G1 > Amapá

    Estudantes amapaenses podem se inscrever para o Programa Jovens Embaixadores; veja como

    Estudantes amapaenses podem se inscrever para o Programa Jovens Embaixadores; veja como


    Inscrições estão abertas e seguem até o dia 12 de agosto, pela internet. Intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos vai selecionar 50 alunos das redes públicas de ensino do país. Estão abertas e seguem até o dia 12 de agosto as...


    Inscrições estão abertas e seguem até o dia 12 de agosto, pela internet. Intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos vai selecionar 50 alunos das redes públicas de ensino do país. Estão abertas e seguem até o dia 12 de agosto as inscrições para o Programa Jovens Embaixadores 2019 Jovens Embaixadores/Reprodução Facebook Estão abertas e seguem até o dia 12 de agosto, somente pela internet, as inscrições para a 10ª edição do Programa Jovens Embaixadores. O intercâmbio vai selecionar 50 estudantes da rede pública do Brasil para uma viagem de três semanas nos Estados Unidos. LINK PARA A INSCRIÇÃO NO PROGRAMA JOVENS EMBAIXADORES De acordo com o programa, podem participar alunos do ensino médio, que tenham entre 15 e 18 anos. O desenvolvimento de atividades sociais nas comunidades em que vivem, desempenho escolar, e realizações de trabalhos voluntários são alguns dos elementos avaliados pela iniciativa. É preciso também ter conhecimento básico da língua. Além dessa avaliação pessoal, os candidatos ainda terão de fazer prova oral e escrita, enviar documentos exigidos e, caso passe para a semifinal, receberão visita de representantes da embaixada americana em casa. A lista com os nomes dos aprovados será divulgada no dia 31 de outubro e a viagem aos Estados Unidos está programada para janeiro de 2019. Gabriel Lima foi o representante do Amapá no Programa Jovens Embaixadores 2018. Ele viajou em janeiro deste ano para os EUA Rita Torrinha/G1 No Amapá, a iniciativa é coordenada pelo Núcleo de Ensino Médio da Secretaria de Estado da Educação (NEM/SEED). De acordo com o governo, na última edição, cerca de cem estudantes de escolas estaduais e do Instituto Federal de Educação do Amapá (Ifap) se inscreveram. Quatorze deles participaram das seletivas de prova escrita e oral de inglês. O primeiro colocado (Gabriel Lima) participou do intercâmbio nos Estados Unidos e outros três estudantes bem classificados (Isabela Parente, Richard Silva e Izabela Borges) conheceram a Embaixada Americana no Brasil. Mais informações estão disponíveis no Facebook do Programa Jovens Embaixadores. Isabela Parente, Richard Silva e Izabela Borges representaram o Amapá em intercâmbio estudantil e cultural em Brasília Rita Torrinha Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Mulheres escalpeladas pedem políticas de prevenção e saúde efetivas às vítimas no AP

    Mulheres escalpeladas pedem políticas de prevenção e saúde efetivas às vítimas no AP


    Encontro na Unifap discutiu as dificuldades e as necessidades desse grupo. Órgão públicos e pesquisadores buscam apoio junto ao Ministério da Saúde. Vítimas de escalpelamento querem que os governos elaborem políticas efetivas de prevenção e...


    Encontro na Unifap discutiu as dificuldades e as necessidades desse grupo. Órgão públicos e pesquisadores buscam apoio junto ao Ministério da Saúde. Vítimas de escalpelamento querem que os governos elaborem políticas efetivas de prevenção e saúde pública Rede Amazônica/Reprodução Mulheres vítimas de escalpelamento no Amapá - quando o couro cabeludo é arrancado de forma brusca por enrolar no eixo do motor de embarcações - querem que os governos elaborem políticas efetivas de prevenção e saúde pública, incluindo garantias de benefícios junto à Previdência Social. Nesta terça-feira (17) elas puderam falar sobre os problemas enfrentados e das necessidades do grupo, para um público formado por especialistas, pesquisadores e representantes do Ministério da Saúde. O encontro ocorreu durante uma oficina sobre a temática, realizada na Universidade Federal do Amapá (Unifap). Pra garantir os diretos às vítimas de escalpelamento foi criado um grupo de trabalho, após solicitação da Defensoria Pública Federal. Além do Amapá, o projeto ainda será discutido nos estados do Pará e do Amazonas, e conta com apoio de vários órgãos, como o Ministério Público do Trabalho, Marinha e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Pesquisador da Fiocruz, Carlos Minayo Rede Amazônica/Reprodução Pesquisador da Fiocruz, Carlos Minayo falou da importância dos centros de referência no atendimento às vítimas. “É algo difícil de resolver porque na Amazônia tem muitos rios e muitas construções de embarcações improvisadas. As pessoas precisam ser ajudada física e psicologicamente. E isso precisa de uma força de muitas instituições juntas, que integram os centros de referência”. Coordenador da iniciativa, Paulo Pena, da Universidade Federal da Bahia Rede Amazônica/Reprodução Na oficina também foi apresentado o projeto criado por pesquisadores da Bahia, que busca não somente melhorar as campanhas educativas pelos rios da amazônia, mas também ampliar as chances de uma política pública pra atender vítimas, com o apoio efetivo do Governo Federal. “As principais dificuldades encontradas pelas vítimas são em relação a prevenção, mas, sobretudo, de assistência, que é complexa e necessita de uma equipe multiprofissional. Propomos um plano de ação, para que o Ministério da Saúde assuma a política de controle, erradicação e assistência às vítimas”, explicou o professor e coordenador da iniciativa, Paulo Pena, da Universidade Federal da Bahia. Tereza Duarte tinha 17 anos quando sofreu o acidente Rede Amazônica/Reprodução Para a professora Tereza Duarte, que se acidentou aos 17 anos, cada conquista é importante e ajuda a recuperar a autoestima. O importante, na opinião dela, é continuar se cuidando. “Convivo há 12 anos com o acidente e as sequelas são doloridas. O acidente levou o nosso cabelo, levou parte da nossa vida e é uma das coisas que a mulher mais cuida. Mas buscamos alternativas para suprir essa necessidade, e se cuidar é uma delas. Por isso agente de maquia e arruma o cabelo. Uso peruca, mas é minha, e é uma forma de substituir o que perdemos”, expressa. O cabelo é apenas uma das sequelas do acidente, as vítimas de escalpelamento muitas vezes têm parte do rosto arrancado pela força do motor. Para o resto da vida elas convivem com idas e vindas de febres e dores de cabeça. A região atingida fica sensível e o contato com o calor é um perigo. Além disso, há a perda parcial da audição e até da visão, em alguns casos. Presidente da Associação de Vítimas de Mulheres Escapeladas do Amapá, Socorro Pelaes Rede Amazônica/Reprodução É o que conta a presidente da Associação de Vítimas de Mulheres Escapeladas do Amapá, Socorro Pelaes, que completa. “São 11 anos de associação e a gente continua fazendo política de estado. Os últimos dois casos foram em transporte escolares. Precisamos de qualidade de vida, tratamento de qualidade, não é só colocar uma peruca”, ressaltou. Escalpelamento ocorre quando os cabelos ficam presos e são sugados pelo eixo do motor Rede Amazônica/Reprodução De acordo com Socorro, este ano o Amapá registrou dois acidentes. A associação acompanha 160 vítimas em todo estado. Segundo a Marinha do Brasil, a maior parte das vítimas, 65%, é de criança. Os adultos em faixa produtiva representam 30%. Já os idosos, 5%. Em relação ao gênero, 95% das pessoas que sofrem com o escalpelamento são mulheres. Acidentes são egistrados com maior frequência em pequenas embarcações, na região amazônica Rede Amazônica/Reprodução Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Pescado será vendido por até R$ 12 o quilo durante a festa de São Tiago, em Mazagão

    Pescado será vendido por até R$ 12 o quilo durante a festa de São Tiago, em Mazagão


    Programa vai ofertar cerca de dez toneladas de peixes de várias espécies na vila de Mazagão Velho do período de 21 a 25 de julho. Degustação de filé sairá no valor de R$ 7. Pescado será levado a um preço mais acessível para os visitantes...


    Programa vai ofertar cerca de dez toneladas de peixes de várias espécies na vila de Mazagão Velho do período de 21 a 25 de julho. Degustação de filé sairá no valor de R$ 7. Pescado será levado a um preço mais acessível para os visitantes da festa de São Tiago Fabiana Figueiredo/G1 O consumidor poderá comprar o quilo do pescado no valor de até R$ 12 durante a festa de São Tiago, que acontece em Mazagão Velho, a 70 quilômetros de Macapá. A venda faz parte de mais uma edição do programa Peixe Popular e será realizada no período de 21 a 25 de julho. Serão disponibilizadas cerca de 10 toneladas entre as espécies tambaqui, pirapitinga, pescada gó, uritinga e cará-açú. Segundo a Agência de Pesca do Amapá (Pescap), a proposta é levar um produto de qualidade com preço acessível para a população e visitantes da vila de Mazagão Velho. Além da venda, o programa vai ofertar a degustação de filé de pescado no valor de R$ 7. Para essa atividade, serão disponibilizadas as espécies corvina, pirapitinga, tambaqui e dourada, além de peixes de água salgada. Degustação de filé de peixe será no valor de R$ 7 Maksuel Martins/Secom Também compõe a programação do Peixe Popular, uma exposição de biojoias feitas com escamas e peças de roupas confeccionadas com curtimento de couro de peixe. Os itens são produzidos por alunos do Centro de Educação Profissional Professora Maria Salomé Gomes Soares, em Santana. O diretor-presidente da Pescap, Edson França, explica o objetivo é superar a procura por peixe obtida no Dia de São Pedro, celebrado em 29 de junho, quando qualquer tipo de pescado foi ofertado no preço único de R$ 7 em Macapá. “A gente vai fazer essa comercialização do pescado dentro da programação da festa de São Tiago para proporcionar um peixe mais acessível às famílias que vão aproveitar da programação. Além da venda, vamos oferecer a degustação e as biojoias”, enfatizou. Festa de São Tiago acontece na vila de Mazagão Velho John Pacheco/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Governo convoca 200 cadastros reserva do concurso da Polícia Militar; veja lista

    Governo convoca 200 cadastros reserva do concurso da Polícia Militar; veja lista


    Edital da chamada está disponível no Diário Oficial do Estado. De 23 a 26 de julho ocorre a segunda etapa do processo. Governo convoca 200 classificados da lista de reserva do concurso da Polícia Militar do Amapá Marcelo...


    Edital da chamada está disponível no Diário Oficial do Estado. De 23 a 26 de julho ocorre a segunda etapa do processo. Governo convoca 200 classificados da lista de reserva do concurso da Polícia Militar do Amapá Marcelo Loureiro/Secom/Divulgação Está disponível no Diário Oficial do Estado, a convocação de 200 classificados do cadastro reserva do concurso público para o cargo de soldado da Polícia Militar do Quadro de Combatentes. VEJA A LISTA DE CONVOCAÇÃO DO CADASTRO RESERVA (DA PÁGINA 9 A 11) O governo do Amapá divulgou a chamada e informou que, a próxima fase do processo, será realizada de 23 a 26 deste mês, com a apresentação das documentações exigidas no edital. O atendimento será no auditório do Comando-Geral da Polícia Militar, na Rua Jovino Dinoá, 3655, bairro Beirol, Zona Sul de Macapá. A Secretaria de Estado da Administração (Sead) informou que a etapa de avaliação documental é classificatória. Candidatos que quiserem solicitar a reclassificação no concurso também devem comparecer no dia marcado para preenchimento de formulário específico, podendo fazer o pedido uma única vez. A próxima etapa será o Teste de Aptidão Física (TAF), e os aprovados seguirão para as demais avaliações: exame psicológico, exame médico, investigação social e Curso de Formação de Soldado. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    VÍDEOS: Bom Dia Amazônia de terça-feira, 17 de julho

    VÍDEOS: Bom Dia Amazônia de terça-feira, 17 de julho


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Amapá. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do...


