G1 > Bahia

    Vaquejada de Serrinha divulga grade completa de shows; Devinho, Safadão e Léo Santana estão entre as atrações

    Vaquejada de Serrinha divulga grade completa de shows; Devinho, Safadão e Léo Santana estão entre as atrações


    Evento será entre os dias 6 a 9 de setembro. Ingressos variam entre R$ 35 a R$ 325 Devinho Novaes, Safadão e Léo Santana são atrações da Vaquejada de Serrinha Arte G1 / Divulgação A tradicional Vaquejada de Serrinha divulgou a grade completa...


    Evento será entre os dias 6 a 9 de setembro. Ingressos variam entre R$ 35 a R$ 325 Devinho Novaes, Safadão e Léo Santana são atrações da Vaquejada de Serrinha Arte G1 / Divulgação A tradicional Vaquejada de Serrinha divulgou a grade completa de atrações da festa, que conta com nomes como Wesley Safadão, Bruno e Marrone, Harmonia do Samba, Léo Santana e Devinho Novaes. O evento será realizado de 6 a 9 de setembro, no Parque Maria do Carmo, em Serrinha. O evento é considerado como um dos principais projetos de valorização da cultura sertaneja, que movimenta a região sisaleira do estado da Bahia. A programação do evento mescla atrações musicais e competições esportivas. Ao todo, 17 atrações vão agitar o público na 52ª edição do evento. Além de música, a programação conta ainda com competições esportivas. Os ingressos estão à venda com preços de R$ 35 (pista meia) a R$ 325 (camarote vip) e podem ser adquiridos pelo site oficial do evento. Confira a grade: Abertura - 06/09 Missa do Vaqueiro Cavalgada pelas ruas da cidade Festa do Bezerro Manhoso - 07/09 Dorgival Dantas Tayrone Unha Pintada Fillipe Aladin Devinho Novaes Festa da Vaca Atolada - 08/09 Xand Avião Bruno e Marrone Danniel Vieira Harmonia do Samba Mano Walter Festa do Boi Malandro - 09/09 Gusttavo Lima Wesley Safadão Arreio de Ouro Chicabana Léo Santana SERVIÇO: Sexta-Feira (7) - Festa do Bezerro Manhoso Ingressos: Pista Meia - R$ 35; Pista Inteira - R$ 70; Camarote VIP - R$ 75; Sábado (8) - Festa da Vaca Atolada Ingressos: Pista Meia - R$ 60; Pista Inteira - R$ 120; Camarote VIP - R$ 125; Domingo (9) - Festa do Boi Malandro Ingressos: Pista Meia - R$ 60; Pista Inteira - R$ 120; Camarote VIP - R$ 125; Passaporte para todos os dias: Pista: Meia - R$ 155; Inteira - R$ 310; Camarote VIP: R$ 325; Vendas: site oficial do evento.
    Ao menos 11 aeroportos estão sem combustível nesta sexta-feira

    Ao menos 11 aeroportos estão sem combustível nesta sexta-feira


    Nas capitais, falta querosene de aviação em Brasília, Palmas, Vitória, Goiânia, Recife e Maceió. Ao menos 11 aeroportos brasileiros estão sem combustível nesta sexta-feira (25). Entre os administrados pela Infraero, o querosene de aviação...


    Nas capitais, falta querosene de aviação em Brasília, Palmas, Vitória, Goiânia, Recife e Maceió. Ao menos 11 aeroportos brasileiros estão sem combustível nesta sexta-feira (25). Entre os administrados pela Infraero, o querosene de aviação acabou em 10 deles, de acordo com estimativas da estatal feita às 13h. O aeroporto de Brasília, que é privado, também está combustível. Com a greve dos caminhoneiros, esses aeroportos não receberam querosene de aviação e terão suas operações prejudicadas. ACOMPANHE A SITUAÇÃO DA GREVE EM TEMPO REAL Vista aéres do aeroporto de Brasília Bento Viana/Inframérica Veja a lista dos aeroportos onde acabou o combustível: Brasília (DF) Carajás (PA) Goiânia (GO) Ilhéus (BA) Juazeiro do Norte (CE) Maceió (AL) Palmas (TO) Recife (PE) São José dos Campos (SP) Uberlândia (MG) Vitória (ES) Problemas de abastecimento O desabastecimento decorre da greve dos caminhoneiros, que estão parados desde segunda-feira (21) por conta das altas no preço do diesel. Manifestações ocorrem em todos os estados do país nesta sexta, apesar do acordo firmado entre representantes da categoria e o governo federal na noite de quinta. A falta de combustível tem causado prejuízos aos voos. No, DF 9 voos foram cancelados. No Recife, foram 8 voos até as 11h (acompanhe a situação atualizada no terminal). A recomendação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) é que de os passageiros com voos marcados para os próximos dias consultem as empresas aéreas antes de se deslocarem para os aeroportos. As empresas aéreas adotaram um plano de contingência, que prevê a remarcação de voos sem custos, dependendo da empresa. Veja a situação entre empresas aéreas. Initial plugin text
    Protesto deixa trânsito congestionado no Dique do Tororó, em Salvador 

    Protesto deixa trânsito congestionado no Dique do Tororó, em Salvador 


    Engarrafamento chegou a atingir tráfego na altura da Arena Fonte Nova, sentido Centro. Protesto deixa trânsito lento no Dique do Tororó, em Salvador Júlio Cézar/ TV Bahia Uma manifestação deixou o trânsito congestionado no Dique do Tororó,...


    Engarrafamento chegou a atingir tráfego na altura da Arena Fonte Nova, sentido Centro. Protesto deixa trânsito lento no Dique do Tororó, em Salvador Júlio Cézar/ TV Bahia Uma manifestação deixou o trânsito congestionado no Dique do Tororó, sentido Centro, em Salvador, na tarde desta sexta-feira (25). De acordo com a Transalvador, o protesto começou por volta das 12h e terminou às 13h. O congestionamento chegou a atingir o tráfego na altura da Arena Fonte Nova, mas o trânsito voltou a fluir após o fim da manifestação. De acordo com a Polícia Militar, o ato foi pacífico e ocorreu na quadra Apache do Tororó. Ainda conforme a PM, a manifestação foi feita por moradores que reivindicavam por saneamento básico nos imóveis da região.
    Bahia Farm Show estende programação por causa de atraso de expositores em decorrência da greve de caminhoneiros

    Bahia Farm Show estende programação por causa de atraso de expositores em decorrência da greve de caminhoneiros


    Feira agora vai ocorrer entre terça (29) e domingo (3), em Luís Eduardo Magalhães, região oeste da Bahia. Até então, programação era de acabar no sábado (2). Bahia Farm Show estende programação por conta da greve dos caminhoneiros até...


    Feira agora vai ocorrer entre terça (29) e domingo (3), em Luís Eduardo Magalhães, região oeste da Bahia. Até então, programação era de acabar no sábado (2). Bahia Farm Show estende programação por conta da greve dos caminhoneiros até domingo (3) A 14ª edição da Bahia Farm Show, feira de tecnologia agrícola que tem a perspectiva de movimentar mais de R$1,5 bilhão em negócios no oeste do estado, vai ter um dia a mais de programação por conta do atraso de alguns expositores em decorrência da greve dos caminhoneiros. A feira, que aconteceria de terça (29) até o sábado (2), agora segue até o domingo (3), em Luís Eduardo Magalhães. A informação foi divulgada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), realizadora do evento. Até a quinta (24), conforme o órgão 70% dos estandes da feira já havia sido montados. Para 2018, são esperados 260 expositores, mas muitos estão tendo problemas para levar materiais até o local por causa dos bloqueios feitos nas rodovias federais pelos caminhoneiros, em todo o Brasil. Os organizadores do evento, então, resolveram estender em mais um dia a programação da feira como forma de tentar resolver o problema, para que todos os expositores tenham condições de se organizar. A Aiba informou que não espera um impacto no volume de negócios e a expectativa é ainda superar os número do ano passado, quando a feira atingiu R$ 1,531 bilhão em intenções de negócios. "O impacto da greve, do manifesto dos caminhoneiros, já é algo concreto. Está atrasando a chegada dos caminhões com estandes para a Bahia Farm Show e também com máquinas. Mas em função do que aconteceu na região, em termos de safra de soja, de milho e o que se espera da safra de algodão, é que os números da Bahia Farm Show 2018 sejam maiores que 2017", afirmou Luiz Pradella, vice-presidente da Aiba. Pradella acredita, no entanto, que, com o protesto dos caminhoneiros, pode haver um impacto sobre o público que visita a feira. "Sabemos que o combustível na região está terminando nos postos", destacou. Bahia Farm Show irá ocorrer entre os dias 29 de maio e 3 de junho, em Luís Eduardo Magalhães Divulgação Feira A expectativa da organização é que o evento gere mais de três mil empregos diretos e indiretos, antes e durante o período oficial. Em 2018, serão 260 expositores que estarão durante os cinco dias do evento representando mais de 900 marcas e produtos. A aposta deste ano é na internacionalização da feira iniciada em 2017, e já com a confirmação de expositores da Alemanha, Estados Unidos, Espanha e Argentina. Nos seis dias de evento, é previsto um total de 31 palestras que serão realizadas no auditório da Fundação Bahia, e mais outros dois auditórios do pavilhão coberto, com capacidade para 40 e 60 pessoas. O público estimado para a 14ª edição do Bahia Farm Show é de 75 mil pessoas. Confira aqui a programação completa de palestras A Bahia Farm Show é realizada pela Aiba com o apoio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Associação dos Revendedores de Máquinas e Equipamentos Agrícolas do Oeste da Bahia Ltda (Assomiba), Fundação Bahia e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.
    Maria Rita, Saulo, Jau e Àttoxxá são atrações do Festival de Lençóis, na Bahia; confira programação

    Maria Rita, Saulo, Jau e Àttoxxá são atrações do Festival de Lençóis, na Bahia; confira programação


    Festa acontece de 31 de maio a 02 de junho, na Praça Horácio de Mattos. Maria Rita, Saulo, Jau e Àttoxxá são atrações do Festival de Lençóis, na Bahia Arte/G1 Maria Rita, Saulo, Jau e Àttoxxá são algumas das atrações da edição de 2018...


    Festa acontece de 31 de maio a 02 de junho, na Praça Horácio de Mattos. Maria Rita, Saulo, Jau e Àttoxxá são atrações do Festival de Lençóis, na Bahia Arte/G1 Maria Rita, Saulo, Jau e Àttoxxá são algumas das atrações da edição de 2018 do Festival de Lençóis, na região da Chapada Diamantina, na Bahia. A festa acontece de 31 de maio a 02 de junho, na Praça Horácio de Mattos. A entrada é gratuita. [Confira abaixo a programação completa] A programação musical será aberta na quinta-feira (31), com shows de Saulo, Àttooxxá, Nátalia Cunha e Batéia de Renda e Ely Pinto (Tributo a Raul Seixas). Na sexta (01), o palco principal recebe Maria Rita, The Baggios, Banda Sete Vezes (Tributo ao O Rappa) e Trotta Mundo. Já no sábado (02/06), o evento encerra com as apresentações de Jau, Banda Zion, Banda Spectro e Família Grão de Luiz e Griô. O evento também vai reunir grupos folclóricos nos três dias, sempre a partir das 17 horas, na Praça Horácio de Mattos. Na quinta-feira, o grupo Percuhitts, formado por crianças e adolescentes, faz uma apresentação de percussão passeando por vários ritmos. Já na sexta-feira, o grupo Marujada resgata o ritmo e a dança de origem portuguesa, uma tradição que vem desde o século XIII em Lençóis. No último dia (sábado), os tambores do Jarê animam a cidade, com a sua proposta de preservar e valorizar esta manifestação cultural do povo africano. Confira a programação do Festival de Lençóis QUINTA-FEIRA (31/05) 19h30/20H30: Natália Cunha e Batéia de Renda 21h/22 horas: Àttooxxá 22h30/24 horas: Saulo 24h30/01h30: Ely Pinto (Tributo a Raul Seixas) SEXTA-FEIRA (01/06) 19h30/20H30: Trotta Mundo 21h/22 horas: The Baggios 22h30/24 horas: Maria Rita 24h30/01h30: Banda Sete Vezes (Tributo ao Rappa) SÁBADO (02/06) 19h30/20H30: Família Grão de Luz e Griô 21h/22 horas: Banda Spectro 22h30/24 horas: Jau 24h30/01h30: Banda Zion
    Bolinho de arroz com pimenta e camarão, 'Japaré', vence Comida Di Buteco 2018 em Salvador e Lauro de Freitas 

    Bolinho de arroz com pimenta e camarão, 'Japaré', vence Comida Di Buteco 2018 em Salvador e Lauro de Freitas 


    Petisco foi aposta do bar Sushili, estreante no concurso, e mistura culinárias japonesa e baiana. Estabelecimento fica no Rio Vermelho.  Japarajé: Bolinho de arroz levemente apimentado com cebola, recheado com pimenta, cebolinha, camarão ,...


    Petisco foi aposta do bar Sushili, estreante no concurso, e mistura culinárias japonesa e baiana. Estabelecimento fica no Rio Vermelho.  Japarajé: Bolinho de arroz levemente apimentado com cebola, recheado com pimenta, cebolinha, camarão , acompanha molho de pimenta da casa Rômulo Portela/ Divulgação O pestisco "Japaré", que mistura as culinárias japonesa e baiana, é o vencedor do Comida Di Buteco 2018, em Salvador e Lauro de Freitas. O prato foi a aposta do bar Sushili, que fica no Rio Vermelho, na capital, e é estreante do concurso. O anúncio do vencedor foi feito em um evento na quarta-feira (23). Conheça os bares e petiscos do Comida di Buteco 2018 em Salvador e Lauro de Freitas Além da avaliação do prato, o estabelecimento também foi julgado nos quesitos atendimento, temperatura da bebida e higiene. O vice-campeão foi "Me Gusta Cupim', cupim temperado com ervas ao creme provolone com farofa de castanha do Pará, do Força’s Bar, que fica na Capelinha de São Caetano. O 3º colocado foi "Sabor de Gonzagão", mix de salgados recheados de cordeiro, com molho chimichurri, do bar Xique-Xique, que fica nos Barris, também na capital. Em 4º, ficou o "Quem sou eu?", ave surpresa recheada à moda da casa, acompanhada de farofa tropical, frutas flambadas, ovinhos de codorna e tomatinhos cereja, do Boteco da Mídia, em Pituaçu, em Salvador. O 5º colocado foi "Petisco Retalhos da Vovó", que é um escondidinhos de aipim com quatro sabores (bacalhau, camarão, carne de sol e vegetariano), do Abará da Vovó, estabelecimento que fica no Santo Antônio Além do Carmo, Centro Histórico da capital. Em julho, o vencedor Sushili disputa com mais 20 butecos quem será o título de Melhor Buteco do Brasil. O concurso Petiscos de 34 estabelecimentos ficaram disponíveis por um mês nas duas cidades. Pelo terceiro ano consecutivo, o preço dos petiscos permaneceu em R$ 25,90, unificado para todo o país. Neste ano, o desafio lançado aos butecos participantes foi tema livre. Em todo o Brasil foram quase 600 butecos participantes, em 21 cidades das 5 regiões brasileiras, que fortaleceram a tradição dos butecos como um dos mais importantes ícones da cultura brasileira. Em 2017, o Concurso engajou mais de 5 milhões de pessoas, gerando cerca de seis mil empregos diretos, e 140 milhões de impacto na cadeia de valor, da indústria ao consumidor.
    Motoristas de app e motociclistas fazem protestos contra falta de combustíveis em postos de Salvador e trânsito fica lento

    Motoristas de app e motociclistas fazem protestos contra falta de combustíveis em postos de Salvador e trânsito fica lento


    Escassez de combustíveis na capital ocorre em decorrência da paralisação de caminhoneiros em todo o país.  Motoristas fazem protesto contra o aumento dos combustíveis em Salvador Motoristas de aplicativos de transporte particular e...


    Escassez de combustíveis na capital ocorre em decorrência da paralisação de caminhoneiros em todo o país.  Motoristas fazem protesto contra o aumento dos combustíveis em Salvador Motoristas de aplicativos de transporte particular e motociclistas realizaram manifestações, na tarde desta quinta-feira (24), em Salvador, contra a falta de combustíveis em alguns postos da capital, em decorrência da paralisação de caminhoneiros em todo o país. Sem o serviço de transporte pelo caminhoneiros, os postos começaram a ficar desabastecidos. O ato que começou por volta das 15h30 e às 20h, já tinha sido encerrado. Por conta da manifestação, o trânsito ficou bastante congestionado na região, com reflexos na LIP (Ligação Iguatemi-Paralela), nas Avenidas Antônio Carlos Magalhães e Paralela, além da Avenida Tancredo Neves. Com o fim do ato, o trânsito voltou a fluir gradativamente nesses pontos, na noite desta quinta-feira. A manifestação dos motoristas da Uber começou em horário e pontos diferentes a dos motociclistas. Entretanto, no final da noite, os grupos se encontraram a região da rodoviária e seguiram juntos até a região da Rótula do Abacaxi. Os motoristas da Uber iniciaram uma carreata por volta das 15h30, na Avenida Paralela, sentido aeroporto já perto do viaduto do Centro Administrativo da Bahia (CAB). Depois, pelo próprio viaduto, pegaram o sentido Centro. O grupo seguiu ainda pelas proximidades da estação do metrô do Imbuí e, às 17h30, chegaram na altura da rodoviária, onde se concentraram até às 18h. Por meio de nota, a assessoria da Uber informou que acompanha com atenção as notícias sobre a crise de abastecimento no país e que a empresa entende que, como autônomos, os motoristas parceiros têm o direito de se manifestar, dentro do que a lei permite. Neste momento, a empresa informou que reforçou os canais de atendimento para estar em contato permanente com os parceiros e usuários e prestar o suporte a todos. Motoristas do Uber realizam protesto na Avenida Paralela, em Salvador Ramon Ferraz/TV Bahia Durante a carretada, a Transalvador informou que os motoristas andavam em baixa velocidade e, em alguns trechos, paravam, o que deixou o trânsito travado durante todo o percurso. Unidades do órgão acompanham o ato. Já os motociclistas realizaram um protesto na Avenida Tancredo Neves. Conforme a Transalvador, o ato teve início por volta das 15h40. Por volta das 15h50, o grupo estava na altura do Shopping Sumaré. Às 17h, eles entraram na Rua Doutor José Peroba, no bairro do Costa Azul, e, em seguida, também foram em direção à rodoviária da capital, onde se encontraram com os motoristas de Uber. Segundo a Transalvador, após o encontro entre os dois grupos, eles decidiram seguir juntos pela Rôtula do Acabaxi. Até as 19h21, a manifestação continuava e deixavam o trânsito congestionado no Acesso Norte, na Avenida ACM, na Av. Tancredo Neves e na saída da Avenida Paralela. Falta de combustíveis Posto na Avenida Adhemar de Barros, bairro de Ondina, em Salvador, estava fechado porque a gasolina já tinha acabado Itana Silva/G1 O G1 fez um giro por Salvador nesta quinta-feira (24) e mostrou que alguns postos já estão sem combustíveis. Nos que ainda estão abastecendo, os motoristas fazem filas em busca de encher os tanques antes que os estoques de combustível acabem. A situação de escassez ocorre em consequência do protesto de caminhoneiros, em todo o país. Eles estão fechando estradas em manifestação contra a alta no preço do diesel. Num posto que fica na Avenida Adhemar de Barros, bairro de Ondina, a gasolina tinha acabado no meio da manhã. O gerente, Ailton Santana, contou que o movimento foi muito grande, o que fez esgotar o estoque. Na capital baiana, os ônibus do transporte público, que voltaram a circular nesta quinta, após um dia de greve, podem ficar sem combustível para rodar na próxima semana, caso a greve dos caminhoneiros continue. Efeitos O protesto de caminhoneiros por todo país, por causa do aumento do preço do diesel, está provocando escassez de combustíveis e alta no valor dos alimentos em todo o estado. Na região sudoeste, o preço do saco da batata chegou a subir 120%. Além disso, nas demais regiões, já há cidades preocupadas com o transporte público e com o abastecimento de oxigênio nos hospitais. Em Simões Filho, região metropolitana de Salvador, o Centro de Abastecimento (Ceasa) já sofre os efeitos da greve dos caminhoneiros. Muitos comerciantes da capital também abastecem no local e enfrentam dificuldades na compra de alguns produtos, como uva, goiaba, banana, ovos, batata e maçã. Os comerciantes estimam que se a greve não for encerrada até esta quinta, o estoque pode acabar na sexta-feira (25). Sem os produtos e com a procura dos consumidores, o preço deve aumentar. Em Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia, o preço do combustível deu um salto. Em alguns estabelecimentos, desde a terça-feira (22), não é possível mais encontrar gasolina, álcool, etanol e diesel e, por conta disso, os estabelecimentos foram fechados. Nos postos que ainda estão abastecendo, a gasolina é vendida até por R$ 5,50 -- até o último final de semana, o preço da gasolina na cidade variada entre R$ 4,63 e R$ 4,69. O Procon da cidade informou que está fiscalizando os postos e, caso seja comprovada cobrança abusiva, as bombas podem ser lacradas. Motoristas do Uber realizam protesto na Avenida Paralela, em Salvador Ramon Ferraz/TV Bahia Initial plugin text
    Fábricas de veículos paralisam produção e já veem reflexo nas exportações

    Fábricas de veículos paralisam produção e já veem reflexo nas exportações


    Greve dos caminhoneiros afeta o fornecimento de peças e o fluxo logístico de distribuição das montadoras. Fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP) Divulgação Pelo menos 20 fábricas de automóveis do Brasil estão paradas por causa...


