G1 > Goiás

    Caminhoneiro morre após bater em carreta e sair da pista na BR-452, em Itumbiara

    Caminhoneiro morre após bater em carreta e sair da pista na BR-452, em Itumbiara


    Segundo PRF, suspeita é que Emerson Ferreira Perpétuo tenha dormido ao volante. Motorista do outro veículo não se feriu. Caminhão saiu da pista na BR-452 em Itumbiara, em Goiás TV Anhanguera/Reprodução O caminhoneiro Emerson Ferreira...


    Segundo PRF, suspeita é que Emerson Ferreira Perpétuo tenha dormido ao volante. Motorista do outro veículo não se feriu. Caminhão saiu da pista na BR-452 em Itumbiara, em Goiás TV Anhanguera/Reprodução O caminhoneiro Emerson Ferreira Perpétuo, de idade não divulgada, morreu neste sábado (21) após bater de frente com uma carreta e sair da pista, na BR-452 em Itumbiara, na região sul de Goiás. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a principal suspeita é que a vítima tenha dormido ao volante e invadido a pista contrária. O acidente ocorreu na madrugada deste sábado. No local da colisão, partes do caminhão e objetos pessoas ficaram espalhados na pista. De acordo com apuração da TV Anhanguera, o motorista da carreta atingida disse à PRF que percebeu que o caminhão trafegava no sentido contrário, tentou desviar, mas não conseguiu evitar a batida. Segundo a corporação, o Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou a morte de Emerson no local do acidente. O outro motorista envolvido foi retirado do veículo sem nenhum tipo de ferimento. O trânsito na BR-452 ficou parcialmente interditado até as 10h desta manhã para retirada dos veículos da pista, mas o fluxo de veículos, conforme a corporação, já foi normalizado. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Arquitetos dão dicas de como aproveitar ambientes amplos em apartamentos de luxo, em Goiânia

    Arquitetos dão dicas de como aproveitar ambientes amplos em apartamentos de luxo, em Goiânia


    Eles sugerem a criação de mais de um espaço em salas grandes e citam como cores e móveis podem ajudar a diminuir sensação de vazio. Sala de estar com ambientes conectados no Setor Nova Suiça em Goiânia, Goiás Vanessa Chaves/G1 Arquitetos de...


    Eles sugerem a criação de mais de um espaço em salas grandes e citam como cores e móveis podem ajudar a diminuir sensação de vazio. Sala de estar com ambientes conectados no Setor Nova Suiça em Goiânia, Goiás Vanessa Chaves/G1 Arquitetos de Goiânia estão aproveitando as grandes proporções das salas de estar em apartamentos de luxo para inovar na decoração. Um mesmo espaço passa a abrigar ambientes diferentes, diminuindo a sensação de vazio. O arquiteto Fernando Galvão afirma que a criação do projeto para o interior de áreas grandes demanda um trabalho maior. "Os ambientes menores são mais direcionados e compactos para elaborar. Já os ambientes mais amplos demandam um trabalho maior, por terem mais espaços para criar.” Ele também deu dicas para tornar o lugar mais agradável. “Materiais de madeira e tons mais escuros nos móveis ajudam a 'fechar' mais o ambiente, trazendo mais aconchego ao espaço", explica. A arquiteta Adriana Mundim também cita opções para “melhorar” o ambiente. Ela conta priorizar tons neutros e pitadas de cores em poltronas e almofadas em situações do tipo. Mesas também são usadas para delimitar cada espaço. Grandes vasos de vidro e grandes luminárias ajudam a preencher o ambiente e dão um toque alegre ao espaço. “Dar utilidade aos espaços quando eles são amplos é desafiador. É preciso investir em móveis com proporção maiores, como sofás mais longos e poltronas mais profundas”, conta. O ponto central está na funcionalidade dos objetos decorativos e móveis. Segundo ela, a dica é abusar de cômodas e aparadores que servirão de porta-objetos, abajures, porta-retratos e lembranças de viagens. “Como o espaço é amplo, uma mesa pode ser usada encostada em uma parede ou até mesmo atrás de um sofá”, diz a arquiteta. Persianas também podem ser usadas como divisórias de ambientes e ajudam a promover a sensação de acolhimento. “O que acreditamos é que a utilidade deve dar o tom conforme o perfil do cliente. Se ele escolhe um amplo e quer uma visão livre, mobiliar demais não é o perfil, mas se o cliente prefere ambientes organizados e queira que cada um deles tenham uma uso diferente, apostar em mobílias de utilidade é a solução”, conta Adriana Mundim. Ambiente amplo no Setor Nova Suiça em Goiânia, Goiás Vanessa Chaves/G1 Vazio X preenchimento Entre os ambientes comumente planejados para “ocupar” parte das salas amplas estão espaço para jogos, espaço para leitura e espaço goumert. Também é possível criar uma galeria de arte. O arquiteto Bruno Veras conta que o importante é respeitar o que o espaço e o próprio cliente estão pedindo em termos de uso. “O que devemos analisar é se as proporções estão adequadas, seja nos amplos ou compactos”, explica. Embora o senso comum considere que deve-se ocupar todos os espaços, o arquiteto afirma que nem tudo precisa ser preenchido. “Os espaços vazios também são bem-vindos, principalmente para valorizar uma arquitetura bem definida.” Outro elemento importante é a cor. “Ela passa toda uma conotação de personalidade ao ambiente, podendo ser forte ou neutra, clara ou escura, em grandes ambientes, existe mais liberdade de escolha", afirma. * Vanessa Chaves é integrante do programa de estágio entre a TV Anhanguera e Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), sob orientação de Elisângela Nascimento. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Funcionário público da Prefeitura de Palmas é preso suspeito de roubo a banco

    Funcionário público da Prefeitura de Palmas é preso suspeito de roubo a banco


    Segundo a polícia, ele integrava uma quadrilha e teria participado de uma tentativa de roubo em Aparecida de Goiânia, no início deste ano. Prisão foi feita pela Delegacia de Investigações Criminais de Palmas. Suspeito foi preso pela Polícia...


    Segundo a polícia, ele integrava uma quadrilha e teria participado de uma tentativa de roubo em Aparecida de Goiânia, no início deste ano. Prisão foi feita pela Delegacia de Investigações Criminais de Palmas. Suspeito foi preso pela Polícia Civil do Tocantins SSP/Divulgação Um funcionário público da Prefeitura de Palmas foi preso na manhã desta quinta-feira (19) suspeito de integrar uma quadrilha especializada em roubo a bancos. Segundo a Delegacia de Investigações Criminais de Palmas (Deic), Evandro Lanuce Tavares dos Santos estaria envolvido em uma tentativa de roubo em Aparecida de Goiânia (GO). Na época, quatro criminosos foram mortos em confronto com a polícia. A prisão foi feita em um posto de combustíveis em Palmas, em cumprimento a um mandado da Justiça de Goiás. Tavares é assistente administrativo da Secretaria Municipal de Saúde. Conforme as investigações, o suspeito participava ativamente da quadrilha. O grupo, ainda de acordo com a Deic, tinha ramificações por vários estados, mas atuava principalmente no Tocantins, Ceará e Goiás. "A investigação começou após uma ação frustrada em Aparecida de Goiânia pela Deic de Goiás, juntamente com a Polícia Militar. Ele participa de uma organização criminosa responsável por assaltos em vários estados e muitos dos membros são do Tocantins. Depois dessa ação malsucedida, em que os quatro membros morreram em confronto, ele foi identificado e a prisão dele foi decretada pela Justiça de Goiás. Hoje nós conseguimos localizá-lo e fazer a prisão", explicou o delegado Leandro Risi Santos, da Deic de Palmas. O suspeito foi levado para a sede da Deic, em Palmas. Em entrevista à reportagem da TV Anhanguera, ele negou as acusações e disse que não tem relação com nenhuma quadrilha. Segundo o delegado Leandro Risi, ele também é investigado por crimes cometidos no Tocantins. Em nota, a Prefeitura de Palmas informou que o servidor Evandro Lanuce Tavares dos Santos atuava como assistente administrativo na Gerencia de Risco Ocupacional da Secretaria Municipal de Saude. Disse que o crime investigado não tem nenhuma relação com as atividades funcionais do servidor. Falou ainda que após a conclusão da investigação policial e a manifestação da Justiça, o município tomará as providências administrativas. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
    Veja receita de peixe na telha feito com pintado do Rio Araguaia, em Aruanã

    Veja receita de peixe na telha feito com pintado do Rio Araguaia, em Aruanã


    Equipe do JA1 foi até a cidade em alta temporada de férias para aprender a fazer o delicioso prato. Quem ensina o prato é o chefe de cozinha e bombeiro Anderson Caetano de Morais. Pintado faz sucesso em restaurante de Auranã, em Goiás TV...


    Equipe do JA1 foi até a cidade em alta temporada de férias para aprender a fazer o delicioso prato. Quem ensina o prato é o chefe de cozinha e bombeiro Anderson Caetano de Morais. Pintado faz sucesso em restaurante de Auranã, em Goiás TV Anhanguera/Reprodução Durante a temporada de férias, a equipe do Jornal Anhanguera 1ª Edição foi até Aruanã, na região noroeste de Goiás, para aprender a fazer uma receita de peixe na telha, com pintado pescado no Rio Araguaia (veja abaixo). O prato é um dos mais pedidos na cidade durante o mês de julho, quando turistas lotam os acampamentos às margens do rio. Quem ensina o prato é o chefe de cozinha Anderson Caetano de Morais, da Panelinha Vale, que fica no Centro de Aruanã. Anderson, que é bombeiro durante o dia, explica que a vocação para a cozinha começou quando ele servia a aeronáutica. Na época, ele afirma que foi trabalhar em um rancho e foi colocado para cozinhar. Veja abaixo como fazer o peixe na telha: Ingredientes: Peixe: 600 g de posta de pintado 50 ml de azeite 100 g de camarão 1 tomate 150 g de pimentões coloridos 2 pimentas de cheiro Pimenta do reino a gosto 1 cebola 5 dentes de alho 30 g de colorau 100 a 150 ml de leite de coco 1 caixinha de creme de leite 1 limão Pirão: 200 g de farinha de mandioca 1 pimenta de cheiro Cheiro verde a gosto 100 g de cubos de peixe 1 dente de alho ½ cebola Modo de preparo: Tempere as postas de peixe com alho, sal, limão e pimenta moída. Deixe descansar por alguns minutos. Em seguida, corte os tomates em cubos, os pimentões e a cebola Aqueça uma panela, adicione azeite e o alho, deixe dourar e adicione coloral. Enquanto refoga o alho, adicione os tomates em cubos. Na sequência acrescente água e o fundo do peixe. Deixe ferver, adicione as postas de peixe, a cebola, os pimentões e o leite de coco. Deixe apurar um pouco e coloque cheiro verde e pimenta de cheiro. Quando o peixe já estiver cozido, desligue o fogo e adicione um pouco de creme de leite.
    Ex-chefe diz que Dr. Bumbum se recusava a fazer residência médica

    Ex-chefe diz que Dr. Bumbum se recusava a fazer residência médica


    Por um ano, em Brasília, ele foi autorizado a fazer apenas trabalho burocrático, sem contato com pacientes. Denis Cesar Barros Furtado, o Dr. Bumbum, é considerado foragido pela Justiça Reprodução/Instagram Um ex-chefe do médico foragido Denis...


    Por um ano, em Brasília, ele foi autorizado a fazer apenas trabalho burocrático, sem contato com pacientes. Denis Cesar Barros Furtado, o Dr. Bumbum, é considerado foragido pela Justiça Reprodução/Instagram Um ex-chefe do médico foragido Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como Dr. Bumbum, relatou ao G1 nesta quarta-feira (18) que o subordinado se recusava a fazer residência ou qualquer outra especialização para exercer a medicina. Por isso, durante o ano em que ficou no hospital, em Brasília, de 2009 a 2010, foi autorizado a fazer apenas trabalhos burocráticos. O médico já tinha 36 anos. Dr. Bumbum negociava cirurgias estéticas pelo WhatsApp; ouça “Uma vez, ele disse que estava querendo fazer um curso de pós em Belo Horizonte, em fins de semana. Eu orientei: ‘Você ainda é novo, faz uma residência, um curso sério. Você não tem formação séria’. Mas ele não queria estudar. Não quis”, disse o ex-chefe, que preferiu não se identificar. “O que eu verificava era a pouca vontade de fazer as coisas dentro dos critérios de seriedade. Queria um atalho, o que até pode ser economicamente mais interessante, mas não o certo.” O G1 tentou falar com a defesa de Dr. Bumbum, mas a advogada não retornou os contatos. Na terça (17), ela afirmou que "muitas das informações que estão circulando na internet e redes sociais acerca do médico são inverídicas". Quadro "Pergunte ao Doutor" tira dúvidas sobre bioplastia Sem especialização Para atuar como cirurgião plástico – como fazia o Dr. Bumbum –, a residência é obrigatória. São dois anos trabalhando como cirurgião geral e mais três anos fazendo apenas plástica. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Dr. Bumbum não é especialista e realizava os procedimentos em local inadequado, como o que supostamente matou uma paciente em um cobertura no Rio de Janeiro. “Ele se formou no Rio, trabalhou como médico, mas sem nenhuma especialidade. Ou seja, só poderia trabalhar como médico generalista. Então ele só assessorava, fazia serviços burocráticos, distribuía documentos aqui e lá. Nunca teve contato com paciente”, continuou o antigo chefe. Saiba como contratar uma plástica com segurança Ao analisar a conduta do ex-funcionário, o profissional disse que não suspeitava que ele pudesse trabalhar de forma clandestina. Mas relembrou que ele sabia como “enganar as pessoas”. “Não é preciso ter contato com a área para saber que ele é muito eloquente, sabe articular as palavras. Então, para ele, é fácil enrolar uma pessoa levando para um apartamento e fazer um procedimento, que é claramente todo errado.” Denis Furtado é popular nas redes sociais, onde ele mesmo se fez conhecer pelo apelido de Dr. Bumbum. No Instagram, ele tem mais de 645 mil seguidores. Médico tem 645 mil seguidores no Instagram Instagram/Reprodução Investigações O médico é alvo de um inquérito da Polícia Civil, motivado por pelo menos seis denúncias. Até esta quarta-feira (18), o Ministério Público informava que não tinha conhecimento de denúncia contra o médico à Justiça. No entanto, o órgão disse que existe a possibilidade de ele já estar respondendo judicialmente em algum processo que esteja correndo em sigilo. O registro dele no Conselho Regional de Medicina (CRM) do DF continua ativo – não indicando nenhuma especialização. De acordo com o órgão, um médico pode conseguir o registro mesmo sem ser especializado. Também informou que todo médico pode fazer qualquer procedimento ou cirurgia, contanto que não se intitule como o especialista na área. Fachada do Hospital das Forças Armadas (HFA) no Cruzeiro, em Brasília Google/Reprodução Hospital e clínica No Distrito Federal, Dr. Bumbum trabalhou em ao menos três lugares. Uma clínica mantida no Lago Sul, área nobre de Brasília, foi considerada clandestina pela Polícia Civil. Segundo pacientes, ele também atendia em uma clínica na Asa Norte. Além disso, ele trabalhou no Hospital das Forças Armadas (HFA), onde exercia a função de oficial médico temporário. Durante o período, o HFA não abriu nenhum procedimento administrativo ou sindicância contra ele. “O médico militar é observado pelo chefe da clínica e avaliado anualmente”, informou a assessoria de imprensa do centro de saúde. Ele saiu do HFA porque não quis prorrogar o tempo de trabalho na unidade. Veja mais notícias sobre a região no G1 DF. Initial plugin text
    Foragido, Dr. Bumbum foi indiciado ao menos 6 vezes pela polícia do DF

    Foragido, Dr. Bumbum foi indiciado ao menos 6 vezes pela polícia do DF


    Clínica clandestina no Lago Sul foi alvo de operação em novembro. Paciente morreu após cirurgia em cobertura na Barra da Tijuca, no Rio, neste domingo. Denis Cesar Barros Furtado, o "Dr. Bumbum", é considerado foragido pela...