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Amapá. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Amapá.
    Número de homicídios em Macapá no ano de 2018 ultrapassa registros de 2017

    Número de homicídios em Macapá no ano de 2018 ultrapassa registros de 2017


    Até a manhã desta terça-feira (17), foram registrados 100 homicídios, com base em dados do Ciodes e setor de estatística da Sejusp. Comparação é feita com o mesmo período do ano passado. Homem foi morto a facadas no primeiro dia do ano na...


    Até a manhã desta terça-feira (17), foram registrados 100 homicídios, com base em dados do Ciodes e setor de estatística da Sejusp. Comparação é feita com o mesmo período do ano passado. Homem foi morto a facadas no primeiro dia do ano na Zona Leste de Macapá Reprodução/Rede Amazônica O número de homicídios em Macapá no ano de 2018 já ultrapassou os registros desse tipo de morte se comparado ao mesmo período do ano passado. Do dia 1º de janeiro até 9h desta terça-feira (17), foram registrados 100 homicídios, com base em dados do Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes). A 100ª morte registrada esse ano foi a do jovem Marcello Victor Furtado Gonçalves, de 19 anos, morto com três tiros em uma área conhecida pela polícia pela prática do tráfico de drogas. A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informou que desconhece os dados repassados pelo Ciodes e, por isso, o secretário da pasta só irá falar sobre o assunto após analisar os números. No site da secretaria, o setor de estatísticas da Sejusp atualiza diariamente os dados de mortes registradas no estado do Amapá. Até a segunda-feira (16) o site registrou 100 homicídios. Entre janeiro e o dia 16 de julho de 2017, foram 84 mortos violentamente. Homicídios em Macapá entre janeiro e 16 de julho de 2017 Reprodução Homicídios em Macapá entre janeiro e 16 de julho de 2018 Reprodução O Ciodes informou que, até segunda-feira, foram 99 homicídios e, com o registrado pela manhã, alcançou o 100º assassinato. O Centro também divulgou que, entre 1º de janeiro e 16 de julho de 2017, foram 85 homicídios dolosos. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Pontos turísticos e belezas naturais são as dicas dos internautas para férias no AP; FOTOS

    Pontos turísticos e belezas naturais são as dicas dos internautas para férias no AP; FOTOS


    Imagens foram enviadas pelo aplicativo Tô na Rede, da Rede Amazônica. Inpirados pelas belezas naturais e pontos turístico do Amapá e aproveitando o período das férias de julho, internautas utilizaram o aplicativo Tô na Rede para mandar fotos de...


    Imagens foram enviadas pelo aplicativo Tô na Rede, da Rede Amazônica. Inpirados pelas belezas naturais e pontos turístico do Amapá e aproveitando o período das férias de julho, internautas utilizaram o aplicativo Tô na Rede para mandar fotos de várias partes do estado. Tem dicas de banho no interior até passeios na orla de Macapá. Veja: Cachoeira no município de Serra do Navio é a dica do guia turístico Sandro Borges Sandro Borges/Tô na Rede Final de tarde do pescador na comunidade de remanescentes quilombolas Curiaú Pedro Pereira/Tô na Rede Orla de Macapá no fim da tarde, no rio Amazonas Antônio Neto/Tô na Rede Porto do município de Santana Pedro Pereira/Tô na Rede Rio no município de Calçoene Alan Lins/Tô na Rede Por do sol no balneário da Fazedinha, em Macapá Antônio Neto/Tô na Rede Amanhecer na comunidade quilombola de São Tomé do Aporema, no município de Tartarugalzinho Rosemironetto Dias/Tô na Rede Nascer do sol no arquipélago do Bailique Emídio Sarges/Tô na Rede Árvore samaúma em trilha ecológica na ilha de Santana Sandro Borges/Tô na Rede Majestoso rio Amazonas, em Macapá Gury Santos/Tô na Rede Lua e rio Amazonas na orla do bairro Perpétuo Socorro, em Macapá Júnior Tolosa/Tô na Rede Sandro Borges enviou foto do balneário Mutuacá em Mazagão Velho Sandro Borges/Tô na Rede Pequeno Gustavo se divertindo na comunidade do Carmo do Macacoari Adriele Martins/Tô na Rede Nascer do sol na margem do Rio Amazonas Raphaella/Jucá Tô na Rede Cores mágicas do por do sol na Av dos Tupis, em Macapá Luciano Teixeira/Tô na Rede Banho no município de Amapá Jorge Batista/Tô na Rede
    Amapá registra o maior aumento do país na taxa de mortalidade infantil

    Amapá registra o maior aumento do país na taxa de mortalidade infantil


    De acordo com o Ministério da Saúde, estado teve, em 2016, elevação de 20,4% nas mortes de crianças de até 1 ano. Pela primeira vez em 26 anos mortalidade infantil subiu Após 26 anos em queda constante, a mortalidade infantil voltou a crescer...


    De acordo com o Ministério da Saúde, estado teve, em 2016, elevação de 20,4% nas mortes de crianças de até 1 ano. Pela primeira vez em 26 anos mortalidade infantil subiu Após 26 anos em queda constante, a mortalidade infantil voltou a crescer no país e o Amapá teve o maior aumento proporcional entre os estados, com elevação de 20,8% nas mortes em 2016, quando comparado aos 12 meses do ano anterior. A taxa nacional ficou em 14 óbitos de crianças de até 1 ano a cada 1 mil nascimentos. Os dados são do Ministério da Saúde. A elevação preocupa os órgãos de federais e também a Organização das Nações Unidas (ONU), que propõe maior atenção no combate às doenças "evitáveis" que levam à mortes. No país, só sete estados tiveram queda na taxa de mortalidade no período, sendo Acre e Rondônia no Norte 74% das mortes de recém-nascidos no país foram nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste Arquivo/G1 Entre os casos que poderiam ser evitados, mas que resultaram em óbito, está o do filho da assistente administrativa Euzângela Siqueira, de Macapá. Em janeiro de 2016, com apenas dois meses, o pequeno Augusto Costa morreu na rede pública de saúde em decorrência de um problema cardíaco. "A luta foi muito grande, o sofrimento para a nossa família em si foi muito grande. Afinal foi o nosso filho, foi mais uma criança que perdeu a vida", lamentou Euzângela. Sobre a situação do Amapá, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) explicou que a taxa é afetada pela mortalidade de recém-nascidos, e que desde à época, vem tomando medidas para reverter o quadro, como a contratação de pediatras e obstetras. Os números do Ministério da Saúde apontam que 74% das mortes de recém-nascidos em 2016 ocorreram nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O Governo Federal reconhece a queda e prevê ações efetivas para recuperar o quadro perdido. "A área da saúde tem que se movimentar, temos que intervir agora antes que a gente perca o que ganhou nos últimos 25 anos", detalhou Fátima Marinho, diretora do departamento de doenças do MS. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Jovem de 19 anos morre após levar 3 tiros em área de tráfico de drogas em Macapá

    Jovem de 19 anos morre após levar 3 tiros em área de tráfico de drogas em Macapá


    Sem testemunhas, PMs acreditam que crime foi motivado por dívidas de drogas. Homicídio ocorreu às 7h desta terça-feira (17), entre os bairros Jardim Marco Zero e Muca, na Zona Sul. Marcello Gonçalves morreu no Hospital de Emergência (HE) de...


    Sem testemunhas, PMs acreditam que crime foi motivado por dívidas de drogas. Homicídio ocorreu às 7h desta terça-feira (17), entre os bairros Jardim Marco Zero e Muca, na Zona Sul. Marcello Gonçalves morreu no Hospital de Emergência (HE) de Macapá John Pacheco/G1 Um jovem de 19 anos morreu no Hospital de Emergências (HE) de Macapá após ser baleado três vezes na manhã desta terça-feira (17), na Zona Sul. De acordo com o 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM), Marcello Victor Furtado Gonçalves foi atingido por três tiros no abdome por uma pessoa ainda não identificada. A polícia apurou que seis disparos foram feitos, e desses, três atingiram a vítima, que foi levada ao HE por populares, antes da chegada da polícia ou de ambulância. O capitão Carlos Matos, do 1º BPM, disse que moradores da região não quiseram falar quem efetuou os disparos, que fugiu em seguida. O crime foi registrado em uma passagem de área de periferia, entre os bairros Jardim Marco Zero e Muca. A área é conhecida pela polícia pela prática do tráfico de drogas. Matos detalhou que a suspeita é que o jovem foi morto por dívidas de drogas. Até a última atualização desta matéria, a polícia não identificou se ele tinha passagens. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Suspeito de tráfico é preso com maconha e sementes da planta em Macapá

    Suspeito de tráfico é preso com maconha e sementes da planta em Macapá


    Jovem, de 21 anos, foi visto em uma área de pontes, no bairro Cidade Nova, na segunda-feira (16). Maconha e sementes foram apreendidos durante abordagem em Macapá Polícia Militar/Divulgação Durante patrulhamento, uma equipe da Polícia Militar...


    Jovem, de 21 anos, foi visto em uma área de pontes, no bairro Cidade Nova, na segunda-feira (16). Maconha e sementes foram apreendidos durante abordagem em Macapá Polícia Militar/Divulgação Durante patrulhamento, uma equipe da Polícia Militar (PM) se deparou com um jovem de 21 anos em atitude suspeita numa área de pontes, ao longo da passagem Santa Fé, no bairro Cidade Nova, Zona Leste de Macapá. Abordado, ele estava com nove porções de maconha e 81 sementes da planta cannabis. O caso foi registrado na noite de segunda-feira (16). Segundo o 6º Batalhão da PM, o jovem já é conhecido na região pela prática de roubos. Esta foi a primeira prisão dele envolvendo tráfico de entorpecentes. O suspeito foi apresentado no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval, onde prestou esclarecimentos. Sementes de cannabis foram recolhidas pela PM 6º BPM/Divulgação Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

    Colisão entre dois veículos provoca morte de homem e deixa cinco feridos na BR-210


    Condutor de um dos veículos, Luiz Antônio Valente de Matos, de 45 anos, morreu no local. Acidente aconteceu na Zona Rural de Macapá, na noite de segunda-feira (16). Um homem de 45 anos morreu e outras cinco pessoas ficaram feridas após um acidente de...

    Condutor de um dos veículos, Luiz Antônio Valente de Matos, de 45 anos, morreu no local. Acidente aconteceu na Zona Rural de Macapá, na noite de segunda-feira (16). Um homem de 45 anos morreu e outras cinco pessoas ficaram feridas após um acidente de trânsito envolvendo dois veículos na noite de segunda-feira (16), segundo o Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes). A colisão aconteceu num trecho próximo à comunidade rural de Santa Rosa, na BR-210, em Macapá. De acordo com o Ciodes, o condutor de um dos veículos, Luiz Antônio Valente de Matos, de 45 anos, morreu ainda no local do acidente. Os sobreviventes foram socorridos e levados para o Hospital de Emergências (HE) da capital para receberem atendimentos médicos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi informada do acidente por volta das 20h20. De acordo com a corporação, ainda não há como saber a causa do acidente, que será investigada após a perícia realizada no local da colisão. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Combate a doença que atingiu 243 equinos em quatro anos no Amapá é intensificado

    Combate a doença que atingiu 243 equinos em quatro anos no Amapá é intensificado


    Criadores e Diagro vão atuar para evitar a anemia infecciosa equina, que não tem vacina, nem cura. Técnicos vão fazer busca ativa, orientar e intervir em estabelecimentos para controle. Doenças não tem vacina e Diagro recomenda prevenção Rede...