    Greve dos caminhoneiros afeta o fornecimento de peças e o fluxo logístico de distribuição das montadoras. Fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP) Divulgação Pelo menos 20 fábricas de automóveis do Brasil estão paradas por causa da greve de caminhoneiros, que está no quarto dia. Greve: veja mais reflexos da greve pelo país Unidades da Ford, Volkswagen, Fiat Chrysler, Chevrolet, Toyota, Nissan, Honda, Renault, Peugeot, Citroën, Caoa Chery, Volvo e Scania não produziram nesta quinta-feira (24) devido a falta de peças e problemas de logística. Algumas linhas estão paradas há mais de um dia. A Mitsubishi afirmou que irá interromper a produção em (GO) a partir desta sexta-feira (25). De acordo com a associação das fabricantes (Anfavea), o setor automotivo já espera impactos para este mês na produção, nas vendas e também nas exportações. "Se a greve dos caminhoneiros continuar até o fim de semana, é certo que todas as fábricas pararão", afirmou Antonio Megale, presidente da Anfavea. No ABC paulista, Ford e Volkswagen já estão sem produzir desde ontem. Chevrolet e Scania também pararam hoje, segundo informaram os sindicatos de metalúrgicos do ABC e de São Caetano do Sul. A General Motors (GM) não confirmou oficialmente quais unidades estão paradas, mas afirmou em nota que o movimento dos caminhoneiros tem impacto na operação. Os sindicatos dos metalúrgicos de Gravataí (RS) e São José dos Campos (SP), onde a empresa tem fábricas, afirmaram que a produção foi interrompida. Na unidade gaúcha, apenas um dos turnos estava funcionando. "Com a falta de componentes, as linhas de produção começam a ser paralisadas e também estamos enfrentando dificuldades na distribuição de veículos à rede de concessionárias”, disse a GM. A Fiat Chrysler (FCA) suspendeu a produção em Betim (MG) e em Goiana (PE) nesta quinta-feira, por causa dos bloqueios nas estradas. A empresa aproveitou a parada para fazer inventário de peças na unidade mineira. A Ford também interrompeu também as linhas em Taubaté (SP) ontem e Camaçari (BA) na segunda-feira, além de São Bernardo do Campo (SP) hoje. A Toyota informou que as unidades de Sorocaba e Indaiatuba estão paradas desde ontem, mas continua com a produção em Porto Feliz e São Bernardo - todas no estado de São Paulo. "A greve também impacta na distribuição de veículos e autopeças para a rede de concessionários e paralisou as operações de exportação", afirmou a Toyota. O complexo da Renault em São José dos Pinhais (PR) deixou de montar veículos na quarta-feira e de produzir motores hoje. A Nissan não faz veículos em Resende (RJ) desde quarta-feira. Protesto dos caminhoneiros interrompe produção na Volks em Taubaté A Volkswagen parou a linha do Gol, Up! e Voyage em Taubaté (SP) também na terça-feira, segundo o sindicato local. Oficialmente, a empresa diz que está "fazendo ajustes em seu programa de produção". O sindicato de São José dos Pinhais (PR), onde a empresa compartilha a fábrica com a Audi, afirmou que apenas o setor de estamparia estava trabalhando, com cerca de 500 funcionários. A Peugeot Citroën (PSA) e a Honda suspenderam suas linhas em Porto Real (RJ) e Sumaré (SP), respectivamente, ainda na quarta-feira. A Caoa Chery afirmou que a produção na unidade de Jacareí (SP) foi interrompida nesta quinta-feira. Fábricas paradas Ford - Camaçari (BA), Taubaté e São Bernardo do Campo (SP) FCA - Betim (MG) e Goiana (PE) Volkswagen - São Bernardo do Campo e Taubaté Chevrolet - São Caetano (SP) e São José dos Campos (SP) Renault - São José dos Pinhais (PR) Nissan - Resende (RJ) Chevrolet - São Caetano do Sul (SP) Toyota - Indaiatuba e Sorocaba (SP) Scania - São Bernardo do Campo Peugeot Citroën - Porto Real (RJ) Honda - Sumaré (SP) Caoa Chery - Jacareí (SP) e Anápolis (GO) Volvo (Curitiba)
    Confira programação de palestras e debates da Bahia Farm Show 2018

    Confira programação de palestras e debates da Bahia Farm Show 2018


    Nos cinco dias de evento, é previsto um total de 31 palestras. Feira vai ocorrer entre os dias 29 de maio e 2 de junho, em Luís Eduardo Magalhães. Nos cinco dias de evento, é previsto um total de 31 palestras Divulgação A 14ª edição da Bahia...


    Nos cinco dias de evento, é previsto um total de 31 palestras. Feira vai ocorrer entre os dias 29 de maio e 2 de junho, em Luís Eduardo Magalhães. Nos cinco dias de evento, é previsto um total de 31 palestras Divulgação A 14ª edição da Bahia Farm Show, feira de tecnologia agrícola que tem a perspectiva de movimentar mais de R$1,5 bilhão em intenções de negócios no oeste do estado, divulgou a grade de palestras e debates previstos para ocorrer durante o evento. A feira vai ocorrer entre os dias 29 de maio e 2 de junho, em Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia. Nos cinco dias de evento, é previsto um total de 31 palestras que serão realizadas no auditório da Fundação Bahia, e mais outros dois auditórios do pavilhão coberto, com capacidade para 40 e 60 pessoas. O público estimado para a 14ª edição do Bahia Farm Show é de 75 mil pessoas. Confira aqui a programação completa de palestras Nos auditórios, estudantes, pesquisadores e agricultores podem participar da programação de palestras, que começa já no dia da abertura da feira, com o tradicional “Fórum do Canal Rural”, das 14h às 16h, com o tema “O papel do agricultor na preservação do cerrado”. Pesquisadores estarão presentes e vão divulgar, de forma inédita, dados do Cadastro Ambiental Rural da Bahia, que reforçam a informação que as maiores faixas de floresta nativa preservada no cerrado baiano estão dentro das áreas dos produtores rurais. Bahia Farm Show irá ocorrer entre os dias 29 de maio e 2 de junho, em Luís Eduardo Magalhães. Divulgação Logo depois, deputados baianos estarão presentes na sessão itinerante da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa – uma forma de aproximar dos agricultores e representantes do agronegócio, o que vem sendo debatido pelos parlamentares. A programação segue na quarta-feira (30), com o “Fórum da Ferrugem da Soja”, com o “Workshop de Resultados de Pesquisa da Fundação Bahia” e com uma palestra sobre o “Risco Climático na Agricultura”. Neste mesmo dia, destaca-se a palestra com os pesquisadores da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Fernando Pruski e José Rui de Castro, que vão trazer os últimos levantamentos do Estudo do Potencial Hídrico do Oeste da Bahia, produzido em conjunto com a Universidade de Nebraska, dos Estados Unidos, e apresentarão os dados do Sistema de Informação Hidrológica para o oeste da Bahia (SIHBA). Na quinta-feira (31), serão relatados os resultados do programa de sustentabilidade realizado junto às propriedades rurais do oeste da Bahia, com o Workshop Soja Plus, uma parceria entre a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), que se somam às palestras sobre “Tecnologia para a Agricultura de Precisão e Grãos” e “Irrigação Subterrânea de Grãos. No último dia de palestras, na sexta-feira (1º), a programação se mantém com debates de interesses dos produtores rurais, como o “Funrural” e “Programas de Mercado e Técnicas de Precificação de Soja e Algodão”. A Bahia Farm Show é realizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), com o apoio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Associação dos Revendedores de Máquinas e Equipamentos Agrícolas do Oeste da Bahia Ltda (Assomiba), Fundação Bahia e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães. A expectativa da organização é que o evento gere mais de 3 mil empregos diretos e indiretos, antes e durante o período oficial. A Aiba espera superar a marca recorde do ano passado, quando atingiu R$ 1,531 bilhão em intenções de negócios. Em 2018, serão mais de 200 expositores que estarão durante os cinco dias do evento representando mais de 900 marcas e produtos. A aposta deste ano é na internacionalização da feira iniciada em 2017, e já com a confirmação de expositores da Alemanha, Estados Unidos, Espanha e Argentina.
    Pablo, Adelmário Coelho, Dorgival Dantas e Alcimar Monteiro são atrações dos festejos juninos em Feira de Santana; veja grade

    Pablo, Adelmário Coelho, Dorgival Dantas e Alcimar Monteiro são atrações dos festejos juninos em Feira de Santana; veja grade


    Serão oito dias de festas em cinco distritos, com um total de 80 atrações. Programação da festa foi divulgada pela prefeitura da cidade nesta quarta (23). Pablo, Adelmário Coelho, Dorgival Dantas e Alcimar Monteiro são atrações dos festejos...


    Serão oito dias de festas em cinco distritos, com um total de 80 atrações. Programação da festa foi divulgada pela prefeitura da cidade nesta quarta (23). Pablo, Adelmário Coelho, Dorgival Dantas e Alcimar Monteiro são atrações dos festejos juninos em Feira de Santana Arte/G1 Pablo, Adelmário Coelho, Dorgival Dantas e Alcimar Monteiro são algumas das atrações dos festejos juninos de 2018 na cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador. A programação foi divulgada nesta quarta-feira (23) pela prefeitura da cidade. Serão oito dias de festas em cinco distritos, com um total de 80 atrações. O São João no distrito de Maria Quitéria será entre os dias 21 e 23 de junho. Em Tiquaruçu, a festa ocorre de 23 a 24. [Confira a abaixo a programação completa] Já os festejos de São Pedro serão realizados nos distritos de Humildes entre os dias 29 de junho e 1º de julho e nos distritos de Jaíba e Bonfim de Feira nos dias 30 de junho e 1º de julho. O forrozeiro Dorgival Dantas teve o maior investimento feito pela prefeitura, R$ 140 mil. A contratação de Alcimar Monteiro custou R$ 130 mil, Pablo R$ 120 mil, Lucy Alves R$ 110 mil, Adelmário Coelho R$ 90 mil, Valdomio R$ 65 mil e Chambinho R$ 60 mil. O secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges, defendeu que os valores são equilibrados em comparação com outros municípios do interior baiano. Ele ainda falou sobre os critérios para a contratação dos artistas e informou que grandes nomes que estão fazendo sucesso ficaram de fora da programação, devido ao alto valor dos cachês. Quanto as atrações locais, Edson Borges informou que todos serão devidamente divulgados e que os cachês variam entre R$ 4 mil até R$ 30 mil. Confira a programação dos festejos juninos São João Maria Quitéria Dia 21 - Alcymar Monteiro - Jorge de Altinho - Atrações locais Dia 22 - Pablo - Atrações locais Dia 23 - Lucy Alves - Caviar com Rapadura - Atrações locais Distrito de Tiquaruçu Dias 23 e 24 - Atrações locais São Pedro Humildes Dia 29 - Dorgival Dantas - Atrações locais Dia 30 - Adelmário Coelho - Atrações locais Dia 01 - Chambinho - Waldones - Atrações locais Jaíba e Bonfim de Feira - Atrações locais
    Quatro anos depois, ainda há obras prometidas para Copa no Brasil inacabadas em 11 das 12 cidades-sede

    Quatro anos depois, ainda há obras prometidas para Copa no Brasil inacabadas em 11 das 12 cidades-sede


    A maioria é nas áreas de mobilidade urbana e aeroportos. Responsáveis alegam falta de recursos, problemas com construtoras, impasses judiciais e com desapropriações.  VLT de Cuiabá tem só 6 km de trilhos construídos, do total de 22...


    A maioria é nas áreas de mobilidade urbana e aeroportos. Responsáveis alegam falta de recursos, problemas com construtoras, impasses judiciais e com desapropriações.  VLT de Cuiabá tem só 6 km de trilhos construídos, do total de 22 km Gcom-MT Os quatro anos que separam a Copa no Brasil do Mundial que começa no próximo dia 14 na Rússia não foram suficientes para terminar obras de infraestrutura que deveriam ter sido entregues até 2014. De todas as 12 cidades-sede brasileiras, 11 têm algum projeto que chegou a ser prometido para a Copa ainda inacabado. Apenas o Rio concluiu todas as obras, não necessariamente dentro do prazo para a Copa de 2014. Além disso, a cidade recebeu a Olimpíada dois anos depois, razão pela qual muitos projetos não foram deixados de lado assim que o torneio de futebol terminou – como ocorreu em outras capitais. A maioria das obras que ainda não foram entregues é da área de mobilidade urbana ou de ampliação e melhorias em aeroportos. Falta de dinheiro, problemas com empreiteiras, contratos rescindidos e impasses judiciais e com desapropriações estão entre as causas do atraso de anos na conclusão dos projetos, segundo as administrações. Quatro anos depois, ainda há obras prometidas para Copa no Brasil inacabadas em 11 cidades Veja a situação em cada cidade-sede: Belo Horizonte Aeroporto de Confins ainda tem obras prometidas para a Copa inacabadas Humberto Trajano/ G1 No Aeroporto Internacional de Confins há obras de ampliação e modernização do terminal paradas desde setembro de 2014. A empresa que opera o local desde agosto daquele ano afirma que melhorias prometidas para a Copa são responsabilidade da Infraero. Ambas estão em negociação para concluir as intervenções. Veja a reportagem completa Cuiabá Nove obras prometidas para a Copa de 2014 seguem inacabadas na capital de Mato Grosso – e isso tem custado caro aos cofres públicos. Entre elas, está a construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que já consumiu R$ 1,066 bilhão e está parada desde dezembro de 2014. Só 6 km de trilhos foram concluídos, do total de 22 km. Uma nova licitação será feita e não há prazo de conclusão. Enquanto isso, a manutenção de 42 vagões e de outros materiais já comprados custa R$ 16 milhões por mês. Veja a reportagem completa Curitiba Obra inacabada de responsabiliade do Governo do Paraná que faz parte do projeto Corredor Aeroporto/Rodoferroviária Giuliano Gomes/PR Press Quatro das 13 obras prometidas para a Copa ainda não foram concluídas – três de responsabilidade do governo estadual, e duas, da Prefeitura de Curitiba. Todas elas fazem ligação entre a capital e a Região Metropolitana, como o corredor Aeroporto-Rodoferroviária – onde já foram investidos mais de R$ 44 milhões – e a reforma e ampliação do Terminal do Santa Cândida. Entre as razões alegadas para o atraso de anos estão problemas com as empresas que venceram as licitações e impasses judiciais. Veja a reportagem completa Brasília Imagem aérea do estádio Mané Garrincha em Brasília TV Globo/Reprodução São cinco obras prometidas para a Copa atrasadas, entre elas a urbanização do entorno do estádio Mané Garrincha e a construção do VLT entre o Aeroporto de Brasília e o Plano Piloto. Em 2012, o governo do DF desistiu de entregar o entorno do estádio a tempo para a Copa. Novos prazos foram estabelecidos, mas desde então nada foi feito. O projeto do VLT foi cancelado definitivamente em 2015. Na ocasião, o Metrô, responsável pela obra, disse que estudava "novos traçados para o veículo". Três anos depois, nenhum novo plano foi anunciado. Foram gastos pelo menos R$ 20 milhões antes da suspensão do projeto. Veja a reportagem completa Fortaleza Obras do Aeroporto de Fortaleza viraram amontoado de ferro e concreto. TV Verdes Mares/Reprodução A previsão de entrega da expansão do Aeroporto Pinto Martins era dezembro 2013, mas os trabalhos foram interrompidos em maio de 2014. O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que iria cruzar 22 bairros também não foi entregue e, em alguns pontos da obra, moradores convivem com transtornos há seis anos. Com custo inicial de R$ 307,5 milhões, a obra do VLT teve o contrato rompido pelo governo estadual com o consórcio responsável após uma série de atrasos. Desde então, cinco licitações foram feitas para tentar dar continuidade à obra – que se encontra com 75,32% de avanço. Veja a reportagem completa Manaus Obra de Centro de Atendimento ao Turista no Centro Antigo de Manaus está parada Adneison Severiano/G1 AM O BRT, sistema de ônibus rápido, seria o principal meio de transporte para os torcedores até a Arena da Amazônia. Porém, em 2012, o governo estadual e a prefeitura desistiram de entregar a obra para a Copa, alegando atraso na liberação de recursos para o projeto. Mas ficou a promessa de entregá-lo depois do Mundial – porém a obra ainda nem foi licitada. A prefeitura afirma que o projeto já está pronto, mas não dá detalhes nem prazos. Dos três Centros de Atendimento ao Turistas prometidos para a Copa, um está com as obras paradas e os outros nem saíram do papel. Veja a reportagem completa Natal Ao menos quatro obra previstas para a Copa na capital do Rio Grande do Norte ainda não foram entregues. A mais atrasada é a reforma e padronização de 55 km de calçadas nas avenidas que dão acesso à Arena das Dunas, na Zona Sul da cidade. Com 5% do projeto executado, a obra precisou ser parada por problemas com desapropriações. A obra dos acessos ao Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves deve ser entregue dentro de 60 dias sem o viaduto que era previsto para ligar a estrada à BR-304 por falta de dinheiro para essa etapa. Veja a reportagem completa Porto Alegre Obra na Avenida Cristóvão Colombo, em Porto Alegre, estava prevista para a Copa 2014, mas está parada desde que o consócio desistiu do contrato alegando dificuldades financeiras Lucas Bubols/G1 Das 18 obras previstas para a Copa de 2014 na capital gaúcha, dez estão atrasadas e duas nem começaram – todas na área de mobilidade urbana. Parte de um financiamento de R$ 120 milhões do Banrisul será usado para concluir alguns dos projetos. Veja reportagem completa Recife Previsto para a Copa do Mundo, Terminal Integrado da IV Perimetral no Recife ainda não foi entregue Marlon Costa/Pernambuco Press São cinco as obras de mobilidade prometidas para a Copa ainda não entregues. Além disso, o governo do estado rescindiu no ano passado o contrato para construir a Cidade da Copa, projeto apresentado como primeiro modelo de cidade inteligente no Brasil. Veja a reportagem completa Rio de Janeiro Estação do BRT Transcarioca está sem algumas das portas de vidro Yasmim Restum/ G1 A cidade tem as obras prometidas para a Copa do Brasil concluídas. Entretanto, um dos principais investimentos de mobilidade para o Mundial sofre com vandalismo e falta de manutenção. O G1 percorreu os 39 km do BRT Transcarioca, que liga a Barra da Tijuca ao Galeão, e viu sinais de depredação em ao menos 26 das 47 estações. Usuários reclamam do serviço, de portas quebradas, sujeira e falta de manutenção. O custo da obra chegou a quase R$ 2 bilhões, R$ 700 milhões a mais que o valor inicial. O contrato é alvo de investigação na Lava Jato. Veja a reportagem completa Salvador Reformas no aeroporto internacional da capital baiana se arrastam até hoje. Houve troca de administração da Infraero para uma empresa francesa, que ainda irá concluir a nova área de check-in. A implementação do BRT na cidade chegou a estar na lista das obras prometidas para a Copa de 2014, mas foi retirada porque não ficaria pronta a tempo. A ordem de serviço para iniciar as obras só foi assinada em março deste ano. Veja a reportagem completa São Paulo Operários trabalham nas obras da estação Chucri Zaidan da linha 17-ouro do monotrilho na Zona Sul de São Paulo Marcelo Brandt/G1 A Linha 17-Ouro do monotrilho, que chegou a ter a inauguração anunciada para antes da Copa de 2014, até hoje não teve nenhuma estação entregue. O projeto foi retirado da lista de obras do Mundial por causa da mudança do estádio da Copa para Itaquera, na Zona Leste. Desde então, os valores da obra aumentaram, e os prazos foram sucessivamente ampliados. A construção tem sido investigada e alvo de vários questionamentos do Tribunal de Contras do Estado. Inicialmente orçada em R$ 1,39 bilhão, a obra agora deve chegar a R$ 3,5 bilhões. De acordo com o Metrô, a execução do trecho prioritário, entre o Aeroporto de Congonhas e a estação Morumbi da CPTM, está em andamento e deve ser entregue em 2019. Veja a reportagem completa
    Relatório da Human Rights Watch considera degradante tratamento a deficientes em instituições do Brasil

    Relatório da Human Rights Watch considera degradante tratamento a deficientes em instituições do Brasil


    'Eles ficam até morrer' detalha as condições sub-humanas a que pessoas com mobilidade e sentidos reduzidos são expostas no país. Grupo de crianças em instituição superlotada que abriga 109 internos na Bahia. Reprodução/ Human Rights Watch O...


