G1 > Roraima

    Ex-presidiário é filmado furtando celular e carteira de dentro de carro e acaba preso em RR

    Ex-presidiário é filmado furtando celular e carteira de dentro de carro e acaba preso em RR


    Suspeito tem passagem por tráfico de drogas, de acordo com um agente de polícia. Suspeito foi levado para audiência de custódia Divulgação/ 2° Distrito Policial Agentes do 2º Distrito Policial prendera nesta quinta-feira (24) o ex-presidiário...


    Suspeito tem passagem por tráfico de drogas, de acordo com um agente de polícia. Suspeito foi levado para audiência de custódia Divulgação/ 2° Distrito Policial Agentes do 2º Distrito Policial prendera nesta quinta-feira (24) o ex-presidiário Fabricio da Silva Souza suspeito de cometer um furto no bairro Caimbé, zona Oeste de Boa Vista. De acordo com um agente, Souza foi filmado furtando, nessa quarta-feira (23), um celular e uma carteira de dentro de um carro no bairro Aeroporto, zona Oeste da cidade. "Ele passou pelo veículo, viu que um dos vidros estava aberto, voltou, e pegou o telefone e a carteira de documentos", narra um policial, citando que ele foi preso após os investigadores terem acesso a gravações de câmeras de vigilância da rua. Segundo ele, os produtos furtados foram recuperados após buscas. "Ele já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas, agora é mais um agravante", diz. O delegado Eric Silva, titular do 2º DP, disse que autuou em flagrante por furto e o suspeito será conduzido à audiência de custódia.

    'Han Solo: Uma história Star Wars' estreia nos cinemas de Boa Vista


    'Deadpool 2' e 'Vingadores: Guerra infinita' seguem na programação. Confira lista de filmes em cartaz. Veja o primeiro trailer de 'Han Solo: Uma história Star Wars' Chega às salas de cinema de Boa Vista nesta quinta-feira (24) o filme 'Han Solo: Uma...

    'Deadpool 2' e 'Vingadores: Guerra infinita' seguem na programação. Confira lista de filmes em cartaz. Veja o primeiro trailer de 'Han Solo: Uma história Star Wars' Chega às salas de cinema de Boa Vista nesta quinta-feira (24) o filme 'Han Solo: Uma história Star Wars', como novas versões de personagens clássicos. Seguem na programação a ação 'Deadpool 2' e 'Vingadores: Guerra infinita'. Confira os filmes em cartaz: Han Solo - Uma História Star Wars A produção narra as aventuras do mercenário Han Solo e seu fiel escudeiro Chewbacca antes dos eventos retratados em 'Star Wars: Uma Nova Esperança', como o encontro com Lando Calrissian. Gênero: ação Classificação: 12 anos Cinemark: 14h20 - 15h20 - 18h20 - 20h30 - 21h20 Cine Araújo: 16h30 - 19h - 21h30 Super K: 19h - 21h35 Deadpool 2 Gênero: ação/comédia Classificação: 18 anos Cinemark: 14h - 14h50 - 16h45 - 17h40 - 19h45 - 20h50 Cine Araújo: 15h - 17h - 17h15 - 19h - 19h15 - 19h30 - 21h15 - 21h45 Super K: 19h10 - 21h30 A abelhinha Maya Gênero: animação Classificação: 14 anos Super K: 19h15 A noite do jogo Gênero: comédia Classificação: 14 anos Super K: 21h Verdade ou desafio? Gênero: terror Classificação: 14 anos Super K: 19h30 Paulo, apóstolo de Cristo Gênero: drama Classificação: 12 anos Super K: 19h15 Vingadores - Guerra Infinita Gênero: ação Classificação: 12 anos Cinemark: 17h20 Cine Araújo: 16h - 19h - 21h45 Super K: 19h25 - 21h15
    Autônomo rendido em casa, é levado por bandidos e pula de carro para escapar de sequestro em RR

    Autônomo rendido em casa, é levado por bandidos e pula de carro para escapar de sequestro em RR


    Suspeitos levaram R$ 160 e carro do autônomo. Veículo foi recuperado pela PM no Cantá. Veículo roubado foi encontrado por PMs após ser abandonado por ladrões Divulgação/Polícia Militar Um autônomo de 45 anos foi rendido dentro da própria...


    Suspeitos levaram R$ 160 e carro do autônomo. Veículo foi recuperado pela PM no Cantá. Veículo roubado foi encontrado por PMs após ser abandonado por ladrões Divulgação/Polícia Militar Um autônomo de 45 anos foi rendido dentro da própria casa em Boa Vista e teve que pular do carro para escapar de um sequestro na noite desta quarta-feira (24). Segundo a Polícia Militar, a vítima foi surpreendida por três homens dentro da residência onde mora no bairro Jardim Floresta, zona Oeste da capital. Dois dos suspeitos portavam armas de fogo. Depois de roubaram R$ 160 na casa, os bandidos obrigaram o autônomo a entrar no carro dele e o levaram rumo à BR-401. No caminho, o autônomo aproveitou um descuido dos suspeitos e pulou do carro quando o veículo estava próximo a um posto de combustíveis no Cantá. Lá, a vítima pediu socorro e a PM foi acionada. Logo depois, policiais do Cantá localizaram o carro da vítima abandonado na entrada da Vila São Francisco, no mesmo município. O veículo foi recolhido para ser entregue à Polícia Civil. Nenhum dos suspeitos foi localizado.
    Com gasolina sem imposto a R$ 2,50, postos de combustíveis lotam em Boa Vista

    Com gasolina sem imposto a R$ 2,50, postos de combustíveis lotam em Boa Vista


    Motoristas formam fila desde a madrugada em postos que aderiram ao Dia da Liberdade de Impostos. Procura alta é em meio à greve de caminhoneiros. Fila de veículos em busca da gasolina sem impostos em posto na zona Norte de Boa Vista Wagner...


    Motoristas formam fila desde a madrugada em postos que aderiram ao Dia da Liberdade de Impostos. Procura alta é em meio à greve de caminhoneiros. Fila de veículos em busca da gasolina sem impostos em posto na zona Norte de Boa Vista Wagner Pessoa/Rede Amazônica Roraima Mesmo com a paralisação dos caminhoneiros em Roraima, no DF e outros 24 estados, dois postos de combustíveis aderiram em Boa Vista ao Dia da Liberdade de Impostos e vendem gasolina a R$ 2,50 o litro nesta quinta-feira (24). O dia é promovido pela pela Câmara de Dirigentes de Lojistas (CDL) em todo o país e também inclui outros seguimentos comerciais, como o de calçados, vestuário, eletrônicos, óticas, materiais de construção e até pizzarias. Nos dois postos que aderiram, as filas se formaram ainda na noite de quarta (23) e continuaram na madrugada desta quinta, que é o 4º dia de greve dos caminhoneiros contra a alta no preço do diesel. O Dia da Liberdade de Impostos tem o objetivo de informar aos consumidores sobre a carga tributária cobrada pelo governo federal. Cada estabelecimento comercial funcionará dentro do horário determinado por cada loja. Veículos já aguardavam pela gasolina a R$ 2,50 desde a noite do dia anterior Roque Neto/Rede Amazônica Roraima O desconto concedido ao consumidor é referente ao tributo da gasolina, que ultrapassa os 42%. Nos postos que aderiram a ação, o litro era vendido a R$ 4,45, mas nessa quinta foi comercializado a R$ 2,50, uma economia de R$ 1,95. Embora o valor seja baixo, apenas 20 litros por carro e 8 por moto foram vendidos. Ao todo, segundo a CDL, cada posto disponilizou 3 mil litros sem tributação de imposto. Uma das motoristas que garantiu o preço livre de imposto foi a administradora Caroline de Sousa. Ela contou que chegou a um dos postos ainda na noite para abastecer o carro. "É gratificante [comprar gasolina a esse preço]. Eu acho que é o valor justo. Acredito que tenha que ter uma tributação, mas que ela não seja tão alta como é hoje", disse a motorista. Segundo o Sindicato de Comércio Varejista de Derivados de Petróleo Roraima (Sindpostos), mesmo com a procura pela gasolina mais barata ainda não havia casos de desabastecimento nos postos de combustíveis do estado até a manhã desta quinta. No entanto, os estoques dos postos não estão mais sendo renovado desde às 5h, quando a BR-174 foi bloqueada para o tráfego de caminhões. Agora, o tráfego só é permitido para carros, ônibus e ambulâncias. A estimativa é de que há 300 caminhões parados no estado em razão da greve. *Colaborou Ráyra Fernandes, da Rede Amazônica Roraima
    Caminhoneiros protestam pelo 4º dia em RR e bloqueiam BR-174: 'nenhum caminhão entra ou sai de Boa Vista'

    Caminhoneiros protestam pelo 4º dia em RR e bloqueiam BR-174: 'nenhum caminhão entra ou sai de Boa Vista'


    Apenas tráfego de carros de passeio, vans, ônibus e ambulâncias está liberado. Bloqueio impede fluxo de caminhões carregados com mantimentos, madeiras, carros, além de combustíveis e gás de cozinha. Caminhoneiros bloqueiam o tráfego de...


    Apenas tráfego de carros de passeio, vans, ônibus e ambulâncias está liberado. Bloqueio impede fluxo de caminhões carregados com mantimentos, madeiras, carros, além de combustíveis e gás de cozinha. Caminhoneiros bloqueiam o tráfego de caminhões na BR-174, em Boa Vista, mas carros pequenos tem trânsito livre Alan Chaves/G1 RR A paralisação de caminhoneiros chegou ao 4º dia em Roraima nesta quinta-feira (24) com o bloqueio de um trecho da BR-174, a 23 quilômetros de Boa Vista. Desde às 5h (6h de Brasília), o tráfego só é permitido para carros, ônibus e ambulâncias. Segundo a categoria, nenhum caminhão está entrando ou saindo da capital. O ponto de bloqueio fica na rodovia que liga Roraima e o Amazonas, principal rota de caminhões que entram ou saem de Boa Vista. O ato é contra a alta no preço do diesel. A greve dos caminhoneiros em Roraima teve início na segunda (21) e passou a bloquear o tráfego na quarta (23), quando os caminhoneiros saíram do trecho urbano da BR-174 e foram para o atual trecho onde acontece o protesto. No entanto, até esta quinta, o fluxo de veículos não tinha sido permanentemente fechado e veículos de carga perecível também eram liberados. Desde as primeiras horas da manhã desta quinta, uma longa fila de caminhões se formou no acostamento da rodovia. Os veículos estão carregados com mantimentos, madeiras, carros, além de combustíveis e gás de cozinha. Fica de mais de 100 caminhões se formou desde a madrugada na BR-174-Sul, em Boa Vista Alan Chaves/G1 RR De acordo com o Sindicato de Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Roraima (Sindpostos) ainda não há casos de desabastecimento nos postos de combustíveis do estado, mas os estabelecimentos não estão recebendo mais reposição de estoque desde às 5h em razão da greve. No ponto de bloqueio na BR-174, a fila de caminhões parados chega a pelo menos 100 veículos. Segundo os motoristas, outros veículos estão parados em cidades do interior de Roraima, como Mucajaí, Caracaraí e Rorainópolis, ambas no Sul do estado. "A gente estima que pelo menos 300 companheiros aderiram à greve em todo o estado. Até então não tínhamos paralisados efetivamente, porque estávamos no acostamento dentro da cidade, agora nenhum caminhão sai ou entra em Boa Vista", disse o motorista Basílio Diniz, de 42 anos. Por conta do número de motoristas paralisados, um acampamento foi organizado com alimentos e águas para dar suporte aos caminhoneiros. "A greve não tem hora para acabar. Queremos que o governo nos dê uma resposta definitiva para a alta dos combustíveis", comentou Basílio. Na fila dos caminhões parados, há combustível, gás de cozinha e outros produtos Alan Chaves/G1 RR
    Sine em RR oferece oito vagas de emprego nesta quinta-feira (24)

    Sine em RR oferece oito vagas de emprego nesta quinta-feira (24)


    Interessados devem comparecer ao Sine das 7h30 às 13h30. Trabalhadores interessados devem manter o cadastro atualizado no Sine Jana Pessôa/Setas-MT O sistema Nacional de Emprego (Sine) em Roraima oferta oito vagas de trabalho em diferentes áreas de...


    Interessados devem comparecer ao Sine das 7h30 às 13h30. Trabalhadores interessados devem manter o cadastro atualizado no Sine Jana Pessôa/Setas-MT O sistema Nacional de Emprego (Sine) em Roraima oferta oito vagas de trabalho em diferentes áreas de atuação nesta quinta-feira (24). As oportunidades são para pessoas com e sem deficiência (PCD) e ambos os sexos. Para concorrer a uma vaga o candidato deve fazer o cadastro no sistema de emprego no Departamento de Emprego, Trabalho e Renda da Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes), localizado na avenida Mário Homem de Melo, bairro Mecejana, na zona Oeste da capital. É necessário apresentar a carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho e comprovante de residência atualizado. Aqueles que têm cursos na área que deseja concorrer podem levar os certificados para compor o cadastro. O atendimento ocorre das 7h30 às 13h30. Confira a lista de oportunidades: Instalador de telefones. Requisitos: experiência informal, possuir cursos de informática, atendimento ao público, ou ter trabalhado na área e transporte próprio - 1 vaga; Auxiliar financeiro. Requisitos: experiência na carteira, ensino médio completo - 1 vaga; Supervisor de vendas no varejo. Requisitos: que comprove experiência em área gerencial, transporte próprio, disponibilidade de horário, exige esforço físico pois irá trabalhar como chefe de pista - 5 vagas. Técnico em manutenção de equipamentos de informática. Requisitos: experiência na carteira, atendimento externo, nível técnico ou cursando na área, cursos em TI, transporte próprio, conhecimento em redes, implementação de rede, cabeamento, lançamento de fibra, implantação de internet - 1 vaga.