    Criadores e Diagro vão atuar para evitar a anemia infecciosa equina, que não tem vacina, nem cura. Técnicos vão fazer busca ativa, orientar e intervir em estabelecimentos para controle. Doenças não tem vacina e Diagro recomenda prevenção Rede Amazônica/Reprodução Transmitida através de vírus e fatal em quase 100% dos casos, a anemia infecciosa equina é alvo de um trabalho de combate iniciado entre produtores e a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária do Amapá (Diagro). Entre 2013 e 2017, a enfermidade que não tem vacinas, atingiu 243 animais, entre cavalos, jumentos e burros. A força-tarefa de criadores e órgãos inclui buscas ativas nas propriedades, orientações e intervenções, caso necessárias. Além da anemia infecciosa, transmitida através de sangue contaminado, a Diagro atua no combate de outra doença nos equinos, o mormo, que apesar da preocupação, ainda não apresentou casos no Amapá. O combate foi intensificado para erradicar as enfermidades no estado, que tem um rebanho equino de quase 15 mil animais. A quantidade representa um forte impacto das espécies na economia do estado, principalmente o cavalo, usado no campo, corridas e exposições. "Qualquer animal apresentado como positivo para anemia tem que ser eutanasiado, tem que ser eliminado dentro de uma técnica prevista no Conselho Federal de Medicina Veterinária, porque esse animal constitui em risco para outros animais", explicou José Renato Ribeiro, diretor-presidente da Diagro. José Renato Ribeiro, diretor-presidente da Diagro John Pacheco/G1 A anemia em geral, não mata o cavalo rapidamente. São três fases: aguda, crônica e assintomática. A aguda é quando o animal recebe o vírus. Depois, chega a fase crônica, onde ele apresenta inchaço nas partes baixas, na barriga, no peito. Ele melhora, volta a adoecer. Já a fase assintomática é quando o animal tem o vírus, mas não aparenta estar doente. As três fases levam a óbito. Com um rebanho de três cavalos atuando em duas propriedades, o produtor rural Francisco Silva explica que a limpeza e os cuidados com os animais são formas básicas de evitar a proliferação das doenças. Ele lembra ainda que as orientações de veterinários são fundamentais. "Dentro das fazendas é mais difícil o animal ficar doente, mas nunca é bom relaxar. Um cavalo doente, infelizmente não pode ser aproveitado e o bicho fica sofrendo. É ruim", comentou. Diagro reuniu com produtores e criadores para apresentar plano John Pacheco/G1 Com o objetivo de ampliar e aumentar a precisão na identificação dos casos, a Diagro detalhou que desde 2016 está ofertando uma maior quantidade de exames aos criadores, o que permitiu um panorama maior da infestação da doença nas propriedades rurais do estado. "O Amapá superou a febre aftosa, mas o Brasil ainda precisa aumentar a sua intensificação com outros animais, aí entra cavalo, suínos, aves e outros de aptidão econômica", completou Ribeiro. Festa de São Tiago Entre as medidas para evitar a proliferação das doenças, foram inspecionados os 40 animais que vão participar das celebrações da Festa de São Tiago, em Mazagão. Os animais serão usados na encenação centenária da tradicional batalha entre mouros e cristãos. Os cavalos foram inspecionados e autorizados a atuar no evento. Entre as medidas, foram exigidas documentação, atestado sanitário negativo para as doenças e o guia de trânsito animal. Cavalos usados na Festa de São Tiago foram inspecionados John Pacheco/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Primeiro congresso de HQs no AP terá palestras, oficinas e lançamentos de publicações

    Primeiro congresso de HQs no AP terá palestras, oficinas e lançamentos de publicações


    Iuri Andréas Reblin, Rafael Senra e Edgar Silveira Franco serão convidados especiais no evento. Inscrições para participar seguem até 31 de julho. Público poderá participar de oficinas, palestras e apresentar publicações inéditas durante o...


    Iuri Andréas Reblin, Rafael Senra e Edgar Silveira Franco serão convidados especiais no evento. Inscrições para participar seguem até 31 de julho. Público poderá participar de oficinas, palestras e apresentar publicações inéditas durante o congresso Igum D'jorge/Arquivo Pessoal Com a proposta de oportunizar os estudos acadêmicos voltados para as histórias em quadrinhos, acontecerá pela primeira vez no Amapá um congresso voltado para a chamada nona arte. As inscrições para participar do "Aspas Norte", tanto como público ouvinte, quanto para envio do resumo de trabalhos acadêmicos, ficam abertas até o dia 31 de julho. O evento será realizado nos dias 25 e 26 de outubro, no campus Marco Zero da Universidade Federal do Amapá (Unifap). Para os acadêmicos que apresentarão artigos, os resumos devem ser enviados para o e-mail: [email protected] A divulgação dos aprovados será no dia 15 de agosto e a taxa da inscrição varia de acordo com a categoria da participação. Com o tema "A Linguagem dos Quadrinhos", o congresso terá palestras, oficinas, lançamentos de publicações e a apresentação de trabalhos de pesquisa. Entre os convidados estarão o gaúcho Iuri Andréas Reblin, especialista em teologia e quadrinhos, e o mineiro Edgar Silveira Franco, roteirista e doutor em artes. Já as oficinas ficarão a cargo do desenhista e músico mineiro Rafael Senra ("Qualquer um pode fazer quadrinhos"), da professora de artes Cibele Tenório (mangá) e do roteirista Gian Danton(roteiro para quadrinhos). Sob o pseudônimo de Gian Danton, o professor e organizador do evento, Ivan Carlo, ministrará oficina sobre roteiro para quadrinhos Gian Danton/Arquivo Pessoal De acordo com o professor Ivan Carlo, organizador do evento, o congresso se faz necessário porque existem muitos pesquisadores de quadrinhos na região Norte, mas poucos têm como participar dos grandes eventos, que são centralizados na região sudeste do país. "Nos estados da região norte há muita gente pesquisando quadrinhos, fazendo seu TCC sobre o tema, mas poucos têm condições de pagar passagem para ir a eventos nacionais. Assim, essa é uma ótima oportunidade de apresentar seu trabalho em um evento com o selo da Aspas" diz. O evento é organizado pela Associação de Pesquisadores em Arte Sequencial (Aspas), em parceria com o Projeto de Pesquisa História em quadrinhos da Unifap. Evento acontecerá no campus Marco Zero da Unifap Jorge Abreu/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Confira as vagas de emprego do Sine em Macapá para o dia 17 de julho

    Confira as vagas de emprego do Sine em Macapá para o dia 17 de julho


    Há oportunidades para técnico em edificações, empregada doméstica e topógrafo. Número de vagas é de acordo com as empresas cadastradas. Sine oferta uma vaga para empregada doméstica, em Macapá Ely Venâncio/EPTV O Sistema Nacional de...


    Há oportunidades para técnico em edificações, empregada doméstica e topógrafo. Número de vagas é de acordo com as empresas cadastradas. Sine oferta uma vaga para empregada doméstica, em Macapá Ely Venâncio/EPTV O Sistema Nacional de Empregos no Amapá (Sine/AP) oferece vagas de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência. Os interessados podem procurar o Sine/AP, localizado n Rua General Rondon, nº 2350, na praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas em Macapá e Santana. Outras informações e oferta de vagas são pelo número (96) 4009-9702. Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado). Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas: Técnico em edificações – 1 vaga Empregada doméstica – 1 vaga Topógrafo – 1 vaga
    Centro de reabilitação de Macapá não começa a funcionar, mesmo após inauguração

    Centro de reabilitação de Macapá não começa a funcionar, mesmo após inauguração


    Prédio não abriu para atendimento de pacientes. Não há energia elétrica e funcionários estão em capacitação. Prefeitura garante que os serviços iniciarão na próxima semana. Centro de Reabilitação fica na Zona Norte de Macapá Rede...


    Prédio não abriu para atendimento de pacientes. Não há energia elétrica e funcionários estão em capacitação. Prefeitura garante que os serviços iniciarão na próxima semana. Centro de Reabilitação fica na Zona Norte de Macapá Rede Amazônica/Reprodução Inaugurado na primeira semana de julho, o Centro Especializado de Reabilitação, na Zona Norte de Macapá, ainda não começou a funcionar. Em obras desde 2015, a unidade custou mais de R$ 3,7 milhões de recursos do Ministério da Saúde e deve iniciar os atendimentos a pacientes na próxima semana, após conclusão da capacitação dos servidores, segundo a prefeitura. O prédio está pronto, mas está sem energia elétrica. De acordo com a subsecretária de Ação e Saúde de Macapá, no prazo de uma semana essa pendência será sanada. “Temos uma subestação de energia, mas houve uma queda, que estamos verificando junto à CEA [Companhia de Eletricidade do Amapá], em torno de uma semana a gente deve conseguir consertar”, garantiu a gestora Tânia Vilhena. A subsecretaria garantiu que parte das 40 salas já estão equipadas. São consultórios, salas de terapia e reabilitação. A unidade é destinada a pessoas que sofreram traumas, como acidente vascular cerebral (AVC), e buscam retomar a vida. A unidade também deve desafogar o Centro de Reabilitação do Estado (Creap), que atendeu, em 2017, mais de 70 mil pessoas, sendo 70% dos casos de vítimas de acidentes de trânsito. “No primeiro momento o Ministério da Saúde pede que os procedimentos sejam inseridos de maneira gradual. Estamos em conversação com o Creap para fazer a parceria de referência contra referência entre os pacientes, dentro da competência que o município passa a assumir. Outros equipamentos já estão em processo de aquisição, como de oftalmologia, pilates e reabilitação motora”, garantiu Tânia. Leonir Mendes diz que a reabilitação poderia ter ajudado a se recuperar melhor Rede Amazônica/Reprodução O primeiro atraso da obra ocorreu ainda em 2015, por causa da falta de repasse de recurso junto ao Governo Federal. A previsão era que o prédio ficasse pronto em julho de 2016, mas isso não ocorreu. A prazo seguinte anunciado a inauguração para maio deste ano. No dia 6 de julho, uma solenidade de entrega foi realizada pela prefeitura, mas o Centro continua fechado. No ano passado, Leonir Mendes foi atingido por uma moto quando andava de bicicleta. Ele teve a clavícula quebrada, além de ferimentos em uma das costelas e no tórax. Depois de passar quase dois meses internado no hospital, ele ainda sente forte dores e afirma que a reabilitação poderia ter ajudado a se recuperar melhor. “É muito triste ver o espaço fechado. O cidadão que sofre trabalhando, é batido no trânsito e não tem para onde correr. Até hoje eu sinto dores, porque demora a ficar bom, mas se tivesse aberto, eu poderia ter me tratado aí”, lamentou o autônomo. Serviços Em funcionamento, o Centro Especializado de Reabilitação contará com equipes de terapeutas, fisioterapeutas, médicos, psicólogos, fonoaudiólogos, oftalmologistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionistas e psiquiatras. Espaços O prédio possui pátio, consultório de neurologista, áreas de conveniência externa, copa/refeitório, salas de atividades de vida diária, estimulação precoce, atendimento terapêutico em grupo, atendimento terapêutico adulto e infantil, átrio com bancada de trabalho coletiva, consultórios interdisciplinares para avaliações clinico-funcionais. Dispõe ainda de salas de orientação para uso funcional de recursos para baixa visão, orientação de mobilidade, laboratório de prótese ocular, consultório oftalmológico, sala de banho, box de eletroterapia, ginásio, consultórios de enfermagem, ortopedista e neurologista, fraldário adulto e infantil, além da ala administrativa. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Exército seleciona profissionais da saúde e outras áreas; salários chegam a R$ 6,9 mil

    Exército seleciona profissionais da saúde e outras áreas; salários chegam a R$ 6,9 mil


    Inscrições seguem até o dia 13 de agosto. Também há vagas para comunicação, administração, direito, engenharias e informática, para atuação por até 8 anos. Exército seleciona profissionais para o Amapá e outros estados do Comando...


