G1 > Minas Gerais

    Caso Jomara: comerciante é condenado a 22 anos pelo assassinato da ex-esposa em Juiz de Fora

    Caso Jomara: comerciante é condenado a 22 anos pelo assassinato da ex-esposa em Juiz de Fora


    Marcos Parreira deve cumprir pena por homicídio triplamente qualificado em regime fechado. Crime ocorreu em 2009; julgamento de 2015 chegou a ser anulado. Marcos André Cavanellas foi condenado a 22 anos de reclusão pela morte da ex-esposa em Juiz...


    Marcos Parreira deve cumprir pena por homicídio triplamente qualificado em regime fechado. Crime ocorreu em 2009; julgamento de 2015 chegou a ser anulado. Marcos André Cavanellas foi condenado a 22 anos de reclusão pela morte da ex-esposa em Juiz de Fora Vagner Tolendato/G1 O comerciante Marcos André Cavanellas Parreira foi condenado a 22 anos de reclusão pelo assassinato da ex-esposa, Jomara Rodrigues Amaral, em 2009. A decisão foi tomada após quase dez horas de julgamento no Fórum Benjamim Colucci, em Juiz de Fora, nesta terça-feira (17). O juiz determinou que o réu deve cumprir a pena em regime fechado. Ele foi condenado por homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, com crueldade e sem chance de defesa da vítima. O juiz, negou o direito de Marcos recorrer em liberdade. Conforme apurado pelo G1, atualmente, ele estava morando em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Segundo a irmã de Jomara, Denise do Amaral, o sentimento agora é de justiça. "O que mais me mata de vergonha é dizer que ele está solto e que nada aconteceu. Lugar de assassino é na cadeia", diz. Para o advogado de acusação, Nelson Rezende Júnior, não havia como a decisão ser diferente. "A prova está clara, aparece evidente, não se discute e é clara", ressalta. Segunda condenação Essa é a segunda condenação do réu depois que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) decidiu anular o primeiro júri, realizado em 2015 após quatro adiamentos. Na época, o comerciante foi condenado a dez anos de prisão. De acordo com a assessoria de imprensa do TJMG, os desembargadores 1ª Câmara Criminal concordaram com os argumentos do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) de que o júri decidiu de forma contrária às provas dos autos. Marcos André Cavanellas chegou a ser condenado a 10 anos de prisão em 2015, mas júri foi anulado Reprodução/TV Integração Na sessão de hoje, cinco testemunhas de acusação foram ouvidas. A irmã de Jomara, Denise Amaral, contou que sofreu uma tentativa de estupro do acusado, quando a Jomara estava grávida da segunda filha. A defensora pública Criscel Barros da Costa Oliveira foi a responsável por realizar a defesa de Marcos André Cavanellas Pereira. A acusação estava ao cargo do promotor Juvenal Martins Folly, que apresentou o recurso solicitando a anulação do primeiro julgamento. Mulheres fazem ato contra feminicídio na porta do Fórum Benjamin Colucci antes do julgamento Vagner Tolendato/G1 Morta na frente das filhas O homicídio ocorreu no dia 29 de dezembro de 2009, na Rua Olegário Maciel. De acordo com a Polícia Militar (PM), a vendedora foi esfaqueada quando chegava em casa, na frente das filhas, que na época tinham sete e dez anos. Jomara chegou a ser socorrida no Hospital de Pronto Socorro (HPS), mas não resistiu aos ferimentos. O motivo do crime, segundo a polícia, seria o fato de o comerciante não ter aceitar o pedido de separação apresentado por Jomara meses antes. Jomara e o ex-marido, que foi condenadop a 22 anos de prisão em regime fechado Reprodução/ TV Integração O acusado, que na época do assassinato tinha 40 anos, fugiu e se apresentou à Polícia Civil em 4 de janeiro de 2010, prestou depoimento e não foi preso porque havia passado o prazo do flagrante. Ao longo do andamento do processo, o comerciante não esteve preso em qualquer unidade do sistema prisional, de acordo com a assessoria da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Como o caso ocorreu em 2009, não pode ser julgado pela lei do feminicídio, que é de 2015.
    Oito vítimas de acidente na BR-251 são identificadas e corpos permanecem no IML de Montes Claros

    Oito vítimas de acidente na BR-251 são identificadas e corpos permanecem no IML de Montes Claros


    Seis vítimas viajavam em um carro da prefeitura de Rio Pardo de Minas para tratamento médico em Montes Claros; acidente envolveu 11 veículos. Familiares estão colhendo sangue para identificação das vítimas no IML de Montes Claros Pablo Caires/...


    Seis vítimas viajavam em um carro da prefeitura de Rio Pardo de Minas para tratamento médico em Montes Claros; acidente envolveu 11 veículos. Familiares estão colhendo sangue para identificação das vítimas no IML de Montes Claros Pablo Caires/ Inter TV Os corpos das oito vítimas do acidente que envolveu 11 carros na BR-251 permanecem no Instituto Médico Legal de Montes Claros, mas as vítimas já foram identificadas. Seis estavam em um carro que transportavam pacientes de Rio de Minas para tratamento médico em Montes Claros; uma jovem de 23 anos, que é de Salinas e estudava em Montes Claros, estava em um carro de passeio e um homem, de 32, conduzia um carro da prefeitura de Josenópolis. O município de Rio Pardo de Minas decretou luto oficial de três dias pelas seis pessoas que morreram no acidente: Fabio de Almeida Dias, 28 anos (motorista) Celina Ribeiro, 71 anos Neli Ribeiro, 35 anos Suely Gonçalves dos Santos, 34 anos Maria Francisca Santana, 69 anos Juscelino Marques, 42 anos A morte de Natália Araújo de Almeida, de 23 anos, foi confirmada pela Universidade de Montes Claros, onde ela era mestranda do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia. A oitava vítima era Genildo Barbosa, de 32 anos. Ele dirigia um carro da prefeitura de Josenópolis. O municíprio confirmou a morte dele. Familiares das vítimas estão colhendo sangue para confirmação oficial dos óbitos no Instituto Médico Legal de Montes Claros. Segundo o IML, o material será encaminhado para Belo Horizonte e ainda não há prazo para divulgação do resultado. Os oito corpos estão sendo mantidos em câmera fria com temperatura abaixo de 4 graus. Em nota, a Polícia Civil esclareceu que serão realizados exames de alta complexidade devido estado em que os corpos se encontram. Veículos pegaram fogo Ana Claudia Mendes/ Inter TV O acidente O acidente ocorreu na descida da serra de Francisco Sá e envolveu cinco carros de passeio, um ônibus e cinco carretas. A rodovia ficou interditada por 14h e foi liberada às 22h30 dessa segunda. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, uma das carretas estava parada no acostamento da via com problemas mecânicos. O motorista do ônibus envolvido no acidente viu a carreta e reduziu a velocidade, e aí que formou uma pequena fila de veículos parados na via, entre carros de passeio, uma carreta e um carro de serviço de saúde, com os seis ocupantes. Acidente na BR-251 envolvendo 11 veículos deixa 8 mortos e mais de sessenta feridos Alexandre Mauro e Beta Jaworski / G1 Ainda de acordo com a PRF, uma terceira carreta, carregada com melões, não viu que os veículos estavam parados na rodovia e não conseguiu frear a tempo, atingindo a traseira do carro do serviço de saúde, que foi arremessado em chamas para fora da pista; os seis ocupantes morreram carbonizados. A carreta de melões seguiu atingindo os demais veículos parados e também alguns que vinham no sentido contrário, deixando mais dois mortos no local; o corpo do motorista ainda não foi encontrado. Sessenta e quatro pessoas ficaram feridas e três permanecem internadas. Entre elas um homem de 25 anos que teve 90% do corpo queimado, que respira com ajuda de aparelhos. O hospital informou que o estado de saúde dele é instável. Risco recorrente A BR-251 é uma das mais importantes ligações rodoviárias e de escoamento de produtos do país. A rodovia convive com constantes acidentes, especialmente no trecho entre Montes Claros e Salinas, onde o asfalto apresenta falhas, poucas áreas de escape e pista simples, em boa parte do percurso. Em janeiro deste ano treze pessoas morreram e 39 ficaram feridas, após um caminhão invadir a contramão de diração e atingir um micro-ônibus que estava na direção oposta. Uma van e uma carreta acabaram sendo também atingidas pelo caminhão. Em março, um acidente na mesma BR deixou três pessoas mortas e cinco gravemente feridas após um carro de passeio ser atingido por uma carreta carregada de bobinas de aço. O condutor da carreta havia ingerido bebida alcoólica.

    Sine de Araguari suspende parte do atendimento à população nesta semana


    Funcionários da unidade passarão por treinamento de três dias em Uberlândia. O atendimento no Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Araguari será diferente nesta semana. Isso porque os funcionários da unidade participarão de um treinamento na...

    Funcionários da unidade passarão por treinamento de três dias em Uberlândia. O atendimento no Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Araguari será diferente nesta semana. Isso porque os funcionários da unidade participarão de um treinamento na cidade de Uberlândia de terça (17) a quinta (19). Assim, nos dias citados, o Sine estará aberto apenas das 8h às 14h apenas para informações gerais, emissão e entrega de carteira de trabalho. Não haverá divulgação de vagas de emprego e nem atendimento aos serviços de seguro-desemprego. O Sine de Araguari fica localizado na Rua Virgílio de Melo Franco, nº 261 , no Centro. A divulgação volta ao normal na próxima sexta-feira (20). Uberlândia Também devido ao treinamento aos funcionários, o Sine de Uberlândia não ofecerá serviços à população nesta semana. O atendimento volta na próxima segunda-feira (23). O Sine de Uberlândia fica na Avenida Nicomedes Alves dos Santos, nº 136, no Centro da cidade.

    Agências bancárias são atacadas por criminosos armados em Nova Ponte


    Quadrilha trocou tiros com os policiais e fugiu sentido a Uberlândia. Não há informações se foi levado dinheiro de caixas. Duas agências bancárias são atacadas por criminosos em Nova Ponte Duas agências bancárias no Centro de Nova Ponte foram...

    Quadrilha trocou tiros com os policiais e fugiu sentido a Uberlândia. Não há informações se foi levado dinheiro de caixas. Duas agências bancárias são atacadas por criminosos em Nova Ponte Duas agências bancárias no Centro de Nova Ponte foram alvo de criminosos na madrugada desta terça-feira (17). Segundo informações da Polícia Militar (PM), o crime ocorreu por volta das 1h30 e os estabelecimentos ficaram danificados devido às explosões. Os moradores ficaram aterrorizados. O G1 solicitou fez contato com as assessorias dos bancos e pediu posicionamentos. (Ver notas mais abaixo) Cerca de sete homens fortemente armados invadiram a agência do Banco do Brasil, na principal avenida da cidade, e da Caixa Econômica Federal (CEF), que fica na praça central em frente à Prefeitura e à Câmara de Vereadores. Em uma ação rápida, os criminosos explodiram os caixas e iniciaram os disparos de arma de fogo pela cidade, com o intuito de amedrontar os moradores. Dois moradores que passavam perto das agências foram feitos reféns. Eles conseguiram escapar no momento em que houve troca de tiros dos criminosos com policiais. Não houve registros de feridos até o momento. Os dois bancos foram isolados. A Polícia Federal e a perícia foram acionadas e dão apoio à ocorrência nesta manhã. Ainda não há informações se os ladrões conseguiram levar dinheiro dos caixas eletrônicos. O grupo fugiu sentido a Uberlândia e a caminhonete usada no crime foi encontrada abandonada na zona rural de Nova Ponte. Os rastreamentos continuam para identificar e localizar os autores. Nota da Caixa Econômica "A Caixa Econômica Federal esclarece que as informações sobre eventos criminosos em suas unidades são repassadas exclusivamente às autoridades policiais. A Caixa ressalta que está contribuindo com as investigações da polícia. Informa ainda que a agência Nova Ponte deverá ficar fechada até amanhã (18) para manutenção, com previsão de reabertura na quinta-feira (19). Até lá os clientes poderão ser atendidos na Casa Lotérica Armazém Loterias e nos Correspondentes Caixa Aqui dos Supermercados Riachão e Rodrigues". Posicionamento do Banco do Brasil "Os danos causados à referida agência estão sendo apurados, não sendo possível ainda precisar o prazo de restabelecimento do seu atendimento normal. Nesse período, os clientes poderão ser atendidos na agência mais próxima (Santa Juliana), no Banco Postal, correspondentes bancários ou casas lotéricas. Os clientes do Banco do Brasil também contam com canais alternativos de autoatendimento, como o site www.bb.com.br, o app para utilização em celulares e tablets e a Central de Atendimento Banco do Brasil (CABB)".

    Família tenta provar na Justiça que carioca foi preso por engano ao desembarcar no Aeroporto Galeão


    Advogados afirmam que há diferença na foto do RG e no local de expedição e garantem que documento de operador de áudio foi clonado. Homem havia chegou da Irlanda com a mulher e foi levado para cadeia de Benfica. Família tenta provar inocência de...

