G1 > Goiás

    Dois pedestres morrem atropelados por moto ao atravessar BR-060 a 10 metros da passarela, em Goiás

    Dois pedestres morrem atropelados por moto ao atravessar BR-060 a 10 metros da passarela, em Goiás


    Segundo testemunhas, homens estava alcoolizados e tentaram cruzar rodovia pela pista, em Terezópolis de Goiás. Dois pedestres morrem atropelados por moto na BR-060, em Terezópolis de Goiás Divulgação/PRF Dois homens, de 47 e 41 anos, morreram...


    Segundo testemunhas, homens estava alcoolizados e tentaram cruzar rodovia pela pista, em Terezópolis de Goiás. Dois pedestres morrem atropelados por moto na BR-060, em Terezópolis de Goiás Divulgação/PRF Dois homens, de 47 e 41 anos, morreram atropelados na noite de sábado (21) por uma moto ao tentar atravessar a BR-060 pela pista, em Terezópolis de Goiás, na Região Metropolitana. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, eles foram atingidos a cerca de 10 metros de uma passarela de pedestres. Os dois estavam às margens da rodovia por volta de 19h15, quando decidiram atravessar fora do local adequado. Um motociclista de 48 anos que seguia no sentido de Goiânia para Anápolis não conseguiu parar a tempo e atingiu a dupla. “Testemunhas relataram que viram os dois bebendo a tarde toda em um bar próximo e, ao irem embora, decidiram cruzar a rodovia pela pista”, disse o inspetor Newton Morais. Um dos pedestres morreu na hora. O outro chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. O motociclista teve apenas escoriações leves. O homem que conduzia o veículo passou pelo teste do bafômetro, que comprovou que ele não havia bebido. “Só uma perícia vai dizer se ele estava em alta velocidade. No local também tem radares de 40 km/h”, completou o inspetor. Testemunhas disseram que vítimas estavam embriagadas ao tentarem atravessar rodovia Divulgação/PRF
    Jovem morre e passageiro fica ferido após carro bater contra poste em avenida de Goiânia

    Jovem morre e passageiro fica ferido após carro bater contra poste em avenida de Goiânia


    Motorista seguia pela Avenida T-9 quando perdeu o controle do veículo. Polícia Civil esteve no local, mas ainda não sabe o que provocou o acidente. JOvem morre após carro bater contra poste em Goiânia Divulgação/Polícia Civil Um jovem de 19...


    Motorista seguia pela Avenida T-9 quando perdeu o controle do veículo. Polícia Civil esteve no local, mas ainda não sabe o que provocou o acidente. JOvem morre após carro bater contra poste em Goiânia Divulgação/Polícia Civil Um jovem de 19 anos morreu no início da manhã deste domingo (22) após bater o carro que dirigia contra um poste na Avenida T-9, em Goiânia. Outro jovem, de 21 anos, que estava como passageiro, ficou ferido. A Polícia Civil esteve no local para começar as investigações, mas ainda não sabe o que provocou o acidente. Os dois seguiam em uma VW Saveiro em direção ao Setor Sudoeste. Ao passar em frente a um posto de combustível, o motorista perdeu o controle da direção e bateu contra um poste, que caiu sobre o veículo. O motorista morreu no local e o passageiro foi resgatado e levado para o Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG). A unidade explicou que o paciente está internado na enfermaria, mas não pode fornecer o estado de saúde dele. O corpo do motorista seguia no Instituto Médico Legal até as 9h deste domingo. Nenhum familiar foi até o local ainda. A Polícia Civil está investigando as causas do acidente. Agentes da Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito informaram que ainda não conseguiram localizar imagens de câmera de segurança e nem testemunhas que pudessem ajudar a esclarecer o que aconteceu no momento da batida. A Enel está no local para trocar o poste de energia elétrica que foi derrubado. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Carro sai da pista, capota e deixa jovem ferido na GO-020, em Senador Canedo

    Carro sai da pista, capota e deixa jovem ferido na GO-020, em Senador Canedo


    No veículo havia outras três pessoas, que saíram ilesas do acidente. Vítima, de 23 anos, teve fratura na clavícula e foi levada para UPA. Carro sai da pista, capota e deixa jovem ferido na GO-020, em Senador Canedo Corpo de...


    No veículo havia outras três pessoas, que saíram ilesas do acidente. Vítima, de 23 anos, teve fratura na clavícula e foi levada para UPA. Carro sai da pista, capota e deixa jovem ferido na GO-020, em Senador Canedo Corpo de Bombeiros/Divulgação Um carro com quatro pessoas capotou na manhã deste sábado (21) na GO-020, em Senador Canedo, Região Metropolitana de Goiânia. O veículo, um Fiat Palio Weekend, saiu da pista e foi parar em um matagal às margens da estrada. Segundo o Corpo de Bombeiros, apenas um dos ocupantes sofreu ferimentos. Ainda conforme a corporação, a vítima, um jovem de 23 anos, apresentava escoriações diversas e fratura na clavícula esquerda. Ele foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Duas viaturas de resgate trabalharam na ocorrência. Os bombeiros não souberam explicar o que motivou o acidente. Veja outras notícias da região no G1 Goiás. Corpo de Bombeiros ainda não sabe o que motivou o acidente Corpo de Bombeiros/Divulgação
    Após acidente, carro com grávida invade clínica odontológica em Goiânia

    Após acidente, carro com grávida invade clínica odontológica em Goiânia


    No 5º mês de gestação, mulher, que dirigia veículo, teve escoriações leves; marido afirma que outro condutor, que fugiu, furou o sinal. Passageiro ficou ferido e foi levado a hospital. Carro invade clínica no Setor Coimbra, em Goiânia Dois...


    No 5º mês de gestação, mulher, que dirigia veículo, teve escoriações leves; marido afirma que outro condutor, que fugiu, furou o sinal. Passageiro ficou ferido e foi levado a hospital. Carro invade clínica no Setor Coimbra, em Goiânia Dois carros se envolveram em um acidente na manhã deste sábado (21) em um cruzamento do Setor Coimbra, em Goiânia. Um dos veículos era conduzido por uma grávida e, após a batida, invadiu uma clínica odontológica. Dois homens estavam no outro automóvel. Segundo testemunhas, o passageiro ficou ferido e o motorista fugiu do local. A colisão ocorreu entre as ruas 281 e 210. A técnica em polissonografia Kélita Cristina Silvestre Alves da Cunha, de 33 anos, que está no 5º mês de gestação, estava sozinha no em um VG Gol que adentrou o estabelecimento. O marido dela, o técnico em refrigeração Pedro Henrique Cunha, 36, disse que ela voltava do serviço quando o acidente ocorreu. Segundo ele, a mulher, que teve escoriações leves, foi atingida pelo outro carro, um VW Parati, cujo motorista teria furado o sinal. "Ela estava voltando do serviço, na rotina normal dela. O sinal estava verde e o rapaz que veio, parece que meio apressado, pegou e furou o sinal. Ela disse que quando viu já estava em cima", conta. Após acidente, carro com grávida invade clínica odontológica em Goiânia TV Anhanguera/Reprodução O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local e socorreu o passageiro da Parati e o levou ao hospital. O órgão não soube informar a identidade e para qual unidade de saúde ele foi encaminhado. A Polícia Militar também esteve no local. De acordo com a corporação, testemunha afirmaram que o condutor fugiu do local após a batida. Ele ainda não foi localizado. A dona da clínica, a dentista Solange Ferreira, disse que foram danificados parede, armários e equipamentos do local. Ela ainda analisa a situação, mas estima um prejuízo de ao menos R$ 20 mil. "A gente ainda não sabe o que aconteceu. Nosso vizinho possui câmeras de segurança que podem ter flagrado o que ocorreu e nos ajudar a buscar quem poder arcar com os reparos", disse ao G1. Veja outras notícias da região no G1 Goiás. Condutor de um dos carros fugiu; passageiro foi socorrido com ferimentos TV Anhanguera/Reprodução Clínica ficou parcialmente destruída; dona estima prejuízo de R$ 20 mil TV Anhanguera/Reprodução
    Motorista é preso com CNH falsa dirigindo caminhonete com 92 multas; PRF imprimiu 25 metros de infrações

    Motorista é preso com CNH falsa dirigindo caminhonete com 92 multas; PRF imprimiu 25 metros de infrações


    Prontuário do veículo, que estava com documento vencido há 3 anos, somava mais de mais de 350 pontos. Segundo polícia, homem foi detido com CRLV que faz parte de lote furtado no Tocantins. Motorista é preso com CNH falsa dirigindo caminhonete com...


    Prontuário do veículo, que estava com documento vencido há 3 anos, somava mais de mais de 350 pontos. Segundo polícia, homem foi detido com CRLV que faz parte de lote furtado no Tocantins. Motorista é preso com CNH falsa dirigindo caminhonete com 92 multas Um homem de 53 anos foi preso, na sexta-feira (20), dirigindo uma caminhonete com 92 multas, na BR-153, em Morrinhos, na região sul de Goiás. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele foi detido ao apresentar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) falso. A corporação informou que, ao imprimir as infrações, policiais se depararam com um rolo de 25 metros de papel. Em entrevista ao G1, o assessor de comunicação da PRF em Goiás, o inspetor Newton Morais, disse que o veículo tinha, no prontuário, mais de 350 pontos. O documento do carro apresentado pelo motorista era, segundo o policial, de um lote de documentos furtados no estado do Tocantins. “A maioria das infrações era de radares de velocidade e por avanço de sinal. Ou seja, atos registrados, em grande parte, por equipamentos eletrônicos e que não provocam a parada imediata do condutor”, disse. O motorista foi preso na tarde de sexta-feira, ao passar pelo posto fiscal da PRF, no km 609, em Morrinhos. Ele conduzia uma caminhonete, GM S-10, da cidade para Goiânia. Conforme relatou o inspetor Newton Morais, o homem faz frete de mercadorias utilizando o veículo, no trecho entre a capital e Morrinhos. Caminhonete tinha mais de 90 multas, em Morrinhos, Goiás TV Anhanguera/Reprodução “No momento em que foi preso, ele não transportava nenhuma mercadoria. Mas chegou a dizer aos policiais que trabalha fazendo este tipo de serviço. Para a surpresa dos policiais, ao imprimir o histórico do carro, deu um rolo de cerca de 25 metros de papel”, contou. Segundo a PRF, as multas encontradas pendentes no sistema foram cometidas entre 2006 e 2018, e o licenciamento do carro estava há três anos sem ser pago. No lugar do documento que deveria apresentar a quitação dos impostos do veículo, estava o CRLV furtado. O homem foi encaminhado à Central de Flagrantes da Polícia Civil do município, onde foi autuado pelo crime de uso de documento falso. Rolo de multas chegou a 25 metros, em Morrinhos, Goiás TV Anhanguera/Reprodução Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Radares são retirados ao longo de 400 km da BR-153 entre Anápolis e Porangatu, em Goiás

    Radares são retirados ao longo de 400 km da BR-153 entre Anápolis e Porangatu, em Goiás


    Sem os equipamentos fixos de fiscalização, motoristas abusam da velocidade no trecho. Dnit afirma que aparelhos foram recolhidos por empresa cujo contrato com o órgão venceu. Trecho de 400 km da BR-153 está sem fiscalização eletrônica, entre...


    Sem os equipamentos fixos de fiscalização, motoristas abusam da velocidade no trecho. Dnit afirma que aparelhos foram recolhidos por empresa cujo contrato com o órgão venceu. Trecho de 400 km da BR-153 está sem fiscalização eletrônica, entre Anápolis e Porangatu Cerca de 30 radares fixos foram retirados do trecho da BR-153, entre Anápolis, que a 55 km de Goiânia, e Porangatu, na região norte de Goiás. São cerca de 400 km que estão sem a fiscalização por meio dos aparelhos e, consequentemente, com flagrantes de alta velocidade. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), os equipamentos foram recolhidos por empresa porque contrato havia vencido. Moradores das cidades por onde a rodovia passa reclamam da imprudência de motoristas, principalmente no perímetro urbano das cidades. A estudante Gicelly Alves, de Porangatu, conta que quase foi atropelada, depois que o radar que ficava no trevo da cidade, multando motoristas que ultrapassassem 40 km/h, foi retriado. “Eu já quase fui atropelada. Eu ia atravessar, aí o carro estava vindo devagar e, de uma hora para outra, começou a vir mais rápido. Tem que sair correndo, porque senão passa por cima”, desabafou. Em nota ao G1, o Dnit explicou que os radares do trecho da BR-153 entre Anápolis e Porangatu eram de responsabilidade de uma empresa terceirizada que tinha um contrato com o órgão entre 2010 e junho de 2017. Como a rodovia foi concedida, o contrato foi encerrado. Em agosto do ano passado, a companhia que havia ganhado a concessão da via perdeu, e a responsabilidade voltou a ser do Dnit. “Mas nesse momento [agosto de 2017], a licitação do Novo PNCV [Programa Nacional de Controle de Velocidade] já estava em andamento. Como no início do processo licitatório a rodovia ainda era concedida, acabou não sendo contemplada na licitação”, explicou o comunicado do departamento. Por fim, a assessoria de comunicação do Dnit informou que está “estudando alternativas para minimizar eventuais problemas surgidos desta questão, enquanto agiliza os trâmites necessários para que um novo contrato seja firmado para contemplar o trecho”. Radares foram retirados de 400 km entre Anápolis e Porangatu, em Goiás TV Anhanguera/Reprodução Sobrecarga Com a ausência dos equipamentos fixos de fiscalização, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem utilizado radares móveis em alguns pontos da via, para tentar coibir a imprudência de motoristas que insistem em desrespeitar os limites de velocidade. Para o policial Osvaldo Candié, a situação sobrecarrega os policiais. “Retirando os radares, a gente tem que aplicar um maior número do efetivo, para fazer este serviço, que seria feito pelo radar”, afirmou. Em Santa Tereza de Goiás, na região norte do estado, o comerciante João Batista relata que já viu muitos acidentes graves antes da implantação dos radares fixos. Agora, ele teme que a realidade de tragédias volte a fazer parte da realidade da cidade. “Já tiveram alguns acidentes, depois que puseram a lombada, deu uma melhorada. Agora tirou, continuou todo mundo em alta velocidade. Passa muito idoso, passa criança, na hora da escola. É muito perigoso, porque eles passam correndo muito”, disse. Pedestres se arriscam para atravessar a BR-153 em Santa Tereza de Goiás TV Anhanguera/Reprodução Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Casal entra na Justiça para ter direito a manter cão de grande porte em condomínio de Goiânia

    Casal entra na Justiça para ter direito a manter cão de grande porte em condomínio de Goiânia


    Prédio diz que regimento interno proíbe animais desse tamanho. Moradores rebatem, alegando que só tomaram conhecimento após multas. Casal entra na Justiça para ter direito a manter cão de grande porte em condomínio Um casal entrou na Justiça...