    VÍDEOS: JRR-2 de quarta-feira, 23 de maio de 2018


    Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 2ª Edição com as notícias do dia. Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 2ª Edição com as notícias do...

    Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 2ª Edição com as notícias do dia. Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 2ª Edição com as notícias do dia.
    Reforma de R$ 3 milhões da penitenciária de RR que começou há um ano está parada desde janeiro

    Reforma de R$ 3 milhões da penitenciária de RR que começou há um ano está parada desde janeiro


    Prevista para ser concluída em seis meses, reforma está parada, mas governo garante que vai concluir até o fim do segundo semestre. Servidor da unidade diz que 'pouca coisa mudou' e governo rebate que alguns serviços já executados foram...


    Prevista para ser concluída em seis meses, reforma está parada, mas governo garante que vai concluir até o fim do segundo semestre. Servidor da unidade diz que 'pouca coisa mudou' e governo rebate que alguns serviços já executados foram destruídos pelos detentos. À esquerda: ala 1 do presídio no dia em que começou a reforma, em maio do ano passado; à direita: ala 1 um ano depois após a reforma anunciada pelo governo Inaê Brandão/G1 RR/Arquivo e Arquivo pessoal A reforma de quatro alas, guaritas, parte elétrica e sanitária da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista, completou um ano, mas desde janeiro as obras estão paradas, segundo o governo do estado. Orçada em R$ 3,5 milhões, a reforma no maior presídio do estado tinha previsão para ser entregue em seis meses. Agora, o governo prevê a conclusão até o segundo semestre desse ano. Porém, não foi informada uma data para a retomada das obras. O anúncio da reforma foi feito no dia 19 de maio de 2017 pela Secretaria de Justiça e Cidadania, pasta responsável pela sistema prisional. Dois dias antes, membros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vistaram o presídio e constataram acúmulo de lixo e estrutura "absolutamente inadequada, quase desabando". À época, o então secretário da pasta e coronel da Polícia Militar, Ronan Marinho, disse que a reforma contemplaria as alas 1, 11, 12 e 16, e que os operários trabalhariam sob um plano de segurança que havia sido planejado. Entretanto, um ano depois, a argumentação da Secretaria de Infraestrutura (Seinf) é que as obras foram paralisadas por "questões financeiras e de seguranças dos trabalhadores da empresa executora", sem detalhar quais seriam essas condições. Ala onde antigamente ficavam os idosos e onde também funcionava a escola da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo nessa terça-feira (22) Arquivo pessoal O governo afirmou ainda que atualmente a reforma tem 75% dos serviços concluídos e que já foram usados R$ 2.857.548,80 do valor total. Mas, um servidor que atua na penitenciária disse em entrevista ao G1 disse que somente a ala 1 foi concluída e que outras mudanças na estrutura são quase "imperceptíveis". "Estamos ali todos os dias e essa reforma não mudou muita coisa. Só a ala 1 foi completamente reformada. Chegou a ter reforma na 12 também, mas os próprios presos a destruíram e desde janeiro ela está desativada", disse ele, que preferiu não se identificar. A reportagem pediu do governo imagens dos 75% de construção concluídas, mas a Seinf informou em nota que "por questões de segurança, é proibido o envio de imagens internas da Pamc". Os 75% concluídos, segundo a Seinf, englobam a pintura e instalações elétricas das alas, além da construção da rede de esgoto e que "a medição do percentual é global, não está sendo feito especificamente por ala". Houve ainda, segundo um servidor, uma melhoria nas condições sanitárias de um esgoto a céu aberto que tinha na área do 'Cadeião', que abrange três alas do presídio. Mas, o problema agora fica atrás da única ala reformada. Questionada sobre as informações do servidor, também por nota, o governo voltou a afirmar que foram concluídas as alas 1, 11 e 16, faltando apenas pequenos detalhes de acabamento. Entretanto, acrescentou que alguns serviços já executados foram destruídos pelos detentos. Unidade tinha esgoto na ala conhecida como Cadeião, que foi solucionado, mas agora uma nova poça se formou atrás de uma ala recém reformada Arquivo pessoal O governo deve abrir um processo emergencial para que a obra seja concluída dentro do novo prazo. O novo processo será executado com recursos do Departamento Penitenciário Nacional, com fiscalização dos Ministérios Públicos Estadual e Federal e pelo próprio Depen. "A Seinf informa que está em processo de recebimento parcial da obra e será feito um novo processo emergencial, para que sejam concluídos os serviços no segundo semestre deste ano, contemplando ainda mais reforços estruturais para que sejam evitadas novas fugas na Pamc", disse a pasta em nota. Monte Cristo tem capacidade para 723 presos, mas abriga atualmente cerca de 1,2 mil. A previsão era de 200 novas vagas após a reforma. Segundo o governo, desde que foi fundada, em 1989, o presídio nunca havia passado por uma reforma significativa. Ala 12 da penitenciária, que abrigava presos que não pertenciam à facções, foi reformada, mas segundo um servidor da unidade, foi destruída pelos próprios detentos e atualmente está desativada Arquivo pessoal Túneis que ultrapassam muralha do presídio Em Monte Cristo, desde janeiro, mesmo período em que as obras estão paradas, oito túneis foram encontrados na unidade. De um deles, com 100 metros de extensão, 86 presos fugiram no dia 19 de janeiro com a ajuda de criminosos que estavam do lado de fora e causaram um apagão no presídio. O mais recente tinha 70 metros e foi achado nesta semana. A escavação começava em um vaso sanitário da ala 7 e já havia ultrapassado todas as barreiras de segurança da unidade. Já neste ano houve ainda casos em que dois túneis foram encontrados em um só dia e que um preso morreu soterrado enquanto cava um túnel. Foram encontrados ainda um túnel de 44 metros, 15 dias depois um de 20, e outro de 50 metros. Todos, segundo a Sejuc, já foram soterrados. Mortes e massacres A reforma, iniciada em maio de 2017, ocorreu cinco meses após o assassinato brutal de 33 presos dentro de Monte Cristo, em janeiro. Para a Polícia Civil, o massacre foi causado por disputas de controle da penitenciária entre duas facções que atuam no tráfico de drogas no Brasil. Antes, em outubro de 2016, 10 detentos haviam sido mortos dentro do presídio durante um confronto entre facções rivais. O assassinatos com requintes de crueldade ocorreram numa tarde domingo durante visita de familiares, que chegaram a ser feitos reféns. Alguns dos dez detentos foram queimados e outros decapitados. Na época, a polícia apontou 50 suspeitos. O número de mortos colocou Roraima em 9º no ranking de mortes violentas em presídios, conforme levantamento do G1. Recentemente, no dia 17 de maio, mais uma morte brutal foi registrada dentro do presídio. O detento Josenilton da Silva Santos, de 30 anos, foi esquartejado por outros presos da unidade, que ainda fizeram uma tentativa de rebelião quando policiais entraram para retirar o corpo. Josenilton foi morto três dias após entrar na unidade prisional. Ele estava preso pelo crime de tentativa de homicídio desde o dia 14 deste mês. Dois dias após o assassinato, um outro preso foi encontrado morto na penitenciária. O corpo de Judson Cunha Evangelista, de 26 anos, foi localizado após policiais militares da guarita da penitenciária serem acionados porque havia um detento passando mal. Local onde um esgoto existia passou por melhorias, mas ainda tem problemas, segundo servidores Arquivo pessoal
    Homem é baleado em casa e morre no hospital em Boa Vista

    Homem é baleado em casa e morre no hospital em Boa Vista


    Crime foi por volta das 17h30 no bairro União, zona Oeste. Homem estava em casa quando foi baleado, segundo a PM Arquivo pessoal Um homem identificado como José de Sousa Carneiro Filho, de 26 anos, o 'Pezão', foi baleado em casa e morreu no...


    Crime foi por volta das 17h30 no bairro União, zona Oeste. Homem estava em casa quando foi baleado, segundo a PM Arquivo pessoal Um homem identificado como José de Sousa Carneiro Filho, de 26 anos, o 'Pezão', foi baleado em casa e morreu no hospital na tarde desta quarta-feira (23), em Boa Vista. Pezão estava em casa, no bairro União, zona Oeste da capital, quando chegou um homem de bicicleta e atirou contra ele. O suspeito fugiu em seguida, de acordo com a Polícia Militar. A suspeita é que o crime tenha relação com brigas entre facções criminosas rivais. O crime foi por volta das 17h30. O homem foi atingido com um tiro no abdômen. Ele foi levado para o Pronto Socorro Francisco Elesbão por pessoas que estavam próximas a sua casa. A P fez buscas pelo suspeito dos disparos, mas ele não foi encontrado. O crime foi registrado no 4º Distrito Policial e deve ser investigado pela Polícia Civil.
    Policiais prendem foragido da Casa do Albergado na zona Oeste de Boa Vista

    Policiais prendem foragido da Casa do Albergado na zona Oeste de Boa Vista


    Após a prisão de Gurgel, ele foi levado à Dicap para depois ser conduzido a sistema prisional.  Foragido foi preso após ser parado pelos policiais em via pública Arquivo pessoal O foragido da Casa do Albergado Mizael Macena Gurgel foi capturado...


    Após a prisão de Gurgel, ele foi levado à Dicap para depois ser conduzido a sistema prisional.  Foragido foi preso após ser parado pelos policiais em via pública Arquivo pessoal O foragido da Casa do Albergado Mizael Macena Gurgel foi capturado por volta de 23h30 dessa terça-feira (22) pela Polícia Militar. Ele estava com o namorada em uma motocicleta quando foi abordado em um dos semáforos da avenida Venezuela no bairro Mecejana, zona Leste de Boa Vista. Os policiais do Grupamento De Intervenção Rápida Ostensiva (Giro) faziam patrulhamento tático quando avistaram o Gurgel e a namorada na moto trafegando pela via pública. Eles foram parados e buscas foram feitas nos dois, mas nada foi encontrado. Na consulta à Divisão de Inteligência e Captura (Dicap), os policiais foram informados de que Gurgel era foragido. Segundo a polícia, ele cumpria pena na Casa do Albergado onde deixou de pernoitar passando a ser foragido do sistema prisional. Um dos crimes que foi condenado incluí corrupção de menor. Após a prisão de Gurgel, ele foi levado à Dicap para depois ser conduzido a sistema prisional.
    Sejuc divulga fotos de detentos que não voltaram da 'saidinha' do Dia das Mães e estão foragidos

    Sejuc divulga fotos de detentos que não voltaram da 'saidinha' do Dia das Mães e estão foragidos


    Dois detentos da Cadeia Masculina e outros cinco da Penitenciária Agrícola não retornaram e são procurados pela Dicap. A identidade de sete detentos que não retornaram as unidades prisionais e são considerados foragidos foi divulgada na tarde...


    Dois detentos da Cadeia Masculina e outros cinco da Penitenciária Agrícola não retornaram e são procurados pela Dicap. A identidade de sete detentos que não retornaram as unidades prisionais e são considerados foragidos foi divulgada na tarde desta segunda-feira (23) pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), pasta responsável pelo sistema penitenciário de Roraima. Pela manhã a Sejuc havia divulgado que oito detentos não haviam retornado, mas o número reduziu para sete pois um deles se apresentou no sistema prisional um dia depois da data prevista paro o retorno. Os presos saíram das unidades no sábado (12) e deveriam retornar no outro sábado (19). Quem não voltou no prazo previsto é considerado foragido e ainda sofre sanções previstas na Lei de Execuções Penais. Quem tiver informações sobre o paradeiro dos foragidos pode informar a Divisão Inteligência e Captura (Dicap) nos telefones 08002780130 ou (95) 991399529 (WhatsApp). A identidade do denunciante é mantida em sigilo.
    Usuária 'mula' do tráfico é presa com 2 Kg de pasta base de cocaína no 'Beiral', em Boa Vista

    Usuária 'mula' do tráfico é presa com 2 Kg de pasta base de cocaína no 'Beiral', em Boa Vista


    Mulher foi presa em flagrante e levada para o 1º Distrito Policial. Mulher foi presa com 2 Kg e polícia busca por traficante dono da droga Dicap/Divulgação Uma investigação de combate ao tráfico de drogas resultou na prisão de uma mulher de 40...