    Inscrições seguem até o dia 13 de agosto. Também há vagas para comunicação, administração, direito, engenharias e informática, para atuação por até 8 anos. Exército seleciona profissionais para o Amapá e outros estados do Comando Militar do Norte Exército Brasileiro/Divulgação O Exército Brasileiro abriu nesta segunda-feira (16) as inscrições do processo seletivo de militares voluntários temporários com vagas para oficiais e sargentos de saúde e técnicos de outras especialidades. Há vagas para Macapá, no Amapá, que faz parte da área de atuação do Comando Militar do Norte. As inscrições são gratuitas e acontecem pela internet, no endereço da 8ª Região Militar, até 17h do dia 13 de agosto. Para oficial, o profissional precisa ser, no mínimo, graduado, e, para sargento, precisa ter, pelo menos, curso de nível técnico, todos reconhecidos pelo Ministério da Educação. Os soldos, que são as remunerações pagas aos militares, são entre R$ 3,8 mil e R$ 6,9 mil para sargento e oficial, respectivamente, além das gratificações. O Exército divulgou que, durante o processo seletivo, não tem obrigação de convocar todas as especialidades previstas nos editais ou o compromisso quanto à incorporação dos inscritos, sendo que as aprovações vão compor cadastro e as contratações ocorrem mediante existência de vagas. As vagas são oferecidas de modo temporário, cujo cargo pode ser ocupado pelo militar por até oito anos, com renovação contratual anual. O selecionado não pode exercer cargo cumulativo, com outro emprego ou função pública. A publicação do resultado final do processo seletivo está prevista para o dia 28 de novembro e a incorporação ao Exército a partir de fevereiro de 2019, exceto para os candidatos da área de magistério, que fazem a incorporação já a partir de dezembro. Confira a seguir as vagas destinadas à Macapá: Confira o edital para oficial técnico Remuneração de 2º tenente: R$ 7.490 + gratificação Remuneração de aspirante a oficial: R$ 6.993 + gratificação Link para inscrição: http://processoseletivo.8rm.eb.mil.br/SisttPubWeb/ ÁREA: oficial – saúde. Especialistas formados em: medicina odontologia farmácia ÁREA: oficial – técnico administração jornalismo relações públicas ciências contábeis direito engenharia civil engenharia ambiental engenharia em telecomunicações enfermagem informática nutrição Confira o edital para sargento técnico Remuneração: R$ 3.825 + gratificação Link para inscrição: http://processoseletivo.8rm.eb.mil.br/SisttPubWeb/ ÁREA: sargento – técnico técnico em administração técnico em enfermagem técnico em informática técnico em desenvolvimento de sistemas técnico em informática para internet técnico em manutenção e suporte em informática Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Léo Santana e Wesley Safadão são atrações de festival de música em Macapá

    Léo Santana e Wesley Safadão são atrações de festival de música em Macapá


    Destaques do axé e forró se apresentam no dia 5 de agosto, num hotel da capital. Confira os valores de ingressos para o evento. Ex-vocalista do Parangolé, Léo Santana, é uma das atrações do 'Villa Texana Festival' Allyson Pontes Dois dos...


    Destaques do axé e forró se apresentam no dia 5 de agosto, num hotel da capital. Confira os valores de ingressos para o evento. Ex-vocalista do Parangolé, Léo Santana, é uma das atrações do 'Villa Texana Festival' Allyson Pontes Dois dos cantores mais populares do país, Wesley Safadão e Léo Santana, são as atrações do "Villa Texana Festival", em Macapá. O evento está marcado para acontecer no dia 5 de agosto, a partir das 21h, em um hotel no distrito de Fazendinha. Após o sucesso do hit "Psiquiatra do Bumbum", a dupla está arrastando multidões em todo o país. Apesar da parceria na música, os cantores farão apresentações solo no festival. Léo é ex-vocalista do grupo Parangolé, sucesso nos carnavais da Bahia, enquanto Safadão continua sendo um dos cantores mais procurados do país. O festival também contará com apresentações dos Djs Maluquinho, Diabão e John Silva. De acordo com a produção do festival, ainda não foi divulgada a duração das apresentações das duas atrações, mas os fãs podem contar com sucessos como "Santinha", "Um Tal de Toma" e "Várias Novinhas", de Léo e os hits "Eu e a Torcida do Brasil", "Romance com Safadeza", "Vem Meu Amor", de Safadão. Os portões serão abertos a partir das 21h e os Djs locais antecederão os shows, previstos para iniciarem depois das 22h30. Os ingressos estão sendo vendidos a preços que variam entre R$ 100 e R$ 220. Wesley Safadão volta ao Amapá trazendo novos hits Érico Andrade/G1 Serviço Villa Texana Festival, com Léo Santana e Wesley Safadão Data: 5 de setembro Portões abertos a partir das 21h Local: Ceta Ecotel (distrito da Fazendinha, em Macapá) Ingressos (primeiro lote): R$ 100 (Calçada da fama); R$ 130 (Camarote Prime); R$ 220 (Diretoria); Centrais de venda: lojas da Villa Texana (na Rua Jovino Dinoa no Beirol e no Garden Shopping); lojas Visual Fashion de Macapá e Santana; Quiosque Occhi (no Garden Shopping); e Casa do Pão de Queijo (no Macapá Shopping) Informações: (96) 99132-2628 e 98122-0201 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Homem destrói com golpes de machado caixa que controla semáforo em Macapá; VÍDEO

    Homem destrói com golpes de machado caixa que controla semáforo em Macapá; VÍDEO


    Imagens foram divulgadas nesta segunda--feira (16) pela CTMac para alertar população da importância de se preservar os bens públicos. Flagrante da depredação da caixa de sinalização foi no cruzamento da Rua Hildemar Maia com a Avenida...


    Imagens foram divulgadas nesta segunda--feira (16) pela CTMac para alertar população da importância de se preservar os bens públicos. Flagrante da depredação da caixa de sinalização foi no cruzamento da Rua Hildemar Maia com a Avenida Feliciano Coelho Imagens do circuito interno de um estabelecimento comercial mostram um homem golpeando mais de 40 vezes, com um “machadinho”, uma caixa semafórica, que comanda todo o sistema de controle elétrico da sinalização, no cruzamento da Rua Hildemar Maia com a Avenida Feliciano Coelho, no bairro Santa Rita, Zona Sul de Macapá. O flagrante, feito às 14h42 do dia 8 de maio, mostra o homem caminhando na Rua Hildemar Maia, aparentemente normalmente, vestindo calça jeans e blusa de manga curta, e com o machadinho na mão esquerda. Ele segue em direção à caixa de sinalização, instalada em um poste, e começa a desferir os golpes, para por alguns segundos e volta a depredar a caixa. A ação dura menos de três minutos. Ação foi no dia 8 de maio, no bairro Santa Rita Reprodução As imagens foram cedidas para a Companhia de Trânsito e Transportes de Macapá (CTMac), que divulgou os vídeos somente nesta segunda-feira (16), como forma de conscientizar a população sobre a importância de se preservar os equipamentos de sinalização da cidade. “É uma cena do filme ‘Dia de Fúria’. Um homem comum, que parece normal, e tem uma atitude dessa. Registramos boletim de ocorrência, a empresa responsável pela manutenção está acompanhando o caso, junto com a polícia, mas até agora ele não foi identificado. Nosso objetivo é chamar a atenção da população para o cuidado com o bem público”, explicou o diretor-presidente da CTMac, André Lima. Caixa controladora danificada fica no cruzamento da Rua Hildemar Maia com a Avenida Feliciano Coelho Rita Torrinha/G1 De acordo com a CTMac, após o episódio, os semáforos daquele cruzamento ficaram confusos. Na mesma semana foi feita a troca de peças para estabilizar os sinais. No entanto, ainda será necessário fazer a substituição da caixa por completo. “Identificamos que os sinais apresentaram problemas outras vezes, por isso teremos que trocar a caixa. Esse é um equipamento caro, custa em média R$ 50 mil para realizar a manutenção total. Queremos que a população fique ciente que não se trata de problemas técnicos e sim consequências de um ato de vandalismo”, ressaltou Lima. O homem ainda não foi identificado e nem se sabe a motivação da ação. A CTMac diz que decidiu divulgar as imagens porque atos de vandalismo são frequentes nas sinalizações da cidade. A direção lembra que, frequentemente, são registrados casos de placas e cabeamentos danificados e furtados. Diretor-presidente da CTMac, André Lima Rita Torrinha/G1 A companhia disponibiliza o número do disque denúncia (98802-1358), para o qual as pessoas podem enviar textos, fotos, vídeos e áudios informando sobre qualquer tipo de avaria nas sinalizações, como por exemplo, sobre semáforo danificado, estacionamento e transporte irregulares e reclamação referentes aos serviços de ônibus. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Concurso 'Musa Verão' abre inscrições para macapaenses; veja como participar

    Concurso 'Musa Verão' abre inscrições para macapaenses; veja como participar


    Inscrições seguem abertas até quarta-feira (18), no prédio da Macapatur. Concurso acontecerá no encerramento do Macapá Verão, no dia 29 de julho. Representante do distrito de São Joaquim do Pacuí, Rosana dos Santos, foi a Musa Verão...


    Inscrições seguem abertas até quarta-feira (18), no prédio da Macapatur. Concurso acontecerá no encerramento do Macapá Verão, no dia 29 de julho. Representante do distrito de São Joaquim do Pacuí, Rosana dos Santos, foi a Musa Verão 2017 Divulgação/Prefeitura de Macapá Já estão abertas as inscrições para mais uma edição do "Musa Verão" em Macapá. O concurso, realizado pela prefeitura da capital, encerra as inscrições na quarta-feira (18). Para participar é necessário ser natural da capital ou residir no município por, pelo menos, dois anos; ter completado 16 anos até a data do desfile, em 29 de julho, e ter idade máxima de 25 anos. Para se inscrever é necessário que a candidata se dirija ao prédio do Instituto Municipal de Turismo (Macapatur), no Centro da capital, com o RG, Carteira de Trabalho e CNH e/ou passaporte, das 8h às 14h. As postulantes terão que preencher um formulário de participação no ato da inscrição, que é gratuita. Após o fim das inscrições, a comissão organizadora do concurso selecionará as finalistas da competição, sendo que cada candidata representará uma localidade da capital amapaense. O público conhecerá a sucessora do título de Rosana dos Santos no encerramento da programação do Macapá Verão, marcada para 29 de julho. A beleza física, simpatia, postura e desenvoltura das candidatas serão avaliadas por um júri, que ainda será montado. Além da musa, as candidatas que ficarem em segundo e terceiro lugares serão eleitas as princesas do Macapá Verão 2018. As três vencedoras receberão faixas e outros brindes a serem definidos pela comissão organizadora do evento. Musa Verão 2018 Período de inscrições: até quarta-feira (18) Horário: das 8 às 14h Local: sede da Macapatur - Avenida Rio Vila Nova, nº 05, Centro Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Venda de combustível durante o período eleitoral no AP será fiscalizada pelo MPF

    Venda de combustível durante o período eleitoral no AP será fiscalizada pelo MPF


    Comércio entre postos de combustíveis e candidatos deverá exigir contrato. Objetivo é evitar distribuição ilegal em troca de votos, aumento de preços e desabastecimento. Compra de votos por meio de tickets será coibida John Pacheco/G1 Os...