    Advogados afirmam que há diferença na foto do RG e no local de expedição e garantem que documento de operador de áudio foi clonado. Homem havia chegou da Irlanda com a mulher e foi levado para cadeia de Benfica. Família tenta provar inocência de homem foi preso por engano A família de um homem tenta provar na Justiça que ele foi preso por engano. O carioca Eduardo Rodrigues Nery, de 55 anos, chegava ao Brasil, depois de passar meses trabalhando no exterior, quando foi preso pela Polícia Federal ainda no Aeroporto Tom Jobim, o Galeão, no Rio. Na quarta-feira (11), a família do operador de áudio carioca recebeu a notícia de que ele havia sido preso pela Polícia Federal ao desembarcar no Galeão. Ele voltava ao país depois de cerca de um ano de uma estadia a trabalho, como torneiro mecânico, na Irlanda do Norte. Ele foi levado para a cadeia de Benfica, na Zona Norte da cidade, onde divide a cela com outros 60 presos. No aeroporto, os agentes verificaram que havia um mandado de prisão em aberto por crime de estelionato contra um homem com o mesmo nome de Eduardo. Eram idênticas também a data de nascimento e nome da mãe do homem foragido. Ele acabou sendo preso na hora e, desde então, sua família e advogados lutam para provar que houve um engano. Eles argumentam que Eduardo foi vítima de um golpe e teve os documentos clonados, sem saber. Os advogados argumentam que o mandado de prisão pelo qual Eduardo foi preso era referente a uma outra pessoa, que tinha outro número de identidade e nome do pai diferente. Além disso, o registro civil do foragido era de Minas Gerais, e não do Rio, como é o de Eduardo. Eles também acreditam que o preso foi vítima de um golpe e teve documentos falsificados. "Está comprovado que o paciente é que é a vítima dos fatos, pois não esteve em momento algum no local dos fatos. Reside no Rio de Janeiro, seu RG é RJ", afirmam os advogados Ostervaldo Coutinho Junior e Douglas dos Santos no pedido de habeas corpus protocolado. Em 2002, um homem cometeu um crime de estelionato em Governador Valadares, Minas Gerais. No ano, seguinte, foi iniciado um processo penal contra o acusado, que se tornou foragido, e decretada sua prisão preventiva. "Esse mandado de prisão foi expedido em Governador Valadares contra esse meliante. Infelizmente, esse sujeito foi preso , saiu sob fiança e desapareceiu. E o meu marido, na semana passada, ao desembarcar no aeroporto foi surpreendido com esse pesadelo, esse mandato de prisão em nome de Eduardo Rodrigues Nery, que não é o Eduardo Rodrigues Nery meu marido há 33 anos", afirmou a esposa do operador de áudio. A defesa de Eduardo pediu um habeas corpus em caráter liminar, que foi negado, na última sexta-feira (13), pela desembargadora Kárin Emmerich, da 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Na decisão de não libertar Eduardo, a desembargadora Kárin Emmerich considera que os documentos apresentados pela defesa do torneiro mecânico não são suficientes para comprovar um equívoco. "Desse modo, entendo necessário ouvir a autoridade apontada como coautora para elucidação de todos os fatos narrados na inicial e para a juntada de mais documentos", concluiu. A filha de Eduardo, Stephanie Nery, de 26 anos, trabalha como assistente administrativa nos Estados Unidos e acompanha o desenrolar do caso. Segundo ela, a família está muito preocupada. Neste sábado (14), ela fez um apelo emocionado nas redes sociais em busca de ajuda: “Os advogados nos dizem que a digital do meu pai não bate (com a do procurado), que a identidade não bate, e nem a foto da carteira. Minha mãe disse que ele está em uma cela com 60 presos, tratado como bandido e ele é inocente. Sou uma filha que está triste porque o pai está preso e não pode fazer nada Acho que a gente já deu provas suficientes. A partir do momento que a foto do RG não é igual, meu pai deveria ter sido liberado”, afirmou a jovem.
    Triângulo é a região de MG que registrou o maior crescimento no número de abertura de empresas em 2018

    Triângulo é a região de MG que registrou o maior crescimento no número de abertura de empresas em 2018


    Conforme a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais, 1.843 novas empresas foram registradas até maio em 30 cidades. A maioria delas foi em Uberlândia. Restaurantes estão entre os tipos de empresas mais abertas em Minas Gerais Divulgação O...


    Conforme a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais, 1.843 novas empresas foram registradas até maio em 30 cidades. A maioria delas foi em Uberlândia. Restaurantes estão entre os tipos de empresas mais abertas em Minas Gerais Divulgação O número de empresas abertas em Minas Gerais nos primeiros cinco meses deste ano chega a quase 20 mil. De acordo com o levantamento da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg), o maior crescimento do Estado em relação a novos empreendimentos ocorreu no Triângulo Mineiro. Conforme a pesquisa, 1.843 novas empresas foram registradas até maio em 30 cidades da região denominada pelo governo, como Triângulo Norte. As cidades que compõem o Triângulo Norte e que juntas registraram o maior crescimento em relação a novos empreendedores em Minas Gerais são: Araguari, Cascalho Rico, Indianópolis, Tupaciguara, Araporã, Monte Alegre de Minas, Prata, Nova Ponte, Patrocínio, Monte Carmelo, Coromandel, Abadia dos Dourados, Douradoquara, Grupiara, Estrela do Sul, Romaria, Iraí de Minas, Ituiutaba, Campina Verde, Santa Vitória, Gurinhatã, Ipiaçu, Capinópolis, Cachoeira Dourada, Canápolis, Cruzeiro da Fortaleza, Centralina, Serra do Salitre e Uberlândia. Loja de roupas também é aposta para quem deseja abrir uma nova empresa Icaro Pimenta/ VMX Importados A região registrou 35% a mais em número de abertura de empresas que o mesmo período do ano passado. A maioria delas foi criada na maior cidade do Triângulo, Uberlândia. Veja abaixo os municípios que mais receberam empresas até junho de 2018 na região: Novas empresas no Triângulo Mineiro Segundo o levantamento da Jucemg, existem 710.183 empresas ativas distribuídas entre comércio (303.383), indústria (76.636) e serviços (330.164) nos 17 territórios de desenvolvimento de Minas Gerais. No panorama dos principais segmentos abertos no Estado, os destaques foram para o comércio, por meio de restaurantes e lojas de vestuário. MEIs De acordo com o Portal do Empreendedor, Minas Gerais tem 811.107 microempreendedores individuais (MEIs). O MEI foi criado em 2009 pelo Governo Federal e tem o registro simplificado para legalizar autônomos. Para se um MEI o empreendedor pode faturar até R$ 81.000,00 ao ano. Caso ultrapasse esse valor, passará à condição de microempresa. Empreendedor precisa realizar plano de negócio anrtes de abrir uma empresa Divulgação Quero abrir uma empresa, e agora ? Para quem interesse em abrir uma empresa o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) orienta que é preciso elaborar um plano de negócio, ter um público-alvo e estratégias de marketing e de divulgação bem definidas. Além disso, é necessário, ainda, formalizar o negócio. Confira dicas do Sebrae para quem tem interesse de ter seu próprio negócio: 1) Estabeleça o foco do negócio e o público-alvo O empreendedor precisa definir o que vai vender ou oferecer, para quem e para suprir qual necessidade. Nessa etapa, é interessante fazer uma pesquisa de mercado e fazer um estudo da concorrência e dos valores. 2) Elabore um plano de negócio Antes de começar um negócio é necessário também fazer um planejamento, para só depois colocar a ideia em prática. Ainda de acordo com o Sebrae, ao elaborar um plano de negócio, o empreendedor minimiza riscos de quem quer montar o comércio eletrônico. Nessa fase, é necessário colocar no papel as ideias elaboradas na etapa anterior, além de dados financeiros e forma como chegará aos resultados. Este processo é necessário levantar informações sobre o mercado, público-alvo, a disponibilidade financeira, o quanto vai gastar para abrir o negócio. O Sebrae disponibiliza dicas de como montar um plano de negócio. 3) Abra a empresa Para quem está começando e fatura até R$ 81 mil ao ano, os especialistas indicam o registro como Microempreendedor Individual (MEI). Nesse caso, é possível fazer o cadastro pela internet, na página do programa, que é www.portaldoempreendedor.gov.br. O MEI é enquadrado no Simples Nacional e fica isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Para quem fatura acima de R$ 81 mil ao ano, o passo a passo da abertura é o mesmo de uma empresa tradicional e inclui registro na Junta Comercial, na Receita Federal (para ter o CNPJ), na prefeitura e na Secretaria Estadual da Fazenda, de acordo com o Sebrae. Ao criar uma marca, os especialistas recomendam, também, o registro no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), para que ela não seja utilizada ou copiada. É necessário checar antes se a marca escolhida já não é usada por outra empresa. 4) Invista em marketing e divulgação De acordo com o especialistas do Sebrae, o investimento precisa ser feito de acordo com o público-alvo. Depois do investimento, é necessário acompanhar o resultado e conforme o negócio for crescendo, o empreendedor terá, ainda, que investir em uma estratégia para crescimento orgânico, sem precisar gastar tanto dinheiro para atrair visitantes.
    ONG Ação Moradia abre inscrições para cursos profissionalizantes gratuitos em Uberlândia

    ONG Ação Moradia abre inscrições para cursos profissionalizantes gratuitos em Uberlândia


    Interessados têm até 20 de julho. O início das aulas está previso para o dia 23. Instituições abrem inscrições para cursos gratuitos em Uberlândia Facebook/Divulgação A ONG Ação Moradia em Uberlândia está com inscrições abertas para...


    Interessados têm até 20 de julho. O início das aulas está previso para o dia 23. Instituições abrem inscrições para cursos gratuitos em Uberlândia Facebook/Divulgação A ONG Ação Moradia em Uberlândia está com inscrições abertas para cursos profissionais gratuitos para o próximo semestre. Os interessados em se capacitar para o mercado de trabalho devem se inscrever até o dia 20 de julho. As aulas começam no dia 23. São 14 cursos, entre eles, cabelereiro básico e intermediário, design de sobrancelha, maquiagem, depilação, manicure e pedicure, massagem corporal e drenagem, barbearia, artesanato, informática, bordado em pedraria, artesanato, bordado em chinelo horta orgânica. Ao todo, são 40 vagas disponíveis para os cursos que têm duração de cinco meses com emissão de certificado para maiores de 16 anos. Os cursos de inglês e informática são oferecidos para alunos a partir de 12 anos. Os interessados devem ir até a Rua Canoas, nº181, no Bairro Morumbi, com documentos pessoais, comprovante de endereço, Número de Identificação Social (NIS), declaração de escolaridade dos filhos e cartão de vacinação. Mais informações podem ser obtidas pelo (34) 3226-6558. ONG Ação Moradia oferece curso de horta orgânica em Uberlândia Facebook/Divulgação
    Sine de Uberlândia não terá atendimentos nesta semana

    Sine de Uberlândia não terá atendimentos nesta semana


    Motivo é o treinamento que será oferecido aos funcionários da instituição. O atendimento volta ao normal na próxima segunda-feira (23). Sine de Uberlândia volta a funcionar normalmente na próxima segunda (23) Reprodução/TV Integração O...


    Motivo é o treinamento que será oferecido aos funcionários da instituição. O atendimento volta ao normal na próxima segunda-feira (23). Sine de Uberlândia volta a funcionar normalmente na próxima segunda (23) Reprodução/TV Integração O Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Uberlândia não terá atendimentos nesta semana. O motivo é um treinamento oferecido aos funcionários da instituição. O atendimento volta na próxima segunda-feira (23). O treinamento tem o intuito de aprimorar o atendimento na unidade e oferecer ao cidadão maior eficiência na prestação dos serviços. O Sine fica na Avenida Nicomedes Alves dos Santos, nº 136, no Centro da Cidade.
    Cantor Luciano adota cão após show em MG, mas suposta dona aparece e diz que o quer de volta

    Cantor Luciano adota cão após show em MG, mas suposta dona aparece e diz que o quer de volta


    Da dupla sertaneja com Zezé di Camargo, o artista encontrou o cachorro na porta de um hotel em Abaeté e o levou embora. Fãs fazem campanha no Instagram para que ele permaneça com o animal; possível dona já falou com a assessoria do cantor. Hotel...