    Prédio diz que regimento interno proíbe animais desse tamanho. Moradores rebatem, alegando que só tomaram conhecimento após multas. Casal entra na Justiça para ter direito a manter cão de grande porte em condomínio Um casal entrou na Justiça para ter o direito de manter um cão de grande porte em um condomínio de Goiânia. Condomínio diz que, de acordo com o regimento, não são permitidos animais desse tamanho. Moradores rebatem, dizendo que só tomaram conhecimento disso após receberem multas. A arquiteta Vanessa Figueiredo tem um labrador, o Zeus, de 3 anos. Ela se mudou para o condomínio há seis meses. Ela conta que, na época, avisou à síndica que tinha um cachorro de grande porte e ela não foi avisada de nenhuma proibição ou limitação de tamanho. “Depois de uns 15 dias que eu mudei, eu recebi a primeira advertência verbal, falando que eu tinha que carregar meu cachorro no colo ao descer. Em nenhuma área do prédio eu poderia colocar ele no chão, só depois que passasse o portão da rua”, disse. Ela já recebeu duas notificações, com foto do animal no elevador. A última, no valor de mais de R$ 350, exige que o cão deixe o prédio em até 15 dias. Os donos do Zeus procuraram a Justiça, que concedeu uma liminar determinando que o cachorro continue no prédio até o fim do processo. Porém, ele deve ser transportado dentro de um carrinho gaiola e só pode passar pela área de serviço. “Como que você vai impedir um cachorro de viver com você se você sente como se ele fosse um membro da sua família?”, disse o produtor musical, Jeziel Ataídes. A síndica do prédio, Berenice Alves, informou que segue o regulamento interno e a convenção do condomínio, que não permite animais de médio e grande porte. Cão é transportado dentro de carrinho gaiola, em condomínio de Goiânia Reprodução/TV Anhanguera
    Mostra de Música Erudita de Goiás faz encerramento com tributo a Villa-Lobos

    Mostra de Música Erudita de Goiás faz encerramento com tributo a Villa-Lobos


    Camerata de Jovens Talentos se apresenta de graça, no sábado (21), no Teatro Goiânia; festival percorreu três cidades goianas com apresentações de música clássica. Heitor Villa-Lobos será homenageado em concerto, em...


    Camerata de Jovens Talentos se apresenta de graça, no sábado (21), no Teatro Goiânia; festival percorreu três cidades goianas com apresentações de música clássica. Heitor Villa-Lobos será homenageado em concerto, em Goiânia SED/Divulgação A 3ª Mostra de Música Erudita de Goiás vai encerrar, no sábado (21), com um concerto da Camerata de Jovens Talentos em homenagem ao compositor carioca Heitor Villa-Lobos, no Teatro Goiânia. A apresentação tem entrada de graça e vai ser conduzida pelo professor e maestro Marcos Botelho. O encerramento da mostra vai ocorrer às 20h de sábado, no Teatro Goiânia. O espetáculo é composto por músicos com menos de 25 anos de idade que moram em Goiás e estão com a carreira em destaque no mundo da música clássica. Conforme a organização, o repertório fará uma homenagem aos 130 anos de nascimento de Villa-Lobos, celebrados no ano passado. De acordo com o maestro Marcos Botelho, Villa-Lobos é considerado o principal compositor modernista brasileiro. O astro da música erudita morreu em 1959. Balanço A Mostra de Música Erudita começou no dia 1º de março. No total, foram apresentados 9 concertos em Goiânia e outros três no interior do estado, nas cidades de Corumbá de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, Anápolis, a 55 km da capital, e Piracanjuba, na região sul do estado. Além dos espetáculos, 5 oficinas foram oferecidas. As atividades envolveram, segundo a organização, teve um público total de mais de 3 mil pessoas. Encerramento da 3ª Mostra de Música Erudita de Goiás Data: 21 de abril (sábado) Horário: 20h Local: Teatro Goiânia (Avenida Tocantins, esquina com Avenida Anhanguera, Centro) Entrada gratuita Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás, que já fez turnê internacional (foto), participou do festival Divulgação/Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Jovem morre após bater moto em caminhonete e ser arremessado a 30 metros de distância, na BR-060

    Jovem morre após bater moto em caminhonete e ser arremessado a 30 metros de distância, na BR-060


    Segundo a PRF, a suspeita é que ele estava em alta velocidade. Carro estava parado na rodovia devido a problemas mecânicos. Jovem morre após bater moto em caminhonete e ser arremessado, em Rio Verde Um motociclista de 28 anos morreu após bater na...


    Segundo a PRF, a suspeita é que ele estava em alta velocidade. Carro estava parado na rodovia devido a problemas mecânicos. Jovem morre após bater moto em caminhonete e ser arremessado, em Rio Verde Um motociclista de 28 anos morreu após bater na traseira de uma caminhonete e ser arremessado a 30 metros de distância na BR-060, em Rio Verde. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a suspeita é que a vítima estava em alta velocidade. O acidente aconteceu na quarta-feira (18). A caminhonete estava parada na rodovia devido a uma pane elétrica. “A suspeita é que ele estava muito rápido ou com falta de atenção. Quando ele bateu na traseira do veículo, a moto foi se arrastando e parou na frente da caminhonete e o jovem foi arremessado”, contou o assessor de comunicação da PRF, inspetor Newton Morais. O corpo do motociclista caiu em uma via de acesso que fica paralela à BR-060. Ele era habilitado e estava usando o capacete, mas com a força do impacto, morreu na hora. O motorista da caminhonete foi submetido ao teste do bafômetro mesmo não estando dirigindo o veículo no momento e ficou comprovado que ele não havia bebido antes de dirigir. Veja outras notícias da região no G1 Goiás. Motociclista morre após bater em caminhonete, em Rio Verde Divulgação/PRF
    Moradores de Goiás são presos em MS com 10,6 quilos de droga em mala

    Moradores de Goiás são presos em MS com 10,6 quilos de droga em mala


    De acordo com a polícia, dupla disse que foi contratada para levar o entorpecente de volta para Goiânia. Mala com tabletes de skank; apreensão foi em MS PM/Divulgação Dois moradores de Goiânia, de 23 e 25 anos, foram presos quarta-feira (18), em...


    De acordo com a polícia, dupla disse que foi contratada para levar o entorpecente de volta para Goiânia. Mala com tabletes de skank; apreensão foi em MS PM/Divulgação Dois moradores de Goiânia, de 23 e 25 anos, foram presos quarta-feira (18), em Mato Grosso do Sul, com 10,6 quilos de skank, droga de aparência semelhante à maconha, porém, mais potente, segundo a polícia. De acordo com a Polícia Militar (PM), os suspeitos foram presos em Dourados, a 214 quilômetros de Campo Grande, e com eles foi encontrada uma mala com 18 tabletes do entorpecente. Ainda conforme a PM, os rapazes disseram que foram contratados na cidade onde moram para pegar a droga em Dourados e voltar para Goiás. Os suspeitos falaram ainda à polícia que pegaram a mala de uma mulher na rodoviária de Dourados e receberiam dinheiro quando entregassem em Goiânia.

    Segunda Turma do STF libera ex-senador Demóstenes Torres para disputar eleição neste ano


    Por 3 votos a 2, ministros confirmaram decisão liminar de Dias Toffoli que favorece o ex-senador. Cassado sob a acusação de usar mandato para favorecer bicheiro, ele estava inelegível até 2027. STF decide que Demóstenes Torres pode concorrer às...

    Por 3 votos a 2, ministros confirmaram decisão liminar de Dias Toffoli que favorece o ex-senador. Cassado sob a acusação de usar mandato para favorecer bicheiro, ele estava inelegível até 2027. STF decide que Demóstenes Torres pode concorrer às eleições A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), composta por cinco ministros, decidiu nesta terça-feira (17) por 3 votos a 2 que o ex-senador cassado Demóstenes Torres (PTB-GO) poderá se candidatar ao Senado nas eleições deste ano. Os ministros Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes acompanharam a a decisão liminar (provisória) concedida em março pelo ministro Dias Toffoli, que entendeu que o ex-parlamentar não poderia ser considerado inelegível uma vez que as provas que embasaram a sua cassação acabaram anuladas pela Justiça. Celso de Mello e Edson Fachin votaram contra a autorização para Demóstenes se candidatar. Os ministros reiteraram, porém, que o ex-parlamentar não poderá reassumir o mandato de senador uma vez que essa decisão cabe ao Senado. “Não é possível o Judiciário rever ato político, que foi a cassação”, afirmou Lewandowski. Demóstenes teve o mandato cassado em 2012 por quebra de decoro parlamentar e ficaria inelegível até 2027 (oito anos após o fim da legislatura para o qual foi eleito). Ele foi acusado de usar o mandato para favorecer o bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. A defesa do ex-senador, no entanto, argumentou que as interceptações telefônicas realizadas nas operações Vegas e Monte Carlo, que embasaram o processo de cassação no Senado, acabaram invalidadas pela Segunda Turma do STF em outubro de 2016. Toffoli concordou com a defesa e decidiu suspender os efeitos eleitorais da cassação, que tornaram o político inelegível. "Como tudo lá [no Senado] se iniciou de algo ilícito [provas que depois foram anuladas], considerado ilícito por unanimidade – para o mundo jurídico, não digo para o mundo político –, aquela resolução não surte efeitos no patrimônio do cidadão Demóstenes Torres da sua capacidade eletiva”, disse Toffoli, ao reiterar seu voto nesta terça. Para embasar a sua decisão, Toffoli citou um caso que considera semelhante, o do senador Paulo Rocha (PT-PA). Rocha renunciou ao cargo de deputado em 2005 para evitar a cassação por suposto envolvimento no mensalão do PT, mas depois acabou absolvido pelo STF e também pelo Conselho de Ética da Câmara. Com base nisso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) liberou a sua candidatura por entender que ele não poderia ficar inelegível por ter renunciado. E, assim, ele foi eleito senador. Na mesma linha, Lewandowski entendeu que Demóstenes não poderia ficar inelegível automaticamente por ter sido cassado. “Estou afastando a ilegibilidade automática”, ponderou. Favorável a manter o ex-senador inelegível, o ministro Celso de Mello ponderou ao votar que as provas utilizadas na decisão de cassação pelo Senado Federal são diferentes e que, portanto, o pedido da defesa não cabia. “Esses elementos se fundaram em evidências distintas daquelas da seara penal, como as declarações feitas pelo próprio declarante no Senado, mas sobretudo ao seu desvalor ético”, afirmou. O ministro Edson Fachin concordou com ele. “Não vejo elasticidade que leve à conclusão diversa daquela que chegou o ministro Celso de Mello”, disse.
    Corpo de cantor sertanejo que morreu em acidente após show em GO chega ao AC nesta terça (17)

    Corpo de cantor sertanejo que morreu em acidente após show em GO chega ao AC nesta terça (17)


    Corpo de Sérgio Rodrigues deve ser encaminhado para Brasileia, no interior do Acre. Cantor morreu após carro que dirigia coligir com outro veículo. Sérgio Rodrigues morreu em acidente de carro em Goiás Reprodução/Facebook O corpo do cantor...


    Corpo de Sérgio Rodrigues deve ser encaminhado para Brasileia, no interior do Acre. Cantor morreu após carro que dirigia coligir com outro veículo. Sérgio Rodrigues morreu em acidente de carro em Goiás Reprodução/Facebook O corpo do cantor sertanejo Sérgio Rodrigues, de 33 anos, deve chegar ao Acre até esta terça-feira (17) e seguir para o município de Brasileia, no interior do Acre, conforme informou a família nesta segunda (16). O local do velório ainda deve ser definido. Rodrigues dirigia um Fiat Uno bateu que bateu contra um Fiat Toro e morreu ainda no local. No acidente, o parceiro de dupla dele, Eduardo Reiz, de 31 anos, ficou gravemente ferido e foi encaminhado ao hospital. O condutor do outro veículo sofreu apenas lesões leves. “Um tio nosso de São Paulo foi até Goiás para liberar o corpo e provavelmente já chega amanhã [terça-feira, 17]. Ele estava voltando de um show, sempre falava de coisas boas lá, que estava dando certo a carreira e que as coisas estavam indo bem”, afirma o irmão da vítima, Enos Rodrigues Clemente. Cantor sertanejo morre em acidente de trânsito na BR-060, em Goiás O irmão do cantor não soube informar há quanto tempo ele estava em Goiás, mas afirma que o acreano já trabalhava na carreira musical há seis anos quando decidiu se mudar para o outro estado. “Dizem que o rapaz que fazia dupla com ele era de Rio Branco, eu não conhecia. Estamos todos muito abalados, fica tudo muito difícil”, lamenta. Acidente De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, Reiz relatou que ele e Rodrigues tinham se mudado há pouco tempo do Acre para Goiás para tentar carreira na música sertaneja. No carro em que a dupla estava, a polícia afirma ter encontrado instrumentos e aparelhos usados nos shows. Ainda conforme a polícia, o cantor sertanejo dirigia o Uno pela faixa da direita, mas acabou invadindo a pista da esquerda e foi atingido pelo outro veículo. O corpo de Sérgio Rodrigues seguia no Instituto Médico Legal de Aparecida de Goiânia. A família afirma que o corpo deve chegar ao Acre na terça (17). Carro dirigido por cantor sertanejo ficou destruído em acidente, em Posselândia, Guapó, Goiás Divulgação/PRF
    Mulher que teve pé amputado após ser atropelada por ônibus relata falta de assistência de empresa, em Goiânia

    Mulher que teve pé amputado após ser atropelada por ônibus relata falta de assistência de empresa, em Goiânia


    Ela conta que está passando por dificuldades porque não pode trabalhar e precisa mandar dinheiro para filhas no Piauí. RedeMob afirma que setor jurídico está em contato com o advogado da vítima. Após ter perna amputada em acidente de ônibus,...