    'Eles ficam até morrer' detalha as condições sub-humanas a que pessoas com mobilidade e sentidos reduzidos são expostas no país. Grupo de crianças em instituição superlotada que abriga 109 internos na Bahia. Reprodução/ Human Rights Watch O Brasil tem uma legislação considerada avançada para garantir direitos das pessoas com deficiência. Mas a realidade é bem diferente da teoria. Essa é uma das conclusões do relatório que a Human Rights Watch divulga nesta quarta-feira (23), no Rio de Janeiro, sobre as condições de vida e o tratamento de quem tem mobilidade e sentidos reduzidos ou sofre de distúrbios psicossociais, entre outras deficiências. O documento alerta também para a ausência de apoio público e de fiscalização nas instituições que se propõem a cuidar e a abrigar estas pessoas. Em praticamente todos os locais visitados e que deveriam acolher e ajudar os portadores de deficiência a se desenvolverem, pesquisadores encontraram condições degradantes, como adultos e crianças amarrados a camas e que passam o dia sem nenhum estímulo que os permita buscar uma vida com independência. “Eles ficam até morrer”, afirmou diretor de abrigo, cuja frase deu nome ao relatório. Dezenove abrigos foram visitados no Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Distrito Federal. O levantamento foi realizado entre novembro de 2016 e março de 2018. No RJ, solidão e maus-tratos nas instituições Pesquisadores destacam o grande número de pessoas dividindo o mesmo espaço e a falta de roupas e bens pessoais de cada interno. Em alguns locais, até escova de dentes é compartilhada. Grupo de pessoas com deficiência em pátio de instituição no Rio de Janeiro. Eles ficam do lado de fora por algumas horas, mas passam a maior parte do dia confinados. Reprodução/ Human Rights Watch Internos dopados e camisa de força O que mais surpreendeu a HRW foi o frequente uso de medicamentos sem prescrição terapêutica, apenas para "acalmar" internos mais agressivos, mantendo-os dopados. Os relatos de pessoas que trabalham nestas instituições mostram um panorama sombrio para os internos que demonstrem qualquer tipo de reação fora da esperada. "Às vezes usamos camisa de força e colocamos as pessoas em um cômodo de isolamento para se acalmarem", contou um funcionário de uma das instituições. Não foi o único relato do tipo. “Às vezes, a gente amarra as pessoas com lençóis ou usamos camisa de força por cerca de 30 minutos até a medicação fazer efeito”, explicou uma enfermeira. Adultos com deficiência contavam com pouca ou nenhuma privacidade em pelo menos 12 das instituições visitadas. Em uma delas, cerca de 30 pessoas viviam em grandes alas ou quartos com camas colocadas lado a lado, sem cortinas ou qualquer outra forma de separação. Jovem amarrado a sua cama em uma instituição para 32 pessoas com deficiência no Rio de Janeiro Reprodução/ Human Rights Watch Falta de atividades A falta de atividades ocupacionais foi outro problema encontrado. Os portadores de deficiência tinham pouca ou nenhuma ação relevante ao longo do dia. No caso das crianças, muitas não tinham contato humano regular nem frequentavam instituições de ensino, e as poucas que conseguiam eram instruídas de forma limitada e segregada. Embora a lei brasileira determine que as crianças não podem permanecer internadas em instituições deste tipo por mais de 18 meses, salvo os casos em que há determinação judicial ou médica, muitas ocupam vagas neste tipo de local por muito mais tempo. De acordo com funcionários, muitos perderam o contato com os pais. "O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a Organização Mundial de Saúde e décadas de pesquisa em ciências sociais revelam que ambientes institucionais podem limitar o desenvolvimento físico, intelectual, emocional e social de crianças separadas das famílias e colocadas em instituições, devido a uma estimulação ou motivação inadequada, à falta de um envolvimento ou contribuição consistente de cuidadores, à falta de reabilitação, além de outras privações", destaca um trecho do documento. Ala psiquiátrica de instituição para deficientes no Rio de Janeiro Reprodução/ Human Rights Watch Dados imprecisos Os dados sobre este tipo de instituição também são considerados falhos pelos pesquisadores da Human Rights Watch. Usando como referência informações da Secretaria Nacional de Assistência Social, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Social, até 2016, no início da pesquisa, havia 5.078 crianças com deficiência vivendo em abrigos ou outras instituições de acolhimento. A entidade considera que este número não representa a realidade, pois os dados são obtidos por meio de um questionário obtido pelas próprias instituições, sem uma checagem posterior ou uma supervisão por parte dos órgãos públicos. De acordo com a mesma fonte, no mesmo período 5.037 adultos também viviam em clínicas ou outros locais destinados ao cuidado de deficientes. Funcionários despreparados Outro ponto ressaltado pelo documento da Human Rights Watch é a falta de preparo dos funcionários nas instituições analisadas. "Diversos estudos de caso demonstram que a institucionalização de crianças, independentemente de suas condições materiais, é prejudicial ao seu desenvolvimento emocional, cognitivo, físico e social quando o cuidado prestado foca apenas nas necessidades básicas, sem uma relação individualizada", afirma a entidade. Os pesquisadores encontraram uma realidade de falta de profissionais, que fazia com que internos fossem deixados de lado em camas ou cadeiras na maior parte do dia. Jovem em um dormitório de uma instituição no Rio de Janeiro. Reprodução/ Human Rights Watch Abusos e negligência Além disso, muitas vezes eles não eram preparados para lidar com crianças e adultos portadores de deficiência, correndo o risco de agravar os quadros de saúde dos internos. "Em várias instituições, a Human Rights Watch documentou abusos, incluindo maus-tratos, negligência, uso de restrições para controlar ou punir os residentes, sedação, bem como condições desumanas e degradantes. As condições e o tratamento foram particularmente abusivos nas instituições com número elevado de pessoas com necessidade de apoio intensivo", esclarece. Em uma das instituições visitadas, os internos usavam fraldas e sequer saíam das camas para ir ao banheiro. A mãe de um dos residentes afirmou aos investigadores que acreditava que alguns deles, incluindo o seu filho, poderiam usar o banheiro normalmente se possuíssem o apoio adequado. A falta de equipamentos de mobilidade, que permitissem a circulação dos internos, chamou a atenção. Em Salvador, um jovem de 18 anos que possuía uma deficiência que comprometeu os músculos das pernas tinha dificuldade para sair do quarto que dividia com outra pessoa. Circular pelos corredores era extremamente penoso, e ele não tinha uma cadeira de rodas. "Meu sonho é ver o mar, mas eu não tenho cadeira de rodas para ir e ver", contou o jovem aos pesquisadores. A instituição onde ele vive fica a 200 metros da praia. Interno de instituição em Salvador sonha em conhecer o mar. Local fica a 200 metros da praia. Reprodução/ Human Rights Watch Em um dos locais visitados, os internos dormiam em colchões no chão. Outros não possuíam lençóis que forrassem a cama, contando apenas com um pedaço de pano para se cobrir. "Funcionários de uma instituição disseram que as fraldas estavam em falta e contavam com apenas duas fraldas para adultos ou crianças por dia. Como resultado, alguns residentes tinham que permanecer com fraldas sujas por longos períodos", destaca outro trecho do documento.
    Psirico e Nata do Samba se apresentam no 'Sambinha Premium' em Salvador

    Psirico e Nata do Samba se apresentam no 'Sambinha Premium' em Salvador


    Evento será no domingo (27), no Wish - Hotel da Bahia. Ingressos custam R$ 60. Psirico faz show no 'Sambinha Premium', em Salvador Tiago Caldas/Ag. Haack Os grupos Psirico e Nata do Samba se apresentam no projeto Sambinha Premium, no domingo (27), no...


    Evento será no domingo (27), no Wish - Hotel da Bahia. Ingressos custam R$ 60. Psirico faz show no 'Sambinha Premium', em Salvador Tiago Caldas/Ag. Haack Os grupos Psirico e Nata do Samba se apresentam no projeto Sambinha Premium, no domingo (27), no Wish - Hotel da Bahia, no Campo Grande, em Salvador. O evento está marcado para começar às 16h. Os ingressos custam R$ 60 e estão à venda no site Sympla e na Ticketmix. A Nata do Samba, liderada pelo cantor Siddi Faschi, abre o evento. O grupo montou um repertório com sucessos da música baiana e da atualidade, além de canções autorais da banda como “Destino”, “Jeito de Sambar”, “Essa Mina” e “Apaixonado Pela sua amiga”. Já Márcio Victor vai tocar os maiores sucessos do Psio, além das novas canções do CD “Psi F5 Atualizando” . SERVIÇO O que: Sambinha Premium Quando: 27 de Maio (domingo) Onde: WISH - Hotel da Bahia Horario: 16h Valor: R$ 60 (1º Lote) Vendas: Sympla e Ticketmix
    Operação da Anatel mira distribuição de produtos piratas em 7 estados 

    Operação da Anatel mira distribuição de produtos piratas em 7 estados 


    Fiscalização ocorre desde o início da manhã e tem como alvo 15 empresas distribuidoras de equipamentos de telecomunicações. Anatel faz operação de combate à pirataria de TVs por assinatura A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)...


    Fiscalização ocorre desde o início da manhã e tem como alvo 15 empresas distribuidoras de equipamentos de telecomunicações. Anatel faz operação de combate à pirataria de TVs por assinatura A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) realizou nesta terça-feira (22) uma operação contra a distribuição de produtos de telecomunicação sem autorização para serem comercializados no Brasil. A operação ocorreu em 14 cidades de 7 estados brasileiros - Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. De acordo com o Superintendente de Fiscalização da Anatel, Juliano Stanzani, a ação dos fiscais ocorreu simultaneamente em 15 empresas distribuidoras desses equipamentos. Em balanço parcial divulgado por volta das 18h30, a Anatel informou que 10.225 produtos haviam sido apreendidos durante a operação, entre eles tranceptores (equipamento usado na transmissão de sinal de banda larga), telefones IP, antenas para banda larga sem fio e cabos de rede. Mais de 10 mil produtos foram apreendidos pela Anatel, entre eles tranceptores, telefones IP, antenas para banda larga sem fio e cabos de rede. Divulgação/Anatel
    Elba Ramalho é mais uma atração confirmada no São João do Pelourinho

    Elba Ramalho é mais uma atração confirmada no São João do Pelourinho


    Artista se apresenta em 24 de junho, último dia da festa, no palco do Terreiro de Jesus.  Elba Ramalho Divulgação / Alex Ribeiro A cantora Elba Ramalho é mais uma atração confirmada no São João do Pelourinho, em Salvador. A artista vai se...


    Artista se apresenta em 24 de junho, último dia da festa, no palco do Terreiro de Jesus.  Elba Ramalho Divulgação / Alex Ribeiro A cantora Elba Ramalho é mais uma atração confirmada no São João do Pelourinho, em Salvador. A artista vai se apresenta no palco Terreiro de Jesus, em 24 de junho, último dia da festa. Alceu Valença e Geraldo Azevedo também já foram confirmados no evento, que tem entrada gratuita. Com programação entre os dias 22 e 24 de junho, o São João da Bahia terá festa no Centro Histórico no Largo do Pelourinho, Terreiro de Jesus, Cruzeiro de São Francisco e praças Tereza Batista, Quincas Berro d’Água e Pedro Archanjo, além de Paripe, no Subúrbio Ferroviário de Salvador. Elba deve apresentar clássicos como "De Volta Pro Aconchego", "Bate Coração", "Asa Branca", "Banho de Cheiro", "Eu Só Quero Um Xodó", "Tenho Sede" e "Na Base da Chinela". A cantora também deve apresentar músicas de Dominguinhos, já que foi considerada uma das grandes interpretes do sanfoneiro, gravando mais de 30 canções do artista.
    Wesley Safadão, Léo Santana e Gabriel Diniz são algumas das atrações do Forró do Piu-Piu em Amargosa

    Wesley Safadão, Léo Santana e Gabriel Diniz são algumas das atrações do Forró do Piu-Piu em Amargosa


    Festa será no dia 23 de junho, no interior da Bahia. Ingressos variam de R$ 160 a R$ 550. Wesley Safadão é uma das atrações do Forró do Piu-Piu 2018 Divulgação Os cantores Wesley Safadão, Léo Santana, Gabriel Diniz , Dorgival Dantas, Danniel...


    Festa será no dia 23 de junho, no interior da Bahia. Ingressos variam de R$ 160 a R$ 550. Wesley Safadão é uma das atrações do Forró do Piu-Piu 2018 Divulgação Os cantores Wesley Safadão, Léo Santana, Gabriel Diniz , Dorgival Dantas, Danniel Vieira e o Forró do Tico se apresentam no dia 23 de junho, feriado de São João, no Forró do Piu-Piu, em Amargosa, cidade a 235 km de Salvador. A festa completa 20 anos nesta edição. Os ingressos estão à venda nos balcões de ingresso e no site do Forró do Piu-Piu. A festa é conhecida com um dos principais eventos juninos que acontecem no interior do estado. Serviço Forró do Piu-Piu - 20 anos Quando: 23 de junho Horário: 20h30 Onde: Fazenda Colibri, em Amargosa Valores : ARENA (MEIA): R$ 160 ARENA (INTEIRA): R$ 300 Open Bar: água, refrigerante, cerveja, CAMAROTE (MEIA): R$ 280 CAMAROTE (INTEIRA): R$ 550 Open Bar: água, refrigerante, cerveja, vodka e whisky 8 anos CAMAROTE PREMIUM: indisponível para venda no momento.
    Bahia Farm Show 2018 terá sessão itinerante da Alba para discutir projetos e problemas do setor agrícola no estado

    Bahia Farm Show 2018 terá sessão itinerante da Alba para discutir projetos e problemas do setor agrícola no estado


    Feira do agronegócio irá ocorrer entre os dias 29 de maio e 2 de junho, em Luís Eduardo Magalhães. Evento deve movimentar mais de 1,5 bilhão. Bahia Farm Show irá ocorrer entre os dias 29 de maio e 2 de junho, em Luís Eduardo...


    Feira do agronegócio irá ocorrer entre os dias 29 de maio e 2 de junho, em Luís Eduardo Magalhães. Evento deve movimentar mais de 1,5 bilhão. Bahia Farm Show irá ocorrer entre os dias 29 de maio e 2 de junho, em Luís Eduardo Magalhães Divulgação A 14ª edição da Bahia Farm Show, feira de tecnologia agrícola que tem a perspectiva de movimentar mais de R$1,5 bilhão em intenções de negócios no oeste do estado, vai contar, pelo terceiro ano consecutivo, com uma sessão itinerante da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) para discutir projetos e problemas relacionados ao setor agrícola. A feira vai ocorrer entre os dias 29 de maio e 2 de junho, em Luís Eduardo Magalhães, sendo que a sessão itinerante está prevista para ocorrer no primeiro dia de programação, às 16h30. De acordo com a organização do evento, a sessão itinerante terá como novidade nesse ano a presença de deputados que integram a Comissão de Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos. Integram a comissão os seguintes deputados: Antônio Henrique Júnior (PP), Fábio Souto (DEM), Joseildo Ramos (PT), Marcelino Galo (PT), Tom Araújo (DEM), Zó (PC do B), Augusto Castro (PSDB) e Marcell Moraes (PSDB). Além da Comissão de Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos, como já é costume, também irá integrar a Comissão de Agricultura e Política Rural, que é presidida pelo deputado Eduardo Salles (PP). Segundo a organização, a sessão itinerante vai ouvir as demandas das associações, cooperativas e sindicatos para buscar soluções para problemas no campo. Bahia Farm Show Bahia Farm Show deve movimentar mais de R$1,5 bilhão em intenções de negócios Divulgação Nesta 14ª edição do Bahia Farm Show, a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), que é organizadora do evento, espera superar a marca recorde do ano passado, quando atingiu R$ 1,531 bilhão em intenções de negócios. Serão mais de 200 expositores que estarão durante os cinco dias do evento representando mais de 900 marcas e produtos. A aposta deste ano é na internacionalização da feira iniciada em 2017, e já com a confirmação de expositores da Alemanha, Estados Unidos, Espanha e Argentina. Conforme a organização, ano passado o evento contou com 15% de novos expositores. Nesta edição a expectativa é que esse número também seja superado. O público estimado para a 14ª edição do Bahia Farm Show é de 75 mil pessoas. O evento, além de apresentar novidades do agronegócio, terá uma grade composta por eventos de transferência de conhecimento e debates, como palestras e mesas redondas direcionadas à agricultura empresarial e familiar, incluindo o Fórum do Canal Rural. A expectativa da organização é que o evento gere mais de 3 mil empregos diretos e indiretos, antes e durante o período oficial. A Bahia Farm Show é realizada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), com o apoio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Associação dos Revendedores de Máquinas e Equipamentos Agrícolas do Oeste da Bahia Ltda (Assomiba), Fundação Bahia e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.
    Estakazero convida Adão Negro, Carla Cristina, Denny Denan e Zelito Miranda para o 'Ensaios de São João' 

    Estakazero convida Adão Negro, Carla Cristina, Denny Denan e Zelito Miranda para o 'Ensaios de São João' 


    Show acontece no dia 25 de maio, às 22h, no Coliseu do Forró, em Patamares. Ingressos custam R$ 50 e são vendidos no local. Estakazero faz show especial em Salvador Divulgação A banda Estakazero comanda na sexta-feira (25), às 22h, no Coliseu do...


