G1 > Pará

    Polícia flagra irmãs suspeitas de tráfico escondendo droga na casa da mãe em Paragominas

    Polícia flagra irmãs suspeitas de tráfico escondendo droga na casa da mãe em Paragominas


    A dupla foi presa em flagrante após denúncias de moradores. A Polícia encontrou cocaína e sementes de maconha na residência. Dentro da residência das acusadas foram encontradas três pedras de óxi Ascom/Polícia Civil A Polícia Civil informou...


    A dupla foi presa em flagrante após denúncias de moradores. A Polícia encontrou cocaína e sementes de maconha na residência. Dentro da residência das acusadas foram encontradas três pedras de óxi Ascom/Polícia Civil A Polícia Civil informou nesta terça-feira (17) que desarticulou um ponto de tráfico de drogas em Paragominas, nordeste do estado. Segundo a Polícia, duas irmãs estariam ocultando drogas na casa da mãe para revender a mercadoria na cidade. Elas foram encaminhadas à delegacia para prestar depoimentos. As investigações da Polícia começaram após denúncias anônimas de moradores. Os policiais em vigilância na área onde elas moravam identificaram uma das suspeitas entregando a um homem uma sacola contendo instrumentos usados na separação e embalagem das drogas. Ao entrar na casa, Polícia encontrou três pedras de óxi e um pacote com sementes de maconha. Além das duas irmãs presas, uma adolescente foi apreendida. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

    Detento é encontrado morto em frente a cela de Icoaraci


    Corpo foi encontrado no Centro de Detenção Provisória de Icoaraci (CDPI). Um detento foi encontrado morto nesta terça-feira (7), em Icoaraci, distrito de Belém. Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), o corpo...

    Corpo foi encontrado no Centro de Detenção Provisória de Icoaraci (CDPI). Um detento foi encontrado morto nesta terça-feira (7), em Icoaraci, distrito de Belém. Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), o corpo estava no Centro de Detenção Provisória de Icoaraci (CDPI). O corpo da vítima foi encontrado em frente a uma cela do bloco carcerário com sinais de enforcamento. O Instituto Médico Legal já foi acionado para remoção. Um inquérito policial será aberto para apurar o caso. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Feira promove a adoção de cães e gatos e oferece vacina antirrábica em Belém

    Feira promove a adoção de cães e gatos e oferece vacina antirrábica em Belém


    Feira será no sábado, 21. Saiba como adotar um pet. A vacinação será aberta a todos os animais. Cerca de 30 animais do Centro de Controle de Zoonoses estarão disponíveis na Feira de Adoção de Cães e Gatos, que será realizada este sábado...


    Feira será no sábado, 21. Saiba como adotar um pet. A vacinação será aberta a todos os animais. Cerca de 30 animais do Centro de Controle de Zoonoses estarão disponíveis na Feira de Adoção de Cães e Gatos, que será realizada este sábado (21), no shopping, localizado na Augusto Montenegro, em Belém. A feira, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) em parceria com o Parque Shopping e com o curso de Veterinária da Unama, ocorrerá a partir de 9h. Os interessados em adotar devem apresentar RG, CPF e comprovante de residência. Haverá ainda vacinação antirrábica aberta ao público. Basta levar o animal de estimação para ser imunizado. A Unama fará atendimento de saúde básica aos pets e dará orientações sobre cuidados com os animais, como prevenir doenças e tratar surtos de carrapatos. A ação será realizada no estacionamento coberto do shopping, ao lado da entrada da Alameda de Serviços. Serviço Feira de Adoção de Cães e Gatos, neste sábado, 21, de 9h às 13h, no estacionamento coberto do Parque Shopping, localizado na rodovia Augusto Montenegro. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Ação gratuita oferece orientação a jovens profissionais em Ananindeua

    Ação gratuita oferece orientação a jovens profissionais em Ananindeua


    Inscrições estão abertas a partir desta terça-feira, 17 e podem ser feitas em shopping na rod. BR-316. Universidade abre inscrições para treinamento profissional gratuito em Ananindeua. Divulgação Estão abertas a partir desta terça-feira...


    Inscrições estão abertas a partir desta terça-feira, 17 e podem ser feitas em shopping na rod. BR-316. Universidade abre inscrições para treinamento profissional gratuito em Ananindeua. Divulgação Estão abertas a partir desta terça-feira (17) as inscrições para Oficina de Talentos da Universidade da Amazônia (Unama). As inscrições são gratuitas até a próxima segunda (23) e podem ser feitas em um shopping localizado em Ananindeua, região metropolitana de Belém. A ação oferece orientação vocacional, treinamento, recrutamento e seleção para vagas de estágio e emprego. O treinamento está marcado para o dia 24 de julho, no auditório da Unama, e deve abordar orientações para fazer um bom currículo; desenvolvimento pessoal; planejamento de carreira e agendamento para entrevistas de emprego. Serviço Oficina de Talentos Unama - Programa de Treinamento, Seleção, Estágio e Emprego Inscrições de 17 a 23 de julho, das 10h às 21h, no Piso L2 do Shopping Metrópole Ananindeua, localizado na rodovia BR-316, Km 4, nº 4500. Data: 24 de julho, no auditório da Unama BR. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

    Feira do Jurunas é isolada diante do risco de desabamento do telhado


    Apesar do transtorno, não houve feridos durante o incidente. Parte da Feira do Jurunas, em Belém, foi isolada pelo Corpo de Bombeiros na manhã desta terça-feira (17) devido ao risco de desabamento do telhado da estrutura. Segundo os comerciantes que...

    Apesar do transtorno, não houve feridos durante o incidente. Parte da Feira do Jurunas, em Belém, foi isolada pelo Corpo de Bombeiros na manhã desta terça-feira (17) devido ao risco de desabamento do telhado da estrutura. Segundo os comerciantes que trabalham no local, o problema causava risco a vida de quem passava pela feira. Apesar do transtorno, não houve feridos durante o incidente. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o órgão foi acionado por um chamado do Centro Integrado de Operações (Ciop). Os agentes informaram que a parte danificada media cerca de 10m2 e poderia desabar a qualquer momento. Para evitar acidentes, a área foi isolada e a Defesa Civil municipal foi acionada para tomar as medidas cabíveis. A prefeitura de Belém informou que já garantiu os recursos para realizar a reforma emergencial da cobertura da Feira do Jurunas. Devido ao imprevisto, a Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) poderá cancelar esses procedimentos legais e realizar a obra emergencialmente. Uma empresa será chamada para realizar imediatamente o serviço. Em relação a reforma geral do Complexo, a prefeitura disse que devido os recursos necessários somarem um valor muito alto, aguarde-se disponibilidade desse montante para execução do serviço. A Seurb esclarece ainda que em 2016 foi realizada licitação para essa reforma, porém não houve empresa habilitada. Além disso, a Secretaria Municipal de Economia (Secon) também aguarda o laudo do Corpo de Bombeiros e, de acordo com o resultado, verá possibilidade de remanejamento dos feirantes. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

    Rodoviários protestam contra atrasos de salário em Marabá, sudeste do Pará


    Sindicato disse que fez protesto no início da manhã e, ao final, a empresa decidiu não liberar os veículos da garagem. Empresa informou que aguarda a categoria para acordo. Rodoviários de Marabá fazem paralisação nesta terça-feira,...