    Clínica clandestina no Lago Sul foi alvo de operação em novembro. Paciente morreu após cirurgia em cobertura na Barra da Tijuca, no Rio, neste domingo. Denis Cesar Barros Furtado, o "Dr. Bumbum", é considerado foragido pela Justiça Reprodução/Instagram Conhecido como Dr. Bumbum, o médico Denis Cesar Barros Furtado foi indiciado ao menos seis vezes pela Polícia Civil do Distrito Federal por exercício ilegal de medicina e crime contra o consumidor. Ele foi alvo de uma operação realizada em novembro de 2017 em uma clínica clandestina mantida no Lago Sul, área nobre de Brasília. Até esta quarta-feira (18), o Ministério Público informava que não tinha conhecimento de denúncia contra o médico à Justiça. No entanto, o órgão disse que existe a possibilidade de ele já estar respondendo judicialmente em algum processo que esteja correndo em sigilo. O médico está foragido desde que fez um procedimento estético na cobertura de um apartamento na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, que terminou com a morte de uma paciente, no domingo (15). A advogada dele diz que "muitas das informações" são falsas (leia mais no fim da reportagem). Após o caso, a namorada do médico, Renata Fernandes Cirne, de 20 anos, foi presa. A mãe dele, a médica Maria de Fátima Barros – que está com o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) do DF cassado –, fugiu. Já o Dr. Bumbum ainda tem registro ativo no CRM do DF. A maioria dos processos sobre o médico relacionados à má prática do exercício corre em sigilo no Tribunal de Justiça do DF. Sistema do Conselho Regional de Medicina do DF diz que registros do médico estão regulares Reprodução Durante a operação em Brasília, foram apreendidos documentos, dinheiro, material hospitalar e três armas – duas pistolas .380 e uma espingarda calibre .12 – sem registro no Ministério da Justiça. Por causa das armas, chegou a ser detido em flagrante, mas foi liberado após pagar fiança. Operação no Lago Sul Segundo a polícia, o material apreendido em novembro comprovou que houve prática de medicina em local inapropriado. Além disso, só não houve abordagem prévia da Vigilância Sanitária e do CRM por causa do horário de funcionamento da clínica, sempre à noite – uma estratégia para evitar a fiscalização, segundo o delegado Paulo Márcio Meireles Rodrigues. As investigações começaram naquele mês, quando ao menos duas vítimas procuraram a delegacia do Lago Sul para denunciar o médico e reclamar de procedimentos que não deram certo. Renata Fernandes Cirne está presa e Denis Cesar, foragido da Justiça Divulgação "Para cada procedimento, as pacientes desembolsavam entre R$ 10 mil e R$ 20 mil", disse o delegado. “Eram tratamentos não reconhecidos, alguns até mesmo proibidos, como implantes hormonais para fins estéticos." Um dos casos que chamaram a atenção da polícia foi o de uma tetraplégica que procurou a clínica para diminuir as dores que sentia. Ele prometeu que ela voltaria a andar e fez um "implante hormonal". A cada espasmo que ela tinha, dizia que era a prova de que o tratamento estava funcionando. Porém, além de a paciente não melhorar, passou a sofrer de um problema pulmonar. Os investigadores afirmam ainda que o médico prometia terapia neural para curar depressão, mas aplicava apenas aminoácidos nas vítimas. Dr. Bumbum "Dr. Bumbum" tem 645 mil seguidores no Instagram Instagram/Reprodução Denis Furtado é popular nas redes sociais, onde ele mesmo se fez conhecer pelo apelido de Dr. Bumbum. No Instagram, ele conta com mais de 645 mil seguidores. Na rede sociais, ele dá dicas de saúde e exibe os resultados de antes e depois dos procedimentos estéticos que realiza. Estas são as mais populares e chegam a contar com 10 mil curtidas. Sindicância Ao G1, o Conselho Regional de Medicina do DF informou que é o conselho do Rio que está liderando as investigações sobre a morte da paciente, pois é onde ocorreu a morte do paciente. A cassação do registro mantido em Brasília só pode ocorrer após as investigações em território fluminense serem encaminhadas à capital. Bancária morre após procedimento estético com médico conhecido nas redes sociais Alegando sigilo, o órgão disse que não pode divulgar o número de sindicâncias das quais o Dr. Bumbum é alvo. O Conselho Federal de Medicina (CFM), por sua vez, informou que Denis Cesar Barros Furtado responde a "processo ético-profissional" no CRM-DF. Também segundo o órgão, ele foi alvo de uma "interdição cautelar para o exercício da profissão" em março de 2016, medida suspensa três meses depois pela Justiça. Defesa Em nota enviada ao G1, a advogada do médico, Naiara Baldanza, afirmou que "muitas das informações que estão circulando na internet e redes sociais acerca do médico são inverídicas". "Ninguém é considerado culpado antes da sentença penal condenatória e que qualquer conclusão acerca da morte de Lilian Calixto e a eventual responsabilidade do meu cliente sobre essa fatalidade é precoce", disse a advogada. Segundo Baldanza, a paciente que morreu no Rio de Janeiro não apresentou complicações no procedimento estético e foi acompanhada pelo Dr. Bumbum ao hospital. Questionada pelo G1 se a advogada sabe onde está o médico e se ele se entregará à Justiça, ela disse que "por enquanto, este é meu único pronunciamento". Veja mais notícias sobre a região no G1 DF. Initial plugin text
    Empreendimento residencial de alto padrão será construído no Setor Campinas, em Goiânia

    Empreendimento residencial de alto padrão será construído no Setor Campinas, em Goiânia


    Bairro conhecido pelo intenso comércio de rua recebe empreendimento residencial moderno. Fachada do novo empreendimento, em Goiânia Divulgação O bairro de Campinas, conhecido por ter comércio de rua intenso em Goiânia, passou a chamar a...


    Bairro conhecido pelo intenso comércio de rua recebe empreendimento residencial moderno. Fachada do novo empreendimento, em Goiânia Divulgação O bairro de Campinas, conhecido por ter comércio de rua intenso em Goiânia, passou a chamar a atenção do mercado imobiliário e vai receber um novo empreendimento residencial, com previsão de entrega para início de 2022. Serão 184 apartamentos de 2 e 3 quartos, com suíte e área de lazer. O condomínio vertical terá alto padrão de acabamento e lazer. O residencial será localizado na Avenida 24 de Outubro com a Rua 610. O arquiteto e urbanista Paulo Renato Alves confirma a atratividade da região para empreendimentos residenciais. Com 208 anos, o bairro de Campinas que já chegou a ser um município e vive uma mudança em seu perfil urbano de desaceleração do comércio de rua. Inicialmente, ele era voltado às atividades de venda, o que afastava muitos moradores da região. “O desenvolvimento de outro forte polo comercial de Goiânia, a Região da 44, gerou uma desaceleração da tradição do comércio em Campinas, o que acabou abrindo espaço para os empreendimentos residenciais”, conta o arquiteto. Segundo Paulo Renato, outro fator que tornou a região de Campinas mais convidativa para morar foi a inauguração do Shopping Cerrado, em 2016, na contramão do comércio tradicional de lojas de rua, camelódromos e atacadistas. “O shopping oferece um comércio mais moderno, com conforto e comodidade, ou seja, traz uma modernização para essa região”, explica o arquiteto. O empreendimento Os apartamentos contam com dois ou três quartos, podendo ter até 86 m². O grande diferencial do empreendimento é a área de lazer completa, que deverá ser entregue decorada e mobiliada pela construtora, e também o acabamento superior dos apartamentos. A área total a ser construída será de 2.258 m². Segundo a construtora, a grande aposta foi investir em um padrão superior aos demais empreendimentos existentes na região. “Tanto as áreas comuns como os apartamentos contam com acabamentos de um padrão mais alto, como porcelanato 60 por 60 e janelas em venezianas com pintura em branco eletrostático”, conta o gerente comercial da construtora, Ikaro Santana. Apartamento ilustrativo do novo empreendimento no Setor Aeroviário, em Goiânia Divulgação O empreendimento tem área de lazer com salão de festas, piscinas adulto e infantil, brinquedoteca, mini-quadra, espaço gourmet com churrasqueira e academia. O nome dele é “Cerrado Family Home “, e o prédio fica a 100 metros do Shopping Cerrado. Pesquisa de público Além de englobar vizinhos dos setores Fama e o Aeroviário, o diretor de marketing da construtora, Flávio Pessoa, conta que identificou que a região concentrava moradores que gostam muito do bairro onde moram e que não querem sair para outro lugar. “Percebemos que faltava uma opção de moradia mais moderna para a região, com mais segurança, dentro dos atuais padrões de comodidade e conforto. Então esse nosso projeto visou atender muito a esse próprio público de Campinas que não quer sair da região”, explica. O empreendimento é também voltado para perfis de público como recém-casados, empresários da região e famílias do interior que precisam de um imóvel de apoio na capital, seja para o filho estudar, ou por questões de saúde. “Em nossa pesquisa de mercado. identificamos até mesmo empresas que tinham interesse em locação temporária para hospedar funcionários e executivos na região”, acrescenta Flávio. * Vanessa Chaves é integrante do programa de estágio entre a TV Anhanguera e Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), sob orientação de Elisângela Nascimento. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Ladrão empurra ciclista no meio da BR-060 para roubar bicicleta e vítima é atropelada, em Anápolis

    Ladrão empurra ciclista no meio da BR-060 para roubar bicicleta e vítima é atropelada, em Anápolis


    A aposentada conta que teve o joelho quebrado, precisou passar por cirurgia de reconstrução e deve ficar mais de seis meses longe do ciclismo, esporte que adora e pratica há 8 anos. Ladrão empurra ciclista na BR-060 para roubar bicicleta e vítima...


    A aposentada conta que teve o joelho quebrado, precisou passar por cirurgia de reconstrução e deve ficar mais de seis meses longe do ciclismo, esporte que adora e pratica há 8 anos. Ladrão empurra ciclista na BR-060 para roubar bicicleta e vítima é atropelada, em Anápolis A aposentada e ciclista experiente Márcia Brandão, de 57 anos, foi assaltada na BR-060, em Anápolis, a 55 km de Goiânia, ficou sem a bike e ainda teve o joelho esquerdo destruído ao ser atropelada por um carro que passava na rodovia. Ela contou que precisou passar por uma cirurgia de reconstrução, ainda está internada, mas passa bem e está confiante para enfrentar os seis meses de fisioterapia. "Pior parte é ficar sem pedalar", desabafou. Márcia disse que o assalto aconteceu na última quarta-feira (11) enquanto voltava de uma trilha pela BR-060, chegando em Anápolis. Ela disse que notou uma figura estranha se aproximando, tentou se afastar, mas, mesmo a pé, o homem chegou até ela e a empurrou de forma brusca, deixando-a caída na rodovia. Nesse momento, um homem que dirigia pela via não conseguiu desviar e atropelou a perna esquerda da vítima. “Ele não disse nada, só avançou e puxou minha bicicleta. Quando vi eu já estava caída, não tinha como levantar porque estava machucada, olhei para trás e vi [o assaltante] saindo com ela [minha bike]” “A minha sorte é que o motorista prestou atendimento, sinalizou para os carros desviarem. Se não, não sei nem se estaria aqui. Tem um quebra-molas ali também, que faz o pessoal diminuir a velocidade, mas é uma via de muito movimento”, contou. A vítima disse ainda que o próprio motorista que a atropelou registrou o caso na Polícia Rodoviária Federal (PRF). Dias depois, o filho dela também fez um boletim de ocorrência sobre o assalto na Polícia Civil de Anápolis, mas ainda não receberam novidades sobre as buscas pelo autor do crime. Ciclista Márcia Brandão, de 57 anos, que foi atropelada após ter bike roubada Reprodução/Facebook Recuperação Após receber atendimento no local, ela foi levada para um hospital particular da cidade. No sábado (14), ela passou por uma cirurgia de reconstrução do joelho, na qual foram inseridos 14 pinos e duas placas de metal. Márcia disse que está se recuperando, mas que mal pode esperar para voltar a pedalar. “É minha paixão. A princípio nem posso pensar nisso porque são três meses sem nem mesmo por o pé no chão. Ainda vou fazer muita fisioterapia, mas estou confiante que vai dar certo e que eu vou conseguir me recuperar”, disse. Aposentada diz que mal pode esperar para voltar a pedalar Reprodução/Facebook Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

    Anima compra centro de educação superior em Goiás por R$ 31,25 milhões


    Cesuc possui cerca de 2,5 mil alunos matriculados e teve receita líquida de R$ 22,8 milhões no ano passado. A Anima Educação assinou nesta segunda-feira (16) um acordo para aquisição de 100% do Centro de Ensino Superior de Catalão (Cesuc) por R$...

    Cesuc possui cerca de 2,5 mil alunos matriculados e teve receita líquida de R$ 22,8 milhões no ano passado. A Anima Educação assinou nesta segunda-feira (16) um acordo para aquisição de 100% do Centro de Ensino Superior de Catalão (Cesuc) por R$ 31,25 milhões, informou a companhia em fato relevante. O pagamento será feito em parcelas, sendo uma entrada de R$ 10 milhões na data do fechamento da operação, prevista para 1º de agosto. Os demais R$ 21,25 milhões serão pagos em cinco prestações anuais, corrigidas pela inflação, além de contrato de locação de longo prazo dos imóveis. Como parte do acordo, a Anima ainda pagará até R$ 1,25 milhão entre 2019 e 2012, conforme cumprimento de metas para o resultado operacional. Fundado em 1982, o Cesuc atua no interior de Goiás, tendo cerca de 2,5 mil alunos matriculados distribuídos em nove cursos de graduação presencial. Em 2017, a Cesuc teve receita líquida de R$ 22,8 milhões e lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de R$ 5,5 milhões, segundo a Anima.
    Suspeito preso em shopping é investigado por assaltos a instituições financeiras no PI, MA e MT

    Suspeito preso em shopping é investigado por assaltos a instituições financeiras no PI, MA e MT


    Segundo o Grupo de Repressão ao Crime Organizado, ele é investigado por roubos a instituições financeiras em três estados. Suspeito foi preso em um shopping depois de ter sido reconhecido. Segundo a polícia, suspeito participou do assalto a...