    Show acontece no dia 25 de maio, às 22h, no Coliseu do Forró, em Patamares. Ingressos custam R$ 50 e são vendidos no local. Estakazero faz show especial em Salvador Divulgação A banda Estakazero comanda na sexta-feira (25), às 22h, no Coliseu do Forró, localizado no bairro de Patamares, em Salvador, mais uma edição da festa "Ensaios de São João". Desta vez, os convidados para o show são os cantores Carla Cristina, Denny Denan e Zelito Miranda, além da banda Adão Negro. Na abertura, o cantor Noberto Curvelo tocará sucessos do forró, além de hits como "Ai se eu te pego " e "Dança do Ice". Os ingressos custam R$ 50 e estão sendo vendidos no local. Serviço Ensaios de São João do Estakazero 2018 Abertura: Norberto Curvêllo Participações: Denny Dennan​, Zelito Miranda, Carla Cristina e Adão Negro Data: 25 de maio (sexta-feira) Horário: 22h Local: Coliseu do Forró, Patamares Endereço: Avenida Otávio Mangabeira – Patamares Ingressos: R$ 50 (preço único) Vendas: No local Mais Informações: (71)9 9254-4340 Classificação 18 anos
    Caminhoneiros voltam a protestar em rodovias contra alta do diesel

    Caminhoneiros voltam a protestar em rodovias contra alta do diesel


    Atos ocorrem em pelo menos 24 estados. Caminhoneiros protestam em trecho da BR-116 em Lages, Santa Catarina Fom Conradi/Futura Press/Estadão Conteúdo Alta dos combustíveis mobiliza caminhoneiros pelo segundo dia Caminhoneiros voltaram a protestar...


    Atos ocorrem em pelo menos 24 estados. Caminhoneiros protestam em trecho da BR-116 em Lages, Santa Catarina Fom Conradi/Futura Press/Estadão Conteúdo Alta dos combustíveis mobiliza caminhoneiros pelo segundo dia Caminhoneiros voltaram a protestar em rodovias federais e estaduais nesta terça-feira (22). Na segunda, foram registrados atos em ao menos 24 estados. A maioria dos atos impede a passagem de caminhões, mas libera a de carros de passeio e outros veículos. Alguns protestos ocorrem apenas nos acostamentos. A Justiça Federal de SC e do PR proibiram que os manifestantes ocupem ou dificultem a passagem em rodovias federais. A categoria quer a redução do valor do óleo diesel, que tem tido altas consecutivas nas refinarias. Nesta terça, o preço sobe 0,97% nas refinarias. Mas a Petrobras já anunciou que a partir de quarta-feira (23), o valor cairá 1,54%. A escalada dos preços aconteceu em meio à disparada dos valores internacionais do petróleo. As revisões podem ou não refletir para o consumidor final – isso depende dos postos. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP), o preço médio do diesel nas bombas já acumula alta de 8% no ano. O valor está acima da inflação acumulada no ano, de 0,92%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Fabricantes de veículos também foram afetadas. Chevrolet, Fiat e Ford afirmaram nesta terça-feira que estão enfrentando problemas na produção em decorrência das manifestações. Nesta manhã, foram registrados atos em pelo menos 24 estados: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, e Tocantins. Motoristas se mobilizam no Rio Grande do Sul e em Mato Grosso Protesto de caminhoneiros em Jacareí Lucas Cardoso/TV Vanguarda Caminhoneiros bloqueiam vias de vários estados em protesto contra a alta do diesel Veja, a seguir, a situação em cada estado: Alagoas Caminhoneiros bloqueiam o km 73 da BR-101, em Messias, Zona da Mata de Alagoas. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o bloqueio começou às 10h15. A manifestação já resulta em quatro quilômetros de congestionamento e não há previsão de liberação. Amazonas No Amazonas, o protesto acontece na BR-174, entre Manaus e Boa Vista. Bahia Caminhoneiros voltaram a fechar a BA-535, conhecida como Via Parafuso. A via chegou a ser bloqueada totalmente, mas depois foi liberada uma faixa de cada sentido. Também há ato no acostamento da BR-101, próximo a Alagoinhas, mas até por volta das 6h o trânsito não havia sido bloqueado. Ceará Caminhoneiros voltaram a protestar em dois pontos no estado. O primeiro protesto fecha um trecho da BR-116, no km 70, no município de Chorozinho, Região Metropolitana de Fortaleza. Um outro ato ocorre no km 20 da BR-116, no município de Itaitinga, também na Região Metropolitana. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal do Ceará (PRF-CE), o trânsito nestes locais está lento e não há previsão de liberação. Uma equipe da PRF-CE está no local juntamente com a Polícia Militar. Espírito Santo Motoristas voltaram a protestar em alguns pontos da BR-101: Km 305 (Viana): ato no acostamento, o trânsito é livre. Km 414 (Cachoeiro de Itapemirim): manifestação apenas no trevo; trânsito é livre. Km 156 (Ibatiba): ato no acostamento; trânsito livre apenas para carros de passeio. Goiás Protesto segue bloqueando distribuidoras de combustíveis e trechos de rodovias em Goiás. Os bloqueios são exclusivamente para caminhões. Carros de passeio, ônibus e veículos que transportam cargas perecíveis são liberados em todos os pontos de interdição. Veja os pontos: BR-050 – três pontos no trecho de Catalão BR-060 – um ponto em Rio Verde BR-153 - dois pontos em Aparecida de Goiânia e um Itumbiara BR-158 – trecho no município de Caiapônia BR-364 - um ponto em Jataí BR-414 - um ponto em Niquelândia BR-452 - um ponto em Bom Jesus de Goiás Caminhoneiros seguem bloqueando distribuidoras de combustíveis e rodovias em Goiás Maranhão Caminhoneiros fazem atos em seis pontos de rodovias que atravessam o estado. Os protestos acontecem na BR-135, em São Luís; na BR-010, em Imperatriz e Estreito; e na BR-316, em Caxias, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A BR-230, em Balsas e São Domingos do Azeitão, também foi interdidata. No Km 12 da BR-135, a manifestação começou por volta das 7h30 desta terça. Os caminhoneiros estacionaram seus veículos na faixa direita da via e deixaram o fluxo do trânsito fluir. Durante a tarde, a manifestação migrou para o acesso próximo à Vila Maranhão. Já em Imperatriz, a PRF informou que o grupo de caminhoneiros bloqueou a BR-010 em um trecho do Km 246, em frente a um posto de combustível. Somente uma faixa da pista é liberada para passagem de automóveis. Em Caxias, na BR-316, o protesto se concentra Km 554. Assim como em Imperatriz, todos os outros tipos de veículos seguem com autorização dos manifestantes, exceto os caminhões. Em São Domingos do Azeitão, a 633 km de São Luís, uma manifestação começou no fim da manhã no km 216 da BR-230, próximo ao acesso para o município de Benedito Leite. São cerca de 25 a 30 manifestantes, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal. Outra protesto que se iniciou no começo da tarde ocorre no km 131 da BR-010 em Estreito, onde manifestantes também bloquearam a rodovia. Mato Grosso Dez pontos de protesto são registrados nesta manhã nas rodovias federais de Mato Grosso. Há atos em Cuiabá, Sinop, Primavera do Leste, Campo Verde, Sapezal, Comodoro, Rondonópolis, Nova Mutum e Tangará da Serra. Segundo a concessionária que administra a rodovia, Rota do Oeste, em todos os pontos está liberada a passagem de veículos de passeio, ambulâncias e veículos de carga viva e perecíveis. Protesto de caminhoneiros na BR-163 em Rondonópolis, nesta terça-feira (22) Maycon Araújo/TV Centro América Mato Grosso do Sul Em Campo Grande, caminhoneiros protestam em dois pontos da BR-163, na altura do km 477 e km 550. Eles estão liberando a passagem somente para carros de passeio, ambulâncias e ônibus, sem a queima de pneus. São cerca de 2 km de congestionamento. Na cidade de Bandeirantes, a 71 km de Campo Grande, caminhoneiros também estão parados na rodovia, km 550, sentido São Gabriel do Oeste. Já em Eldorado, a paralisação está na altura do km 39. Em Naviraí, na altura do km 117. No município de Rio Brilhante, caminhoneiros estão na altura do km 323. No caso de Paranaíba, a categoria parou na BR 158, altura do km 96 e, em Sidrolândia, BR-060, km 420, com pista liberada desde as 8h. Minas Gerais De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) há manifestantes em 20 trechos das estradas federais que cortam o estado. Uma delas é na Rodovia Fernão Dias, em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os manifestantes ocupam uma faixa no sentido Belo Horizonte e outra na direção de São Paulo. Segundo a PRF, não há congestionamento em nenhuma das rodovias, porque o tráfego flui nas faixas liberadas. No Sul de Minas, os motoristas seguem parados em pelos menos quatro rodovias - Fernão Dias, BR-491, BR-265 e MG-050. Há também manifestações no Triângulo Mineiro e na região Centro-Oeste. Pará De acordo com a PRF, por volta das 9h a BR-316, no km 23, estava totalmente bloqueada nos dois sentidos. O trecho fica em Benevides, região metropolitana de Belém, onde o engarrafamento chega a 10 km de extensão. Já em Paragominas, no km 165 da BR-010, a interdição é parcial. Os manifestantes estão permitindo a passagem de veículos particulares e de emergência. Paraíba O trecho da Alça Sudoeste, na BR-230, em Campina Grande, está interditado desde as 7h. Caminhoneiros colocaram pneus na pista, mas estão liberando a passagem para carros de passeio. Também há pontos de interdição na BR-104, na saída para o Sertão paraibano e na BR-110, no município de Monteiro. Protesto também acontece na cidade de Monteiro Edivaldo José/Arquivo Pessoal Paraná Caminhoneiros fazem o 2º dia de protestos nas rodovias do Paraná contra o aumento do diesel. Não há estradas totalmente bloqueadas nas estradas federais, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Uma determinação judicial proíbe que eles fechem totalmente as rodovias federais, sob pena de multa de R$ 100 mil por hora. Pernambuco Caminhoneiros realizaram uma manifestação na BR-232, em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, contra o aumento no preço dos combustíveis. O protesto, que ocorreu nos dois sentidos da rodovia, teve início às 8h31 e terminou por volta das 10h20. A BR-232 foi liberada. Manifestantes também interditam uma faixa da BR-101, no município de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o protesto começou por volta das 8h, no quilômetro 83, nas proximidades da fábrica da Vitarella. A PRF ainda não sabe informar a extensão do congestionamento no local. A BR-316, em Ouricuri, no Sertão Pernambucano, também registra protesto. O congestionamento é de cerca de 15 km nos dois sentidos. Apenas ambulâncias, veículos de carga de animais, transportes escolares e carros de passeio podem passar pelo bloqueio. Caminhoneiros bloquearam a PI-247 no Sul do Piauí Arquivo Pessoal/Eduardo Gomes Lima Piauí Mais de 200 caminhoneiros fecharam a PI-247, na entrada de Uruçuí, Sul do Piauí. A manifestação começou desde às 7h desta terça e não tem previsão para terminar. Para bloquear a rodovia, os caminhoneiros queimaram pneus e depois de negociação com a polícia decidiram liberar uma das vias para passagem de veículos de passeio e ônibus. Centenas de caminhões estão estacionados ao longo da rodovia. Rio de Janeiro Motoristas fazem manifestação em três estradas de acesso ao Rio. Na Rodovia Presidente Dutra, é interditada uma faixa no sentido Rio e o acostamento, na altura do quilômetro 276, Barra Mansa. O trânsito está fluindo pela faixa da direita e o congestionamento atinge dois quilômetros. Tempo real: acompanhe a situação do trânsito Na rodovia BR-101, caminhoneiros interditam o acostamento nos trechos de Manilha e Campos. Na Rodovia Washington Luiz, o ato é realizado em três pontos: no km 810, no acostamento, e nos km 808 e 780 nos dois sentidos da rodovia BR-040. Os motoristas permitem a passagem de outros veículos. Caminhoneiros fazem protesto em rodovias do Rio de Janeiro Reprodução / TV Globo Rio Grande do Norte Caminhoneiros voltaram a interditar parcialmente o trecho do quilômetro 106 da BR-101 em Parnamirim, região metropolitana de Natal, no final da manhã. Após deixar apenas uma faixa liberada ao tráfego, o ato foi encerrado por volta das 19h. Também foi registrada interdição na BR-304, na altura de Mossoró, no Oeste potiguar. Os caminhoneiros liberaram a via por volta das 17h40, de acordo com a PRF. Rio Grande do Sul Por volta das 8h30, caminhoneiros protestavam em ao menos 15 pontos de rodovias federais e estaduais, sem bloqueios, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Em Araricá, a fila de caminhões parados na rodovia chegava a 8 km por volta das 9h30. Em todos os pontos, caminhoneiros se aglomeravam às margens das rodovias, abordando transportadores de cargas, mas sem prejuízos para o tráfego. A GM divulgou uma nota informando que o movimento dos caminhoneiros está impactando o fluxo logístico em suas fábricas no Brasil, com reflexo nas exportações. "Com a falta de componentes, as linhas de produção começam a ser paralisadas e também estamos enfrentando dificuldades na distribuição de veículos à rede de concessionárias", ressalta a nota. Manifestação ocorrida em Araricá, no Vale do Sinos, na madrugada desta terça-feira (22) Reprodução/RBS TV Rondônia A BR-364 foi interditada por caminhoneiros na região de Candeias do Jamari, cerca de 20 km de Porto Velho. Os manifestantes montaram barricadas de pneus e estão barrando o tráfego de caminhões, com passagem permitida apenas para ônibus, carros pequenos e ambulâncias. Até as 10h30 havia um congestionamento de mais de 10km na região. Roraima Um ato com 150 pessoas acontece no trecho urbano da BR-174, em Boa Vista. Caminhões, carretas e carros de passeio estão estacionados no acostamento da pista direito, no sentido bairro-centro. De acordo com a PRF, a uma das vias chegou a ficar interditada por 15 minutos. Santa Catarina Os atos ocorrem na Serra Catarinense, Oeste, Litoral, Vale de Itajaí, Grande Florianópolis, Norte e Sul. Caminhoneiros passaram a noite em pelo menos 17 pontos de rodovias federais. Às 8h, o km 282, na BR-101, em Imbituba, tinha bloqueio total dos caminhoneiros. Nos demais pontos não são registrados bloqueios totais no trânsito, mas a Polícia Rodoviária Federal (PRF) considerava os locais como pontos de atenção para os motoristas. São Paulo Capital: por volta das 12h40, os manifestantes bloquearam a Rodovia Régis Bittencourt nos dois sentidos incendiando uma barricada de pneus, na altura de Embu das Artes. A interrupção na via causa trânsito de cerca de 1 km tanto no sentido Curitiba quanto no sentido São Paulo. Vale do Paraíba: pelo 2º dia consecutivo, caminhoneiros protestam contra o aumento do diesel na Dutra em Jacareí, Pindamonhangaba e Lorena. Em Jacareí havia lentidão de ao menos 1 quilômetro, por volta das 7h desta terça, na região do Parque Meia Lua. Carretas e caminhões estão estacionados no acostamento da rodovia. Litoral: a categoria se concentra no viaduto da Alemoa, um dos acessos ao Porto de Santos. O protesto não causa interdições ou congestionamentos nas rodovias da região. Também há manifestação em Guarujá, na Rua do Adubo, que dá acesso aos terminais da margem esquerda do Porto de Santos. Segundo a Polícia Rodoviária, carretas não consegue passar pelo local. Na Comandante João Ribeiro de Barros (SP-255), que liga Tupã a Marília, manifestantes usaram um caminhão para interditar as duas vias, causando congestionamento. Em Botucatu, os manifestantes estacionaram cerca de 30 caminhões na rodovia João Hipólito Martins. Já em Bauru, os motoristas permanecem na rodovia Marechal Rondon, próximo ao trevo que dá acesso à Marília. Os veículos estão estacionados no acostamento, sem interferir no tráfego da rodovia. Na região de Itapetininga foram registrados protestos em Itapetininga, Capão Bonito, Taquarituba, Taquarivaí, Angatuba, Itaberá e Tatuí (SP). As manifestações estão sendo acompanhadas pela PM e Polícia Rodoviária. Nenhuma rodovia foi interditada. Na Rodovia Geraldo de Barros (SP-304), em Piracicaba, ocorre um bloqueio parcial na altura do quilômetro 169, no bairro Santa Terezinha. Os manifestantes permitem apenas a passagem de carros. Segundo a PMR, uma faixa de cada sentido foi interditada, além do acostamento. No Oeste Paulista também são realizados atos em Osvaldo Cruz, Tupi Paulista, Presidente Prudente e Panorama Em Bebedouro, na Rodovia Brigadeiro Faria Lima, a manifestação pacífica reúne entre 300 e 500 veículos. Os manifestantes falam em 700 caminhões. Em Mococa, cerca de 15 caminhoneiros realizaram uma manifestação no quilômetro 268 da Rodovia Abraão Assed (SP-338) no início da tarde. Em Salto, um grupo de caminhoneiros interditou uma das faixas e o acostamento da Rodovia Hélio Steffen (SP-75), no km 36, por volta das 18h. Um grupo de motociclistas fechou a rodovia Anhanguera, no km 56, para protestar a favor dos caminhoneiros em Jundiaí. A manifestação foi bem rápida e durou alguns minutos. Pela manhã, em Votorantim, os manifestantes se reuniram na altura do quilômetro 100 da Rodovia Raimundo Antunes Soares (SP-79), próximo a um posto de combustíveis. O trânsito não foi interditado. Cerca de 80 motoristas de vans, segundo a polícia, se concentraram no Parque das Águas, em Sorocaba. O tráfego ficou lento em vários pontos e houve congestionamento, por volta das 9h. Caminhoneiros fazem protesto no acesso ao Porto de Santos, SP. Solange Freitas/G1 Sergipe Desde as primeiras horas desta terça, dezenas de caminhoneiros fecharam a entrada o Porto de Sergipe, localizado no município de Barras dos Coqueiros, na Grande Aracaju. Por volta das 10h, os manifestantes fecharam os dois sentidos da BR-101 no Povoado Pedra Branca, no município de Laranjeiras. Caminhoneiros concentrados na acesso ao Porto de Sergipe Conlutas Tocantins Por volta das 8h, havia interdições em Araguaína, Colinas do Tocantins, Fortaleza do Tabocão, Paraíso do Tocantins, Gurupi e Pedro Afonso. É impedida a passagem de caminhões e caminhonetes. Em Alvorada, também foi registrado protesto, mas não há interdição. Caminhões fecham trecho da BR-153 em Gurupi Jairo Santos/TV Anhanguera
    Caminhoneiros voltam a fechar rodovias baianas em protesto contra aumento no valor do diesel

    Caminhoneiros voltam a fechar rodovias baianas em protesto contra aumento no valor do diesel


    Manifestações na Via Parafuso e na BR-101 deixaram tráfego bloqueado nesta terça-feira (22). Protestos sem afetar trânsito também ocorrem na BR-116, BR-242, BR-324, BR-020 e BR-407. Protesto: caminhoneiros interditam trecho da Via...