    Sindicato disse que fez protesto no início da manhã e, ao final, a empresa decidiu não liberar os veículos da garagem. Empresa informou que aguarda a categoria para acordo. Rodoviários de Marabá fazem paralisação nesta terça-feira, 17 Rodoviários de Marabá, sudeste do estado, fizeram uma manifestação no início da manhã desta terça-feira (17). Segundo o sindicato da categoria, os trabalhadores estão com salários, vale alimentação e férias atrasados. O sindicato informou que, após o protesto, a empresa não liberou os veículos da garagem e cerca de 50 mil pessoas ficaram sem transporte público. A empresa, no entanto, disse que aguarda a categoria para normalizar a situação. Muitas pessoas tiveram que conseguir caronas ou pagar táxis e mototáxis já que os ônibus não estavam circulando. As paradas na cidade ficaram lotadas. O presidente do sindicato da categoria, Geraldo Leão, disse que os trabalhadores tinham decidido notificar a empresa para que fosse feito o pagamento dos atrasos e que fariam a manifestação das 5h às 8h. "Depois da manifestação, o pessoal se posicionou para trabalhar, mas o portão foi fechado porque a empresa disse que os ônibus não iam rodar hoje", disse. "O pai de família sai de férias, mas não recebeu o seu pagamento", contou. Em Marabá, há somente duas empresas de transporte público que funcionam na mesma garagem. Um representante de ambas informou que os salários dos funcionários já estão sendo pagos e que os ônibus devem voltar a circular ainda nesta terça. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

    Criminosos desviam e vendem cartões de crédito com limites altos na internet


    Segundo a polícia, cartões são extraviados e acabam nas mãos de criminosos que vendem os cartões na internet. Criminosos estão vendendo pela internet cartões de crédito com limites altos Criminosos estão vendendo cartões de crédito com limites...

    Segundo a polícia, cartões são extraviados e acabam nas mãos de criminosos que vendem os cartões na internet. Criminosos estão vendendo pela internet cartões de crédito com limites altos Criminosos estão vendendo cartões de crédito com limites altos, feitos com dados de outras pessoas. As vendas são realizadas pela internet e em grupos de mensagens de celular. Uma das vítimas é o jornalista Paulo Gadelha. Ele conta que gasta em média R$ 500 no cartão de crédito e foi surpreendido com uma fatura de R$ 13 mil, limite máximo do crédito que possuía. Foram R$ 7 mil em compras de supermercados e R$ em postos de gasolina. “Eu sequer possuo automóvel. Então eu fiquei desnorteado”, relata. A nossa produção encontrou em contato com um vendedor que oferecia o cartão a R$ 300. “Dentro do Pará, Rio de Janeiro, todo lugar do Brasil. Posso fazer vídeo ai, te mostrando com a data de hoje, certo, amigão”, diz o suspeito, que enviou, em seguida, um vídeo mostrando diversos cartões de crédito disponíveis para venda. "Pode ter ocorrido o extravio do cartão. Com uma busca mais complexa em sites de busca, consgeuimos os dados das pessoas. Ai basta ligar para o banco, se passar pelo titular, desbloquear o cartão e faezr as compras", explica o delegado Carlos Silveira. Os Correios disseram que a informação não procede. O serviço de encomenda expressa “Sedex 10” não atende o Pará. Por essa razão, o sistema das agências em todo o Brasil não aceita postagens nesta modalidade com destino ao estado do Pará. Os Correios informaram ainda que possuem procedimentos internos específicos para fiscalização do conteúdo dos objetos postais e a área de segurança da empresa trabalha em parceria com os órgãos de segurança pública. Já a Secretaria de Segurança Pública do Estado (Segup) informou que não existem dados específicos sobre golpes praticados com cartão de crédito. Se você for vítima desse tipo de golpe, deve procurar a Divisão de Prevenção e Repressão a Crimes Tecnológicos, localizada na rua Coronel Luís Bentes com a rua do Una, próximo à avenida Pedro Álvares Cabral, no bairro do Telégrafo, em Belém. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Médico cubano morre após carro bater de frente com caminhão em curva da TO-336

    Médico cubano morre após carro bater de frente com caminhão em curva da TO-336


    Luis Alberto Martinez Vila morava em Redenção (PA) e trabalhava no Distrito Sanitário Especial Indígena Kayapó do Pará. Batida ocorreu próximo de Colméia, região central do estado. Médico Luis Alberto Martinez Vila morreu em...


    Luis Alberto Martinez Vila morava em Redenção (PA) e trabalhava no Distrito Sanitário Especial Indígena Kayapó do Pará. Batida ocorreu próximo de Colméia, região central do estado. Médico Luis Alberto Martinez Vila morreu em acidente Reprodução/Facebook Um acidente grave causou a morte do médio cubano Luis Alberto Martinez Vila e deixou outra pessoa gravemente ferida. A colisão aconteceu durante a madrugada desta terça-feira (17) na TO-336, próximo de Colméia, a 206 quilômetros de Palmas. O carro em que as vítimas estavam bateu de frente com um caminhão. Segundo informações da Polícia Civil, quatro pessoas estavam no carro de passeio. Todos foram levados inicialmente para o hospital de Colmeia. Depois, o motorista do veículo foi transferido para o Hospital Regional de Araguaína em estado grave. Os outros dois passageiros, uma mulher e um adolescente, tiveram ferimentos mais leves. O médico não resistiu. Acidente aconteceu na TO-336, na região central do estado Divulgação Luis Alberto Martinez Vila morava em Redenção (PA) e trabalhava no Distrito Sanitário Especial Indígena Kayapó do Pará. As informações foram confirmadas pela Unidade de Atenção à Saúde Indígena. Ainda não há informações do que pode ter provocado o acidente. Porém, imagens feitas no local mostram que a batida ocorreu em uma curva onde é proibida a ultrapassagem. A perícia foi acionada e o caso repassado para a Polícia Civil. O corpo do médico foi levado para o IML de Araguaína. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins. Carro bateu de frente com caminhão Divulgação

    Ex-superintendente de pesca do Pará tem prisão decretada acusada de fraudar R$ 60 milhões em Seguro Defeso


    Soane Castro de Moura, e a substituta dela, Thicyana Ericka de Sousa Nunes, foram condenadas a 13 anos e seis meses de reclusão em regime fechado. Ex-superintendente de pesca e sua substituta tem prisão preventiva decretada A ex-superintendente de...

    Soane Castro de Moura, e a substituta dela, Thicyana Ericka de Sousa Nunes, foram condenadas a 13 anos e seis meses de reclusão em regime fechado. Ex-superintendente de pesca e sua substituta tem prisão preventiva decretada A ex-superintendente de pesca no Pará, Soane Castro de Moura, e a substituta dela, Thicyana Ericka de Sousa Nunes, tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça Federal. A fraude teria resultado em um desvio de mais de R$ 60 milhões. Elas foram condenadas a 13 anos e seis meses de reclusão em regime fechado, cada uma, segundo informações do Ministério Público divulgadas nesta terça-feira (17). A reportagem não conseguiu contato com a defesa das acusadas. De acordo com a decisão do juiz federal Antônio Carlos Almeida Campelo, elas são responsáveis por fazer cadastros irregulares no Seguro Defeso. Para isso teriam contratado, sem suporte legal e sem vínculo com a instituição, cinco pessoas, para atuarem na inclusão e alteração de registros de pescadores, no ano de 2016. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Exército abre processo seletivo para militar temporário com salários de quase R$ 7 mil

    Exército abre processo seletivo para militar temporário com salários de quase R$ 7 mil


    Há vagas para os estados do Pará, Amapá e Maranhão. As inscrições encerram no dia 13 de agosto. As vagas são para oficiais e sargentos de saúde e técnicos de diferentes especialidades. Exército Brasileiro/Divulgação O Comando Militar do...