    Da dupla sertaneja com Zezé di Camargo, o artista encontrou o cachorro na porta de um hotel em Abaeté e o levou embora. Fãs fazem campanha no Instagram para que ele permaneça com o animal; possível dona já falou com a assessoria do cantor. Hotel postou uma foto do cantor com o cachorro Reprodução/Facebook Um cão adotado neste fim de semana pelo sertanejo Luciano, que faz dupla com o irmão Zezé Di Camargo, tem gerado repercussão nas redes sociais. Isso porque o cantor pegou o animalzinho na porta de um hotel que estava hospedado em Abaeté (MG) e levou embora, mas depois de a imagem ter parado na internet, a dona apareceu e o quer de volta. "Quando eu vejo um cachorro na rua, a primeira coisa que olho é o focinho e as orelhas do animal. Se o focinho estiver machucado, grosso, é um focinho calejado de procurar comida no lixo. E esse animal estava assim, com caractéristicas de um animal de rua, apesar de não ser", contou Luciano ao G1 sobre a decisão que tomou de levar o cão pra casa. A primeira postagem da atitude de Luciano foi postada pelo hotel em que o artista ficou hospedado para um show. No perfil pessoal do cantor no Instragram também houve uma publicação referente à adoção, contudo, esta foi apagada horas depois. Ele explicou em outra divulgação que removeu a imagem porque a suposta dona do animal tomou conhecimento da adoção e pediu o bicho de volta. Além de apagar a postagem, Luciano disse que vai devolver o cachorro, mesmo depois do pedido de fãs e de uma ONG de proteção aos animais de Abaeté para que ele ficasse com o animal. Em entrevista ao G1, o cantor disse que o animal deverá retornar a cidade ainda nessa semana. A reportagem também procurou a possível proprietária do cachorro e enviou mensagem via Facebook, mas a publicação desta reportagem ela ainda não havia se manifestado. Initial plugin text Adoção Logo que chegou ao hotel em que ficou hospedado, na noite de sábado (14), o cantor foi filmado por funcionários do local brincando com o cão. O vídeo foi postado na página do estabelecimento no Facebook. O cantor estava na cidade para uma apresentação na festa de rodeio do município e, após o show, retornou ao hotel e viu que o animal permanecia na porta. Sensiblizado, Luciano disse no Instragram que viu o animal debaixo de um carro se escondendo do frio, em seguida perguntou às pessoas se tinha tinha dono e, após dizerem que não, ele tomou a iniciativa de adotá-lo. Fez uma foto do cãozinho e postou seguido dos dizeres: “Não aguentei... To Levando para casa”. "Levei ao veterinário e já passamos remédio. O veterinário me pediu que esperasse até essa segunda-feira (16) para dar o primeiro banho e assim tirar os carrapatos dele", disse ao G1. Mas a adoção parece que não vai durar muito tempo, pois a possível dona do animal apareceu e o quer de volta. Segundo Luciano, uma pessoa comentou na foto que ele havia postado o nome da suposta dona. Em seguida, a assessora dele viu e mostrou pra ele. O cantor então pediu que tentassem localizá-la e a possível dona afirmou que o cachorro era dela. De acordo com Luciano, ela comentou que o cachorro tem costume de sair de casa, mas que depois volta e chegou a contar o nome dele. "Quando estiver em casa vou chamá-lo pelo nome e ver se me vai atender. Vou também tirar fotos e pedir que minha assessora envie para ela. Com certeza, sendo dela o cachorro, deve estar com saudade do animalzinho", acrescentou. O sertanejo disse que não iria dizer o nome do cachorro até para ter certeza de que é ele mesmo. E apesar da possibilidade de devolvê-lo, Luciano afirma que está se sentindo bem com o desfecho da situação. "Até quarta-feira (18), no mais tardar quinta-feira (19) eu vou devolvê-lo. Me senti aliviado em saber que o bichinho, embora com todas as caractéristicas de um cahorro abandonado, ele não era. Fiquei feliz. São caminhos que a vida nos leva e a proprietária estava desesperada atrás do animal", concluiu. Repercussão nas redes sociais O assunto, no entanto, continua repercutindo na página do cantor no Instagram. Em outra postagem em que agradece a cidade os fãs voltaram a falar do cão adotado. O cantor, inclusive, justificou ao responder uma fã que pediu notícias do cahorro o motivo de ter apagado a postagem. Luciano chegou a dizer que encontrou o animal "desnutrido, cheio de carrapatos e doente". "Meu anjo, tirei o post porque apareceu uma pessoa dizendo que o cachorro era dela... bom antes de resgatar qualquer cachorro eu sempre procuro se alguém é dono.... do jeito que ele esta..desnutrido, cheio de carrapatos e doente.... aquele animal tem tudo, menos dono... mas até semana que vem devolvo para a suposta dona", disse. Luciano explicou o motivo de ter apagado a postagem sobre a adoção do cão Reprodução/Intagram O perfil de uma ONG de proteção aos animais de Abaeté, Socorro Bichos, postou uma mensagem na foto. A publicação afirma que o cachorro é sempre visto nas ruas e pede que o cantor siga com o cachorro. "Somos da ONG Proteção Animal de Abaeté! Este cãozinho é visto nas ruas sempre! Um dono deveria cuidar bem do seu cãozinho. Ontem naquele frio, não deveria estar na rua! Nossa ONG proteção animal de Abaeté pede encarecidamente que a suposta dona deixe o cãozinho ser feliz ao lado destas celebridades de bom coração! O cãozinho merece um lar digno, já passou até por veterinário! Vejam que bênção! Somos a favor de que o cãozinho fique com Zezé e Luciano! A rua não é lugar de cachorro que tem dono! Só se for na guia!", publicou a ONG. A diretora da ONG Socorro Bichos de Abaeté, Rosilane Aparecida de Castro, disse que o cachorro adotado pelo cantor ficava nas ruas e que as pessoas tiravam fotos dele na porta de restaurantes. Porém, Rosilane informou que não sabiam se ele tinha dono. “Ele é um animal que estava razoavelmente saudável, mas até o nosso conhecimento vivia nas ruas”, afirmou. ONG da cidade comentou pedindo que ele não devolvesse o cachorro Reprodução/Instagram “Muitas pessoas postavam que o viam sempre na rua. A gente acha que a proprietária deveria deixar ele com o Luciano porque ele vai cuidar, não é o primeiro cachorro que ele adota. Vemos demais essa situação da pessoa ter cachorro e deixar pelas ruas, isso é complicado. Ele é um animal idoso, tem oito anos de idade. Queríamos que o Luciano ficasse com ele, mas sabemos que é difícil e isso pode trazer problemas para ele”, lamentou a diretora da ONG que é composta por quatro voluntários. O cantor, porém, respondeu a organização e reforçou que entrou em contato com a dona e que não quer correr riscos de ser processado por ter adotado um cachorro que tem dono. Caso ela não apareça, vai deixá-lo novamente na porta do hotel. "Não posso correr o risco de alguém vir amanhã com processo alegando que peguei um animal que tem dono... se a dona não responder os nossos chamados, vou enviar para a cidade e deixá-lo como encontrei.... na porta do hotel", comentou Luciano. Luciano, postagrem, Instagram, adota, cachorro, Abaeté Reprodução/Facebook Fãs do cantor, no entanto, pediram para que ele continuasse com o cão e criaram até uma campanha nos comentários da postagem com a #LucianoFicaComOBaete, nome dado pelo cantor ao cachorro. * Atualização: Na tarde desta terça-feira (17) o cantor Luciano postou nova foto dando um beijo no cachorro que ele encontrou no hotel se despedindo dele, pois já devolveu para a dona. Após adotar cão em Minas Gerais, cantor Luciano envia animal de volta a suposta dona Reprodução/Instagram “Deus escolhe formas de encontros que são mistérios pra gente. Encontrei ele na porta de um hotel na cidade que fomos fazer show. Aos meus olhos, ele tinha todas as características de um cão abandonado, mas não, estava apenas perdido...Graças às redes sociais, Gabi, a verdadeira dona dele viu e nos procurou. Daí, foi uma correria pra enviá-lo de volta pra casa e ficar junto da família que o ama. Eu já estou com saudades mas, Gabi, fiquei muito feliz em ser o elo de reencontro de vocês”, escreveu o cantor. A assessoria do cantor informou ao G1 que a dupla 'Zezé di Camargo e Luciano' voltará a se apresentar na região nos próximos dias e que o cantor pretende visitar o cachorro.
    Acidente envolvendo carretas, ônibus e carros deixa mortos e feridos na BR-251, em Francisco Sá; carreta parada pode ter provocado colisões

    Acidente envolvendo carretas, ônibus e carros deixa mortos e feridos na BR-251, em Francisco Sá; carreta parada pode ter provocado colisões


    Acidente envolveu cinco carros de passeio, um ônibus e cinco carretas; rodovia está interditada nos dois sentidos, segundo a PRF. Oito pessoas morreram em um acidente envolvendo 11 veículos na BR-251, em Francisco Sá, na manhã desta...


    Acidente envolveu cinco carros de passeio, um ônibus e cinco carretas; rodovia está interditada nos dois sentidos, segundo a PRF. Oito pessoas morreram em um acidente envolvendo 11 veículos na BR-251, em Francisco Sá, na manhã desta segunda-feira (16). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, cinco carros de passeio, um ônibus e cinco carretas se envolveram em um engavetamento; o acidente ocorreu na descida de uma serra. Segundo o Hospital de Francisco Sá, 64 feridos foram atendidos pela unidade. Deste total, seis pessoas foram transferidas para o Hospital Santa Casa de Montes Claros. Entre elas, um homem de 25 anos que sofreu queimaduras de terceiro grau, e foi transferido de helicóptero. Segundo a assessoria do hospital, o paciente respira com a ajuda de aparelhos; o homem teve cerca de 90% do corpo queimado e deverá passar por cirurgia ainda na tarde desta segunda-feira. As demais vítimas chegaram a Montes Claros estáveis, incluindo uma criança de cinco anos que inalou fumaça. Veículos pegaram fogo após a colisão na BR-251 Ana Claudia Mendes/ Inter TV Ainda de acordo com a PRF, das oito mortes, seis vítimas foram carbonizadas. A rodovia permanece interditada nos dois sentidos. Equipes do Samu, Corpo de Bombeiros e um helicóptero da Polícia Militar atuaram no resgate das vítimas. Os corpos dos mortos no acidente foram levados ao IML de Montes claros Segundo o Corpo de Bombeiros, dois caminhões serão removidos até o início da noite, e podem surgir mais vítimas fatais carbonizadas. Dinâmica do acidente Segundo a Polícia Rodoviária Federal, uma das carretas que pegou fogo, carregada com sal, estava parada no acostamento da via com problemas mecânicos. O motorista do ônibus envolvido no acidente viu a carreta e reduziu a velocidade, o que formou uma pequena fila de veículos parados na via, entre carros de passeio, uma carreta e um carro de serviço de saúde, com seis ocupantes. Ainda de acordo com a PRF, uma terceira carreta, carregada com melões, não viu que os veículos estavam parados na rodovia e não conseguiu frear a tempo, atingindo a traseira do carro do serviço de saúde, que foi arremessado em chamas para fora da pista; os seis ocupantes morreram carbonizados. A carreta de melões seguiu atingindo os demais veículos parados e também alguns que vinham no sentido contrário, deixando mais dois mortos no local; o corpo do motorista ainda não foi encontrado. O motorista do ônibus afirma que a carreta parada no acostamento da via estava no local desde a noite desse domingo (15). Ele diz que a situação gerou riscos e contribuiu no acidente, já que os veículos precisavam desviar da carreta parada. "Tinha uma carreta quebrada desde de ontem. Quando passei aqui ontem já tinha visto ela. Vindo agora pela manhã, já desci na segurança, desde lá de cima liguei o pista alerta do veículo. Parou dois carros atrás de mim. A carreta causadora do acidente, eu vi que ela não ia parar. Quando vi que ela ia envolver no acidente, eu já comecei a deslocar o ônibus. Ela já bateu, explodindo e empurrando todo mundo pra frente", diz Sandro Alves. Segundo a PRF, as causas do acidente seguem sendo apuradas, mas a carreta parada pode ter realmente contribuído na colisão dos veículos. Segundo os policiais, o veículo estava no acostamento, mas pegava uma parte da rodovia. "Foi horrível a cena que eu vi. Foi Deus que nos abençoou e que nos tirou daquela situação trágica", lembra o motorista Sandro Alves. Acidente na BR-251 envolvendo 11 veículos deixa 8 mortos e mais de sessenta feridos Alexandre Mauro/ G1 Risco recorrente A BR-251 é uma das mais importantes ligações rodoviárias e de escoamento de produtos do país. A rodovia convive com constantes acidentes, especialmente no trecho entre Montes Claros e Salinas, onde o asfalto apresenta falhas, poucas áreas de escape e pista simples, em boa parte do percurso. Em janeiro deste ano treze pessoas morreram e 39 ficaram feridas, após um caminhão invadir a contramão de diração e atingir um micro-ônibus que estava na direção oposta. Uma van e uma carreta acabaram sendo também atingidas pelo caminhão. Em março, um acidente na mesma BR deixou três pessoas mortas e cinco gravemente feridas após um carro de passeio ser atingido por uma carreta carregada de bobinas de aço. O condutor da carreta havia ingerido bebida alcoólica.
    Suposto líder de organização criminosa em MG é preso em Guarapari, no ES

    Suposto líder de organização criminosa em MG é preso em Guarapari, no ES


    Homem responde pelo crime de homicídio em Minas Gerais e era foragido da Justiça. Foragido que responde pelo crime de homicídio em Minas Gerais é preso em Guarapari, no ES Divulgação / Polícia Civil Um homem apontado pela polícia como líder...


    Homem responde pelo crime de homicídio em Minas Gerais e era foragido da Justiça. Foragido que responde pelo crime de homicídio em Minas Gerais é preso em Guarapari, no ES Divulgação / Polícia Civil Um homem apontado pela polícia como líder de uma organização criminosa em Minas Gerais foi preso em Guarapari, no Espírito Santo, neste sábado (14). Segundo a Polícia Civil capixaba, Sérgio Henrique Pereira Lourenço era foragido da Justiça pelo crime de homicídio. Ele foi preso durante uma operação conjunta com a polícia mineira e vai ser levado de volta para o estado. De acordo com o Banco Nacional de Mandados de Prisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Sérgio Henrique Lourenço era pedreiro e foi condenado a 29 anos de prisão.
    Mulher é presa com 'potes de maconha' na BR-459, na saída de Pouso Alegre para Borda da Mata, MG

    Mulher é presa com 'potes de maconha' na BR-459, na saída de Pouso Alegre para Borda da Mata, MG


    Mulher disse à polícia que droga seria levada para festa rave em Bueno Brandão. Mulher é presa com 'potes de maconha' na BR-459 Uma mulher foi presa na noite deste sábado (14) na BR-459, na saída de Pouso Alegre (MG) para Borda da Mata (MG), por...


    Mulher disse à polícia que droga seria levada para festa rave em Bueno Brandão. Mulher é presa com 'potes de maconha' na BR-459 Uma mulher foi presa na noite deste sábado (14) na BR-459, na saída de Pouso Alegre (MG) para Borda da Mata (MG), por suspeita de tráfico de drogas. Com ela, a Polícia Militar Rodoviária encontrou três potes de vidro com maconha dentro. Já na casa dela, foram encontrados posteriormente mais 23 potes com a droga dentro e outros 30 pés de maconha. Conforme a polícia, a mulher disse que iria para uma rave em Bueno Brandão (MG). A droga foi encontrada no carro dela com a ajuda de cães farejadores. Como ela se negou a informar o endereço de onde morava em Pouso Alegre, a polícia encontrou o local através do CPF da suspeita na conta de água. Após a apreensão na casa dela, todo o material e a suspeita foram levados para a delegacia em Pouso Alegre. A mulher foi transferida depois para o presídio da cidade. Mulher disse que a droga seria levada para festa rave em Bueno Brandão Polícia Civil Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
    Vítimas de acidente aéreo são identificadas em Bom Despacho, MG

    Vítimas de acidente aéreo são identificadas em Bom Despacho, MG


    Equipes do Seripa III chegaram neste domingo para investigar as causas do acidente. Avião cai e deixa dois mortos em Bom Despacho, no interior de Minas Acervo Pessoal/Wagner Assis Foi confirmada a identidade das duas vítimas da queda de um avião...


    Equipes do Seripa III chegaram neste domingo para investigar as causas do acidente. Avião cai e deixa dois mortos em Bom Despacho, no interior de Minas Acervo Pessoal/Wagner Assis Foi confirmada a identidade das duas vítimas da queda de um avião neste sábado (14) em Bom Despacho (MG). Segundo o Corpo de Bombeiros, morreram o piloto da aeronave, Leonardo Graugott, de 37 anos, e Eryan Raphael Monteiro, de 18. Apenas os dois estavam no monomotor, de prefixo PR-ZTE. Eles, que eram de Betim, na região metropolitana do estado, haviam decolado de Pará de Minas (MG). As equipes do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III) chegaram neste domingo (15) à cidade para investigar as causas do acidente. O local permanecerá isolado até o fim do trabalho dos peritos, que vêm do Rio de Janeiro. A equipe realiza a Ação Inicial da ocorrência, que corresponde ao começo do processo de investigação e tem o objetivo de coletar dados, fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos. Ainda segundo a assessoria do órgão, a investigação tem o objetivo de prevenir novos acidentes com as mesmas características. A Polícia Civil, que também investiga o caso, informou que o laudo pericial deve sair em até 30 dias. O avião caiu em uma reserva ambiental ao lado do aeroporto onde acontecia um evento de manobras aéreas. Em entrevista ao G1, o presidente da Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves de Bom Despacho (APPABD), Márcio Jardim, negou que as duas vítimas participavam do festival. Entretanto, testemunhas afirmaram ao Corpo de Bombeiros que a aeronave fazia manobras antes de cair na mata. Avião cai e deixa mortos em Bom Despacho Divulgação/Corpo de Bombeiros Evento era irregular Procurado pela equipe de reportagem do MGTV, o tenente Thales Gustavo, comandante do 3º Pelotão dos Bombeiros em Nova Serrana, afirmou que o evento Aerofest não tinha autorização do batalhão da cidade para acontecer. Segundo ele, os organizadores pediram a aprovação do projeto do festival, mas ela foi negada pelos militares, porque a documentação estava inadequada. Apesar disso, o tenente ficou sabendo que durante o dia houve um movimento fora do comum de aeronaves no local. O presidente da APPABD disse ao G1, por telefone, que o evento deu lugar a uma "reunião de amigos" e reforçou que o piloto da aeronave que caiu não estava no local com eles. Outro acidente Em 2013, a queda de um avião monomotor deixou uma pessoa morta na cidade. Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho, MG Alexandre Mauro/G1 Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho
    Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho, MG

    Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho, MG


    Duas pessoas morreram carbonizadas. Há suspeita de que vítimas participariam de Aerofest, evento que segundo os bombeiros não tinha autorização para ser realizado na cidade; organizador nega informação. Avião cai e deixa mortos em Bom Despacho...