    Mulher foi presa em flagrante e levada para o 1º Distrito Policial. Mulher foi presa com 2 Kg e polícia busca por traficante dono da droga Dicap/Divulgação Uma investigação de combate ao tráfico de drogas resultou na prisão de uma mulher de 40 anos na tarde desta quarta-feira (23) no Centro de Boa Vista. Com ela foram apreendidos 2 Kg de pasta base de cocaína. A suspeita, segundo a Divisão de Inteligência e Captura (Dicap), foi presa durante investigação sobre o abastecimento de bocas de fumo no 'Beiral', um dos principais pontos de venda de drogas da cidade. Ela é usuária de drogas e estava sendo usada como 'mula', que é a pessoa usada por traficantes no transporte de drogas, pelo dono da pasta base apreendida e possivelmente receberia uma pequena fração de drogas em troca do serviço, informou a Dicap. As equipes da Dicap, Núcleo de Inteligência da Polícia Civil, velado do Bope, e do Departamento de Inteligência e Informação da Polícia Militar estavam desde a noite dessa terça (22) monitorando a área onde a mulher foi presa. Agora, com a prisão dela, as equipes continuam com as investigações para chegar até ao traficando dono da droga apreendida com ela. A ação das polícias, segundo a Dicap, visam combater o crime organizado.
    VÍDEOS: JRR-1 de quarta-feira, 23 de maio de 2018

    VÍDEOS: JRR-1 de quarta-feira, 23 de maio de 2018


    Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição com as notícias da hora do almoço. Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição com as notícias da hora do...


    Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição com as notícias da hora do almoço. Assista aos vídeos do Jornal de Roraima - 1ª Edição com as notícias da hora do almoço.
    VÍDEOS: BDA-RR de quarta-feira, 23 de maio de 2018

    VÍDEOS: BDA-RR de quarta-feira, 23 de maio de 2018


    Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia Roraima com as notícias do estado. Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia Roraima com as notícias do...


    Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia Roraima com as notícias do estado. Assista aos vídeos do Bom Dia Amazônia Roraima com as notícias do estado.
    Homem em prisão domiciliar é flagrado usando drogas com menores e acaba detido em Boa Vista

    Homem em prisão domiciliar é flagrado usando drogas com menores e acaba detido em Boa Vista


    Fábio Peter de Souza foi flagrado pelo Giro da Polícia Militar. Presidiário foi levado para a sede da Dicap e posteriormente para a Cadeia Arquivo pessoal Policiais militares do Grupamento De Intervenção Rápida Ostensiva (Giro) prenderam Fábio...


    Fábio Peter de Souza foi flagrado pelo Giro da Polícia Militar. Presidiário foi levado para a sede da Dicap e posteriormente para a Cadeia Arquivo pessoal Policiais militares do Grupamento De Intervenção Rápida Ostensiva (Giro) prenderam Fábio Peter de Souza, que cumpria prisão domiciliar, na madrugada nessa quarta-feira (23) no bairro Bela Vista, zona Oeste de Boa Vista. Souza foi foi encontrado por volta da meia noite consumindo drogas com outros adolescentes na rua Araguai. Todos tentaram fugir da abordagem do Giro. "Ele [Souza] pulou muros e cercas de casas para escapar da abordagem. Mas foi alcançado em um banheiro na área externa de uma residência. Ele ainda resistiu à prisão e usamos técnicas policiais de imobilização para contê-lo", diz um sargento. De acordo com o policial, após consulta à Divisão de Inteligência e Captura (Dicap), foi descoberto que Souza estava descumprindo prisão a domiciliar. Ele ainda cometeu os crime de desobediência e resistência física à prisão, segundo o Giro. Em razão da condição, o detento não devia estar na rua no horário em que foi abordado, pois a Lei de Execuções Penais (LEP) prevê que detentos em prisão domiciliar devem se recolher até as 20h na residência onde moram. Souza foi condenado por roubo. Ele foi conduzido à Dicap e, em seguida, entregue ao sistema prisional.
    Postos de combustíveis e comércio de Boa Vista oferecem descontos no 'Dia da Liberdade de Imposto'

    Postos de combustíveis e comércio de Boa Vista oferecem descontos no 'Dia da Liberdade de Imposto'


    Dois postos de combustíveis terão gasolina a R$ 2,50. Campanha ocorre nesta quinta-feira (24) em algumas lojas da capital. Promoção é válida para dois postos de combustíveis da capital Marcelo Marques/ G1 RR Mais de 25 lojas de Boa Vista...


    Dois postos de combustíveis terão gasolina a R$ 2,50. Campanha ocorre nesta quinta-feira (24) em algumas lojas da capital. Promoção é válida para dois postos de combustíveis da capital Marcelo Marques/ G1 RR Mais de 25 lojas de Boa Vista participam de uma ação alusiva ao "Dia da Liberdade de Impostos 2018", celebrado nesta quinta-feira (24). A gasolina será vendida com desconto de 42%, percentual que corresponde à quantidade de imposto cobrado ao consumidor. O preço será reduzido de R$ 4,39 para R$ 2,50. O objetivo da ação é informar aos consumidores sobre a carga tributária cobrada pelo governo federal. Cada estabelecimento comercial funcionará dentro do horário determinado por cada loja. De acordo com o diretor da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Boa Vista, Laércio Gentil, os clientes terão limites para a compra de produtos em alguns comércios que aderirem à ação. O cumprimento é válido de acordo com a política de cada estabelecimento. "A ideia é conscientizar a população desse aumento que pagamos e muitas vezes nem sabemos", destaca Gentil. Em relação à gasolina, só será permitido abastecimento de 20 litros por veículo e oito litros por moto, sendo proibida a comercialização do produto em galões. A promoção é válida somente para os posto Abel Galinha, da Avenida Ville Roy, bairro Aparecida e o posto Atem, localizado na Avenida Mário Homem de Melo, no bairro Caimbé. Também participam da ação lojas do shopping da zona Leste da cidade, de diferentes segmentos como calçados, vestuátio, eletrônicos óticas, materiais de construção e até pizzarias. Este ano a campanha tem como mascote o "Impostossauro", que representa o salário do brasileiro sendo abocanhado pela carga tributária, considerada uma das mais altas do mundo, conforme a Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem.
    Caminhoneiros mudam lugar de protesto e fecham BR-174 em Roraima contra alta nos combustíveis

    Caminhoneiros mudam lugar de protesto e fecham BR-174 em Roraima contra alta nos combustíveis


    Rodovia ficou parcialmente interditada por uma hora. Grupo colocou pneus nos dois sentidos da pista e impediam passagem de veículos de grande porte. Rodovia foi bloqueda por volta das 15h20; caminhoneiros deixavam somente veículos de pequeno porrte...


    Rodovia ficou parcialmente interditada por uma hora. Grupo colocou pneus nos dois sentidos da pista e impediam passagem de veículos de grande porte. Rodovia foi bloqueda por volta das 15h20; caminhoneiros deixavam somente veículos de pequeno porrte passar Angeliana Louveira/Rede Amazônica Caminhoneiros fecharam a BR-174 sentido Sul de Roraima por volta as 15h20 desta quarta-feira (23) no terceiro dia consecutivo de protesto contra a alta do preço de combustíveis. Pela manhã o grupo estava no trecho urbano da rodovia em Boa Vista. Eles bloquearam os dois sentidos da pista com pneus por uma hora. Motoristas ligados a Uber também participam do ato. Até às 16h20 o tráfego era liberado apenas para carros de pequeno porte, ou cargas com animais e alimentos perecíveis. Depois desse horário houve uma negociação com a Polícia Rodoviária Federal e o grupo ficou somente no acostamento, sem prejudicar o trânsito no local. Seis perguntas para entender os protestos O caminhoneiro Gabriel Prado, 33 anos, que trabalha há 17 anos com o transporte de estivas em geral, disse que o grupo decidiu mudar o lugar protesto na intenção de dar força ao movimento. "Lá onde estávamos não tinha muito impacto, pois os caminhões carregados com mercadoria estavam chegando o destinatário final. Já aqui onde estamos conseguimos atingir o comércio na capital", disse Prado. Minutos após o bloqueio para caminhões e veículos de grande porte, houve uma discussão entre um motorista que avançou a primeira barreira imposta pelos manifestantes, porém ele não conseguiu passar da segunda. De acordo com a PRF, que está no local acompanhando o ato, cerca de 70 caminhões estão no protetso. Já a organização informou que são 200. O protesto ocorre no KM 483 da rodovia. Ainda durante o ato, outros caminhões que seguiam no sentido Boa Vista também aderiram ao protesto e estacionaram às margens da pista. Policiais rodoviários federais conversam com caminhoneiros para que via seja completamente liberada Jackson Félix/G1 RR A greve dos caminhoneiros em Roraima teve início na segunda (21), foi retomado e fortalecido na terça (22), mas até então não havia sido registrado problema com o tráfego de veículos. Eles estavam no acostamento da BR-174 em frente a sede da Polícia Federal no bairro 13 de Setembro, zona Sul. Caminhoneiro há 15 anos, Roosevelt Ribeiro Figueiredo, disse todo a população é atingida com a alta no combustível. Ele passava pela rodovia transportando 46 mil litros combustível entre diesel e gasolina de Manaus para Boa vista quando decidiu aderir ao movimento. "A iniciativa tem que partir de alguém e está partindo dos nós, caminhoneiros autônomos que sofremos com o aumento abusivo de combustível. Acho que todo mundo deveria abraçar a causa pois estamos sendo escravos do governo", pontuou. Caminhoneiros aderiram a greve quando passavam pela rodovia Jackson Félix/G1 RR Segundo os caminhoneiros, eles devem continuar com o manifesto até que o preço do combustível seja reduzido. Nesta tarde o presidente Michel Temer (MDB) pediu uma "trégua" a categoria que tem feito atos em todo o país há três dias contra o aumento no preço do diesel. De acordo com o PRF Pedro Massarelli, os caminhoneiros se comprometeram a realizar o ato de forma pacífica e liberaram a via. A categoria cobra a redução do valor do óleo diesel após consecutivas altas nas refinarias. Na terça, o preço subiu 0,97% nas refinarias, mas nesta quarta-feira (23), após as manifestações, o valor caiu 1,54%. Nesta quarta a Petrobras voltou a reduzir o preço da gasolina e do diesel nas refinarias. O litro da gasolina baixou 0,62%, passando de R$ 2,0433 para R$ 2,0306, enquanto o diesel reduziu 1,14%, de R$ 2,3351 para 2,3083. Caminhoneiros impedem veículos de grande porte de passarem na BR-174, sentido Sul do estado, na zona Rural de Boa Vista Angeliana Louveira/Rede Amazônica Roraima *Colaborou de Angeliana Louveira, da Rede Amazônica Roraima
    Caminhoneiros protestam em RR pelo 3º dia consecutivo contra alta nos combustíveis

    Caminhoneiros protestam em RR pelo 3º dia consecutivo contra alta nos combustíveis


    Greve da categoria em RR iniciou na segunda (21). 'Só vamos parar quando o preço do combustível reduzir', diz caminhoneiro. Caminhoneiros parados ao lado da BR-174, no perímetro urbano de Boa Vista Alan Chaves/G1 RR A paralisação dos...


    Greve da categoria em RR iniciou na segunda (21). 'Só vamos parar quando o preço do combustível reduzir', diz caminhoneiro. Caminhoneiros parados ao lado da BR-174, no perímetro urbano de Boa Vista Alan Chaves/G1 RR A paralisação dos caminhoneiros em Boa Vista contra a alta no preço dos combustíves no Brasil chega hoje ao terceiro dia. O protesto ocorre no perímetro da BR-174 em Boa Vista. A greve teve início na segunda (21), foi retomado e fortalecido na terça (22) e continua nesta quarta-feira. Segundo os caminhoneiros, eles devem continuar até que o preço do combustível seja reduzido. Seis perguntas para entender os protestos A categoria cobra a redução do valor do óleo diesel após consecutivas altas nas refinarias. Na terça, o preço subiu 0,97% nas refinarias, mas nesta quarta-feira (23), após as manifestações, o valor caiu 1,54%. Hoje a Petrobras voltou a reduzir o preço da gasolina e do diesel nas refinarias. O litro da gasolina baixou 0,62%, passando de R$ 2,0433 para R$ 2,0306, enquanto o diesel reduziu 1,14%, de R$ 2,3351 para 2,3083. Em Roraima, um dos organizadores da greve, Aquila Costa, disse ao G1 que a paralisação continua e não há data para encerrar. A paralisação não fecha as vias no estado. "Um caminhão nosso aqui, trucado, faz em média 2,5 Km por litro e uma viagem. De Manaus a Boa Vista a gente tem gastado R$ 1,8 mil e [o preço] tem aumentado diariamente. Há dois meses atrás o valor era de R$ 1,5 mil". Segundo ele, no caso das carretas as despesas são ainda maiores, ultrapassam os R$ 2,5 mil. Aquila explicou ainda que os caminhoneiros não tem aumentado os valores dos fretes porque entendem que "quem é prejudicado é a população". "Gás, gasolina, alimentos e uma dezena de outros tipos de produtos chegam a Roraima pelos nossos caminhões" "A gente entende que eles são os maiores prejudicados, por isso ainda não aumentamos, porque se aumentarmos tudo vai aumentar", afirmou. Outras categorias como dos taxistas e motoristas de aplicativos de mobilidade urbana também dão apoio à manifestação em Roraima. Só nessa terça, cerca de 60 deles se reuniram na rodovia, além de 150 caminhoneiros. Em cartaz, manifestantes dizem que 'juntos somos cada vez mais fortes' Alan Chaves/G1 RR

    Copa e eleições podem adiar cronograma de desligamento do sinal analógico, diz Anatel


    De acordo com Juarez Quadros, presidente da agência, adiamento deve atingir cidades onde desligamento estiver programado para períodos próximos aos dois eventos.  O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros,...