    Há vagas para os estados do Pará, Amapá e Maranhão. As inscrições encerram no dia 13 de agosto. As vagas são para oficiais e sargentos de saúde e técnicos de diferentes especialidades. Exército Brasileiro/Divulgação O Comando Militar do Norte do Exército Brasileiro abriu processo seletivo para militar voluntário temporário nos estados do Pará, Amapá e Maranhão. As vagas são para oficiais e sargentos de saúde e técnicos de diferentes especialidades. As inscrições encerram no dia 13 de agosto e são gratuitas. Os interessados devem acessar o site da 8ª Região Militar, onde estão disponíveis os editais e também as fichas de inscrições. O militar temporário pode ocupar o cargo por até oito anos, sendo o contrato renovado anualmente. O aprovado também não pode acumular com o cargo com qualquer outra função pública. Para oficial, o profissional precisa ser, no mínimo, graduado; e para sargento, precisa ter pelo menos curso de nível técnico, todos reconhecidos pelo Ministério da Educação. Os salários iniciais para oficial e sargento são R$ 6.993,00 e R$ 3.825,00, respectivamente, mais gratificações. A aprovação no processo seletivo assegura a expectativa de direito a incorporação, mas a efetiva contratação é condicionada à existência da vaga. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Homem fica preso nas ferragens de caminhão após colisão com carreta em Ipixuna do Pará

    Homem fica preso nas ferragens de caminhão após colisão com carreta em Ipixuna do Pará


    O Corpo de Bombeiros foi acionado para o local e conseguiu fazer a remoção do motorista somente pela manhã. O condutor do caminhão só foi retirado das ferragens durante a manhã desta terça-feira, 17 Arquivo Pessoal/Betuel Miranda - Guarda...


    O Corpo de Bombeiros foi acionado para o local e conseguiu fazer a remoção do motorista somente pela manhã. O condutor do caminhão só foi retirado das ferragens durante a manhã desta terça-feira, 17 Arquivo Pessoal/Betuel Miranda - Guarda Municipal Um grave acidente envolvendo duas carretas foi registrado na madrugada desta terça-feira (17) na BR-010 próximo ao município de Ipixuna do Pará, sudeste do estado. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), O motoristas do caminhão baú que colidiu com a carreta teria dormido no volante, o que provocou o acidente. O condutor do caminhão baú ficou preso nas ferragens. O Corpo de Bombeiros foi acionado para o local e conseguiu fazer a remoção do motorista somente pela manhã. Ele foi encaminhado consciente para o hospital regional de Paragominas com ferimentos leves. Os passageiros do outro veículo não sofreram nenhum ferimento grave. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

    Assaltante morre ao tentar roubar casa de veraneio em Salinas


    De acordo com a Polícia Civil, o suspeito entrou na casa com um faca e um martelo para ameaçar os veranistas e recolher celulares e joias. Um assaltante foi morto enquanto invadia uma residência de veraneio em Salinópolis, nordeste do Pará, na...

    De acordo com a Polícia Civil, o suspeito entrou na casa com um faca e um martelo para ameaçar os veranistas e recolher celulares e joias. Um assaltante foi morto enquanto invadia uma residência de veraneio em Salinópolis, nordeste do Pará, na madrugada de segunda-feira (16). De acordo com a Polícia Civil, o suspeito entrou na casa com um faca e um martelo para ameaçar os veranistas e recolher celulares e joias. A ação foi frustrada pelas vítimas que travaram uma luta corporal com o assaltante e conseguiram desarmá-lo. Os amigos amarraram o assaltante e chamara a Polícia Militar. Quando os agentes da PM chegaram, foi acionado uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros para atender o suspeito que estava muito ferido, mas ele não resistiu e morreu no local. A casa foi alugada por amigos para as férias de julho. Todos os envolvidos foram enmcaminhados para a Delegacia de Salinópolis, ouvidos e liberados. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Polícia Civil apreende mais de 30 tabletes de cocaína em barco no Pará

    Polícia Civil apreende mais de 30 tabletes de cocaína em barco no Pará


    Apreensão foi realizada logo após a embarcação atracar no porto Palmeiraço. Dois homens foram presos em flagrante no local pelos policiais civis. Droga estava escondida em embarcação. Divulgação/ Polícia Civil A Polícia Civil do Pará...


    Apreensão foi realizada logo após a embarcação atracar no porto Palmeiraço. Dois homens foram presos em flagrante no local pelos policiais civis. Droga estava escondida em embarcação. Divulgação/ Polícia Civil A Polícia Civil do Pará apreendeu mais de 30 tabletes de cocaína na manhã desta terça-feira (17) no porto Palmeiraço, bairro da Cidade Velha, em Belém. Segundo o Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) de Abaetetuba e do Núcleo de Inteligência Policial (NIP), a droga era transportada em uma embarcação que saiu da região do Baixo Tocantins. A apreensão foi realizada logo após a embarcação atracar no local. Dois homens foram presos em flagrante no local pelos policiais civis. Todo material apreendido foi conduzido para a Delegacia Geral para conferência juntamente com os presos. Eles serão autuados em flagrante por tráfico de drogas. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326.

    Veja vagas de emprego no Bom Dia Pará desta terça-feira


    Há oportunidades para profissionais de diversas áreas. Veja as vagas de emprego do Bom Dia Pará Confira as vagas de emprego apresentadas pelo Bom Dia Pará nesta terça-feira (17). Algumas vagas pedem candidatos com experiência. Veja: Operador de...

    Há oportunidades para profissionais de diversas áreas. Veja as vagas de emprego do Bom Dia Pará Confira as vagas de emprego apresentadas pelo Bom Dia Pará nesta terça-feira (17). Algumas vagas pedem candidatos com experiência. Veja: Operador de pá carregadeira Ensino fundamental. Experiência na função. Habilitação categoria "C". Sine - av. Assis de vasconcelos, nº 397, entre as ruas ò de almeida e aristides lobo. Cozinhero geral Ensino fundamental. Experiência na função. Sine - av. Assis de vasconcelos, nº 397, entre as ruas ò de almeida e aristides lobo. Auxiliar em saúde bucal (vaga temporária) Ensino médio completo. Experiência na função. Ter disponibilidade para residir em Itaituba. Sine - av. Assis de vasconcelos, nº 397, entre as ruas ò de almeida e aristides lobo. Cortador de roupas Ensino fundamental completo. Experiência na função. SINE - Av. Assis de Vasconcelos, nº 397, entre as Ruas Ò de Almeida e Aristides Lobo. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Idosa morre ao ser atropelada por coletivo na av. Pedro Álvares Cabral

    Idosa morre ao ser atropelada por coletivo na av. Pedro Álvares Cabral


    O acidente aconteceu por volta das 8h40, por conta disso um engarrafamento de quase dois quilômetros de formou ao longo da via. O acidente aconteceu por volta das 8h40 Reprodução/Trânsito 24 horas Uma idosa ainda não identificada foi atropelada...


    O acidente aconteceu por volta das 8h40, por conta disso um engarrafamento de quase dois quilômetros de formou ao longo da via. O acidente aconteceu por volta das 8h40 Reprodução/Trânsito 24 horas Uma idosa ainda não identificada foi atropelada por um ônibus, na manhã desta terça-feira (17), na avenida Pedro Álvares Cabral, próximo a Arthur Bernardes, no bairro do Telégrafo. De acordo com as primeiras informações repassadas pela polícia, a mulher teria atravessado a rua quando foi atingida por uma moto e em seguida esmagada pelo coletivo. O acidente aconteceu por volta das 8h40, por conta disso um engarrafamento de quase dois quilômetros de formou ao longo da via. A polícia aguardava a remoção do corpo. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Corpo de jovem desaparecido em Icoaraci é encontrado, afirma Segup

    Corpo de jovem desaparecido em Icoaraci é encontrado, afirma Segup


    A vítima, de 31 anos, desapareceu por volta das 17h de domingo (15) do trapiche de Icoaraci. Corpo foi encontrado por pescadores. Corpo de Bombeiros fez buscas por dois dias. Reprodução/ TV Liberal O Corpo de Bombeiros Militar localizou na...