    Duas pessoas morreram carbonizadas. Há suspeita de que vítimas participariam de Aerofest, evento que segundo os bombeiros não tinha autorização para ser realizado na cidade; organizador nega informação. Avião cai e deixa mortos em Bom Despacho Acervo Pessoal/Wagner Assis Duas pessoas morreram com a queda de uma aeronave na tarde deste sábado (14) em Bom Despacho. Segundo informações da Polícia Civil, a perícia foi acionada e constatou que as vítimas estavam carbonizadas. Em entrevista ao MGTV, o sargento João Paulo afirmou que populares contaram aos militares que a aeronave decolou em Pará de Minas e que as vítimas eram de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Contudo, ainda não foi possível confirmar oficialmente a identidade do piloto e do copiloto da aeronave, nem o prefixo. Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho De acordo com a polícia, a região onde a aeronave de pequeno porte caiu é uma reserva ambiental e fica ao lado do aeroporto da cidade. Peritos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) de Belo Horizonte estão à caminho do local do acidente para apurar as causas. “O avião caiu numa área de cerrado, de vegetação mais fechada. Não foi possível acessar com um caminhão. Então, fizemos o combate do incêndio com mochilas e extintores”, contou o sargento João Paulo do Corpo de Bombeiros. Por telefone, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou ao G1 que foi notificado e que enviará uma equipe do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III), órgão regional do Centro. Piloto e copiloto morreram carbonizados, segundo Polícia Civil Divulgação/Corpo de Bombeiros Procurado pelo G1, o presidente da Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves de Bom Despacho (APPABD), Márcio Jardim, que relizaria nesta tarde um Aerofest, afirmou que o avião não participava do evento. Contudo, o Corpo de Bombeiros informou que populares relataram que a aeronave fazia manobras antes de cair na mata. Evento irregular Procurado pela equipe do MGTV, o tenente Thales Gustavo, comandante do 3º Pelotão dos Bombeiros em Nova Serrana, afirmou que o evento Aerofest não tinha autorização do batalhão da cidade para acontecer. Segundo ele, os organizadores deram entrada no projeto para a realização, mas não houve aprovação dos militares porque a documentação apresentada não era adequada. Apesar disso, o tenente ficou sabendo que durante o dia houve um movimento fora do comum de aeronaves no local. O presidente da APPABD disse ao G1, por telefone, que o evento deu lugar a uma "reunião de amigos" e reforçou que o piloto da aeronave que caiu não estava no local com eles. Outro acidente Em 2013, a queda de um avião monomotor deixou uma pessoa morta na cidade. Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho, MG Alexandre Mauro/G1
    Presidente do STF dá 30 dias para que investigação sobre Aécio seja concluída

    Presidente do STF dá 30 dias para que investigação sobre Aécio seja concluída


    PF e PGR pediram 60 dias. Ministra deu 30 'para evitar dilações processuais'. Senador é investigado por ter recebido R$ 50 milhões de forma supostamente ilícita. Defesa diz que doações foram legais. O senador Aécio Neves (PSDB-MG), em foto de...


    PF e PGR pediram 60 dias. Ministra deu 30 'para evitar dilações processuais'. Senador é investigado por ter recebido R$ 50 milhões de forma supostamente ilícita. Defesa diz que doações foram legais. O senador Aécio Neves (PSDB-MG), em foto de novembro de 2017 Waldemir Barreto/Agência Senado/Arquivo A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, deu mais 30 dias para conclusão de uma das investigações sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) na Operação Lava Jato, com base nas delações da Odebrecht. No inquérito, o senador é investigado por ter supostamente recebido R$ 30 milhões da Odebrecht para influenciar o andamento dos projetos hidrelétricos do Rio Madeira – as usinas de Santo Antônio e Jirau. Conforme o inquérito, a Andrade Gutierrez teria dado mais R$ 20 milhões, totalizando R$ 50 milhões em supostas vantagens indevidas. Em nota, o advogado de Aécio, Alberto Zacharias Toron, afirmou que a conclusão da investigação "demonstrará que não houve nenhum ato irregular" praticado pelo senador (leia a íntegra ao final desta reportagem). Quando o inquérito foi aberto, no ano passado, a assessoria do parlamentar afirmou que os delatores foram "unânimes" ao dizer que as doações "não envolveram nenhum tipo de relação ilícita, propina ou contrapartidas". Polícia Federal e Procuradoria Geral da República (PGR) pediram 60 dias de prazo para realização de coletas de depoimentos e provas pendentes, como a realização de perícia no sistema de contabilidade paralela da Odebrecht. A presidente do STF, no entanto, considerou que a investigação deve ser concluída em 30 dias "para evitar dilações processuais indevidas". "O direito ao processo penal sem procrastinação é da vítima, do réu e da sociedade. Pelo exposto, para evitar dilações processuais indevidas, defiro o prazo de trinta dias para a conclusão das investigações", afirmou Cármen Lúcia na decisão assinada na última quarta-feira (11) e lançada no sistema do STF nesta sexta (13). Marcelo Odebrecht afirma que pagou pelo menos R$ 50 milhões ao grupo de Aécio Neves De acordo com a PGR, diversos elementos foram juntados ao inquérito desde a abertura da investigação, como registros de entrada e saída das empresas e depoimentos de funcionários da Andrade. O próprio senador e aliados dele foram ouvidos. Segundo a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, "ainda restam diligências pendentes, o que justifica a necessidade de prorrogação de prazo para a conclusão desta investigação". Ao autorizar a prorrogação da investigação por um mês, Cármen Lúcia determinou que, após a conclusão do novo prazo, o inquérito seja encaminhado ao relator, ministro Luiz Edson Fachin, responsável pela Operação Lava Jato no STF. Embora Fachin seja o relator, a decisão sobre a prorrogação foi de Cármen Lúcia porque o parecer da PGR chegou às vésperas do recesso de julho e ela é a ministra de plantão no tribunal. Nota Leia abaixo a íntegra de nota divulgada pela defesa do senador Aécio Neves. Nota da defesa do senador Aécio Neves Trata-se de ato rotineiro que já era aguardado. A obra em questão foi realizada em Rondônia pelo governo federal, sem qualquer participação do Governo de Minas. A defesa confia que a conclusão da investigação demonstrará que não houve nenhum ato irregular praticado pelo Senador Aécio. Alberto Zacharias Toron Advogado
    BR-267 em Juiz de Fora é liberada após incêndio que destruiu ônibus que transportava estudantes

    BR-267 em Juiz de Fora é liberada após incêndio que destruiu ônibus que transportava estudantes


    De acordo com a PRF, não houve feridos; veículo está no acostamento da pista. Prefeitura de Mar de Espanha, responsável pelo ônibus, divulgou nota sobre o acidente. Bombeiros levaram cerca de 1h para controlar o incêndio que destruiu ônibus...


    De acordo com a PRF, não houve feridos; veículo está no acostamento da pista. Prefeitura de Mar de Espanha, responsável pelo ônibus, divulgou nota sobre o acidente. Bombeiros levaram cerca de 1h para controlar o incêndio que destruiu ônibus que transportava universitários de Mar de Espanha para Juiz de Fora Corpo de Bombeiros/Divulgação Um incêndio destruiu um ônibus na BR-267 que transportava 20 estudantes de Mar de Espanha para Juiz de Fora na noite de sexta-feira (13). Por causa da ocorrência, houve outro acidente entre duas carretas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não houve feridos e o tráfego já está normalizado no Km 85, em Juiz de Fora. O ônibus permanece no acostamento. A Prefeitura de Mar de Espanha divulgou uma nota em um perfil de rede social destacando que um curto-circuito causou as chamas, que ninguém se feriu e que todos os veículos da frota estavam com a manutenção em dia. (Confira a íntegra da nota abaixo) Ônibus ficou completamente destruído após pegar fogo na BR-267 em Juiz de Fora Reprodução/TV Integração De acordo com apuração do MGTV, o motorista contou que viu o fogo no motor pelo retrovisor e em seguida parou o ônibus no acostamento para que os passageiros desembarcassem. Antes da chegada da equipe do Corpo de Bombeiros, os motoristas que passavam na rodovia ajudaram a combater o fogo. Segundo o subtenente Paulo Santos, foi feito um trabalho em duas frentes. "O ônibus tinha muito material inflamável e muito combustível para deslocamento de uma cidade para outra - cerca de 300 litro. Por isso a chama se propagou. Demoramos cerca de 1h para combater as chamas", disse o bombeiro militar. Do ônibus só sobrou a carcaça. Outro acidente Por causa do acidente, uma carreta que seguia para Juiz de Fora bateu na traseira de outra no Km 87. O trânsito ficou lento e houve engarrafamento até a conclusão dos trabalhos. Confira a íntegra da nota da Prefeitura de Mar de Espanha: "Apesar da fatalidade ocorrida com incêndio de um dos nossos ônibus do Programa Bolsa Graduação, vale ressaltar que, graças a Deus, não houve vitimas. O que ocorreu foi um curto circuito na parte elétrica do veículo e que foi rapidamente percebida pelo motorista que, com toda sua experiência, logo estacionou o veículo no acostamento, retirou todos os alunos, os colocou em um lugar seguro e, com a ajuda de várias outras pessoas que passavam no momento, tentou apagar o fogo, infelizmente sem êxito, devido ao material altamente inflamável que é próprio de transportes assim. Mas, apesar do ocorrido, estamos gratos e felizes por não termos tido vítimas, afinal, bens materiais adquirimos outros, assim como viemos adquirindo toda nossa frota durante estes 6 anos de sucesso do Bolsa Graduação. Fica aqui nossos agradecimentos a todos os que pararam para nos prestar ajuda, ao nosso motorista pela experiência, serenidade e rapidez em suas ações e nossa solidariedade às famílias de todos os alunos e aos alunos. Vale enfatizar que todos os veículos estavam com a manutenção em dia e que como dissemos, fatalidade acontecem, mas o que importa são as vidas." Prefeitura de Mar de Espanha divulgou nota sobre incêndio em ônibus na BR-267 em Juiz de Fora Reprodução/Facebook

    Ônibus pega fogo na BR-267 em Juiz de Fora


    Veículo estava com 20 estudantes universitários quando falha no motor teria provocado incêndio. As polícias Militar (PM), Rodoviária Federal (PRF) e Corpo de Bombeiros atendem na noite desta sexta-feira (13) a uma ocorrência de incêndio em um...

    Veículo estava com 20 estudantes universitários quando falha no motor teria provocado incêndio. As polícias Militar (PM), Rodoviária Federal (PRF) e Corpo de Bombeiros atendem na noite desta sexta-feira (13) a uma ocorrência de incêndio em um ônibus na BR-267, em Juiz de Fora. O veículo trazia 20 estudantes universitários da cidade de Mar de Espanha. De acordo com as informações preliminares da PM, o veículo seguia no sentido Bairro Floresta/Centro quando as chamas começaram. A suspeita é que o incêndio tenha sido causado por uma falha no motor. Os bombeiros enviaram duas viaturas para o local, enquanto populares tentavam apagar o incêndio. Não há informações que confirmem a presença de vítimas no ônibus e também não se sabe se o veículo pertence ao transporte coletivo. O caso está em andamento.
    Mais de três toneladas de queijo são apreendidas em laticínio de Barbacena

    Mais de três toneladas de queijo são apreendidas em laticínio de Barbacena


    Produto era comercializado de maneira irregular; cerca de 800 quilos estavam estragados. Mais de três toneladas de queijo Polícia Militar/Divulgação A Polícia Militar apreendeu na tarde desta sexta-feira (13), mais de três toneladas de queijo...


    Produto era comercializado de maneira irregular; cerca de 800 quilos estavam estragados. Mais de três toneladas de queijo Polícia Militar/Divulgação A Polícia Militar apreendeu na tarde desta sexta-feira (13), mais de três toneladas de queijo em um laticínio em um sítio de Barbacena, no Campo das Vertentes. Segundo os militares, o local não estava com os documentos ambientais em situação regular. A operação contou com o apoio de fiscais do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e de oficiais do Ministério Público (MP). Os produtos apreendidos tiveram que ser levados na caçamba de um caminhão por causa da grande quantidade. Durante a fiscalização foram apreendidos 2.285 quilos dos queijos tipo muçarela, minas frescal e padrão, que estavam armazenados em uma câmara fria que foi lacrada. Em outro local, foram apreendidos mais 800 quilos de queijo que estavam em estágio avançado de putrefação. Segundo a PM, o dono do sítio deverá ser autuado, mas o valor não foi informado. O local também está proibido de fabricar e vender produtos do tipo até a situação ser regularizada. Parte da carga foi levada pela Polícia Militar do Meio Ambiente Polícia Militar/Divulgação
    Justiça condena 50 pessoas por importação clandestina de anabolizantes e eletrônicos

    Justiça condena 50 pessoas por importação clandestina de anabolizantes e eletrônicos


    Processos são resultado da Operação Celeno, realizada em junho de 2016. De acordo com investigações, quadrilha movimentava R$ 3 bilhões por ano em mercadorias trazidas clandestinamente para o país. Avião utilizado pela quadrilha, alvejado pela...