    Comércio entre postos de combustíveis e candidatos deverá exigir contrato. Objetivo é evitar distribuição ilegal em troca de votos, aumento de preços e desabastecimento. Compra de votos por meio de tickets será coibida John Pacheco/G1 Os contratos de venda entre postos de combustíveis e candidatos nas eleições de outubro vão ser monitorados pela Procuradoria Regional Eleitoral do Amapá (PRE). Com a proximidade do pleito, o órgão, vinculado do Ministério Público Federal (MPF), quer evitar irregularidades recorrentes nas votações anteriores, entre elas, o desabastecimento e o uso de tickets para compra de votos. Para definir as regras, o MPF emitiu recomendação proposta juntamente com representantes dos postos, onde cada contrato de venda deverá ser disponibilizado à Procuradoria Eleitoral. Em caso de inconsistências, o candidato poderá ter o diploma cassado e pagar multa. O alto consumo de combustível no período de eleições causa a falta de gasolina e diesel nos postos, e como consequência, há a elevação nos preços. A recomendação prevê também a formalização da emissão de tickets e vales para abastecimento. Outra ilegalidade que a recomendação busca evitar é o tratamento diferenciado entre o público comum e os candidatos, com a reserva indevida de combustível para atender os interesses eleitoreiros. A fiscalização segue até o dia da votação, em 7 de outubro, podendo ser estendida caso ocorra o segundo turno, marcado para 28 de outubro. A população também podera contrbuir para evitar prejuízos denunciando casos suspeitos à Procuradoria. O acesso pode acontecer pelo aplicativo SAC MPF e também presencialmente na sede do MPF, na Avenida Ernestino Borges, 535, no Centro de Macapá. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Motociclista é filmado trafegando em passarela destinada a pedestres na BR-210

    Motociclista é filmado trafegando em passarela destinada a pedestres na BR-210


    PRF informou que moto foi identificada e proprietário será notificado pela infração. Punição pode resultar em multa de R$ 880 e sete pontos na carteira de motorista. Motociclista é flagrado trafegando em passarela para pedestres na Zona Norte...


    PRF informou que moto foi identificada e proprietário será notificado pela infração. Punição pode resultar em multa de R$ 880 e sete pontos na carteira de motorista. Motociclista é flagrado trafegando em passarela para pedestres na Zona Norte de Macapá Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra um motociclista subindo na passarela destinada a pedestres, que fica na Rodovia BR-210, em frente ao bairro Brasil Novo, na Zona Norte de Macapá. Mesmo sem pessoas trafegando, a invasão de motos em espaços destinados a pedestres é uma infração de trânsito gravíssima. A Polícia Rodoviária Federal (PRF), responsável pela fiscalização do trânsito na região, informou que monitora o tráfego por meio de rondas volantes. Quando condutores são flagrados cometendo alguma infração, eles são autuados no momento da abordagem. Na situação do vídeo, devido a repercussão do caso, a moto foi identificada e a PRF notificará o proprietário e dar um prazo para que ele indique o real condutor do veículo. Caso isso não aconteça, ele responderá pela infração. "Nesse caso da filmagem, não pegamos o flagrante pois estávamos fazendo rondas em outro ponto da rodovia, mas com o vídeo já conseguimos identificar a moto e agora o proprietário terá um prazo de 12 a 15 dias para indicar quem conduzia a moto na travessia da passarela", explicou o inspetor Klebson Sampaio, da PRF. Vídeo do motocilista trafegando na passarela para pedestres circulou nas redes sociais Rede Amazônica/Reprodução No Código de Trânsito Brasileiro, a infração pune quem transita com o veículo em calçadas, passeios, passarelas, ciclovias, ciclofaixas, canteiros centrais, acostamentos e jardins públicos. Essa infração é gravíssima e pode ser multiplicada por três. Ou seja, tem como punição 7 pontos na carteira, além de uma multa de, no mínimo, R$ 880. Ainda sobre o episódio da filmagem, o inspetor reforça que a passarela em questão é uma das quatro que estão sendo construídas na região. Ou seja, ela não está concluída e a travessia, tanto de pedestres, quanto de condutores de veículos, não é permitida. "Se a travessia já é perigosa pela ação em si, nessa circunstância é pior ainda, porque o condutor da moto poderia sofrer um acidente na passarela que não está apta para o tráfego", alertou o Sampaio. Dentre as quatro passarelas construídas na região, apenas uma foi oficialmente entregue para a população. Ainda assim, a PRF segue em alerta, dessa vez com os pedestres, que preferem se arriscar atravessando a pista do que usar a passarela em segurança. A instituição informou que solicitará ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), que blocos de concreto e grades sejam levantados na divisória da pista, para forçar aos pedestres usarem a passarela e evitar acidentes. Passarela atravessada pelo motocilista é uma das quatro que estão sendo construídas na Zona Norte de Macapá John Pacheco/G1 Redes Sociais A PRF informa que muitos casos semelhantes chegam até eles por meio das redes sociais e que a participação da população é muito importante para que infratores não fiquem impunes. A instituição sugere que, se possível, quando os flagrantes forem feitos, a placa do veículo fique identificável. Os internautas podem procurar a PRF para fazer denúncias por meio da página da instituição no Facebook e pela Central de Controle e Comando: (96) 98801-8589. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Apartamentos ocupados irregularmente são reintegrados em residencial no AP

    Apartamentos ocupados irregularmente são reintegrados em residencial no AP


    Ação começou às 6h desta segunda-feira (16) em 314 imóveis dentro do Macapaba 2, na Zona Norte de Macapá. Famílias devem ser retiradas do local em até 15 dias. Reintegração de posse é cumprida em apartamentos ocupados irregularmente nesta...


    Ação começou às 6h desta segunda-feira (16) em 314 imóveis dentro do Macapaba 2, na Zona Norte de Macapá. Famílias devem ser retiradas do local em até 15 dias. Reintegração de posse é cumprida em apartamentos ocupados irregularmente nesta segunda-feira (16) Rede Amazônica/Reprodução Uma força-tarefa formada por órgãos federais e estaduais cumpre na manhã desta segunda-feira (16) um mandado de reintegração de posse em 314 apartamentos ocupados irregularmente no residencial Macapaba 2, na Zona Norte de Macapá. O processo de retirada de todos os moradores irregulares deve acontecer em até 15 dias. A ação movida pela decisão do titular da 2ª Vara da Justiça Federal no Amapá, juiz João Bosco Soares, teve início às 6h com a Polícia Militar (PM) fazendo o isolamento dos blocos que são desocupados. Com o objetivo de retirar todos os moradores irregulares do local, caminhões foram colocados à disposição para ajudar nas mudanças. Além dos PMs, policiais federais, representantes da Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims), da Caixa Econômica Federal (CEF), Corpo de Bombeiros, Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf), Defensoria Pública do Amapá (Defenap), Defensoria Pública da União (DPU), Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), Conselho Tutelar e oficiais da Justiça Federal compõem a força-tarefa. Moradores que ocupam apartamentos irregularmente devem ser retirados do local em até 15 dias Rede Amazônica/Reprodução Dentre as 314 imóveis reintegrados, 209 serão destinados para famílias que atualmente vivem na "Ponte do Axé", no entorno do Canal do Jandiá, no bairro Pacoval, e que já foram notificados a deixarem a área, também ocupada de maneira irregular. No dia 11 de julho, um grupo de moradores da região realizou um protesto que bloqueou trecho da Rua Leopoldo Machado com barricadas de madeiras, restos de móveis e eletrodomésticos. Eles cobravam informações sobre a moradia no residencial. Com a retirada das famílias que vivem na Ponte do Axé, que fica em uma área pertencente à Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), a região também passará por processo de reintegração de posse. A determinação, feita através do pedido de tutela de urgência e assinada pelo juiz João Bosco Soares, é oriunda de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado em 2014 entre os Executivos Estadual, Municipal, União e a Justiça Federal. Além de desocupação e demolição, a área também deve ser cercada, para evitar novas invasões. As outras 104 unidades habitacionais serão asseguradas aos beneficiários contemplados anteriormente, no segundo sorteio do "Programa Minha Casa, Minha Vida" feito pela Caixa. Durante e após a reintegração, equipes da Caixa farão vistorias nos apartamentos para levantarem a necessidade de reparos para os novos ocupantes. "É necessário procedermos com a vistoria, inclusive contratando, se for o caso, uma empresa para fazer a revitalização e reparos das unidades, para que os beneficiários, tanto do sorteio quanto do canal, possam assinar os contratos conosco e morar dignamente", explicou a gerente executiva de Habitação da CEF, Silmar Castillo. Nos próximos dias serão divulgadas as datas de orientações, sorteios e assinaturas de contratos com os novos moradores do conjunto habitacional. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    VÍDEOS: Bom Dia Amazônia de segunda-feira, 16 de julho

    VÍDEOS: Bom Dia Amazônia de segunda-feira, 16 de julho


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Amapá. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do...


    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Amapá. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Amapá.
    Ex-vereador morre após disparo acidental de espingarda em Vitória do Jari

    Ex-vereador morre após disparo acidental de espingarda em Vitória do Jari


    Roniclei Macedo Barroso manuseava arma quando ela acionou e foi atingindo na manhã desta segunda-feira (16). Roni é filho da deputada estadual Raimunda Beirão. Roni Beirão foi vereador da cidade de Laranjal do Jari Facebook/Reprodução O...


    Roniclei Macedo Barroso manuseava arma quando ela acionou e foi atingindo na manhã desta segunda-feira (16). Roni é filho da deputada estadual Raimunda Beirão. Roni Beirão foi vereador da cidade de Laranjal do Jari Facebook/Reprodução O ex-vereador Roniclei Macedo Barroso, 37 anos, filho da deputada estadual Raimunda Beirão, morreu na manhã desta segunda-feira (16) após um disparo acidental de espingarda na casa onde morava no município de Vitória do Jari, no extremo sul do Amapá. Ele chegou a ser socorrido, mas perdeu a vida no hospital da cidade. Roni Beirão, como era conhecido, estaria manuseando a arma quando ela disparou contra ele. A morte foi informada por um vereador da cidade, mas o G1 ainda não conseguiu confirmar com a Polícia Militar (PM). Imagens compartilhadas nas redes sociais mostram vizinhos o levando ao hospital. Ele foi vereador entre 2011 e 2014 na cidade vizinha, em Laranjal do Jari. Roni também é filho do ex-prefeito de Vitória do Jari, Luiz Beirão, e irmão do vereador de Macapá, Rayfran Beirão. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

    Foragido da justiça por homicídio no AP morre em segundo confronto com a PM


    Gabriel Lobato de Castro, de 22 anos, foi atingido quando trocou tiros com o Bope na tarde de domingo (15). Ele havia sido preso como suspeito de homicídio em junho, mas fugiu. O jovem Gabriel Lobato de Castro, de 22 anos, morreu na tarde de domingo...