    De acordo com Juarez Quadros, presidente da agência, adiamento deve atingir cidades onde desligamento estiver programado para períodos próximos aos dois eventos.  O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, afirmou nesta quarta-feira (23) que o desligamento do sinal analógico de TV pode ser adiado por causa da Copa e das eleições. Segundo Quadros, nos locais onde não for atingido o índice de 90% de residências aptas a receberem o sinal digital e o desligamento estiver programado para uma data muito próxima à Copa ou às eleições, o corte do sinal analógico deve ficar para depois desses eventos. "Se não deu 90% [de residências aptas a receber o sinal digital], não dá para desligar no meio da Copa. É meio arriscado", disse. Copa Na programação da agência, o desligamento nas cidades de Aracaju (SE), Belém (PA), João Pessoa (PB), Maceió (AL), Manaus (AM), Natal (RN) e Teresina (PI) está programada para 30 de maio, sendo que a Copa começa no dia 14 de junho. Já o desligamento nas cidades de Boa Vista (RR), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Macapá (AP), Palmas (TO), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC) está programado para 14 de agosto, sendo que o horário eleitoral gratuito começa no dia 31 de agosto. O presidente da Anatel explicou que, normalmente, a agência pode estender em duas ou três semanas o prazo para o desligamento até que a cidade atinja o índice de 90%. Entretanto, para não não prejudicar a transmissão dos jogos da Copa e da propaganda eleitoral, esse prazo pode ser maior nessas cidades. "Se for passar por um período mais longo até atingir 90%, é preferível deixar pelo menos passar [a Copa ou as eleições]", explicou, o presidente da Anatel.
    UFRR lança edital de mestrado em antropologia social

    UFRR lança edital de mestrado em antropologia social


    Seleção tem 12 vagas disponíveis e inscrições serão de 28 de maio a 15 de junho. Resultado final de seleção de mestrado será divulgado em 17 de agosto Valéria Oliveira/G1/Arquivo A Universidade Federal de Roraima (UFRR) lançou nesta...


    Seleção tem 12 vagas disponíveis e inscrições serão de 28 de maio a 15 de junho. Resultado final de seleção de mestrado será divulgado em 17 de agosto Valéria Oliveira/G1/Arquivo A Universidade Federal de Roraima (UFRR) lançou nesta quarta-feira (23) o edital de mestrado em Antropologia Social. No total, 12 vagas estão sendo ofertadas. Veja aqui o edital no site da UFRR. As inscrições poderão ser feitas de 28 de maio a 15 de junho na Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, no campus Paricarana, em Boa Vista. O valor da taxa de inscrição é R$25. É permitido que o candidato efetue a inscrição pelos Correios. O programa tem duas linhas de pesquisa: Processos Identitários e Direitos Diferenciados (para realização de projetos de investigação focados na interface dos campos da Antropologia, Direito, Educação e Saúde) e Etnografias contemporâneas - Estudos rurais, memória social e patrimonialização. O processo de seleção será composto de quatro etapas: prova escrita dissertativa, avaliação do pré-projeto de pesquisa; currículo e defesa de projeto. O resultado final será divulgado no dia 17 de agosto.
    Oito detentos não voltaram para unidades prisionais após 'saidinha' do Dia das Mães em RR

    Oito detentos não voltaram para unidades prisionais após 'saidinha' do Dia das Mães em RR


    Segundo a Sejuc, no sábado 194 reeducandos tiveram direito concedido pela Justiça. Ao todo, 186 retornaram. Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, na zona Rural de Boa Vista, a maior unidade prisional de Roraima Alan Chaves/G1 RR/Arquivo Oito...


    Segundo a Sejuc, no sábado 194 reeducandos tiveram direito concedido pela Justiça. Ao todo, 186 retornaram. Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, na zona Rural de Boa Vista, a maior unidade prisional de Roraima Alan Chaves/G1 RR/Arquivo Oito detentos beneficiados com a 'saidinha' do Dia das Mães ainda não retornaram para o sistema prisional de Roraima, informou a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) nesta quarta-feira (23). Os presos saíram das unidades no último sábado (12) e deveriam retornar no outro sábado (19), mas ainda não retornaram e são considerados foragidos. A Sejuc não divulgou fotos e nem as identidades deles. A saída temporária é um benefício previsto na Lei de Execuções Penais. Entre os critérios analisados, estão presos em regime semiaberto, com bom comportamento dentro dos presídios, que cumpriram 1/6 da pena no caso de réu primário e 1/4 no caso de reincidente. Segundo a Sejuc, no sábado 194 reeducandos tiveram direito concedido pela Justiça. Do total, 186 retornaram para o sistema prisional roraimense. "A Dicap (Divisão de Inteligência e Captura) está trabalhando na recaptura desses detentos que deixaram de cumprir o prazo determinado pela Justiça", informou a pasta.
    Moradores ficam sem água em Rorainópolis, Sul de RR, após problema em estação de tratamento

    Moradores ficam sem água em Rorainópolis, Sul de RR, após problema em estação de tratamento


    Segundo a Caerr, problema deve ser resolvido até o final da tarde desta quarta (23). Estação de tratamento de água em Rorainópolis, no Sul de Roraima Caerr-RR/Divulgação A Companhia de Águas e Esgotos de Roraima (Caerr) informou nesta...


    Segundo a Caerr, problema deve ser resolvido até o final da tarde desta quarta (23). Estação de tratamento de água em Rorainópolis, no Sul de Roraima Caerr-RR/Divulgação A Companhia de Águas e Esgotos de Roraima (Caerr) informou nesta quarta-feira (23) que a estação de tratamento do município de Rorainópolis está temporariamente inoperante e afeta o fornecimento de água na região. A estação foi desativada temporariamente por conta de problemas na válvula de retenção da captação de água bruta. Segundo a Caerr, providências necessárias para solucionar o problema e garantir a normalização total do serviço estão sendo tomadas. "A previsão é que até o final da tarde desta quarta-feira (23) os trabalhos sejam concluídos. Após o término dos serviços, o fornecimento será normalizado gradativamente", informou a Caerr Segundo a companhia, 10 poços artesianos que atendem o município de Rorainópolis estão operando normalmente, complementando o abastecimento de água na localidade, mas há áreas sem água. Consumidores poderão entrar em contato com a Caerr pelo canal de comunicação, por meio do número 0800 280 9520, das 7h às 18h, de segunda a sexta-feira, sábados, domingos e feriados, de 8h às 18h e pelo aplicativo Caerr Mobile (disponível para Android e iOS) ou por meio do portal da Companhia.
    Menores com farda de colégio militar são detidos com moto roubada em Boa Vista

    Menores com farda de colégio militar são detidos com moto roubada em Boa Vista


    Dupla praticava assaltos e usava farda para não levantar suspeitas, segundo policial. Apreensão foi nessa terça (22). Menores estavam com farda de colégio militar quando foram detidos; 'usavam para não levantar suspeitas', diz PM Arquivo...


    Dupla praticava assaltos e usava farda para não levantar suspeitas, segundo policial. Apreensão foi nessa terça (22). Menores estavam com farda de colégio militar quando foram detidos; 'usavam para não levantar suspeitas', diz PM Arquivo pessoal Dois garotos de 16 anos foram apreendidos nessa terça-feira (22) com uma moto roubada. A dupla, segundo a Polícia Militar, usava fardas de um colégio militar e também é suspeita de ter cometido assaltos em Boa Vista. Os menores foram flagrados durante a tarde quando pilotavam a moto pelo bairro Santa Luzia, zona Oeste da cidade. Ao verem os PMs, eles tentaram escapar de moto, mas depois bateram o veículo contra um muro e fugiram a pé. Um foi preso em seguida, mas o outro correu por algumas quadras e ainda tentou se desfazer de uma faca que teria sido usada para cometer assaltos. No entanto, ela foi apreendida, bem como o menor, e a motocicleta que tinha restrição de roubo. Segundo um policial que esteve no local, os dois garotos são suspeitos de terem cometido assaltos na região e usavam fardas de um colégio militar para não levantar suspeita, segundo um policial. Detidos, os dois confessaram participação em assaltos e foram levados ao 5º Distrito Policial.
    Sine em RR oferta 10 vagas de emprego nesta quarta-feira (23)

    Sine em RR oferta 10 vagas de emprego nesta quarta-feira (23)


    Interessados devem comparecer ao Sine das 7h30 às 13h30. Trabalhadores interessados devem manter o cadastro atualizado no Sine Jana Pessôa/Setas-MT O sistema Nacional de Emprego (Sine) em Roraima oferta 10 vagas de trabalho em diferentes áreas de...


    Interessados devem comparecer ao Sine das 7h30 às 13h30. Trabalhadores interessados devem manter o cadastro atualizado no Sine Jana Pessôa/Setas-MT O sistema Nacional de Emprego (Sine) em Roraima oferta 10 vagas de trabalho em diferentes áreas de atuação nesta quarta-feira (23) em Boa Vista. As oportunidades são para pessoas com e sem deficiência (PCD) e ambos os sexos. Para concorrer a uma vaga o candidato deve fazer o cadastro no sistema de emprego no Departamento de Emprego, Trabalho e Renda da Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes), localizado na avenida Mário Homem de Melo, bairro Mecejana, na zona Oeste da capital. É necessário apresentar a carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho e comprovante de residência atualizado. Aqueles que têm cursos na área que deseja concorrer podem levar os certificados para compor o cadastro. O atendimento ocorre das 7h30 às 13h30. Confira a lista de oportunidades: Atendente balconista. Requisitos: experiência na carteira, disponibilidade de horário e ensino médio completo - 1 vaga; Auxiliar financeiro. Requisitos: experiência na carteira, ensino médio completo - 1 vaga; Camareira de hotel. Requisitos: experiência na carteira - 1 vaga; Cozinheiro. Requisitos: experiência na carteira - 1 vaga; Instalador de telefones. Requisitos: experiência informal, possuir cursos de informática, atendimento ao público, ou ter trabalhado na área e transporte próprio - 1 vaga; Supervisor de vendas. Requisitos: que comprove experiência em área gerencial, transporte próprio, disponibilidade de horário, exige esforço físico pois irá trabalhar como chefe de pista - 5 vagas.

    Ação Global 2018 será neste sábado (26) em Boa Vista


    Atendimentos são gratuitos e serão ofertados de 8h às 17h na sede do Sesi, no bairro Aeroporto. Ação Global 2018 ocorre neste sábado (26) em Boa Vista A ação Global 2018 será neste sábado (26), em Boa Vista. O evento, que levará serviços...

    Atendimentos são gratuitos e serão ofertados de 8h às 17h na sede do Sesi, no bairro Aeroporto. Ação Global 2018 ocorre neste sábado (26) em Boa Vista A ação Global 2018 será neste sábado (26), em Boa Vista. O evento, que levará serviços gratuitos a população, ocorre de 8h às 17h na sede do Serviço Social da Indústria (Sesi), no bairro Aeroporto, zona Oeste. Esse ano a ação tem como a Educação, mas estão previstos ofertas de serviços nas áreas da saúde, cidadania, esporte lazer. A meta é atingir 4 mil pessoas e fazer 8 mil atendimentos. Na saúde estão disponíveis aos visitantes consultas com clínico geral, aferição de pressão arterial, atendimento de tracoma e vacinação. Pacientes que precisarem de medicamentos poderão adquirir os remédios em uma farmácia que será montada pela prefeitura de Boa Vista no local. O Sesc disponibilizará quatro cirurgiões dentistas. Eles farão atediamentos de restauração, limpeza, cirurgias simples, escovação monitorada e palestas sobre higienização bucal. Haverá ainda orientação para o mercado de trabalho com colaboradores do Instituto Evaldo Lodi (IEL) e cadastro para estágio. Uma parceria entre os cartórios também vai permitir que casais deem entrada no processo para habilitação de casamento. Além disso, a unidade móvel do Ministério do Trabalho e Emprego estará na ação fazendo a emissão de carteiras de trabalho para brasileiros e estrangeiros. Há oito anos a Ação não feita na capital. Ano passado o evento foi realizado no município de São João da Baliza, no Sul do estado. Mais de 5 mil pessoas foram atendidas nos mais de 10 serviços oferecidos.
    Sejuc diz que 31 detentos continuam foragidos quatro meses após fuga em massa de presídio em Roraima

    Sejuc diz que 31 detentos continuam foragidos quatro meses após fuga em massa de presídio em Roraima


    Dos 86 detentos que fugiram, 55 já foram recapturados e devolvidos ao sistema prisional de Roraima. A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) divulgou nesta terça-feira (22) ao G1 que 31 dos 86 detentos que escaparam da Penitenciária Agrícola...