    Processos são resultado da Operação Celeno, realizada em junho de 2016. De acordo com investigações, quadrilha movimentava R$ 3 bilhões por ano em mercadorias trazidas clandestinamente para o país. Avião utilizado pela quadrilha, alvejado pela FAB quando retornava ao Paraguai, foi encontrado no aeroporto de Paranavaí, em 2015 Wilson Del Passo/ RPC A Justiça Federal de Paranavaí, no noroeste do Paraná, já condenou 50 pessoas em processos decorrentes da Operação Celeno, que desarticulou o maior esquema de importação clandestina de anabolizantes e eletrônicos por meio aéreo no Brasil, segundo o Ministério Público Federal (MPF). Os investigados viraram réus dois meses após a deflagração da operação, que foi realizada em junho de 2016. De acordo com as investigações da Polícia Federal (PF), a quadrilha movimentava cerca de R$ 3 bilhões por ano em mercadorias trazidas clandestinamente para o país. Ao todo, sete processos já tiveram a sentença publicada – sendo a mais recente de 3 de julho. As penas somadas chegam a 553 anos de reclusão. Entre os condenados estão os líderes de quatro grandes organizações criminosas envolvidas nos crimes. Ainda há outras ações pendentes de julgamento. Também já foram confiscados vários bens, como 12 aeronaves, 63 veículos e 26 imóveis, além de dinheiro, joias, eletrônicos e cavalos de raça, de acordo com o MPF. O valor mínimo estipulado para reparação de danos à União foi de mais de R$ 116 milhões, ainda conforme o MPF. A acusação Segundo o MPF, a organização criminosa era formada por quatro núcleos que agiam no Paraguai e nos estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais. Durante as investigações, foi apurado que os quatro grupos, quase diariamente, conduziam aeronaves de Salto Del Guairá, no Paraguai, até pistas clandestinas no interior de São Paulo. As mercadorias eram encaminhadas para entrepostos de armazenamento, de onde eram transportadas por caminhões até os destinatários finais. As ações tramitam na Justiça Federal de Paranavaí porque, de acordo com o MPF, o aeroporto da cidade era usado por todos os núcleos da quadrilha para o abastecimento e manutenção das aeronaves. As denúncias narram a realização de 585 voos clandestinos. Conforme as invetigações. Os responsáveis pelos fretes aéreos eram contratados por agenciadores baseados em Foz do Iguaçu, no Paraná, e em cidades do Paraguai. Parte da comercialização dessas mercadorias acontecia em empresas dos próprios contrabandistas, estabelecidas em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo e também na capital paulista. Pelo menos doze aeronaves eram utilizadas pelos criminosos, e quatro foram apreendidas ao longo da investigação, que se iniciou em 2013. Cada uma das aeronaves apreendidas levava cerca de 600 quilos em mercadorias, num valor estimado de US$ 500 mil por frete. Em 26 de outubro de 2015, o caso ganhou repercussão nacional quando uma das aeronaves foi forçada a pousar no Aeroporto Edu Chaves, em Paranavaí, depois de ser alvejada pela Força Aérea Brasileira (FAB), quando retornava ao Paraguai. Os acusados foram denunciados por crimes como como descaminho – quando produtos permitidos entram ou saem do país clandestinamente, sem o pagamento de impostos –, organização criminosa internacional e favorecimento real – quando o acusado presta auxílio aos criminosos e tira algum proveito do crime. Entre os denunciados, estavam agentes da Polícia Federal (PF) e da Polícia Civil de São Paulo. A operação No dia 16 de junho foram cumpridos 138 mandados judiciais, sendo 28 de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, 18 de condução coercitiva e 77 de busca e apreensão. Os mandados foram cumpridos em cidades do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. No Paraná, os mandados foram cumpridos em Maringá, Paranavaí, Loanda, Amaporã, Foz do Iguaçu e Londrina. No estado, cinco pessoas foram presas - um piloto em Maringá, três agenciadores de frete em Foz do Iguaçu, e uma funcionária de uma bomba de combustível do aeroporto de Paranavaí. Na fronteira também foram cumpridos três mandados de busca e apreensão. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.

    Menino de 2 anos morre afogado na piscina de casa um dia após aniversário em MG


    Menino foi socorrido após acidente em Cordislândia (MG), mas chegou ao hospital já sem vida. Um menino de 2 anos morreu afogado na piscina da própria casa na tarde desta quinta-feira (12) em Cordislândia (MG). João Maicon Puga havia feito...

    Menino foi socorrido após acidente em Cordislândia (MG), mas chegou ao hospital já sem vida. Um menino de 2 anos morreu afogado na piscina da própria casa na tarde desta quinta-feira (12) em Cordislândia (MG). João Maicon Puga havia feito aniversário um dia antes do acidente, na quarta-feira (11). Segundo informações da Polícia Militar, a criança foi encontrada por um parente na piscina e foi socorrida, mas chegou ao hospital já sem vida. Não havia sinais de violência no corpo da criança e a polícia trata o caso como acidente. O corpo do menino foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de São Gonçalo do Sapucaí (MG). Não foi divulgado o horário do enterro. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
    Monte Verde tem mais uma madrugada com menor temperatura de Minas Gerais, - 0,3º C

    Monte Verde tem mais uma madrugada com menor temperatura de Minas Gerais, - 0,3º C


    Outras cidades do Sul de Minas registraram baixas temperaturas e geadas na madrugada desta sexta-feira (13). Temperaturas continuam baixas e geadas são registradas no Sul de Minas A madrugada desta sexta-feira (13) foi de baixas temperaturas e mais...


    Outras cidades do Sul de Minas registraram baixas temperaturas e geadas na madrugada desta sexta-feira (13). Temperaturas continuam baixas e geadas são registradas no Sul de Minas A madrugada desta sexta-feira (13) foi de baixas temperaturas e mais pontos de geada no Sul de Minas. O destaque foi, mais uma vez, para Monte Verde, distrito de Camanducaia (MG), que teve a noite próxima aos - 0,3º C. Com o registro, o distrito foi o ponto mais frio de Minas Gerais pela segunda noite consecutiva. Na madrugada de quinta-feira (12), Monte Verde chegou próximo aos – 2,3ºC. Já nesta sexta, mesmo com a temperatura levemente mais alta, a sensação térmica ficou em – 1º C, o que trouxe a geada em vegetações e pontos mais isolados. Mesmo com o sol, algumas ruas ainda tinham gelo no início da manhã. Além do distrito, cidades da região também registraram temperaturas próximas a zero. É o caso de Caldas, com 2º C, Maria da Fé, com 2,5º C e Passa Quatro, com 4,7º C. Os registros foram feitos pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Para este sábado, segundo o Inmet, há previsão de mais geada na Serra da Mantiqueira. Monte Verde (MG) registra geada nesta sexta-feira (13) Reprodução EPTV Monte Verde (MG) teve geada nesta sexta-feira (13) Nelson Pacheco Monte Verde (MG) teve geada nesta sexta-feira (13) Nelson Pacheco Delfim Moreira (MG) teve geada nesta sexta-feira (13) José Marivaldo Florêncio Delfim Moreira (MG) teve geada nesta sexta-feira (13) José Marivaldo Florêncio
    Após assinatura de convênio, Sine de Uberaba também vai emitir carteira de trabalho

    Após assinatura de convênio, Sine de Uberaba também vai emitir carteira de trabalho


    Data do início do atendimento ainda será divulgada. UAI vai continuar oferecendo o serviço. Carteiras de trabalho também serão emitidas pelo Sine de Uberaba Gabriel Costa/G1 Nesta quarta-feira (11), foi assinado entre a Prefeitura de Uberaba e o...


    Data do início do atendimento ainda será divulgada. UAI vai continuar oferecendo o serviço. Carteiras de trabalho também serão emitidas pelo Sine de Uberaba Gabriel Costa/G1 Nesta quarta-feira (11), foi assinado entre a Prefeitura de Uberaba e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) o convênio que autoriza a emissão da carteira de trabalho no Sine Municipal. A data do início do atendimento ainda será divulgada. Antes, o serviço era oferecido somente na Unidade Atendimento Integrado (UAI) e, devido à alta demanda, os cidadãos ainda tinham dificuldades no agendamento para conseguir documentos. Segundo a assessoria da Prefeitura, o Executivo deverá investir cerca de R$ 38,6 mil na implementação do serviço no Sine, incluindo servidores. treinamento e os equipamentos necessários. “Uberaba vem sofrendo há algum tempo com a falta desse direito, que é um direito do trabalhador de ter acesso ao seu documento, pois sem ele não há emprego”, comentou o prefeito, Paulo Piau. A gerente da UAI, Taciana Almeida, informou que, de 54 atendimentos disponíveis por dia, a unidade vai passar a oferecer 74 atendimentos diários. “Vale destacar que um dos pontos observados em nosso monitoramento é o alto número de desistências. Muitas pessoas agendam no site e não comparecem ao atendimento, prejudicando quem realmente precisa. Este panorama vai mudar com o aumento da grade de horários e melhorias no sistema de agendamento, além do atendimento a mais para a população que será oferecido no Sine Municipal”, acrescentou. Além de Piau, a assinatura nesta quarta-feira teve a presença do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedc), José Renato Gomes; da secretária adjunta Anne Roy Nóbrega; e do gestor da Sala Mineira do Empreendedor, Élder Árcega, além de representantes do MT estadual e gerência local, UAI, CDL, Fiemg e sindicatos do município. Evento de assinatura ocorreu no gabinete do prefeito André Santos/Prefeitura de Uberaba
    Monte Verde marca -2,3º e tem menor temperatura de Minas Gerais durante a madrugada

    Monte Verde marca -2,3º e tem menor temperatura de Minas Gerais durante a madrugada


    Temperatura foi a mais baixa do distrito em 2018. Pontos de geada foram registrados em mais cidades do Sul de Minas. Monte Verde teve menor temperatura de Minas Gerais Nelson Pacheco Monte Verde, distrito de Camanducaia (MG), registrou a menor...


    Temperatura foi a mais baixa do distrito em 2018. Pontos de geada foram registrados em mais cidades do Sul de Minas. Monte Verde teve menor temperatura de Minas Gerais Nelson Pacheco Monte Verde, distrito de Camanducaia (MG), registrou a menor temperatura do estado de Minas Gerais durante a madrugada desta quinta-feira (12). Com a marca de -2,3º C, o local teve geada e a noite mais fria do ano. A informação é do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Na cidade, moradores registraram o gelo que cobriu casas, carros e vegetação. Sul de Minas tem temperatura mais fria do ano até agora Também teve geada e temperatura negativa em Caldas, que registrou -1,3º C. Outras cidades do Sul de Minas tiveram temperaturas bem baixas, segundo o Cptec. Foram vistas geadas em cidades como Cabo Verde, Delfim Moreira, Maria da Fé e Poços de Caldas. Confira as mínimas: Maria da Fé: - 0,2º C Passa Quatro: 4,4º C São Sebastião do Paraíso: 5,1º C Varginha: 5,4º C Passos: 5,4º C Monte Verde (MG) teve geada durante a madrugada Nelson Pacheco Maria da Fé (MG) teve geada e baixas temperaturas William Siqueira Carros ficaram cobertos de gelo em Delfim Moreira (MG) José Marivaldo Florêncio Gelo cobriu vegetação em Cabo Verde (MG) Henrique Palma Neto Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
    Wesley Safadão relata problema em avião e adia show

    Wesley Safadão relata problema em avião e adia show


    Pelo Instagram, cantor falou sobre incidente e piloto explicou: ‘Foi um problema no sensor. Ele avisa se a bateria estiver aquecendo’. Wesley Safadão relata problema em avião e adia show em Iturama, Minas Gerais Wesley Safadão precisou adiar o...


    Pelo Instagram, cantor falou sobre incidente e piloto explicou: ‘Foi um problema no sensor. Ele avisa se a bateria estiver aquecendo’. Wesley Safadão relata problema em avião e adia show em Iturama, Minas Gerais Wesley Safadão precisou adiar o show que faria na em Iturama, Minas Gerais, na noite desta quarta-feira (11) após ter problemas com o avião que o levaria até a cidade. Através de vídeos no Instagram, o cantor relatou o ocorrido enquanto aguardava alguma solução para o voo, ainda no aeroporto de Fortaleza. “Desde as 19h que a gente está aqui, que foi prevista nossa decolagem para a cidade de Iturama, Minas Gerais. Mas nosso avião apresentou um problema na bateria, um aquecimento, e infelizmente nos impossibilitou de decolar. Tentamos contato com outros aviões de Fortaleza, contatos com alguns amigos. Infelizmente não foi possível também”, explicou Safadão. “Desde o momento que nós ficamos sabendo do problema, avisamos a produção local, os produtores do show em Iturama já estão cientes. Ainda estamos tentando conseguir um outro avião. Vou informando vocês de acordo com o que for acontecendo”, seguiu Safadão. O cantor também explicou que a previsão para ele entrar no palco era 0h. Nos vídeos, o piloto da aeronave explicou com mais detalhes o que havia ocorrido. “Foi um problema no sensor, que deve ter partido dentro. Ele avisa se a bateria estiver aquecendo. Como não tenho esse sensor, não vou saber se a bateria vai estar aquecendo ou não”. Safadão não conseguiu decolar em tempo para o show e adiou a apresentação para quinta-feira (12). “Minha banda toda já está aí [em Iturama], minha estrutura toda já está aí. Então amanhã cedo eu chego pra realizar nosso compromisso”, afirmou. Wesley Safadão Reprodução/Instagram

    Fundação CDL disponibiliza novas vagas de emprego e estágio em Uberlândia


    Salários variam de R$ 600 a R$ 2.889. A Fundação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Uberlândia disponibiliza novas vagas de empego e estágio em Uberlândia. Os salários variam de R$ 600 a R$ 2.889. Os interessados em se candidatar devem se...

    Salários variam de R$ 600 a R$ 2.889. A Fundação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Uberlândia disponibiliza novas vagas de empego e estágio em Uberlândia. Os salários variam de R$ 600 a R$ 2.889. Os interessados em se candidatar devem se cadastrar no site da instituição. Mais informações pelo (34) 3239-3400. Vagas de Emprego Vagas de Estágio

    Sine de Uberlândia tem vagas de pizzaiolo, auxiliar de limpeza e motofretista


    Os salários variam de R$ 1.600 a R$ R$1.947,09. O Sistema Nacional de Emprego (Sine) divulgou para esta quarta-feira (11) em Uberlândia opções de emprego como motofretista, operador de retroescavadeira, pizzaiolo entre outros. Os salários variam de...