    Gabriel Lobato de Castro, de 22 anos, foi atingido quando trocou tiros com o Bope na tarde de domingo (15). Ele havia sido preso como suspeito de homicídio em junho, mas fugiu. O jovem Gabriel Lobato de Castro, de 22 anos, morreu na tarde de domingo (15), durante uma troca de tiros com uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), em Macapá. Foi o segundo confronto dele com policiais militares. “Gabrielzinho” já tinha passagens pela polícia e pelo Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). Ele já foi condenado há mais de 30 anos por homicídio e estava foragido do Iapen desde maio. No dia 27 junho, ele se tornou suspeito de mais um homicídio, na região conhecida como “Caesinha”. De acordo com o Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes), uma equipe do Bope recebeu informação de uma suposta localização de “Gabrielzinho”. Por volta das 14h, a equipe foi até a Avenida Maximiniano Serra Picanço, no bairro Novo Buritizal, na Zona Sul, e localizou o criminoso. A equipe informou que, quando chegou ao local, “Gabrielzinho”, “de forma ativa e violenta, não obedeceu às ordens e efetuou disparos de arma de fogo”. A equipe revidou os tiros e atingiu o foragido. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou o óbito ainda no local do confronto. A Polícia Técnico-Científica (Politec) foi até o endereço para fazer a perícia. A polícia informou que encontrou com o corpo um revólver calibre ponto 32, com 6 munições, sendo três deflagradas, uma que falhou e duas intactas. O primeiro confronto que ele teve com a polícia, no dia 27 de junho, foi na Zona Leste de Macapá. Ele teria disparado vários tiros que levaram José Maria Coelho do Carmo à morte. Em seguida, ele teria fugido do local com ajuda de um mototaxista clandestino, mas encontrou uma equipe policial e entrou em confronto. Ele foi baleado no pé e foi levado para o Hospital de Emergências (HE), mas fugiu da unidade de saúde. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Ex-detento é assassinado e jovem é ferida por tiros vindos de veículo em Macapá

    Ex-detento é assassinado e jovem é ferida por tiros vindos de veículo em Macapá


    Grupo com quatro pessoas foi surpreendido por disparos oriundos de carro preto. Caso aconteceu no bairro Muca, na Zona Sul, na madrugada desta segunda-feira (16). Jovem foi baleada e levada ao Hospital de Emergência (HE) de Macapá John Pacheco/G1 O...


    Grupo com quatro pessoas foi surpreendido por disparos oriundos de carro preto. Caso aconteceu no bairro Muca, na Zona Sul, na madrugada desta segunda-feira (16). Jovem foi baleada e levada ao Hospital de Emergência (HE) de Macapá John Pacheco/G1 O ex-presidiário por tráfico de drogas Ramon Moraes do Santos, de 24 anos, foi assassinado no início da madrugada desta segunda-feira (16) por ocupantes de um veículo preto que se aproximou dele numa área ao lado ao Canal do Beirol, no bairro Muca, na Zona Sul de Macapá. O crime foi pouco depois de 0h e uma jovem de 18 anos que estava com Ramon foi baleada nas costas e levada para o Hospital de Emergência (HE). A Polícia Militar (PM) informou que os baleados estavam num grupo de quatro pessoas quando foram surpreendidos pelos disparos. Os responsáveis pelos tiros até o momento não foram localizados. A PM foi informada que o veículo era preto e tinha teto solar, mas a quantidade de ocupantes não pode ser identificada. Até a última atualização desta reportagem, o estado de saúde da jovem não havia sido informado. Não foi detalhado também o período que Ramon cumpriu pena no Instututo de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Roupas customizadas por alunos em escola do AP contam história de indígenas Maracá

    Roupas customizadas por alunos em escola do AP contam história de indígenas Maracá


    Turma de escola municipal em Macapá fez pinturas em um ‘desfile de moda didático’, que reuniu estudos sobre cultura encontrada em vestígios de povos ameríndios que viviam no estado. Desfile chamou a atenção pelas peças customizadas pelos...


    Turma de escola municipal em Macapá fez pinturas em um ‘desfile de moda didático’, que reuniu estudos sobre cultura encontrada em vestígios de povos ameríndios que viviam no estado. Desfile chamou a atenção pelas peças customizadas pelos próprios alunos Maíse Oliveira/Arquivo Pessoal Um desfile em Macapá levou à passarela muito mais do que tendência de moda. Para o evento, alunos da Escola Municipal Cacilda Ferreira Vasconcelos customizaram roupas com objetivo de mostrar características da cultura indígena Maracá. A proposta foi apresentar e implantar alternativas didáticas de abordagens na escola, para a matéria de história ameríndia, de uma forma que envolvesse os estudantes e despertasse ainda mais o interesse deles. Os grafismos Maracá foram descobertos durante estudos arqueológicos, no município de Mazagão, a 32 quilômetros de Macapá. Em cavernas foram encontradas urnas funerárias, cujo patrimônio material mostra como era o modo de vida dos índios que viviam na região onde atualmente está situado o estado do Amapá, antes mesmo de eles terem contato com povos europeus (era pré-Cabral). Alunos customizaram peças doadas para o trabalho escolar em Macapá Maíse Oliveira/Arquivo Pessoal Na turma do 5º ano do ensino fundamental, a professora de história Maíse Oliveira optou pelo desfile. Apaixonada por moda e blogueira, ela conta que apostou nessa possibilidade para incentivar os alunos a buscarem informações sobre o assunto. “A primeira fase é a pesquisa. Nós estudamos a padronagem Maracá e fizemos uma visita técnica no Iepa [Instituto de Pesquisa do Amapá], setor arqueológico. Depois disso, já em sala de aula, montamos o mural de referência, que é usado na moda”, disse. Metodologia foi usada para incentivar alunos ao interesse por estudos históricos Maíse Oliveira/Arquivo Pessoal Voltadas para peças jeans, as estampas foram desenhadas e pintadas pelos alunos. As roupas foram doadas através de uma mobilização de pais e professores, exceto as camisas brancas, que foram compradas para receberem as estampas. “Foi um trabalho lindo. As crianças aprenderam muito com todo o processo de criação, no qual estiveram envolvidos. Agora, os alunos amam arqueologia. Sigo feliz com a minha missão de professora”, continuou a professora Maíse. O desfile fez parte do trabalho de conclusão de mestrado da professora Jackeline Samara da Silva, defendido no dia 7 de julho, na Universidade Federal do Amapá (Unifap). Ela contou que outras turmas também produziram grafismos, pinturas e outras artes, inspiradas no tema “Escavando conhecimentos: patrimônio arqueológico Maracá no ensino de história do Amapá”. “O objetivo é estabelecer reflexões e possibilidades de inserção da temática indígena no espaço escolar, por meio do diálogo entre o ensino de história, a educação patrimonial e a arqueologia, utilizando como referência o Patrimônio Arqueológico Maracá”, explicou Jackeline. Professora Maíse Oliveira (de preto) e Jackeline Samara (de branco) incentivaram alunos a estudarem história Maracá Divulgação Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Festa de São Tiago, no AP, completa 241 anos e terá 12 dias de celebrações; confira

    Festa de São Tiago, no AP, completa 241 anos e terá 12 dias de celebrações; confira


    Programação na Vila de Mazagão Velho terá novenas, missas, bailes e arraiais, culminando com a encenação centenária da batalha entre mouros e cristãos em 25 de julho. Batalha revive disputa entre mouros e cristãos durante a festa John...


    Programação na Vila de Mazagão Velho terá novenas, missas, bailes e arraiais, culminando com a encenação centenária da batalha entre mouros e cristãos em 25 de julho. Batalha revive disputa entre mouros e cristãos durante a festa John Pacheco/G1 A encenação da batalha entre mouros e cristãos é o ponto alto da tradicional Festa de São Tiago, que em 2018 completa 241 anos, e movimenta milhares de turistas na pequena Vila de Mazagão, Velho, a 70 quilômetros de Macapá. A programação terá diversos eventos que iniciaram nesta segunda-feira (16) e seguem até 28 de julho. A tradição da festa foi trazida no século 18 da África pelos primeiros habitantes da região, que fica às margens do rio Mutuacá. A Vila de Mazagão Velho deu origem ao município de Mazagão. A festa cultural mistura rituais religiosos, cavalhada e teatro a céu aberto, que é uma das principais atrações do evento. A encenação reconta a guerra entre mouros e cristãos e a aparição de São Tiago como soldado anônimo que lutou ao lado do povo de Cristo e garantiu a vitória. O elenco é formado por moradores da comunidade de Mazagão. Festa de São Tiago em Mazagão John Pacheco/G1 Só para crianças Nos dias 27 e 28 de julho, as crianças têm uma "festa particular" só para elas. Nesses dois dias repetem-se os rituais feitos anteriormente pelos adultos. O objetivo é manter viva a tradição, que futuramente vão assumir a realização do evento. Programação completa 16/07 (segunda feira) 4h – Alvorada Festiva 20h – Novena 21h – Arraial organizado por comunidades rurais, famílias e comerciantes 17/07 (terça-feira) 18h30 – Novena (Famílias Queiroz e Videira) 20h – Arraial a cargo da Assembleia Legislativa do Estado do Amapá 18/07 (quarta-feira) 18h30 – Novena (Famílias Torres e Penha) 20h – Arraial organizado por servidores municipais, estaduais e federais 19/07 (quinta-feira) 18h30 – Missa 20h – Arraial a cargo da Família Barreto 20/07 (sexta-feira) 18h30 – Novena (Família Silva e Barriga) 20h – Arraial a cargo da Família Tavares e Panificadora Nossa Senhora das Graças. 21/07 (sábado) 18h30 – Novena (Família Jacarandá) 20h – Arraial a cargo: Associação cultural da festa de são Tiago – ACFST; Cavalaria de São Tiago; Atiradores da festa de são Tiago; Fogueteiros da festa de são Tiago; Caixeiros da Festa de São Tiago; Coordenação dos mascaras da festa de são Tiago; Criadores de Cavalos de Mazagão CCMz; Panificadora Joana Salete; Casa Rural. 22/07 (domingo) 18h30 – Missa 20h – Arraial a cargo do Governo do Estado do Amapá 23h30 – Baile Dançante 23/07 (segunda feira) 18h30 – Novena (Família Silveira) 20h – Arraial a cargo da Prefeitura Municipal de Mazagão e Câmara de Vereadores 23h30 – Baile Dançante 24/07 (terça-feira) 4h – Alvorada Festiva 16h – Entrega dos Presentes 18h30 – Missa 21h30 – Baile de Máscaras 25/07 (quarta-feira) 7h – Saída do Arauto convidando as figuras para o círio 8h – Missa solene em frente à Capela de São Tiago 9h – Início do círio 11h – Dança do Vominê para convidados e em residências locais 12h – Passagem do “Bobo Velho” 15h – Saída do arauto anunciando o início da batalha, com os seguintes episódios: Descoberta do Atalaia Morte do Atalaia Armadilha (Emboscada feita pelos cristãos) Captura e venda das crianças cristãs e partilha do dinheiro Troca do corpo do Atalaia pela bandeira moura Batalha entre mouros e cristãos, tomada do estandarte mouro e batalha final Vominê (dança da vitória dos cristãos) 20h – Recírio 20h30 – Ladainha 26/07 (quinta-feira) 8h – Salve rainha em louvor a Santa Ana (procissão) 9h – Baile da melhor idade. 27/07 (sexta-feira) 5h – Alvorada festiva e início da festa de São Tiago das crianças 16h – Entrega dos presentes 19h – Transladação do Santo e a novena 21h – Baile de Máscaras 28/07 (sábado) 8h – Missa com o Círio das Crianças 11h – Visitas nas residências locais 12h – Passagem do "Bobo Velho" 16h – Batalha das crianças 20h – Recírio Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Menino haitiano resgatado em Oiapoque viaja com o pai para Porto Alegre

    Menino haitiano resgatado em Oiapoque viaja com o pai para Porto Alegre


    Eles viajaram neste domingo. Pai da criança pagou coiotes para trazê-lo do Haiti para o Brasil, mas ao chegar em Suriname, homem exigiu mais dinheiro e ameaçou abandonar menino. Jean Baptista reencontrou o filho na sexta-feira, 13, em...