    Manifestações na Via Parafuso e na BR-101 deixaram tráfego bloqueado nesta terça-feira (22). Protestos sem afetar trânsito também ocorrem na BR-116, BR-242, BR-324, BR-020 e BR-407. Protesto: caminhoneiros interditam trecho da Via Parafuso Caminhoneiros voltaram a protestar em rodovias baianas e de todo o país nesta terça-feira (22), contra o aumento do preço do diesel. Vias que cortam o estado já tinham sido interditadas na segunda-feira (21), juntamente com outras rodovias estaduais e federais, em protesto nacional da categoria. BA-535 Os caminhoneiros usaram veículos para fazer bloqueios na BA-535, Via Parafuso, desde o início da manhã até por volta do meio-dia. Inicialmente, eles fecharam os dois sentidos da rodovia, mas depois resolveram liberar uma faixa de cada lado, tanto para quem vai para Camaçari quanto para quem segue para Salvador. Por volta das 10h, foi registrado cerca de 1 km de engarrafamento, em cada um dos sentidos na região. Protesto na região de Teofilância, chegou a bloquear rodovia na BR-116 Moisés Potência / Arquivo Pessoal BR-101 Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a categoria também protesta no km 360 da BR-101, perto de Wenceslau Guimarães, no sul da Bahia. A via está totalmente interditada. Os caminhoneiros se concentram no acostamento de outro trecho da BR-101, próximo a Alagoinhas, região nordeste do estado. O trânsito ficou complicado no início da manhã no local, por conta do fluxo pesado de veículos, mas depois o tráfego passou a fluir normalmente. Os manifestantes deixam passar carros e só param carretas e caminhões. No sul da Bahia, em Nova Viçosa, os manifestantes passaram a noite na região, de segunda-feira para terça. Os motoristas estão na margem da rodovia e também deixam passar carros. Conforme a PRF, os manifestantes abordam os veículos de carga para convencer seus condutores a aderir ao movimento. Não há registro de engarrafamento. BR-324 Conforme a PRF, em Riachão do Jacuípe, BR-324, km 441, os veículos de carga estão parados em postos de combustíveis e ao longo do acostamento, sem prosseguir viagem. BR-116 O protesto que começou na segunda também continua na BR-116, na altura das cidades de Vitória da Conquista, Itatim, e Poções, todas no sudoeste da Bahia, segundo a concessionária Via Bahia, que administra a rodovia. Conforme a PRF, a manifestação ainda ocorre em Jequié, também no sudoeste baiano. Os protestos não afetam o trânsito, pois os manifestantes também só param carretas e caminhões. Os veículos ficam parados fora da via. Segundo a PRF, em outro trecho da BR-116, na altura de Feira de Santana, uma faixa está ocupada pelos caminhoneiros em cada um dos dois sentidos e só não passam caminhões. Em Teofilândia, no km 338 da BR-116, de acordo com a PRF, os veículos de carga estão parados em postos de combustíveis e ao longo do acostamento, sem prosseguir viagem. Imagens gravadas no local mostram pneus sendo queimados na via. Segundo a Via Bahia, no Km 459, no trecho da cidade de Santo Estevão, o protesto bloqueia pista no sentido sul e no sentido inverso, o tráfego está fluindo. BR-407 Nos trechos do km 141, em Senhor do Bonfim, e no km 230, em Capim Grosso, no norte do estado, as pistas estão interditadas em ambos os sentidos, com pneus, galhos e cones na vida. Segundo a PRF, Os veículos de carga são impedidos de passar, sendo permitida a passagem dos demais veículos. BR-242 Nos km 875 e 890, ambos em Luis Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, os caminhoneiros permanecem aglomerados às margens da rodovia e os veículos de carga são convencidos a parar, de acordo com a PRF. Também no oeste baiano, no trecho de Barreiras, km 783, a via foi interditada parcialmente, com uso de pneus e galhos de árvores, ainda sem previsão de liberação. BR-020 No trecho de Luis Eduardo Magalhães, no Km 205, a situação se repete, com motoristas de caminhão estão aglomerados às margens da rodovia e convencem colegas a parar. Movimento O diretor do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado da Bahia (Sindicam-BA), Luciano Oliva, disse ao G1, na segunda-feira, que a categoria negocia com os sindicatos patronais para que o custo com o reajuste do diesel seja repassado no valor dos fretes que são cobrados pelos caminhoneiros. Conforme o Sindicam-BA, no estado, a negociação é feita com dois sindicatos patronais: o Set Container e o Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas do Estado da Bahia (Set Ceb). Reajustes do diesel Depois dos protestos dos caminhoneiros e em meio a discussões dentro do governo sobre a alta dos preços dos combustíveis, a Petrobras anunciou, nesta terça-feira (22), que reduzirá os preços da gasolina em 2,08% e os do diesel em 1,54% nas refinarias a partir desta quarta-feira (23). Na sexta-feira (18), a Petrobras anunciou o quinto reajuste diário seguido no valor do diesel, que começou a valer no sábado (19). A empresa elevou os preços do diesel em 0,80% e os da gasolina em 1,34% nas refinarias. Na véspera, a companhia elevou em 1,80% o preço da gasolina, e subiu 0,95% o preço do diesel. No acumulado na semana, a alta chega a 6,98% nos preços da gasolina e de 5,98% no diesel. A decisão de repassar o aumento do valor da combustível cobrado pela Petrobras para o consumidor final é dos postos de combustíveis.
    Em show inédito, Zizi Possi, Leila Pinheiro e Marina de La Riva interpretam canções de Chico Buarque em Salvador

    Em show inédito, Zizi Possi, Leila Pinheiro e Marina de La Riva interpretam canções de Chico Buarque em Salvador


    Apresentação acontece no Teatro Castro Alves, no dia 15 de junho. Show marca a estreia nacional do espetáculo “Elas Cantam Chico”. Leila Pinheiro, Zizi Possi e Marina de La Riva se apresentam em Salvador Arte/G1 Em show inédito, as cantoras...


    Apresentação acontece no Teatro Castro Alves, no dia 15 de junho. Show marca a estreia nacional do espetáculo “Elas Cantam Chico”. Leila Pinheiro, Zizi Possi e Marina de La Riva se apresentam em Salvador Arte/G1 Em show inédito, as cantoras Zizi Possi, Leila Pinheiro e Marina de La Riva interpretam canções de Chico Buarque em apresentação no Teatro Castro Alves, em Salvador, no dia 15 de junho, às 21h. O show marca a estreia nacional do espetáculo “Elas Cantam Chico”. O evento será na Sala Principal. O valor dos ingressos varia de R$ 45 a R$ 160. As entradas podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Castro Alves, nos SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista ou pelo site www.ingressorapido.com.br. A concessão da meia-entrada é assegurada em 40% do total dos ingressos disponíveis para o evento. Zizi Possi, que completa 40 anos de carreira em 2018, ficou conhecida pelo público brasileiro através da música que Chico Buarque a convidou para cantar, “Pedaço de Mim”, logo em 1978. Marina de La Riva une a sonoridade de Cuba e o suingue do Brasil, e sua relação com Chico Buarque se consagra com a participação especial dele na faixa “Ojos malignos”, no álbum de estreia dela no país. Já Leila Pinheiro, do primeiro time da MPB, traz sua interpretação singular de Chico. SERVIÇO Elas Cantam Chico Quando: 15 de junho (sexta-feira), 21h Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves, em Salvador Quanto: R$ 160 (inteira) e R$ 80 (meia), das filas A a P R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia), das filas Q a Z7 R$ 90 (inteira) e R$ 45 (meia), das filas Z8 a Z11 Classificação: 18 anos VENDAS: Os ingressos para o espetáculo podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Castro Alves, nos SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista ou pelos canais da Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br).
    Alavontê anuncia fim do projeto musical

    Alavontê anuncia fim do projeto musical


    Músicos Ricardo Chaves, Magary Lord, Jonga Cunha, Ramon Cruz e Andrezão Simōes se juntaram em 2013 para cantar juntos no grupo. Alavontê no pranchão elétrico Enaldo Pinto/Ag Haack Os músicos do Alavontê anunciaram o fim do projeto musical, nas...


    Músicos Ricardo Chaves, Magary Lord, Jonga Cunha, Ramon Cruz e Andrezão Simōes se juntaram em 2013 para cantar juntos no grupo. Alavontê no pranchão elétrico Enaldo Pinto/Ag Haack Os músicos do Alavontê anunciaram o fim do projeto musical, nas redes sociais, na sexta-feira (18). Composto por Ricardo Chaves, Magary Lord, Jonga Cunha, Ramon Cruz e Andrezão Simões, o grupo começou em 2013. O projeto cumpre agenda até o dia 30 de maio, quando será realizado o Anarriê do Alavontê, na Vila São José, em Salvador. No comunicado na página oficial do Alavontê no Instagram, os integrantes agradecem pelo carinhod o público nos cinco anos de existência e informam que, também no dia 30, será divulgado o nome de um novo projeto que vai substituir o Alavontê. "Somos felizes pelo que vivemos e inspiramos. E, a partir daqui, curtir, fazer sorrir, fazer música, e o espírito de brincar ... continuará. Em todos nós", diz um trecho do texto. O Alavontê ficou coinhecido por resgatar os sucessos do axé, com grandes nomes do estilo musical que conqusitou o país. No carnaval e nas festas pré-folia, o projeto levou uma multidão atrás do "pranchão", trio elétrico com uma estrutura mais baixa, que permitia uma aproximação maior fo público. Alavontê divulgou no Instagram o fim do projeto Reprodução/ Instagram 'Pranchão' do Alavontê no carnaval de Salvador Iracema Chequer/Divulgação
    Paciente que ficou paraplégico no acidente com o ônibus de turismo é transferido para hospital particular

    Paciente que ficou paraplégico no acidente com o ônibus de turismo é transferido para hospital particular


    Acidente ocorreu na manhã de sábado (19) no Povoado Queimada Grande, em Poço Redondo (SE). Ônibus de turismo que tombou na Rota do Sertão, em Sergipe. Reprodução/TV Sergipe Na manhã desta segunda-feira (21), o homem de 33 anos que teve...


    Acidente ocorreu na manhã de sábado (19) no Povoado Queimada Grande, em Poço Redondo (SE). Ônibus de turismo que tombou na Rota do Sertão, em Sergipe. Reprodução/TV Sergipe Na manhã desta segunda-feira (21), o homem de 33 anos que teve traumatismo raquimedular e está paraplégico, após o acidente com o ônibus de turismo de Salvador, no último sábado (19), foi transferido do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) para um hospital particular de Aracaju. Ele era o caso mais grave e foi transferido do local do acidente, em Poço Redondo, para a capital no helicóptero do Grupo Tátitico Áereo (GTA) da Polícia Militar de Sergipe. A informação foi passada pelo superintendente do Huse, Darcy Tavares, que também informou que a unidade de saúde recebeu quatro vítimas, restando apenas duas para serem liberadas. “Ainda estamos com uma paciente, de 41 anos, que teve traumatismo pulmonar e foi feita uma drenagem. Ela também sofreu uma luxação no cotovelo, que já foi reduzida e deve ser transferida ainda hoje da ala vermelha para a verde”, conta, completando que outra vítima de 47 anos, com fratura de fêmur, deve ser transferida para à capital baiana. O acidente ocorreu por volta das 6h30 do sábado. O ônibus de turismo transportava com 37 pessoas de Salvador (BA) para o município de Canindé de São Francisco (SE), quando tombou na Rodovia SE-230 [conhecida como Rota do Sertão], no Povoado Queimada Grande, município de Poço Redondo (SE). Duas pessoas morreram no acidente, um rapaz de 22 anos e uma senhora de 64 anos. Das 34 vítimas do acidente, 16 foram atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), incluindo os óbitos.
    Geraldo Azevedo se apresenta no segundo dia do São João no Pelourinho

    Geraldo Azevedo se apresenta no segundo dia do São João no Pelourinho


    Alceu Valença também já está confirmado na festa. Ele é atração no primeiro dia, 22 de junho.  Geraldo Azevedo se apresenta no segundo dia do São João no Pelourinho Marcelo Ribeiro O cantor Geraldo Azevedo vai se apresentar no São João do...


    Alceu Valença também já está confirmado na festa. Ele é atração no primeiro dia, 22 de junho.  Geraldo Azevedo se apresenta no segundo dia do São João no Pelourinho Marcelo Ribeiro O cantor Geraldo Azevedo vai se apresentar no São João do Pelourinho, em Salvador, no segundo dia da festa, 23 de junho. A entrada é gratuita. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (21), pela Bahiatursa, responsável pela festa. Alceu Valença também já foi confirmado no primiero dia do evento, 22 de junho. Mata de São João divulga programação junina com Dorgival, Estakazero e Calcinha Preta No repertório de Geraldo, canções como "Táxi Lunar", "Bicho de Sete Cabeças", "Dona da Minha Cabeça" e "Caravana", além de "Salve São Francisco", que faz parte do próximo álbum do artista. A programação do São João da Bahia acontece de 22 a 24 de junho, no Largo do Pelourinho, Cruzeiro de São Francisco e praças Tereza Batista, Quincas Berro d’Água e Pedro Archanjo, além do subúrbio ferroviário de Paripe. A grade completa ainda não foi divulgada.
    Protesto de caminhoneiros contra aumento do valor do diesel fecha trechos de rodovias baianas

    Protesto de caminhoneiros contra aumento do valor do diesel fecha trechos de rodovias baianas


    Pontos de manifestação ocorrem nas BR-116, BR-324, BR-101 e BR-242. Caminhoneiros bloqueiam estradas em protesto contra o valor do diesel Protestos de caminhoneiros, que estão em mobilização nacional contra o aumento do valor do diesel,...


    Pontos de manifestação ocorrem nas BR-116, BR-324, BR-101 e BR-242. Caminhoneiros bloqueiam estradas em protesto contra o valor do diesel Protestos de caminhoneiros, que estão em mobilização nacional contra o aumento do valor do diesel, interditam o trânsito nas rodovias BR-324, BR-116, BR-101 e BR-242, na Bahia, desde a madrugada desta segunda-feira (21). BR-324 De acordo com a concessionária ViaBahia, um dos pontos de manifestação fechou um trecho da BR-324, na cidade de Amélia Rodrigues, a cerca de 90 quilômetros de Salvador, das 1h até por volta das 13h. Os caminhoneiros queimaram pneus para fazer o bloqueio. Protesto causa congestionamento na BR-324, no trecho de Amélia Rodrigues Madalena Braga/ TV Subaé No sentido da capital baiana, o trânsito ficou interditado totalmente. Na direção contrária, sentido Feira de Santana, a interdição foi na faixa da direita. O engarrafamento chegou a atingir cerca de 12 km, segundo a concessionária ViaBahia. A concessionária informou também que os manifestantes liberaram para passagem apenas veículos leves, viaturas em emergência e caminhões e carretas transportando carga perecível. Protesto de caminhoneiros fecha trecho da BR-324, causando ceca de 12 km de engarrafamento Madalena Braga/ TV Subaé Também conforme a PRF, os caminhoneiros fecharam outro trecho da BR-324, no km 430 da rodovia, em Riachão do Jacuípe, a 186 km de Salvador, desde as 7h50. Não há informações sobre a extensão do engarrafamento, nem como é feito o bloqueio. Bloqueio feito por manifestantes na BR-116, em Jequié, no sudoeste da Bahia Divulgação/ ViaBahia BR-116 Por volta das 4h, os caminhoneiros interditaram dois pontos da BR-116, na região sudoeste do estado, segundo a concessionária ViaBahia: no km 814, no trecho da cidade de Vitória da Conquista e no Km 672, da BR-116, em Jequié. Os bloqueios ocorrem nos dois sentidos em cada um dos trechos das rodovias, com pneus queimados. O engarrafamento chega a aproximadamente 5 km em cada um dos pontos, conforme estimativa da ViaBahia. No km 521, trecho de Itatim, no sudoeste baiano, o tráfego também chegou a ser bloqueado nos dois sentidos, mas liberado por volta das 9h20. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), outros dois pontos da BR-116, no sudoeste baiano, foram interditados por volta das 10h: no km 755, trecho da cidade de Poções; e no km 16, no trecho entre as cidades de Vitória da Conquista e Divisa Alegre (MG). Em Poções, o trecho da rodovia foi liberado por volta das 14h, de acordo com a concessionária ViaBahia. Funcionários da Via Bahia apagam incêndio após protesto de caminhoneiros na BR-324 Divulgação/ Via Bahia BR-101 Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os manifestantes se concentram desde as 7h30 na cidade de Nova Viçosa, extremo sul da Bahia. A polícia não deu detalhes do bloqueio. BR-242 No km 875 da BR-242, na cidade de Luís Eduardo Magalhães, no oeste do estado, o protesto ocorre desde as 8h e os manifestantes também estão liberando veículos leves e ônibus. Movimento O diretor do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado da Bahia (Sindicam-BA), Luciano Oliva, disse que a categoria negocia com os sindicatos patronais para que o custo com o reajuste do diesel seja repassado no valor dos fretes que são cobrados pelos caminhoneiros. A categoria inicia uma paralisação nacional nesta segunda-feira (21), com os sindicatos que são vinculados a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA). Conforme o Sindicam-BA, no estado, a negociação é feita com dois sindicatos patronais: o Set Container e o Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas do Estado da Bahia (Set Ceb). Ele diz que, na manifestação desta segunda-feira (21), a orientação é a de que os motoristas deixem os caminhões em casa e usem outros meios de transporte para chegar aos locais de protesto. Bloqueio de caminhoneiros na BR-324, no sentido Salvador Via Bahia Reajustes do diesel Na sexta-feira (18), a Petrobras anunciou o quinto reajuste diário seguido no valor do diesel, que começou a valer no sábado (19). A empresa elevou os preços do diesel em 0,80% e os da gasolina em 1,34% nas refinarias. Na véspera, a companhia elevou em 1,80% o preço da gasolina, e subiu 0,95% o preço do diesel. No acumulado na semana, a alta chega a 6,98% nos preços da gasolina e de 5,98% no diesel. A decisão de repassar o aumento do valor da combustível cobrado pela Petrobras para o consumidor final é dos postos de combustíveis.
    IML de Sergipe libera corpos dos turistas mortos no acidente com ônibus de Salvador

    IML de Sergipe libera corpos dos turistas mortos no acidente com ônibus de Salvador


    Uma das vítimas foi sepultada no município de Muritiba (BA). Acidente ocorreu na manhã de sábado (19) no município de Poço Redondo (SE). Ônibus de turismo que tombou na Rota do Sertão, em Sergipe. Reprodução/TV Sergipe Na manhã deste...


    Uma das vítimas foi sepultada no município de Muritiba (BA). Acidente ocorreu na manhã de sábado (19) no município de Poço Redondo (SE). Ônibus de turismo que tombou na Rota do Sertão, em Sergipe. Reprodução/TV Sergipe Na manhã deste domingo (20), o Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe liberou os corpos de Kaique da Cruz Santos, 22 anos, e Veranisse Valentim de Souza, 64 anos. Eles morreram no acidente com o ônibus de turismo de Salvador (BA), que na manhã de sábado (19) tombou na Rodovia Rota do Sertão, no Povoado Queimada Grande, município de Poço Redondo (SE). Representantes da empresa baiana ‘Anselmo Turismo’, que organizaram a excussão, informaram ao G1 Sergipe que o corpo da mulher foi sepultado no início da tarde no município de Muritiba (BA), a 114km de Salvador. Já o do jovem, ainda vai ocorre neste domingo, mas o local não foi informado. Kaique e Veranisse estavam entre os 37 passageiros da excursão para o Cânion de Xingó, no município de Canindé de São Francisco (SE). O veículo saiu de Salvador (BA) na sexta-feira (18) as 22h, passaria a noite de sábado (19) em Aracaju e retornaria à capital baiana na tarde de domingo (20). Duas pessoas morrem e 32 ficam feridas em acidente com ônibus de turismo Vítimas Das 34 vítimas do acidente, 16 foram atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), incluindo os óbitos. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Regional de Itabaiana, Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju, e mais três para dois hospitais particulares na capital. A assessoria de comunicação do Huse informou que o homem de 33 anos, que chegou à unidade através do helicóptero da polícia, é o caso mais grave e permanece na área vermelha. Ele teve Traumatismo raquimedular, está paraplégico, mas o estado de saúde é considerado estável. Ainda vai precisar passar por uma cirurgia nerológica. A está tentando uma transferência para Salvador. A outra vítima, de 41 anos, está consciente e orientada, com politrauma e contusão pulmonar. Deve ser transferida na segunda-feira (21) para a ala verde trauma, onde está a outra vítima de 47 anos, com uma fratura de fêmur. Família também está tentando a transferência para a capital baiana. Homem apresentou trauma raquimedular e trauma crânio encefálico e foi transferido no helicóptero da polícia GTA/SSP Inquérito As causas do acidente ainda são desconhecidas e a Polícia Civil de Sergipe vai abrir um inquérito. Para o coordenador das Delegacias do Interior, delegado Jonathas Evangelista, tudo leva a crer que se trata de um acidente e vai ser verificado se houve responsabilidade criminal. O comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual, major Denny Ricardo, explicou que o local onde ocorreu o acidente era favorável ao condutor do ônibus. "É uma reta, pista em boas condições de trafegabilidade, além de ser relativamente nova e bem sinalizada", observa. Ambulâncias do Samu de vários municípios do Sertão de Sergipe ajudaram no resgate Reprodução/TV Sergipe

    Pedestre morre e motociclista fica ferido em acidente em Salvador


    Acidente ocorreu na Avenida Ulysses Guimarães, no bairro de Sussuarana, na noite de sábado (19). Um pedestre morreu em um acidente com uma motocicleta na noite de sábado (19), na Avenida Ulysses Guimarães, no bairro de Sussuarana, em Salvador, de...