    Dos 86 detentos que fugiram, 55 já foram recapturados e devolvidos ao sistema prisional de Roraima. A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) divulgou nesta terça-feira (22) ao G1 que 31 dos 86 detentos que escaparam da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo por um túnel continuam foragidos. Segundo a pasta, os outros 55 detentos que fugiram já foram recapturados e devolvidos ao sistema prisional de Roraima. O túnel por onde eles fugiram tinha 100 metros e foi feito no 'Cadeião'. A fuga em massa ocorreu durante a madrugada do dia 19 de janeiro e teve o apoio de criminosos que estavam do lado de fora. Eles cortaram a energia e o presídio ficou às escuras por meia hora. Na época, a Sejuc havia divulgado que 92 presos haviam escapado da penitenciária, mas após nova contagem, o número foi atualizado para 86 fugitivos. A quantidade foi atualizada após nova chamada na unidade prisional feita naquela semana. Veja abaixo quem são os foragidos:
    Adolescente grávida tenta arrombar carro da polícia com agentes dentro e acaba detida em Boa Vista

    Adolescente grávida tenta arrombar carro da polícia com agentes dentro e acaba detida em Boa Vista


    Agentes da Polícia Civil estavam dentro de carro para investigar outro caso quando adolescente se dirigiu ao veículo na tentativa de cometer o crime. Adolescente foi levada para a delegacia onde prestou esclarecimentos Marcelo Marques/G1 RR Uma...


    Agentes da Polícia Civil estavam dentro de carro para investigar outro caso quando adolescente se dirigiu ao veículo na tentativa de cometer o crime. Adolescente foi levada para a delegacia onde prestou esclarecimentos Marcelo Marques/G1 RR Uma adolescente, de 15 anos, que está grávida foi detida nesta terça-feira (22) após ser flagrada tentando arrombar carros no bairro Caçari, zona Leste de Boa Vista. Um dos veículos era da Polícia Civil onde estavam agentes que investigavam um outro caso. A garota possui outras passagens pela polícia. Com ela foi apreendida uma bolsa com diversos alicates, chaves de fenda, canivetes, chaves estrelas, que, segundo a polícia, era usado nos arrombamentos. Ela tentou arrombar carros que estavam estacionados na rua Ingazeira. Segundo um agente, a suspeita se dirigiu ao carro em que eles estavam e recuou ao perceber que havia gente dentro do veículo. Os investigadores saíram do carro e se apresentaram como policiais. Eles questionaram o motivo de a adolescente ter tentando abrir os outros veículos. “Ela negou inicialmente, mas depois confessou que passava pelas ruas e tentava abrir as portas e furtar o que tivesse dentro”, relatou um investigador. Suspeita confessou A adolescente confirmou que há um tempo vem arrombando veículos estacionados pelas ruas da capital. A bolsa usada para colocar as ferramentas ,de acordo com ela, também é procedente de furto. "Não lembro do que já furtei de dentro de um carro", disse. Segundo revelou a suspeita, ela já foi detida três vezes, é usuária de crack e maconha e está grávida de dois meses. “Fui para delegacia duas vezes por roubo e uma por tráfico de drogas”, contou, sem comentar há quanto tempo vem arrombando carros. Alicates estavam posse da adolescente e seriam usados para arrombar carros Marcelo Marques/G1 RR Contra a adolescente havia ainda um mandado de busca e apreensão expedido pela 1º Vara da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de Roraima. O mandado é referente a uma infração cometida por ela em 2016. A garota foi conduzida ao 1º Distrito Policial onde foi lavrado um Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC) por tentativa de furto e cumprido o mandado que estava em aberto. A adolescente foi encaminhada ao Centro Socioeducativo (CSE).
    Caminhoneiros fazem segundo dia de protesto contra aumento do combustível na BR-174, em Boa Vista

    Caminhoneiros fazem segundo dia de protesto contra aumento do combustível na BR-174, em Boa Vista


    Manifesto ocorre na BR-174, no 13 de Setembro. PRF acompanha. Caminhoneiros protestam no acostamento da BR-174, em Boa Vista; PRF acompanha o ato Jackson Félix/G1 RR Caminhoneiros fazem desde às 14h desta terça-feira (22) um protesto contra o...


    Manifesto ocorre na BR-174, no 13 de Setembro. PRF acompanha. Caminhoneiros protestam no acostamento da BR-174, em Boa Vista; PRF acompanha o ato Jackson Félix/G1 RR Caminhoneiros fazem desde às 14h desta terça-feira (22) um protesto contra o aumento no preço do combustível no trecho urbano da BR-174, no bairro 13 de Setembro, zona Oeste de Boa Vista. Segundo o organizador, Áquila Costa, o ato reúne 150 pessoas, entre motoristas de caminhões e de veículos ligados a aplicativos de transporte. Este é o segundo dia de protesto na capital. A Polícia Rodoviária Federal em Roraima acompanha o protesto mas informou que não divulgaria estimativa de público. A categoria quer a redução do valor do óleo diesel, que tem tido altas consecutivas nas refinarias. Nesta terça, o preço sobe 0,97% nas refinarias. Mas a Petrobras já anunciou que a partir de quarta-feira (23), o valor cairá 1,54%. A escalada dos preços aconteceu em meio à disparada dos valores internacionais do petróleo. Caminhões, carretas e carros de passeio estão estacionados no acostamento da pista direito, no sentido bairro-centro. De acordo com a PRF, a uma das vias chegou a ficar interditada por 15 minutos. O ato é considerado pacífico. O grupo protesta com faixas e cartazes. Na avaliação do caminhoneiro Basílio Diniz, com o aumento no preço do combustível o trabalho deve ficar inviável, pois o valor pago no frete continua o mesmo. "Não queremos que aumente o frete, e sim baixe o preço do combustível, porque isso atinge o consumidor final, que é pessoa que vai comprar, o pão, leite e atingem também a cesta básica. A gente movimenta milhões e milhões em mercadorias e estamos vendo que não compensa mais trabalhar", disse Diniz. Protesto ocorre pelo segundo dia no trecho urbano da BR-174, em Boa Vista Jackson Félix/G1 RR

    Acompanhante reclama de acúmulo de sujeira no maior hospital de Roraima: 'nós que fazemos a limpeza'


    Denunciante também reclama da falta de material hospitalar. Sesau diz que já iniciou limpeza no Hospital Geral de Roraima. Familiar de paciente internado no HGR faz vídeo mostrando sujeira no maior hospital de RR A doméstica Angelina Rodrigues de...

    Denunciante também reclama da falta de material hospitalar. Sesau diz que já iniciou limpeza no Hospital Geral de Roraima. Familiar de paciente internado no HGR faz vídeo mostrando sujeira no maior hospital de RR A doméstica Angelina Rodrigues de Souza, de 53 anos, acompanhante da mãe que está internada no Hospital Geral de Roraima (HGR), fez um vídeo mostrando o acúmulo de sujeira nos corredores, quartos e banheiros da unidade. O vídeo foi enviado ao G1 nesta terça-feira (22) e exibe a falta de higiene da unidade que é o maior hospital público do estado. Angelina alega que os funcionários responsáveis pela limpeza do HGR não realizam o serviço devido ao atraso no pagamento dos salários, que já chega a seis meses. Segundo ela, sem uma solução, os próprios familiares dos pacientes estão limpando a unidade. Em nota a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) disse que intensificou nessa segunda-feira (21) o serviço de limpeza e higienização nos hospitais da capital, começando pelo HGR. Os blocos A e B são os primeiros a serem limpos e a higienização dos demais blocos será feita durante a semana. A doméstica disse que contastou os problemas depois que passou a acompanhar mãe, internada há três meses no bloco E por conta de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Ela afirma que decidiu gravar o vídeo e denunciar a situação por temer que a mãe contraia infecção hospitalar em razão da sujeira. Ela disse também que há um esgoto aberto próximo ao bloco. "Desde que cheguei aqui a limpeza é precária. Os banheiros estão extremamente sujos, com musgo nas paredes e as lixeiras transbordam de resíduos. Isso ocorre em todos os blocos. Nós que fazemos a limpeza", explicou. O presidente da União Geral dos Trabalhadores no Estado de Roraima, Fabiano Xavier, informou que a situação se repete em outros hospitais da capital e também do interior. Segundo ele, os funcionários das empresa tercerizadas que atuam na área da limpeza não recebem há seis meses. Xavier disse ainda que alguns empregados que atuam nos hospitais do interior já suspenderam os serviços e há uma prediposição de paralisação no HGR e na Maternidade Nossa Senhora de Nazaré. "Chegou num ponto que o trabalhador não aguenta mais", afirmou. Falta de material hospitalar Angelina também reclamou da falta de materiais hospitalares básicos para a realização de procedimentos médicos. Ela conta que por essa precariedade a mãe dela não fez uma raspagem nas costas, agendada para a manhã desta terça. "Falta tudo. Máscaras, esparadrapos, algodão, até as luvas para fazer os curativos nos pacientes é a gente que compra", reclama. Vistoria No domingo (20) a promotora de Defesa da Saúde, Jeanne Sampaio visitou o HGR e constatou, além da falta de limpeza, problemas como alagamento nos leitos e infiltração na sala do posto de enfermagem. De acordo com a promotora, o Ministério Público de Roraima vai acompanhar a realização das mudanças solicitadas ao secretário de Saúde. Nota da Sesau na íntegra A Secretaria de Comunicação do Governo de Roraima esclarece que a Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) intensificou nesta segunda-feira (21) o serviço de limpeza e higienização nos hospitais da capital, começando pelo HGR (Hospital Geral de Roraima), por determinação da governadora Suely Campos. Mais de 50 trabalhadores estão trabalhando na limpeza geral do hospital. Os blocos A e B foram os primeiros a serem limpos. A higienização dos demais blocos ocorrerá em sequência durante toda a semana. A governadora Suely Campos determinou ainda que a Sesau adote todas as medidas para regularizar os pagamentos dos trabalhadores terceirizados. Em relação à limpeza nas unidades do interior, foi realizada uma nova licitação para contratação de uma empresa responsável pela limpeza e fornecimento de materiais para o serviço. Nos próximos dias, a empresa vencedora iniciará uma visita técnica nas unidades para iniciar o serviço o quanto antes. Quanto aos materiais hospitalares como luvas, máscaras, toucas, entre outros itens e mais medicamentos estão em fase de aquisição. A secretaria está articulando o apoio para realizar novo transporte aéreo e suprir os itens em falta o mais rápido possível.
    Conselho de Direitos Humanos critica 'acolhida humanitária militarizada' de venezuelanos em RR: 'é preocupante'

    Conselho de Direitos Humanos critica 'acolhida humanitária militarizada' de venezuelanos em RR: 'é preocupante'


    Relatório pede que abrigos sejam geridos por civis e que o Ministério da Defesa preste contas dos R$ 190 mi liberados para atender venezuelanos em Roraima. Militares controlando entrada e saída do abrigo Tancredo Neves, na periferia de Boa...