    Segundo o Grupo de Repressão ao Crime Organizado, ele é investigado por roubos a instituições financeiras em três estados. Suspeito foi preso em um shopping depois de ter sido reconhecido. Segundo a polícia, suspeito participou do assalto a agência do Banco do Brasil de Amarante em 2016. Denison Duarte/SomosNoticia.com Márcio Alencar Dutra, 31 anos, é investigado por uma série de assaltos a instituições financeiras no Piauí e em outros estados, afirmou nesta segunda-feira (16) o coordenador de Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), delegado Willame Moraes. O suspeito foi preso em um shopping de Teresina no sábado (14) quando foi reconhecido por um policial. “Ele participou do assalto do banco na cidade de Amarante, em 2016, e mais recentemente de outro assalto a instituição financeira em Presidente Dutra, no Maranhão. Também agia no Mato Grosso. As outras ações dele, em outras cidades do Piauí, não vamos citar agora porque temos mais investigados com pedido de prisão em aberto e para não atrapalhar as investigações não vamos citar no momento”, informou o delegado. Delegado Willame Moraes, coordenador do Greco Lucas Marreiros/G1 PI Segundo o coordenador do Greco, Márcio Dutra estava atuando com outros grupos criminosos, depois de ter perdido integrantes dele. “Depois do assalto em Amarante, três foram mortos em confronto com a polícia no Maranhão e dois foram presos. Ele passou a agir com outras quadrilhas aqui no Piauí, porque a dele já tinha quase todos os integrantes mortos”, afirmou Willame Moares. O suspeito possuía quatro mandados de prisão de quatro estados em aberto. Ele tinha sido preso em 2016 em Goiás e levado para o Mato Grosso, de onde conseguiu fugir e estava foragido desde então. Agora ele fica à disposição da Justiça e deverá responder pelos crimes de roubo, porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa e uso de material explosivo.
    Acidente com caminhão de empresa terceirizada da Enel mata um funcionário e deixa cinco feridos na GO-237

    Acidente com caminhão de empresa terceirizada da Enel mata um funcionário e deixa cinco feridos na GO-237


    Vídeo dos bombeiros mostra resgate a um dos ocupantes do veículo, que capotou após passar em ponte; uma vítima segue internada e outras quatro tiveram alta. Enel diz que apura caso. Acidente com caminhão de empresa terceirizada da Enel mata um...


    Vídeo dos bombeiros mostra resgate a um dos ocupantes do veículo, que capotou após passar em ponte; uma vítima segue internada e outras quatro tiveram alta. Enel diz que apura caso. Acidente com caminhão de empresa terceirizada da Enel mata um funcionário e fere cinco Um homem morreu e outros cinco ficaram feridos em um acidente com o caminhão de uma prestadora de serviços da Enel Distribuição, na GO-237, em entre Niquelândia e Uruaçu, região norte de Goiás. Todos eles eram funcionários empresa parceira da companhia. Um vídeo divulgado pelo Corpo de Bombeiros mostra o resgate a uma das vítimas (assista acima). O veículo tombou na noite de sexta-feira (13), após a ponte do Lago de Serra da Mesa. Segundo o Corpo de Bombeiros, que resgatou as vítimas com o auxílio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), os seis ocupantes foram socorridos e levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Uruaçu. Dois deles ficaram presos às ferragens. Um dos homens, identificado como Elissandro Jesus Nascimento, não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade. O motorista teve fratura na bacia, foi transferido para um hospital em Ceres, onde segue internado. Os quatro restantes tiveram escoriações leves, receberam atendimento e foram liberados. Em nota, a Enel Distribuição lamentou o acidente e disse que está acompanhando o caso para que "as circunstâncias do acidente sejam apuradas e a assistência necessária seja prestada aos envolvidos e a suas famílias". Veja outras notícias da região no G1 Goiás. Acidente com caminhão de empresa terceirizada da Enel mata um funcionário e deixa cinco feridos Corpo de Bombeiros/Divulgação
    Marco Aurélio contraria decisão sobre prisão em 2ª instância ao conceder habeas corpus a ex-braço-direito de Beira-Mar

    Marco Aurélio contraria decisão sobre prisão em 2ª instância ao conceder habeas corpus a ex-braço-direito de Beira-Mar


    Ministro do STF entendeu que prisão após condenação em segunda instância representa 'precipitação' da execução da pena. Defesa já disse que Leomar Barbosa não se entregará. Ex-braço-direito do traficante Fernandinho Beira-mar é solto...


    Ministro do STF entendeu que prisão após condenação em segunda instância representa 'precipitação' da execução da pena. Defesa já disse que Leomar Barbosa não se entregará. Ex-braço-direito do traficante Fernandinho Beira-mar é solto irregularmente em GO Ao conceder um habeas corpus que beneficiou Leomar Oliveira Barbosa, o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, contrariou o entendimento da Corte que permite a execução de pena após condenação em segunda instância. Conhecido como "Playboy", Barbosa cumpria pena por tráfico de drogas e é apontado como ex-braço-direito de Fernandinho Beira-Mar. Na decisão tomada em 20 de junho, Marco Aurélio ordenou a soltura dele e de outros dois réus do mesmo processo se não houvesse outra razão para eles permanecerem presos. Mas, em razão de um suposto erro, "Playboy" foi solto mesmo com outros mandados de prisão em vigor. 'Playboy' não vai se entregar, diz defesa Justiça de GO expede novo mandado de prisão 'Equívoco criminoso', diz Jungmann sobre o caso Leomar Oliveira Barbosa é considerado de alta periculosidade, mas a questão não foi abordada na decisão do ministro Marco Aurélio. O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal Divulgação/STF A decisão de Marco Aurélio Para o ministro do STF, a prisão dos três após condenação em segunda instância representou "precipitação" da execução provisória da pena. No entendimento de Marco Aurélio, o plenário do STF ainda não se manifestou de forma definitiva sobre a validade do artigo 283 do Código de Processo Penal (CPC), segundo o qual ninguém poderá ser preso até o trânsito em julgado de uma ação, ou seja, até fim de todos os recursos – a não ser em casos de flagrante, prisão preventiva ou temporária. Marco Aurélio Mello destacou que, como ainda há recurso pendente de análise nesse processo, o que pode reverter a condenação, é necessário aguardar, pois "é impossível devolver a liberdade perdida ao cidadão". Execução da pena No despacho, o ministro afirmou, também, que ainda não há decisão ampla do STF e de seguimento obrigatório sobre execução de pena em segunda instância. Segundo ele, isso foi decidido pelo plenário virtual em repercussão geral (quando os outros tribunais devem seguir o entendimento), mas o artigo 283 do CPC não foi derrubado porque isso não pode ser feito em sessão não presencial. Logo, na avaliação do ministro, a regra que prevê prisão após todos os recursos está em vigor. O ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo (SP), em 7 de abril, poucas horas antes de se entregar à Polícia Federal Rovena Rosa / Agência Brasil Lula Marco Aurélio aproveitou a decisão para afirmar que, no julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro Gilmar Mendes mostrou "evolução" no entendimento sobre o tema. Ou seja, mostrou mudança no modo de pensar, o que pode alterar de novo o entendimento do plenário sobre prisão em segunda instância em uma ação ampla e de decisão vinculante. Marco Aurélio já cobrou publicamente o julgamento de três ações sob relatoria dele sobre prisão em segunda instância e voltou a afirmar que já pediu data para análise do tema em plenário. A presidente da Corte, Cármen Lúcia, já afirmou publicamente que não deve marcar o julgamento do caso novamente.
    Carreta carregada de milho tomba em pedágio e se arrasta pela pista na BR-060, em Goianápolis; veja vídeo

    Carreta carregada de milho tomba em pedágio e se arrasta pela pista na BR-060, em Goianápolis; veja vídeo


    Motorista não ficou ferido. Segundo a responsável pela rodovia, não houve interdição no local após o acidente. Carreta carregada de milho tomba próximo a pedágio da BR-060, em Goianápolis Uma carreta carregada de milho tombou na manhã desta...


    Motorista não ficou ferido. Segundo a responsável pela rodovia, não houve interdição no local após o acidente. Carreta carregada de milho tomba próximo a pedágio da BR-060, em Goianápolis Uma carreta carregada de milho tombou na manhã desta sexta-feira (13) próximo ao pedágio da BR-060, em Goianápolis, na Região Metropolitana de Goiânia. O condutor não se feriu. Apesar do acidente, não houve interdição da rovodia. O acidente aconteceu por volta de 6h40 da manhã. Segundo a assessoria de imprensa da Triunfo Concebra, concessionária que administra a rodovia, o veículo teve um problema mecânico e acabou cruzando outras faixas. Com isso, acabou tombando e fricou atravessado na pista. No momento do acidente, o caminhão passa em frente a outro veículo de carga que seguia pela rodovia, mas não houve nenhuma batida. Apesar do acidente, a assessoria informou que não foi necessário interditar a rodovia e que os carros conseguiram passar por outras cancelas normalmente, não havendo congestionamento. O motorista recebeu os primeiros atendimentos no local, mas não teve ferimentos. Outra carreta foi até o local para que a carga fosse transferida. Em seguida, o veículo tombado foi retirado do local e levado a um posto de combustíveis. Todo o trabalho durou cerca de 4h30. Veja outras notícias da região no G1 Goiás. * Vanessa Chaves é integrante do programa de estágio entre a TV Anhanguera e Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), sob orientação de Elisângela Nascimento. Caminhão tomba próximo a pedágio na BR-060, em Goianápolis, Goiás Reprodução
    Jungmann chama de 'desastre' e 'equívoco criminoso' liberação da cadeia de ex-braço-direito de Fernandinho Beira-Mar

    Jungmann chama de 'desastre' e 'equívoco criminoso' liberação da cadeia de ex-braço-direito de Fernandinho Beira-Mar


    Ministro da Segurança Pública comunicou soltura irregular de Leomar Oliveira Barbosa, que estava preso em penitenciária de Goiás. Leomar agora é considerado foragido da Justiça. Jungmann durante evento no Rio de Janeiro na semana passada Marco...


    Ministro da Segurança Pública comunicou soltura irregular de Leomar Oliveira Barbosa, que estava preso em penitenciária de Goiás. Leomar agora é considerado foragido da Justiça. Jungmann durante evento no Rio de Janeiro na semana passada Marco Antônio Martins/G1 O Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse nesta sexta-feira (13) que a soltura da cadeia de Leomar Oliveira Barbosa, apontado como ex-braço-direito do traficante Fernandinho Beira-Mar, foi um "desastre" e um "equívoco criminoso". Leomar deixou uma penitenciária em Formosa (GO) no dia 4 de julho, depois de conseguir um alvará de soltura com relação a uma de suas condenações na Justiça. No entanto, segundo a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária do estado, ele não poderia ter saído, porque é condenado em outros processos. Agora, é considerado foragido da Justiça. A DGAP também informou que “determinou o imediato afastamento do responsável pelo cartório e dos servidores encarregados de fazer as consultas de praxe”. Além disso, o órgão abriu uma sindicância para apurar os fatos. "Eu acho um desastre [a soltura]. Se isso, tendo ocorrido, é um equívoco, no meu ponto de vista, criminoso", afirmou Jungmann. "E tem que se identificar quem sãos os responsáveis e puní-los, porque é inaceitável você prender, e ter uma grande dificuldade para prender, nunca é fácil, um bandido como esse, e ele ser solto por um equívoco. É difícil até de acreditar. Mas de todo jeito tem que ser averiguado e punir os responsáveis", completou o ministro. A defesa de Leomar afirmou que ele saiu do presídio de forma lícita e negou participação dele com a facção criminosa de Beira-Mar. Ex-braço-direito de Fernandinho Beira-Mar solto de cadeia por erro não deseja se entregar Prisão Em uma operação de 2011, a Polícia Federal descobriu uma nova rota do tráfico internacional que passa por dentro do Pantanal. Na ocasião, foram apreendidos dois aviões e mais de 6 mil cartuchos de munição de fuzil 762 – metralhadoras automáticas de uso exclusivo das Forças Armadas – que estavam escondidos em uma fazenda. As investigações apontaram que o arsenal pertencia a Leomar. Reportagem do Jornal Nacional revelou que o fazendeiro que cedeu a propriedade para esconder a munição levou aos policiais até o local. Ele desenterrou os tambores onde estavam os projéteis. A propriedade fica em Barão de Melgaço, a 110 quilômetros de Cuiabá, em uma região alagada do Pantanal.
    Vídeo mostra moto desgovernada invadir calçada, arremessar idoso e atingir empresário em Goiânia

    Vídeo mostra moto desgovernada invadir calçada, arremessar idoso e atingir empresário em Goiânia


    Aposentado de 83 anos está internado em estado gravíssimo no Hugo e homem teve ferimentos leves; motociclista sofreu fratura na mão, passou por cirurgia e está em estado regular. Vídeo mostra moto desgovernada invadir calçada, arremessar idoso...


    Aposentado de 83 anos está internado em estado gravíssimo no Hugo e homem teve ferimentos leves; motociclista sofreu fratura na mão, passou por cirurgia e está em estado regular. Vídeo mostra moto desgovernada invadir calçada, arremessar idoso e atingir homem em Goiás Um aposentado de 83 anos e um empresário, de idade não divulgada, foram atropelados por um motociclista de 20 anos enquanto caminhavam pela calçada de uma rua do Setor Sudoeste, em Goiânia. Câmeras de segurança registraram o momento em que os dois foram atingidos (veja vídeo acima). Segundo a Polícia Civil, o idoso e o motociclista foram hospitalizados. O Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), para onde os feridos foram levados, informou que o estado de saúde do idoso é gravíssimo. Conforme o último boletim médico, o paciente sofreu múltiplas fraturas, está sedado, intubado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Já o motociclista teve uma fratura na mão direita, passou por uma cirurgia e está internado em uma enfermaria do hospital, consciente e em estado regular. O acidente ocorreu na terça-feira, no Setor Sudoeste, em Goiânia. O vídeo mostra o momento em que o motociclista perde o controle do veículo, começa a trafegar pela calçada e acaba atropelando o idoso e o empresário. O aposentado é arremessado e cai desacordado no chão. O empresário teve ferimentos leves, foi atendido no local e passa bem. De acordo com a Polícia Civil, os familiares do idoso procuraram a Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict) e registraram uma ocorrência. Conforme a corporação, o caso é investigado pela instituição. Vídeo mostra quando idoso é atingido em cheio por moto em Goiânia TV Anhanguera/Reprodução Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

    Motorista de caminhão perde controle e cai em córrego nas margens da BR-158, em Bom Jardim de Goiás


    Homem, que tem 47 anos, foi resgatado e levado para hospital. Ele está estável. Um motorista de caminhão perdeu o controle da direção e caiu no córrego Bom Jardim, na cidade de Bom Jardim de Goiás. O acidente aconteceu nesta quinta-feira (12), por...