    Ela conta que está passando por dificuldades porque não pode trabalhar e precisa mandar dinheiro para filhas no Piauí. RedeMob afirma que setor jurídico está em contato com o advogado da vítima. Após ter perna amputada em acidente de ônibus, mulher diz que não recebe assistência Após ser atropelada por um ônibus do transporte coletivo e precisar amputar o pé, a auxiliar de limpeza Maria do Amparo dos Santos Silva, de 39 anos, relata que não recebeu qualquer assistência da empresa de transporte. O acidente ocorreu no Terminal Praça da Bíblia, em Goiânia, no último dia 22 de março. Segundo a vítima, ela não tem conseguido trabalhar, o marido está desempregado e ambos estão com dificuldades de pagar as contas e ainda mandar dinheiro para as duas filhas, de 22 e 11 anos, que vivem no Piauí com uma tia. "Está demorando demais [para nos dar alguma ajuda]. Eu estou vivendo de doações, mas é pouca coisa. Mais doações de alimentos mesmo. Agora que vai vir o próximo aluguel, de R$ 300, e eu não sei como vou pagar porque não consigo trabalhar desse jeito. Estou tendo dores ainda na perna", contou. A RedeMob informou, por meio de nota, que lamenta o ocorrido e que "os advogados das partes estão negociando uma solução". Maria do Amparo dos Santos Silva, de 39 anos, que foi atropelada por ônibus e teve pé amputado Reprodução/TV Anhanguera Abalada com a lembrança do acidente, Maria do Amparo disse que tem passado noites em claro com a lembrança. Ela relatou que, na data do atropelamento, tinha trabalhado durante todo o dia e estava tentando ir para casa, em Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia. "Tinha trabalhado o dia inteiro, estava voltando para casa. Não gosto de me lembrar, não estou conseguindo dormir por causa dessa recordação na minha mente. Eu estava descendo do ônibus, fui caminhando e quando eu olhei para os lados não vi nada. Quando olhei um ônibus esbarrou em mim. Estava muito rápido. Eu rodei, pegou meu pé e fiquei em choque. Quando levantei minha perna as pessoas me deitaram porque não tinha como me mexer", contou. Ela relatou que ficou internada até a última sexta-feira (13), mas ainda precisará passar por nova operação para preparar a perna e colocar uma prótese. Preocupadas as filhas dela mandaram um vídeo para a TV Anhanguera relatando que estão com saudades da mãe que não veem há sete meses, desde que ela se mudou para Goiás em busca de emprego. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Morto em acidente na BR-060 era cantor sertanejo do Acre e tentava sorte na música em Goiás, diz PRF

    Morto em acidente na BR-060 era cantor sertanejo do Acre e tentava sorte na música em Goiás, diz PRF


    Parceiro da vítima disse à polícia que eles se mudaram para o estado há pouco tempo. Ele ficou ferido e foi encaminhado para o Hugol. Cantor sertanejo morre em acidente de trânsito na BR-060, em Goiás O motorista que morreu em um acidente de...


    Parceiro da vítima disse à polícia que eles se mudaram para o estado há pouco tempo. Ele ficou ferido e foi encaminhado para o Hugol. Cantor sertanejo morre em acidente de trânsito na BR-060, em Goiás O motorista que morreu em um acidente de trânsito na BR-060, em Posselândia, distrito de Guapó, era cantor sertanejo e tentava a sorte na carreira musical em Goiânia após se mudar do Acre, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Ele dirigia um Fiat Uno bateu, que bateu contra um Fiat Toro. No acidente, seu parceiro de dupla ficou gravemente ferido e o condutor do outro automóvel teve apenas lesões leves. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o passageiro do Uno contou que os dois se mudaram há pouco tempo do Acre para Goiás para tentar carreira na música sertaneja. “No carro deles nós encontramos os instrumentos e aparelhos que eles usavam para fazer os shows. E o passageiro nos contou que eles tentavam a sorte há pouco tempo aqui”, disse o assessor de comunicação da PRF, inspetor Newton Morais. Sérgio Rodrigues, de 33 anos, morreu no local. Já seu parceiro de dupla, Eduardo Reiz, de 31 anos, foi encaminhado para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira. O G1 entrou em contato por email com a assessoria de imprensa do hospital às 9h20 e aguarda o estado de saúde do ferido. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o cantor sertanejo dirigia o Uno pela faixa da direita e, inesperadamente, invadiu a pista da esquerda e foi atingido pelo outro veículo. No local do acidente, próximo ao carro que ele dirigia, foi encontrada uma lata de cerveja. O condutor do outro veículo, de 34 anos, fez o teste do bafômetro, que comprovou que ele não havia bebido antes de dirigir. O corpo de Sérgio Rodrigues seguia no Instituto Médico Legal de Aparecida de Goiânia até as 9h40 desta segunda-feira (16) porque nenhum famliar compareceu à unidade ainda. O G1 entrou em contato com os quatro telefones disponíveis nos cartazes de divulgação encontrados dentro do veículo, mas ninguém atendeu. Carro dirigido por cantor sertanejo ficou destruído em acidente na BR-060 Divulgação/PRF

    Homem morre em acidente entre carros na BR-060, em Guapó


    Vítima fatal ficou presa às ferragens; um passageiro ficou ferido e foi levado ao Hugol. PRF ainda não sabe o que provocou e como acidente ocorreu. Um acidente entre dois carros deixou uma pessoa morta na noite deste domingo (15), na BR-060, no...

    Vítima fatal ficou presa às ferragens; um passageiro ficou ferido e foi levado ao Hugol. PRF ainda não sabe o que provocou e como acidente ocorreu. Um acidente entre dois carros deixou uma pessoa morta na noite deste domingo (15), na BR-060, no distrito de Posselândia, em Guapó, Região Metropolitana de Goiânia. As informações são da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Correção: O G1 errou ao informar que, no total, seis veículos se envolveram no acidente. Na verdade, segundo a Polícia Rodoviária Federal, foram dois carros. A informação foi corrigida às 9h do dia 16 de abril de 2018. Ainda conforme a PRF, a vítima fatal é um homem de 33 anos, que ficou com o corpo preso às ferragens. O passageiro que estava no carro foi socorrido e levado para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) Segundoa polícia um Fiat Uno bateu contra um Fiat Toro. A PRF ainda não se sabe o que provocou e como ocorreu o acidente. A colisão ocorreram no KM-204 da rodovia por volta das 19h. Além de uma equipe da PRF, o Corpo de Bombeiros também foi acionado para ajudar no atendimento da ocorrência. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Placa de carro se solta, e motorista é preso suspeito de fugir após matar jovem atropelado

    Placa de carro se solta, e motorista é preso suspeito de fugir após matar jovem atropelado


    Acidente aconteceu na BR-153, perto do rio Meia Ponte, em Goiânia. Homem foi localizado a cerca de 170 km do local, horas depois. Cones delitam trânsito na BR-153 na altura do rio Meia Ponte, em Goiânia, na manhã deste domingo (15), após pedestre...


    Acidente aconteceu na BR-153, perto do rio Meia Ponte, em Goiânia. Homem foi localizado a cerca de 170 km do local, horas depois. Cones delitam trânsito na BR-153 na altura do rio Meia Ponte, em Goiânia, na manhã deste domingo (15), após pedestre morrer atropelado enquanto atravessava via Delegacia Estadual de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict)/Divulgação Um jovem de 20 anos morreu, na madrugada deste domingo (15), ao ser atropelado enquanto atravessava a BR-153, perto do rio Meia Ponte, em Goiânia. Com o impacto, a placa do carro acabou caindo. De acordo com a Delegacia Estadual de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict), o motorista fugiu sem prestar socorro, mas foi localizado horas depois em um posto de combustível em Brasília – a cerca de 170 km. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas a vítima já estava morta. O homem é de João Lisboa, no Maranhão. Por causa do acidente, foi necessário interditar parte da pista no sentido Goiânia-Anápolis. Os carros podiam passar por uma única faixa no início da manhã. Ainda segundo a Dict, todas as barreiras da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar foram contatadas. Preso, o motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que não acusou ingestão de bebida alcoólica. Carro amassado e sem placa; polícia diz que ele é de motorista idoso que atropelou e matou pedestre na BR-153, em Goiânia, neste domingo (15) Polícia Rodoviária Federal/Divulgação A Polícia Rodoviária Federal informou que o condutor é idoso, tem 72 anos e é aposentado. Ele é morador de Aparecida de Goiânia e dirigia uma caminhonete. Imagens mostram que a parte da frente do veículo ficou amassada. As circunstâncias do acidente ainda não foram apontadas. Equipes da perícia estavam no ponto do acidente por volta de 7h. O Instituto Médico Legal também havia sido acionado para a retirada do corpo. O motorista foi levado para a Delegacia de Águas Lindas, no Entorno. A Polícia Rodoviária Federal informou buscar por imagens de câmeras de segurança na região para tentar identificar a dinâmica do acidente. Outro caso Por volta de 2h, um motociclista que trafegava pela BR-153, também no sentido Goiânia-Anápolis, morreu após colidir com o guardrail. O acidente aconteceu embaixo da passarela de pedestres que fica antes do viaduto do Jardim Novo Mundo. A Dict informou que investiga os motivos que levaram a vítima a perder o controle da direção da motocicleta. O Corpo de Bombeiros esteve no local para tentar socorrer o homem, mas ele já estava sem vida quando a equipe chegou. A Polícia Rodoviária Federal e a Concebra – concessionária responsável por administrar a rodovia – isolaram o trânsito na área. A Polícia Civil destacou que o local não tem iluminação e que a visibilidade é precária. A perícia foi realizada pela manhã.
    Caminhonete atravessa canteiro central, invade contramão e atropela motociclista em Goiânia; vídeo

    Caminhonete atravessa canteiro central, invade contramão e atropela motociclista em Goiânia; vídeo


    Motorista disse à polícia que perdeu os freios e desviou veículo para não acertar outros carros. Motociclista fica ferida após ser atingida por caminhonete, em Goiânia Um vídeo feito por câmeras de segurança mostra quando uma caminhonete...


    Motorista disse à polícia que perdeu os freios e desviou veículo para não acertar outros carros. Motociclista fica ferida após ser atingida por caminhonete, em Goiânia Um vídeo feito por câmeras de segurança mostra quando uma caminhonete atravessa o canteiro central da Avenida Perimetral Norte, em Goiânia, invade a contramão e atropela uma motociclista de 28 anos. Segundo o motorista, ele perdeu os freios do veículo, o que provocou o acidente neste sábado (14). Na imagem, alguns carros aparecem parados no semáforo. A caminhonete se aproxima e, sem conseguir parar, atravessa o canteiro central para desviar dos automóveis parados e atinge a motociclista, que seguia no sentido oposto (assista acima). De acordo com a Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito, que investiga o crime, a moto ficou presa na parte da frente da caminhonete e foi arrastada por 10 metros. A vítima, Vandeira Silva Teixeira, foi arremessada na calçada e teve lesões graves nas pernas. No momento do acidente, uma segunda moto não conseguiu desviar da caminhonete e atingiu a lateral do veículo. O piloto não se feriu, mas a passageira teve uma fratura na mão. O condutor da caminhonete permaneceu no local e foi submetido ao teste do bafômetro, que apontou que ele não tinha bebido. Vandeira foi levada para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira. Por telefone, a unidade informou às 17h25 que o estado de saúde dela é estável e ela está internada na enfermaria. Já a caminhonete foi encaminhada para o Instituto de Criminalística para ser submetida a perícia e verificar se realmente houve problemas no freio do veículo e quais as causas. A reportagem tenta contato por telefone desde as 17h com o órgão para saber o prazo para que esse laudo fique pronto, mas as ligações não foram atendidas. Veja outras notícias da região no G1 Goiás. Caminhonete atravessa canteiro central e atropela motociclista em Goiânia Reprodução/TV Anhanguera
    Marginal Botafogo é interditada em novo trecho; veja desvio

    Marginal Botafogo é interditada em novo trecho; veja desvio


    Este é o 4º ponto a ter o trânsito completamente bloqueado por conta das obras de recuperação após via ser afetada por fortes chuvas em Goiânia; previsão é de conclusão em 45 dias. Trecho foi interditado na Marginal Botafogo, em Goiânia,...


    Este é o 4º ponto a ter o trânsito completamente bloqueado por conta das obras de recuperação após via ser afetada por fortes chuvas em Goiânia; previsão é de conclusão em 45 dias. Trecho foi interditado na Marginal Botafogo, em Goiânia, Goiás Prefeitura de Goiânia/Divulgação A Marginal Botafogo, que está em obras de recuperação desde as fortes chuvas de fevereiro deste ano, foi interditada, neste sábado (14), entre a Rua PL-3 e a Avenida Deputado Jamel Cecílio, no sentido região sul de Goiânia. Este é o 4º ponto a ter o trânsito completamente bloqueado na via (veja lista abaixo). De acordo com a Prefeitura de Goiânia, o local já estava interditado em meia-pista e precisou ser completamente bloqueado para que um gabião, uma estrutura que deve reforçar a estrutura da pista. Os motoristas deverão fazer o desvio pela rua Rua PL-3, até sair na Avenida Deputado Jamel Cecílio. Pontos de interdição total da Marginal Botafogo: Entre a Av. Independência e a Av. Anhanguera (sentido norte-sul) Entre a Av. Anhanguera e Av. Independência (sendido sul-norte) Entre a Av. Dep. Jamel Cecílio e Av. 88 (sentido sul-norte) Entre a Rua PL-3 e Av. Dep. Jamel Cecílio (sentido norte-sul) Além dos pontos de interdição total, segundo a Secretaria de Infraestrutura e Obras (Seinfra), outros 17 pontos, ao longo da via marginal, estão com interdição parcial, operando em meia-pista. A previsão do órgão é que as obras sejam entregues em até 45 dias. A Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) divulgou nota em que orienta os motoristas a utilizarem a via, durante o período de recuperação, “apenas em casos que não houver outra alternativa de trafegabilidade”. Via também está com interdição total entre a Avenida Independência e Avenida Anhanguera Vitor Santana/G1 Série de problemas As obras de intervenção da Marginal Botafogo tem ocorrido desde as chuvas do fim do ano passado. Os problemas mais graves apareceram no dia em 22 de fevereiro, após um temporal atingir a capital. Na ocasião, parte do asfalto ficou destruído entre os viadutos das avenidas Independência e Araguaia. Por isso, o trânsito precisou ser desviado. No dia seguinte, 23 de fevereiro, o tráfego ocorreu em meia pista após grandes buracos se abrirem por causa do temporal. Neste trecho, a obra ainda não foi concluída. Avenida Marginal Botafogo fica completamente alagada durante temporal em Goiânia Goiás TV Anhanguera/Reprodução Revitalização A SMT calcula que passam entre 80 mil e 100 mil carros diariamente na Marginal Botafogo. De acordo com a prefeitura, uma empresa será contratada para uma análise técnica da situação da marginal. O estudo deve custar R$ 1,3 milhão. O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO) disse que acompanhará a revitalização da via, desde o estudo à execução da obra, prevista para começar no ano que vem. A estimativa é de que o custo total da obra chegue a R$ 35 milhões. Equipes fazem reparos na Marginal Botafogo, em Goiânia Vitor Santana/G1 Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Falso médico suspeito de aplicar golpes pelo país é preso em Santa Cruz do Sul

    Falso médico suspeito de aplicar golpes pelo país é preso em Santa Cruz do Sul


    Eduardo Bezerra Inojosa, de 43 anos, tinha mandado de prisão preventiva de Goiás. Conforme a Brigada Militar, ele confessou que vivia de furtos e estelionatos. Falso médico foi preso na tarde desta sexta-feira (13) em Santa Cruz do Sul Brigada...


