mendonça, DJ Alok e grupo Fica Comigo foram alguns dos destaques; confira as fotos. A cantora sertaneja Marília Mendonça animou o público em show na sexta-feira (11) no Music Park BC, em Balneário Camboriú. Além de relembrar antigos...


    Marília Mendonça, DJ Alok e grupo Fica Comigo foram alguns dos destaques; confira as fotos. A cantora sertaneja Marília Mendonça animou o público em show na sexta-feira (11) no Music Park BC, em Balneário Camboriú. Além de relembrar antigos sucessos, ela também apresentou seu novo repertório. O show teve participação da cantora Yasmin Santos. Marília se apresentou também em Florianópolis, na festa Sunset 2019 do P12, o evento aconteceu no sábado (12). Outra atração que esteve na capital foi o DJ francês, Michael Canitrot, que animou a festa da Posh Club na sexta-feira (11). Ainda em Florianópolis, o palco da Fields foi tomado pelo cantor Gustavo Miotto na sexta. No sábado, o cantor se apresentou em Itajaí. Pra finalizar o domingo a festa foi garantida pelo bloco de carnaval Fica Comigo em Florianópolis. O repertório homenageou o pagode retrô e agitou o público, que lotou o Cafe de la Musique em Jurerê Internacional. O Sul do estado embarcou no ritmo eletrônico do DJ Alok no domingo. O brasileiro levou ao palco do Mailing Lagoa, em Balneário Gaivota os sucessos "Favela" e "Hear Me Now", e reuniu quatro mil pessoas no evento. Confira fotos dos eventos Marília Mendonça fez show em Balneário Camboriú Guma Miranda/Divulgação Público lotou Music Park pra ver Marília Mendonça Guma Miranda/Divulgação Cantora recebe mensagem de carinho e agradece aos fãs Guma Miranda/Divulgação Yasmin Santos faz participação especial em show de Marília Mendonça Guma Miranda/Divulgação Marília Mendonça foi a atração do sábado (12) no Sunset P12, em Florianópolis Adriel Douglas Público curtiu o show da cantora Marília Mendonça no P12, em Florianópolis Adriel Douglas Ex-jogador olímpico Paulão marcou presença no show da Marília Mendonça no sábado (12), em Florianópolis Adriel Douglas Fica Comigo agita público no Cafe de la Musique Caio Graça/Divulgação Casa fica lotada em Jurerê Internacional Caio Graça/Divulgação Gustavo Mioto foi a atração da Fields, em Florianópolis, na sexta-feira (11) Adriel Douglas/Divulgação Cantor Gustavo Mioto apresentou o sucesso "Anti-Amor" na Fields. Adriel Douglas/Divulgação DJ francês Michael Canitrot foi uma das atrações da Posh Club, em Florianópolis Angelo Santos/Divulgação Flavia Pavanelli esteve presente na festa da Posh Club que aconteceu na sexta-feira (11), em Florianópolis Angelo Santos/Divulgação Youtuber Vitor Liberato marcou presença na Posh Club, em Florianópolis. Angelo Santos/Divulgação