    Relatório pede que abrigos sejam geridos por civis e que o Ministério da Defesa preste contas dos R$ 190 mi liberados para atender venezuelanos em Roraima. Militares controlando entrada e saída do abrigo Tancredo Neves, na periferia de Boa Vista Jackson Félix/G1 RR/Arquivo O Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) criticou a acolhida feita pelo governo brasileiro para receber em Roraima os imigrantes venezuelanos que fogem do regime de Nicolás Maduro. Em relatório, o órgão disse que o governo precisa reavaliar o que chamou de "militarização da acolhida humanitária" ao fluxo de venezuelanos, e pediu que a gestão dos abrigos públicos de Roraima, onde há militares, seja transferida o quanto antes para órgãos públicos civis responsáveis pela assistência social. Desde a visita do presidente Michel Temer (MDB) a Roraima, as Forças Armadas foram designadas para lidar com a imigração em massa de venezuelanos para o estado. Por meio de Medida Provisória, Temer criou a Força Tarefa Logística e Humanitária que passou a executar a operação 'Acolhida' em Roraima. Por conta disso, foram liberados R$ 190 milhões para o Ministério da Defesa custear a atuação dos militares no estado durante um ano. As ações incluem o ordenamento da fronteira, presença nos abrigos para imigrantes, retirada de venezuelanos que estavam em praças cercadas com tapumes, e o processo de interiorização - que são as transferências dos imigrantes para outros estados do Brasil. Militares durante transferência de venezuelanos para o abrigo Tancredo Neves após reforma em abril Emily Costa/G1 RR/Arquivo Frente a essas ações, o Conselho classificou a atuação do governo brasileiro como uma "resposta humanitária militarizada ao fluxo de venezuelanos", disse que ela é preocupante porque contraria a legislação vigente. "[...] ela [resposta militarizada] vai na contramão do que a Nova Lei de Migração (Lei nº 13.445/17) preconiza de substituição do paradigma da segurança nacional pela lógica dos direitos humanos", aponta o relatório que também cobra que Ministério da Defesa preste contas detalhadas sobre alocação e execução orçamentária dos R$ 190 milhões que recebeu. Procurado pelo G1, o Ministério da Defesa informou por nota que a assistência aos venezuelanos é feita por 12 ministérios geridos pela Casa Civil, e não pelas Forças Armadas, assim como os abrigos que são dirigidos pela ONU e ONGs . (Veja íntegra da nota ao final da reportagem) Segundo o relatório, o fluxo de imigrantes para o estado tem aumentado desde janeiro, "e as medidas de acolhimento, integração e ações de interiorização ainda se mostram confusas e pouco transparentes". Nos últimos três anos, quase 20 mil venezuelanos pediram refúgio em Roraima, primeiro estado após a fronteira. Entre janeiro e fevereiro, cerca de 3 mil venezuelanos solicitaram refúgio no estado e outros 2,5 mil pediram residência temporária à Polícia Federal em Boa Vista. “A adequada acolhida de migrantes envolve aspectos de documentação, abrigamento e acesso a direitos, competências que fogem ao escopo constitucional das funções das Forças Armadas”, diz o relatório do CNDH divulgado na última sexta-feira (18) em Brasília. Militares durante retirada de venezuelanos da praça Capitão Clóvis, em Boa Vista, em abril; no dia, imigrantes contaram que foram pegos de surpresa: 'Acordamos com os homens do exército aqui dentro. Foi assustador' Emily Costa/G1 RR/Arquivo Sobre a presença dos militares nos abrigos públicos para imigrantes, o relatório pediu esclarecimentos sobre as atuais funções do exército nesses locais. Há nove abrigos em Boa Vista e Pacaraima. Eles são geridos pela Força-Tarefa em conjunto com a ONU, ONGs e o governo do estado e tem cerca de 4 mil pessoas. No entanto, eles têm capacidade para apenas 3,6 mil e a falta de vagas faz até com que casais de imigrantes tenham que viver separados. Sobre ações de transferência de venezuelanos para outros estados, o Conselho de Direitos Humanos também fez recomendações. Foi pedido que as ações de interização ocorram de forma voluntária, e que os imigrantes tenham o direito de desistir de participar do processo, além de contemplar pessoas em situação de vulnerabilidade, o que inclui famílias, com ou sem crianças. Até agora, já foram feitas três etapas da interiorização, levando 527 venezuelanos para as cidades de São Paulo, Manaus e Cuiabá em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). O relatório do CNDH ressalta ainda a necessidade de atenção específica aos indígenas venezuelanos que têm imigrado para o Brasil. Um dos oito abrigos da capital é exclusivamente para índios venezuelanos, a maioria da etnia Warao. “A presença de grupos indígenas entre os migrantes não tem recebido a atenção que a situação exige”, ressalta o documento, mencionando que as medidas que afetem os indígenas devem ser desenvolvidas com sua participação e consentimento. O relatório foi feito com base em visitas aos estados do Pará, Amazonas e Roraima, entre os dias 17 e 26 de janeiro deste ano. O documento foi aprovado em Brasília pelo colegiado da instituição. Veja íntegra da nota do Ministério da Defesa A assistência aos venezuelanos é definida pelo Comitê Federal de Assistência Emergencial (decreto 9.286/2018), composto por 12 ministérios e presidido pela Casa Civil (e não pelas Forças Armadas). A operação local é conduzida por equipes desarmadas de militares, dada sua ampla experiência com o terreno de fronteira, com logística e com a montagem de estruturas temporárias. A gestão dos abrigos e o acolhimento de imigrantes são tarefas conduzidas pelo Acnur/ONU e por ONGs, principalmente pela Fraternidade Sem Fronteiras, em estreito relacionamento com o Ministério do Desenvolvimento Social. Portanto é incorreto se referir a uma militarização da resposta humanitária. Cabe ao Ministério da Defesa a coordenação operacional das ações e projetos estabelecidos por este comitê. Os recursos financeiros investidos na operação podem ser consultados via Portal da Transparência.
    Quatro são detidos com drogas e armas em boca de fumo em RR; 'iriam executar membro de facção rival'

    Quatro são detidos com drogas e armas em boca de fumo em RR; 'iriam executar membro de facção rival'


    PM diz que drogas estavam prontas para serem vendidas. Armas tinham munição. Além de drogas, duas armas foram encontradas na boca de fumo Laudinei Sampaio/Rede Amazônica Roraima Quatro pessoas foram detidas nessa segunda-feira (21) após a...


    PM diz que drogas estavam prontas para serem vendidas. Armas tinham munição. Além de drogas, duas armas foram encontradas na boca de fumo Laudinei Sampaio/Rede Amazônica Roraima Quatro pessoas foram detidas nessa segunda-feira (21) após a Polícia Militar localizar uma boca de fumo no bairro Jardim Equatorial, na zona Oeste de Boa Vista. Os suspeitos têm entre 17 e 31 anos. Segundo a PM, eles foram detidos após serem vistos em atitude suspeita pela equipe de policiais em frente à residência. No local, os agentes encontraram um revólver e uma pistola, além de 'trouxinhas' de droga prontas para venda. Ainda de acordo com a PM, os suspeitos fugiram pulando muros e cercas, mas acabaram detidos. Uma das armas, uma pistola Glock modelo G22 ponto 40 com munições, foi localizada com o adolescente de 17 anos. Quando entraram na casa, uma jovem e uma mulher ficaram nervosas e tentaram dificultar o acesso ao local. Lá os PMs encontram a outra arma dentro de uma mala de viagem. Em revista na casa, os policiais acharam ainda várias trouxinhas de droga aparentando ser maconha. Segundo a PM, todos os envolvidos relataram ser da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e disseram que as armas seriam usadas para executar um membro da facção rival, o Comando Vermelho (CV). Os quatro suspeitos foram levados à Central de Flagrantes no 5º Distrito Policial.
    Oficina vai discutir turismo em terras indígenas de Roraima

    Oficina vai discutir turismo em terras indígenas de Roraima


    Objetivo é facilitar o entendimento das lideranças indígenas sobre o direito e usufruto das terras. Dilson Igarikó, secretario estadual do Índio, em entrevista à Rede Amazônica em abril deste ano Alan Chaves/G1 RR/Arquivo O turismo em terras...


    Objetivo é facilitar o entendimento das lideranças indígenas sobre o direito e usufruto das terras. Dilson Igarikó, secretario estadual do Índio, em entrevista à Rede Amazônica em abril deste ano Alan Chaves/G1 RR/Arquivo O turismo em terras indígenas será assunto de debate na Oficina Estadual de Políticas Indígenas, promovida pela Secretaria Estadual do Índio (Sei) nesta quarta (23) e quinta-feira (24), em Boa Vista. O evento será realizado no Auditório Alexandre Borges da Universidade Federal de Roraima (UFRR), e no dia 25 na sede da secretaria. De acordo com Dilson Igarikó, titular da pasta, o objetivo é facilitar o entendimento das lideranças de comunidades indígenas sobre o direito e usufruto das terras, para que possam explorar o etnoturismo e o turismo ecológico. "Vamos tratar das questões de associativismo e cooperativismo voltados para empreendedorismo. E mais ainda, vamos discutir normativa da Funai com relação à atividade de turismo nas terras indígenas", destacou. O evento pretende definir os tipos de turismo que as comunidades podem desenvolver. Os palestrantes vão apresentar os tipos de turismo para que os povos indígenas possam avaliar qual modalidade se adequa melhor em suas comunidades. "Tudo isso pensando na melhoria da economia e nas potencialidades de cada região. Assim fica mais fácil para o poder público elaborar projetos para que possamos desenvolver", pontuou Ingarikó. Os dois primeiros dias de palestras serão na UFRR e o terceiro e último dia será de oficina para a elaboração das propostas, na sede Secretaria. As atividades iniciam às 8h com parada para almoço, retornando às 14h seguindo até às 17h30. A oficina vai discutir também o fortalecimento de produção agropecuária no sentido de oferecer serviços para as próprias comunidades indígenas e para os turistas. Serão tratados os temas: alimentação de qualidade, melhoramento do transporte, infraestrutura para a comunidade e serviços para os turistas.
    Suspeito de se passar por cliente e assaltar farmácia é preso em Boa Vista

    Suspeito de se passar por cliente e assaltar farmácia é preso em Boa Vista


    Jovem de 18 anos foi preso na rua e reconhecido pela vítima. Ele roubou R$ 500, um par de chinelos e um creme dental da farmácia. Suspeito primeiro se passou por cliente, depois anunciou o assalto e levou todo o dinheiro do caixa da farmácia na...


    Jovem de 18 anos foi preso na rua e reconhecido pela vítima. Ele roubou R$ 500, um par de chinelos e um creme dental da farmácia. Suspeito primeiro se passou por cliente, depois anunciou o assalto e levou todo o dinheiro do caixa da farmácia na zona Oeste de Boa Vista Arquivo pessoal Um jovem de 18 anos identificado pela Polícia Militar como Kayro Vinícius Barbosa Nascimento foi preso nesta segunda-feira (21) suspeito de assaltar uma farmácia no bairro Caimbé, na zona Oeste de Boa Vista, no domingo (20). Câmeras de segurança da farmácia flagraram a hora em que o suspeito chegou ao local e se passou por cliente. Depois de fingir que iria uma comprar um par de chinelos e um creme dental, ele mostrou a arma para uma funcionária, de 24 anos, e anunciou o assalto. O suspeito roubou R$ 500, o relógio da vítima, os chinelos e o creme dental. Toda a ação durou cerca de um minuto. Segundo a Polícia Militar, Nascimento foi reconhecido pela funcionária. Arma, balança de precisão e droga apreendida em casa indicada pelo suspeito do assalto Giro/Polícia Militar/Divulgação O suspeito foi preso no Jóquei Clube, na zona Oeste da capital, por PMs do Grupamento Independente Intervenção Rápida Ostensiva (Giro). Ele estava na rua quando foi reconhecido pelos policiais que tinham suas características. Questionado sobre a arma usada no assalto, ele disse que pertencia a um jovem chamado de 'Matheus Babilônia'. O Giro foi até a casa dele e no local encontrou um revólver calibre 32 com duas munições intactas, uma porção de maconha, balança de precisão, R$ 81, celulares e um relógio. Uma adolescente de 16 anos que estava no imóvel também foi conduzida ao 2ª Distrito Policial junto com Nascimento. O suposto dono da arma não foi encontrado.
    Jovem é baleado dentro de comércio na zona Oeste de Boa Vista

    Jovem é baleado dentro de comércio na zona Oeste de Boa Vista


    Vítima era atendida em caixa, quando foi baleada por suspeito armado. Caso foi no bairro Doutor Sívio Leite. Jovem foi socorrido pelo Samu e levado ao Pronto Socorro Franciso Elesbão Inaê Brandão/G1 Um jovem de 22 foi baleado na tarde desta...


    Vítima era atendida em caixa, quando foi baleada por suspeito armado. Caso foi no bairro Doutor Sívio Leite. Jovem foi socorrido pelo Samu e levado ao Pronto Socorro Franciso Elesbão Inaê Brandão/G1 Um jovem de 22 foi baleado na tarde desta segunda-feira (21) dentro de um mercado no bairro Doutor Sílvio Leite, zona Oeste de Boa Vista. Ele foi identificado pela Polícia Militar apenas como "Thalisson". Ele estava sendo atendido no caixa do supermercado quando chegou um homem armado e disparou três vezes em sua direção. O suspeito fugiu logo depois. Ainda não se sabe quantos tiros o atingiram, mas ele foi levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ao pronto socorro. Uma jovem de 26 anos, o dono do mercado, de 38, e um cliente, de 29, que estavam no local foram conduzidos ao 4º Distrito Policial para prestarem esclarecimentos sobre o caso.
    Inscrições para concurso da UFRR encerram nesta terça-feira (22)

    Inscrições para concurso da UFRR encerram nesta terça-feira (22)


    Edital oferece cinco vagas para cargos de nível médio, técnico e superior. Provas do concurso da UFRR serão aplicadas em 19 de agosto UFRR/Divulgação A Universidade Federal de Roraima (UFRR) encerra nesta terça-feira (22) as inscrições do...


    Edital oferece cinco vagas para cargos de nível médio, técnico e superior. Provas do concurso da UFRR serão aplicadas em 19 de agosto UFRR/Divulgação A Universidade Federal de Roraima (UFRR) encerra nesta terça-feira (22) as inscrições do concurso com cinco vagas para cargos de nível médio, técnico e superior. As vagas são para assistente de tecnologia da informação (nível médio), técnico em contabilidade (nível técnico), médico psiquiatra, e médico generalista (ambas de nível superior). Os salários variam de R$ 1.945,07 a R$ 4.180,66. De acordo com o edital (disponível aqui) as inscrições poderão ser efetuadas exclusivamente via Internet até às 17h30 desta terça. A taxa é de R$ 47 para nível médio, R$ 60 para técnico e R$ 100 para superior. As provas serão aplicadas no dia 19 de agosto em Boa Vista.
    Caminhoneiros voltam a protestar em rodovias contra alta do diesel

    Caminhoneiros voltam a protestar em rodovias contra alta do diesel


    Atos ocorrem em pelo menos 24 estados. Caminhoneiros protestam em trecho da BR-116 em Lages, Santa Catarina Fom Conradi/Futura Press/Estadão Conteúdo Alta dos combustíveis mobiliza caminhoneiros pelo segundo dia Caminhoneiros voltaram a protestar...