    A vítima, de 31 anos, desapareceu por volta das 17h de domingo (15) do trapiche de Icoaraci. Corpo foi encontrado por pescadores. Corpo de Bombeiros fez buscas por dois dias. Reprodução/ TV Liberal O Corpo de Bombeiros Militar localizou na segunda-feira (16), por volta das 23h, o corpo de um jovem que desapareceu no trapiche do distrito de Icoaraci, em Belém. Segundo os bombeiros, o corpo boiou próximo ao lugar onde desapareceu e foi levado por pescadores para a margem. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública (Segup). A vítima, de 31 anos, desapareceu por volta das 17h de domingo (15) do trapiche de Icoaraci. Ainda domingo, os bombeiros procuraram pelo rapaz, mas encerraram os trabalhos por volta das 19h. As buscas continuaram na segunda-feira (16). Segundo informações do Corpo de Bombeiros, ele estava com dois amigos no local, mas ainda não há informações sobre o que realmente aconteceu: se ele caiu ou se foi tomar banho no rio. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326.

    UFPA abre inscrições para projeto que atende pacientes com Parkinson em Belém


    'Grupo Parkinson' desenvolve metodologias específicas de trabalho terapêutico, incluindo a dança e outras modalidades voltadas às necessidades do paciente. Estão abertas as inscrições para admissão de novos pacientes no projeto de extensão...

    'Grupo Parkinson' desenvolve metodologias específicas de trabalho terapêutico, incluindo a dança e outras modalidades voltadas às necessidades do paciente. Estão abertas as inscrições para admissão de novos pacientes no projeto de extensão "Grupo Parkinson", coordenado pela professora doutora Lane Viana Krejčová, da Universidade Federal do Pará (UFPA) em Belém. O trabalho oferta terapia gratuita a pacientes com a doença de Parkinson. O grupo funciona há mais de um ano, com aulas às terças e às quintas, no Laboratório de Estudos em Reabilitação Funcional (LAERF), no Instituto de Ciências da Saúde, e conta com uma equipe multidisciplinar formada por professores da Universidade Federal do Pará, neurologistas, alunos de graduação e pós-graduação de diversos cursos da UFPA, que incluem: Medicina, Dança, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Psicologia e Educação Física. A doença de Parkinson apresenta manifestações motoras e não motoras, que comprometem a qualidade de vida do paciente. No projeto são desenvolvidas metodologias específicas de trabalho terapêutico, incluindo a dança e outras modalidades voltadas às necessidades do paciente. Serviço Inscrições para o Projeto de extensão Grupo Parkinson No site do Grupo Parkinson Mais informações: (91) 98320-2809 ou [email protected] Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326.

    Reportagem da TV Liberal mostra a trajetória do crime organizado no Pará


    Com o sexto pior IDH entre as capitais do Brasil e com taxas altas de desemprego, a indústria da droga encontra na periferia de Belém a mão de obra necessária para as organizações criminosas. Confira a primeira reportegem de uma série sobre a...

    Com o sexto pior IDH entre as capitais do Brasil e com taxas altas de desemprego, a indústria da droga encontra na periferia de Belém a mão de obra necessária para as organizações criminosas. Confira a primeira reportegem de uma série sobre a trajetória do crime organizado no Pará O narcotráfico é a atividade mais lucrativa do mundo e movimenta mais de US$ 300 bilhões por ano. A região amazônica produz 99% da cocaína usada no planeta. A primeira reportagem da série sobre violência, produzida pela TV Liberal, exibida nesta segunda-feira (16), mostra como o crime vem se organizando no estado do Pará. Somente nos dois últimos anos, mais de duas toneladas de drogas foram apreendidas no estado. Com o sexto pior índice de desenvolvimento humano (IDH) entre as capitais do Brasil e altas taxas de desemprego, a indústria da droga encontra na periferia de Belém a mão de obra necessária para trabalhar nas organizações criminosas. Aproximadamente 243 milhões de pessoas no mundo usam drogas, o que representa 5% da população mundial. No Brasil, são 2,8 milhões de usuários. O país é o segundo maior mercado consumidor de cocaína do mundo, só perde para os EUA. “Isso chama a atenção das organizações criminosas que passam a olhar para o Brasil dentro de um outro contexto agora, que é o de tentar fazer com que esse comércio funcione. Colômbia, Peru e Bolívia fazem fronteira com a Amazônia brasileira e isso facilita a conexão”, explica o especialista em segurança, professor Aiala Colares. Rotas “A gente mapeou várias rotas, pelas estradas e pelos rios. Pelos rios é por onde vem a maior quantidade de droga. Chega através de Letícia, Tabatinga, Manacapuru, Manaus, Santarém, Monte Alegre, ai pega a região do Marajó”, diz o diretor da Divisão Estadual de Narcóticos da Polícia Civil, Henisson Jacob. No estrito de Breves, seis policiais do Grupamento Fluvial monitoram 23 quilômetros de rios navegáveis. A dimensão territorial dificulta a fiscalização e os pequenos furos na região facilitam a atuação dos agentes do tráfico. “Muitas dessas pessoas que são utilizadas no tráfico são ribeirinhos, bastante conhecedores da região e eles conseguem se esconder em braços de rios”, explica o diretor da Delegacia Fluvial Dilermano Dantas. O tráfico de drogas no estado é feito normalmente por embarcações. Mas um caso envolvendo um submarino chamou a atenção do Sistema de Segurança Pública do Pará, em 2015. A polícia apreendeu um submarino em uma vila de pescadores no município de Vigia, no nordeste do estado. Segundo as investigações, ele faria o transporte de drogas pelos rios da região e seria financiado por narcotraficantes colombianos. Na época a policia encontrou também um estaleiro construído na área para montagem do submarino. O local servia de base para as ações da organização criminosa. Até hoje ninguém foi preso. “A inércia do Estado em todos os seus sentidos gera um vazio de poder que vai ser imediatamente ocupado por alguém. Aí o crime surge como alguém que está interessado em investir no desemprego, na pobreza. Pessoas olham o crime como a sua oportunidade”, diz o especialista em atividade de inteligência Roberto Magno. Políticas públicas em educação A falta de políticas públicas em educação reflete diretamente no aumento da criminalidade. Um relatório da Unicef aponta o Pará como o quinto estado brasileiro com o pior quadro de evasão escolar. São 175 mil pessoas com idade entre 4 e 17 anos fora da escola. A falta de condições estruturais nas unidades estaduais é um dos principais motivos. E também a falta de merenda é uma das causas mais frequentes. “Não adianta existir a escola se a escola não tem qualidade. Ela precisa ser atrativa para que esse jovem saia da rua”, avalia a cientista social Jane Melo. Fora da escola o tráfico surge como alternativa para boa parte desses jovens. No Pará, a população carcerária é de aproximadamente 18 mil presos. Mais da metade abandonou a escola no ensino fundamental e tem entre 18 e 29 anos. “Hoje os nossos jovens da periferia estão se espelhando em bandido”, avalia o sargento Silvano. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Prefeita de Moju investiga supostas irregularidades e suspende servidores

    Prefeita de Moju investiga supostas irregularidades e suspende servidores


    Área da saúde foi afetada pela falta de servidores e postos de saúde ficaram fechados nesta segunda-feira, 16. Serviços devem normalizar nesta terça-feira, 17, nos postos, segundo a Secretaria de Saúde do município. Três postos de saúde...