    Acidente ocorreu na Avenida Ulysses Guimarães, no bairro de Sussuarana, na noite de sábado (19). Um pedestre morreu em um acidente com uma motocicleta na noite de sábado (19), na Avenida Ulysses Guimarães, no bairro de Sussuarana, em Salvador, de acordo com a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador). O acidente ocorreu por volta das 23h. Segundo a Transalvador, o pedestre que morreu aparentava ter 54 anos. O órgão de trânsito não soube informar se o acidente foi um atropelamento. O motociclista ferido foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Marback. O estado de saúde dele não foi informado. O caso foi registrado na 11ª Delegacia Territorial. As causas do acidente são desconhecidas.
    Ivete 'decreta' Dia do Amor e é ovacionada pelo público em festa LGBT em Morro de São Paulo

    Ivete 'decreta' Dia do Amor e é ovacionada pelo público em festa LGBT em Morro de São Paulo


    Cantora é a principal atração do Festival San Island Weekend, que começou na sexta (18) e vai até domingo (20). Ivete fez cerca de 2h30 de show em Morro de São Paulo Egi Santana/G1 Bahia Musa de todos os públicos. Ivete Sangalo comandou o...


    Cantora é a principal atração do Festival San Island Weekend, que começou na sexta (18) e vai até domingo (20). Ivete fez cerca de 2h30 de show em Morro de São Paulo Egi Santana/G1 Bahia Musa de todos os públicos. Ivete Sangalo comandou o festival LGBT San Island Weekend neste sábado (19), em Morro de São Paulo, ilha situada no município de Cairu, baixo sul da Bahia. Com figurino marcado pelos brilhos e decotado, Ivete iniciou o show por volta das 19h, com "No Groove". Esse é o segundo show da cantora baiana após o parto das gêmeas Helena e Marina. Após mais de 20 minutos de uma apresentação frenética, ela parou pra cumprimentar o público. "Contei segundos, dias e horas pra esse show", falou a cantora, que ainda decretou o "Dia do Amor" antes de emendar mais uma sequência de sucessos. O clima de carnaval tomou conta da San Island: teve "Festa", "Poeira", "Acelera Aê", "Arerê", "Pra Frente", "Levada Louca" e muitas outras, todas cantadas sem parar, no ritmo e na batida do trio elétrico. Ivete canta nova música de trabalho 'Yo Te Vine A Amar' O show também teve momentos de nostalgia com antigos sucessos do axé, como "Faraó", "Doce Obsessão" e "Prefixo de Verão". Em todos os momentos do show, Ivete foi acompanhada em coro pelos fãs, que fazem loucuras pela musa. Na platéia estava Adriana Solano, que saiu de São Paulo e foi até Morro de São Paulo com amigos do Rio de Janeiro e de Florianópolis, só para ver Ivete. "Estamos adorando Morro, a Bahia e tudo isso aqui. Viemos por Ivete, mas tudo vale muito à pena"", afirmou. Adriana (ao centro) e os amigos Egi Santana/G1 Durante as conversas com o público, Ivete fez questão de falar sobre o preconceito de gênero. "Tenho muitos amigos homossexuais que sofreram muito para se aceitar. Não pensem dessa maneira, porque vocês sabem muito sobre o que é amar o outro. A pior coisa é você viver na pele do que você não é", disse Ivete, que foi ovacionada pelo público. Ela ainda disse estar muito feliz por estar "ao lado de gente linda, elegante e sincera". "Acredite que a felicidade de vocês está dentro de cada um e distribua esse amor", completou. Ivete canta música 'Abalou' no show em Morro de São Paulo Após ficar de fora do carnaval deste ano, por conta do parto das gêmeas, Ivete falou sobre a expectativa da folia do próximo ano. "Quero vir que nem catarro na parede: toda brilhosa", brincou. De volta ao show, Ivete colocou o público para testar o espanhol, quando tocou a nova música de trabalho, "Yo Te Vine a Amar". No repertório, ainda rolou espaço para sucessos como "Tempo de Alegria", Festa", "Poeira", Arerê", "Pra Frente", "Dançando", entre outros hits. O show terminou pouco depois das 21h30, com o Sucesso "Empurra Empurra". Ivete em Morro Egi Santana / G1 “Ela levanta a bandeira" Casados há oito anos, Wesley Andrade e Bruno pinto, de Minas gerais, falaram sobre a importância do discurso de Ivete durante a festa. "Tem um peso quando ela fala. Ela é uma comunicadora, e falou com seriedade", pontuou Bruno. "O bacana é que ela levanta essa bandeira pra todo lugar que vai. Sempre usou esse discurso", lembra Wesley. Casal de Minas falou sobre o show de Ivete Egi Santana/ G1 Para eles,o termo "gay-friendly", usado na promoção da festa, tem uma função social importante. "Festa gay tem em todo lugar. Quando você da ênfase a essa questão, você reforça o respeito e o combate ao preconceito" disse Bruno. O mineiro também salientou o preparo da comunidade de Morro no tratamento com o público LGBT: "ficamos sabendo que eles foram treinados e já sentimentos um tratamento bem melhor com relação ao ano passado", completou. Show com Claudia Leitte Ivete fala sobre show em Morro de São Paulo Momentos antes de subir no palco do San Island Weekend, Ivete Sangalo conversou com jornalistas e comentou a relação dela com o público LGBT. "Essa sintonia é desde que a gente nasceu, porque minha energia é uma energia muito parecida com a dessa turma toda. É um público que me acompanha desde o comecinho", disse a cantora. Ela também falou sobre boatos que apontam para um nova edição da festa, desta vez em Trancoso, ao lado de Claudia Leitte, a resposta de Ivete deixa os fãs sonhando acordados. "Eu já ouvi rumores de que isto é possível, com relação a Trancoso e a Claudia. Imagine? Vai ser uma bagaceira", falou. Público não parou de dançar durante todo os show Egi Santana/G1 Bahia Aposta 'gay-friendly' Morro de São Paulo tenta virar um destino turístico 'gay-friendly' para alavancar a economia. A prefeitura de Cairu espera atrair quatro mil turistas com evento, que é particular, e atingir 100% de ocupação hoteleira em baixa estação. Em plena baixa estação, quando o movimento de turistas pode cair até pela metade, o trade turístico de Morro está animado com as expectativas de vendas no período, alavancadas pelo San Island. Segunda Praia, Morro de São Paulo Márcio Filho/MTUR Povoado mais famoso do município de Cairu, Morro de São Paulo fica a 60 quilômetros ao sul de Salvador. Recebe, anualmente, cerca de 200 mil visitantes por ano. Para a festa, os hotéis e pousadas fazem parceria com a organização do evento. Os pacotes para o festival incluem os três dias de festa e a hospedagem na ilha. Segundo a produção do evento, a maior parte do público é constituído de paulistas, cariocas, brazilienses, mineiros e baianos. Os demais estados representam 19% do público. Quase 100% dos pacotes foram vendidos. Na alta estação, nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, segundo a prefeitura, Morro constuma atrair de 30 mil a 40 mil pessoas e a ocupação hoteleira fica entre 90% e 100%. Já na baixa estação, o movimento de turistas cai: a localidade recebe de 8 mil a 15 mil visitantes e a ocupação hoteleira fica entre 40% e 50%. Morro de São Paulo Márcio Filho/MTUR "Agora, alguns dias antes da festa, já estamos com 90% de ocupação na rede hoteleira, e a previsão é chegar aos 100%. No entanto, já existem hotéis e pousdas que não têm mais nenhuma vaga. É um movimento muito bom para um período de baixa estação. No ano passado, ficamos muito surpresos com o movimento por causa da festa. Parecia que estávamos no réveillon, que é quando temos o maior número de visitantes", diz a secretária municipal de Turismo de Cairu, Diana Farias. Segundo a gestora, o trade turístico participa de palestras sobre como lidar e recepcionar bem o público LGBT. "São aulas de como recepcionar bem esse segmento, que cresce a cada ano. Por conta disso, todos os segmentos do trade são capacitados. O turismo LGBT só faz aumentar no mundo todo e é por isso que estamos nos preparando", pontua Diana. A prefeitura ainda espera que a San Island Weekend possa contribuir para que a ocupação hoteleira permaneça em alta após a festa. Ivete comanda segunda noite do San Island Weekend, em Morro de São Paulo Egi Santana/G1 Bahia Dona de um restaurante à beira mar em Morro, a empresária Cristiane Martinez, diz que a preparação dos funcionários para receber os turistas durante a festa tem sido diferenciada. Espera, esse ano, um acréscimo de 20% nas vendas que o mesmo período do ano passado. "Em 2017, foi bastante cheio, um sucesso. Esse ano, estamos mais preparados para anteder os clientes e fazer com que eles fiquem mais aqui ou possam vir novamente depois. Treinamos já os nossos funcionários, contamos com atendentes que falam outras línguas e vamos colocar um DJ para tocar no espaço, para ser uma atração a mais". O também empresário Antônio Carlos Berti, proprietário de quatro pousadas em Morro, diz que, assim como em 2017, espera que todos os seus estabelecimentos lotem esse ano. "Desde a concepção do festival, tivemos a ideia de fazer pacotes junto com a organização do evento. Sabemos que é um público bem específico e, por isso, tratamos de nos preparar para atendê-lo, com muita educação e respeito, e atentamos para todos os detalhes para bem recepcioná-los", destacou. Festa começou na sexta (18) e segue até domingo (20) Egi Santana/G1 Bahia
    Antes de show em Morro de SP, Ivete comenta público LGBT e fala de rumor sobre festa em Trancoso com Claudinha

    Antes de show em Morro de SP, Ivete comenta público LGBT e fala de rumor sobre festa em Trancoso com Claudinha


    Cantora baiana é a principal atração da San Island Weekend, que começou na sexta (18) e vai até o domingo (20), em Morro de São Paulo, baixo sul da Bahia. Ivete fala sobre show em Morro de São Paulo Momentos antes de subir no palco do Festival...


    Cantora baiana é a principal atração da San Island Weekend, que começou na sexta (18) e vai até o domingo (20), em Morro de São Paulo, baixo sul da Bahia. Ivete fala sobre show em Morro de São Paulo Momentos antes de subir no palco do Festival LGBT San Island Weekend, em Morro de São Paulo, litoral sul da Bahia, na noite deste sábado (19), Ivete Sangalo conversou com jornalistas e comentou a relação dela com o público LGBT. "Essa sintonia é desde que a gente nasceu, porque minha energia é uma energia muito parecida com a dessa turma toda. É um público que me acompanha desde o comecinho", disse a cantora. A cantora ainda destacou que desde sempre o público dela é "misturado e feliz". "Quero todo mundo feliz, que viva à sua maneira, viva na sua liberdade. Essas escolhas todas na vida da gente são realizadas sempre pelo prisma do respeito, e isso é muito bem vindo na minha vida: a gente ser feliz sem tirar o liberdade e o respeito", afirmou. Com relação a rumores que apontam para um nova edição da festa, desta vez em Trancoso, ao lado de Claudia Leitte, a resposta de Ivete deixa os fãs sonhando acordados. "Eu já ouvi rumores de que isto é possível, com relação a Trancoso e a Claudia. Imagine? Vai ser uma bagaceira", falou. San Island Weekend Morro de São Paulo Márcio Filho/MTUR O festival começou na sexta (18) e termina no domingo (19), na Fazenda Caeira, localizada na terceira das quatro praias de Morro de São Paulo. Nos três dias, além do show de Ivete neste sábado, o evento conta com diversas atrações. Povoado mais famoso do município de Cairu, Morro de São Paulo fica na Ilha de Tinharé, no arquipélago que leva o mesmo nome, a 60 quilômetros ao sul de Salvador. Recebe, anualmente, cerca de 200 mil visitantes por ano. A expectativa da San Island Weekend em 2018 é novamente atrair, durante a baixa estação, cerca de quatro mil turistas e, assim, lotar a rede hoteleira, cuja estrutura conta com aproximadamente 12 mil leitos distribuídos entre pousadas, hotéis e casas de aluguel. Para a festa, os hotéis e pousadas fizeram uma parceria com a organização do evento. Os pacotes para o festival, que incluem os três dias de festa e a hospedagem em Morro, estavam à venda no site do Grupo San Sebastian, produtor do evento. Segundo a produção, a maior parte do público é constituído de paulistas, cariocas, brazilienses, mineiros e baianos. Os demais estados representam 19% do público.
    Duas pessoas morrem e 32 ficam feridas em acidente com ônibus de turismo

    Duas pessoas morrem e 32 ficam feridas em acidente com ônibus de turismo


    Acidente foi na Rodovia SE-230. Veículo com 37 turistas saiu de Salvador (BA) e tinha como destino o Cânion de Xingó, no município de Canindé de São Francisco (SE). Duas pessoas morrem e 32 ficam feridas em acidente com ônibus de turismo Por...


    Acidente foi na Rodovia SE-230. Veículo com 37 turistas saiu de Salvador (BA) e tinha como destino o Cânion de Xingó, no município de Canindé de São Francisco (SE). Duas pessoas morrem e 32 ficam feridas em acidente com ônibus de turismo Por volta das 6h30 deste sábado (19), um ônibus de turismo com 37 pessoas, que saiu de Salvador (BA) para o município de Canindé de São Francisco (SE), tombou na Rodovia SE-230 [conhecida como Rota do Sertão], no Povoado Queimada Grande, município de Poço Redondo (SE). Segundo o Instituto Médico Legal de Sergipe (IML), duas pessoas morreram no acidente [um rapaz de 22 anos e uma senhora de 64 anos] e não três como havia divulgado inicialmente. Das 34 vítimas do acidente, 16 foram atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), incluindo os óbitos. Cinco foram encaminhadas com ferimentos leves ao Hospital Regional de Itabaiana, quatro ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju, mais três para dois hospitais particulares na capital e duas pessoas receberam alta. estado de saúde do homem de 33 anos, que foi transferido para o Huse, no helicóptero do Grupamento Tático Aéreo (GTA). Ele teve trauma raquimedular e crânio encefálico. Segundo o Samu, cerca de 40 pessoas estavam no veículo Reprodução/TV Sergipe “Liberamos algumas vagas nas alas do Hospital de Urgência de Sergipe para receber todas essas vítimas, se houvesse a necessidade. Felizmente, a maioria das vítimas sofreu apenas lesões leves e estão sendo atendidas nos Regionais. Nossa equipe está trabalhando de forma integrada, em contato constante com o Samu e com os hospitais regionais para manter as informações atualizadas sobre o estado de saúde das vítimas e para garantir que todas sejam atendidas o mais rápido possível”, explicou o superintendente do Huse, Darcy Tavares. No acidente, o motorista do ônibus e o ajudante ficaram levemente feridos. O delegado plantonista de Nossa Senhora da Glória, Paulo Cristiano, informou que após o acidente o motorista fugiu do local. Ônibus de turismo que tombou na Rota do Sertão, em Sergipe. Reprodução/TV Sergipe Resgate Assim que o acidente aconteceu, testemunha acionaram a Polícia Militar, que informou ao Corpo de Bombeiros e ao Samu para iniciarem os primeiros atendimentos. A senhora de 64 anos, que morreu no acidente, ficou presas nas ferragens. O trabalho na rodovia contou com a ajuda de ambulâncias dos municípios, que ficam nas proximidades do povoado, levando as vítimas à Unidade de Pronto Atendimento de Poço Redondo. Ambulâncias do Samu de vários municípios do Sertão foram acionadas Reprodução/TV Sergipe Duas pessoas morrem e 30 ficam feridas em acidente com ônibus de turismo Inquérito Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP) de Sergipe, investigadores plantonistas da Polícia Civil acompanham o caso e a Delegacia de Poço Redondo vai instaurar inquérito policial para apurar as causas do acidente. O coordenador das Delegacias do Interior, delegado Jonathas Evangelista, disse que tudo leva a crer que se trata de um acidente, mas que as informações colhidas pelos investigadores, PM, perícia e depoimentos de testemunhas serão importantes para que a Polícia Civil instaure procedimento apuratório e verifique se houve responsabilidade criminal. Homem apresentou trauma raquimedular e trauma crânio encefálico e foi transferido no helicóptero da polícia GTA/SSP A polícia ainda não saber dizer o que teria provocado o acidente. "Fizemos um Boletim de Ocorrência de Trânsito onde verificamos as condições da via, do veículo, colhemos detalhes com as testemunhas, faltando ainda ouvir o motorista. Com isso, iremos montar um retrato da situação para tentar entender o que teria provocado o acidente", explica o comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual, major Denny Ricardo. Ainda segundo o comandante, o local era favorável ao condutor do ônibus. "É uma reta, pista em boas condições de trafegabilidade, além de ser relativamente nova e bem sinalizada", observa. Helicóptero do GTA ajudou no resgate GTA/SSP A viagem O G1 Sergipe conversou com uma representante da empresa baiana 'Anselmo Turismo', que fazia o transporte dos passageiros para os Cânion de Xingó, no município de Canindé de São Francisco. Ela disse que o ônibus saiu de Salvador (BA) na sexta-feira (18) as 22h e o retorno estava marcado para as 15h do domingo (20). Por enquanto, a empresa não vai se pronunciar sobre os procedimentos que estão sendo adotados com as vítimas e familiares.
    Alceu Valença é a primeira atração confirmada do São João em Salvador

    Alceu Valença é a primeira atração confirmada do São João em Salvador


    Artista se apresenta no dia 22 de junho no Terreiro de Jesus. Evento terá 3 dias de shows no Centro Histórico, além do subúrbio da capital baiana. Alceu Valença é a primeira atração confirmada do São João no Centro Histórico de...