    Homem, que tem 47 anos, foi resgatado e levado para hospital. Ele está estável. Um motorista de caminhão perdeu o controle da direção e caiu no córrego Bom Jardim, na cidade de Bom Jardim de Goiás. O acidente aconteceu nesta quinta-feira (12), por volta das 13h. A Polícia Rodoviária Federal informou que ele tem 47 anos, foi socorrido e está estável. Segundo a Policia Rodoviária Federal, motoristas que passavam pelo local informaram sobre o ocorrido. O acidente foi na BR-158, considerada de baixo fluxo. Não foi necessário fazer o serviço de interdição da pista. O motorista foi levado para o Hospital Municipal Santa Clara. Ele teve politraumatismo e foi encaminhado para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, em estado estável, consciente, quadro moderado. * Vanessa Chaves é integrante do programa de estágio entre a TV Anhanguera e Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), sob orientação de Elisângela Nascimento. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Aeronave que saiu da Bolívia com 300 kg de cocaína é apreendida no Tocantins

    Aeronave que saiu da Bolívia com 300 kg de cocaína é apreendida no Tocantins


    Apreensão ocorreu na zona rural de Formoso do Araguaia, na região sul do estado. Droga saiu da Bolívia e duas pessoas foram presas pela Polícia Federal. Aeronave foi encontrada em um pista de pouso CIOPAER-TO/Divulgação Uma aeronave com 300...


    Apreensão ocorreu na zona rural de Formoso do Araguaia, na região sul do estado. Droga saiu da Bolívia e duas pessoas foram presas pela Polícia Federal. Aeronave foi encontrada em um pista de pouso CIOPAER-TO/Divulgação Uma aeronave com 300 quilos de cocaína foi apreendida na tarde desta quinta-feira (12) na zona rural de Formoso do Araguaia, na região sul do Tocantins. No avião estavam Murillo Ribeiro de Souza Costa, 32 anos, e Lucas de Oliveira Penha, 32 anos. Eles foram presos em flagrante. Segundo a Polícia Federal, a suspeita é que a droga veio da fronteira da Bolívia com o Mato Grosso. A apreensão foi feita pela Polícia Federal, com apoio da Polícia Militar do Tocantins e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer-TO). Além disso, as aeronaves da polícia de Mato Grosso (Ciopaer-MT) e de Goiás (GRAER) também ficaram de prontidão para agir caso o avião deslocasse para os estados vizinhos. Segundo a Polícia Federal, a investigação começou após uma denúncia anônima. Depois disso, os policiais de Tocantins, Goiás e Mato Grosso começaram a trocar informações e a aeronave foi interceptada em um campo de pouso na zona rural de Formoso do Araguaia. Droga foi apreendida em Formoso do Araguaia PM/Divulgação Os dois presos e a droga apreendida serão levados para sede da Polícia Federal, em Palmas, e devem responder por tráfico internacional de drogas. Esta é a segunda grande apreensão de cocaína feita em Formoso do Araguaia. Em 2017, foram encontrados 318 quilos da droga escondidos perto de uma pista de avião, onde havia uma aeronave. Na época, um homem foi preso por tráfico de drogas suspeito de ter alugado a fazenda para o embarque da droga. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que a matrícula do avião apreendido não consta na base de dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) e que isso significa que ela não está regular. O setor da agência que fiscaliza as aeronaves foi informado para que tome as providências necessárias. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins. Apreensão de drogas ocorreu na zona rural de Formoso do Araguaia CIOPAER-TO/Divulgação Droga foi apreendida em Formoso do Araguaia CIOPAER-TO/Divulgação
    Cozinheira ensina receita de bife rolê com purê de batatas, no Prato do Dia

    Cozinheira ensina receita de bife rolê com purê de batatas, no Prato do Dia


    Eliane Cruz é dona de um restaurante em Aparecida de Goiânia, que serve jantinhas, quitandas e sobremesas; local é famoso pelo aconchego de 'casa de avó'. Aprenda como fazer a receita de Bife rolê A cozinheira Eliane Cruz, dona de um restaurante...


    Eliane Cruz é dona de um restaurante em Aparecida de Goiânia, que serve jantinhas, quitandas e sobremesas; local é famoso pelo aconchego de 'casa de avó'. Aprenda como fazer a receita de Bife rolê A cozinheira Eliane Cruz, dona de um restaurante em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, ensina como preparar bife rolê com purê de batatas (veja receita abaixo). Ela afirma que o prato é um dos favoritos dos clientes, pois faz referência aos sabores da infância dos frequentadores. Eliane é dona do Cantinho da Vovó Coraci, que fica no Bairro Vera Cruz, em Aparecida de Goiânia. O lugar acolhedor foi montado no quintal da família, com a ajuda do irmão. No restaurante ela serve jantinhas, sobremesas e quitandas, tudo preparado por ela. O a origem do nome do bife rolê é francesa. “Rolê” vem do termo é francês “roulé”, que significa enrolado, que é a forma como a carne é cozida. Veja como fazer bife rolê com purê de batatas Ingredientes: Bife: 1 kg de bifes de coxão mole 2 cenouras médias 250 g de bacon 4 batatas 2 cebolas grandes 1 pacote de molho de tomate Fio de óleo Purê de batata 1 kg de batata inglesa 2 colheres de margarina 1 copo americano de leite 1 copo americano de queijo minas ralado Temperos Sal a gosto 4 dentes de alho 2 pimentas de cheiro cortadas 1 pitada de pimenta calabresa Modo de preparo: Bife: Corte a batata, o bacon e a cenoura em tiras grossas. Embrulhe a batata, bacon e a cenoura com o bife. Prenda o bife com palitos de dente para não soltar durante o cozimento. Na panela de pressão, jogue um fio de óleo, o alho e as pimentas e deixe fritar Depois que o alho dourar, coloque os bifes à rolê na panela de pressão. Adicione o molho de tomate à panela. Deixe pegar pressão por 30 minutos e estará pronto. Purê de batata: Cozinhe as batatas e depois as amasse. Em uma panela coloque a margarina e espere derreter. Coloque a batata cozida e amassada na margarina, junto com o leite e o queijo ralado. Misture tudo. Com o fogo apagado, coloque o creme de leite e continue misturando. Finalize com mais um pouco de queijo ralado e está pronto. Cantinho da Vovó Coraci Endereço: Rua Porto Alegre, Qd. 17, Lote 09, Bairro Vera Cruza, Aparecida de Goiânia Bife rolê faz sucesso em restaurante de Aparecida de Goiânia TV Anhanguera/Reprodução
    Grupo que movimentava R$ 1 milhão por ano com tráfico de drogas é alvo de operação da PF em MT e GO

    Grupo que movimentava R$ 1 milhão por ano com tráfico de drogas é alvo de operação da PF em MT e GO


    Nome da operação faz alusão ao bairro Harlem, palco do seriado da Marvel Luke Cage. Operação combate o tráfico de drogas na região do Araguaia. Tráfico de drogas na região de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá e Aragarças (GO) é alvo da...


    Nome da operação faz alusão ao bairro Harlem, palco do seriado da Marvel Luke Cage. Operação combate o tráfico de drogas na região do Araguaia. Tráfico de drogas na região de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá e Aragarças (GO) é alvo da Operação Harlem, da Polícia Federal nesta quinta-feira (12) Prefeitura de Barra do Garças Uma operação que combate o tráfico de drogas é realizada nesta quinta-feira (12) na região de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, e em Aragarças (GO). A Operação Harlem é feita pela Polícia Federal, que deve cumprir 13 mandados de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária, 12 mandados de busca e apreensão, além de sequestro e bloqueio de bens dos investigados. O grupo é suspeito de praticar o comércio de cocaína, maconha, LSD e ecstasy numa ‘boca de fumo’ em Aragarças, cuja responsabilidade, além do líder, fica a cargo de um comparsa, considerado braço direito, e da mulher dele, também alvo de prisão. Operação Harlem, da Polícia Federal, é realizada em Barra do Garças (MT) e Aragarças (GO) Ivan de Jesus/Centro América FM Estima-se que a associação para o tráfico movimentava anualmente mais de R$ 1 milhão. De acordo com a PF, as investigações tiveram início em 2018, sendo quatro os investigados. No entanto, ao longo do trabalho policial, apurou-se o envolvimento de outras pessoas na associação criminosa, com tarefas específicas e individualizadas. Dos 15 investigados já identificados, quatro já estão presos em decorrência do tráfico de drogas e outros crimes, como homicídio. O alvo principal e líder da associação foi preso recentemente por suspeitas de tentativa de homicídio, fato ocorrido ao longo da investigação. Outros investigados são fornecedores e distribuidores da droga, além dos transportadores, contando a associação criminosa com dois mototaxistas presos nesta data por fazerem a entrega de drogas para os clientes dos traficantes. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Estadual de Aragarças (GO). Harlem O nome da operação faz alusão ao bairro Harlem, palco do seriado da Marvel, Luke Cage, onde um traficante e líder de uma organização criminosa comanda o tráfico de drogas local. O bairro é situado na cidade de Nova York (EUA) e é cortado pelos rios Hudson e Harlem. Na Operação Harlem, o principal investigado é líder de uma organização criminosa que comanda o tráfico na cidade de Aragarças (GO), cidade cujas divisas também se dão por rios, o Rio Garças e o Rio Araguaia. Veja mais informações sobre a região no G1 MT.
    Motorista de carro perde controle, bate em traseira de caminhão parado; acidente deixa uma pessoa morta na GO-080, em Nerópolis

    Motorista de carro perde controle, bate em traseira de caminhão parado; acidente deixa uma pessoa morta na GO-080, em Nerópolis


    O próprio condutor e mais duas pessoas ficaram feridas e foram levadas para hospital da cidade. Vídeo mostra batida entre carro e caminhão que matou um homem na GO-080 Um homem morreu e outras três pessoas ficaram feridas em um acidente na GO-080...


    O próprio condutor e mais duas pessoas ficaram feridas e foram levadas para hospital da cidade. Vídeo mostra batida entre carro e caminhão que matou um homem na GO-080 Um homem morreu e outras três pessoas ficaram feridas em um acidente na GO-080 em Nerópolis, no centro de Goiás. O acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (11). Um vídeo mostra o momento em que um carro branco bate na traseira de um caminhão estacionado na lateral da rodovia e atinge um homem que estava atrás do veículo (assista acima). Ainda não há identificação das vítimas da batida. Também na gravação é possível ver quando um pneu, atingido pelo carro, sai rolando em alta velocidade, derruba uma moto e quase atinge um homem que aparece de pé no canto esquerdo inferior do vídeo. O local aparenta ser uma borracharia ou oficina. Acidente deixa um homem morto e três feridos na GO-080 em Nerópolis Divulgação/Bombeiros O corpo do homem que morreu já foi recolhido do local pelo Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia. O órgão, no entanto, informou que não pode passar dados a respeito da vítima ou dos exames realizados. O Corpo de Bombeiros foi acionado e atendeu os feridos no local. Conforme a corporação, os militares enviados levaram uma vítima, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) transportou outra e o terceiro foi levado por pessoas que estavam no local. Os três feridos foram encaminhados para o Hospital Municipal Sagrado Coração de Jesus. O G1 tenta contato com a unidade para saber o estado de saúde dos feridos. Carro banco invadiu lateral da pista e bateu na traseira de caminhão na GO-080 em Nerópolis Divulgação/Bombeiros Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Motociclista morre atropelado na BR-414, em Cocalzinho de Goiás

    Motociclista morre atropelado na BR-414, em Cocalzinho de Goiás


    Corpo da vítima, ainda não identificada, foi encontrado por uma equipe da Polícia Federal passava pela rodovia. PRF suspeita que homem tenha caído do veículo e foi atingido, já que moto não tinha sinais de colisão. Moto estava sem sinais de...


    Corpo da vítima, ainda não identificada, foi encontrado por uma equipe da Polícia Federal passava pela rodovia. PRF suspeita que homem tenha caído do veículo e foi atingido, já que moto não tinha sinais de colisão. Moto estava sem sinais de colisão, segundo PRF em Cocalzinho de Goiás PRF/Divulgação Um motociclista, ainda não identificado, morreu atropelado, na terça-feira (10), em Cocalzinho de Goiás, na região central do estado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o corpo da vítima foi encontrado por uma equipe da Polícia Federal (PF) que passava pelo local. A moto do homem estava caída no acostamento, conforme a corporação, sem sinais de colisão. O acidente ocorreu por volta das 16h, no km 332 da BR-141, em Cocalzinho de Goiás. A suspeita da corporação é que o motociclista, por motivo ainda desconhecido, tenha caído da moto, foi atropelado por uma carreta e devido à falta de visibilidade da pista no período da noite, acabou sendo atingido por outro veículo de grande porte. O Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis informou ao G1 que até as 12h20 desta quarta-feira (11) o corpo da vítima não havia sido identificado. O G1 entrou em contato com a delegacia da Polícia Civil de Cocalzinho de Goiás e foi informado que a corporação já está investigando o acidente. Um Registro de Atendimento Integrado (RAI) foi instaurado, mas, até a publicação desta reportagem, nenhum envolvido havia sido identificado. Acidente ocorreu no km 332 da BR-414 em Cocalzinho de Goiás PRF/Divulgação Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Jovem embriagado é preso após bater carro de luxo contra proteção de ponto de ônibus em Goiânia, diz polícia

    Jovem embriagado é preso após bater carro de luxo contra proteção de ponto de ônibus em Goiânia, diz polícia


    Teste do bafômetro apontou 0,50 miligramas de álcool por litro de ar expelido, o que é crime. Foi estabelecida fiança no valor de R$ 3 mil. Um passageiro ficou ferido. Jovem é preso por dirigir bêbado e bater em ponto de ônibus, em Goiânia Um...