    Área da saúde foi afetada pela falta de servidores e postos de saúde ficaram fechados nesta segunda-feira, 16. Serviços devem normalizar nesta terça-feira, 17, nos postos, segundo a Secretaria de Saúde do município. Três postos de saúde ficaram sem funcionar nesta segunda-feira (16) em Moju, nordeste paraense, informou a Secretaria de Saúde do município, devido à ausência de servidores afastados. Segundo a prefeitura, há uma série de irregularidades na contratação desses servidores e a atual gestão teve de suspender alguns contratos para investigar a legalidade deles. No entanto, os serviços devem normalizar nesta terça-feira (17), informou a secretaria. A atual prefeita, Nilma Lima, foi eleita no dia 24 de junho com 94,49% dos votos em uma eleição suplementar. O prefeito, Deodoro Pantoja da Rocha, e o vice, Jamilson Edmundo da Costa Santos, foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará por abuso de autoridade e de poder público. A área da saúde foi a mais afetada pela suspensão de contratos da atual gestão. Quem precisou de atendimento médico nesta segunda-feira (16), teve de procurar o hospital municipal de Moju, que, segundo a população, está sem estrutura. O prefeito, Deodoro Pantoja da Rocha (na foto), e o vice, Jamilson Edmundo da Costa Santos, foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará por abuso de autoridade e de poder público. Reprodução/ TV Liberal A prefeitura informou que os contratos legais devem continuar e os irregulares foram suspensos para que a assessoria jurídica faça uma análise. Entre as irregularidades estão as documentações fora do prazo. Ainda segundo o advogado da prefeitura Gabriel Lira, ninguém foi demitido. Apenas os contratos foram suspensos até o fim das análises. Segundo a atual gestão do município, a gestão anterior não deixou nenhum documento sobre o concurso realizado, informando como foi homologado, quais foram os documentos solicitados e quais seriam os gastos com pessoal. O valor, inclusive, ultrapassava o determinado pela lei de responsabilidade fiscal. “O gasto com pessoal ultrapassava 77,87%, o que estaria fora da lei”, informou o advogado. “Então fizemos levantamento na folha fechada do mês de julho. Conseguimos também acessar a folha do mês de maio do setor da saúde e em junho do setor da administração. Constatamos os servidores que tomaram posse em cinco dias antes da nova gestão, com níveis salariais altíssimos”, explica. À véspera da atual prefeita assumir, foi feita uma chamada de um cadastro de reserva com cerca de 400 servidores, para entrega de documentos no meio do processo eleitoral. Outros cerca de 170 concursados tiveram posse no dia 5 de julho, sendo que a prefeita assumiu no dia 11 de julho. “A gestão anterior prorrogou no dia 1º de julho os contratos de servidores temporários até 30 de dezembro, o que estaria fora da realidade do município. Eles não deixaram os contratos, levaram os arquivos da prefeitura, não sabemos que é contratado regular e irregularmente, pois não entregaram os documentos durante a transição. Na verdade não entregaram nada, nem a senha do site da prefeitura”, denuncia Gabriel Lira. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

    Polícia recaptura quatro foragidos no final de semana em Salinópolis, no Pará


    Os presos devem responder por crimes como tentativa de homicídio, roubo, receptação, sequestro e cárcere. Quatro foragidos do sistema penitenciário foram detidos durante o fim de semana em Salinópolis, nordeste do estado, na operação Verão que...

    Os presos devem responder por crimes como tentativa de homicídio, roubo, receptação, sequestro e cárcere. Quatro foragidos do sistema penitenciário foram detidos durante o fim de semana em Salinópolis, nordeste do estado, na operação Verão que combate o crime em balneários. Segundo a Polícia Civil, os presos recapturados respondem por crimes como tentativa de homicídio, roubo, receptação, sequestro e cárcere privado. Um dos presos é Jefferson Lira do Nascimento, detido na praia do Atalaia acusado de envolvimento em atentados contra policiais. Cárcere privado Um dos recapturados foi preso em flagrante suspeito de sequestro, cárcere privado e violência doméstica. As vítimas são a ex-companheira e os filhos. Após ser preso, a Polícia constatou que ele estava foragido. A equipe da polícia foi até o local onde o suspeito trabalhava por causa de uma denúncia de que ele teria uma arma de fogo guardada. No local, a Polícia encontrou as vítimas sob cárcere privado. Em depoimento, a ex-companheira afirmou que foi sequestrada e mantida sob domínio do suspeito, pois sofria ameaças à integridade física e da família. O Conselho Tutelar foi acionado para adotar medidas cabíveis em relação às crianças. Tráfico de drogas Os policiais também recapturaram o foragido Nayan Renato Soares de Moura. Ele foi conduzido até a Delegacia do município e tinha fugido em dezembro de 2017 do presídio Centro de Recuperação Penitenciário do Pará (CRPP I), sediado em Santa Izabel do Pará, na região metropolitana de Belém. Segundo a polícia, ele respondia a crimes como homicídios, receptação de roubo, uso de documento falso e roubos. Ele também é acusado de envolvimento com tráfico de drogas, uso de armas de fogo e ainda é suspeito de participar da morte de agentes públicos. Roubo Foi preso também em Salinópolis um suspeito de roubo. Ele foi localizado na rua Santa Maria, bairro Nova Brasília, após denúncia anônima. No momento da chegada dos agentes ao local, suspeitos saíram em fuga da casa para dentro de uma área de igapó. Durante o cerco policial, o suspeito foi detido. Ele estava como foragido da Justiça. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Polícia prende suspeito de assassinar secretário de obras de Limoeiro do Ajuru, no Pará

    Polícia prende suspeito de assassinar secretário de obras de Limoeiro do Ajuru, no Pará


    José Ricardo Alves Rodrigues, de 50 anos, foi morto com 10 tiros quando chegava em casa. Secretário adjunto de obras do município de Limoeiro do Ajuru, no Pará, é morto com 10 tiros Reprodução/Divulgação Um dos homens suspeitos de assassinar...


    José Ricardo Alves Rodrigues, de 50 anos, foi morto com 10 tiros quando chegava em casa. Secretário adjunto de obras do município de Limoeiro do Ajuru, no Pará, é morto com 10 tiros Reprodução/Divulgação Um dos homens suspeitos de assassinar o ex-secretário adjunto de obras de Limoeiro do Ajuru, nordeste do Pará, foi apresentado na Delegacia Geral da Polícia Civil nesta segunda-feira (16). A vítima, José Ricardo Alves Rodrigues, de 50 anos, foi morta com 10 tiros quando chegava em casa. A polícia ainda investiga a participação de outras pessoas no homicídio. O assassinato aconteceu em janeiro de 2018. Segundo a polícia, os executores estavam à espera da vítima na porta da casa onde morava. Foram efetuados 15 disparos, dos quais 10 atingiram o secretário. Além disso, outros dois tiros atingiram de raspão uma pessoa que passava na rua. José Ricardo era funcionário da prefeitura de Limoeiro desde janeiro de 2017. Ele também era bombeiro civil. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

    Jovem é morto com tiros na cabeça e no peito na Pedreira, em Belém


    Reginaldo Brito, 19 anos, conversa com amigos na rua quando um homem encapuzado desceu de um veículo e atirou. Ele morreu na hora. O jovem Reginaldo dos Santos Brito, 19 anos, foi assassinado com tiros na cabeça e no peito nesta segunda-feira (16) na...

    Reginaldo Brito, 19 anos, conversa com amigos na rua quando um homem encapuzado desceu de um veículo e atirou. Ele morreu na hora. O jovem Reginaldo dos Santos Brito, 19 anos, foi assassinado com tiros na cabeça e no peito nesta segunda-feira (16) na Pedreira em Belém. A vítima conversava com dois amigos na esquina quando um homem encapuzado desceu de um carro verde atirando contra os três. Reginaldo morreu na hora. O caso aconteceu por volta das 16h40, nas proximidades do canal da travessa Pirajá. No momento dos tiros, os dois amigos da vítima conseguiram fugir. Testemunhas disseram que Reginaldo ficou parado no local. Familiares da vítima disseram que ele não tinha passagens pela Polícia, nem seria usuário de drogas. Segundo a Polícia, ele não possuía antecedentes criminais. Policiais militares isolaram o local do assassinato, que foi analisado pelo Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. O corpo da vítima foi removido pelo Instituto Médico Legal. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Belém decreta situação de emergência pela chegada de índios venezuelanos

    Belém decreta situação de emergência pela chegada de índios venezuelanos


    Migração em massa de índios Warao para a capital paraense começou há 10 meses. Mais de 200 indígenas venezuelanos vivem em Belém, e famílias inteiras pedem esmolas no centro da cidade. Índios Warao refugiados da Venezuela, hoje ficam nas...