    Eduardo Bezerra Inojosa, de 43 anos, tinha mandado de prisão preventiva de Goiás. Conforme a Brigada Militar, ele confessou que vivia de furtos e estelionatos. Falso médico foi preso na tarde desta sexta-feira (13) em Santa Cruz do Sul Brigada Militar/Divulgação Um homem conhecido por se fingir de médico e aplicar golpes pelo país foi preso por volta das 16h desta sexta-feira (13) em Santa Cruz do Sul, município distante cerca de 150 quilômetros de Porto Alegre. De acordo com a Brigada Militar, Eduardo Bezerra Inojosa, de 43 anos, tentou enganar pelo menos três mulheres na cidade, mas foi descoberto. "Ele chegou na terça-feira (10) à cidade e tentou capturar mulheres para que fossem secretárias dele. Elas desconfiaram e relataram à Brigada Militar, que constatou que ele era esse rapaz com extensa ficha criminal", conta o capitão Rafael Menezes, comandante da 1ª e 2ª companhias da Brigada Militar de Santa Cruz do Sul. Segundo a BM, ele dizia às vítimas que era médico ginecologista e iria abrir uma clínica na cidade. Em seguida, oferecia emprego de secretária e roubava pertences das mulheres. A prisão aconteceu próximo a um supermercado na Rua Marechal Floriano, no Centro da cidade, e não houve resistência. O suspeito não estava armado e confessou os crimes, conforme o oficial. "Ele estava com a carteira de identidade e confirmou tudo, que comete esses crimes. Ele disse para nós que vive disso, dos furtos e estelionatos, e que ia passar uns 15, 20 dias aqui e depois iria para Porto Alegre ou Florianópolis", relata Menezes. Ainda de acordo com o capitão, o suspeito foi preso preventivamente em razão de um mandado de prisão preventiva em aberto do estado de Goiás. Ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Santa Cruz do Sul. Em 2015, a polícia do Piauí fez buscas a esse mesmo homem. A tática do crime permaneceu a mesma desde então. Conforme as autoridades gaúchas, além do Rio Grande do Sul, Goiás e Piauí, havia denúncias contra o falso médico também nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.
    Tecnoshow 2018 encerra com movimentação de R$ 2,5 bilhões em negociações

    Tecnoshow 2018 encerra com movimentação de R$ 2,5 bilhões em negociações


    Evento foi realizado em Rio Verde e superou expectativas de público e transações financeiras. Segundo organização, 106 mil pessoas passaram pelo local. Tecnoshow 2018 encerra com movimentação de R$ 2,5 bilhões em negociações A 17ª edição...


    Evento foi realizado em Rio Verde e superou expectativas de público e transações financeiras. Segundo organização, 106 mil pessoas passaram pelo local. Tecnoshow 2018 encerra com movimentação de R$ 2,5 bilhões em negociações A 17ª edição da Tecnoshow Comigo superou as previsões de negociações entre expositores e público, chegando a movimentar R$ 2,5 bilhões em 2018. O evento foi encerrado na tarde desta sexta-feira (13) em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Os 106 mil participantes da feira puderam visitar cerca de 550 estandes para conhecer novas tecnologias usadas no campo e renovar maquinários, estoques de sementes e outros produtos. Presidente da Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (Comigo), Antônio Chavaglia avaliou que o resultado da feira foi promissor. Segundo ele, ainda há dificuldades a serem superadas pelos agricultores e pecuaristas, mas que as perspectivas são otimistas para o restante do ano. “Esse resultado é bastante gratificante e expressivo. É um orgulho para todos nós. [...] Foi uma união de esforços para viabilizar ainda mais o agronegócio. Existem desafios políticos e econômicos a serem superados, mas os produtores estão acostumados a desafios e vamos enfrentar com otimismo [...] promovendo mais renda e sustentabilidade”, afirmou. Antônio Chavaglia, presidente da Comigo, durante encerramento da Tecnoshow 2018 Divulgação/Comigo Os produtores que participaram do evento avaliam que a feira é uma boa oportunidade de comprar preços e conseguir condições melhores na negociação, como explica o agricultor José Antônio Oliveira. “Aqui na feira as condições estão melhores do que fora. Vim olhar colheitadeiras e tratores. O preço está bom, só o dinheiro que ainda está curto”, brincou. O agropecuarista Rogério Ribeiro de Lima contou que aproveitou a oportunidade para conhecer as novidades no meio. “Vim atrás de conhecer as novas tecnologias aplicadas nas máquinas. Aqui dá para olhar preços e modelos diferentes de uma vez só”, avaliou. Também visitante do evento, o agricultor Gabriel de Almeida Brandão disse que fechou negócio no penúltimo dia da feira. “Consegui uma boa negociação em uma colheitadeira e financiei por R$ 950 mil. Estou bem satisfeito”, comentou. Público na Tecnoshow 2018 em Rio Verde Divulgação/Comigo Para os expositores, os dias foram de movimento intenso nos estandes. Segundo o vendedor de uma empresa de máquinas agrícolas, Nestor Morgano, o fluxo foi similar ao do ano passado. “Teve um movimento bom de visitação. Esse é o segundo ano que participamos, então as pessoas da região ainda estão conhecendo a marca. Além disso, trabalhamos com preços cerca de 15% abaixo do valor que colocamos no mercado normalmente”, pontuou. O projetista de irrigação Rodolfo Fernandes disse que a empresa conseguiu fechar cerca de dez sistemas durante o evento. “O movimento está dentro do esperado e as negociações também estão atendendo às nossas expectativas”, comentou. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Caminhoneiros morrem após batida de frente na BR-452, em Bom Jesus de Goiás

    Caminhoneiros morrem após batida de frente na BR-452, em Bom Jesus de Goiás


    Suspeita da PRF é que um dos condutores tenha perdido o controle da direção. Rodovia ficou parcialmente interditada. Caminhão fica destruído após bater de frente contra outro veículo, em Bom Jesus de Goiás Reprodução/TV Anhanguera Dois...


    Suspeita da PRF é que um dos condutores tenha perdido o controle da direção. Rodovia ficou parcialmente interditada. Caminhão fica destruído após bater de frente contra outro veículo, em Bom Jesus de Goiás Reprodução/TV Anhanguera Dois caminhoneiros, de 54 e 59 anos, morreram na tarde desta sexta-feira (13), na BR-452, em Bom Jesus de Goiás. Os veículos bateram de frente. A suspeita da Polícia Rodoviária Federal é que um dos condutores perdeu o controle da direção. Aparecido Bressiano, 59, e José Henrique Brussolo, 54, morreram no local. Os dois viajavam sozinhos, cada um em um veículo. Com o acidente, a estrada ficou parcialmente interditada e não há previsão para liberação. Um dos caminhões estava carregado de soja. A preocupação da PRF e também do Corpo de Bombeiros também é o vazamento de combustível de um dos veículos. Foram tomados cuidados para que não haja nenhum incêndio no local.
    Cursos preparam produtores rurais para usar novas tecnologias e diversificar áreas de atuação

    Cursos preparam produtores rurais para usar novas tecnologias e diversificar áreas de atuação


    Entre as opções procuradas na Tecnoshow 2018 estão treinamentos de uso de drones, queijos, pães, selaria e apicultura. Produtores rurais buscam aprender a pilotar drones, em Goiás Fredox Carvalho/Senar Os produtores rurais que visitam a Tecnoshow...


    Entre as opções procuradas na Tecnoshow 2018 estão treinamentos de uso de drones, queijos, pães, selaria e apicultura. Produtores rurais buscam aprender a pilotar drones, em Goiás Fredox Carvalho/Senar Os produtores rurais que visitam a Tecnoshow Comigo 2018 têm oportunidade de conhecer cursos gratuitos que podem ajudar na diversificação de produtos e otimizar o trabalho no campo como aulas de uso de drones. Apesar dos cursos não serem ministrados na feira, os interessados puderam procurar o estande do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) no evento, que ocorre até esta sexta-feira (13) em Rio Verde, no Sudoeste de Goiás. Veja página especial da Tecnoshow no G1 Goiás. Idealizador do curso de drones, Marcelo Lessa explica que o treinamento surgiu a partir da percepção de que o equipamento tem muitas utilidades importantes para o produtor rural. “Foi constatado uma gama de opções, como mapeamento de área, contagem de rebanho, monitoramento e avaliação técnica de área plantada, segurança rural e até mesmo para apartar rebanho”, detalhou. O treinamento começou a ser ofertado este ano. Os alunos aprendem a parte teórica, com informações sobre as normas que regem o uso do equipamento, e a prática, quando aprendem a pilotar o drone. Segundo Marcelo, 60 pessoas já se formaram nas primeiras turmas e outras pessoas aguardam para também poder participar. “Tem sido uma demanda crescente da solicitação desse treinamento de diversas formas, e estamos nos adaptando a essas necessidade . [Os alunos são] produtores, trabalhadores rurais, técnicos de campo, estudantes até mesmo a própria Polícia Militar na utilização da segurança rural”, afirmou. Curso de apicultura, na Tecnoshow 2018 Vanessa Martins/G1 A pesquisadora da Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais (Comigo), Simone Brand, destaca que o produtor deve sempre estar em contato com o sindicato rural da sua região para ter acesso a informações novas e se atualizar. Segundo ela, a região sudoeste de Goiás oferece muitas oportunidades de reciclagem para o segmento. “Hoje, a atividade agrícola, para manter a rentabilidade, o produtor tem que se atualizar com novas técnicas, novos produtos e é importante que esteja se informando para ser mais eficiente. Aqui no sudoeste de Goiás, o produtor tem muito acesso à informação em palestras e cursos durante o ano”, afirmou. Ainda conforme Simone, técnicas que permitem a diversificação da produção também são importantes, principalmente para o pequeno produtor. “Pensando em propriedade pequena precisa diversificar a produção para conseguir rentabilidade. A fabricação de bolo, artesanato, muitas vezes é possível gerar renda com essa atividade”, detalhou. Curso dá dicas sobre como criar abelhas, em Rio Verde, Goiás Vanessa Martins/G1 Apicultura e selaria Uma das atividades de baixo custo de investimento e que pode gerar uma renda extra sazonal é a atividade de apicultura. Instrutor do Senar, Luciano Góes relata que o investimento inicial é de cerca de R$ 500 para uma colméia que pode gerar até R$ 900. “É uma atividade que pode ser aliada a outras porque exige só uma manutenção semanal. No treinamento o produtor aprende a capturar a colméia no ambiente e pode retirar até 20 kg e mel por colméia por ano, sendo que a durabilidade delas é de cerca de 15 anos. O mel pode ser vendido por até R$ 45 o quilo no varejo e, nas mesmas condições, o própolis custa até R$ 150 o kg”, detalhou. Já o curso de selaria ensina como o produtor de gado pode aproveitar o couro para fabricar selas, chaveiros, chicotes e outros materiais usados no campo. Antônio Govea, instrutor do treinamanto, conta que as aulas ensinam desde o básico de como trabalhar o material para ele ser usado nessas produções, até decoração em detalhes. “A selaria é um trabalho de arreio celas. O curso ensina toda parte de trabalho de couro: cintos, carteiras, chaveiros, tudo que vem do couro dá para trabalhar. Os alunos fazem para uso próprio, aprendem a dar reparos e até para vender. As ferramentas usadas são facas, canivetes e se ele já tiver o couro, não tem custo quase nenhum para produzir e pode vender uma sela por até R$ 1,5 mil”, contou. Curso de selaria também está na Tecnoshow, em Rio Verde, Goiás Vanessa Martins/G1 Queijo e pão Também durante a tecnoshow, são oferecidas oficinas demonstrativas de produção de derivados do leite e pães. Os visitantes podem se informar sobre os cursos disponíveis e ver o resultado da produção de queijos, iogurtes, pães de queijo e bolos. Instrutora do Senar, Cithya Parreira explica que as demonstrações atraem os visitantes com degustações dos produtos e mostram a atividade como uma fonte de renda alternativa. “Os treinamentos são uma oportunidade de qualificação e são oferecidos em todo o estado. São mais de 5 mil cursos por ano, a procura é muito grande”, disse. Tecnoshow 2018 Data: De 9 a 13 de abril Local: Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: 8h às 18h Entrada gratuita Curso de queijos, na Tecnoshow 2018, em Rio Verde, Goiás Vanessa/Martins Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Raquel Dodge pede ao STF prioridade para julgamento do caso de Demóstenes Torres

    Raquel Dodge pede ao STF prioridade para julgamento do caso de Demóstenes Torres


    Cassado do mandato de senador em 2012, Demóstenes conseguiu liminar que permite a ele concorrer nas eleições deste ano. Pedido, porém, deverá ser analisado pela 2ª Turma do Supremo. Demóstenes Torres, durante discurso no Senado, antes de ser...