    Artista se apresenta no dia 22 de junho no Terreiro de Jesus. Evento terá 3 dias de shows no Centro Histórico, além do subúrbio da capital baiana. Alceu Valença é a primeira atração confirmada do São João no Centro Histórico de Salvador Elói Corrêa/GovBA Alceu Valença vai se apresentar no dia 22 de junho no Terreiro de Jesus, no Pelourinho, Centro Histórico de Salvador. Ele é a primeira atração confirmada na grade de programação do São João da Bahia 2018, que ocorre em Salvador de 22 a 24 de junho, com acesso gratuito. No repertório, Alceu deve incluir canções de artistas consagrados como Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro. A festa de São João acontece no Pelourinho e no subúrbio da capital baiana. O evento também terá outras atrações, mas ainda não foram divulgadas pelo Governo do Estado, que promove a festa por meio da Bahiatursa. Os shows da festa serão no Largo do Pelourinho, Terreiro de Jesus, Cruzeiro de São Francisco e praças Tereza Batista, Quincas Berro d’Água e Pedro Archanjo, além de Paripe, no Subúrbio Ferroviário de Salvador.
    Fux libera para julgamento ação sobre criação de quatro novos tribunais regionais

    Fux libera para julgamento ação sobre criação de quatro novos tribunais regionais


    Em 2013, Congresso promulgou emenda que cria cortes em Minas, Amazonas, Paraná e Bahia. Associação de procuradores contestou a medida na Justiça. O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal Carlos Moura/STF O ministro Luiz Fux, do Supremo...


    Em 2013, Congresso promulgou emenda que cria cortes em Minas, Amazonas, Paraná e Bahia. Associação de procuradores contestou a medida na Justiça. O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal Carlos Moura/STF O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou para julgamento uma ação que trata da criação de quatro novos tribunais regionais federais no país. Agora dependerá de a presidente do tribunal, ministra Cármen Lúcia, marcar uma data para julgamento da questão. Em 2013, o Congresso promulgou emenda constitucional que cria tribunais federais nos estados de Minas Gerais, Amazonas, Paraná e Bahia. Atualmente, há cinco tribunais regionais, com sede em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Rio Grande do Sul, que representam a segunda instância da Justiça Federal. A Associação Nacional dos Procuradores Federais (Anpaf) entrou com ação contra a emenda, argumentando que a proposta foi originada em iniciativa parlamentar, enquanto a Constituição assegura ao STF e aos tribunais superiores a prerrogativa de propor lei sobre criação de tribunais. O presidente do Supremo na época, Joaquim Barbosa, concedeu uma liminar suspendendo a criação dos tribunais. Na época, Barbosa se reuniu com representantes de associações de magistrados e disse que a classe tinha agido de forma "sorrateira" ao apoiar a aprovação dos novos tribunais. Os juízes rebateram dizendo que Barbosa agiu de forma "desrespeitosa". Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) chegou a afirmar que os novos tribunais não resolveria a morosidade da Justiça, além de ter custo elevado. Associações de magistrados, por outro lado, defenderam que o aumento da estrutura do Judiciário ajudaria a sociedade a ter seus direitos reconhecidos.
    Governadores do Nordeste e de Minas Gerais divulgam carta contra privatização da Eletrobras

    Governadores do Nordeste e de Minas Gerais divulgam carta contra privatização da Eletrobras


    Encontro dos gestores estaduais aconteceu no Recife, nesta sexta-feira (18). Reunidos no Recife, governadores do Nordeste e de MG se posicionaram contra privatização da Eletrobras Governadores de estados do Nordeste e de Minas Gerais assinaram,...


    Encontro dos gestores estaduais aconteceu no Recife, nesta sexta-feira (18). Reunidos no Recife, governadores do Nordeste e de MG se posicionaram contra privatização da Eletrobras Governadores de estados do Nordeste e de Minas Gerais assinaram, nesta sexta-feira (18), uma carta em que se posicionam contra a privatização da Eletrobras e suas subsidiárias. Os gestores estaduais se reuniram no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo pernambucano, na área central do Recife. (Veja vídeo acima) "Toda a região do Nordeste está unida, o estado de Minas Gerais está solidário a nós contra a privatização do sistema Eletrobras, da Chesf, que, no nosso entender, na verdade, caso ocorra, é a privatização do Rio São Francisco, da vazão da água. Isso vai afetar milhares de famílias nordestinas que têm hoje, com a conclusão do canal de transposição do Rio São Francisco, um ativo importante para o abastecimento de água e ao mesmo tempo para a produção dos projetos irrigados. E tudo isso é motivo de preocupação", disse o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB). Além do anfitrião, estiveram presentes os governadores da Paraíba (Ricardo Coutinho - PSB), Rio Grande do Norte (Robinson Faria - PSD), Ceará (Camilo Santana - PT), Piauí (Wellington Dias - PT), Bahia (Rui Costa - PT) e Minas Gerais (Fernando Pimentel - PT). O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), esteve no início da manhã e foi embora antes do término da reunião. Faltaram ao encontro os goverandores de Sergipe (Belivaldo Chagas - PSD) e do Maranhão (Flávio Dino - PCdoB) . Encontro dos governadores do Nordeste ocorreu no Palácio do Campo das Princesas, no Centro do Recife Reprodução/TV Globo "Essa não é a agenda que o Brasil votou em 2014. Essa pauta foi derrotada. Está em cima da mesa porque passaram a governar sem terem sido eleitos e ninguém pode afetar tão produndamente a vida coletiva da sociedade sem passar por uma eleição", acrescentou o governador da Paraiba, Ricardo Coutinho, sobre a política de privatização. A comissão especial mista que analisou a Medida Provisória 814/17, que trata da privatização da Eletrobras e suas distribuidoras, como a Chesf, e de outras mudanças no setor, aprovou no dia 9 de maio o relatório do deputado Júlio Lopes (PP-RJ), por 17 votos a 7. O texto ainda precisa ser aprovado pelos plenários da Câmara e do Senado. Depois disso, vai para sanção do presidente Michel Temer. A validade da MP encerra no dia 1° de junho. A carta aborda as preocupações dos gestores com a privatização da Chesf, que usa a água do Rio São Francisco para gerar energia elétrica. "Se a água pertece ao povo, usada por agricultores e em atrações turísticas, como privatizá-la? Não podemos privatizar um setor tão estratégico como esse", disse o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria. Repasses O documento ainda direciona críticas às politcas de segurança e de repasse de recursos aos estados. "Eles [o governo federal] têm mudado a regra e, na nossa opinião, até de forma ilegal, para impedir que recursos cheguem aos estados. Impedindo crédito até mesmo de bancos internacionais, onde o governo federal não bota um real. A Bahia, como outros estados, tem um contrato pronto pra assinar com um banco europeu e o governo federal impede que isso aconteça", disse Rui Costa, governador da Bahia. Pleitos A carta divulgada ao final do encontro cobra "efetivas soluções" para 11pleitos, entre investimos, financiamentos e apoio para a região voltar a crescer. O documento será enviado à Presidência da República, ao Senado, à Câmara dos Vereadores e ao Supremo Tribunal Federal. Confira os pleitos: "1. Rediscussão do Equilíbrio Federativo no que diz respeito a receitas, transferências, despesas e competência; 2. Exclusão da Chesf do grupo Eletrobrás, transformado-a numa empresa pública, vinculada ao Ministério da Integração Nacional; 3. Ações de convivência com a seca e a conclusão da Transposição do Rio São Francisco e demais obras hídricas; 4. Adoção de medidas para superar o subfinanciamento do Sistema Único de Saúde - SUS, como forma de reverter a precarização dos serviços de saúde; 5. Estruturação do Sistema Único de Segurança Pública e de um Plano Nacional, com efetiva operacionalização e desembolso do crédito anunciado; 6. Retomada das obras das ferrovias Transnordestina, de Integração Oeste Leste Baiano (Fiol) e Norte-Sul, e de outras obras estruturadoras; 7. Priorização da região Nordeste no programa de concessões e novos leilões da ANP; 8. Incentivo à modernização e competitividadeda indústria nacional, com olhar especial para o setor de petróleo, óleo e gás, propiciando o crescimento, revertendo a retração da economia e gerando emprego e renda no Brasil; 9. Disponibilização de recursos orçamentários para o Sistema Único de Assistência Social (Suas) e seus diversos programas, em especial o Bolsa Família, que tem sofrido cortes inegáveis; 10. Desoneração do PIS e Confins, sobre faturamento das companhias estaduais de saneamento básico; 11. Acesso efetivo aos funanciamentos incluídos no Programa e Ajuste Fiscal (PAF), pactuado com a União."
    Show do Rouge em Salvador tem meia-entrada para quem doar 1kg de alimento não perecível

    Show do Rouge em Salvador tem meia-entrada para quem doar 1kg de alimento não perecível


    Ingressos promocionais serão adquiridos apenas no dia do evento, em 2 de junho, na bilheteria do local, onde os alimentos devem ser entregues. ​​ Rouge Gustavo Arrais/Divulgação Quem levar 1kg de alimento não perecível ao show do grupo Rouge,...


    Ingressos promocionais serão adquiridos apenas no dia do evento, em 2 de junho, na bilheteria do local, onde os alimentos devem ser entregues. ​​ Rouge Gustavo Arrais/Divulgação Quem levar 1kg de alimento não perecível ao show do grupo Rouge, que será realizado em 2 de junho, no Alto do Andu, em Salvador, pagará o ingresso de meia-entrada social. Esses ingressos promocionais serão adquiridos apenas no dia do evento, na bilheteria do local, onde os alimentos devem ser entregues. ​​ Os donativos serão destinados às instituições beneficentes Casa de Apoio (Caasah) e Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM). A Caasah é uma instituição sem fins lucrativos que trabalha com adultos e crianças portadores do vírus HIV/AIDS. A entidade iniciou seu trabalho assistencial em 1991 e funciona como uma casa de apoio e recuperação para pacientes debilitados, com capacidade para abrigar 50 adultos e 30 crianças, em suas dependências, além de prestar apoio nutricional através da distribuição de cestas básicas a 160 pacientes externos.​ Já a Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM), organização sem fins lucrativos que atua desde 1989, oferece assistência integral a pessoas que vivem também com HIV/AIDS. A IBCM atende 80 crianças de 2 a 6 anos, em regime de creche, e 20 crianças e adolescentes de 7 a 14 anos, em reforço escolar portadores e filhos portadores do vírus, em situação de vulnerabilidade social. O show “Rouge Tour 15 anos”, da turnê comemorativa do grupo Rouge, será realizado às 22h. Os portões serão abertos às 18h. Além do Rouge, o público vai curtir também os DJs Only Fuego e Butantan (MA) e Fabio Balack (CE). Os acessos para pista saem por R$ 65 (meia) e R$ 130 (inteira), e o Front por R$ 100 (meia) e R$ 200 (inteira). O evento contará ainda com Lounge Premium, que custa R$ 180 e Camarote, por R$ 150. Os ingressos do quarto lote podem ser adquiridos através do site Sympla (http://bit.ly/RougeEmSalvador) ou nas lojas Chilli Beans dos shoppings Salvador Norte, Shopping da Bahia e Shopping Barra, loja Lez a Lez no Shopping Salvador, e Raphaella Booz no Shopping Paralela. SERVIÇO “Rouge Tour 15 anos” Atrações: Rouge + DJs Only Fuego e Butantan (MA) e Fabio Balack (CE) Data: 2 de junho (sábado) Abertura dos portões: 18h Início do show: 22h Local: Alto do Andu (Av. Luis Viana Filho, s/n. - Paralela) Ingressos (4º lote)*: Pista: R$ 65 (meia) e R$ 130 (inteira) Front: R$ 100 (meia) e R$ 200 (inteira) Lounge Premium: R$ 180 Camarote: R$ 150
    Oito suspeitos de envolvimento na morte do Capitão Oliveira são mortos em confronto com a polícia

    Oito suspeitos de envolvimento na morte do Capitão Oliveira são mortos em confronto com a polícia


    Outras três pessoas foram presas na ação da Polícia Civil de Sergipe que ocorre em municípios de Sergipe e Bahia. Suspeitos de envolvimento na morte do Capitão Oliveira morrem em confronto com a polícia Na madrugada desta sexta-feira (18),...


    Outras três pessoas foram presas na ação da Polícia Civil de Sergipe que ocorre em municípios de Sergipe e Bahia. Suspeitos de envolvimento na morte do Capitão Oliveira morrem em confronto com a polícia Na madrugada desta sexta-feira (18), três pessoas foram presas e outras oito morreram em confronto com a Polícia Civil de Sergipe e da Bahia na Operação Rubicão deflagrada para prender os suspeitos de envolvimento na morte do Capitão Manoel Oliveira, executado a tiros dentro de um veículo em uma estrada do município de Porto da Folha (SE) no dia 4 de abril. A operação ocorreu nos estados de Sergipe e Bahia. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), a ação foi coordenada pelo Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), que se baseou nas informações checadas através do número 181 e investigação policial. Dos oito mortos, que segundo a polícia reagiram a prisão, dois foram no Bairro Santa Maria, em Aracaju (SE), dois em Poço Redondo (SE), um em Paulo Afonso (BA), dois em Barreiras (BA) e mais um no município de Luíz Eduardo Magalhães (BA). Ainda segundo a SSP, a ação contra o comandante da Caatinga mantém relação com um trabalho contra a pistolagem na Região Norte da Bahia e Alto Sertão de Sergipe. “A operação aconteceu em setembro de 2017 e prendeu um trio relacionado com o crime de pistolagem na Bahia, Sergipe e Alagoas e tinha como foco em Pedro Alexandre, na Bahia”, diz a nota. A Delegada Geral da Polícia Civil, Katarina Feitoza, disse que um dos mortos, Antônio Brás, tem relação com a morte do deputado estadual Joaldo Barbosa, ‘Nêgo da Farmácia’, em 27 de janeiro de 2003. “Antônio Bras é um dos participantes da quadrilha. Foram cumpridos 10 mandados de prisão em Sergipe e Bahia. Oito desses suspeitos ousaram reagir, e como a gente já esperava, porque são uma quadrilha altamente organizada e armada, reagiram e entraram em confronto com os policiais”, conta. A polícia também acredita que o grupo tenha envolvimento com as mortes do presidente da Câmara Municipal de Carira, Jailton Martins, um vereador de Poço Redondo e um ex-prefeito do município de Pedro Alexandre, na Bahia. "Eram pessoas muito perigosas e todas identificadas. A operação continua e haverá desdobramentos em todo o final de semana, possivelmente na próxima segunda-feira”, disse o assessor de comunicação da SSP, Lucas Rosário. A ação contou com auxílio da Polícia da Bahia onde foram presos três envolvidos, que vão ser conduzidos ao Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), em Aracaju. Operação Rubicão A SSP explicou que o nome da operação faz referência a um rio italiano que não poderia ser atravessado pelas tropas romanas por conta de uma lei, mas, ao ser afrontado, Júlio César decide fazê-lo e sua ação culmina numa guerra civil. A expressão "atravessar o Rubicão" significa a tomada de uma decisão perigosa, pensar grande, ou ainda, ultrapassar fronteiras, defrontando-se com um caminho duvidoso e potencialmente perigoso. O crime O comandante do Pelotão da Companhia Especializada em Operações Policiais em Área de Caatinga (Ceopac), capitão Manoel Oliveira, foi executado a tiros na noite do dia 4 de abril dentro de um veículo em uma estrada do município de Porto da Folha (SE), Alto Sertão do Estado. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP), homens armados, em dois veículos Corolla, abordaram o oficial da PM e efetuaram vários disparos, próximo ao local onde fica a sede da unidade da Policia Militar. O capitão Oliveira tinha 42 anos e fundou o Pelotão da Caatinga em 2008. Essa unidade da polícia atuava no alto e no Baixo Sertão do Estado combatendo todo tipo de crime. Polícia acredita que fardamento foi utilizado pelos autores do crime contra o Capitão Oliveira SSP/SE Fardamento Polícia Federal analisa o material genético presente nos fardamentos da Polícia Militar de Sergipe, encontrados às margens da rodovia entre os municípios de Feira Nova a Graccho Cardoso, no sertão sergipano. O DNA para ajudar na identificação de possíveis suspeitos do crime. Segundo a SSP, a polícia investiga se essas fardas teriam sidos usadas pelos envolvidos na morte do capitão. O material foi analisado pela perícia da Polícia Civil sergipana.
    Agenda Cultural: Lenine, Chico Buarque, Harmonia do Samba e Parangolé são destaques no fim de semana, em Salvador

    Agenda Cultural: Lenine, Chico Buarque, Harmonia do Samba e Parangolé são destaques no fim de semana, em Salvador


    Veja as opções de shows, teatro, exposições e programação infantil em na capital baiana e região, desta sexta (18) até o domingo (20).  Agenda Cultural: Lenine, Chico Buarque, Harmonia e Parangolé são destaques Diversos eventos culturais...