    Migração em massa de índios Warao para a capital paraense começou há 10 meses. Mais de 200 indígenas venezuelanos vivem em Belém, e famílias inteiras pedem esmolas no centro da cidade. Índios Warao refugiados da Venezuela, hoje ficam nas esquinas de Belém Cesar Perrari/O Liberal A Prefeitura de Belém decretou na tarde desta segunda-feira (16) situação de emergência social devido ao intenso processo migratório dos indígenas da etnia Warao da Venezuela para capital paraense. Entre os cinco municípios brasileiros que mais têm recebido indígenas venezuelanos, Belém foi o último a pedir ajuda ao Governo Federal. A migração em massa dos Warao para a capital do Pará começou há 10 meses e, segundo o último levantamento da prefeitura, mais de 200 indígenas vivem na cidade. O decreto será assinado nesta terça-feira (17) pelo prefeito Zenaldo Coutinho, afirmou a administração municipal. Nas ruas do centro de Belém, há famílias inteiras de índios Warao pedindo esmola em sinais e pontos turísticos. Além de Belém, os indígenas Warao estão concentrados nas cidades de Boa Vista, Pacaraima, Manaus e Santarém. A primeira cidade a decretar estado de emergência social foi Manaus, em maio de 2017. Na época, a cidade tinha 400 indígenas. O mesmo aconteceu com o estado de Roraima, onde ficam os municípios de Pacaraima e Boa Vista. O estado concentrava cerca de 300 indígenas e decretou estado de emergência social em dezembro de 2017. O município de Santarém, no oeste do Pará, também já decretou estado de emergência social no caso Warao. Recursos federais Segundo a Prefeitura de Belém, a expectativa com o decreto é de garantir recursos futuros. Após decretar estado de emergência social, as cidades de Manaus, Roraima e Pacaraima já conseguiram auxílios do governo federal. Em julho de 2017, cerca de R$ 700 mil foram depositados nas contas da prefeitura de Manaus pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para que o município tratasse do caso dos Warao. Em março de 2018, o MDS também autorizou um repasse de R$ 1,08 milhão aos cofres de Roraima, divididos em duas parcelas, para os municípios de Boa Vista e Pacaraima. A Prefeitura de Belém reforçou que todos os indígenas Warao, que já estavam em Belém, foram vacinados, receberam consultas, tratamentos e até internações. O grupo recebe, ainda, visitas permanentes do consultório de rua da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma). O município também está ofertando 100% de vagas para as crianças Warao, de 0 a 10 anos, com projeto pedagógico já desenvolvido pela Secretaria de Educação (Semec). Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Van pega fogo na av. Arthur Bernardes, em Belém

    Van pega fogo na av. Arthur Bernardes, em Belém


    Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas. Não houve feridos. Van pega fogo em Belém. Reprodução / Twitter Uma van pegou fogo na tarde desta segunda-feira (16) na av. Arthur Bernardes, em Belém. O Corpo de Bombeiros foi acionado e...


    Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas. Não houve feridos. Van pega fogo em Belém. Reprodução / Twitter Uma van pegou fogo na tarde desta segunda-feira (16) na av. Arthur Bernardes, em Belém. O Corpo de Bombeiros foi acionado e o fogo já foi controlado. Não houve feridos. O incidente aconteceu por volta das 15h30 nas proximidades da av. Pará. O condutor estava sozinho no veículo e, segundo ele, o fogo começou pelo motor. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

    Acusados de integrar grupo que disseminava fake news em Tucuruí têm habeas corpus negado pela Justiça


    Os réus foram presos na operação "Último Sorriso" e são investigados por crimes de injúria e difamação contra adversários políticos. A Justiça do Pará negou, nesta segunda-feira (16), pedido de habeas corpus a dois réus que foram presos na...

    Os réus foram presos na operação "Último Sorriso" e são investigados por crimes de injúria e difamação contra adversários políticos. A Justiça do Pará negou, nesta segunda-feira (16), pedido de habeas corpus a dois réus que foram presos na operação "Último Sorriso" da Polícia Civil em Tucuruí, sudeste do Pará, acusados de integrar associação criminosa que criava e divulgava notícias falsas. Romolo Aquino de Oliveira Cuppari e Fábio Campos Nascimento são acusados de crimes de injúria e difamação contra adversários políticos, incluindo empresários, juízes, promotores de Justiça e delegados da Polícia. A operação foi realizada no último mês de maio e cinco pessoas foram presas. Entre eles estão o major da Polícia Militar Leonardo do Carmos Oliveira e a advogada Gláucia Rodrigues Brasil Oliveira, que já foram acusados de envolvimento em operações ilegais de reintegração de terras e de clonagem para venda de carros roubados. A advogada já foi procuradora-geral no município. O quinto preso pela operação é André Luis Fonseca Fontana. O G1 tenta contato com a defesa dos acusados e ainda não obteve retorno. Segundo o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), Romolo e Fábio já tiveram liminar anterior que concedia direito de responder em liberdade, mas o pedido foi cassado. A prisão preventiva deles foi mantida, segundo a Justiça, para garantir a ordem pública, conveniência da instrução penal e para aplicação da lei penal em caso de condenação. Relembre o caso A operação "Último Sorriso" terminou em cinco prisões e cumpriu oito mandados de busca e apreensão de computadores, HDs e pen drives em Tucuruí e região metropolitana de Belém. Segundo a Polícia, o grupo queria desestabilizar a ordem pública inventando notícias falsas. O delegado responsável pela operação, Sandro Rivelino, titular da Superintendência Regional do Lago de Tucuruí, disse na época que as notícias falsas eram divulgadas em grupos de aplicativo de celular e em perfis da rede social Facebook. As mensagens vinham da cidade de Tucuruí e de outras cidades da região. "Os ataques eram realizados por meio de publicações de postagens falsas e de 'memes' (montagens digitais) em redes sociais e citavam os nomes das vítimas de maneira criminosa", explicou. A investigações relacionadas ao caso continuaram para apurar se outras pessoas atuavam como financiadoras da grupo. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

    Suspeito de estuprar menina de 13 anos é preso em Bagre, no Marajó


    Homem foi identificado pela Polícia após denúncias anônimas. Prisão ocorreu no domingo, 15. Um homem foi preso em flagrante suspeito de estuprar uma garota de 13 anos em Bagre, na ilha do Marajó. A Polícia informou que a prisão ocorreu no...

    Homem foi identificado pela Polícia após denúncias anônimas. Prisão ocorreu no domingo, 15. Um homem foi preso em flagrante suspeito de estuprar uma garota de 13 anos em Bagre, na ilha do Marajó. A Polícia informou que a prisão ocorreu no domingo (15) depois de uma denúncia anônima. Após investigações preliminares, o suspeito foi identificado e conduzido para a delegacia. Casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes podem ser denunciados pelo Disque-Denúncia, no número 181. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

    Acontece agora em Belém e região


    Acompanhe atualizações em tempo real e veja imagens do trânsito com a câmera exclusiva do G1 na av. Nazaré. Acontece agora em Belém e região Acompanhe atualizações em tempo real e veja imagens do trânsito com a câmera exclusiva do G1 na av....

    Acompanhe atualizações em tempo real e veja imagens do trânsito com a câmera exclusiva do G1 na av. Nazaré. Acontece agora em Belém e região Acompanhe atualizações em tempo real e veja imagens do trânsito com a câmera exclusiva do G1 na av. Nazaré.

    Agricultores bloqueiam a BR-155 em Redenção, sul do Pará


    O bloqueio ocorre desde o início da manhã. A pista só está sendo liberada para ambulâncias e viaturas da polícia. Manifestantes fazem protesto na BR-155, na saída de Redenção Manifestantes ligados à Federação dos Trabalhadores na Agricultura...