    Cassado do mandato de senador em 2012, Demóstenes conseguiu liminar que permite a ele concorrer nas eleições deste ano. Pedido, porém, deverá ser analisado pela 2ª Turma do Supremo. Demóstenes Torres, durante discurso no Senado, antes de ser cassado em 2012 Geraldo Magela/Agência Senado A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu urgência no julgamento de uma liminar (decisão provisória) que suspendeu a inelegibilidade do ex-senador Demóstenes Torres (PTB-GO), permitindo a ele se candidatar nas eleições deste ano. A liminar foi concedida pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), no dia 27 de março. Ele negou o retorno do ex-parlamentar ao mandato. O mérito do pedido ainda terá de ser analisado pela Segunda Turma do STF, composta por cinco ministros. Não há data para esse julgamento. Em seu parecer, Dodge afirma exige apreciação “urgente e prioritária”, pois o resultado do julgamento poderá ter impacto nas eleições, causando "prejuízo irreversível". A procuradora-geral pede que a liminar seja cassada. Cassado em 2012 por quebra de decoro parlamentar, Demóstenes estava inelegível até 2027. Ele foi acusado de usar o mandato para favorecer o bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. No pedido, o ex-senador afirmou que pretende se candidatar ao Senado nas próximas eleições e pediu a anulação da inelegibilidade e o retorno ao mandato. Ele alegou que as interceptações telefônicas realizadas nas operações Vegas e Monte Carlo foram invalidadas pela Segunda Turma do STF em outubro de 2016. Toffoli afirmou na decisão que o ex-parlamentar reúne condições para disputar mandato eletivo e, caso não se suspenda de imediato a inelegibilidade, ele não poderá se afastar do cargo no prazo hábil para se candidatar, ou seja, seis meses antes do pleito para poder disputar as eleições de 2018. "A iminência do encerramento do prazo para que Demóstenes Torres adote providências que constituem critério legal a sua participação nas Eleições de 2018 justifica o provimento liminar para, em sede cautelar", escreveu Toffoli. Toffoli negou, porém, o retorno ao mandato. Segundo o ministro, trata-se de uma decisão de competência do Senado. "Ante a independência entre as instâncias penal e política, entendo que o óbice ao exercício do mandato de senador por Demóstenes Torres passível de ser atribuído ao Senado Federal decorre do exercício da jurisdição censória pela casa parlamentar", argumentou.
    Para atrair clientes, estandes da Tecnoshow têm salas sensoriais, games e até bar a 35 metros de altura

    Para atrair clientes, estandes da Tecnoshow têm salas sensoriais, games e até bar a 35 metros de altura


    Expositores usam a criatividade para chamar a atenção dos visitantes do evento, que termina nesta sexta-feira (13), em Rio Verde, GO. Expositores aliam criatividade e tecnologia na Tecnoshow 2018 Vanessa Martins/G1 Expositores da Tecnoshow Comigo...


    Expositores usam a criatividade para chamar a atenção dos visitantes do evento, que termina nesta sexta-feira (13), em Rio Verde, GO. Expositores aliam criatividade e tecnologia na Tecnoshow 2018 Vanessa Martins/G1 Expositores da Tecnoshow Comigo 2018 usaram a criatividade para chamar a atenção e levar visitantes de todas as idades ao seus estandes. Os atrativos variam de experiências sensoriais diferentes até um “bar” suspenso por um guindaste a 35 metros de altura. Os participantes do evento podem conferir as atrações até esta sexta-feira (13), durante o evento que ocorre em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Veja página especial da Tecnoshow 2018. Pré-lançando a Intacta 2, uma soja transgênica que deve chegar ao mercado em 2021, a Monsanto criou um tour com seis salas sensoriais para apresentar o produto e suas características. Com filas de até uma hora para participar da experiência, o diferencial atrai o público durante a feira. Em cada sala, é apresentada uma característica do produto: desde a resistência genética a certas pragas até maior produtividade. A experiência mostra por meio de áudio e vídeo o que a empresa pretende entregar ao cliente, usando ainda holograma, ventiladores e plataformas móveis para simular infestação de lagartas na lavoura e a sensação se estar dentro de um silo. “Quisemos fazer algo mais lúdico e interativo de forma que o visitante entenda qual papel dele. Atrai pessoas mais espertas no assunto, como filho do agricultor. Tem filas a todo momento aqui para participar”, explicou o gerente de lançamento André Menezes. Bar suspenso é atração na Tecnoshow em Rio Verde, Goiás Vanessa Martins/G1 O agricultor Sebastião Edmar, de 56 anos, participou do circuito e avaliou que a experiência foi informativa e divertida ao mesmo tempo. “Muito legal. Deu para entender um pouco da soja que eles estão produzindo e com certeza nunca tinha visto uma exposição assim. Muito interessante. Chama muito atenção desperta nossa curiosidade e faz a gente refletir sobre a melhoria que precisa ter na lavoura”, relatou. Bar nas alturas Também atraindo público de todas as idades e perfis está o “bar” suspenso por um guindaste a 35 metros de altura. O estande da empresa de energia solar Ilumisol também ficou movimentado por causa da atração. Supervisor de franquias da empresa, Jhonatan Carvalho disse que a proposta é proporcionar um momento e uma vista diferentes aos participantes da feira. “Vimos essa estrutura em um evento no exterior e viemos atrás para usar como atrativo aqui na feira. Nosso cliente, direcionado pelo vendedor, ganha uma foto dele feita lá no topo. Chegando lá também servimos água e refrigerante para o pessoal enquanto eles aproveitam a vista”, detalhou. A dona de casa Laciene Delane, de 34 anos, visitou a feira com as filhas e decidiu experimentar o passeio pelas alturas. Apesar do medo, ela disse que aproveitou a vista e a experiência. “Dá um frio na barriga, mas é bom. Não pode olhar para baixo. Vim com minhas filhas para passear e elas me convenceram a subir”, brincou. Games Outra maneira de atrair o público foi com o uso de jogos, como fez a Ihara, de produtos e soluções agrícolas. No estande, a empresa instalou o fogo de videogame em que o visitante usa um controle para matar as ervas daninhas com os defensivos da marca. No último dia da feira o jogador recordista em pontos ganhará uma camisa oficial do Brasil. Apesar de mais comum, o uso de cavalos pequenos para atrair famílias e fazer passeios com crianças é outra atividade que chama atenção dos visitantes. Muitas famílias não deixam de passar pela área de exposição de animais e levar os filhos para um passeio a cavalo, como fez o mecânico de máquinas agrícolas Raino Fernandes de Araújo, de 30 anos. “Eu venho acompanhar as novidades da feira e trazer a família para o lazer. É um dia de alegria para eles, que ficam animados com essas coisas. Também é bom que eles vão tendo contato com os animais e vão aprendendo a respeitar e tomar gosto”, disse. Tecnoshow 2018 Data: De 9 a 13 de abril Local: Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: 8h às 18h Entrada gratuita Jovens aproveitam bar suspenso durante a Tecnoshow 2018 Vanessa Martins/G1 Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Aplicativos expostos na Tecnoshow oferecem soluções de gestão para o produtor rural

    Aplicativos expostos na Tecnoshow oferecem soluções de gestão para o produtor rural


    Programas facilitam a administração das fazendas e viabilizam melhores tomadas de decisão. Analista de transferência de tecnologia da Embrapa, Pricila Vetrano Rizzo Vanessa Martins/G1 A apresentação de aplicativos que ajudam o produtor rural...


    Programas facilitam a administração das fazendas e viabilizam melhores tomadas de decisão. Analista de transferência de tecnologia da Embrapa, Pricila Vetrano Rizzo Vanessa Martins/G1 A apresentação de aplicativos que ajudam o produtor rural podem ser encontradas em diferentes estandes de expositores da Tecnoshow Comigo 2018, que ocorre em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, até esta sexta-feira (13). Os programas ajudam na gestão da propriedade, no monitoramento da produção e análises de custo. Veja página especial da Tecnoshow 2018. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por exemplo, criou o aplicativo GisLeite, que permite que o produtor gerencie o gado leiteiro. Alimentando o programa com dados, ele gera relatórios e gráficos que podem ajudar no controle e tomada de decisões. “O aplicativo oferece orientações econômicas e técnicas. O produtor pode colocar informações de reprodução, qualidade do leite, custos de implementação, entre outros dados. Com isso, ele acompanha a evolução do rebanho, se tá indo bem ou precisa melhorar e consegue decidir em que diminuir gastos”, explicou a analista de transferência de tecnologia da Embrapa, Pricila Vetrano Rizzo. Análise de capim A especialista também citou o desenvolvimento de outro aplicativo que permite ao produtor de gado comparar tipos de capim. Por meio do PastoCerto, ele se informa sobre as caractarísticas de cada um e escolhe o que mais se adapta às suas necessidades. “Nem sempre tem um capim melhor que os outros. O melhor é aquele que atende às condições da propriedade e do rebanho. O app, que é muito simples, compara uma qualidade com a outra para ajudar a definir qual se encaixa”, detalhou. Outra forma de análise da propriedade é com sensores, como o projeto FieldView. Essa tecnologia mostra ao agricultor em tempo real as análises de um drive, instalado nas máquinas normalmente na lavoura, com colheitadeiras, plantadeiras e pulverizadores. Diretor de produto, Guilherme Belardo explica que assim que um erro é detectado, o produtor pode parar o trabalho, reajustar a máquina e continuar. “Esse drive coleta dados e eles são enviados para o programa gerar mapas de plantio. O objetivo é dar melhores condições de tomadas de decisão e empoderar o agricultor”, detalhou. Os mapas podem ser gerados também através do uso de drones, que monitoram a lavoura e identificam em que pontos há problemas. Com essa informação, o agricultor verifica pessoalmente o local, detecta qual o problema e pode resolvê-lo com antecedência. Aplicativos expostos na Tecnoshow oferecem soluções de gestão para o produtor rural, em Goiás Mapfy/Divulgação Usuário do aplicativo, o agrônomo e agricultor Fabiano Ferrari, de 42 anos, contou que com o uso da ferramenta ele pode identificar problemas no solo e de mato na sua lavoura. “Eu consigo ver onde estou produzindo menos. Com essa mancha vermelha ele apontou um problema e, no local, verificamos que o solo estava compactado, formando blocos grandes de terra e com dificuldade de aprofundamento de raiz, absorção de água e nutrientes. Onde eu resolvi o problema a área começou a ficar mais verde, indicando que a produção estava boa naquela área”, contou. Segundo o agricultor, a ferramenta também o levou a fazer aplicações mais preciasas. “Na última safra, fiz uma análise de precisão, juntei com foto da colheita e sabia onde repor o nutriente por causa do mapa de colheita”, completou. Juntando dados oferecidos pelo produtor, mais um aplicativo ajuda no gerenciamento da propriedade rural: o Mapfy. Segundo o consultor de negócios Leandro Castilho, o programa pode ser personalizado conforme a necessidade do cliente. “O principal é centralizar todas as informações da fazenda dele e saber qual o custo de produção e onde ele pode trabalhar para reduzir esse custo. Sistema mostra o quanto gastou com o que e gera parâmetros para o produtor saber onde atuar e de maneira eficiente”, explicou. Também através do programa, o produtor rural também pode planejar ações, como agendar data de aplicação de algum insumo ou alguma manutenção. Com esse agendamento, o sistema alerta sobre a atividade e lembra o produtor de não perder o tempo da lavoura. Tecnoshow 2018 Data: De 9 a 13 de abril Local: Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: das 8h às 18h Entrada gratuita Aplicativo exposto na Tecnoshow gera gráficos, em Goiás Mapfy/Divulgação Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Uso de cães no pastoreio ajuda a melhorar criação de ovelhas e gado, ensina expositor da Tecnoshow

    Uso de cães no pastoreio ajuda a melhorar criação de ovelhas e gado, ensina expositor da Tecnoshow


    Zootecnista explica que uso dos animais reduz estresse nos rebanhos, contribuindo para melhora da fertilidade e saúde dos animais. Uso de cães no pastoreio de ovelhas e gado pode melhorar qualidade dos produtos O criador de cães pastores e...


    Zootecnista explica que uso dos animais reduz estresse nos rebanhos, contribuindo para melhora da fertilidade e saúde dos animais. Uso de cães no pastoreio de ovelhas e gado pode melhorar qualidade dos produtos O criador de cães pastores e zootecnista Rafael Rodrigues Jorge demonstra, durante a Tecnoshow, como o uso desses animais ajuda a controlar rebanhos de ovelhas e gado. O especialista afirma que os animais são uma boa alternativa para garantir melhor qualidade de vida para o rebanho, o que também garante melhor produto. Confira aqui a página especial da Tecnoshow 2018 no G1 Goiás. “Com os cães o rebanho tem redução de estresse e melhora em vários aspectos. Melhora a fertilidade, o índice de parição, ganho de peso. Tudo que é ligado ao estresse melhora porque o cão faz uma condução sem contato, só por pressão psicológica”, esclareceu. O zootecnista afirmou ainda que a eficiência do animal é grande. Conforme o especialista, um cachorro condutor pode pastorear até 200 cabeças, dependendo do tamanho da propriedade. “Ele faz o que a gente faria, mas muito mais rápido. É uma ferramenta para auxiliar o peão. Os condutores vão até a 800 metros de distância do peão para reunir o rebanho. Para saber quantos cães são necessários para o rebanho, é preciso olhar o tamanho da propriedade e a quantidade de animais antes, para então determinar”, avaliou. Rafael explicou ainda que o treinamento de um filhote de um ano dura de oito a dez meses. Ele relata que o ensinamento dos comandos é, na verdade, uma nomeação de movimentos já instintivos da raça. Conforme o zootecnista, esse trabalho é feito em inglês por ser um padrão universal de comandos, mas pode ser adaptado para qualquer língua, já que o que importa para o cão é o tom da voz e não as palavras. “O produtor pode comprar o cão já treinado, que custa até R$ 7 mil, ou comprar um filhote, que varia entre R$ 1,5 e R$ 2 mil e treinar. De toda forma, o animal leva um tempo de adaptação no local para as ovelhas se acostumarem com ele e ele se acostumar com o trabalho. Esse período varia de 15 a 30 dias”, disse. Cão da raça Border Collie que pastoreia ovelhas em demonstração na Tecnoshow 2018 Vanessa Martins/G1 Uso de cães auxiliando o manejo de rebanhos Data: sexta-feira (13) Horário: 9h30 Local: Espaço de Dinâmicas de Pecuária na Tecnoshow - Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Entrada gratuita Tecnoshow 2018 Data: de 9 a 13 de abril Local: Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: 8h às 18h Entrada gratuita Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Expositores da Tecnoshow abordam diferentes formas de analisar o solo

    Expositores da Tecnoshow abordam diferentes formas de analisar o solo


    Pesquisadores da Embrapa ensinam o produtor sobre como observar as características de danos na terra. Já plataforma digital oferece soluções para problemas no terreno. Solos para demonstração de método desenvolvido pela Embrapa Vanessa...