    Atos ocorrem em pelo menos 24 estados. Caminhoneiros protestam em trecho da BR-116 em Lages, Santa Catarina Fom Conradi/Futura Press/Estadão Conteúdo Alta dos combustíveis mobiliza caminhoneiros pelo segundo dia Caminhoneiros voltaram a protestar em rodovias federais e estaduais nesta terça-feira (22). Na segunda, foram registrados atos em ao menos 24 estados. A maioria dos atos impede a passagem de caminhões, mas libera a de carros de passeio e outros veículos. Alguns protestos ocorrem apenas nos acostamentos. A Justiça Federal de SC e do PR proibiram que os manifestantes ocupem ou dificultem a passagem em rodovias federais. A categoria quer a redução do valor do óleo diesel, que tem tido altas consecutivas nas refinarias. Nesta terça, o preço sobe 0,97% nas refinarias. Mas a Petrobras já anunciou que a partir de quarta-feira (23), o valor cairá 1,54%. A escalada dos preços aconteceu em meio à disparada dos valores internacionais do petróleo. As revisões podem ou não refletir para o consumidor final – isso depende dos postos. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP), o preço médio do diesel nas bombas já acumula alta de 8% no ano. O valor está acima da inflação acumulada no ano, de 0,92%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Fabricantes de veículos também foram afetadas. Chevrolet, Fiat e Ford afirmaram nesta terça-feira que estão enfrentando problemas na produção em decorrência das manifestações. Nesta manhã, foram registrados atos em pelo menos 24 estados: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, e Tocantins. Motoristas se mobilizam no Rio Grande do Sul e em Mato Grosso Protesto de caminhoneiros em Jacareí Lucas Cardoso/TV Vanguarda Caminhoneiros bloqueiam vias de vários estados em protesto contra a alta do diesel Veja, a seguir, a situação em cada estado: Alagoas Caminhoneiros bloqueiam o km 73 da BR-101, em Messias, Zona da Mata de Alagoas. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o bloqueio começou às 10h15. A manifestação já resulta em quatro quilômetros de congestionamento e não há previsão de liberação. Amazonas No Amazonas, o protesto acontece na BR-174, entre Manaus e Boa Vista. Bahia Caminhoneiros voltaram a fechar a BA-535, conhecida como Via Parafuso. A via chegou a ser bloqueada totalmente, mas depois foi liberada uma faixa de cada sentido. Também há ato no acostamento da BR-101, próximo a Alagoinhas, mas até por volta das 6h o trânsito não havia sido bloqueado. Ceará Caminhoneiros voltaram a protestar em dois pontos no estado. O primeiro protesto fecha um trecho da BR-116, no km 70, no município de Chorozinho, Região Metropolitana de Fortaleza. Um outro ato ocorre no km 20 da BR-116, no município de Itaitinga, também na Região Metropolitana. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal do Ceará (PRF-CE), o trânsito nestes locais está lento e não há previsão de liberação. Uma equipe da PRF-CE está no local juntamente com a Polícia Militar. Espírito Santo Motoristas voltaram a protestar em alguns pontos da BR-101: Km 305 (Viana): ato no acostamento, o trânsito é livre. Km 414 (Cachoeiro de Itapemirim): manifestação apenas no trevo; trânsito é livre. Km 156 (Ibatiba): ato no acostamento; trânsito livre apenas para carros de passeio. Goiás Protesto segue bloqueando distribuidoras de combustíveis e trechos de rodovias em Goiás. Os bloqueios são exclusivamente para caminhões. Carros de passeio, ônibus e veículos que transportam cargas perecíveis são liberados em todos os pontos de interdição. Veja os pontos: BR-050 – três pontos no trecho de Catalão BR-060 – um ponto em Rio Verde BR-153 - dois pontos em Aparecida de Goiânia e um Itumbiara BR-158 – trecho no município de Caiapônia BR-364 - um ponto em Jataí BR-414 - um ponto em Niquelândia BR-452 - um ponto em Bom Jesus de Goiás Caminhoneiros seguem bloqueando distribuidoras de combustíveis e rodovias em Goiás Maranhão Caminhoneiros fazem atos em seis pontos de rodovias que atravessam o estado. Os protestos acontecem na BR-135, em São Luís; na BR-010, em Imperatriz e Estreito; e na BR-316, em Caxias, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A BR-230, em Balsas e São Domingos do Azeitão, também foi interdidata. No Km 12 da BR-135, a manifestação começou por volta das 7h30 desta terça. Os caminhoneiros estacionaram seus veículos na faixa direita da via e deixaram o fluxo do trânsito fluir. Durante a tarde, a manifestação migrou para o acesso próximo à Vila Maranhão. Já em Imperatriz, a PRF informou que o grupo de caminhoneiros bloqueou a BR-010 em um trecho do Km 246, em frente a um posto de combustível. Somente uma faixa da pista é liberada para passagem de automóveis. Em Caxias, na BR-316, o protesto se concentra Km 554. Assim como em Imperatriz, todos os outros tipos de veículos seguem com autorização dos manifestantes, exceto os caminhões. Em São Domingos do Azeitão, a 633 km de São Luís, uma manifestação começou no fim da manhã no km 216 da BR-230, próximo ao acesso para o município de Benedito Leite. São cerca de 25 a 30 manifestantes, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal. Outra protesto que se iniciou no começo da tarde ocorre no km 131 da BR-010 em Estreito, onde manifestantes também bloquearam a rodovia. Mato Grosso Dez pontos de protesto são registrados nesta manhã nas rodovias federais de Mato Grosso. Há atos em Cuiabá, Sinop, Primavera do Leste, Campo Verde, Sapezal, Comodoro, Rondonópolis, Nova Mutum e Tangará da Serra. Segundo a concessionária que administra a rodovia, Rota do Oeste, em todos os pontos está liberada a passagem de veículos de passeio, ambulâncias e veículos de carga viva e perecíveis. Protesto de caminhoneiros na BR-163 em Rondonópolis, nesta terça-feira (22) Maycon Araújo/TV Centro América Mato Grosso do Sul Em Campo Grande, caminhoneiros protestam em dois pontos da BR-163, na altura do km 477 e km 550. Eles estão liberando a passagem somente para carros de passeio, ambulâncias e ônibus, sem a queima de pneus. São cerca de 2 km de congestionamento. Na cidade de Bandeirantes, a 71 km de Campo Grande, caminhoneiros também estão parados na rodovia, km 550, sentido São Gabriel do Oeste. Já em Eldorado, a paralisação está na altura do km 39. Em Naviraí, na altura do km 117. No município de Rio Brilhante, caminhoneiros estão na altura do km 323. No caso de Paranaíba, a categoria parou na BR 158, altura do km 96 e, em Sidrolândia, BR-060, km 420, com pista liberada desde as 8h. Minas Gerais De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) há manifestantes em 20 trechos das estradas federais que cortam o estado. Uma delas é na Rodovia Fernão Dias, em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os manifestantes ocupam uma faixa no sentido Belo Horizonte e outra na direção de São Paulo. Segundo a PRF, não há congestionamento em nenhuma das rodovias, porque o tráfego flui nas faixas liberadas. No Sul de Minas, os motoristas seguem parados em pelos menos quatro rodovias - Fernão Dias, BR-491, BR-265 e MG-050. Há também manifestações no Triângulo Mineiro e na região Centro-Oeste. Pará De acordo com a PRF, por volta das 9h a BR-316, no km 23, estava totalmente bloqueada nos dois sentidos. O trecho fica em Benevides, região metropolitana de Belém, onde o engarrafamento chega a 10 km de extensão. Já em Paragominas, no km 165 da BR-010, a interdição é parcial. Os manifestantes estão permitindo a passagem de veículos particulares e de emergência. Paraíba O trecho da Alça Sudoeste, na BR-230, em Campina Grande, está interditado desde as 7h. Caminhoneiros colocaram pneus na pista, mas estão liberando a passagem para carros de passeio. Também há pontos de interdição na BR-104, na saída para o Sertão paraibano e na BR-110, no município de Monteiro. Protesto também acontece na cidade de Monteiro Edivaldo José/Arquivo Pessoal Paraná Caminhoneiros fazem o 2º dia de protestos nas rodovias do Paraná contra o aumento do diesel. Não há estradas totalmente bloqueadas nas estradas federais, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Uma determinação judicial proíbe que eles fechem totalmente as rodovias federais, sob pena de multa de R$ 100 mil por hora. Pernambuco Caminhoneiros realizaram uma manifestação na BR-232, em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, contra o aumento no preço dos combustíveis. O protesto, que ocorreu nos dois sentidos da rodovia, teve início às 8h31 e terminou por volta das 10h20. A BR-232 foi liberada. Manifestantes também interditam uma faixa da BR-101, no município de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o protesto começou por volta das 8h, no quilômetro 83, nas proximidades da fábrica da Vitarella. A PRF ainda não sabe informar a extensão do congestionamento no local. A BR-316, em Ouricuri, no Sertão Pernambucano, também registra protesto. O congestionamento é de cerca de 15 km nos dois sentidos. Apenas ambulâncias, veículos de carga de animais, transportes escolares e carros de passeio podem passar pelo bloqueio. Caminhoneiros bloquearam a PI-247 no Sul do Piauí Arquivo Pessoal/Eduardo Gomes Lima Piauí Mais de 200 caminhoneiros fecharam a PI-247, na entrada de Uruçuí, Sul do Piauí. A manifestação começou desde às 7h desta terça e não tem previsão para terminar. Para bloquear a rodovia, os caminhoneiros queimaram pneus e depois de negociação com a polícia decidiram liberar uma das vias para passagem de veículos de passeio e ônibus. Centenas de caminhões estão estacionados ao longo da rodovia. Rio de Janeiro Motoristas fazem manifestação em três estradas de acesso ao Rio. Na Rodovia Presidente Dutra, é interditada uma faixa no sentido Rio e o acostamento, na altura do quilômetro 276, Barra Mansa. O trânsito está fluindo pela faixa da direita e o congestionamento atinge dois quilômetros. Tempo real: acompanhe a situação do trânsito Na rodovia BR-101, caminhoneiros interditam o acostamento nos trechos de Manilha e Campos. Na Rodovia Washington Luiz, o ato é realizado em três pontos: no km 810, no acostamento, e nos km 808 e 780 nos dois sentidos da rodovia BR-040. Os motoristas permitem a passagem de outros veículos. Caminhoneiros fazem protesto em rodovias do Rio de Janeiro Reprodução / TV Globo Rio Grande do Norte Caminhoneiros voltaram a interditar parcialmente o trecho do quilômetro 106 da BR-101 em Parnamirim, região metropolitana de Natal, no final da manhã. Após deixar apenas uma faixa liberada ao tráfego, o ato foi encerrado por volta das 19h. Também foi registrada interdição na BR-304, na altura de Mossoró, no Oeste potiguar. Os caminhoneiros liberaram a via por volta das 17h40, de acordo com a PRF. Rio Grande do Sul Por volta das 8h30, caminhoneiros protestavam em ao menos 15 pontos de rodovias federais e estaduais, sem bloqueios, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Em Araricá, a fila de caminhões parados na rodovia chegava a 8 km por volta das 9h30. Em todos os pontos, caminhoneiros se aglomeravam às margens das rodovias, abordando transportadores de cargas, mas sem prejuízos para o tráfego. A GM divulgou uma nota informando que o movimento dos caminhoneiros está impactando o fluxo logístico em suas fábricas no Brasil, com reflexo nas exportações. "Com a falta de componentes, as linhas de produção começam a ser paralisadas e também estamos enfrentando dificuldades na distribuição de veículos à rede de concessionárias", ressalta a nota. Manifestação ocorrida em Araricá, no Vale do Sinos, na madrugada desta terça-feira (22) Reprodução/RBS TV Rondônia A BR-364 foi interditada por caminhoneiros na região de Candeias do Jamari, cerca de 20 km de Porto Velho. Os manifestantes montaram barricadas de pneus e estão barrando o tráfego de caminhões, com passagem permitida apenas para ônibus, carros pequenos e ambulâncias. Até as 10h30 havia um congestionamento de mais de 10km na região. Roraima Um ato com 150 pessoas acontece no trecho urbano da BR-174, em Boa Vista. Caminhões, carretas e carros de passeio estão estacionados no acostamento da pista direito, no sentido bairro-centro. De acordo com a PRF, a uma das vias chegou a ficar interditada por 15 minutos. Santa Catarina Os atos ocorrem na Serra Catarinense, Oeste, Litoral, Vale de Itajaí, Grande Florianópolis, Norte e Sul. Caminhoneiros passaram a noite em pelo menos 17 pontos de rodovias federais. Às 8h, o km 282, na BR-101, em Imbituba, tinha bloqueio total dos caminhoneiros. Nos demais pontos não são registrados bloqueios totais no trânsito, mas a Polícia Rodoviária Federal (PRF) considerava os locais como pontos de atenção para os motoristas. São Paulo Capital: por volta das 12h40, os manifestantes bloquearam a Rodovia Régis Bittencourt nos dois sentidos incendiando uma barricada de pneus, na altura de Embu das Artes. A interrupção na via causa trânsito de cerca de 1 km tanto no sentido Curitiba quanto no sentido São Paulo. Vale do Paraíba: pelo 2º dia consecutivo, caminhoneiros protestam contra o aumento do diesel na Dutra em Jacareí, Pindamonhangaba e Lorena. Em Jacareí havia lentidão de ao menos 1 quilômetro, por volta das 7h desta terça, na região do Parque Meia Lua. Carretas e caminhões estão estacionados no acostamento da rodovia. Litoral: a categoria se concentra no viaduto da Alemoa, um dos acessos ao Porto de Santos. O protesto não causa interdições ou congestionamentos nas rodovias da região. Também há manifestação em Guarujá, na Rua do Adubo, que dá acesso aos terminais da margem esquerda do Porto de Santos. Segundo a Polícia Rodoviária, carretas não consegue passar pelo local. Na Comandante João Ribeiro de Barros (SP-255), que liga Tupã a Marília, manifestantes usaram um caminhão para interditar as duas vias, causando congestionamento. Em Botucatu, os manifestantes estacionaram cerca de 30 caminhões na rodovia João Hipólito Martins. Já em Bauru, os motoristas permanecem na rodovia Marechal Rondon, próximo ao trevo que dá acesso à Marília. Os veículos estão estacionados no acostamento, sem interferir no tráfego da rodovia. Na região de Itapetininga foram registrados protestos em Itapetininga, Capão Bonito, Taquarituba, Taquarivaí, Angatuba, Itaberá e Tatuí (SP). As manifestações estão sendo acompanhadas pela PM e Polícia Rodoviária. Nenhuma rodovia foi interditada. Na Rodovia Geraldo de Barros (SP-304), em Piracicaba, ocorre um bloqueio parcial na altura do quilômetro 169, no bairro Santa Terezinha. Os manifestantes permitem apenas a passagem de carros. Segundo a PMR, uma faixa de cada sentido foi interditada, além do acostamento. No Oeste Paulista também são realizados atos em Osvaldo Cruz, Tupi Paulista, Presidente Prudente e Panorama Em Bebedouro, na Rodovia Brigadeiro Faria Lima, a manifestação pacífica reúne entre 300 e 500 veículos. Os manifestantes falam em 700 caminhões. Em Mococa, cerca de 15 caminhoneiros realizaram uma manifestação no quilômetro 268 da Rodovia Abraão Assed (SP-338) no início da tarde. Em Salto, um grupo de caminhoneiros interditou uma das faixas e o acostamento da Rodovia Hélio Steffen (SP-75), no km 36, por volta das 18h. Um grupo de motociclistas fechou a rodovia Anhanguera, no km 56, para protestar a favor dos caminhoneiros em Jundiaí. A manifestação foi bem rápida e durou alguns minutos. Pela manhã, em Votorantim, os manifestantes se reuniram na altura do quilômetro 100 da Rodovia Raimundo Antunes Soares (SP-79), próximo a um posto de combustíveis. O trânsito não foi interditado. Cerca de 80 motoristas de vans, segundo a polícia, se concentraram no Parque das Águas, em Sorocaba. O tráfego ficou lento em vários pontos e houve congestionamento, por volta das 9h. Caminhoneiros fazem protesto no acesso ao Porto de Santos, SP. Solange Freitas/G1 Sergipe Desde as primeiras horas desta terça, dezenas de caminhoneiros fecharam a entrada o Porto de Sergipe, localizado no município de Barras dos Coqueiros, na Grande Aracaju. Por volta das 10h, os manifestantes fecharam os dois sentidos da BR-101 no Povoado Pedra Branca, no município de Laranjeiras. Caminhoneiros concentrados na acesso ao Porto de Sergipe Conlutas Tocantins Por volta das 8h, havia interdições em Araguaína, Colinas do Tocantins, Fortaleza do Tabocão, Paraíso do Tocantins, Gurupi e Pedro Afonso. É impedida a passagem de caminhões e caminhonetes. Em Alvorada, também foi registrado protesto, mas não há interdição. Caminhões fecham trecho da BR-153 em Gurupi Jairo Santos/TV Anhanguera
    Ladrões invadem quiosque e furtam panelas e botijas no Centro de Boa Vista