    O bloqueio ocorre desde o início da manhã. A pista só está sendo liberada para ambulâncias e viaturas da polícia. Manifestantes fazem protesto na BR-155, na saída de Redenção Manifestantes ligados à Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Estado do Pará (Fetraf-PA) protestam na BR-155, na saída de Redenção, no sul do estado, nesta segunda-feira (16). O bloqueio ocorre desde o início da manhã. A pista só está sendo liberada para ambulâncias e viaturas da polícia. Os agricultores querem mais agilidade no projeto de agricultura familiar e serviços sociais para a região. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Relatório da Casa Civil aponta várias fontes de contaminação em Barcarena, PA

    Relatório da Casa Civil aponta várias fontes de contaminação em Barcarena, PA


    Comitê federal foi criado para analisar os eventos dos dias 16 e 17 de fevereiro, quando moradores denunciaram a contaminação do meio ambiente pela empresa Hydro Alunorte. A coloração avermelhada das águas da chuva que se espalharam em...


    Comitê federal foi criado para analisar os eventos dos dias 16 e 17 de fevereiro, quando moradores denunciaram a contaminação do meio ambiente pela empresa Hydro Alunorte. A coloração avermelhada das águas da chuva que se espalharam em Barcarena provocaram temor nas comunidades do município. Ascom/Semas O relatório de um comitê federal coordenado da Casa Civil da Presidência da República aponta que não apenas a empresa Hydro Alunorte é responsável pela contaminação no município de Barcarena, no nordeste do Pará. De acordo com o levantamento feito nos dias 26 e 27 de abril no local, há outras fontes de contaminação. "Da visita de campo à comunidade pode-se perceber que há outras possíveis fontes de contaminação, tais como o uso e ocupação de solo de forma desordenada e irregular, complexo industrial e problemas na estrutura de saneamento com destaque para a questão dos resíduos sólidos urbanos onde a existência de um lixão também pode configurar uma fonte de contaminação”, afirma o relatório da Casa Civil. O comitê, criado em resposta ao evento dos dias 16 e 17 de fevereiro, é coordenado pela Casa Civil, tendo como integrantes o Ministério da Integração Nacional, Ministério dos Direitos Humanos e Ministério do Meio Ambiente e Ministério da Saúde. Durante os dois dias de visita ao Pará, os representantes do comitê realizaram visita ao Instituto Evandro Chagas (IEC); reunião com as secretarias de meio ambiente de Barcarena e do Estado; reunião com membros de comunidades de Barcarena; visita às instalações da Hydro e visita às comunidades de Bom Futuro. O relatório, datado de maio de 2018, não é conclusivo e afirma que os indícios de contaminação precisam ser melhor investigados. Para o comitê, a região foi acometida por diversos eventos acidentais nos últimos dez anos com a liberação de poluentes para o meio ambiente. Durante a visita ao lixão na comunidade Bom Futuro, o comitê relata que não foi verificado qualquer tipo de controle ambiental e que há um canal de chorume que desagua no rio Murucipi. "Os incidentes ocorridos em Barcarena, como o acontecido com a Hydro, geraram poluição de caráter agudo”. O relatório ressalta três principais fontes de contaminação em Barcarena: Desastres e acidentes ambientais, responsáveis pelos picos de contaminação; Atividade industrial; Lançamentos oriundos de ocupação urbana. O relatório destaca ainda a preocupação com os direitos da população à água e ao saneamento básico, garantidos pela Constituição Federal. O comitê constatou que há distribuição de água potável para as comunidades e também acesso a médicos. O Ministério da Saúde sugere a realização de um estudo de avaliação de risco à saúde humana e registra que “a empresa Hydro parece ter postura de diálogo aberto e periódico com a população atingida". Entenda o vazamento que contaminou rios em Barcarena As descobertas de irregularidades começaram no dia 17 de fevereiro, quando fotos registraram vazamento de rejeitos da bacia de depósitos da mineradora. Nos dias seguintes, órgãos dos governos estadual e municipal, além do Instituto Evandro Chagas, estiveram no local para dar início às vistorias. Inicialmente, a Hydro Alunorte se manifestou negando qualquer incidente, garantindo que a bacia se mantivera firme, intacta e sem vazamentos, mesmo com as fortes chuvas no município. No dia 22 de fevereiro, o Instituto Evandro Chagas divulgou um laudo contrariando a empresa e confirmando a contaminação em diversas áreas de Barcarena, provocada por uma ligação clandestina para eliminar efluentes contaminados da empresa norueguesa. O laudo constatou a presença de diversos metais pesados, inclusive de chumbo, em comunidades ribeirinhas. No final de fevereiro, o Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA) já havia determinado que a Hydro reduzisse sua produção em Barcarena em 50% e embargou uma bacia de rejeitos da empresa. A refinaria acatou o recurso. No dia 9 de março, o segundo canal de despejo não autorizado foi descoberto pelo Ministério Público do Pará (MPPA), após uma vistoria realizada nas dependências da Hydro Alunorte. Segundo o MPPA, o canal seria utilizado em situações de grandes chuvas para despejar efluentes sem tratamento diretamente no rio Pará. No dia 15 de março, a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas) identificou um terceiro ponto de despejo irregular. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326.
    Nove pessoas morrem em acidentes nas rodovias federais do Pará nos primeiros 15 dias de julho, aponta PRF

    Nove pessoas morrem em acidentes nas rodovias federais do Pará nos primeiros 15 dias de julho, aponta PRF


    Ao todo foram registrados 60 acidentes nas rodovias, sendo 15 sem vítimas, 38 com feridos e sete com mortes. Até domingo (15), quase 5 mil veículos foram fiscalizados por agentes da PRF. Claudio Pinheiro/Amazônia Jornal Nos primeiros 15 dias da...


    Ao todo foram registrados 60 acidentes nas rodovias, sendo 15 sem vítimas, 38 com feridos e sete com mortes. Até domingo (15), quase 5 mil veículos foram fiscalizados por agentes da PRF. Claudio Pinheiro/Amazônia Jornal Nos primeiros 15 dias da Operação Férias Escolares, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nove pessoas morreram nas estradas no Pará. Ao todo foram registrados 60 acidentes nas rodovias, sendo 15 sem vítimas, 38 com feridos e sete com mortes. A operação da PRF segue até o dia 31 de julho, com ações de policiamento, fiscalização e educação para o trânsito nas rodovias federais paraenses. O operação conta com o trabalho em conjunto de diversos órgãos, com o objetivo de reforçar o policiamento e a orientação de trânsito em locais e horários de maior fluxo de veículos, incidência de acidentes graves e de crimes. Em busca de soluções efetivas para o trânsito nos 20 primeiros quilômetros da BR 316, Até domingo (15), quase 5 mil veículos foram fiscalizados, 78 carteiras de habilitação foram confiscada e mais de 400 veículos foram recolhidos. As infrações mais comuns registradas foram a ultrapassegem irregular e o excesso de velocidade. Dezessete pessoas foram presas por alcoolemia. A operação conta com equipes da PRF, Corpo de Bombeiros, do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual, do Detran/PA, da Arcon, da Guarda Municipal de Belém, da Semutran, da Guarda Municipal de Ananindeua, da Diretran e Guarda Municipal de Marituba. Vítimas Dois sete acidentes que causaram as nove mortes no trânsito, três deles foram na BR-316. A primeira no km-29, em Santa Izabel, quando um motociclista caiu em um buraco e foi lançado para o canteiro central. A segunda vítima foi um pedestre atropelado no km-17, em Benevides. Já o terceiro acidente, deixou dois passageiros de motociclistas mortos durante colisão devido a ultrapassagem em lugar proibido. Em São João do Araguaia, na BR-230, um motociclista morreu após atropelar um boi; em Marabá, também na BR-230, um motorista teve um mal súbito e bateu o veículo. Na BR-010, em Irituia, um motociclista morreu após colidir com um ônibus durante ultrapassagem irregular. Na mesma rodovia, no trecho que compreende Santa Maria, duas pessoas morreram em colisão entre duas motos. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326.
    Emprego formal voltou a crescer no Pará, aponta estudo

    Emprego formal voltou a crescer no Pará, aponta estudo


    Foram feitas neste período 38830 admissões contra 32.324 desligamentos com saldo positivo de 6.506 postos de trabalhos. O balanço mostra um saldo positivo de empregos formais Reprodução/TV Mirante Nos primeiros cinco meses deste ano o emprego...