    Veja as opções de shows, teatro, exposições e programação infantil em na capital baiana e região, desta sexta (18) até o domingo (20).  Agenda Cultural: Lenine, Chico Buarque, Harmonia e Parangolé são destaques Diversos eventos culturais estão programados para ocorrer neste fim de semana em Salvador e região metropolitana. O G1 listou opções de música, teatro, exposições e outras atividades de lazer marcados para sexta (18), sábado (19) e domingo (20). Confira: SHOWS Harmonia do Samba e Parangolé Harmonia do Samba e Parangolé se apresentam no Armazém Hall, em Vilas do Atlântico. Arte G1 / Divulgação Quando: Sexta-feira (18) Onde: Armazém Hall, Vilas do Atlântico Horário: 21h Ingressos: R$ 50 (arena), R$ 80 (área vip) e R$ 100 (camarote) Vendas: Na bilheteria da casa de shows, na loja Armazém Ticket no Salvador Norte Shopping e nos balcões de ingressos dos principais shoppings. Lenine O cantor e compositor Lenine Divulgação / Flora Pimentel Quando: Sábado (19) Onde: Concha Acústica do TCA Horário: 19h Ingressos: Entre R$ 30 e R$ 120 Vendas: Na bilheteria do TCA, nos SAC's Barra e Bela Vista e na internet. Chico Buarque Chico Buarque no show 'Caravanas' Leo Aversa Quando: Quinta (17) a domingo (20) Onde: Teatro Castro Alves Horário: Quinta a sábado: 21h; Domingo: 20h Ingressos: 1º lote: Setor A-P - R$ 490,00 (inteira) | R$ 245,00 (meia); Setor Q-Z - R$ 380,00 (inteira) | R$ 190,00 (meia); Setor Z1- Z11 - R$ 320,00 (inteira) | R$ 160,00 (meia) Vendas: Na bilheteria do teatro. Ithamara Koorax Ithamara Koorax Divulgação O quê: Ithamara Koorax – My Favorite Songs Dias: 18 e 19/5/18 (sexta e sábado) Horário: 20h30 Local: Café-Teatro Rubi Quanto: Couvert artístico – R$ 80 Bilheteria: Café–Teatro Rubi Tel: (71) 3013-1011 - segunda a sábado, das 14h às 19h (em dias de apresentação, até às 20h30) Site: www.compreingressos.com/ Call Center: (71) 2626-0032 Colher de Pau, Tio Barnabé e Bando Januário Colher de Pau Divulgação Quando: Sexta-feira (18) Onde: Seven Music, em Camaçari Horário: 21h Ingressos: R$ 28 Vendas: na internet. Pholhas - Memories Banda Pholhas faz show em maio na Casa do Comércio Divulgação Quando: Sexta-feira (18) e sábado (19) Onde: Teatro SESC Casa do Comércio Horário: 21h Ingressos: R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia) Vendas: Na bilheteria do teatro ou na internet. Diego Maia Diego Maia Divulgação Quando: Sexta-feira (18) Onde: Moon Pub, Rio Vermelho Horário: 21h Ingressos: R$ 40 (fora da lista) e R$ 20 (com nome na lista) Vendas: No local. Colher de Pau Zay Rios vocalista da banda Colher de Pau, Bahia Divulgação Quando: Sábado (19) Onde: Moon Pub, Rio Vermelho Horário: 21h Ingressos: R$ 40 (fora da lista) e R$ 25 (com nome na lista) Vendas: No local. Forró do Tico e André & Mauro Grupo Forró do Tico Geneson Lobo/Divulgação Quando: Sexta-feira (18) Onde: Zen Salvador, Rio Vermelho Horário: 20h Ingressos: R$ 40 (na lista) e R$ 60 (fora da lista) Vendas: No local. Pra Casar, Dan Valente e Dj Rodrigo Fiuzza Banda Pra Casar Divulgação / David Campbell Quando: Sábado (19) Onde: Zen Salvador, Rio Vermelho Horário: 20h Ingressos: R$ 40 (na lista) e R$ 60 (fora da lista) Vendas: No local. Guig Ghetto, Isqueminha e Dj Rodrigo Fiuzza Falcão, cantor da banda Guig Guetto Divulgação Quando: Domingo (20) Onde: Zen Salvador, Rio Vermelho Horário: 21h Ingressos: R$ 40 (na lista) e R$ 60 (fora da lista) Vendas: No local. Kart Love Kart Love e MC Guimê, bloco Nu Outro, carnaval de Salvador Mauro Zaniboni/Ag. Haack Quando: Sábado (19) Onde: RV Lounge, Rio Vermelho Horário: 19h Ingressos: R$ 30 Vendas: No local. Estakazero, Adelmario Coelho e Trio Nordestino Estakazero Divulgação Quando: Sexta-feira (18) Onde: Coliseu do Forró, Patamares Horário: 21h Ingressos: R$ 50 Vendas: No local. Beatles in Senna Banda Beatles In Senna faz dois shows em Salvador Divulgação Quando: Sábado (19) Onde: Varanda do Sesi, Rio Vermelho Horário: 22h Ingressos: R$ 30 Vendas: Na bilheteria do teatro. Festa Xodó Forró da Gota é atração de inauguração de boate no Rio Vermelho Heder Novaes/Divulgação Quando: Sexta (18) Onde: Amsterdam, Rio Vermelho Horário: 22h Ingressos: R$ 25 (Sympla) e R$ 35 (Bilheteria) Vendas: No local Old Hits Quando: Sábado (19) Onde: Amsterdam, Rio Vermelho Horário: 23h Ingressos: R$ 20 (Pista) e R$ 60 (Camarote Open Bar) Vendas: Sympla Festa Benditos Data: Sábado (19) e domingo (20) Horário: Das 16 às 23h Local: Casa de Castro Alves Endereço: Rua do Passo, 52, Santo Antônio Além do Carmo Referência: A casa está localizada ao lado da Igreja do Passo Ingressos: vendas no local Valores: R$20 ou R$10 + 1kg de alimento TEATRO Apaixonados Espetáculo Apaixonados Fabio Bouzas/Divulgação Espetáculo: “Apaixonados” – Uma comédia de tirar o fôlego Local: Teatro da Cidade (villa campus de educação) Datas: 19 e 20 de maio, 26 e 27 de maio, 2 e 3 de junho Horário: Sábado às 20h / Domingo às 19h Ingresso: R$ 60,00 (inteira) / R$ 30,00 (meia) A Bofetada Companhia Baiana de Patifaria apresenta A Bofetada em Salvador Mercury/ Divulgação Quando: Sábado (19) e domingo (20) Onde: Teatro ISBA Horário: 20h Ingressos: R$ 30 (meia) e R$ 60 (inteira) Vendas: Na bilheteria e na internet. Diálogo sobre Feminismo - Conceição Evaristo e Karol Conka Karol Conka grava música do Sabotage e faz corte de cabelo em capa do single Divulgação Quando: Sábado (19) Onde: Teatro Castro Alves Horário: 20h Ingressos: R$ 5 (meia) Vendas: Na bilheteria do teatro. O Corrupto com "Frank Menezes" Frank Menezes faz críticas contra corrupção em "O Corrupto" Andreia Magnoni Quando: Sábado (19) e domingo (20) Onde: Teatro Módulo, Pituba Horário: 20h Ingressos: R$ 25 (meia) e R$ 50 (inteira) Vendas: Na bilheteria do teatro. Minha Vó Contou "Minha Vó Contou" entra em cartaz em Salvador Divulgação/Assessoria Quando: Sábado (19) Onde: Teatro Molière, Aliança Francesa Horário: 16h Ingressos: R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira) Vendas: Mo local. ConFabulAções Quem: Buffa de Teatro Quando: Sábados e domingos de maio e junho até o dia 17. Horário: Sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 19h Onde: Teatro Sesi Rio Vermelho (R. Borges dos Reis, 9) Quanto: R$20 (inteira) / R$10 (meia) Dona Felicidade Peça infantil 'Dona Felicidade' Divulgação O quê: Espetáculo infanto-juvenil “Dona Felicidade” Onde: Espaço Xisto Bahia (Rua General Labatut, 27, Barris, Salvador) Datas: 05, 06, 08, 09, 12, 13, 17, 18, 19, 20, 23 e 25 de maio Horário: 15h Valor: R$ 20/R$ 10 (meia entrada) "Woyzeck - Zé Ninguém" Espetáculo Woyzeck - Zé Ninguém em Salvador Divulgação O quê: Woyzeck - Zé Ninguém Quando: de 17 a 27 de maio, quintas, sextas e sábados, às 20h e domingos, 19h. Onde: Teatro Vila Velha Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia); Quintas feiras* – R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Ingresso Rápido: https://www.ingressorapido.com.br/event/6016/d/25010/s/103470 EXPOSIÇÕES Exposição Frida e Diego: um sorriso no meio do caminho Exposição inédita sobre Frida Kahlo chega em Salvador Divulgação/Assessoria Quando: Terça a domingo (até 01 de julho) Onde: Palacete das Artes Horário: terca a sexta: 13h às 18h / sábado,domingo e feriados: das 14 às 18h Entrada: gratuita. Exposição homenageia Dona Canô Dona Canô é homenageada em exposição na Caixa Cultural de Salvador Divulgação Quando: Terça a domingo (até 27 de maio) Onde: Caixa Cultural Salvador Horário: 9h às 18h Entrada: Gratuita. Os Sertões de João Machado Exposição de João Machado : João Machado/Divulgação Quando: Terça a domingo (até 27 de maio) Onde: Caixa Cultural Salvador Horário: 9h às 18h Entrada: Gratuita Alfredo Volpi Quando: De terça-feira a domingo Onde: Casarão do MAM Horário: Das 13h às 18h Entrada: Gratuito Acervo dos Salões Quando: De terça-feira a sábado Onde: Capela do MAM Horário: Das 13h às 18h Entrada: Gratuito Eventos O quê: Feira da Cidade Onde: Praça Nossa Senhora da Assunção (Conhecida também como Flora) Quando: Sábado (19) e (20) A programação gratuita, que reúne gastronomia, música, manufatura, vinil, moda e recreação infantil, acontece das 11h às 20h, no sábado (19), e das 10h às 20h, no domingo (20).
    Operação de combate à pornografia infantil prende 251 pessoas no país

    Operação de combate à pornografia infantil prende 251 pessoas no país


    Operação 'Luz na Infância 2' mobiliza 2,6 mil policiais em 24 estados e no DF. Alvos são pessoas que possuem conteúdos de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Operação contra pornografia infantil prende 251 em 24 estados e no...


    Operação 'Luz na Infância 2' mobiliza 2,6 mil policiais em 24 estados e no DF. Alvos são pessoas que possuem conteúdos de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Operação contra pornografia infantil prende 251 em 24 estados e no DF A maior operação de combate à pornografia infantil na história do Brasil prendeu 251 pessoas, em flagrante, até as 18h desta quinta-feira (17) em todo o país. O dado é do Ministério Extraordinário da Segurança Pública. O número final pode ser ainda maior. Até o fim da tarde, policiais civis de 24 estados e do Distrito Federal ainda trabalhavam para cumprir mandados e checar apreensões. O balanço final da operação deve ser divulgado nesta sexta (18). Operação Luz na Infância 2 Arte/G1 À noite, o presidente Michel Temer publicou, no Twitter, vídeo em que aparece ao lado do ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann. Além da operação desta quinta, ele citou outras realizações da pasta. "Na semana passada ou duas semanas atrás, operação da Polícia Militar, mais de 100 mil homens em todo o país com mais de 5 mil flagrantes em todo país. É a segurança pública do governo federal, comandada pelo ministro Raul Jungmann, que dá os melhores resultados", declarou. De acordo com o ministério, foram presas 128 pessoas na região Sudeste, 47 no Nordeste, 38 no Sul, 21 no Centro-Oeste e 17 na região Norte. Os dados por estado também só serão divulgados nesta sexta. "Nas capitais, equipes das policiais civis seguem trabalhando para checar e contabilizar conteúdos apreendidos para instrução de inquéritos", diz o ministério. Raul Jungmann fala sobre a maior operação contra pedofilia realizada no Brasil “Pela primeira vez na história, temos informações para produzir estatísticas nacionais na área de segurança, possibilitando o desenvolvimento de um plano nacional de segurança pública e defesa", disse o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. Até então, segundo ele, os documentos existentes não eram analisados de forma conjunta pelos órgãos nacionais de segurança. Policiais cumprem 55 mandados contra pedofilia no Rio de Janeiro Foram cumpridos 579 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 24 estados – apenas Paraná e Rio Grande do Norte não estão na operação. Alvos O principal alvo da polícia nesta quinta-feira (17) foi preso em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, com 780 mil arquivos baixados. Policiais prendem mais de 100 pessoas em operação contra pedofilia A ação nacional intitulada Luz na Infância 2 é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e realizada pelas polícias civis de cada estado. Segundo o ministro Raul Jungmann, 1 milhão de arquivos foram analisados. Ao todo, 2,6 mil policiais de todo o país fazem apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Suspeitos também estão sendo detidos em flagrante. Secretário Nacional de Segurança Pública conta detalhes da ação Luz na Infância 2 Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais. A operação é realizada na véspera do Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Homem preso em Campo Grande (MS) durante operação de combate à pornografia infantil Allysson Maruyama/TV Morena Parte dos presos é reincidente no crime, mas a maioria deles nunca havia sido detido, devido à dificuldade para rastrear esse tipo de material – parte dele está na "dark web", acessível apenas por meio de programas específicos e impossível de ser visto por mecanismos de busca tradicionais. Por razões de segurança, o diretor de inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública, Carlos Afonso Gonçalves Coelho, não detalhou a forma como os arquivos foram encontrados. "O que posso dizer que é estamos fazendo, desde o ano passado, capacitação do efetivo e desenvolvimento de novas tecnologias", afirmou. Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão em Mato Grosso e em Pernambuco Veja a situação em cada estado: Acre Alagoas Amapá Amazonas Bahia Ceará Distrito Federal: um dos presos é um empresário de 57 anos, dono de um restaurante. Espírito Santo Goiás Maranhão Mato Grosso: um professor de inglês de 45 anos foi preso em Barra dos Garças, a 516 km de Cuiabá. Mato Grosso do Sul: um policial civil está entre os detidos. Minas Gerais: em Uberlândia, foi preso o principal alvo da operação, com 780 mil arquivos baixados; nas cidades do Vale do Aço e Vale do Rio Doce, foram três pessoas presas; em São Sebastião do Paraíso, um homem de 61 anos preso admitiu ter utilizado o computador de uma escola estadual para acessar os vídeos. Pará Paraíba Pernambuco Piauí Rio de Janeiro: em Campos, um homem foi preso com HDs, discos e notebook com material pornográfico; em Petrópolis, além do material, um idoso tinha um revólver. Rio Grande do Sul Rondônia Roraima: um funcionário público foi preso com fotos de crianças a partir de 5 anos. Santa Catarina São Paulo: em Campinas, um ex-sargento da polícia foi preso em flagrante, com quase mil fotos de pornografia infantil; em São Miguel Arcanjo, um dos presos atraía crianças com brinquedos e balas; em São José do Rio Pardo, um jovem de 21 anos foi detido; na região de Presidente Prudente, foram dois presos; e na Baixada Santista e no Vale do Ribeira, foram cinco presos. Sergipe Tocantins Operação contra pornografia infantil cumpre mandados em 24 estados e no DF Na primeira edição da operação Luz na Infância, realizada em 20 de outubro de 2017, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. À época, 112 pessoas foram presas. Segundo Carlos Afonso Gonçalves Coelho, na primeira etapa os arquivos foram analisados entre quatro e seis meses. Desta vez, com o aprimoramento tecnológico, o tempo foi otimizado: O serviço de inteligência chegou aos alvos em dois meses. Suspeito de 24 anos é detido em São José do Rio Preto (SP) durante operação contra pedofilia André Modesto/TV TEM Os alvos e os crimes Todas as pessoas presas nesta quinta-feira (17) estavam com uma quantidade “considerável” de arquivos de pornografia infantil armazenados, segundo o coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética da Secretaria de Segurança Pública, Alessandro Barreto. "Não era como se tivessem baixado sem querer. O mínimo foi 150 arquivos. Teve alguns com 50 mil, 80 mil. Um deles foi preso com mais de 200 mil arquivos armazenados." Ainda de acordo com Barreto, o perfil dos criminosos é variado. Foram identificados homens e mulheres, estudantes, advogados, profissionais da saúde e até educadores. "Teve um técnico de enfermagem que preso na Operação Peter Pan, em São Paulo, por armazenar pornografia infantil no computador de casa e, desta vez, foi preso de novo, mas com os arquivos no trabalho", disse. Os crimes investigados nesta operação são: Armazenar fotos ou qualquer material de pronografia infantil ou que revele clara violência sexual de crianças e adolescentes: de 1 a 4 anos de prisão. Compartilhamento de pornografia infantil: de 3 a 6 anos de prisão. Produção de pornografia infantil: de 4 a 8 anos de prisão. Polícia Civil faz megaoperação contra pedofilia em 24 estados e no DF Pedofilia é doença A pedofilia está entre as doenças classificadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como transtorno de preferência sexual. Pedófilos são pessoas adultas (homens e mulheres) que têm preferência sexual por crianças – meninas ou meninos - do mesmo sexo ou de sexo diferente, geralmente pré-púberes (que ainda não atingiram a puberdade) ou no início da puberdade. O Código Penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos. Conforme o artigo 241-B do ECA é considerado crime, inclusive, o ato de "adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente." Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.
    Três anos depois de matar sogra queimada na BA, homem é preso no interior de SP

    Três anos depois de matar sogra queimada na BA, homem é preso no interior de SP


    Polícia encontrou José Orlando Dias de Moura no bairro dos Moreiras. Homem estava foragido desde 2015, quando ateou fogo na sogra e no neto dela durante discussão familiar. Polícia de Mairinque prende homem suspeito de atear fogo e matar sogra no...


    Polícia encontrou José Orlando Dias de Moura no bairro dos Moreiras. Homem estava foragido desde 2015, quando ateou fogo na sogra e no neto dela durante discussão familiar. Polícia de Mairinque prende homem suspeito de atear fogo e matar sogra no sul da Bahia Arquivo pessoal A Polícia Militar prendeu, nesta terça-feira (15), um homem suspeito de atear fogo e matar a sogra em Gongogi, no sul da Bahia. José Orlando Dias de Moura foi encontrado pela PM no bairro dos Moreiras, em Mairinque (SP). De acordo com a PM, o crime aconteceu em maio de 2015. O homem procurado pela Justiça estava foragido e foi preso depois que a polícia recebeu uma denúncia. Os policiais fizeram patrulhamento pelo bairro e encontraram o suspeito, que tentou fugir ao perceber a presença da viatura, porém foi contido. Em revista pessoal, nada de ilícito foi localizado com o suspeito. Questionado, José Orlando apresentou uma CNH falsa, mas acabou revelando o nome verdadeiro. Os policiais constataram a situação de procurado pelo crime cometido no sul da Bahia e foram até a casa em que o homem se escondia. A residência pertencia ao irmão do suspeito, que também foi detido quando a polícia localizou uma arma de calibre 22 e 26 munições. A dupla foi levada ao Distrito Policial para elaboração da ocorrência. José Orlando permaneceu detido à disposição da Justiça, enquanto o irmão do suspeito foi liberado após o pagamento de fiança. Irmão do suspeito foi detido quando a polícia localizou uma arma e munições Polícia Militar/Divulgação Crime José Orlando Dias de Moura é acusado de jogar gasolina e atear fogo na sogra e no neto dela, em maio de 2015 em Gongogi, região sul da Bahia. Hilda Quirino Santos tinha 79 anos e teria tentado defender a filha durante uma briga com a companheira do suspeito. Os familiares tentaram socorrer a idosa, que não resistiu aos ferimentos e morreu. O neto da vítima sofreu queimaduras em parte do corpo e foi internado em um hospital da região. Na época, o suspeito fugiu de carro permaneceu procurado pela polícia. Idosa morreu queimada no sul da Bahia; genro é suspeito Arquivo pessoal Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí
    Evento gratuito de motociclistas terá banda tributo ao Guns n' Roses em Lauro de Freitas

    Evento gratuito de motociclistas terá banda tributo ao Guns n' Roses em Lauro de Freitas


    Festa será realizada em 25 e 26 de maio, na Concha Acústica da cidade. Alimentos não perecíveis e cestas básicas serão arrecadados e doados a comunidades e entidades sociais. Banda Appetite for Illusion se apresenta no evento Rosa...


    Festa será realizada em 25 e 26 de maio, na Concha Acústica da cidade. Alimentos não perecíveis e cestas básicas serão arrecadados e doados a comunidades e entidades sociais. Banda Appetite for Illusion se apresenta no evento Rosa Tunes/Divulgação O aniversário do motoclube Falcões Raça Liberta promoverá shows gratuitos, exibições de motociclismo e sorteios, nos dias 25 e 26 de maio, na Concha Acústica de Lauro de Freitas, cidade que fica na região metropolitana de Salvador. No palco, a festa terá apresentações das bandas Appetite for Illusion, principal tributo ao Guns n 'Roses no Norte-Nordeste, Blackbird e Suíte California. Na sexta-feira, 25 de maio, a festa está marcada para começar às 17h; enquanto no sábado, o evento será iniciado às 12h. A organização também arrecadará cestas básicas e alimentos não perecíveis, que serão doados a comunidades carentes e entidades sociais de Lauro de Freitas. Ao público, é solicitado que leve 2kg de alimentos não perecíveis. Serviço: Aniversário do motoclube Falcões Raça Liberta Data: 25 e 26 de maio Local: Concha Acústica de Lauro de Freitas Horário: 17h (sexta) e 12h (sábado) Entrada gratuita (é solicitado que público leve 2kg de alimentos não perecíveis)
    Jorge e Mateus, Duas Medidas e Matheus e Kauan se apresentam no Arena Bahia Music 2018

    Jorge e Mateus, Duas Medidas e Matheus e Kauan se apresentam no Arena Bahia Music 2018


    Evento será realizado no dia 22 de julho, no Parque de Exposições, em Salvador. Ingressos já estão à venda. Jorge e Mateus, Matheus e Kauan e Duas Medidas são confirmados no Arena Bahia Music 2018 Arte G1 / Divulgação As duplas Jorge & Mateus...


    Evento será realizado no dia 22 de julho, no Parque de Exposições, em Salvador. Ingressos já estão à venda. Jorge e Mateus, Matheus e Kauan e Duas Medidas são confirmados no Arena Bahia Music 2018 Arte G1 / Divulgação As duplas Jorge & Mateus e Mateus & Kauan, além de Lincoln Sena e Duas Medidas, irão se apresentar no Arena Bahia Music 2018, que será realizado em 22 de julho, no Parque de Exposições, localizado na Avenida Paraela, em Salvador. Os ingressos estão à venda e custam R$ 60 (arena-meia), R$ 120 (arena-inteira), R$ 140 (área vip-meia), R$ 240 (stage open bar) e R$ 280 (área vip inteira). Serviço Quando: 22 de julho Onde: Parque de Exposições Ingressos: R$ 60 (arena meia), R$ 120 (arena inteira), R$ 140 (área vip meia), R$ 240 (stage open bar) e R$ 280 (área vip inteira) Vendas: na internet.