    Pesquisadores da Embrapa ensinam o produtor sobre como observar as características de danos na terra. Já plataforma digital oferece soluções para problemas no terreno. Solos para demonstração de método desenvolvido pela Embrapa Vanessa Martins/G1 Durante a Tecnoshow Comigo 2018, o agricultor tem acesso a conhecimentos e serviços para analisar e saber como melhorar a qualidade do solo para o plantio. As técnicas variam de observação a olho nu e manejo da terra com as mãos, até análises laboratoriais complexas aliadas a plataformas que dão dicas ao agricultor de como solucionar as deficiências encontradas. Confira aqui a página especial da Tecnoshow 2018 no G1 Goiás. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolveu um método de análise da estrutura do solo que é ensinado ao agricultor para que ele mesmo identifique se há alguma deficiência que precisa ser corrigida ou não. Pesquisador da área, Luís Carlos Hernani explica que a observação é simples e pode fazer a diferença na qualidade do plantio. “O próprio produtor pode abrir uma trincheira, olhar o perfil e fazer avaliação. Ele mesmo faz a retirada de uma amostra de um ponto e avalia distribuição de agregados e vai dar notas para as diferentes camadas. Com base na visualização rápida, ele avalia se precisa chamar um técnico para uma análise química e biológica”, explicou. Na análise, o agricultor precisa observar se o solo tem raízes ou não, pequenos furos que permitem a circulação de ar e água e se os aglomerados de terra são grandes, pequenos ou se o solo está pulverizado. “Avaliamos que 80% das áreas de plantio direto não tem solo em condições adequadas. A formação de grandes blocos de terra indica um solo compactado. A pulverização também é indício de degradação. Nesses casos é importante acionar um especialista para analisar e fazer as principais recomendações”, completou. Programa DataFarm analisa dados do solo e dá soluções para o produtor Divulgação/Bayer Outra maneira de avaliação das condições do solo é oferecida pela equipe do engenheiro agrônomo e especialista em fertilização, João Dantas, através da Bayer. Ele criou uma plataforma que, com os dados coletados de amostras do solo, consegue avaliar a qualidade da área e sugerir soluções. “Pegamos amostras em até um metro de profundidade de pontos programados da propriedade. Essa amostra é enviada para laboratório e os resultados são enviados, via nuvem, para o software. Com esses dados o programa faz a análise e sugere o que é preciso para melhorar o solo e o que é melhor plantar em cada região”, detalhou. Segundo João, seguindo as recomendações do programa, o agricultor pode melhorar a sua produtividade, já que estará fazendo o plantio de acordo com as melhores condições possíveis de bons resultados. “No estudo que fizemos, a média de produtividade em três anos gerou aumento de mais de 30 sacas por hectare”, afirmou. Tecnoshow 2018 Data: de 9 a 13 de abril Local: Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: 8h às 18h Entrada gratuita Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Meningite: estudante de Ceilândia, no DF, é internada com suspeita de infecção

    Meningite: estudante de Ceilândia, no DF, é internada com suspeita de infecção


    Alunos da mesma turma foram liberados das aulas e devem ser vacinados. Paciente tem 13 anos. Fachada do Centro de Ensino Fundamental 19, de Ceilândia (DF) Google/Reprodução Uma estudante do Centro de Ensino Fundamental 19 de Ceilândia, no Distrito...


    Alunos da mesma turma foram liberados das aulas e devem ser vacinados. Paciente tem 13 anos. Fachada do Centro de Ensino Fundamental 19, de Ceilândia (DF) Google/Reprodução Uma estudante do Centro de Ensino Fundamental 19 de Ceilândia, no Distrito Federal, foi interna nesta quinta-feira (12) com suspeita de meningite. Segundo a direção da unidade, a classe foi liberada por tempo indeterminado, e será vacinada contra a doença. A paciente tem 13 anos. Ela sentiu febre alta, dor de cabeça, ânsia de vômito e mal estar, além de manchas pelo corpo. Após a suspeita, ela foi isolada na UTI do Hospital Regional de Samambaia. O resultado dos exames de sangue deve ser conhecido nesta sexta (13). Os testes vão indicar se o quadro é, de fato, meningite, e se a infecção é viral ou bacteriana. Até o fim da tarde, quatro familiares da paciente já tinham recebido reforço vacinal contra a doença. Além dos colegas de sala, dois professores também devem receber a imunização. Caso em Luziânia Aos fins de semana, a paciente costuma viajar para Luziânia (GO), no Entorno do DF. Na cidade, uma funcionária da Secretaria de Educação de Goiás morreu em decorrência de meningite bacteriana – o tipo mais severo da doença – na quarta (11). Edmar Gonçalves de Almeida, de 44 anos, se sentiu mal na semana anterior, com dores e vômitos. Até esta quinta, a Secretaria de Saúde do DF dizia que "ainda é cedo" para informar se os casos estão relacionados. A doença foi confirmada na última sexta (6), e a Saúde local fez um bloqueio de segurança no prédio onde ela trabalhava. Colegas de serviço foram imunizados. Segundo o governo de Luziânia, Edmar era professora mas, nos últimos anos, atuava em funções administrativas. Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

    JA1 de Rio Verde, especial Tecnoshow 2018


    Telejornal desta quinta-feira (12) foi ancorado direto da feira de tecnologia agrícola. Reveja. JA1 de Rio Verde, especial Tecnoshow 2018 Telejornal desta quinta-feira (12) foi ancorado direto da feira de tecnologia agrícola....

    Telejornal desta quinta-feira (12) foi ancorado direto da feira de tecnologia agrícola. Reveja. JA1 de Rio Verde, especial Tecnoshow 2018 Telejornal desta quinta-feira (12) foi ancorado direto da feira de tecnologia agrícola. Reveja.
    Aprenda receita de pastel de pernil que faz sucesso no Parque Amazônia, em Goiânia

    Aprenda receita de pastel de pernil que faz sucesso no Parque Amazônia, em Goiânia


    Prato foi criado pela comerciante Ivanda Mendonça Pereira, que há 10 meses criou uma pastelaria no bairro. Receita de pastel de pernil, em Goiânia TV Anhanguera/Reprodução A comerciante Ivanda Mendonça Pereira, dona de uma pastelaria em...


    Prato foi criado pela comerciante Ivanda Mendonça Pereira, que há 10 meses criou uma pastelaria no bairro. Receita de pastel de pernil, em Goiânia TV Anhanguera/Reprodução A comerciante Ivanda Mendonça Pereira, dona de uma pastelaria em Goiânia, ensina como preparar uma receita de pastel recheado com pernil. Segundo ela, o prato é um dos mais pedidos no estabelecimento e, apesar de diferente dos recheios tradicionais, é fácil de se fazer (veja abaixo) Ivanda abriu sozinha pastelaria há 10 meses, no Parque Amazônia. Ela disse que a ideia surgiu quando percebeu que na região não tinha nenhuma pastelaria. Quem quisesse comer pastel tinha que esperar a quarta-feira ou sábado, dias da semana que têm feira no bairro. A mulher sempre foi cozinheira, em casa, para a família, e também para eventos e festas. O carro-chefe da pastelaria surgiu de uma sugestão do cunhado, que resolveu colocar pernil dentro da massa. Veja como fazer pastel de pernil: Ingredientes: 1 kg de pernil em bifes 3 dentes de alho 1 colher de sobremesa de sal pimenta do reino a gosto pimenta calabresa a gosto 6 cravos um limão china uma cabeça grande picada de cebola uma pimenta dedo de moca sem semente noz moscada a gosto salsa e cebolinha a gosto banha de porco Modo de preparo: Amasse o alho, o sal, a pimenta do reino, a pimenta calabresa e cravos para fazer uma pasta de temperos. Passe a pasta na carne e esprema um limão china sobre ela. Deixe marinar por, pelo menos, duas horas. Quanto mais tempo marinar, mais a carne pegará o gosto. Frite o bife de pernil na banha de porco. Retire da panela e faça o pernil em picadinho. Volte a carne para a mesma panela pra aproveitar o gosto e adicionar a cebola picada, pimenta dedo de moça picada sem semente e noz moscada ralada em pequena quantidade. Para finalizar, salsa e cebolinha a gosto, e o pastel está pronto para ser servido. Endereço da pastelaria: Avenida Senador José Rodrigues de Morais Neto, Qd 198, Lote 7 - Parque Amazônia Prato do dia - Pastel de Pernil, Goiás TV Anhanguera/Reprodução
    PF realiza 2 operações contra desvios em fundos de aposentadoria 

    PF realiza 2 operações contra desvios em fundos de aposentadoria 


    Uma é desdobramento da Lava Jato e envolve parceiros do ex-governador Sérgio Cabral; outra mira em fraudes em fundos de servidores municipais. PF prende suspeitos de fraudar fundos de pensão Postalis e Serpros Fraudes em fundos de pensão são alvo...


    Uma é desdobramento da Lava Jato e envolve parceiros do ex-governador Sérgio Cabral; outra mira em fraudes em fundos de servidores municipais. PF prende suspeitos de fraudar fundos de pensão Postalis e Serpros Fraudes em fundos de pensão são alvo de duas operações que a Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (12) em sete estados e no Distrito Federal. A Operação Rizoma é um desdobramento da Lava Jato e investiga parceiros do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral; já a Operação Encilhamento apura desvios em 28 fundos de servidores de prefeituras. Operação investiga fraudes em fundos de pensões em 28 prefeituras O empresário Arthur Machado é investigado nas duas frentes. Ele foi preso em São Paulo. Fundos de pensão são uma opção de investimento para possibilitar uma aposentadoria complementar ao trabalhador. São oferecidos por empresas públicas e privadas aos empregados e também por associações. O Ministério Público investiga desvios desses fundos. Arthur Mário Pinheiro Machado Leandro Cotrim/GloboNews Operação Rizoma Investigações da Operação Rizoma começaram em outubro de 2017 Cumpre mandados de prisão preventiva no Rio, em São Paulo e em Brasília. Dos 10 mandados expedidos, 7 já tinham sido cumpridos até as 18h, segundo a Polícia Federal É desdobramento da Lava Jato no Rio Segundo o Ministério Público Federal, os suspeitos fazem parte do esquema criminoso chefiado pelo ex-governador Sérgio Cabral Foram fraudados fundos como o Postalis, dos Correios, e Serpros, da empresa pública Serpro, de tecnologia da informação O MPF estima que o esquema gerou R$ 20 milhões em propina A PF investiga os crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e corrupção através de fraudes que geraram prejuízos aos fundos de pensão Um dos alvos é o empresário Arthur Pinheiro Machado, que já foi dono de corretora e tem mais de 100 empresas ligadas ao CPF dele. Ele foi preso em São Paulo Também foi preso o economista Marcelo Borges Sereno, ligado ao PT há muitos anos. Ele foi assessor especial da Casa Civil durante o governo Lula, na época em que José Dirceu era ministro da Casa Civil A defesa de Milton Lyra, apontado como operador do MDB no Senado, informou que ele se apresentou "voluntariamente" à PF no Rio no início da noite desta quinta A PF cumpriu um total de 21 mandados e busca e apreensão. Na casa de um dos operadores financeiros investigados foram apreendidos mais de R$ 400 mil em dinheiro Operação Rizoma indica que aportes entre fundos não eram feitos diretamente Infografia: Claudia Ferreira/G1 A defesa de Arthur Pinheiro Machado e de Patricia Iriarte refuta, de forma veemente, qualquer relação entre os empresários e atos ilícitos. Informa que ambos sempre agiram no mais absoluto respeito à legislação e que não compactuam com práticas ilegais. Os advogados de Milton Lyra informam que "o empresário jamais participou de transações envolvendo o fundo Postalis". Ainda segundo os advogados, "quando passou a integrar o conselho de administração da empresa ATG, o fundo já havia decidido aportar recursos e transferido grande parte do investimento". A defesa afirma, ainda, que "Lyra confia que, ao analisar com serenidade as provas e os relatos, o Judiciário concluirá que a sua atuação empresarial em nada se relaciona às práticas investigadas". Alvos de prisão preventiva na Operação Rizoma Infografia: G1 Rio Operação Encilhamento Operação Encilhamento investiga fraudes em fundos de pensão de 25 prefeituras em 7 estados Dos 20 mandados de prisão temporária expedidos em SP, RJ, MG, PR, MT, SC e GO, ao menos 12 foram cumpridos A fraude, segundo as investigações, envolveria R$ 1,3 bilhão É a segunda fase da Operação Papel Fantasma Arthur Machado, preso em SP na Rizoma, também é investigado na Encilhamento As investigações identificaram 28 Institutos de Previdência Municipais que investiram em fundos que, por sua vez, direta ou indiretamente, adquiriram os papéis sem lastro O ex-prefeito de Uberlândia Gilmar Machado foi preso na cidade mineira Entre os presos também está Meire Poza, contadora do doleiro Alberto Youssef A defesa de Gilmar Machado diz que ele está tranquilo "porque não possui qualquer envolvimento com atos ilícitos praticados por terceiros" e que tem a convicção de que é uma perseguição política. Os advogados de Meire Poza informam que ela "não tem qualquer relação com os fatos investigados". "Essa situação ficará esclarecida no curso do inquérito policial, inclusive em seu depoimento já agendado para amanhã."
    Foragido da polícia de Goiás por roubo em fazendas é preso no interior da Bahia

    Foragido da polícia de Goiás por roubo em fazendas é preso no interior da Bahia


    Antônio foi preso na cidade de Irecê, região norte do estado. Foragido da polícia de Goiás é preso no interior da Bahia Divulgação/SSP-BA Um foragido da polícia de Goiás foi preso na cidade de Irecê, a cerca de 470 quilômetros de Salvador....