    Eles viajaram neste domingo. Pai da criança pagou coiotes para trazê-lo do Haiti para o Brasil, mas ao chegar em Suriname, homem exigiu mais dinheiro e ameaçou abandonar menino. Jean Baptista reencontrou o filho na sexta-feira, 13, em Macapá Polícia Federal/Divulgação Após o desfecho feliz por ter reencontrado o filho, depois de mais de quatro anos sem contato, o menino haitiano que foi sequestrado na Guiana Francesa e resgatado em Oiapoque, viajou na tarde deste domingo (15) com o pai, em direção a uma nova vida, agora no Brasil, em Porto Alegre. O pai haitiano, que mora em porto alegre, pagou para atravessadores trazerem o filho dele, de 7 anos de idade, de forma ilegal para o Brasil. Só que o menino foi mantido refém na Guiana Francesa e só foi liberado depois que a Polícia Federal foi comunicada e conseguiu resgatar o menino. Depois de ter dado mais de R$ 15 mil para atravessadores, Jean Baptista, de 31 anos, pai do menino, foi extorquido e ameaçado por um homem que exigiu mais 200 euros para entregar a criança. Em depoimento, Baptista detalhou que a família já mora legalmente no país há 6 anos, em Porto Alegre (RS). Ele, que trabalha como pedreiro, contou que fugiu da fome, da pobreza e dos problemas do Haiti. Mas, diante da impossibilidade de conseguir o visto do filho, resolveu pagar pelo acesso clandestino. Delegados da Polícia Federal Romeu Pimenta Carneiro (à frente) e João Antonio Santos ajudaram o pai haitiano a reencontrar o filho Polícia Federal/Divulgação Baptista contratou os serviços de "coiotes", como são chamados os atravessadores, que deveriam fazer a entrega da criança em Porto Alegre, mas, no trajeto, um transportador fez as ameaças. Após pagamento de mais dinheiro, o menino foi colocado numa van na Guiana Francesa, com destino ao Brasil. A polícia francesa e a PF interceptaram a van em Saint George, na noite de quinta-feira (12), e fizeram o resgate do menino. Ninguém foi preso na ação. Na mesma noite, ele foi trazido para o Brasil, pela cidade de Oiapoque, distante 590 quilômetros de Macapá. Segundo Baptista, o filho saiu do Haiti no dia 12 de maio e deveria encontrá-lo na terça-feira (10), no Amapá. A criança foi de avião até Georgetown, na Guiana, seguiu por terra para Suriname e depois para um terceiro destino, desta vez na Guiana Francesa, onde o cronograma de viagem foi quebrado. As investigações, que estão sendo conduzidas pelos delegados Romeu Carneiro e João Antonio Ribeiro Santos, apontam que o menino foi levado para Cayenne. Lá, ele foi colocado dentro de uma van e seguiu sozinho até a cidade de Saint George, que faz fronteira com Oiapoque. Entregue às autoridades brasileiras, o menino foi levado de Oiapoque na manhã de sexta-feira (13) e foi entregue ao pai na noite do mesmo dia. Baptista conta que, quando deixou o Haiti, o filho era um bebê e ficou com a avó. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Guarda municipal encontra cerol escondido em embalagens de xampu em balneário

    Guarda municipal encontra cerol escondido em embalagens de xampu em balneário


    Flagrantes foram feitos por câmeras de monitoramento instaladas na Fazendinha, em Macapá. Cinco câmeras estão espalhadas no balneário de Fazendinha, na temporada de férias Rita Torrinha/G1 Câmeras de monitoramento espalhadas no balneário da...


    Flagrantes foram feitos por câmeras de monitoramento instaladas na Fazendinha, em Macapá. Cinco câmeras estão espalhadas no balneário de Fazendinha, na temporada de férias Rita Torrinha/G1 Câmeras de monitoramento espalhadas no balneário da Fazendinha flagraram pessoas escondendo cerol dentro de embalagens de produtos de bronzeamento e xampu. A informação foi repassada pela Guarda Civil Municipal de Macapá neste domingo (15). De acordo com o subcomandante da corporação, Delcival Camarão, um total de cinco câmeras foram instaladas no balneário, sendo uma delas de mastro, que alcança a área panorâmica da Fazendinha e possui um zoom de mais de 50 metros. “Estamos com a Unidade móvel de vídeo monitoramento na área, e é possível fiscalizar tudo por imagens. A novidade para a gente foi o cerol escondido dentro de produtos de bronzeamento, xampu. As pessoas tentam ludibriar a segurança, mas a gente consegue captar tudo e mandar uma guarnição para apreender o material”. Guarda Municipal tem feito apreensões constantes de linhas com cerol, em Macapá Guarda Municipal de Macapá/Divulgação Nos dois domingos de serviço nenhum acidente grave foi registrado, segundo a guarda. Porém, muito material irregular esta sendo apreendido. “Julho é o mês das pipas, mas também de ficar atento aos perigos. Já apreendemos muito material aqui na praia, mas também em comércios e casas que estão tentando repassar esse produto que pode ser fatal, tanto para o pedestre quanto para o motociclista”, completou o subcomandante. No mês de junho, um cabo da Polícia Militar foi vítima de acidente com linha de cerol. Em um dia de folga do trabalho, ele teve o pescoço cortado ao trafegar de motocicleta pela Rodovia JK, próximo ao Monumento Marco Zero. Pipas são atração no verão amapaense e estão disponíveis para venda por toda a praia de Fazendinha Rita Torrinha/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Vendedores apostam em petiscos feitos na hora para atrair banhistas de Macapá

    Vendedores apostam em petiscos feitos na hora para atrair banhistas de Macapá


    Variedade de alimentos vai do salgado ao doce. Tem ambulante que diz andar mais de 10 quilômetros, na areia da praia, para oferecer os produtos quentinhos. Marcos Cordeiro montou barraca na entrada do Curiaú para vender produtos Rita...


    Variedade de alimentos vai do salgado ao doce. Tem ambulante que diz andar mais de 10 quilômetros, na areia da praia, para oferecer os produtos quentinhos. Marcos Cordeiro montou barraca na entrada do Curiaú para vender produtos Rita Torrinha/G1 Uma barraca montada na entrada da vila quilombola do Curiaú, na Zona Norte de Macapá, chama atenção de quem passa rumo ao balneário da localidade, que fica a poucos metros dali. Com milho cozido, frutas frescas e outras opções de alimentos, o agricultor Marcos Cordeiro, de 26 anos, saiu da Ressaca da Pedreira, interior da capital, para ganhar uma renda extra nesse período de férias. Estratégico, Cordeiro começou a vender há um mês e pretende ficar até o primeiro semestre de agosto. Da roça da família ele trouxe uma variedade de frutas e milho, que ele vende cozido, servido bem ‘quentinho’. “A gente tem que aproveitar essa alta temporada. A minha forma foi trazendo milho, abacaxi, melancia, bolo de macaxeira e tapioca para vender. As vendas começaram a melhorar agora, com o Macapá Verão, mas eu espero que fiquem ainda melhor. Tem gente que compra um milho e pede para cortar em três, para dividir para toda a família. Eu entendo, a crise chegou para todos”, falou o vendedor, com um sorriso de esperança. Milho é vendido cozido e quentinho Rita Torrinha/G1 No outro extremo da cidade, na Zona Sul, as areias da praia de fazendinha viraram local de trabalho para dezenas de vendedores autônomos que, como Cordeiro, também querem ganhar um dinheiro a mais. É o caso de Adelino Silva, de 28 anos. Ao longo de julho ele diz que o ponto é a Fazendinha, nos outros meses a venda acontece no Centro de Macapá. E são mais de 10 anos no balneário. Com uma bicicleta adaptada para receber uma estufa e isopor, ele sai oferecendo salgados e sucos. A caminhada é cansativa, mas ele diz que compensa. “Ando mais de 10 quilômetros por dia na Fazendinha, sem erro, vou de uma ponta a outra várias vezes. Chego cansado em casa, à noite, mas com tudo vendido”, festejou, o ambulante, que mora no bairro Congós. Adelino Silva diz que percorre mais de 10 quilômetros, diariamente, de uma ponta a outra da Fazendinha Rita Torrinha/G1 Com uma churrasqueira de mão, o José Livramento, de 54 anos, é mais uma empreendedor do verão na Fazendinha. Sob o forte calor da praia, ele caminha por todos os ambientes oferecendo queijo assado e camarão. São mais de 10 anos de experiência. “A gente enche a cara de protetor solar, põe a sandália e sai vendendo. Esse ano a venda ainda tá regular. Não tá boa ainda, mas espero que melhore.”, disse Livramento. José Livramento aposta no queijo e camarão assados, para garantir uma renda extra Rita Torrinha/G1 Petiscos são assados na frente do cliente Rita Torrinha/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Banhistas optam por economizar e levam comida 'caseira' para curtir balneários de Macapá

    Banhistas optam por economizar e levam comida 'caseira' para curtir balneários de Macapá


    Domingueiras na Fazendinha e no Curiaú são as principais rotas da temporada de verão. Mas, com os preços considerados ‘salgados’, famílias vão munidas de bebidas, lanches e alimentos. Comida levada de casa para comer no balneário é a...


    Domingueiras na Fazendinha e no Curiaú são as principais rotas da temporada de verão. Mas, com os preços considerados ‘salgados’, famílias vão munidas de bebidas, lanches e alimentos. Comida levada de casa para comer no balneário é a opção de famílias para reduzir gastos sem deixar de curtir o verão Rita Torrinha/G1 Levar comida feita em casa para os dois principais balneários de Macapá, o Curiaú e a Fazendinha, é a alternativa para os banhistas que querem curtir o período de férias, economizando. Os valores considerados ‘salgados’ dos pratos ofertados nesses locais, também é apontado como justificativa para conter os gastos. Essa foi a opção da família da administradora Raquel da Silva, de 32 anos. Mais de 15 pessoas se juntaram para aproveitar este domingo (15) na praia de Fazendinha, na Zona Sul, e cada um levou algo para comer: macarrão, frango assado, farofa, arroz, refrigerante, cerveja e o lanche das crianças. Os Silva, segundo Raquel, são farofeiros com orgulho. “A família é grande, não dá para deixar para comprar aqui [Fazendinha], além disso os preços estão absurdos. É mais em conta trazer de casa, e todo mundo come à vontade. Todo o ano a gente faz isso e não tem vergonha não. A gente senta na areia e come”, falou. Macarrão, galinha assada, farofa. O cardápio completo da família de Raquel da Silva vai alimentar 15 pessoas Rita Torrinha/G1 Já o grupo de amigos do Abel Santana, de 21 anos, apostou na marmita. Eles saíram de bicicleta do bairro Perpétuo Socorro, na Zona Leste da capital, e chegaram por volta das 9h no Curiaú, na Zona Sul. Os seis jovens planejaram tomar banho e comer ali mesmo, dividindo as quatro marmitas compradas, ao custo de apenas R$ 6, cada. “Era para vir mais gente, mas os outros não puderam. A gente quer aproveitar o banho e, para não ter custo, trouxemos nossa marmita”, disse Santana. A ordem é aproveitar o verão e não perder as programações, mas tudo dentro das condições financeiras de cada um. Em ambos os balneários na capital, as atividades seguem até o fim do mês (confira aqui). Abel Santana e os amigos optaram por comprar comida de marmitex, ao preço de R$ 6, cada Rita Torrinha/G1 Grupo de amigos veio de bicicleta do bairro Perpétuo Socorro, para aproveitar a domingueira no Curiaú Rita Torrinha/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Fortes chuvas e ventanias destelham e inundam unidade de Saúde no interior do Amapá

    Fortes chuvas e ventanias destelham e inundam unidade de Saúde no interior do Amapá


    Ninguém ficou ferido, informou a prefeitura de Amapá. Secretaria de Saúde encaminhou equipe para tomar providências. Situação ocorreu na noite de sábado (14). Fortes chuvas e ventanias destelham e inundam unidade de Saúde em Amapá Parte do...