    Teste do bafômetro apontou 0,50 miligramas de álcool por litro de ar expelido, o que é crime. Foi estabelecida fiança no valor de R$ 3 mil. Um passageiro ficou ferido. Jovem é preso por dirigir bêbado e bater em ponto de ônibus, em Goiânia Um motorista anos foi preso na madrugada desta quarta-feira (11) suspeito de dirigir bêbado e bater contra a barreira de proteção de um ponto de ônibus na Praça Cívica, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, Bruno Peixoto de Araújo, de 24 anos, dirigia um carro de luxo e perdeu o controle ao fazer uma curva. Um passageiro de 25 anos ficou ferido. O condutor seguia pelo anel externo da praça quando o carro atingiu as barras metálicas que ficam na parte de trás do ponto de ônibus. O motorista não ficou ferido. Já o passageiro foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o Hospital de Urgências de Goiás com dores no abdômen. Segundo a unidade, ele foi atendido e já teve alta médica. O teste do bafômetro apontou 0,50 miligramas de álcool por litro de ar expelido, o que configura crime. Até 0,33 mg/L, o condutor seria apenas multado. Em depoimento, Bruno Peixoto de Araújo confessou que bebeu três ou quatro latas de cerveja antes de dirigir. A reportagem não conseguiu localizar a defesa do condutor. Foi estabelecida uma fiança para o motorista no valor de R$ 3 mil. No entanto o valor não foi pago até as 9h e Bruno seguia detido. Veja outras notícias da região no G1 Goiás. Motorista bêbado bate carro de luxo contra ponto de ônibus em Goiânia Reprodução/TV Anhanguera Carro com a frente destruída após bater em ponto de ônibus em Goiânia Reprodução/TV Anhanguera
    Menino que perdeu a mãe, o pai e os irmãos em acidente na BR-080 segue  internado e ainda não sabe sobre mortes, diz tia

    Menino que perdeu a mãe, o pai e os irmãos em acidente na BR-080 segue internado e ainda não sabe sobre mortes, diz tia


    Criança quebrou as duas pernas, o fêmur e está consciente; carro em que ele estava bateu de frente com outro veículo, em Padre Bernardo. Cinco pessoas morreram e outras três ficaram feridas. Bruno Santos, Renata Rocha e dois filhos morreram em...


    Criança quebrou as duas pernas, o fêmur e está consciente; carro em que ele estava bateu de frente com outro veículo, em Padre Bernardo. Cinco pessoas morreram e outras três ficaram feridas. Bruno Santos, Renata Rocha e dois filhos morreram em acidente na BR-080, em Padre Bernardo Facebook/Reprodução O menino de 7 anos que perdeu a mãe grávida, o pai e os dois irmãos em um acidente na BR-080, em Padre Bernardo, no Entorno do Distrito Federal, ainda não sabe sobre as mortes. Segundo a tia dele, Raysa Rocha, a criança quebrou as duas pernas, o fêmur e teve cortes em várias partes do corpo. Ele está hospitalizado no Hospital de Base de Brasília, consciente, e, conforme a tia, está fora de perigo. Raysa afirmou, em entrevista ao G1, que a família está apreensiva sobre como falar ao menino que os pais e os irmãos dele morreram. A tia contou que ele chama o tempo todo pela mãe e deve ser acompanhado por um psicólogo. “Ele está bem, consciente, não corre riscos, mas estamos sem saber o que fazer. Precisamos esperar ele melhorar, ficar mais forte, para que não prejudique a recuperação dele”. “É muito triste ver ele chamando pela mãe e não poder fazer nada”, disse a mulher. O acidente ocorreu por volta de 0h50, no km 20 da BR-080, próximo ao distrito de Taboquinha, em Padre Bernardo, a 2 km do bar onde a família foi vista pela última vez. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um Fiat Palio, onde o menino estava com a família, seguia em direção a Brasília quando, durante uma ultrapassagem, bateu de frente com um GM Classic. Carros bateram de frente na BR-080, em Padre Bernardo, em Goiás PRF/Divulgação O menino, único sobrevivente do Fiat Palio, viajava com o pai, Bruno dos Santos Silva, 31, que dirigia o carro, a mãe, Renata Rocha dos Santos, de 25, que estava grávida de 7 meses, e os irmãos Stefany Vitória Rocha Silva, de 3 anos, e Mikael Rocha Silva, de 5. Bruno, Renata e Stefany morreram no local. Mikael chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital. No GM Classic estava José Adriano Ribeiro Lemos, de 36 anos, que dirigia o carro, a mulher dele, Cristina Xavier do Nascimento, de 40, a sobrinha, Marina Gabriella de Oliveira Xavier, 9 anos, e, segundo a PRF, uma outra criança que não havia sido identificada. José Adriano, Cristina e a criança não identificada ficaram feridos. Marina não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O G1 tentou contato com o delegado da cidade, Vinícius Máximo da Silva, que deve dar continuidade às investigações na tarde desta segunda-feira, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem. Em nota ao G1, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que “não pode fornecer estado de saúde, ou informações de pacientes internados na rede hospitalar, exceto casos de grande comoção e que não envolvam vítimas de crimes ou investigação policial”. “O respaldo dessa medida de não divulgação também está na Lei de Acesso à Informação, norma que garante 100 anos de sigilo para informações pessoais relativas à intimidade, vida privada, honra e imagem”, diz um trecho da nota. Família foi vista em bar de Padre Bernardo antes de morrer em acidente, em Goiás TV Anhanguera/Reprodução Motorista bêbado Raysa, irmã de Renata, confirmou ao G1 que o cunhado, Bruno, havia bebido antes de dirigir. Ela afirma que iria no carro com a família, mas resolveu ir para a casa de outra irmã, que ficava perto do bar em que estavam antes do acidente. “Eu estava no dia do acidente. A gente estava bebendo no bar. Depois eles foram embora e eu fui para a casa da minha outra irmã. Chegando lá minha mãe estava no telefone e disse que eles tinham sofrido acidente, que meu cunhado havia batido o carro. “Chegando lá, estavam todos muito machucados, foi horrível, eu vi tirando eles do carro”, revelou. O comerciante Rafael Barbosa, dono do bar em que a família estava, afirmou que Bruno estava “alterado” e que discutiu com a esposa antes de entrar no veículo. O dono do bar disse ainda, em entrevista à TV Globo, que os filhos do casal pediram para ir embora do bar porque estavam com frio. Ele afirma que alertou o casal que a presença de crianças no local era proibida. “Ele já estava bem alterado, bêbado. Já era um pouco tarde e eu falei ‘aqui nem pode criança’, e eles ficaram pouco tempo e já saíram”, disse o comerciante. Todos os ocupantes do Palio morreram, na BR-080, em Padre Bernardo, Goiás PRF/Divulgação
    Suspeito de integrar grupo que roubava e sequestrava caminhoneiros é preso no DF

    Suspeito de integrar grupo que roubava e sequestrava caminhoneiros é preso no DF


    Homem de 48 anos foi detido em Planaltina, durante operação da Polícia Civil. Corporação cumpriu 7 mandados de prisão e 5 de busca e apreensão. Fachada do Departamento de Polícia Especializada (DPE) do Distrito Federal Dênio Simões/Agência...


    Homem de 48 anos foi detido em Planaltina, durante operação da Polícia Civil. Corporação cumpriu 7 mandados de prisão e 5 de busca e apreensão. Fachada do Departamento de Polícia Especializada (DPE) do Distrito Federal Dênio Simões/Agência Brasília Um dos maiores adulteradores de veículos de Brasília e do Entorno do Distrito Federal, segundo a Polícia Civil, foi preso nesta segunda-feira (9). Ronald Alessandro da Silva, de 48 anos, é alvo da operação VW 150. Ele é suspeito de integrar um grupo que roubava, mediante restrição de liberdade das vítimas, caminhões de alto valor. O G1 tenta contato com a defesa do suspeito. Durante a ação da Polícia Civil, conduzida pela Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri), foram cumpridos cinco mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e cinco de busca e apreensão em Planaltina, no DF, no Novo Gama, Valparaíso e São Gabriel – municípios de Goiás. “Na operação, encontramos cinco caminhões com as placas adulterados e vários equipamentos usados para cometer as fraudes. Estimamos que, em um ano, Ronald Alessandro tenha adulterado pelo menos 20 veículos”, disse o delegado da Corpatri, Eduardo Alencastro Filho. Um dos caminhões apreendidos pela Polícia Civil durante operação VW 150 Mara Puljiz/TV Globo O delegado informou que o suspeito já tinha passagens pela polícia pelos crimes de adulteração, associação criminosa e receptação . Segundo Eduardo Alencastro Filho, as investigações foram iniciadas, em novembro do ano passado, após um roubo em que os suspeitos mantiveram um caminhoneiro em cativeiro por cerca de oito horas. Na época, os agentes da Polícia Civil encontraram o veículo, cujo o modelo dá nome à operação, em São Gabriel. De acordo com Eduardo Alencastro Filho, foram detidas cinco pessoas que deverão responder pelo crime de roubo majorado pelo emprego de arma de fogo e restrição da liberdade. As penas podem variar de quatro a dez anos de reclusão. Leia mais notícias sobre a região no G1 DF
    Piloto de MT que está desaparecido há 15 dias foi contratado para levar avião para o Tocantins, diz família

    Piloto de MT que está desaparecido há 15 dias foi contratado para levar avião para o Tocantins, diz família


    Último contato de Felipe Zamberlan, de 22 anos, foi feito no dia 24 de junho. Numa ligação para a namorada, ele contou que estava no Pará (PA). Piloto está desaparecido há 15 dias Arquivo pessoal Desaparecido há 15 dias, o piloto Felipe...


    Último contato de Felipe Zamberlan, de 22 anos, foi feito no dia 24 de junho. Numa ligação para a namorada, ele contou que estava no Pará (PA). Piloto está desaparecido há 15 dias Arquivo pessoal Desaparecido há 15 dias, o piloto Felipe Meirelles Zamberlan, de 22 anos, foi contratado para levar um avião de Goiânia (GO) até Palmas (TO), segundo da família dele. O último contato dele com a família foi feito no dia 24 de junho. Numa ligação para a namorada, o jovem contou que estava no Pará. Segundo a família, Felipe saiu de Sapezal, a 473 km de Cuiabá, no dia 20 de junho com destino à capital onde pegaria um voo até Goiânia (GO). Os familiares, no entanto, não têm informações sobre o susposto contrante. No último contato, o piloto teria dito que estava em uma cidade do Pará e que, na segunda-feira (25), voltaria para Mato Grosso. Após a divulgação do desaparecimento nas redes sociais, o antigo professor de Felipe entrou em contato com os familiares. Segundo o professor, o piloto teria ligado para ele no dia 23 de junho dizendo que estava passando de carro por Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. Com a informação, a família registrou um boletim de ocorrência. Depois disso, a polícia entrou com contato com policiais dos estados onde Felipe disse que estaria e uma ação conjunta está sendo realizada em busca de pistas que possam levar ao paradeiro do jovem. A polícia também fez contato com órgãos responsáveis pela aviação civil para saber se houve alguma queda de avião ou há informações de sequestro de aeronave. Por enquanto, porém, não nenhum registros, segundo a família.
    Após desarticular quadrilha de hackers, Polícia Civil recupera mais de R$ 700 mil em bitcoins

    Após desarticular quadrilha de hackers, Polícia Civil recupera mais de R$ 700 mil em bitcoins


    Investigações começaram após polícia cumprir mandados contra suspeitos no Tocantins e Goiás. A polícia conseguiu encontrar dados de 394 mil clientes, possíveis vítimas de crimes. BMW e Land Rover foram apreendidas em Goiânia na primeira fase...


    Investigações começaram após polícia cumprir mandados contra suspeitos no Tocantins e Goiás. A polícia conseguiu encontrar dados de 394 mil clientes, possíveis vítimas de crimes. BMW e Land Rover foram apreendidas em Goiânia na primeira fase da operação Polícia Civil/Divulgação A Polícia Civil do Tocantins conseguiu recuperar cerca de R$ 710 mil em moedas digitais, no Brasil e no exterior, supostamente fraudados por uma quadrilha de hackers. A investigação faz parte da Operação Ostentação, iniciada em maio deste ano. Na época, foram cumpridos mandados de prisão, busca e apreensão em Goiás e no Tocantins. Durante a investigação, a polícia conseguiu encontrar dados de 394 mil clientes, possíveis vítimas de crimes. A investigação foi iniciada depois que a polícia identificou que clientes de 23 estados do país tiveram as contas bancárias invadidas e dinheiro furtado. A polícia acredita que os valores teriam sido usados pelos integrantes das quadrilhas para transferências e pagamentos de boletos de impostos, como ICMS e IPVA. A quadrilha teria dado um prejuízo de aproximadamente R$ 1 milhão à uma instituição bancária. Porém, há indícios de que os investigados movimentavam cerca de R$ 10 milhões, principalmente investindo em bitcoins - moeda virtual. Em maio, a polícia conseguiu sequestrar carros e imóveis, que tinham até piso italiano. Agora, a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos informou que após descriptografar base de senhas localizada em arquivos pessoais de um dos investigados, identificou 36 serviços de transações de moedas digitais. Ao todo, foi encontrada a quantidade de 28.6322113 bitcoins. Ainda conforme a polícia, após autorização judicial, os bitcoins foram negociados a R$ 24.820,00, cada unidade. Ao final foi recuperado R$ 710.479,95. O dinheiro foi transferido para uma conta judicial. A operação foi realizada pela delegacia, perícia criminalística e representantes da instituição financeira vítima. Esquema A polícia informou que conseguiu reconstituir em laboratório o programa utilizado pelos investigados para conseguir acessar as contas bancarias das vítimas, descobrindo 394.993 mil acessos de clientes (números de conta, agência e senhas). "Algumas replicadas, de clientes que tiveram seus dados capturados por meio de diversas técnicas de invasão e sequestro de dados, mediante invasões de roteadores vulneráveis e engenharia social com envio de links maliciosos", explicou a polícia. Ainda segundo a polícia, dos sete mandados de prisões temporárias expedidos, todos foram devidamente cumpridos, sendo que os investigados respondem em liberdade. Porém, eles estão com as contas bancarias, aplicações financeiras, veículos e imóveis bloqueados. Entenda A Operação Ostentação foi deflagrada em maio deste ano contra uma quadrilha suspeita de invadir contas bancárias para desviar dinheiro. A operação é coordenada pela Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos e realizada simultaneamente em Goiânia e Palmas. Policiais cumprem cinco mandados de prisões temporárias e sete de busca e apreensão no Tocantins e em Goiás. Além do bloqueio de R$ 1 milhão das contas bancárias dos investigados e sete ordens de sequestros de imóveis e veículos de luxo - quando os bens são adquiridos com dinheiro ilícito. A suspeita é de que os criminosos conseguiam infectar os computadores por meio de vírus e acessavam o internet banking de clientes para pegar os dados das vítimas. A operação é coordenada pela Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos e realizada simultaneamente em Goiânia e Palmas. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins. Policiais cumprem mandados durante operação Ostentação Divulgação
    Motorista bebeu antes de acidente que o matou junto com a mulher e dois filhos na BR-080, dizem testemunhas

    Motorista bebeu antes de acidente que o matou junto com a mulher e dois filhos na BR-080, dizem testemunhas


    Segundo comerciante, homem de 31 anos estava ‘alterado’ e entrou no carro com a família. Ele bateu o veículo de frente com outro carro; 5 pessoas morreram e 4 ficaram feridas, em Padre Bernardo. Homem, grávida e três crianças morrem em...