    Os salários variam de R$ 1.600 a R$ R$1.947,09. O Sistema Nacional de Emprego (Sine) divulgou para esta quarta-feira (11) em Uberlândia opções de emprego como motofretista, operador de retroescavadeira, pizzaiolo entre outros. Os salários variam de R$ 1.600 a R$ R$1.947,09. Os candidatos devem procurar a unidade com os documentos de identificação pessoal, carteira de trabalho e o cartão do Programa de Integração Social (PIS). O Sine de Uberlândia fica na Avenida Nicomedes Alves dos Santos, nº 136. O atendimento é das 7h às 17h. Confira as vagas disponíveis

    Processo seletivo para médico psiquiatra e biblioteconomista é aberto em Uberaba


    Inscrições do processo para psiquiatra vão até o próximo sábado (14); inscrições do processo para biblioteconomista vão começar no dia 23 de julho. A Prefeitura de Uberaba abriu um processo seletivo para contratação de médico psiquiatra e...

    Inscrições do processo para psiquiatra vão até o próximo sábado (14); inscrições do processo para biblioteconomista vão começar no dia 23 de julho. A Prefeitura de Uberaba abriu um processo seletivo para contratação de médico psiquiatra e biblioteconomista. O edital foi publicado no Porta-Voz da última sexta. Para os dois processos, a taxa de inscrição é de R$ 35. Ambos terão etapa única com de análise de títulos e experiência profissional. Psiquiatra Uma vaga, além de formação de quadro de reserva. O profissional irá atuar nos serviços de saúde mental, principalmente nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) Dr. Inácio Ferreira, Caps I e Caps AD III. O salário oferecido ao psiquiatra é de R$ 1.200 por plantão de 12 horas e plano de saúde. As inscrições e a emissão do boleto bancário são feitas pela internet até às 23h59 do próximo sábado (15). A apresentação da documentação comprobatória, títulos e experiência profissional serão feitas somente até o mesmo horário pelo e-mail [email protected] O candidato à vaga de psiquiatra deve enviar documento de identificação (RG, CTPS,CNH, identidade profissional ou passaporte); registro profissional no órgão competente (CRM); comprovante de escolaridade (diploma ou certificado de conclusão de curso de graduação/residência/pós-graduação concluído) expedido por instituição de ensino legalmente reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC); comprovação de títulos e experiência profissional (atestados, declarações funcionais, registro na CTPS ou contratos de trabalho). Biblioteconomista São duas vagas mais quadro de reserva; a carga horária é de 40h semanais. A remuneração é de R$ 2.233,12, mais R$ 425 de auxílio alimentação e plano de saúde. As inscrições online e a emissão do boleto bancário começa às 9h do dia 23 de julho e vati até às 23h59 do dia 31 de julho, pela internet. A apresentação da documentação comprobatória, títulos e experiência profissional também serão feitas somente até o mesmo horário pelo e-mail [email protected] O candidato à vaga de biblioteconomista deve enviar documento de identificação (RG, CTPS,CNH, identidade profissional ou passaporte); comprovante de escolaridade (diploma ou certificado de conclusão de curso de graduação/pós-graduação concluído) expedido por instituição de ensino legalmente reconhecida pelo MEC; comprovação de títulos e experiência profissional (atestados, declarações funcionais, registro na CTPS ou contratos de trabalho).
    Africano assassinado em bar será sepultado em Uberlândia

    Africano assassinado em bar será sepultado em Uberlândia


    Mecânico estava no Brasil há quase sete anos e foi morto a tiros no fim de junho. Mãe da vítima está na cidade para velório e enterro. O mecânico da República Democrática do Congo, Jacques Onza, que morava no Brasil há cerca de sete anos e...


    Mecânico estava no Brasil há quase sete anos e foi morto a tiros no fim de junho. Mãe da vítima está na cidade para velório e enterro. O mecânico da República Democrática do Congo, Jacques Onza, que morava no Brasil há cerca de sete anos e foi assassinado no mês passado, será velado e sepultado em Uberlândia. O corpo foi embalsamado e está no Instituto Médico Legal (IML) desde o dia 29 de junho. Jacques trabalhava como mecânico em Uberlândia e foi executado no dia 29 de junho Reprodução/Facebook A demora nos trâmites funerários ocorreu para aguardar a vinda da mãe de Onza, de 46 anos, que dependia de visto para viajar. Ela chegou ao Brasil nesta terça-feira (10). Em virtude da burocracia e alto custo para o traslado até a África, os familiares optaram por fazer o enterro em Uberlândia, onde Jacques morava com a noiva. O velório está agendado para esta quarta-feira (11) às 17h, na Funerária Ângelo Cunha, no Centro. O sepultamento está previsto para as 10h de quinta-feira (12) no Cemitério Campo do Bom Pastor. Os amigos realizam uma campanha para arrecadar dinheiro para custear as passagens da mãe de Jacques e as despesas do serviço funerário. Motivação e autoria desconhecidas Jacques Onza Wilinoe ingressou na Faculdade de Engenharia Mecatrônica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) em 2012 por meio de intercâmbio. Trabalhava desde então na cidade e foi morto com três tiros quando estava em um bar, no Bairro Santa Mônica, com os amigos e a noiva. Além da companheira, ela deixou uma filha de dez anos no país de origem. A autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas. Amigos e familiares descartam que a execução tenha sido motivada por acerto de contas e acreditam que o atirador tenha confundido o alvo. O inquérito foi instaurado pela Polícia Civil, que não repassa informações sobre as linhas de investigação para não atrapalhar nos trabalhos. A noiva do congolês, Fabiana Almeida, disse ao G1 que chegou a ir até a delegacia com a esperança de obter alguma resposta, porém sem sucesso. Acompanhe o caso: Em Uberlândia, homem é baleado em bar e morre Após morte de africano em bar, polícia instaura inquérito para investigar homicídio Noiva de africano morto em bar em MG não acredita em acerto de contas Africano assassinado em bar de Uberlândia deixou carta com reflexão: 'Por que tanta matança?' Campanha é lançada na internet para custear velório e viagem da mãe de africano morto em Uberlândia
    Acidente entre quatro veículos deixa um morto e seis feridos na BR-265 em MG

    Acidente entre quatro veículos deixa um morto e seis feridos na BR-265 em MG


    Ônibus que levava sacoleiros de Minas a São Paulo tentou ultrapassagem a carreta e provocou o acidente, segundo a polícia. Acidente deixou um morto e seis feridos na BR-265 em Lavras (MG) Reprodução/Redes Sociais Uma pessoa morreu e outras seis...


    Ônibus que levava sacoleiros de Minas a São Paulo tentou ultrapassagem a carreta e provocou o acidente, segundo a polícia. Acidente deixou um morto e seis feridos na BR-265 em Lavras (MG) Reprodução/Redes Sociais Uma pessoa morreu e outras seis ficaram feridas em um acidente que envolveu quatro veículos na noite desta terça-feira (10), na BR-265 em Lavras (MG). Entre os envolvidos, estavam um ônibus que levava sacoleiros de Barbacena (MG) a São Paulo (SP), uma carreta, um caminhão e um carro. Segundo a Polícia Militar Rodoviária, o ônibus tentou ultrapassar uma carreta que seguia no mesmo sentido no quilômetro 341. Ao perceber que não conseguiria a ultrapassagem, o motorista do ônibus tentou voltar para a pista, mas bateu em um caminhão no sentido contrário. Um carro que seguia atrás do ônibus e a carreta também foram atingidos. O ônibus ainda tombou após a batida. O motorista do caminhão, Fabiano Gonçalves, de 40 anos, foi levado à Santa Casa de Lavras, mas morreu. O motorista do ônibus, que fazia a ultrapassagem, foi socorrido em estado grave com fratura nas pernas. Ele foi internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Lavras. Do ônibus, 23 dos 26 passageiros tiveram apenas escoriações. Segundo o Corpo de bombeiros, pelo menos cinco pessoas tiveram ferimentos e precisaram ser socorridas. Os motoristas do carro e da carreta não ficaram feridos. O local do acidente ficou com trânsito comprometido até o fim da retirada dos veículos, por volta das 2h. Ainda segundo a polícia, a documentação do ônibus e do motorista estavam regularizadas. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
    'Fizemos por medo do trote', conta caloura de medicina que teve vídeo com perguntas sexuais vazado na internet em MG

    'Fizemos por medo do trote', conta caloura de medicina que teve vídeo com perguntas sexuais vazado na internet em MG


    Estudante que não quis se identificar deu detalhes sobre vazamento de vídeos pedidos por veteranos em universidade de Alfenas (MG). Uma das calouras que cursa medicina em Alfenas (MG) e que teve um vídeo vazado na internet com perguntas que...


    Estudante que não quis se identificar deu detalhes sobre vazamento de vídeos pedidos por veteranos em universidade de Alfenas (MG). Uma das calouras que cursa medicina em Alfenas (MG) e que teve um vídeo vazado na internet com perguntas que incluíam conteúdo sexual, conversou com o G1 sobre a repercussão do caso. A pedido dos veteranos da Universidade José do Rosário Vellano (Unifenas), homens e mulheres, novatos do curso, gravaram os vídeos para um grupo particular, mas apenas as alunas tiveram o material compartilhado em outras redes sociais. “Acredito que várias não tinham vontade de fazer o vídeo, mas acabamos fazendo, até pelo medo do trote”. Nos vídeos compartilhados em grupos de Whatsapp, as meninas aparecem gravando individualmente em modo “selfie”. É possível ver o rosto e identificar claramente cada aluna. A universidade informou que abriu um procedimento interno para apurar quem são os responsáveis pela gravação e divulgação dos vídeos. Calouras de universidade em Alfenas (MG) tiveram vídeos vazados em redes sociais Arquivo/Reprodução/EPTV Cerca de 40 calouros de medicina gravaram os vídeos onde contam quais suas posições sexuais favoritas, qual última vez que passou mal por bebidas e em qual veterano cada um estaria interessado. A ideia era que o conteúdo ficasse limitado ao grupo de alunos de medicina, mas os vídeos vazaram para outros grupos e foram compartilhados em mais redes sociais. “Na medicina, [o trote] é conhecido por ser horrível. Já descobrimos que na Unifenas não é assim, porém na época eu não sabia. Os veteranos pediram os vídeos para nós. De início, eu achei desnecessário e realmente é. Mas diziam que pedem todo ano. Só que esse ano vazou e por isso a repercussão”, explica a aluna que não quis ter o nome divulgado. Comportamento machista A estudante questiona o vazamento de vídeos apenas de mulheres. “Alguns meninos falaram até coisas mais íntimas que as meninas, mas infelizmente vivemos em uma sociedade machista em que nós meninas somos tratadas de forma sexual e vulgar”. “Diferente dos meninos, que são apenas os ‘garanhões’, ‘engraçadões’ que mandaram o vídeo. Por que só nossa imagem é manchada?” A aluna ainda afirma que professores e outros funcionários da universidade receberam os vídeos e se mostraram contrários. Em mensagens compartilhadas nas redes sociais, é possível ver as manifestações de alguns deles. A repercussão negativa fez com que os calouros decidissem não aplicar este tipo de trote para os próximos anos. “De qualquer forma, já foi conversado na nossa turma que nós não iremos pedir o vídeo e nem esse tipo de pergunta para nossos futuros calouros”. Mais ações Além dos vídeos, os veteranos da medicina também pedem a mudança de nomes dos calouros nas redes sociais - o apelido "bixo/bixete burra" deve ser adicionado ao nome. Também há sugestões para mudanças de fotos do perfil e capa, no Facebook. Em um dos perfis, a amiga de uma das alunas questiona: "Gente é realmente necessário colocar burra no nome? Alguém obrigou vocês a fazerem isso?". Alunas também alteram redes sociais após vazamento de vídeos em MG Reprodução/Facebook Punição além do campus A divulgação de vídeos com informações de cunho pessoal, sem autorização da pessoa que está sendo gravada, pode ter consequências além das carteiras da universidade. Segundo o juiz titular da Comarca de Muzambinho (MG), Flávio Schmidt, os responsáveis pela divulgação podem ser responsabilizados cível e criminalmente. "Na verdade, nós temos que ver dois aspectos importantes neste caso, existem duas conotações muito claras. Primeiro, no que diz respeito à internet, ou seja, eles acabaram criando um constrangimento ilegal. Existe um crime nesse sentido, essa tipificação no Código Penal, obrigando esses calouros a fazer alguma coisa que eles não eram obrigados a fazer. Em um segundo aspecto, aí vem os chamados crimes cibernéticos, onde sem autorização dessas vítimas você espalhou pela internet um fato que é criminoso, que é o caso do crime cibernético. Nessa hipótese, essa turma de veteranos, no momento em que fez isso e divulgou os vídeos, eles cometeram o crime cibernético, expondo essas pessoas que são vítimas desse fato", disse o juiz ao G1. Ainda conforme o juiz, os responsáveis podem responder individualmente ou até em conjunto com a universidade. "Em termos de responsabilização, existe tanto a parte criminal, de constrangimento ilegal, injúria, calúnia ou até difamação conforme a conotação das palavras utilizadas nesse caso e a responsabilização cível, que cada uma dessas vítimas pode acionar. Não só individualmente, mas inclusive se isso foi feito dentro das dependências da universidade, que é obrigada a ter o controle sobre isso", completou Schmidt. O que diz a lei Uma lei estadual publicada em janeiro de 2018 proíbe a prática de trotes estudantis violentos em escolas do ensino médio, sejam públicas ou privadas. No caso do ensino superior, a prática é proibida em universidades públicas estaduais - não há menção a casos em universidades particulares, como a de Alfenas. A lei explica que trotes violentos são aqueles com agressão física, psicológica, moral ou outra forma de constrangimento contra alunos. São previstas punições tanto a estudantes que praticam os trotes quanto para as instituições, em caso de omissão. A universidade Procurada pelo G1, a Unifenas informou nesta terça-feira (10) que por enquanto, não vai mais se manifestar sobre o assunto. Por nota, a instituição informou que vai apurar os responsáveis pelo ato e que vai aplicar as penalidades cabíveis aos envolvidos. “A UNIFENAS, uma universidade que preza a responsabilidade com o compromisso social e educacional, proíbe e repudia qualquer prática ofensiva e/ou humilhante de recepção aos alunos ingressantes - trote. Assim, ao tomar conhecimento dos lamentáveis vídeos gravados por alunas ingressantes ao Curso de Medicina, câmpus de Alfenas, no mês de junho do corrente ano, instaurou processo administrativo, consoante previsão no Regimento da Universidade, no intuito de apurar os responsáveis pelo ato e aplicar as penalidades cabíveis aos envolvidos, respeitando sempre os princípios constitucionais da ampla defesa e contraditório no procedimento instaurado.” A Atlética Medicina Alfenas, que atua em eventos sociais e espotivos do curso de Medicina, também publicou uma nota nas redes sociais sobre o caso. A Atlética afirmou que não participa, nem organiza nenhuma ação de trote, seja em grupos, vídeos ou outros meios. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
    Após acidente com carreta, BR-040 está parcialmente interditada em Oliveira Fortes, MG

    Após acidente com carreta, BR-040 está parcialmente interditada em Oliveira Fortes, MG


    Carreta tombou no sentido Rio de Janeiro e carga de óleo lubrificante espalhou na pista. Segundo PRF e concessionária Via 040, não há previsão de liberação total do trecho. PRF e Via 040 aguardam transportadora fazer a remoção da carga de...