    Ninguém ficou ferido, informou a prefeitura de Amapá. Secretaria de Saúde encaminhou equipe para tomar providências. Situação ocorreu na noite de sábado (14). Fortes chuvas e ventanias destelham e inundam unidade de Saúde em Amapá Parte do telhado da Unidade Mista de Saúde do município de Amapá, a 302 quilômetros de Macapá, foi arrancado e goteiras abriram em diversos pontos, após as forte chuva, acompanhada de ventania, na noite de sábado (14) naquela região. De acordo com a prefeitura da cidade, ninguém ficou ferido. O único paciente que estava internado foi removido para uma ala segura. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Amapá informou que deslocou equipes da pasta e da Defesa Civil Estadual ao município para tomada de providências. Parte do telhado da unidade de saúde ficou destelhada Wimo Lobato/Arquivo Pessoal Vídeos gravados por um paciente mostram goteiras por todos os lados, incluindo enfermarias e pediaria, a água escorreu pelas paredes. Equipamentos e aparelhos de exames ficaram encharcados, além de macas, bebedouro e outros. O prefeito de Amapá, Carlos Sampaio, disse que pelo menos cinco casas também foram atingidas e que árvores quebraram com os vendavais. “Ontem [sábado] no final da tarde para a noite o tempo fechou aqui. Estamos fazendo o levantamento de quantas casas foram afetadas, mas já identificamos cinco pelo menos. Alguns veículos de servidores também ficaram avariados, mas ninguém ficou ferido”, contou o prefeito. Pelo menos cinco casas foram atingidas, informou a prefeitura de Amapá Wimo Lobato/Arquivo Pessoal Outra preocupação, segundo o gestor, era em relação a possibilidade de curto-circuito, já que a fiação elétrica foi molhada. Em nota, a Sesa comunicou que os atendimentos de urgência e emergência serão mantidos. Entretanto, por medida de segurança, até o final da avaliação técnica, os pacientes que necessitarem de outros serviços serão encaminhados à Unidade Básica de Saúde do município. Ventania destelhou cobertura da unidade de saúde e chuva inundou salas Wimo Lobato/Arquivo Pessoal Estilhaços de telhas no chão. Ninguém se feriu Wimo Lobato/Arquivo Pessoal Com a chuva, equipamento ficou totalmente molhado Wimo Lobato/Arquivo Pessoal Veículos de funcionários foram atingidos por pedaços de telhas Wimo Lobato/Arquivo Pessoal Chuva intensa ocorreu na noite de sábado, 14 Wimo Lobato/Arquivo Pessoal Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Confira as vagas de emprego do Sine em Macapá para o dia 16 de julho

    Confira as vagas de emprego do Sine em Macapá para o dia 16 de julho


    Há oportunidades para técnico em edificações, empregada doméstica, topógrafo e vendedor. Número de vagas é de acordo com as empresas cadastradas. Sine Amapá oferta 1 vaga para topógrafo em Macapá Reprodução/TV Gazeta Sistema Nacional de...


    Há oportunidades para técnico em edificações, empregada doméstica, topógrafo e vendedor. Número de vagas é de acordo com as empresas cadastradas. Sine Amapá oferta 1 vaga para topógrafo em Macapá Reprodução/TV Gazeta Sistema Nacional de Empregos no Amapá (Sine/AP) oferece vagas de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência. Os interessados podem procurar o Sine/AP, localizado n Rua General Rondon, nº 2350, na praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas em Macapá e Santana. Outras informações e oferta de vagas são pelo número (96) 4009-9702. Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado). Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas: Técnico em edificações – 1 vaga Empregada doméstica – 1 vaga Topógrafo – 1 vaga Vendedor interno – 1 vaga
    Pastor Guaracy Júnior anuncia pré-candidatura ao Senado Federal pelo PTC

    Pastor Guaracy Júnior anuncia pré-candidatura ao Senado Federal pelo PTC


    Confirmação ocorreu neste domingo (15), no estacionamento do Sebrae, em Macapá. Guaracy, de 43 anos, é empresário e pastor, e concorre pela primeira vez a cargo eletivo. Guaracy Júnior é o pré-candidato ao Senado Federal no Amapá pelo...


    Confirmação ocorreu neste domingo (15), no estacionamento do Sebrae, em Macapá. Guaracy, de 43 anos, é empresário e pastor, e concorre pela primeira vez a cargo eletivo. Guaracy Júnior é o pré-candidato ao Senado Federal no Amapá pelo PTC Ascom PTC/Divulgação O empresário, ruralista e pastor Guaracy Batista da Silveira Júnior, 43 anos, lançou neste domingo (15) a pré-candidatura ao Senado Federal pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC). O anúncio foi feito no estacionamento do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), no bairro Laguinho, Zona Central de Macapá. Sobre a indicação do nome ao pleito, o pré-candidato diz ter havido um movimento cristão em torno de mudanças pelo Brasil. “O Brasil vive momentos de grandes mudanças. Vivemos a maior crise de todos os tempos. Além de ser um momento propício para mudanças, houve a indicação de uma aliança cristã, onde evangélicos e católicos decidiram defender a família, o desenvolvimento, a moralização e os bons costumes”. Essa é a primeira vez que Guaracy Júnior se apresenta como pré-candidato a cargo eletivo. Ele é radicado no Amapá há mais de dez anos, pastor da igreja quadrangular há mais de 19 anos e propõe que estado se desenvolvimento através do cultivo das terras disponíveis para a produção de alimentos. Além de Guaracy Júnior (PTC), já declararam a pré-candidatura ao senado Lucas Barreto (PTB); Aroldo Leite (PV); Fátima Pelaes (MDB); Davi Silva (PSTU); Randolfe Rodrigues (Rede); Ricardo Santos (PSL); Joaquina Lino (PCB); Gilvam Borges (MDB); Janete Capiberibe (PSB); Bala Rocha (PSDB); Jaime Nunes (Pros); Jorge Amanajás (PPS e Neide Santos (PP). Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

    Tiroteio em frente a boate em Macapá deixa um morto e dois feridos


    Caso ocorreu na madrugada deste domingo (15), em uma casa noturna no bairro Trem. Entre os feridos está uma adolescente de 15 anos. Uma pessoa foi morta e pelo menos duas ficaram feridas em um tiroteio ocorrido na madrugada deste domingo (15), em...

    Caso ocorreu na madrugada deste domingo (15), em uma casa noturna no bairro Trem. Entre os feridos está uma adolescente de 15 anos. Uma pessoa foi morta e pelo menos duas ficaram feridas em um tiroteio ocorrido na madrugada deste domingo (15), em frente a uma casa noturna de Macapá. De acordo com a polícia, o grupo estava em um carro cinza e fugiu após cometer o crime. A ação ocorreu numa boate localizada na Rua Hamilton Silva com Avenida Cônego Domingos Maltês, por volta das 2h. Uma adolescente de 15 anos foi atingida no ombro. Ela e outra vítima, não identificada, foram levadas de táxi para o Hospital de Emergências. Não foi informado o estado de saúde dos dois. Nilson de Freitas Leão, de 25 anos, morreu no local. De acordo com o Centro Integrado de Operações em Defesa Social (Ciodes), ele tinha passagem pelo Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) por roubo. O crime será investigado. O carro utilizado no crime não foi encontrado e ninguém havia sido preso até a última atualização desta matéria. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
    Sensação térmica pode chegar a 41°C em julho no Amapá, diz meteorologista

    Sensação térmica pode chegar a 41°C em julho no Amapá, diz meteorologista


    Na contramão do país, estado vive período de menos chuva, conhecido como ‘verão amazônico’. Mês de férias escolares terá temperaturas instáveis, mas com tempo ‘mais aberto’. Verão amazônico deve ser de muito calor para os...


    Na contramão do país, estado vive período de menos chuva, conhecido como ‘verão amazônico’. Mês de férias escolares terá temperaturas instáveis, mas com tempo ‘mais aberto’. Verão amazônico deve ser de muito calor para os amapaenses, principalmente os que vivem nas áreas urbanas Fabiana Figueiredo/G1 As sensações térmicas entre os amapaenses deve chegar aos 41°C durante o mês de julho, segundo o Núcleo de Hidrometeorologia e Energias Renováveis (NHMET) do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (Iepa). O especialista reforça que, apesar do aumento da temperatura e sensação térmica, o período ainda terá chuvas. “A sensação térmica vai depender de onde a pessoa vai estar. Se ela está em uma área florestada, vai sentir um clima mais agradável, com sensação térmica de 28°C, 29°C. Já num centro urbano, cheio de asfalto, concreto, a sensação térmica nessa pessoa aumenta demais, podendo chegar os 41°C”, detalhou o meteorologista Jefferson Vilhena. É um clima que vai na contramão do país, um período de menos chuva, conhecido como ‘verão amazônico’. É normal, então, que aos fins de semana, em balneários perto da cidade, a sensação térmica chegue próximo dos 40°C, segundo o especialista. Ele também define o mês como “altamente variável”, porque ainda pode chover. Jefferson Vilhena, meteorologista do Iepa, detalha clima no mês de julho no Amapá Reprodução/TV Amapá “O que temos na realidade é que a gente tem um período menos chuvoso. Temos mais horários com céu aberto e cheio de nuvens. Não vamos ter céu totalmente aberto e sem nuvens agora, somente em setembro ou outubro. Nos termômetros, as temperaturas chegam próximas aos 33ºC, 34°C. Temperaturas acima disso, só para setembro ou outubro que é o pico do período menos chuvoso”, explicou. As previsões, segundo Vilhena, é de que possa chover entre 200 e 300 milímetros de água no mês de julho, mas a tendência é ir diminuindo a quantidade. “Julho é um mês instável para a meteorologia, já que tem toda essa mistura de climas”, acrescentou. O meteorologista destaca que a região do Amapá sofre diferentes influências para apresentar o clima que tem, entre chuvoso e menos chuvoso, principalmente a linha imaginária do equador, que possui um marco em Macapá que é um ponto turístico da região. Monumento Marco Zero do Equador simboliza passagem da linha imaginária em Macapá, que tem forte influência no clima Fabiana Figueiredo/G1 “As estações do ano seguem a posição do sol no céu. Para os que estão mais ao sul do país vão ver o sol se movimentar no céu durante o ano. Já nas regiões mais no centro do planeta, onde nós estamos, o sol inclina um pouco, mas não é suficiente para ter uma variação de temperatura”, comentou. Sobre as chuvas, Vilhena detalha que “nas cidades localizadas próximas à linha do equador, como o Amapá, sempre tem chuvas muito intensas, duram quase todo o ano, e não tem período seco. E é por causa dessa localização próxima à linha do equador, onde há área florestada e com chuva. A floresta só existe devido às chuvas, que dá condições para as florestas crescerem”. Neste fim de semana, a previsão é de muito sol, com chuvas somente para a região Norte do estado, que devem atingir os municípios de Calçoene e Oiapoque. Para o restante do mês, a previsão segue instável. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!