    Segundo comerciante, homem de 31 anos estava ‘alterado’ e entrou no carro com a família. Ele bateu o veículo de frente com outro carro; 5 pessoas morreram e 4 ficaram feridas, em Padre Bernardo. Homem, grávida e três crianças morrem em acidente na BR-080, em Padre Bernardo O comerciante Rafael Barbosa afirmou que o motorista de 25 anos que morreu em um acidente na BR-080 neste final de semana havia consumido bebida alcoólica no bar dele, em Padre Bernardo, no Entorno do Distrito Federal, antes de dirigir. A batida também matou a mulher dele, que estava grávida, os dois filhos e uma criança de outro veículo. O comerciante afirma que o homem estava “alterado” e que discutiu com a esposa antes de entrar no veículo. O dono do bar disse ainda, em entrevista à TV Globo, que os filhos do casal pediram para ir embora do bar porque estavam com frio. Ele afirma que alertou o casal que a presença de crianças no local era proibida. “Ele já estava bem alterado, bêbado. Já era um pouco tarde e eu falei ‘aqui nem pode criança’, e eles ficaram pouco tempo e já saíram”, disse o comerciante. De acordo com a Polícia Civil, o caso foi registrado pelo plantão da Central de Flagrantes de Águas Lindas de Goiás e foi encaminhado nesta manhã para o a delegacia de Padre Bernardo. O G1 tentou contato com o delegado da cidade, Vinícius Máximo da Silva, que deve dar continuidade às investigações na tarde desta segunda-feira, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem. O acidente ocorreu por volta de 0h50, no km 20 da BR-080, próximo ao distrito de Taboquinha, em Padre Bernardo, a 2 km do bar onde a família foi vista pela última vez. Segundo a PRF, o homem viajava com a mulher grávida, de 25 anos, e os três filhos, de 4, 5 e 7 anos, em um Fiat Pálio em direção a Brasília quando realizou uma ultrapassagem em um local permitido, mas acabou batendo de frente com um GM Classic que viajava no sentido oposto. Família foi vista em bar de Padre Bernardo antes de morrer em acidente, em Goiás TV Anhanguera/Reprodução O homem, a mulher grávida e um dos filhos do casal morreram no local do acidente. A outra criança chegou a ser socorrida pela corporação, mas morreu pouco tempo depois de chegar ao hospital. O filho mais velho ficou gravemente ferido e foi levado para um hospital da cidade. Já em relação às pessoas que estavam no Classic, uma criança, de idade não divulgada, morreu no local do acidente. Segundo a corporação, um homem de 36 anos, motorista do Classic, foi socorrido, levado consciente para o Hospital Regional de Taguatinga com fratura no fêmur esquerdo, com suspeita de fratura no fêmur direito, no tórax e no queixo. Uma jovem de 21 anos, que também estava no carro, sofreu traumatismo craniano, uma fratura exposta na perna esquerda e no pé. Ela foi transportada de helicóptero para o Hospital de Base do Distrito Federal. Uma criança de idade não divulgada foi arremessada para fora do veículo e levada pelo Samu para o Hospital Municipal de Padre Bernardo. Carros bateram de frente na BR-080, em Padre Bernardo, em Goiás PRF/Divulgação O G1 tentou contato, às 8h30 desta segunda-feira (9) com os hospitais, mas as unidades de saúde informaram que não poderiam divulgar informações sobre os pacientes. Em nota ao G1, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que “não pode fornecer estado de saúde, ou informações de pacientes internados na rede hospitalar, exceto casos de grande comoção e que não envolvam vítimas de crimes ou investigação policial”. “O respaldo dessa medida de não divulgação também está na Lei de Acesso à Informação, norma que garante 100 anos de sigilo para informações pessoais relativas à intimidade, vida privada, honra e imagem”, diz um trecho da nota. O G1 entrou em contato, por telefone, com o Instituto Médico Legal (IML) de Luziânia, que opera provisoriamente em Formosa, e foi informado de que os corpos não haviam sido liberados até as 11h desta segunda-feira. O órgão não divulgou a identidade das vítimas. Todos os ocupantes do Palio morreram, na BR-080, em Padre Bernardo, Goiás PRF/Divulgação Briga de casal A dona de casa Iolanda Monteiro, que passava pelo bar no momento em que o homem, a mulher e os filhos estavam no bar, disse que presenciou uma discussão. Ela contou que o marido da grávida estava bêbado e ficou com ciúme da mulher em relação a alguma situação ocorrida no estabelecimento. “Ele estava brigando com a mulher. A mulher pediu para ir embora, e a mãe dele pediu para ir para a igreja. O pai não queria. A mãe, que estava grávida de 8 meses, já queria ir embora para casa. Deu uma crise de ciúme dele”, contou. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Homem, grávida e três crianças morrem em acidente na BR-080, em Padre Bernardo

    Homem, grávida e três crianças morrem em acidente na BR-080, em Padre Bernardo


    Segundo PRF, dois carros bateram de frente; quatro pessoas ficaram feridas e foram levadas para hospitais da região. Testemunhas dizem que condutores estavam bêbados. Carros bateram de frente na BR-080, em Padre Bernardo, em...


    Segundo PRF, dois carros bateram de frente; quatro pessoas ficaram feridas e foram levadas para hospitais da região. Testemunhas dizem que condutores estavam bêbados. Carros bateram de frente na BR-080, em Padre Bernardo, em Goiás PRF/Divulgação Um homem ainda não identificado, a mulher dele, que estava grávida, e três crianças morreram, neste domingo (8), em um acidente envolvendo dois carros na BR-080, em Padre Bernardo, no Entorno do Distrito Federal. De acordo com a PRF, outras quatro pessoas ficaram feridas e foram levadas pelo Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros para hospitais da região. O G1 tentou contato, por telefone às 10h deste domingo, com o Hospital Regional de Brazlândia, com o Instituto Hospital de Base do Distrito Federal (IHBDF), com o Hospital Regional de Taguatinga (HRT) e com o Hospital Municipal de Padre Bernardo, para onde os feridos foram levados, mas as unidades não informaram o estado de saúde dos pacientes. O acidente ocorreu por volta de 0h50, no km 20 da BR-080, próximo ao distrito de Taboquinha, em Padre Bernardo. Segundo a PRF, um casal, cuja mulher estava grávida, viajava com os três filhos em um Fiat Pálio em direção a Brasília quando realizou uma ultrapassagem em um local permitido, mas acabou batendo de frente com um GM Classic que viajava no sentido oposto, com um casal e duas crianças a bordo. Conforme a PRF, testemunhas disseram, no local do acidente, que os ocupantes dos dois veículos haviam ingerido bebida alcoólica. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil em Padre Bernardo. O G1 tentou contato com a delegacia da cidade, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem. Classic ficou com frente completamente destruída, na BR-060, em Padre Bernardo PRF/Divulgação Vítimas Conforme o Corpo de Bombeiros, quatro os ocupantes do Palio morreram. O homem, a mulher grávida e um dos filhos do casal morreram no local do acidente. A outra criança chegou a ser socorrida pela corporação, mas morreu pouco tempo depois de chegar ao hospital. O filho mais velho ficou gravemente ferido e foi levado para um hospital da cidade. Já em relação às pessoas que estavam no Classic, uma criança morreu no local do acidente. Segundo a corporação, um homem de 36 anos, motorista do Classic, foi socorrido, levado consciente para o HRT com fratura no fêmur esquerdo, com suspeita de fratura no fêmur direito, no tórax e no queixo. Uma jovem de 21 anos, que também estava no carro, sofreu traumatismo craniano, uma fratura exposta na perna esquerda e no pé. Ela foi transportada de helicóptero para o IHBDF. Uma criança de idade não divulgada foi arremessada para fora do veículo e levada pelo Samu para o Hospital Municipal de Padre Bernardo. Todos os ocupantes do Palio morreram, na BR-080, em Padre Bernardo, Goiás PRF/Divulgação Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Goiânia tem 605,3 mil carros e possui a 6ª maior frota do país, aponta estudo

    Goiânia tem 605,3 mil carros e possui a 6ª maior frota do país, aponta estudo


    Pesquisa da CNM concluiu que capital goiana tem 1 carro para cada 2,42 habitantes; No número de motos, a cidade fica em 4º no ranking, com 291.613 veículos. Pesquisa aponta que Goiânia tem a 6ª maior frota de carros do Brasil Um estudo da...


    Pesquisa da CNM concluiu que capital goiana tem 1 carro para cada 2,42 habitantes; No número de motos, a cidade fica em 4º no ranking, com 291.613 veículos. Pesquisa aponta que Goiânia tem a 6ª maior frota de carros do Brasil Um estudo da Confederação Nacional de Municípios (CNM) concluiu que Goiânia, apesar de ter a 11ª maior população do país, já é a cidade com a 6ª maior frota de carros do Brasil, com 605,3 mil veículos circulando. Já em relação às motos são 291,6 mil, ocupando o 4ª lugar no ranking. Enquanto a média nacional é de 1 carro para 3,89 habitantes, na capital goiana a proporção é de 1 para 2,42 habitantes. Segundo Marcos Rotten, especialista em trânsito, o aumento de veículos ocasiona a queda no índice de qualidade de vida e pode gerar vários problemas urbanos. “Isso vai trazendo uma supertolatação da cidade, das ruas. Quando você vai morar em um lugar, você tem que pensar na sua mobilidade. Como é que eu vou me locomover? E a cidades têm que se planejar também. Ou seja, uma política urbana para incentivar o adensamento, para as pessoas morarem mais próximas para evitar o grande deslocamento”, disse. A pesquisa da CNB foi divulgada em junho pela instituição. O estudo cruzou dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Conforme o Denatran, a frota de carros do país aumentou 3,30% em relação ao ano passado. Já a de motos subiu 3,44%. Com relação ao número de carros, Goiânia fica atrás das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Curitiba. Já em relação às motos, a capital goiana só perde para a capital paulista, Rio de Janeiro e Fortaleza. A pesquisa também revelou que em 48, dos 246 municípios goianos há mais motos do que carros. O profissional autônomo Nelito Soares da Silva afirma que tem medo de que a frota aumente ainda mais e o trânsito de Goiânia fique ainda mais complicado. Ele afirma que utiliza o carro porque tem que percorrer grandes distâncias e o transporte público não demonstra eficiência. “É péssimo, se todo mundo for ter dois, três [carros], o trânsito congestiona”, desabafou. Goiânia tem mais de 605 mil carros circulando no trânsito TV Anhanguera/Reprodução E os ônibus? A frota de ônibus de Goiânia não segue a mesma proporção e ocupa, segundo o levantamento da CNM, o 8º lugar no ranking das cidades do país, com 6,7 mil veículos. A população, volta e meia, reclama que o número de ônibus e circulando no sistema de transporte coletivo da cidade é insuficiente. As empresas, por sua vez, afirmam que cumprem o que rege o contrato. O estudo afirma que o transporte coletivo, por meio de ônibus, permite a utilização eficiente do espaço urbano, já que os ônibus ocupam espaço menor na malha viária e são responsáveis por transportar 70% da população. A frota brasileira de ônibus coletivos totaliza 616 mil veículos. São Paulo é a cidade com a maior frota de ônibus, com 44,7 mil veículos, 25,6% do total do país. A cidade é seguida por Rio de Janeiro, com 17,4 mil, Brasília, com 12,4 mil, Salvador e Belo Horizonte, ambas com 8,7 mil, Manaus, 7,6 mil, Belo Horizonte, 7,1 mil e em 8º lugar Goiânia, com 6,7 mil. População que tem carro não usa ônibus por conta de superlotação, em Goiânia TV Anhanguera/Reprodução Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Motorista morre após ser arremessado de caminhão enquanto trabalhava em obra na GO-453

    Motorista morre após ser arremessado de caminhão enquanto trabalhava em obra na GO-453


    Segundo Corpo de Bombeiros, veículo capotou enquanto era usado em trabalho de pavimentação asfáltica entre Posse e Guarani de Goiás. Motorista morre após ser arremessado de caminhão enquanto trabalhava em obra na GO-453 TV...


    Segundo Corpo de Bombeiros, veículo capotou enquanto era usado em trabalho de pavimentação asfáltica entre Posse e Guarani de Goiás. Motorista morre após ser arremessado de caminhão enquanto trabalhava em obra na GO-453 TV Anhanguera/Reprodução Um motorista de 38 anos morreu em um acidente na tarde deste sábado (7) em uma obra da GO-453, entre Posse e Guarani de Goiás, região leste de Goiás. Segundo o Corpo de Bombeiros, o caminhão que ele conduzia capotou e a vítima foi arremessada. O homem foi identificado como Joílson Ferreira da Silva. Ainda conforme a corporação, o veículo estava carregado com terra e era usado em uma obra de pavimentação asfáltica na região. De acordo com a TV Anhanguera, o veículo estava a serviço da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego). O G1 tentou contato com a empresa, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem. O corpo de Joílson foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Posse.
    PF prende 5 pessoas em MT e SP em operação que investiga contrabando e adulteração de agrotóxicos

    PF prende 5 pessoas em MT e SP em operação que investiga contrabando e adulteração de agrotóxicos


    Quatro pessoas foram presas em Sinop, a 503 km de Cuiabá, e outra em Guarulhos (SP), segundo a PF. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão em MT, GO e PR. Produtos foram apreendidos em Sinop PF/Divulgação A Polícia Federal prendeu...


    Quatro pessoas foram presas em Sinop, a 503 km de Cuiabá, e outra em Guarulhos (SP), segundo a PF. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão em MT, GO e PR. Produtos foram apreendidos em Sinop PF/Divulgação A Polícia Federal prendeu cinco pessoas, nesta quinta-feira (5), durante a Operação Terra Envenenada, deflagrada para combater uma organização criminosa que contrabandeava, adulterava e vendia agrotóxicos ilegalmente. Quatro pessoas foram presas em Sinop, a 503 km de Cuiabá, e outra em Guarulhos (SP), segundo a PF. Os nomes dos presos não foram divulgados. Também foram cumpridos mandados em Goiás e Paraná. Insumos foram apreendidos em uma casa, em Sinop PF/Divulgação De acordo com as investigações, a quadrilha comprava os produtos no Paraguai e transportava até o norte de Mato Grosso. No caminho, os insumos eram adulterados, misturados a agroquímicos permitidos ou inseticidas de preço baixo. Depois, eram revendidos para outros intermediários. Produtos eram trazidos do Paraguai, adulterados e revendidos em MT PF/Divulgação O transporte do produto era feito por estradas vicinais e tinha o apoio e a conivência de agentes públicos, conforme a PF. O delegado federal que acompanha as investigações, Rodrigo Martins, informou que os agricultores que compraram esses agrotóxicos, em princípio, não serão autuados. Além dos mandados de busca e apreensão, a PF também cumpriu 16 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Sinop.
    Fábricas de veículos paralisam produção e já veem reflexo nas exportações

    Fábricas de veículos paralisam produção e já veem reflexo nas exportações


    Greve dos caminhoneiros afeta o fornecimento de peças e o fluxo logístico de distribuição das montadoras. Fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP) Divulgação Pelo menos 20 fábricas de automóveis do Brasil estão paradas por causa...