    Antônio foi preso na cidade de Irecê, região norte do estado. Foragido da polícia de Goiás é preso no interior da Bahia Divulgação/SSP-BA Um foragido da polícia de Goiás foi preso na cidade de Irecê, a cerca de 470 quilômetros de Salvador. De acordo com a Secretaria de Segunça Pública da Bahia (SSP-BA), Antônio Pereira Neto possuía mandado de prisão em aberto por roubos na zona rural de Goiás. O homem foi preso depois que a Polícia Militar do estado vizinho informou à PM da Bahia que ele se escondia no interior da Bahia. Antônio, conforme a SSP, é líder de uma quadrilha especializada em roubos a fazendas. Ele foi preso na quarta-feira (11) e levado para a Coordenadoria Regional de Irecê. A SSP não informou se Antônio será transferido para Goiás, ou se irá cumprir pena na Bahia.
    Motoristas fazem gambiarras para levar cargas gigantes e inusitadas em veículos; veja vídeo

    Motoristas fazem gambiarras para levar cargas gigantes e inusitadas em veículos; veja vídeo


    Imagens mostram picapes levando carros atravessados na carroceria e até passageiros andando pendurados em cargas irregulares; mais de 3,6 mil foram multados no país este ano. Motoristas fazem gambiarras para levar cargas gigantes e inusitadas em...


    Imagens mostram picapes levando carros atravessados na carroceria e até passageiros andando pendurados em cargas irregulares; mais de 3,6 mil foram multados no país este ano. Motoristas fazem gambiarras para levar cargas gigantes e inusitadas em veículos Motoristas foram flagrados transportando cargas gigantes e inusitadas em áreas urbanas de Goiânia e do interior de Goiás. Vídeos feitos por telespectadores e equipes da TV Anhanguera mostram picapes levando carros atravessados na carroceria e até passageiros andando pendurados em cargas irregulares (assista acima). De acordo com o instrutor de trânsito Lázaro de Oliveira, do Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Trabalho, o ato de levar cargas gigantes de forma irregular ameaça a segurança da via e da população. “A gente tem um centro de gravidade da carga, a carga tem a tendência sempre de cair para um lado ou outro, então os riscos vão só aumentando à medida que aumenta a velocidade, tanto quanto na questão lateral, altura e comprimento, realmente é bem perigoso mesmo”, disse. Os flagrantes são diversos. Em uma avenida de Goiânia, uma picape é flagrada levando a carcaça de uma Ford Belina atravessada na carroceria. No interior do estado, uma situação parecida, um VW Fusca é levado em cima de um veículo com dois homens pendurados. Fusca é levado na carroceria de uma picape no interior de Goiás TV Anhanguera/Reprodução Em 2017, mais de 17 mil motoristas foram multados em todo o país cometendo este tipo de infração. Este ano já são 3,6 mil. Os motoristas que são flagrados cometendo este tipo de imprudência são multados em R$ 195, e, por ser um tipo de infração grave, levam 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Na Avenida Paranaíba, no Centro de Goiânia, um flagrante que chamou atenção de motoristas que passavam pela região. Um carro puxa 12 carretinhas engatadas no veículo. Em um dos compartimentos um homem levado na parte de cima. Motoristas também foram flagrados levando cargas gigantes, em compartimentos bem menores do que o material transportado, na BR-153, também na capital. Equipes da TV Anhanguera flagram motoristas levando lixeira, sofás e geladeiras na parte externa de veículos que não eram de carga. “Nós temos excesso de altura, a amarração dele, a cinta dele é inadequada! Pode matar alguém! Aquilo cai numa velocidade tremenda! A carga está quase arrastando no chão, a parte da frente bem inclinada para cima, está bem solta aquela carga ali”, disse o instrutor. Motorista leva 12 carretinhas engatadas em carro, em Goiânia, Goiás TV Anhanguera/Reprodução
    Operação Paiol: militar da Aeronáutica e ex-Exército estão entre presos por tráfico de armas

    Operação Paiol: militar da Aeronáutica e ex-Exército estão entre presos por tráfico de armas


    PM da reserva também foi detido. Segunda fase da operação cumpriu 23 mandados de busca e apreensão no DF e em Goiás. Armas apreendidas na Operação Paiol, deflagrada pela Polícia Civil do DF contra o tráfico de armas Luísa Doyle/TV...


    PM da reserva também foi detido. Segunda fase da operação cumpriu 23 mandados de busca e apreensão no DF e em Goiás. Armas apreendidas na Operação Paiol, deflagrada pela Polícia Civil do DF contra o tráfico de armas Luísa Doyle/TV Globo Cinco pessoas foram presas no Distrito Federal na manhã desta quinta-feira (12) durante a segunda fase da Operação Paiol, que combate o tráfico de armas. Entre os detidos, estão um policial militar da reserva, um militar da Aeronáutica e um ex-militar do Exército. Este último, Pedro Henrique Santana, também foi preso na primeira fase da operação, em março, quando 17 pessoas foram pegas. Segundo a Polícia Civil, fazia a recarga das munições e vendia e alugava as armas em casa. A Polícia Civil expediu, ao todo, 11 mandados de prisão e 23 de busca e apreensão no DF e em ao menos cinco cidades do Goiás. O próximo passo, segundo o delegado responsável pela operação, Victor Dan, será investigar de onde vieram as armas e se há mais gente envolvida. "Nós sabemos que alguns criminosos estavam indo até essa casa, onde foram apreendidas as armas, para comprar munições e repassá-las para assaltantes, para homicidas, que já estão presos desde a primeira fase", disse. Policiais civis cumprem mandado de prisão em Vicente Pires, no DF, durante Operação Paiol TV Globo/Reprodução Foram apreendidas 16 armas – entre revólveres, pistolas e espingardas – cerca de mil munições, além de dinheiro falsificado e coletes a prova de balas. A operação é realizada por cerca de 200 policiais civis e conduzida pela 23ª DP, em Ceilândia. Desde a primeira fase, deflagrada em 7 de março, a operação prendeu 22 pessoas e confiscou 23 armas. Investigações internas abertas Em resposta ao G1, a Polícia Militar informou que o PM já está na reserva remunerada e, por isso "vai responder na Justiça comum, não na militar". Além disso, pelas vias administrativas, "será aberto procedimento apuratório para analisar as circunstâncias do fato". Já a Aeronáutica informou que, após a conclusão da apuração, o militar das Forças Armadas – que ainda está na ativa – "poderá ser punido com o licenciamento do serviço ativo, o que significaria sua exclusão das fileiras da Força Aérea Brasileira (FAB)". O Comando da Aeronáutica disse que colabora com a autoridade policial nas investigações e ressaltou que repudia "atitudes desta natureza" e "atua firmemente para coibir desvios de conduta de seus militares". Armas apreendidas na Operação Paiol, deflagrada pela Polícia Civil do DF contra o tráfico de armas Luísa Doyle/TV Globo Primeira fase da operação Na primeira fase, foram apreendidas armas, munições, drogas e até dinamites que, segundo as investigações, eram usadas na explosão de caixas eletrônicos. Na ocasião, a operação desarticulou um esquema criminoso que vendia armamentos para que os compradores praticassem crimes como assassinato, latrocínio, roubo e tráfico em diversas regiões do DF. Munições apreendidas pela Polícia Civil do DF durante a Operação Paiol, contra o tráfico de armas Polícia Civil/Divulgação Entre os detidos estava um ex-militar do Exército, apontado como comandante do grupo. Ele serviu como soldado em 2011, ano do serviço militar obrigatório. Além disso, segundo a Polícia Civil, ele atuou como policial militar em Goiás, em um contrato temporário até 2015. Segundo as investigações, o ex-militar vendia as armas após obtê-las de colegas de farda que, afirma a corporação, "ainda fazem parte do quadro militar". Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.
    Pedágio fica mais barato na BR-050 em Ipameri e Campo Alegre de Goiás; veja valores

    Pedágio fica mais barato na BR-050 em Ipameri e Campo Alegre de Goiás; veja valores


    Resolução divulgada pelo órgão também prevê mudança nas praças de cobrança da rodovia de MG. Tarifa de pedágio por quilômetro foi reduzida de R$ 0,059 para R$ 0,058. Pedágio em Campo Alegre de Goiás Reprodução/TV Anhanguera A Agência...


    Resolução divulgada pelo órgão também prevê mudança nas praças de cobrança da rodovia de MG. Tarifa de pedágio por quilômetro foi reduzida de R$ 0,059 para R$ 0,058. Pedágio em Campo Alegre de Goiás Reprodução/TV Anhanguera A Agência Nacional de Trânsito e Transportes (ANTT) reduziu o preço cobrado nos pedágios da BR-050, em Ipameri e Campo Alegre de Goiás, na região sudoeste do estado, além do trecho da rodovia no Triângulo Mineiro. De acordo com o órgão, a tarifa cobrada por quilômetro e, por consequência, o valor pago pelos motoristas ficou, a partir desta quinta-feira (12), mais barato (veja novos valores abaixo) Em nota ao G1, a MGO, concessionária que administra a rodovia, informou que "os valores das tarifas por praça de pedágio variam em decorrência do TCP – Trecho de Cobertura da Praça, estabelecido no contrato, ou seja, a tarifa de cada praça é igual ao TCP multiplicado pela TBP (Tarifa Básica de Pedágio)." Segundo a empresa, "a tarifa básica é aplicada a veículos de passeio, outras categorias de veículos têm preços diferenciados". A resolução 5.801 foi aprovada pela ANTT na quarta-feira (11). Conforme o documento, a tarifa de pedágio por quilômetro foi reduzida de R$ 0,059 para R$ 0,058. Além disto foi aplicado o índice de reajustamento tarifário (IRT) de 1,43 sobre a tarifa básica de pedágio, que representa 2,89%. Novos valores O preço cobrado de motoristas de carros de passeio na praça de pedágio de Ipameri mudou de R$ 7 para R$ 6,80, e em Campo Alegre de Goiás caiu de R$ 7,60 para R$ 7,30. Com a mudança, o preço da tarifa para caminhões leves ou ônibus agora é de R$ 13,60 em Ipameri e R$ 14,60 em Campo Alegre de Goiás. Nos municípios mineiros, a tarifa, conforme a resolução, foi reduzida de R$ 5,80 para R$ 5,50, na primeira praça de pedágio Araguari, de R$ 4,40 para R$ 4,30, na segunda e de R$ 6,30 para R$ 6, em Uberaba. Em Delta, a queda é de R$ 4,50 para R$ 4,30. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Máquinas agrícolas expostas na Tecnoshow 2018 chegam a custar R$ 1,8 milhão

    Máquinas agrícolas expostas na Tecnoshow 2018 chegam a custar R$ 1,8 milhão


    Feira oferece variedade de expositores com modelos e tamanhos diferentes para pequenos, médios e grandes produtores. Evento acontece em Rio Verde, até sexta-feira (13). Maquinas agrícolas chegam a custar R$ 1,8 milhão na Tecnoshow, em Rio Verde,...


    Feira oferece variedade de expositores com modelos e tamanhos diferentes para pequenos, médios e grandes produtores. Evento acontece em Rio Verde, até sexta-feira (13). Maquinas agrícolas chegam a custar R$ 1,8 milhão na Tecnoshow, em Rio Verde, Goiás Vanessa Martins/G1 GO Grandes colheitadeiras podem ser encontradas por até R$ 1,8 milhão entre expositores na Tecnoshow Comigo 2018. A feira oferece variedade de tamanhos e preços de máquinas entre os 550 expositores. O evento ocorre até sexta-feira (13), em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Confira aqui a página especial da Tecnoshow 2018 no G1 Goiás. A máquina de quase R$ 2 milhões opera com piloto automático e tem mais de 12 metros de comprimento. Segundo representante de vendas, ela faz a colheita de até 13 hectares por hora e é bastante procurada na feira. “Essa colheitadeira tem sistema de monitoramento de última geração, mostrando todo o trabalho feito na lavoura e é uma das nossas líderes de vendas”, disse o vendedor Ricardo Luiz Munchen. Uma concorrente na mesma linha oferecida por outra expositora custa R$ 1, 7 milhão. Segundo a empresa, ela tem o recorde atual de colhimento de grãos, tendo recolhido 439 toneladas em oito horas. “Essa é uma das novidades, com capacidade de armazenamento de até 14,5 mil litros, dois motores, quando a maioria só tem um, e podendo chegar a potência de 571 cavalos”, detalhou a representante de vendas Educarla Barbosa. Os produtores rurais que visitam a feira em busca de renovar a frota de maquinário encontra variedade de preços. Em uma mesma expositora é possível encontrar o mesmo produto em diferentes tamanhos e preços. Trituradores, por exemplo, em uma mesma empresa variam de R$ 24 mil a R$ 135 mil. Maquinas agrícolas chegam a custar R$ 1,8 milhão na Tecnoshow, em Rio Verde, Goiás Vanessa Martins/G1 GO Mercado Os expositores relatam que a feira é uma oportunidade de recuperar o ritmo de vendas, que começou o ano em baixa. Segundo dados da Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfaeva), as vendas caíram em pouco mais de 20% no início de 2018, se comparado ao mesmo período do ano passado. Vendedor de uma expositora de máquinas agrícolas, Juliano Alves afirmou que o preço havia aumentado no fim do ano passado por causa do preço no aço, mas as peças em exposição na feira já estão com valores menores. Segundo ele, a Tecnoshow é uma oportunidade de recuperar o faturamento. “Teve esse repasse do aço realmente no final do ano, mesmo a gente tendo segurado bastante. Agora já estamos conseguindo fazer preços menores até que o do ano passado. Feira é uma oportunidade boa para dar uma melhorada nas vendas. Estamos com boas perspectivas para os negócios neste ano”, declarou. Representante de uma das empresas que expõe as máquinas na feira, Atílio Lang conta que também está com esperança de aumentar as vendas deste ano em relação ao ano anterior. Segundo ele, já no primeiro dia o estande ficou movimentado e os vendedores já estão com boas perspectivas de negócios. “Nossa expectativa é vender cerca de 70% a mais que no ano passado. Estamos com preços competitivos e este ano a safra está cheia no Brasil. Até o movimento está maior aqui na feira. Estamos com boas perspectivas”, avaliou. Tecnoshow 2018 Data: de 9 a 13 de abril Local: Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: 8h às 18h Entrada gratuita Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Expositores da Tecnoshow investem em tecnologia para evitar desperdícios e garantir soluções eficientes no campo

    Expositores da Tecnoshow investem em tecnologia para evitar desperdícios e garantir soluções eficientes no campo


    Empresas apresentam soluções para acompanhamento da safra e do clima, além de máquinas que evitam desperdícios de produtos. Estação meteorológica é uma das tecnologias em exposição na Tecnoshow, em Rio Verde, Goiás Vanessa Martins/G1...


    Empresas apresentam soluções para acompanhamento da safra e do clima, além de máquinas que evitam desperdícios de produtos. Estação meteorológica é uma das tecnologias em exposição na Tecnoshow, em Rio Verde, Goiás Vanessa Martins/G1 GO Durante a Tecnoshow Comigo 2018, expositores oferecem produtos aplicando tecnologia para diversas finalidades. Entre elas, estão maior precisão na aplicação de pesticidas, monitoramento das lavouras e das condições climáticas. Produtos ficam expostos durante a feira, que ocorre em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, até esta sexta-feira (13). Confira aqui a página especial da Tecnoshow 2018 no G1 Goiás. Entre as soluções tecnológica apresentadas na feira estão dispositivos que se assemelham aos drones, mas com maior capacidade de análise das lavouras: os veículos aéreos não tripulados (Vant). “O vant sobrevoa a lavoura e detecta em que áreas podem haver problemas. O mesmo pode ser feito com drone ou por satélite, mas colocamos nele um sensor multispectral, que é diferente dos comuns por ser capaz de observar o nível de atividade de fotossíntese e biomassa das plantas. O voo dele é totalmente automático e dura até 1h30, diferente dos drones comuns que voam cerca de 15 minutos”, explicou um dos representantes do produto, Tomáz Lemos. Ele explica que a equipe usa o equipamento para captar os dados necessários para uma análise da plantação. A partir dessas informações, uma plataforma identifica problemas nas lavouras. Identificando os pontos problemáticos, os produtores podem agir nos locais específicos. “Conforme os mapas gerados pela plataforma, o produtor vai até o local e identifica se houve falha de plantio, ou se é uma praga e pode agir de acordo para solucionar o problema”, completou. Outra aplicação de tecnologia é a otimização da aplicação de defensivos agrícolas. Uma das maneiras em que isso pode ser feito é através de monitoramento do tempo na região. O coordenador de produtos Vitor Ferreira explicou que programa a pulverização das lavouras para momentos de pouco vento permite que o produto seja aplicado de forma efetiva e sem desperdícios. “A estação meteorológica mostra velocidade e direção do vento, quantidade de chuva e umidade do solos, o que também ajuda a prever quanto e quando a lavoura vai precisar de irrigação. Ela funciona de forma independente, com um painel de energia solar, então é auto-sustentável”, detalhou. Trator totalmente automatizado é um dos destaques da Tecnoshow em Rio Verde Vanessa Martins/G1 GO Sensor Outra maneira de também ser mais preciso na aplicação dos produtos é por meio do uso de um sensor nas máquinas pulverizadoras. O gerente comercial Marcos Ferraz explica que o equipamento detecta os locais onde há as plantas daninhas e aplica o produto apenas no ponto identificado. “Essa tecnologia economiza os produtos caros que muitas vezes o produtor precisa comprar para lidar com alguma planta daninha. A máquina não erra e garante uma economia de até 98% em alguns casos. Tem eficiência de pulverização em máquinas que vão até 30 km/h”, explicou. Já o coordenador de novos negócios Joaquim Ferreira explica que a economia de tempo e combustível em tratores pode ser oferecida através da automatização das manobras do veículo. Segundo ele, um dos modelos do veículo expostos na feira oferece piloto automático e estabilidade suficientes para economizar até 24% de diesel. “O condutor faz o trajeto pela primeira vez e salva no painel, então, a máquina vai repetir já com os comandos de levantar a carga, por exemplo, e todos os movimentos necessários na manobra. Ao mesmo tempo, ele mantém a velocidade programada, independente se está perdendo ou ganhando peso, o que também ajuda na economia de combustível”, detalhou. Tecnoshow 2018 Data: de 9 a 13 de abril Local: Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: 8h às 18h Entrada gratuita Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Palestrantes debatem diversidade de culturas como alternativas para aumentar renda do produtor rural

    Palestrantes debatem diversidade de culturas como alternativas para aumentar renda do produtor rural


    Especialistas abordam o tema, nesta quinta-feira (12), no estande da TV Anhanguera, durante a Tecnoshow, em Rio Verde. Engenheiro agrônomo e fundador da empresa Onisafra Macaulay Souza fala sobre conectar produtor e consumidor...


    Especialistas abordam o tema, nesta quinta-feira (12), no estande da TV Anhanguera, durante a Tecnoshow, em Rio Verde. Engenheiro agrônomo e fundador da empresa Onisafra Macaulay Souza fala sobre conectar produtor e consumidor final Reprodução/Arquivo pessoal Durante a Tecnoshow Comigo deste ano, a convite da TV Anhanguera, especialistas discutem alternativas para melhorar a renda produtor rural. A palestra, aberta ao público, ocorre na quinta-feira (12), durante a feira de tecnologia voltada para o agronegócio, realizada em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. O evento analisa o acesso do agropecuarista ao consumidor final e como ele pode se aproximar desse público, eliminando intermediários e aumentando a própria renda. O engenheiro agrônomo e fundador da empresa Onisafra, Macaulay Souza, sugere a criação de espaços em que esse comércio ocorra de forma direta, podendo ser feitas por meio de plataformas online elugares físicos. “Hoje, o produtor consegue vender, mas tem muitos atravessadores na cadeia produtiva. Por isso, ele acaba recebendo menos, e o consumidor paga mais. A tecnologia de marketplaces encurta essa cadeia. Uma plataforma online faz essa conexão do agricultor ao consumidor final e pode ser ligada a um espaço em que há entrega de produtos e os consumidores retiram”, explicou. Como parte da análise sobre como gerar mais renda para o produtor, o também palestrante do evento, Matheus Borella, sugere a diversidade de culturas e criações de animais na propriedade. Administrador e diretor de Agronegócio da Câmara de Comércio Brasil-índia de São Paulo, ele afirma que uma análise da propriedade rural pode identificar diversas oportunidades. “A gente recomenda que os agricultores, independente do tamanho, busquem alternativas ao seu modelo de produção principal. Pode utilizar uma área que o maquinário não consegue atingir para cultivo de nozes, pistache, macadâmias, castanhas, por exemplo. São culturas que podem ser associadas e são bem rentáveis. Também podem ser atingidos bons ganhos com criações de cordeiros e novilhos”, aconselhou. Conexão sem intermediários Data: quinta-feira (12) Horário: 10h30 Local: Tecnoshow Comigo 2018 - Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Entrada gratuita Tecnoshow 2018 Data: De 9 a 13 de abril Local: Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: 8h às 18h Entrada gratuita Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Apesar de queda na produção de grãos, palestrante da Tecnoshow prevê safra rentável este ano

    Apesar de queda na produção de grãos, palestrante da Tecnoshow prevê safra rentável este ano


    Números da Conab apontam que resultado nacional deve ser o 2º melhor dos últimos cinco anos. Especialista aborda o tema durante o evento, nesta quinta-feira (12), em Rio Verde. Produção de grãos, que tem previsões otimistas de...


    Números da Conab apontam que resultado nacional deve ser o 2º melhor dos últimos cinco anos. Especialista aborda o tema durante o evento, nesta quinta-feira (12), em Rio Verde. Produção de grãos, que tem previsões otimistas de especialista Comigo/Divulgação A expectativa para a safra de 2018 é que seja “a segunda melhor da história”, segundo Anderson Galvão, CEO da Célere, empresa de consultoria em agronegócios. Dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontam queda em relação ao ano anterior, mas avaliação do especialista é que, vendendo a preços melhores, o produtor tenha bons resultados. Ele abordará o tema durante sua palestra na Tecnoshow Comigo, nesta quinta-feira (12). Confira aqui a página especial da Tecnoshow Comigo 2018 no G1 Goiás. Segundo Anderson, a produtividade deste ano deve ser a segunda melhor dos últimos cinco, com 226 mil toneladas de todos os tipos de grão. O número representa queda em relação a 2017, que resultou em 237 mil toneladas. Ainda assim, ele avalia que as condições são favoráveis para o produtor. “O agricultor não vai sentir essa queda porque os preços estão melhores. Houve uma seca na Argentina recentemente, que acabou beneficiando o produtor brasileiro, que está vendendo os grãos a preços melhores. A taxa de câmbio também se sustentou em preços que beneficiam o agricultor”, avaliou. Produção de milho, que deve ser boa em 2018, segundo especialista Comigo/Divulgação O especialista disse ainda que as principais produções de grãos em Goiás, que são de soja e milho, têm sido boas por causa do clima favorável e de investimentos do produtor. Anderson pontuou que, ao longo dos últimos anos, o agricultor tem melhorado a administração dos negócios e passado a crescer mais. “O agricultor, gradualmente, tem melhorado em alguns aspectos. Ano após ano, a produtividade de saca de milho soja tem crescido. O produtor tem melhorado a qualidade da gestão. Ele tem visto, cada vez mais, que não tem uma fazenda e sim uma empresa, então, tem investido em gestão e tecnologia”, afirmou. O especialista aborda ainda discussões internacionais que podem afetar positivamente o mercado brasileiro. Segundo ele, pode haver mais espaço para o comércio com a China nos próximos meses. “O ponto de discussão quente dessa semana é a disputa comercial entre China e EUA, que influencia no comércio de soja e milho. Os EUA anunciaram uma série de proteções comerciais contra produtos chineses e a China também criou medidas de proteção sobretaxando soja, frango e carne suína americana, o que e abre espaço no mercado chinês”, disse. Perspectivas e cenários para a safra brasileira Data: Quinta-feira (12 de abril) Local: Auditório 1 da Tecnoshow 2018 no Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: 14h Entrada gratuita Tecnoshow 2018 Data: de 9 a 13 de abril Local: Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: 8h às 18h Entrada gratuita Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
    Grupo Implanta vence Desafio Agro Startup com aplicativo para conectar produtores e fornecedores

    Grupo Implanta vence Desafio Agro Startup com aplicativo para conectar produtores e fornecedores


    Resultado foi apresentado durante Tecnoshow 2018, que ocorre em Rio Verde, até sexta-feira (13). Vencedores ganham viagem ao Vale do Silício, nos EUA. Grupo Implanta vence Desafio Agro Startup na Tecnoshow, em Rio Verde, Goiás Vanessa Martins/G1 O...


    Resultado foi apresentado durante Tecnoshow 2018, que ocorre em Rio Verde, até sexta-feira (13). Vencedores ganham viagem ao Vale do Silício, nos EUA. Grupo Implanta vence Desafio Agro Startup na Tecnoshow, em Rio Verde, Goiás Vanessa Martins/G1 O grupo Implanta foi o vencedor do Desafio Agro Startup, anunciado nesta quarta-feira (11), durante a Tecnoshow Comigo 2018. A startup criou o Intecred, um aplicativo que procura conectar produtores e fornecedores para facilitar o acesso ao crédito para produção rural. Três membros da equipe ganharam uma viagem ao Vale do Silício, nos Estados Unidos. Idealizador da empresa, Rômulo Prudente explicou que o produto deve deixar os processos de empréstimo menos burocráticos e mais rápidos. “Vamos permitir que o fornecedor de insumos, sementes e outros produtos adiantem esses itens para o agricultor que pode pagar com o rendimento que tiver da safra. Essa solução deve facilitar o crédito e diminuir os valores de juros”, explicou. Em segundo lugar ficou a equipe da Monitorar, que acompanha o consumo de energia elétrica de irrigantes em tempo real. Já em terceiro ficou a equipe da Boidez, que orienta pecuaristas na compra, venda e controle da reprodução dos animais. Os grupos foram avaliados em cinco critérios: grau de inovação, potencial de mercados, relevância da solução para o problema apresentado, modelo de negócio e qualificação técnica da equipe. Analista de inovação do Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas de Goiás (Sebrae), Francisco Lima Júnior avaliou que os doze grupos competidores que chegaram à final desenvolveram boas ideias. "Todos surpreenderam nas apresentações. Acredito que têm potencial para se desenvolver", afirmou. Francisco disse ainda que há vastas oportunidades para startups no agronegócio. Além disso, as empresas podem oferecer soluções práticas e rentáveis para aumentar a produtividade na agricultura e pecuária. Confira outros projetos finalistas Bioagentes - Inserir no mercado produtos formulados, com boa estabilidade, período longo de prateleira e a baixo custo. Boom do Brasil - Utilizar o gás (GLP) para secagem dos grãos diretamente na propriedade, através de uma unidade móvel. Cesto Orgânico - Promover a conexão entre produtores e consumidores de orgânicos através de uma ferramenta dinâmica e online provendo uma melhor qualidade de vida para o consumidor e um incremento na renda do produtor. Dronent - Ajudar os agricultores na elaboração dos mapas de fertilidade do solo, através do uso de drones. Pecus - Conectar, em segundos, criadores de gado que precisam de pastos aos proprietários de terra que possuem pastos ociosos, gerando ganhos para todos. Pec Insumos - Ajudar os produtores rurais a realizarem a aquisição de insumos agropecuários através de uma solução online de compras coletivas. Qualimeat - Oferecer ao produtor acesso a uma plataforma de protocolos de produção automatizados, disponibilizando ao mercado um produto final com qualidade comprovada por meio de dados e evidências de um processo pautado pelas melhores práticas. Resenhar - Identificar os equídeos (quantitativo e controle sanitário), possibilitando informação em tempo real, minimizando os erros cometidos na elaboração das resenhas. Servitec - Gerar a oportunidade de empregador e profissional se fazerem visíveis um para o outro dentro do mercado do agronegócio, partindo da descrição do perfil profissional e experiência, possibilitando de forma imediata a contratação de serviços. fenotípica por imagem. Tecnoshow 2018 Data: de 9 a 13 de abril Local: Centro Tecnológico Comigo (CTC) - Rio Verde – GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural) Horário: 8h às 18h Entrada gratuita Veja outras notícias da região no G1 Goiás.