    Foram feitas neste período 38830 admissões contra 32.324 desligamentos com saldo positivo de 6.506 postos de trabalhos. O balanço mostra um saldo positivo de empregos formais Reprodução/TV Mirante Nos primeiros cinco meses deste ano o emprego formal no setor de serviço no estado apresentou crescimento segundo um estudo realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgado nesta segunda-feira (17). O balanço mostra um saldo positivo de empregos formais no comparativo entre admitidos e desligados com crescimento de 0,25% no mês de maio. Foram feitas no Setor em todo o Pará, 7.176 admissões contra 6.501 desligamentos gerando saldo positivo de 675 postos de trabalhos. No mesmo período em 2017, a situação foi inversa, o estado apresentou uma queda na geração de postos de trabalhos no setor. Foram feitas naquela oportunidade, 6129 admissões contra 6.364 desligamentos gerando um saldo negativo de 235 postos de trabalhos. Em toda a região norte foram feitas no setor serviço no mês de Maio, 17.034 admissões contra 16.055 desligamentos, gerando um saldo positivo de 979 postos de trabalhos formais com crescimento de 0,15% no emprego formal. No Pará, nos cinco primeiros meses de 2018 o balanço mostra saldo positivo de empregos formais com crescimento de 2,48%. Foram feitas neste período 38.830 admissões contra 32.324 desligamentos com saldo positivo de 6506 postos de trabalhos. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    Incêndio atinge loja de materiais de construção no bairro do Jurunas

    Incêndio atinge loja de materiais de construção no bairro do Jurunas


    Chamas atingiram o setor administrativo da loja, durante a noite de domingo (15). Incêndio atinge parte de loja de materiais de construção no bairro do Jurunas, em Belém. Reprodução / TV Liberal Um incêndio atingiu uma loja de materiais de...


    Chamas atingiram o setor administrativo da loja, durante a noite de domingo (15). Incêndio atinge parte de loja de materiais de construção no bairro do Jurunas, em Belém. Reprodução / TV Liberal Um incêndio atingiu uma loja de materiais de construção no bairro do Jurunas, em Belém, na noite de domingo (15). De acordo, com as informações do Corpo de Bombeiros, as chamas foram rápidamente controladas. Os bombeiros foram acionados pela vizinhança que se assustou com a fumaça por volta das 21h30. Ainda segundo as informações dos Bombeiros, aparentemente o fogo teria começado no poste de energia que fica em frente a loja. A perícia no local já foi feita e o laudo com as causas do incêndio fica pronto em 30 dias. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326.

    Obras no elevado da av. Augusto Montenegro vão alterar o trânsito a partir desta terça em Belém


    O tráfego será desviado para a nova pista, no sentido Belém/Ananindeua, que ficará em mão dupla até o fim das obras que tem duração de 45 dias. Rebaixamento das pistas do elevado da Augusto Montenegro entra na etapa final Uma nova etapa das obras...

    O tráfego será desviado para a nova pista, no sentido Belém/Ananindeua, que ficará em mão dupla até o fim das obras que tem duração de 45 dias. Rebaixamento das pistas do elevado da Augusto Montenegro entra na etapa final Uma nova etapa das obras do BRT na avenida Augusto Montenegro vão alterar novamente o trânsito no local a partir de terça-feira (17). De acordo com a Semob, com a obra já concluída na pista sentido Belém/Ananindeua, toda a pista no sentido contrário - Ananindeua/Belém - receberá os mesmos serviços e será fechada a circulação de veículos. O tráfego será desviado para a nova pista, no sentido Belém/Ananindeua, que ficará em mão dupla até o fim das obras que tem duração de 45 dias. Ainda de acordo com a Semob, serão colocados blocos de concreto para delimitar os desvios e separar as duas faixas, por medida de segurança dos motoristas, e continuam valendo os mesmos pontos de início do desvio, na altura da delegacia da Cabanagem, na Laércio Barbalho, e na área de retorno localizada às proximidades da travessa Major Miguel, na avenida Centenário. Também serão fechadas para obras as duas pistas laterais da Augusto Montenegro paralelas ao viaduto, desde o cruzamento que será fechado até a rampa que dá acesso ao elevado, próximo ao supermercado Líder e ao posto de gasolina Iccar. O tráfego sobre o elevado, no sentido Icoaraci/Entrocamento, também sofrerá uma alteração devido à necessidade de manutenção preventiva da junta de dilatação da pavimentação do elevado. Será necessário desviar o tráfego da faixa de veículos leves, que seguem no sentido Entrocamento, para o corredor do BRT. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326
    ‘Me achei aqui’, diz Joelma em foto coberta de lama do mangue em Curuçá, no Pará

    ‘Me achei aqui’, diz Joelma em foto coberta de lama do mangue em Curuçá, no Pará


    Joelma se apresentou na cidade no domingo (15) durante o 42º Festival do Folclore de Curuçá. Joelma postou foto coberta de lama no mangue. Reprodução/ Instagram A cantora Joelma surpreendeu seus fãs nesta segunda-feira (16) em um foto que...


    Joelma se apresentou na cidade no domingo (15) durante o 42º Festival do Folclore de Curuçá. Joelma postou foto coberta de lama no mangue. Reprodução/ Instagram A cantora Joelma surpreendeu seus fãs nesta segunda-feira (16) em um foto que aparece completamente coberta de lama do mangue na cidade de Curuçá, no interior do Pará. “Me achei aqui. Meu tratamento natural. Meu Pará”, escreveu a cantora paraense na legenda da imagem que postou em uma rede social. Joelma e sua banda se apresentaram na cidade no domingo (15) durante o 42º Festival do Folclore de Curuçá. O evento atrai muitos visitantes ao município, conhecido por seu tradicional bloco de Carnaval Pretinhos do Mangue, em que o "abadá" é a lama que os foliões passam no corpo. Joelma aproveitou a visita a Curuçá para tomar um tradicional banho de lama no mangue. Reprodução/ Instagram Os fãs gostaram e se divertiram com a foto da cantora. “Gente, essa Joelma é maluquinha por isso nós somos loucos por ela”, disse uma seguidora. "Maravilhosa é ela, que ainda dá dicas de beleza. Gente da gente", escreveu outro seguidor. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326.

    Bombeiros fazem buscas a homem desaparecido no trapiche em Icoaraci, distrito de Belém


    Homem de 31 anos desapareceu no domingo (15) por volta das 17h. Buscas iniciaram ainda no domingo. Bombeiros retomaram as buscas ao jovem que desapareceu no trapiche de Icoaraci O Corpo de Bombeiros faz buscas nesta segunda-feira (16) a um homem de 31...

    Homem de 31 anos desapareceu no domingo (15) por volta das 17h. Buscas iniciaram ainda no domingo. Bombeiros retomaram as buscas ao jovem que desapareceu no trapiche de Icoaraci O Corpo de Bombeiros faz buscas nesta segunda-feira (16) a um homem de 31 anos que desapareceu na tarde de domingo (15) do trapiche de Icoaraci, distrito de Belém. Ainda domingo, os bombeiros procuraram pelo rapaz, mas encerraram os trabalhos por volta das 19h. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o homem sumiu por volta de 17h. Ele estava com dois amigos no local, mas ainda não há informações sobre o que realmente aconteceu: se ele caiu ou se foi tomar banho no rio. Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326.