    Greve dos caminhoneiros afeta o fornecimento de peças e o fluxo logístico de distribuição das montadoras. Fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP) Divulgação Pelo menos 20 fábricas de automóveis do Brasil estão paradas por causa da greve de caminhoneiros, que está no quarto dia. Greve: veja mais reflexos da greve pelo país Unidades da Ford, Volkswagen, Fiat Chrysler, Chevrolet, Toyota, Nissan, Honda, Renault, Peugeot, Citroën, Caoa Chery, Volvo e Scania não produziram nesta quinta-feira (24) devido a falta de peças e problemas de logística. Algumas linhas estão paradas há mais de um dia. A Mitsubishi afirmou que irá interromper a produção em (GO) a partir desta sexta-feira (25). De acordo com a associação das fabricantes (Anfavea), o setor automotivo já espera impactos para este mês na produção, nas vendas e também nas exportações. "Se a greve dos caminhoneiros continuar até o fim de semana, é certo que todas as fábricas pararão", afirmou Antonio Megale, presidente da Anfavea. No ABC paulista, Ford e Volkswagen já estão sem produzir desde ontem. Chevrolet e Scania também pararam hoje, segundo informaram os sindicatos de metalúrgicos do ABC e de São Caetano do Sul. A General Motors (GM) não confirmou oficialmente quais unidades estão paradas, mas afirmou em nota que o movimento dos caminhoneiros tem impacto na operação. Os sindicatos dos metalúrgicos de Gravataí (RS) e São José dos Campos (SP), onde a empresa tem fábricas, afirmaram que a produção foi interrompida. Na unidade gaúcha, apenas um dos turnos estava funcionando. "Com a falta de componentes, as linhas de produção começam a ser paralisadas e também estamos enfrentando dificuldades na distribuição de veículos à rede de concessionárias”, disse a GM. A Fiat Chrysler (FCA) suspendeu a produção em Betim (MG) e em Goiana (PE) nesta quinta-feira, por causa dos bloqueios nas estradas. A empresa aproveitou a parada para fazer inventário de peças na unidade mineira. A Ford também interrompeu também as linhas em Taubaté (SP) ontem e Camaçari (BA) na segunda-feira, além de São Bernardo do Campo (SP) hoje. A Toyota informou que as unidades de Sorocaba e Indaiatuba estão paradas desde ontem, mas continua com a produção em Porto Feliz e São Bernardo - todas no estado de São Paulo. "A greve também impacta na distribuição de veículos e autopeças para a rede de concessionários e paralisou as operações de exportação", afirmou a Toyota. O complexo da Renault em São José dos Pinhais (PR) deixou de montar veículos na quarta-feira e de produzir motores hoje. A Nissan não faz veículos em Resende (RJ) desde quarta-feira. Protesto dos caminhoneiros interrompe produção na Volks em Taubaté A Volkswagen parou a linha do Gol, Up! e Voyage em Taubaté (SP) também na terça-feira, segundo o sindicato local. Oficialmente, a empresa diz que está "fazendo ajustes em seu programa de produção". O sindicato de São José dos Pinhais (PR), onde a empresa compartilha a fábrica com a Audi, afirmou que apenas o setor de estamparia estava trabalhando, com cerca de 500 funcionários. A Peugeot Citroën (PSA) e a Honda suspenderam suas linhas em Porto Real (RJ) e Sumaré (SP), respectivamente, ainda na quarta-feira. A Caoa Chery afirmou que a produção na unidade de Jacareí (SP) foi interrompida nesta quinta-feira. Fábricas paradas Ford - Camaçari (BA), Taubaté e São Bernardo do Campo (SP) FCA - Betim (MG) e Goiana (PE) Volkswagen - São Bernardo do Campo e Taubaté Chevrolet - São Caetano (SP) e São José dos Campos (SP) Renault - São José dos Pinhais (PR) Nissan - Resende (RJ) Chevrolet - São Caetano do Sul (SP) Toyota - Indaiatuba e Sorocaba (SP) Scania - São Bernardo do Campo Peugeot Citroën - Porto Real (RJ) Honda - Sumaré (SP) Caoa Chery - Jacareí (SP) e Anápolis (GO) Volvo (Curitiba)
    Um mês após denunciar roubo de carga na polícia, caminhoneiro é preso no DF com mercadoria

    Um mês após denunciar roubo de carga na polícia, caminhoneiro é preso no DF com mercadoria


    Homem responderá por crime de apropriação indébita, comunicação falsa e roubo de carga. Ele disse que venderia em Goiânia (GO) as roupas avaliadas em R$ 400 mil que transportava. Caminhoneiro foi flagrado pela PRF com mercadoria que, segundo...


    Homem responderá por crime de apropriação indébita, comunicação falsa e roubo de carga. Ele disse que venderia em Goiânia (GO) as roupas avaliadas em R$ 400 mil que transportava. Caminhoneiro foi flagrado pela PRF com mercadoria que, segundo ele, havia sido roubada em Santa Catarina PRF/Divulgação Um caminhoneiro de 37 anos foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite desta quinta-feira (17) por transportar R$ 400 mil em roupas que, segundo boletim de ocorrência registrado por ele mesmo, haviam sido roubadas há mais de um mês. O flagrante aconteceu no km 13 da BR-060, na região do Recanto das Emas, no Distrito Federal. O caminhão foi parado em uma operação de rotina, em frente ao posto da PRF. Segundo os agentes, o motorista mostrou uma nota fiscal emitida em 5 de maio que não correspondia aos itens encontrados dentro da carroceria: 600 caixas de roupas identificadas, pelas etiquetas, como sendo da empresa Lojas Renner SA. A fraude foi percebida após consulta ao sistema oficial da polícia, que constatou que a carga era produto de roubo, registrado em ocorrência, pelo próprio caminhoneiro, no dia 9 de abril, em uma delegacia de Garuva, no norte de Santa Catarina. Originalmente, a mercadoria iria de Itapoá, no nordeste de Santa Catarina, para a capital do estado, Florianópolis. Em nota, a Renner informou que já está ciente do ocorrido e "tomará as medidas cabíveis" para reaver os produtos. Além do motorista, um homem de 33 anos que estava no no banco de passageiros do caminhão foi detido. À polícia, eles disseram que receberam a carga em Taguatinga, no DF, e deveriam entregá-la em Goiânia (GO). Os dois foram encaminhados para a 27ª Delegacia de Polícia Civil do DF, no Recanto das Emas. Eles responderão por crime de apropriação indébita, comunicação falsa e roubo de carga. Somadas, as penas máximas para os três delitos pode chegar a 14 anos e seis meses de prisão. Boletim de ocorrência Boletim de ocorrência registrado pelo caminhoneiro em Garuva (SC). Motorista foi preso com mercadoria um mês depois, no DF. PRF/Divulgação No boletim de ocorrência registrado em Santa Catarina, o caminhoneiro alegou ter sido abordado por dois homens armados. Os supostos assaltantes teriam obrigado o motorista a ficar no banco de trás do caminhão com um "cobertor na cabeça". Segundo o relato, os supostos bandidos teriam roubado a carreta do caminhão e abandonado o veículo "em alguma estrada de chão que dá acesso a Santa Catarina do porto", durante a madrugada. Aos policiais, o motorista justificou que, "por ser noite e estar muito escuro, não pode informar qualquer característica dos indivíduos". Veja mais notícias da região no G1 DF.
    Operação de combate à pornografia infantil prende 251 pessoas no país

    Operação de combate à pornografia infantil prende 251 pessoas no país


    Operação 'Luz na Infância 2' mobiliza 2,6 mil policiais em 24 estados e no DF. Alvos são pessoas que possuem conteúdos de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Operação contra pornografia infantil prende 251 em 24 estados e no...


    Operação 'Luz na Infância 2' mobiliza 2,6 mil policiais em 24 estados e no DF. Alvos são pessoas que possuem conteúdos de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Operação contra pornografia infantil prende 251 em 24 estados e no DF A maior operação de combate à pornografia infantil na história do Brasil prendeu 251 pessoas, em flagrante, até as 18h desta quinta-feira (17) em todo o país. O dado é do Ministério Extraordinário da Segurança Pública. O número final pode ser ainda maior. Até o fim da tarde, policiais civis de 24 estados e do Distrito Federal ainda trabalhavam para cumprir mandados e checar apreensões. O balanço final da operação deve ser divulgado nesta sexta (18). Operação Luz na Infância 2 Arte/G1 À noite, o presidente Michel Temer publicou, no Twitter, vídeo em que aparece ao lado do ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann. Além da operação desta quinta, ele citou outras realizações da pasta. "Na semana passada ou duas semanas atrás, operação da Polícia Militar, mais de 100 mil homens em todo o país com mais de 5 mil flagrantes em todo país. É a segurança pública do governo federal, comandada pelo ministro Raul Jungmann, que dá os melhores resultados", declarou. De acordo com o ministério, foram presas 128 pessoas na região Sudeste, 47 no Nordeste, 38 no Sul, 21 no Centro-Oeste e 17 na região Norte. Os dados por estado também só serão divulgados nesta sexta. "Nas capitais, equipes das policiais civis seguem trabalhando para checar e contabilizar conteúdos apreendidos para instrução de inquéritos", diz o ministério. Raul Jungmann fala sobre a maior operação contra pedofilia realizada no Brasil “Pela primeira vez na história, temos informações para produzir estatísticas nacionais na área de segurança, possibilitando o desenvolvimento de um plano nacional de segurança pública e defesa", disse o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. Até então, segundo ele, os documentos existentes não eram analisados de forma conjunta pelos órgãos nacionais de segurança. Policiais cumprem 55 mandados contra pedofilia no Rio de Janeiro Foram cumpridos 579 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 24 estados – apenas Paraná e Rio Grande do Norte não estão na operação. Alvos O principal alvo da polícia nesta quinta-feira (17) foi preso em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, com 780 mil arquivos baixados. Policiais prendem mais de 100 pessoas em operação contra pedofilia A ação nacional intitulada Luz na Infância 2 é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e realizada pelas polícias civis de cada estado. Segundo o ministro Raul Jungmann, 1 milhão de arquivos foram analisados. Ao todo, 2,6 mil policiais de todo o país fazem apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Suspeitos também estão sendo detidos em flagrante. Secretário Nacional de Segurança Pública conta detalhes da ação Luz na Infância 2 Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais. A operação é realizada na véspera do Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Homem preso em Campo Grande (MS) durante operação de combate à pornografia infantil Allysson Maruyama/TV Morena Parte dos presos é reincidente no crime, mas a maioria deles nunca havia sido detido, devido à dificuldade para rastrear esse tipo de material – parte dele está na "dark web", acessível apenas por meio de programas específicos e impossível de ser visto por mecanismos de busca tradicionais. Por razões de segurança, o diretor de inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública, Carlos Afonso Gonçalves Coelho, não detalhou a forma como os arquivos foram encontrados. "O que posso dizer que é estamos fazendo, desde o ano passado, capacitação do efetivo e desenvolvimento de novas tecnologias", afirmou. Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão em Mato Grosso e em Pernambuco Veja a situação em cada estado: Acre Alagoas Amapá Amazonas Bahia Ceará Distrito Federal: um dos presos é um empresário de 57 anos, dono de um restaurante. Espírito Santo Goiás Maranhão Mato Grosso: um professor de inglês de 45 anos foi preso em Barra dos Garças, a 516 km de Cuiabá. Mato Grosso do Sul: um policial civil está entre os detidos. Minas Gerais: em Uberlândia, foi preso o principal alvo da operação, com 780 mil arquivos baixados; nas cidades do Vale do Aço e Vale do Rio Doce, foram três pessoas presas; em São Sebastião do Paraíso, um homem de 61 anos preso admitiu ter utilizado o computador de uma escola estadual para acessar os vídeos. Pará Paraíba Pernambuco Piauí Rio de Janeiro: em Campos, um homem foi preso com HDs, discos e notebook com material pornográfico; em Petrópolis, além do material, um idoso tinha um revólver. Rio Grande do Sul Rondônia Roraima: um funcionário público foi preso com fotos de crianças a partir de 5 anos. Santa Catarina São Paulo: em Campinas, um ex-sargento da polícia foi preso em flagrante, com quase mil fotos de pornografia infantil; em São Miguel Arcanjo, um dos presos atraía crianças com brinquedos e balas; em São José do Rio Pardo, um jovem de 21 anos foi detido; na região de Presidente Prudente, foram dois presos; e na Baixada Santista e no Vale do Ribeira, foram cinco presos. Sergipe Tocantins Operação contra pornografia infantil cumpre mandados em 24 estados e no DF Na primeira edição da operação Luz na Infância, realizada em 20 de outubro de 2017, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. À época, 112 pessoas foram presas. Segundo Carlos Afonso Gonçalves Coelho, na primeira etapa os arquivos foram analisados entre quatro e seis meses. Desta vez, com o aprimoramento tecnológico, o tempo foi otimizado: O serviço de inteligência chegou aos alvos em dois meses. Suspeito de 24 anos é detido em São José do Rio Preto (SP) durante operação contra pedofilia André Modesto/TV TEM Os alvos e os crimes Todas as pessoas presas nesta quinta-feira (17) estavam com uma quantidade “considerável” de arquivos de pornografia infantil armazenados, segundo o coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética da Secretaria de Segurança Pública, Alessandro Barreto. "Não era como se tivessem baixado sem querer. O mínimo foi 150 arquivos. Teve alguns com 50 mil, 80 mil. Um deles foi preso com mais de 200 mil arquivos armazenados." Ainda de acordo com Barreto, o perfil dos criminosos é variado. Foram identificados homens e mulheres, estudantes, advogados, profissionais da saúde e até educadores. "Teve um técnico de enfermagem que preso na Operação Peter Pan, em São Paulo, por armazenar pornografia infantil no computador de casa e, desta vez, foi preso de novo, mas com os arquivos no trabalho", disse. Os crimes investigados nesta operação são: Armazenar fotos ou qualquer material de pronografia infantil ou que revele clara violência sexual de crianças e adolescentes: de 1 a 4 anos de prisão. Compartilhamento de pornografia infantil: de 3 a 6 anos de prisão. Produção de pornografia infantil: de 4 a 8 anos de prisão. Polícia Civil faz megaoperação contra pedofilia em 24 estados e no DF Pedofilia é doença A pedofilia está entre as doenças classificadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como transtorno de preferência sexual. Pedófilos são pessoas adultas (homens e mulheres) que têm preferência sexual por crianças – meninas ou meninos - do mesmo sexo ou de sexo diferente, geralmente pré-púberes (que ainda não atingiram a puberdade) ou no início da puberdade. O Código Penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos. Conforme o artigo 241-B do ECA é considerado crime, inclusive, o ato de "adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente." Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.
    Policial militar de Brasília morre dentro de ônibus após tiroteio com assaltantes

    Policial militar de Brasília morre dentro de ônibus após tiroteio com assaltantes


    Criminosos também morreram; três pessoas ficaram feridas. Veículo vinha de São Paulo. Identificação do sargento Hernandes José Rosa, morto em assalto a ônibus na BR-040 Arquivo pessoal O sargento da Polícia Militar do Distrito Federal...