    Ladrões invadem quiosque e furtam panelas e botijas no Centro de Boa Vista


    Caso foi registrado no 1º Distrito Policial e deverá ser investigado. Ladrões quebraram janela de madeira para entrarem no quiosque Arquivo pessoal Um quiosque foi arrombado e teve diversos utensílios de cozinha furtados na madrugada desta...


    Caso foi registrado no 1º Distrito Policial e deverá ser investigado. Ladrões quebraram janela de madeira para entrarem no quiosque Arquivo pessoal Um quiosque foi arrombado e teve diversos utensílios de cozinha furtados na madrugada desta segunda-feira (21). Os ladrões, segundo o dono do estabelecimento, de 58 anos, quebraram uma janela para ter acesso ao local que fica na praça Capitão Clóvis, Centro de Boa Vista. O quiosque comercializa lanches e almoços de segunda a sexta. Mas, devido ao furto, de acordo com o proprietário, o comércio não abriu nesta segunda. “Eles [ladrões] levaram 15 panelas, minha garrafa de café, liquidificador e três botijas de gás. Fora alguns dos utensílios que dei falta. Não somei ainda o prejuízo. Essa é quarta vez que arrombam meu box me impedindo de vender”, afirma o comerciante. A vítima disse ainda que um quiosque ao lado também quase foi furtado. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial e deve ser investigado. “Dessa vez me deixaram sem nada. Ainda pisaram em cima do meu fogão e tentaram arrombar outro box, mas não conseguiram. Denunciei o crime à Polícia Civil e já tenho suspeitos”, revela, citando que consertou a janela, porém teme que os ladrões voltem.
    Adolescente reage a revista e briga com guardas municipais em Boa Vista; amigo da suspeita foi preso com maconha

    Adolescente reage a revista e briga com guardas municipais em Boa Vista; amigo da suspeita foi preso com maconha


    Os dois estavam em 'atitude suspeita' na Praça Germano Augusto Sampaio, no bairro Pintolândia, zona Oeste. O caso foi registrado no 3º Distrito Policial Alan Chaves/G1 RR Uma adolescente de 17 anos foi detida nesta segunda-feira (21) após...


    Os dois estavam em 'atitude suspeita' na Praça Germano Augusto Sampaio, no bairro Pintolândia, zona Oeste. O caso foi registrado no 3º Distrito Policial Alan Chaves/G1 RR Uma adolescente de 17 anos foi detida nesta segunda-feira (21) após resistir a uma revista e brigar com dois guardas municipais de Boa Vista na Praça Germano Augusto Sampaio, no bairro Pintolândia, zona Oeste. O colega dela, um jovem de 21 anos, foi preso por portar uma porção de maconha. Segundo a Guarda Civil Municipal, a equipe fazia patrulhamento de rotina quando perceberam os dois envolvidos em "atitude suspeita" e iniciaram busca pessoas neles. A adolescente reagiu à revista de uma guarda, que pediu apoio de um colega para conter com força moderada a envolvida, que se irritou com a equipe. Nada foi encontrado com ela. Questionados sobre a procedência da droga, o jovem admitiu ter comprado a maconha com a adolescente no domingo (20) por R$ 150. Os dois foram conduzidos ao 3º Distrito Policial. O rapaz disse ser usuário de drogas e depois mudou a versão afirmando que o entorpecente pertencia a um conhecido dele. Contra o jovem foi elaborado um Termo Circunstanciado de Ocorrência por posse de drogas e ele foi liberado para responder em liberdade. A adolescente assinou um Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC) e será ouvida no Juizado da Infância e Juventude.
    Polícia acha túnel de 70 metros que começava em vaso sanitário de cela na penitenciária agrícola de Roraima

    Polícia acha túnel de 70 metros que começava em vaso sanitário de cela na penitenciária agrícola de Roraima


    Escavação já havia ultrapassado todas as barreiras de segurança da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo. Agentes encontram túnel de 70 metros na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo Um túnel com 70 metros de extensão foi encontrado...


    Escavação já havia ultrapassado todas as barreiras de segurança da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo. Agentes encontram túnel de 70 metros na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo Um túnel com 70 metros de extensão foi encontrado nesta segunda-feira (21) na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, na zona Rural de Boa Vista. Esta é a oitava escavação achada na maior unidade prisional de Roraima esse ano. A escavação começava em um vaso sanitário de uma das celas da ala 7 e já havia chegado do lado de fora do presídio, ultrapassando a muralha e a grade eletrificada. Um vídeo divulgado pela Divisão de Inteligência e Captura (Dicap) mostra uma agente retirando vários sacos com barro e fios de energia de dentro do túnel. A escavação já foi destruída por uma escavadeira e concretado, informou a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), pasta responsável pelo sistema prisional de Roraima. Túnel começava em vaso sanitário da ala 7, onde ficam os detentos que cumprem pena em regime fechado dentro da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo Dicap/Sejuc/Divulgação A busca pelo túnel durou cerca de sete horas e envolveu 150 homens da Polícia Militar, Dicap e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), segundo a Sejuc. A Sejuc agora investiga ainda se o detento Judson Cunha Evangelista, de 26 anos, morreu durante a escavação desse túnel. Informações levantadas pela Dicap indicam que ele teria passado mau devido a pouco oxigenação no local. Caso se confirme, será o segundo caso de morte de preso em túnel dentro de Monte Cristo. O túnel foi descoberto após a Dicap e o Departamento de Informação de Inteligência da PM receberam informações de que os detentos estavam cavando um túnel e planejavam uma fuga em massa nesse fim de semana. Em razão disso, a segurança do lado de fora do presídio foi reforçada no sábado (19) e no domingo (20). A operação em busca do túnel teve ainda a participação de agentes penitenciários da unidade, PMs do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), Força Tática, Canil, Choque, além de alunos do curso de formação de sargentos músicos e combatentes da PM. Túneis no presídio Dos túneis encontrados na penitenciária agrícola dois foram em um só dia, em janeiro. Ainda no mesmo mês, 86 presos conseguiram fugir por uma escavação de 100 metros. Em fevereiro, foi achado um túnel com 44 metros de distância e em março, 15 dias depois, foi localizado outro de 20 metros de comprimento. Em abril foram encontrados um de 50 metros na ala quatro do regime fechado e outro onde o detento Felipe France Fidelis Lemos foi soterrado.

    Para acelerar licenciamento, ministério quer que linha de transmissão na Amazônia seja considerada estratégica


    Ministério de Minas e Energia informou que discute com a pasta da Defesa a possibilidade de obra ser declarada como relevante para a política de defesa nacional. O Ministério de Minas e Energia informou nesta segunda-feira (21) que solicitou ao...

    Ministério de Minas e Energia informou que discute com a pasta da Defesa a possibilidade de obra ser declarada como relevante para a política de defesa nacional. O Ministério de Minas e Energia informou nesta segunda-feira (21) que solicitou ao Ministério da Defesa que declare a linha de transmissão entre Manaus e Boa Vista como de relevante interesse da política de defesa nacional. Essa declaração pode acelerar o processo de licenciamento da obra, que enfrenta resistência principalmente por atravessar uma área indígena, segundo informou nesta segunda o jornal "Folha de S.Paulo". Em nota, o ministério informou que considera a obra estratégica para o suprimento de energia elétrica de Roraima. Segundo o Ministério, “os direitos dos povos indígenas devem e sempre serão respeitados pelo MME. Porém, também é dever do MME garantir o fornecimento de energia a todos os brasileiros – o que não vem ocorrendo com os moradores de Roraima”. Roraima é o único estado do Brasil que não está interligado ao Sistema Interligado Nacional (SIN). O estado seria interligado pela construção da linha de transmissão entre Manaus e Boa Vista, mas em 2013, a Justiça Federal decidiu suspender a implantação da linha de transmissão. A medida atendeu a um pedido do Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM). O MPF alega que a linha de transmissão passa irregularmente pela reserva indígena Waimiri-Atroari. A nota do Ministério de Minas e Energia afirma que, dos 715 quilômetros da linha de transmissão, 123 quilômetros cortam o território indígena dos waimiri-atroari. O Ministério Público também afirma que não houve estudos prévios para implantação da linha. Os índios não aceitam a obra e argumentam que pode causar impactos ambientais, além de pôr em risco a sobrevivência das comunidades. Apagões Segundo o Ministério de Minas e Energia, a falta da linha de transmissão custa mais de R$ 300 milhões por ano aos consumidores de energia de todo o país, que pagam pelo combustível usado na geração de energia pelas termelétricas. Além do custo econômico, o ministério afirmou que a ausência da linha de transmissão também tem provocado diversos apagões no estado. Isso porque 85% da energia consumidora em Roraima é importada da Venezuela. “Entre os dias 10 e 11 de março deste ano, a Venezuela interrompeu o fornecimento de energia para Roraima por cerca de 22 horas. De janeiro de 2016 a abril de 2018, foram 82 apagões com desligamento total, num tempo médio de 49 minutos”, informou a pasta.