    Carreta tombou no sentido Rio de Janeiro e carga de óleo lubrificante espalhou na pista. Segundo PRF e concessionária Via 040, não há previsão de liberação total do trecho. PRF e Via 040 aguardam transportadora fazer a remoção da carga de carreta que tombou na BR-040 Polícia Rodoviária Federal/Divulgação A BR-040 perto do km 730, em Oliveira Fortes, está interditada parcialmente, sem previsão de liberação total, de acordo com a concessionária Via 040. O motivo foi o tombamento de uma carreta que transportava óleo e graxa no trecho conhecido como Serra da Santinha, entre Barbacena e Santos Dumont, na pista sentido Rio de Janeiro, por volta de 18h30 desta terça-feira (10). O congestionamento nesta manhã de quarta-feira (11) chega a 3 km no sentido BH e 4 km no sentido Rio de Janeiro, de acordo com a empresa. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista e duas filhas ficaram feridos e foram levados para atendimento hospitalar. A Via 040 confirmou três vítimas encaminhadas para Santa Casa de Barbacena. A Santa Casa de Barbacena confirmou ao MGTV o atendimento a uma menina de 5 anos e uma adolescente de 13 e informou que as duas estão bem e prestes a receber alta. O hospital não tem registro de atendimento ao pai delas. Acidente no Km 730 em Oliveira Fortes causou interdição na BR-040 desde a noite desta terça-feira (10) Via 040/Divulgação Houve vazamento da carga, o que causou a interdição total do trecho. Segundo a Via 040, a liberação parcial das faixas da direita nos dois sentidos começou por volta das 5h20 desta quarta (11). As faixas da esquerda nos dois sentidos estão bloqueadas para manobras operacionais. Em nota divulgada nesta quarta, a concessionária explicou que adotou as providências possíveis acionando as equipes dos Bombeiros e do Núcleo de Emergências Ambientais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad). No entanto, a Via 040 destacou que a limpeza da pista é de responsabilidade do transportador, que ainda não tomou providências. (leia a íntegra abaixo) Trecho da BR-040 perto de Oliveira Fortes (MG) está com trânsito parcialmente liberado após acidente com carreta Polícia Rodoviária Federal/Divulgação Segundo a Via 040, as rotas alternativas nos dois sentidos passam por Rio Pomba (MG). A PRF indica que os motoristas façam o desvio por Oliveira Fortes e Santa Bárbara do Tugúrio, o que aumenta o trajeto da viagem em 45 km. Nota divulgada na manhã desta quarta (11) pela Via 040 “Com relação ao acidente ocorrido em 10 de julho, no Km 730 da BR-040, em Oliveira Fortes (MG), entre Barbacena e Santos Dumont, a Via 040 esclarece que, em acidentes com carga perigosa, a legislação atual determina que a responsabilidade pela movimentação da carga, bem como ações de remediação de vazamentos, é da transportadora do produto, que deve possuir seguro, licença ambiental, recursos e tecnologias apropriadas para casos de contingência como este. Esses procedimentos prévios são obrigatórios e cruciais para que a pista seja liberada pela concessionária e pela Polícia Rodoviária Federal no menor tempo possível. Desde o momento em que foi acionada para organizar o trânsito no local e prestar o socorro às vítimas, às 18h30 de ontem, a Via 040 iniciou o protocolo de atendimento de emergência, acionando o Núcleo de Emergências Ambientais (NEA), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Meio Ambiente, e as autoridades policiais. A empresa também realizou tratativas junto a transportadora do material para que os responsáveis atuassem no local, conforme previsto na legislação específica, porém, não houve, até o momento, qualquer atitude por parte da empresa “Rapidão Fortaleza”, responsável pelo transporte do produto (óleo e graxa). Mesmo assim, visando minimizar os impactos do acidente e do derramamento da carga na pista, a Via 040 providenciou, ao longo da madrugada de 11 de julho, a contenção do óleo e o despejo de 5 caminhões de areia para absorver parte do produto derramado. Dessa forma, foi possível, às 5h20 da manhã, a liberação parcial do tráfego por uma faixa em cada sentido. No momento, às 9h30, o congestionamento é de aproximadamente 3 km em cada sentido. A concessionária está, desde às 20h de 10 de julho, momento em que foi necessário interditar as pistas, informando as rotas alternativas e o estado da ocorrência, para que os usuários possam programar melhor sua viagem. A Concessionária compreende o incômodo causado por acidentes dessa magnitude e apoia iniciativas para aprimorar as legislações de transporte de cargas perigosas. Nesse sentido, é benéfica para a sociedade a promulgação da lei estadual 22.805 (MG), que obriga as transportadoras a agirem com mais rapidez, tanto na remediação como na movimentação da carga. A Via 040 defende que o modelo de concessão é o melhor caminho para aprimorar a fluidez nas rodovias, com melhores níveis de segurança e mais conforto para os usuários, e isso é comprovado por pesquisas setoriais.” Carreta que tombou na BR-040 em Oliveira Fortes Polícia Rodoviária Federal/Divulgação
    Servidores que atuam no HC-UFU entram em greve por tempo indeterminado em Uberlândia

    Servidores que atuam no HC-UFU entram em greve por tempo indeterminado em Uberlândia


    Falta de regularidade no pagamento dos salários levou os servidores contratados por meio da Faepu a iniciarem greve . HC recebe apenas casos de urgência e com risco iminente de morte a partir desta quarta-feira (11). Hospital atenderá apenas...


    Falta de regularidade no pagamento dos salários levou os servidores contratados por meio da Faepu a iniciarem greve . HC recebe apenas casos de urgência e com risco iminente de morte a partir desta quarta-feira (11). Hospital atenderá apenas pacientes de extrema urgência e com risco iminente de morte em Uberlândia Divulgação/HC-UFU A falta de regularidade no pagamento dos salários levou os servidores contratados por meio da Fundação de Assistência, Estudo e Pesquisa de Uberlândia (Faepu) a iniciarem greve por tempo indeterminado na manhã desta quarta-feira (11). Com isso, os atendimentos no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) foram restringidos. Servidores que atuam no HC-UFU entram em greve por tempo indeterminado em Uberlândia O hospital enviou uma nota à imprensa alegando atraso em repasses do governo federal. Leia abaixo. O Ministério da Saúde foi procurado para comentar o assunto e informou que o repasse está regular em todo o país. Disse que já destinou ao fundo municipal de Uberlândia cerca de R$ 167,2 milhões, sendo R$ 128 milhões para custeio de Média de Alta Complexidade. Frisou ainda que o Ministério da Saúde não repassa recursos diretamente às instituições de saúde (hospitais, clínicas), cabendo ao gestor municipal ou estadual fazer o repasse para a unidade. O presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Uberlândia e região (Sind-Saúde), Ronaldo Rosa, informou que a assembleia foi realizada na manhã desta terça-feira e que a maioria dos profissionais foi favorável a parar as atividades. “Todo mês é a mesma situação e quem sofre é o trabalhador, que tem dívidas com cartão de crédito, tem que pagar aluguel, financiamento. Não dá mais”, disse Ronaldo. Além do atraso dos salários, o sindicalista disse que o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) também está sendo depositado com atraso. Segundo Rosa, a entidade justifica que os repasses aos fundos não estão sendo feitos com regularidade e, por isso, não tem conseguido cumprir com os compromissos trabalhistas na data certa. A categoria só retornará aos trabalhos com o pagamento na conta e mediante documento oficial assegurando os pagamentos até o quinto dia útil de cada mês. O Sind-Saúde também acionou o Ministério Público do Trabalho (MPT) para acompanhar a situação e viabilizar eventual Termo de Ajustamento de Conduta. Atendimentos prejudicados Apesar de a classe manter 30% do contingente de servidores no hospital, a Secretaria Municipal de Saúde, a Central de Regulação Estadual e a Coordenação de Urgência e Emergência da rede já foram comunicadas que o hospital está com restrições no atendimento por deficiência das escalas de trabalho. A unidade só receberá casos de extrema emergência e com risco iminente de morte. Confira nota de posicionamento na íntegra: A direção do Hospital de Clínicas de Uberlândia da Universidade Federal de Uberlândia (HCU-UFU) informa que até o momento o HCU/Faepu não receberam do Fundo Nacional de Saúde (FNS), o faturamento do Sistema Único de Saúde (SUS) referente aos atendimentos de Média e Alta Complexidade (MAC), previsto para o dia 10 de junho de 2018, que corresponde a parcela 06/2018. Desta forma, a folha de pagamento dos funcionários da Faepu e todos os pagamentos programados para fornecedores e prestadores de serviços aguardam a realização deste repasse para serem processados. Segundo informação obtida pelo site do FNS, o atraso nos repasses do faturamento MAC acontece para todos os hospitais federais. Assim que o repasse for efetivado, todos os pagamentos programados serão realizados de imediato. Até o momento, não há falta de medicamentos e materiais que coloquem em risco o atendimento aos pacientes, mas ressaltamos que se persistir o atraso o atendimento poderá ser comprometido. Informamos que, em virtude da greve dos funcionários da Faepu, na manhã de hoje, o centro cirúrgico funcionou com 50% da sua capacidade. Sentimo-nos extremamente preocupados com a situação, e ressaltamos que todas as ações e cobranças necessárias estão sendo tomadas. Hospital de Clínicas de Uberlândia (HCU) Fundação de Assistência, Estudo e Pesquisa de Uberlândia (Faepu) 11 de julho de 2018
    Carreta carregada com combustíveis pega fogo na MG-265 na Zona da Mata

    Carreta carregada com combustíveis pega fogo na MG-265 na Zona da Mata


    Acidente ocorreu na tarde desta terça (10) entre Miraí e Muriaé. Ninguém ficou ferido. Carreta com combustíveis pegou fogo entre Miraí e Muriaé Silvan Alves/Divulgação Uma carreta com 25 mil litros de combustíveis pegou fogo na tarde desta...


    Acidente ocorreu na tarde desta terça (10) entre Miraí e Muriaé. Ninguém ficou ferido. Carreta com combustíveis pegou fogo entre Miraí e Muriaé Silvan Alves/Divulgação Uma carreta com 25 mil litros de combustíveis pegou fogo na tarde desta terça-feira (10) na MG-265, entre Miraí e Muriaé. De acordo com as informações da Polícia Militar Rodoviária (PMR), o acidente ocorreu por volta das 12h e o motorista conseguiu sair do veículo sem se ferir. A carreta seguia para Muriaé e as causas do acidente não foram determinadas. A perícia da Polícia Civil foi chamada. Durante o combate ao fogo pelos militares do Corpo de Bombeiros, a rodovia ficou totalmente interditada, mas uma das pistas foi liberada por volta das 15h. Ainda segundo a PMR, o veículo permanece no local e deve ser retirado pela empresa responsável nesta quarta-feira (11) após avaliação técnica. Durante o combate ao fogo pelo Corpo de Bombeiros, a rodovia ficou totalmente interditada Silvan Alves/Divulgação
    Médica acusada de integrar 'bando da degola' de Minas é presa na Grande SP

    Médica acusada de integrar 'bando da degola' de Minas é presa na Grande SP


    Ela responde por cinco crimes, entre eles homicídio e ocultação de cadáver. Médica de 31 anos foi acusada de crimes em BH Lei Seca Maricá A médica Gabriela Corrêa Ferreira da Costa, condenada por participar de assassinatos cometidos pelo...


    Ela responde por cinco crimes, entre eles homicídio e ocultação de cadáver. Médica de 31 anos foi acusada de crimes em BH Lei Seca Maricá A médica Gabriela Corrêa Ferreira da Costa, condenada por participar de assassinatos cometidos pelo "bando da degola”, em 2010, em Minas Gerais, foi presa nesta terça-feira (10) em Diadema, na Grande São Paulo. Ela foi condenada a 46 anos e seis meses por formação de quadrilha, extorsão, cárcere privado, homicídio triplamente qualificado e destruição e ocultação de cadáver. A prisão foi feita após uma denúncia anônima à Polícia Militar de São Paulo. Quando foi condenada em 2015, a médica Gabriela admitiu saber dos sequestros das vítimas pelo bando, mas negou ter participado dos homicídios. Mesmo após a condenação, ela respondia em liberdade, mas em junho deste ano, a Justiça de Minas determinou que ela fosse presa para cumprir a pena. A médica foi encaminhada para o 3º Distrito Policial de Diadema. Relembre o caso Médica acusada de participar de tortura e assassinato de dois empresarios é julgada em BH Oito pessoas são acusadas de sequestrar e extorquir os empresários Fabiano Ferreira Moura e Rayder Santos Rodrigues. Após fazer saques e transferências de valores das contas deles, o grupo assassinou os empresários e transportou os corpos no porta-malas do carro de uma das vítimas para a região de Nova Lima, na Grande BH, onde foram deixados. Para dificultar as buscas o grupo decapitou e queimou as vítimas. Consta ainda na denúncia que os empresários estavam envolvidos em estelionato e atividades de contrabando de mercadorias importadas, mantendo em seus nomes várias contas bancárias, de onde eram movimentadas grandes quantias de dinheiro.