    Criminosos também morreram; três pessoas ficaram feridas. Veículo vinha de São Paulo. Identificação do sargento Hernandes José Rosa, morto em assalto a ônibus na BR-040 Arquivo pessoal O sargento da Polícia Militar do Distrito Federal Hernandes José Rosa morreu na madrugada desta terça-feira (15) em um tiroteio durante uma tentativa de assalto a um ônibus de turismo que fazia o trajeto São Paulo–Brasília. Ele levou dois tiros e não resistiu. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o crime ocorreu por volta das 4h, próximo ao km 61 da BR-040, na altura de Luziânia (GO). Vinte e duas pessoas estavam no veículo no momento do crime. Assalto a ônibus na BR-040 acaba em morte Os assaltantes teriam se posicionado na pista e atirado contra o ônibus para forçar o motorista a parar. Antes disso, eles haviam assaltado outro ônibus, segundo depoimentos de passageiros que presenciaram o crime. Em seguida, eles entraram no veículo, notaram que Hernandes José Rosa estava com a farda da PM e começaram a atirar com uma espingarda calibre .12. O sargento morreu dentro do ônibus. Segundo a Polícia Civil, Hernandes não conseguiu reagir aos tiros porque um dos assaltantes acertou o carregador da arma que ele portava na cintura, deixando o revólver inoperante. O militar viajava acompanhado de um agente penitenciário, que reagiu ao assalto atirando contra os bandidos. Na troca de tiros, os dois criminosos morreram. Os corpos caíram na escada do veículo. Imagem mostra balas em banco de ônibus assaltado na BR-040 PRF/Divulgação O sargento trabalhava no 25º Batalhão de Polícia Militar, no Núcleo Bandeirante, e morava em Catalão (GO). Segundo a assessoria da corporação, ele estava na PM havia cerca de 20 anos. Os assaltantes fugiram da Cadeia Municipal de Cristalina em 20 de março, segundo a PRF, e eram considerados foragidos. Ônibus no qual tiroteio na BR-040 terminou com um PM e dois assaltantes mortos PRF/Divulgação Vítimas De acordo com a PRF, dois passageiros ficaram feridos na troca de tiros, sendo uma mulher em estado grave e um homem que ficou com uma bala alojada na mão. Eles foram resgatados para a UPA de Luziânia. Por volta das 9h30, a mulher foi transferida para uma unidade de terapia intensiva (UTI) no Hospital de Base do DF. Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

    JA1 de Rio Verde, especial Tecnoshow 2018


    Telejornal desta quinta-feira (12) foi ancorado direto da feira de tecnologia agrícola. Reveja. JA1 de Rio Verde, especial Tecnoshow 2018 Telejornal desta quinta-feira (12) foi ancorado direto da feira de tecnologia agrícola....

    Telejornal desta quinta-feira (12) foi ancorado direto da feira de tecnologia agrícola. Reveja. JA1 de Rio Verde, especial Tecnoshow 2018 Telejornal desta quinta-feira (12) foi ancorado direto da feira de tecnologia agrícola. Reveja.
    Empresário ensina receita de 'tapa de cuadril', picanha que faz sucesso em restaurante de Goiânia

    Empresário ensina receita de 'tapa de cuadril', picanha que faz sucesso em restaurante de Goiânia


    Comerciante paranaense é apaixonado em cortes argentinos. Ele afirma que o prato é simples e fica pronto em 2 minutos. Empresário ensina receita de 'tapa de cuadril', picanha que faz sucesso em Goiânia O empresário Chakib Maananeto, dono de um...


    Comerciante paranaense é apaixonado em cortes argentinos. Ele afirma que o prato é simples e fica pronto em 2 minutos. Empresário ensina receita de 'tapa de cuadril', picanha que faz sucesso em Goiânia O empresário Chakib Maananeto, dono de um restaurante em Goiânia, ensina como preparar “tapa de cuadril”, uma picanha angus feita em apenas dois minutos. Apesar de nome libanês, o comerciante é paranaense, e é apaixonado em cortes argentinos. Ele afirma que o prato é simples de se preparar (veja abaixo). Chakib é dono do Restaurante Troppo há dois anos, quando ele resolveu abrir o negócio em parceria com a irmã. Antes de fundar o estebelecimento, trabalhou no ramo da gastronomia durante 16 anos, passando por restaurantes renomados, atuando como copeiro, auxiliar de cozinha, garçom e até chef de cozinha. A “tapa de cuadril” surgiu da vontade do empresário de trabalhar com cortes argentinos. Ele afirma que gosta de colocar nomes exóticos nos pratos e resolveu chamar o prato mais pedido de “tapa”, que quer dizer picanha, em espanhol. O prato é servido, em média, a R$ 90, servindo três pessoas. A picanha acompanha mandioca, feijão tropeiro, salada e arroz com bacon, carne seca e calabresa. Veja como preparar “tapa de cuadril’: Ingredientes: 600 g de picanha Angus sal fino Modo de preparo: Separe os cortes da carne. Cada fatia deve ter 1,5 cm. Tempere a picanha com sal fino. Antes de ir para a brasa, já adiante o acompanhamento de sua preferência, como mandioca, feijão tropeiro, vinagrete, banana à milanesa ou arroz. A “tapa de cuadril” vai para grelha parrilha, um tipo específico de churrasqueira em que a carne quase encosta na brasa. Passe a carne por 2 minutinhos cada lado, e o prato está pronto para ser servido. Troppo Restaurante Endereço: Avenida Ipanema, 2011, Jardim Atlântico, Goiânia, GO Prato do dia - Picanha argentina TV Anhanguera/Reprodução
    Cinco meses após lançamento, emissões de CNH Digital ficam abaixo do esperado pelo Detran-GO

    Cinco meses após lançamento, emissões de CNH Digital ficam abaixo do esperado pelo Detran-GO


    Órgão esperava liberar 100 mil documentos somente até o fim de 2017, mas desde outubro, emitiu 12,3 mil. Gerente diz que ainda há receio quanto ao uso da tecnologia, mas Serpro cita divulgação. Rodrigo Rezende, do Detan-GO, garante que a CNH...


    Órgão esperava liberar 100 mil documentos somente até o fim de 2017, mas desde outubro, emitiu 12,3 mil. Gerente diz que ainda há receio quanto ao uso da tecnologia, mas Serpro cita divulgação. Rodrigo Rezende, do Detan-GO, garante que a CNH Digital é segura Sílvio Túlio/G1 Passados cinco meses do início das emissões de CNH Digital em Goiás, primeiro estado a oferecer o serviço, o número de documentos expedido ainda está bem abaixo que havia sido projetado pelo Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO). A partir de outubro do ano passado, o órgão tinha perspectiva de liberar 100 mil documentos eletrônicos, somente até o final de 2017. Porém, até segunda-feira (26), pouco mais de 12,3 mil estavam em vigência no estado. Veja abaixo como obter a CNH Digital O principal fator para esse panorama segundo o gerente de habilitação do Detran-GO, Rodrigo Rezende, é ainda a desconfiança e o receio do condutor quanto ao uso de documentos em meios eletrônicos e tecnológicos, "O número, de fato, está abaixo do esperado. Nós pensávamos que todos que fossem revalidar a CNH, já iriam usar o modelo digital, mas não foi o caso. Acredito que o motorista ainda tem uma certa desconfiança ao fato de usar seus dados na internet por medo de que eles não estejam em segurança", disse ao G1. No entanto, Rezende garante que o sistema é bastante protegido e as possibilidades de fraude praticamente inexistem. Para acessá-la, é preciso ter a CNH impressa com o QR Code, um código específico para ser lido por aparelhos eletrônicos. Em seguida, baixar o aplicativo. CNH Digital pode ser acessa pelo celular Reprodução "Eu acredito que é até mais seguro, pois você precisa de uma senha pessoal e pode bloquear caso perca o celular. O papel é muito mais fácil de ser adulterado", pondera. Em Goiás, o valor pago pela renovação da CNH é de 133,25. Quando foi lançada, no dia 10 de outubro, havia a previsão de que haveria um custo adicional de R$ 10 para que o motorista pudesse emitir a CNH Digital em Goiás. No entanto, o gerente de habilitação explica que essa cobrança só começará a ser feita no dia 27 de março, quando a lei que regulamenta a questão entra em vigor. Divulgação Segundo o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa pública que desenvolve o sistema da CNH digital, 24 Detrans do país já emitem a CNH Digital. Somente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Roraima o processo ainda está em implantação. O prazo final para a adequação é no dia 1º de julho. O estado do Rio Grande do Sul, que implementou o sistema somente no último mês de janeiro, é o líder de emissões, com 16.114 CNHs Digitais, seguido por Goiás, com 12.393, e Distrito Federal, com 2.830. Aplicativo da CNH tem o nome do Serpro, que desenvolveu o sistema Reprodução De acordo com a diretora-presidente do Serpro, Glória Guimarães, o que faz a diferença na quantidade de emissões é a forma como o assunto é divulgado. "Depende muito dos Detrans vai passar a informação para o cidadão usar. O marketing é um estímulo para que os motoristas usem a CNH Digital", afirma. Rodrigo Rezende pontua que o Detran-GO faz esse trabalho de forma ampla. "Nós divulgamos, tiramos dúvidas e sugerimos a opção pela CNH Digital sempre que o motorista vai fazer a renovação", pontua. Veja o passo a passo para obter a CNH digital e entenda como funciona: Como obter a CNH? quando ela estiver valendo no seu estado, o primeiro passo é cadastrar-se no no Portal de Serviços do Denatran; ir ao Detran onde foi emitida a CNH impressa para confirmar seus dados (quem optar por usar um certificado digital, que é pago, pode fazer todo o processo online); caberá a cada Detran cobrar ou não pela via digital, e determinar um valor; baixar o aplicativo gratuito da CNH digital, que estará nas lojas oficiais da Apple e do Google (para aparelhos Android); acessar o aplicativo por meio de um código de ativação que o Denatran enviará por e-mail aos usuários inscritos, quando o estado disponibilizar a CNH digital; criar uma senha de 4 dígitos para acessar o documento no celular. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Motociclista multado por não usar cinto de segurança luta há 2 anos para cancelar infração, em Jaraguá

    Motociclista multado por não usar cinto de segurança luta há 2 anos para cancelar infração, em Jaraguá


    Vendedor diz que multa foi registrada na GO-118, em Alto Paraíso de Goiás, onde ele afirma nunca ter ido; Agetop diz que cancelou autuação, mas sistema do órgão consta recurso como 'não avaliado'. Motociclista multado por não usar cinto de...


    Vendedor diz que multa foi registrada na GO-118, em Alto Paraíso de Goiás, onde ele afirma nunca ter ido; Agetop diz que cancelou autuação, mas sistema do órgão consta recurso como 'não avaliado'. Motociclista multado por não usar cinto de segurança luta para cancelar infração em Goiás O vendedor Djalma Maciel Martins tem uma moto e afirma que foi multado, há quase dois anos, por não usar o cinto de segurança. Apesar de ser morador de Jaraguá, na região central do estado, o motociclista conta que a infração foi registrada em Alto Paraíso de Goiás, onde ele diz nunca ter ido. Djalma alega que esta é a segunda vez que ele é multado indevidamente. “Não sei nem para que lado é Alto Paraíso de Goiás. Eu preciso de uma solução, porque eu necessito de estar andando em dias com o Estado, mas desta maneira não ter como”, desabafou. A suposta infração foi registrada no dia 14 de fevereiro de 2016, na GO-118. O último recurso protocolado por ele foi aberto no dia 20 de junho do ano passado, por meio de uma Correspondência Registrada (AR) na Agência Goiana de Transporte e Obras (Agetop), responsável pela fiscalização nas rodovias estaduais. Apesar de, na consulta eletrônica, o caso constar como recebido e não avaliado, a Agetop informou à TV Anhanguera que a infração foi cancelada. No entanto, Djalma afirma que não tem nenhum documento confirmando este cancelamento. Motociclista foi usado por não usar cinto de segurança em Goiás TV Anhanguera/Reprodução Reincidência Djalma foi multado em 2015 por estacionar em local proibido, desta vez em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Ele garante que também nunca que esteve na cidade, que fica a 240 km de Jaraguá, onde mora. Segundo ele, além disto, ele estava trabalhando no momento em que a infração foi registrada. Na época, mesmo alegando que a infração não havia sido praticada por ele, ele pagou a multa, e registrou um boletim de ocorrência, com medo da placa da moto dele ter sido clonada. Multa mostra modelo da moto e infração da falta do uso do cinto, em Goiás TV Anhanguera/Reprodução Veja outras notícias do estado no G1 Goiás.
    Polícia prende no RJ chefe de facção criminosa em Goiás

    Polícia prende no RJ chefe de facção criminosa em Goiás


    Stephan de Souza Vieira, conhecido como BH, foi preso na manhã deste domingo em Cabo Frio. Ele é apontado como o principal responsável pelas rebeliões que estão ocorrendo no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. Polícia prende...


    Stephan de Souza Vieira, conhecido como BH, foi preso na manhã deste domingo em Cabo Frio. Ele é apontado como o principal responsável pelas rebeliões que estão ocorrendo no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. Polícia prende responsável pelas rebeliões no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia A polícia prendeu Stephan de Souza Vieira, conhecido como BH, apontado como o chefe do Comando Vermelho em Goiás. Ele foi preso em Cabo Frio, na Região dos Lagos, na manhã deste domingo (7), por policiais da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) e da Core, em apoio a Policiais Civis do Estado de Goiás. BH fugiu do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia em novembro de 2017, onde cumpria pena desde 2014 por diversos crimes e, também, é apontado pelas autoridades locais como o principal responsável pelas rebeliões que estão ocorrendo na unidade prisional de onde ele escapou. As rebeliões na unidade acontecem desde segunda-feira (1°). Contra BH havia um mandado de prisão expedido pela Justiça de Goiás. Celulares, dinheiro e joias apreendidas na casa onde traficante foi encontrado Divulgação / Polícia Civil O traficante também é investigado por dezenas de homicídios em Goiás, por causa da disputa territorial com outras facções criminosas. Ele foi encontrado em um apartamento de luxo no bairro Vila Nova. No local também foram encontrados diversos aparelhos de telefone celular, joias, dinheiro, cadernos com a movimentação do tráfico de drogas, entre outras informações relevantes. Stephan foi preso em Cabo Frio na manhã deste domingo (7) Divulgação / Polícia Civil