    Sine de Araguari divulga novas vagas de emprego nesta terça-feira


    São oportunidades para vendedor interno, garçom, entre outras. Os salários variam de R$ 954 a R$ R$ 1.964,04. O Sistema Nacional de Empregos (Sine) de Araguari está disponibilizando novas vagas de emprego para esta terça-feira (10). São...

    São oportunidades para vendedor interno, garçom, entre outras. Os salários variam de R$ 954 a R$ R$ 1.964,04. O Sistema Nacional de Empregos (Sine) de Araguari está disponibilizando novas vagas de emprego para esta terça-feira (10). São oportunidades para vendedor interno, garçom, entre outras. Os salários variam de R$ 954 a R$ R$ 1.964,04. O interessado deve procurar a unidade, que fica na Rua Virgilio de Melo Franco, nº 261, no Centro, e levar documentos pessoais. O atendimento é das 8h às 17h. Confira as vagas disponíveis

    Sine de Uberlândia divulga 10 vagas de emprego


    Entre as opções, há oportunidades para auxiliar de limpeza, atendente de restaurante, entre outros. Os salários variam de R$ 954 a R$ 3.102,57. O Sistema Nacional de Emprego (Sine) divulgou novas oportunidades de trabalho para esta terça-feira (10)...

    Entre as opções, há oportunidades para auxiliar de limpeza, atendente de restaurante, entre outros. Os salários variam de R$ 954 a R$ 3.102,57. O Sistema Nacional de Emprego (Sine) divulgou novas oportunidades de trabalho para esta terça-feira (10) em Uberlândia. Entre as opções, há vagas para auxiliar de limpeza, atendente de restaurante, entre outros. Os salários variam de R$ 954 a R$ 3.102,57. Os candidatos devem procurar a unidade com os documentos de identificação pessoal, carteira de trabalho e o cartão do Programa de Integração Social (PIS). O Sine de Uberlândia fica na Avenida Nicomedes Alves dos Santos, nº 136. O atendimento é feito das 7h às 17h. Confira as vagas disponíveis
    Empresas assinam protocolo com a Prefeitura para crescimento e investimentos em Uberaba

    Empresas assinam protocolo com a Prefeitura para crescimento e investimentos em Uberaba


    Investimentos são estimados em mais de R$ 11 milhões. Assinatura do protocolo ocorreu no gabinete do prefeito, nesta segunda-feira (9) André Santos/Prefeitura de Uberaba Representantes de dez empresas de Uberaba assinaram nesta segunda-feira (9),...


    Investimentos são estimados em mais de R$ 11 milhões. Assinatura do protocolo ocorreu no gabinete do prefeito, nesta segunda-feira (9) André Santos/Prefeitura de Uberaba Representantes de dez empresas de Uberaba assinaram nesta segunda-feira (9), com a Prefeitura, o Protocolo de Intenções para novos investimentos em áreas do Mini Distrito Valim de Melo e Distritos Industriais I, II e III. Segundo a assessoria da Prefeitura, somadas, as empresas deverão gerar cerca de 437 novos empregos diretos e mais de mil empregos indiretos na cidade. Os investimentos globais estimados passam de R$ 11 milhões. Ainda de acordo com a assessoria, a viabilização dos empreendimentos deve possibilitar a dinamização e modernização do parque produtivo da cidade e também o fortalecimento da economia municipal e regional. “Esses R$ 11 milhões que estão nesses protocolos assinados são investimentos de Uberaba, que vão transformar as empresas e multiplicar esse recurso, gerando empregos e impostos para o próprio poder público”, comentou o prefeito Paulo Piau. O protocolo foi assinado pelas empresas Almix Distribuidora de Produtos Alimentícios LTDA; Jaqueline Santos Silva Eireli ME; JP Locação de Estruturas Metálicas LTDA EPP; Padron Tipografia e Construções LTDA ME; Portal Construtora e Empreendimentos LTDA; Forte Lages LTDA; Frederico Alberto Pereira ME; L&L Usinagem LTDA ME; L.A. Indústria e Comércio e Construções LTDA ME; e Sophia Montagens Industriais LTDA ME. Representando a Portal Construtora, o sócio-diretor Roberto Veludo disse que a assinatura do Protocolo de Intenções vai possibilitar o crescimento da empresa em uma área própria para o desenvolvimento do negócio. “Este é um incentivo muito importante do poder municipal para as empresas de Uberaba. [...] Acredito que isso vai alavancar a economia e o comércio da cidade, e de pouco em pouco vamos ficando maior. A gente fica muito satisfeito e otimista com os negócios que virão”, avaliou Veludo. A Prefeitura informou que os protocolos assinados nesta segunda-feira vão passar pela Câmara Municipal. As obras e os novos investimentos devem ter início após a aprovação e publicação da Lei Municipal de doação de área e concessão de incentivos.
    Bebê de 5 meses é internado em estado grave após acidente em creche em Poços de Caldas, MG

    Bebê de 5 meses é internado em estado grave após acidente em creche em Poços de Caldas, MG


    Coordenação da creche alega que criança teve mal súbito. Menino estava em período de adaptação na unidade. Bebê de 5 meses é internado em estado grave após acidente em creche em Poços de Caldas Um bebê de 5 meses foi internado em estado...


    Coordenação da creche alega que criança teve mal súbito. Menino estava em período de adaptação na unidade. Bebê de 5 meses é internado em estado grave após acidente em creche em Poços de Caldas Um bebê de 5 meses foi internado em estado grave na Santa Casa de Poços de Caldas (MG) após um acidente nesta segunda-feira (9). Segundo um boletim de ocorrência registrado, o menino teria escorregado e ficado com o pescoço preso em uma grade de proteção do carrinho. A creche, porém, alega que se trata de um mal súbito. Conforme a Polícia Militar, a mãe deixou o bebê na creche municipal, no bairro Vila Matilde, por volta das 8h30. O menino foi colocado em um carrinho de bebê. Segundo relatos da berçarista, que cuidava do menino, por volta das 9h40, viu que ele havia escorregado e estava preso pelo pescoço na grade de proteção. Ele estava desacordado. Estado de saúde O bebê foi socorrido pelas funcionárias até o Hospital Margarita Morales. Em estado grave, ele foi transferido para a Santa Casa e internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI). A mãe soube do caso quando chegou para buscar o filho, por volta das 10h e seguiu para o hospital. De acordo com o diretor técnico da Santa Casa, Alberto Volponi, o bebê está em coma na CTI em estado gravíssimo. Ele deu entrada no hospital com sufocamento e parada cardiorespiratória. Até o final da manhã, o bebê permanecia sedado. A equipe médica deve avaliar novamente o estado de saúde entre 48 e 72 horas. Com a confirmação de asfixia, os médicos agora devem avaliar se houve alguma sequela. Bebê de 5 meses é internado em estado grave após acidente em creche em Poços de Caldas, MG Marcelo Rodrigues/EPTV Retornos Segundo a mãe, em depoimento à polícia, a criança estava há apenas 15 dias na creche, em período de adaptação. Procurada pela equipe da EPTV, afiliada da Rede Globo, a coordenadora da creche municipal alegou que o bebê teve um mal súbito. A Prefeitura disse em nota que a coordenação do Centro de Educação Infantil e a Secretaria Municipal de Educação estão prestando apoio à família. E também que o fato foi encaminhado à Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas, que vai apurar o caso. A creche funcionou normalmente nesta terça-feira (10). Mais um caso Esta é a segunda vez que a mesma creche está envolvida em uma ocorrência com crianças. No dia 23 de abril de 2018, um menino de 3 anos fugiu do local e foi encontrado pela própria mãe na rua, após atravessar uma das avenidas mais movimentadas da cidade. Na época, a creche reconheceu que houve falha na segurança. A coordenadora disse que a criança fugiu por um mal entendido entre a mãe e uma professora. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
    Pelo menos 83 pessoas morreram assassinadas durante o 1º semestre no Sul de Minas

    Pelo menos 83 pessoas morreram assassinadas durante o 1º semestre no Sul de Minas


    Levantamento do G1 aponta homicídios em 41 cidades de janeiro a junho deste ano; Campo Belo lidera ranking negativo com 10 mortes registradas. Pelo menos 83 pessoas morrem assassinadas durante o 1º semestre no Sul de Minas Arquivo/Helder Almeida O...


    Levantamento do G1 aponta homicídios em 41 cidades de janeiro a junho deste ano; Campo Belo lidera ranking negativo com 10 mortes registradas. Pelo menos 83 pessoas morrem assassinadas durante o 1º semestre no Sul de Minas Arquivo/Helder Almeida O Sul de Minas registrou pelo menos 83 mortes por homicídios no 1º semestre de 2018. Os dados são de um levantamento inédito do G1, que acompanha as ocorrências registradas na região desde o início do ano. Campo Belo (MG), município de 54 mil habitantes, lidera o ranking de mortes com 10 homicídios registrados em 2018. As mortes ocorridas no 1º semestre foram registradas em 41 municípios da região. O que chama a atenção é que as menores cidades registraram a maior parte das mortes. Ao todo, 21 municípios com no máximo 20 mil moradores tiveram 27 homicídios registrados. Cidades com mais homicídios no 1º semestre no Sul de MG Já as maiores cidades, com mais de 100 mil habitantes, aparecem em seguida com mais crimes. Cidades como Poços de Caldas, Pouso Alegre, Lavras, Passos e Varginha registraram 24 mortes desde o início do ano. A maior delas, Poços de Caldas (MG), registrou sete mortes é a 2ª colocada em número de homicídios da região no ano. Cidades com população entre 50 mil a 100 mil habitantes e municípios com população entre 20 mil e 50 mil moradores tiveram respectivamente 18 e 14 mortes registradas. Números do governo Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais, de janeiro a maio deste ano foram registrados 67 homicídios nas regionais de segurança de Lavras, Pouso Alegre e Poços de Caldas. No mesmo período do ano passado, conforme a secretaria, tinham sido 83 homicídios registrados no período, queda de 19,2%. Números abaixo da média do estado Embora o número de mortes por crimes violentos se aproxime a 100 no ano no Sul de Minas, a taxa de homicídios registrada no 1º semestre do ano na região é considerada baixa em relação aos números nacionais e do estado. Com uma população de 2,9 milhões de habitantes, distribuídos em 163 cidades, o Sul de Minas teve nos primeiros seis meses do ano uma taxa equivalente a 2,9 homicídios para cada 100 mil habitantes. Conforme números divulgados no mês passado pelo Atlas da Violência, elaborado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública com dados do Ministério da Saúde de 2016, a taxa de homicídios no Brasil chegou a 30 assassinatos para cada 100 mil habitantes. Já conforme o estudo, Minas Gerais teve no mesmo ano, taxa de 22 assassinatos para cada 100 mil habitantes, a 4ª menor entre todos os estados brasileiros. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
    Universidade investiga divulgação de vídeos com perguntas de conteúdo sexual a estudantes em MG

    Universidade investiga divulgação de vídeos com perguntas de conteúdo sexual a estudantes em MG


    Segundo estudantes, vídeos foram feitos para grupo fechado, mas foram compartilhados em outras redes sociais. Uma universidade de Alfenas (MG) instaurou um processo administrativo para apurar responsáveis pelo vazamento em redes sociais de vídeos...


    Segundo estudantes, vídeos foram feitos para grupo fechado, mas foram compartilhados em outras redes sociais. Uma universidade de Alfenas (MG) instaurou um processo administrativo para apurar responsáveis pelo vazamento em redes sociais de vídeos de alunas do curso de Medicina da instituição respondendo a perguntas de cunho sexual. Os vídeos teriam sido gravados por ordem de estudantes "veteranos", que também ordenaram que as estudantes acrescentassem em seus perfis das redes sociais o apelido "bixete burra" na frente dos nomes. Em um dos perfis, a amiga de uma das alunas questiona: "Gente é realmente necessário colocar burra no nome? Alguém obrigou vocês a fazerem isso?". Uma das alunas ouvidas pelo G1, que não quis ter seu nome divulgado, disse que cerca de 40 pessoas, entre homens e mulheres gravaram o vídeo para um grupo fechado. Apenas os vídeos gravados por mulheres vazaram nas redes sociais. Nas imagens, gravadas pelas próprias estudantes, elas aparecem respondendo a perguntas sobre bebidas, com quem se relacionariam entre os veteranos e qual sua posição sexual preferida. Alunas também alteram redes sociais após vazamento de vídeos em MG Reprodução/Facebook Os vídeos foram compartilhados em grupos de WhatsApp em várias partes do país e algumas estudantes chegaram a dizer que uma das alunas teve o vídeo publicado em uma rede social com mais de 10 mil seguidores. O G1 tentou contato com a estudante, mas até esta publicação não recebeu retorno das mensagens. Nenhuma outra aluna quis comentar o caso. Colega questiona mudança em nomes nas redes sociais em Alfenas (MG) Reprodução/Facebook A Atlética Medicina Alfenas, que atua em eventos espotivos do curso de Medicina, publicou uma nota nas redes sociais sobre o caso. A atlética afirmou que não participa, nem organiza nenhuma ação de trote, seja em grupos, vídeos ou outros meios. Ainda na nota, a direção da atlética afirma não compactuar com “qualquer tipo de relação [...] que não respeite a individualidade, a intimidade e sobretudo a imagem dos alunos”. Por fim, a nota defende que “todas as atitudes devem ser dentro do cenário ético e respeitoso que a profissão exige”. Atlética de medicina publicou nota sobre o assunto nas redes sociais em MG Reprodução/Facebook A Universidade José do Rosário Vellano, a Unifenas, informou através de nota ao G1 que vai apurar os responsáveis pelo ato e que vai aplicar as penalidades cabíveis aos envolvidos. Confira abaixo a nota da instituição na íntegra: “A UNIFENAS, uma universidade que preza a responsabilidade com o compromisso social e educacional, proíbe e repudia qualquer prática ofensiva e/ou humilhante de recepção aos alunos ingressantes - trote. Assim, ao tomar conhecimento dos lamentáveis vídeos gravados por alunas ingressantes ao Curso de Medicina, câmpus de Alfenas, no mês de junho do corrente ano, instaurou processo administrativo, consoante previsão no Regimento da Universidade, no intuito de apurar os responsáveis pelo ato e aplicar as penalidades cabíveis aos envolvidos, respeitando sempre os princípios constitucionais da ampla defesa e contraditório no procedimento instaurado.” Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas