G1 > Acre

    No AC, Prefeitura de Sena Madureira abre processo seletivo com mais de 80 vagas para a Educação

    No AC, Prefeitura de Sena Madureira abre processo seletivo com mais de 80 vagas para a Educação


    Vagas são para os cargos de merendeira, motorista e cuidador pessoal para escolas da zona rural e urbana. Inscrições estão abertas até sexta-feira (22). Prefeitura de Sena Madureira abre processo seletivo com mais de 80 vagas para...


    Vagas são para os cargos de merendeira, motorista e cuidador pessoal para escolas da zona rural e urbana. Inscrições estão abertas até sexta-feira (22). Prefeitura de Sena Madureira abre processo seletivo com mais de 80 vagas para Educação Divulgação/Prefeitura de Sena Madureira A Prefeitura de Sena Madureira, no interior do Acre, abriu um processo seletivo simplificado para contratação de 84 servidores temporários para a área da Educação. Conforme o edital, publicado no Diário Oficial do Estado, as inscrições abriram nesta quarta-feira (20) e vão até a sexta (22). Os interessados devem preencher a ficha de inscrição e entregar na sede da Secretaria Municipal de Educação, na Rua Major João Câncio, bairro Centro, em Sena Madureira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. A inscrição é gratuita e o edital pode ser conferido no site da prefeitura. Do total de vagas, 40 são para cuidador pessoal de escolas da zona urbana e mais três para escolas da zona rural, além de 26 vagas para merendeira da zona urbana e seis para zona rural. Para o cargo de motorista, são seis vagas para escolas da zona urbana e três para zona rural. Conforme o edital, o candidato deve optar por apenas uma das modalidades. O processo seletivo simplificado vai ter apenas uma fase de caráter eliminatório e classificatório, que é a análise de currículo. Com relação à formação exigida, para o cargo de cuidador pessoal o candidato teve ter nível médio. Já os cargos de motorista e merendeira são destinados a pessoas com ensino fundamental completo. O salário dos três cargos é de R$ 998,00. O prazo de validade do processo seletivo simplificado é de 10 meses de acordo com o calendário escolar para as escolas localizadas na zona urbana e pode ser prorrogado pela Secretaria Municipal de Educação por igual período.
    Em Rio Branco, grupo protesta contra a reforma da Previdência

    Em Rio Branco, grupo protesta contra a reforma da Previdência


    Movimento foi organizado pela Central Única dos Trabalhadores no Acre (CUT-AC). Grupo fez protesto contra a reforma da previdência em frtente a OCA, na manhã desta quarta-feira (20) Manoel Façanha/Arquivo Pessoal Reunidos em frente a Central de...


    Movimento foi organizado pela Central Única dos Trabalhadores no Acre (CUT-AC). Grupo fez protesto contra a reforma da previdência em frtente a OCA, na manhã desta quarta-feira (20) Manoel Façanha/Arquivo Pessoal Reunidos em frente a Central de Serviços Públicos (OCA), na manhã desta quarta-feira (20), trabalhadores e representantes de pelo menos seis sindicatos protestaram contra a reforma da Previdência. Segundo a organização, a classe trabalhadora não chegou a ser convocada e que apenas os representantes sindicais participaram do ato. O movimento teve início às 7h e acabou por volta da 8h30, por causa da chuva. A Polícia Militar não acompanhou o movimento. Organizada pela Central Única dos Trabalhadores no Acre (CUT-AC), a paralisação ocorre em várias centrais do país e tem como objetivo pressionar os deputados federais e o presidente Jair Bolsonaro sobre as mudanças que a reforma propõe. A presidente da CUT, Rosana Nascimento, diz que é importante alertar a população sobre os malefícios da reforma. "A gente está esclarecendo a população do risco que é a reforma da Previdência. Ela aumenta a idade, aumenta o tempo de contribuição. Para um servidor se aposentar integralmente com o seu salário ele tem que contribuir 40 anos. Então, ela inviabiliza uma aposentadoria integral", diz Rosana. A proposta deve ser enviada nesta quarta para a Câmara dos deputados, o que motivou as paralisações em todo país. "É necessário que a população compreenda o que tem realmente de prejuízo para o trabalhador. No caso, o trabalhador vai poder se aposentar com 65 anos, mas ele só recebe a aposentadoria integral, se contribuir por 40 anos", acrescenta Rosana. O presidente do Sindicato dos Urbanitários, Marcelo Jucá, diz que o momento é difícil para a classe trabalhadora que não consegue fazer essa leitura e não terá mais uma aposentadoria integral. "A reforma vai prejudicar, e muito, a sociedade brasileira. Ele está passando para 65 a idade mínima para homens, 62 anos para mulheres. Ninguém vai conseguir chegar lá, e não inclui todo mundo nessa reforma. Não inclui o Judiciário, a classe política, não inclui os militares. Por isso, vimos aqui para abrir os olhos do povo", finaliza Jucá.
    Homem suspeito de roubo e estupro é preso em Rio Branco, diz polícia

    Homem suspeito de roubo e estupro é preso em Rio Branco, diz polícia


    Francisco Campos de Souza, de 24 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (19), em Rio Branco. Ele é suspeito de roubar e estuprar uma mulher e estava com mandado de prisão em aberto. Francisco Campos de Souza, de 24 anos, foi preso na tarde...


    Francisco Campos de Souza, de 24 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (19), em Rio Branco. Ele é suspeito de roubar e estuprar uma mulher e estava com mandado de prisão em aberto. Francisco Campos de Souza, de 24 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (19), em Rio Branco Alcinete Gadelha/G1 A Polícia Civil prendeu, na tarde desta terça-feira (19), Francisco Campos de Souza, de 24 anos. Ele é suspeito de roubar e estuprar uma mulher e estava com mandado de prisão em aberto. O homem foi preso no bairro Calafate, em Rio Branco. "Nossa equipe estava monitorando ele há algum tempo e ontem foi localizado lá no Calafate", disse o delegado Odilon Neto, coordenador da Divisão de Investigação Criminal (DIC). Conforme o delegado, o crime ocorreu no dia 23 de agosto de 2018, quando o suspeito teria entrado na residência e atentou contra a vítima. Neto acrescentou que desde o registro da ocorrência, já havia sido pedida a prisão preventiva de Souza. "Ontem equipes da Decore e da DHPP, em ação conjunta, conseguiram captura-lo", acrescentou. O delegado disse ainda que o homem foi apresentado e caso alguma outra vítima o reconheça procure a DIC.
    Com mais de mil notificações de dengue, prefeitura de Rio Branco decreta situação de emergência

    Com mais de mil notificações de dengue, prefeitura de Rio Branco decreta situação de emergência


    Decreto foi publicado na edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial do Estado. Situação de emergência em razão da epidemia de dengue tem validade de 180 dias. Prefeitura de Rio Branco decreta situação de emergência municipal devido...


    Decreto foi publicado na edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial do Estado. Situação de emergência em razão da epidemia de dengue tem validade de 180 dias. Prefeitura de Rio Branco decreta situação de emergência municipal devido epidemia de dengue Reprodução/Rede Amazônica Acre Com mais de mil casos suspeitos de dengue entre o dia 1 e 26 de janeiro, a prefeitura de Rio Branco decretou situação de emergência por um período de 180 dias. O documento foi publicado na edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial do Estado (DOE). Conforme o decreto, 90% dos focos do mosquito são encontrados dentro das residências e em terrenos baldios. O documento determina as atividades preventivas contra o vírus da dengue, chikungunya e zika vírus. O último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco aponta que nas quatro primeiras semanas de 2019 foram registrados 1.116 casos suspeitos da dengue, representando um aumento de 268% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram notificados 303 casos suspeitos. Decreto facilita ações de combate e contratações Com o decreto, a prefeitura fica autorizada a fazer contratação temporária de pessoal. Além de poder requisitar tanto pessoal, como equipamentos de outras secretarias para desenvolver ações de eliminação dos focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti. A prefeita Socorro Neri determina ainda que as equipes de agentes de controle de endemias e agentes comunitários de saúde intensifiquem as medidas de prevenção e controle do mosquito junto à população. As equipes ficam autorizadas a entrar em lotes vazios, residências fechadas para monitoramento e eliminação dos possíveis focos. O secretário de Saúde de Rio Branco, Oteniel Almeida, afirmou que 97 bairros da capital acreana tiveram casos de dengue notificados. Segundo ele, a estratégia para o combate da doença continua a mesma, mas, com o decreto de situação de emergência, as ações são intensificadas. “São basicamente três ações que são intensificadas: as visitas domiciliares com agentes de endemias e homens do Exército, outra ação é que a Secretaria de Zeladoria está ampliando as equipes de coleta de entulho e educação em saúde. Infelizmente estamos com alto índice de infestação e também com grande quantidade de pessoas com confirmatório. Esse é o cenário que nos coloca na situação de epidemia”, disse o secretário.
    Sine oferta 19 vagas de emprego para Rio Branco nesta quarta-feira (20); veja a lista

    Sine oferta 19 vagas de emprego para Rio Branco nesta quarta-feira (20); veja a lista


    Há vagas para servente de limpezas e operador de telemarketing. Candidatos interessados devem comparecer no Sine, que fica na OCA. Há vagas para operador de telemarketing em Rio Branco Reprodução EPTV O Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine)...


    Há vagas para servente de limpezas e operador de telemarketing. Candidatos interessados devem comparecer no Sine, que fica na OCA. Há vagas para operador de telemarketing em Rio Branco Reprodução EPTV O Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine) disponibiliza 19 vagas para diversas áreas nesta quarta-feira (20) em Rio Branco. Os candidatos interessados devem comparecer pessoalmente à OCA, que na rua Quintino Bocaiúva, 299 - Centro. O candidato à vaga deve atualizar o seu cadastro no Sine. Aqueles que não tiverem cadastro na instituição, devem levar os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço. As vagas são rotativas, ou seja, são disponibilizadas para o dia, podendo não estar mais disponíveis para o dia seguinte. O Sine se responsabiliza por encaminhar cinco pessoas, no perfil solicitado pelo empregador, para que ele possa escolher qual vai preencher a vaga. O cidadão pode verificar se a vaga ainda está disponível através do telefone 0800 647 8182. Sine Acre oferta 19 vagas de emprego para Rio Branco nesta quarta-feira (20) Divulgação/Sine Acre
    União reconhece situação de emergência por causa da cheia em Cruzeiro do Sul, no Acre

    União reconhece situação de emergência por causa da cheia em Cruzeiro do Sul, no Acre


    Decreto foi publicado na edição desta terça-feira (19) do Diário Oficial da União (DOU). Rio Juruá está com 13,41m, na medição desta quarta (20), de acordo com a Defesa Civil Municipal. Decreto de situação de emergência em Cruzeiro do Sul...


    Decreto foi publicado na edição desta terça-feira (19) do Diário Oficial da União (DOU). Rio Juruá está com 13,41m, na medição desta quarta (20), de acordo com a Defesa Civil Municipal. Decreto de situação de emergência em Cruzeiro do Sul foi reconhecido pela União Mazinho Rogério/G1 O decreto que reconhece a situação de emergência em Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre, por conta da cheia do Rio Juruá, foi publicado na edição desta terça-feira (19) do Diário Oficial da União (DOU). Com mais de 7 mil famílias afetadas pela enchente, o município aguarda recursos do governo federal para manter a assistência aos moradores das áreas alagadas. Nesta quarta-feira (20), o manancial apresentou a marca de 13,41m, de acordo com a Defesa Civil Municipal. Em Cruzeiro do Sul, o rio já chegou 13,88m, ultrapassando a cota de transbordo, que é de 13m. A cheia, considerada a segunda maior marca do manancial, afeta diretamente mais de 7 mil famílias, sendo que dessas, quase três mil foram desalojadas e 123 precisaram sair de casa e permanecem há mais de uma semana em abrigos coletivos por conta da prefeitura. Para receber apoio do governo federal, o município decretou situação de emergência no dia 27 deste mês e aguardava o reconhecimento pela Defesa Civil Nacional. Com a decisão positiva do governo federal, o município, que tem quase 90 mil habitantes, deverá receber um valor de R$ 4 milhões para apoio às famílias que tiveram prejuízos com a enchente. O prefeito do município, Ilderlei Cordeiro, que esteve em Brasília com o Secretário Nacional da Defesa Civil, disse que, além de donativos, o município deverá receber um projeto para a construção de mais de mil casas populares para atender as famílias que moram nas áreas de risco.  “Em decorrência da crise financeira que afeta o país, tivemos de renegociar e definir prioridades a serem atendidas pelo decreto de situação de emergência. Entretanto, com o ministro, reafirmei a necessidade de construção das unidades habitacionais. A boa notícia é que uma equipe já foi destaca para estudar a obra e priorizar investimento nas áreas de infraestrutura e saneamento”, anunciou Cordeiro. Mais de 7 mil famílias já foram atingidas diretamente com a cheia do Rio Juruá Mazinho Rogério/G1
    Família encontra cobra com veneno mortal na cozinha de casa e bombeiros fazem resgate no Acre

    Família encontra cobra com veneno mortal na cozinha de casa e bombeiros fazem resgate no Acre


    Com mais de um metro, animal é altamente letal, segundo bombeiros. Após ser resgatada, serpente foi levada para Centro de Triagem de Animais Silvestres, no Parque Chico Mendes. Jararaca estava perto de mantimentos na cozinha de uma casa em bairro de...


    Com mais de um metro, animal é altamente letal, segundo bombeiros. Após ser resgatada, serpente foi levada para Centro de Triagem de Animais Silvestres, no Parque Chico Mendes. Jararaca estava perto de mantimentos na cozinha de uma casa em bairro de Rio Branco Divulgação/Corpo de Bombeiros Uma família foi surpreendida ao chegar em casa, na noite desta terça-feira (19), no Bairro Jardim Europa, em Rio Branco, e encontrar uma jararaca com mais de um metro de comprimento na cozinha. Os moradores acionaram o Corpo de Bombeiros, que foi ao local e fez o resgate da serpente. O major Cláudio Falcão, do Corpo de Bombeiros, explicou que a cobra era adulta e que certamente teria vindo de uma área de mata que fica próximo da residência. Segundo ele, a família fez certo ao deixar o imóvel e acionar os bombeiros, já que a jararaca é uma serpente letal. “Ontem por volta das 21h fomos acionados para ir lá no Jardim Europa para fazer a captura desse animal. A família chegou em casa à noite e se deparou com essa serpente, que é altamente letal, na cozinha da residência. Eles fizeram o certo, ficaram do lado de fora da casa, acionaram os bombeiros e a gente foi lá fazer essa captura”, disse o major. Bombeiros capturaram jararaca com mais de um metro de comprimento dentro de casa em Rio Branco Divulgação/Corpo de Bombeiros Após a captura, os bombeiros levaram o animal para o Centro de Triagem de Animais Silvestres, no Parque Chico Mendes. O major alertou para os cuidados que as pessoas devem ter nessa época de chuva e cheia de rios. “É mais comum que eles entrem em residências nesse período de inverno, porque, principalmente essa espécie, gosta de local quente. Podem ser encontrados no guarda-roupa, calçados e em veículos. Por isso, é importante estar sempre muito atento e manter os quintais sempre limpos. No caso de encontrar um animal desses, se afastar e acionar os bombeiros”, explicou Falcão.
    Sem concurso, candidatos à Realeza do Carnaval no AC têm prejuízos de até R$ 2,5 mil

    Sem concurso, candidatos à Realeza do Carnaval no AC têm prejuízos de até R$ 2,5 mil


    Prefeitura cancelou concurso na segunda (18) alegando que não teve quantidade mínima de inscritos e necessidade de conter gastos. FGB disse que cerca de 10 candidatos se tinham se inscrito. Candidatos reclamam do cancelamento do concurso para...


    Prefeitura cancelou concurso na segunda (18) alegando que não teve quantidade mínima de inscritos e necessidade de conter gastos. FGB disse que cerca de 10 candidatos se tinham se inscrito. Candidatos reclamam do cancelamento do concurso para Realeza do Carnaval de Rio Branco Arquivo pessoal A notícia do cancelamento do concurso para a escolha da Realeza do Carnaval 2019 em Rio Branco pegou os candidatos de surpresa na segunda-feira (18). O G1 conversou com um inscrito de cada categoria e eles reclamaram da decisão da prefeitura e relataram prejuízos de até R$ 2,5 mil. O concurso dos blocos carnavalescos também foi cancelado na segunda (18), mas, depois de uma negociação com os blocos, a prefeitura voltou atrás e vai manter o desfile, mas sem premiação. O edital para a escolha da Realeza tinha sido divulgado no dia 29 de janeiro. O concurso iria premiar até o 3º colocado, com troféu, e o grande vencedor ganharia R$ 2 mil e troféu. As inscrições para as categorias rainha, rainha gay, rainha trans e rei momo estiveram abertas do dia 01 a 14 de fevereiro. Esse seria o sexto ano que o servidor público Clebison André Lima, 35 anos, concorreria na categoria rainha gay. Vencedor de três edições, Lima contou que já tinha gasto cerca de R$ 2,5 mil com a fantasia e reclamou do cancelamento. “Como já sou veterano do Carnaval, me programo meses antes. Ganhei em 2016, em 2017 entreguei a coroa e esse ano deixei de viajar para o Rio de Janeiro para poder concorrer. Eles abriram o edital, me inscrevi, investi mais de R$ 2,5 mil e quando foi ontem cancelaram. Poxa, o que a gente gastou fica como? Todas as pessoas que iriam concorrer já estavam investindo”, disse Lima. 'Bateu revolta' A cabeleira Israely Lima, de 37 anos, tinha se inscrito para a categoria rainha trans e também foi pega de surpresa ao saber que o concurso tinha sido cancelado. Esse seria o quinto ano que ela iria concorrer. “Já comprei minha fantasia de São Paulo e custou quase R$ 2 mil. Olha, bateu uma revolta quando soube que tinha sido cancelado. Comprei a fantasia com dinheiro do meu bolso, juntei por uns três meses para comprar. Agora, vou ter que guardar para tentar usar no ano que vem ou vender para alguém”, afirmou Israely. Esse seria o primeiro ano da estudante Ana Karolinne, de 18 anos, no concurso da Realeza do Carnaval de Rio Branco. Ela se inscreveu para a categoria de rainha e a expectativa era grande para levar o prêmio. “Prejuízo foi só o que eu tive. Estou devendo o rapaz que fez minha fantasia, que já está pronta há três dias. Ele não para de me ligar e eu não sei de onde vou tirar esse dinheiro. Minha fantasia custou R$ 1 mil e foi um prejuízo imenso esse cancelamento. Se iriam decidir cancelar, era para ter sido em dezembro, é muito revoltante”, afirmou Ana. Conter gastos O presidente da Fundação Municipal de Cultura Garibaldi Brasil (FGB), Sérgio de Carvalho, informou que o concurso foi cancelado pela necessidade de conter gastos e também porque não teve a quantidade mínima de inscritos. Carvalho afirmou que o edital determinava que o número mínimo para cada categoria da Realeza seria de cinco concorrentes. Mas, das quatro categorias, três tiveram apenas três inscritos e a de rei momo somente um interessado. No caso dos blocos, cinco já tinham se inscrito.
    Umidade favorece instabilidade e tempo muda no Acre nesta quarta-feira (20), prevê Sipam

    Umidade favorece instabilidade e tempo muda no Acre nesta quarta-feira (20), prevê Sipam


    O sol aparece pouco ao longo do dia. Confira as temperaturas em todas as regiões. Umidade favorece instabilidade e tempo muda no Acre, prevê Sipam Adelcimar Carvalho/G1 O fluxo convergente de umidade em baixos níveis da atmosfera ainda favorece a...


    O sol aparece pouco ao longo do dia. Confira as temperaturas em todas as regiões. Umidade favorece instabilidade e tempo muda no Acre, prevê Sipam Adelcimar Carvalho/G1 O fluxo convergente de umidade em baixos níveis da atmosfera ainda favorece a organização de muita instabilidade em grande parte do sul da Amazônia, inclusive sobre o Acre, é o que prevê o Sistema de Proteção da Amazônia. Por conta disso, o tempo mudará pouco no Acre nesta quarta-feira (20), quando a previsão é de céu nublado a encoberto em todo o estado. O sol aparece pouco ao longo do dia e há possibilidade de pancadas de chuvas acompanhadas de trovoadas a qualquer hora em todas as regiões acreanas. Confira as temperaturas em todas as regiões: Alto Acre Em Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri, as temperaturas oscilam entre a mínima de 22°C e a máxima de 28°C. Baixo Acre Mínima de 23°C e máxima de 30°C são as temperaturas registradas em Acrelândia, Bujari, Capixaba, Plácido de Castro, Porto Acre, Senador Guiomard e Rio Branco. Vale do Juruá Já em Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves os termômetros ficam entre 23°C e 30°C. Vale do Purus Em Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus e Sena Madureira faz entre 23º C e 30°C. Vale do Tarauacá/Envira Por fim, em Feijó, Jordão e Tarauacá a variação de temperatura fica entre a mínima de 23°C e a máxima de 30°C.
    Polícia investiga morte de cadela com  tiro no interior do Acre e tenta localizar autor do crime

    Polícia investiga morte de cadela com tiro no interior do Acre e tenta localizar autor do crime


    Donos do animal de estimação registraram queixa em delegacia. Polícia vai ouvir testemunhas para tentar identificar autor. Homem mata cachorra a tiros em zona rural de Cruzeiro do Sul donos prestam queixa Arquivo pessoal A Polícia Civil de...


    Donos do animal de estimação registraram queixa em delegacia. Polícia vai ouvir testemunhas para tentar identificar autor. Homem mata cachorra a tiros em zona rural de Cruzeiro do Sul donos prestam queixa Arquivo pessoal A Polícia Civil de Rodrigues Alves, interior do Acre, vai abrir um processo de investigação para tentar identificar o homem que matou com um tiro uma cadela, na noite do último sábado (16), na zona rural de Cruzeiro do Sul. Os donos da cachorra registraram queixa na delegacia de Cruzeiro do Sul, nesta segunda-feira (18), mas o caso foi encaminhado para a delegacia da cidade vizinha que será responsável pelas investigações. A cadela da raça pinscher, apelidada de Princesa, teria tentado seguir um motociclista quando foi alvejada e morreu poucos minutos depois. Do lado dela, os donos encontraram a cápsula da bala que atingiu a cachorra. Revoltados com a morte do animal de estimação, os donos foram à delegacia pedir que o caso seja investigado e que o responsável pela morte da cadela seja punido.  “Quem faz isso com um animal faz com qualquer ser humano. Eu espero que ele ao menos seja chamado para responder pelo ato dele. Pelo menos que seja chamado a atenção para não fazer isso com outros animais e para deixar de andar com arma no ramal”, disse a mulher que prestou queixa na delegacia. Nesta terça-feira (19), o delegado Vinícius Almeida, do município de Rodrigues Alves, disse que ainda aguarda da denúncia ser encaminhada de Cruzeiro do Sul, para ser apurada pela delegacia que fica mais perto do Ramal onde o caso ocorreu. Segundo ele, um processo será instaurado para tentar identificar o responsável pela morte da cadela. “Vamos ouvir testemunhas para tentarmos encontrar o suspeito que será intimado e interrogado. Ele responderá por maus-tratos. A pena para esse tipo de crime é de três meses a um ano de detenção”, disse Almeida. 
    Suspeito de matar taxista no interior do AC é preso e confessa crime

    Suspeito de matar taxista no interior do AC é preso e confessa crime


    Gleiciano da Silva foi preso pelas polícias Civil e Militar, nesta terça-feira (19). Homem é suspeito de matar o taxista Levi Galdino, na noite desta segunda (18) em Senador Guiomard. Gleiciano da Silva confessou o crime na delegacia de Senador...


    Gleiciano da Silva foi preso pelas polícias Civil e Militar, nesta terça-feira (19). Homem é suspeito de matar o taxista Levi Galdino, na noite desta segunda (18) em Senador Guiomard. Gleiciano da Silva confessou o crime na delegacia de Senador Guiomard Divulgação/Polícia Civil do Acre Uma denúncia anônima ajudou as polícias Civil e Militar a prender o suspeito da morte do taxista Levi Galdino da Silva, de 38 anos. Gleiciano Ferreira da Silva foi encontrado, nesta terça-feira (19), escondido em uma casa no bairro Chico Paulo, em Senador Guiomard, onde o crime ocorreu. A vítima tomava tereré em frente de casa, no bairro Amity, na noite desta segunda (18), quando foi baleado pelo menos cinco vezes. Ele morreu no local do crime. O G1 tentou contato com o delegado responsável pelo caso, mas não obteve sucesso a última atualização desta matéria. A Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp) informou que o suspeito confessou o crime, mas a polícia ainda não sabe a motivação.
    Famílias atingidas por cheia no interior do Acre recebem água potável

    Famílias atingidas por cheia no interior do Acre recebem água potável


    Bombeiros e equipes da Defesa Civil municipal e do estado distribuíram água para moradores que não saíram das casas, em Cruzeiro do Sul. Terceira distribuição de água ocorreu nesta terça (19) para moradores atingidos pela enchente do Rio...


    Bombeiros e equipes da Defesa Civil municipal e do estado distribuíram água para moradores que não saíram das casas, em Cruzeiro do Sul. Terceira distribuição de água ocorreu nesta terça (19) para moradores atingidos pela enchente do Rio Juruá Divulgação/Corpo de Bombeiros do Acre Homens do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, distribuíram, nesta terça-feira (19), 500 galões de água potável para as famílias atingidas pela enchente do Rio Juruá. Essa foi a terceira entrega em 15 dias e já somam mais de 5 mil galões de água distribuídos. Ao todo, as equipes já levaram mais de 30 mil litros de água para os moradores dos bairros Miritizal I e II, Seringal Florianópolis, que fica na comunidade Boca do Môa, e bairro Olivença. A enchente já atingiu cerca de 6,5 mil famílias em Cruzeiro do Sul, num total de aproximadamente 30 mil pessoas afetadas. Ao G1, o major Cláudio Falcão, da assessoria do Corpo de Bombeiros do Acre, explicou que a distribuição foi feita para os moradores atingidos pela cheia que não saíram das casas. As famílias instaladas nos abrigos recebem alimentos, água e toda assistência necessária das equipes. “Na primeira etapa distribuímos galões de 20 litros, na segunda e terceira foram galões de cinco litros. Ao todo foram 5.150 mil galões entre cinco e 20 litros de água. Em alguns bairros o abastecimento foi comprometido. Então, não está chegando a água distribuída pelo sistema público e, por isso, estamos atendendo essas famílias com a água engarrafada”, destacou. Falcão contou também que há 19 bairros do município afetados pela enchente. Porém, nem todos bairros foram contemplados com a distribuição. O major explicou os motivos. "A situação de emergência foi atendida ontem [segunda, 19] pelo governo federal. Então, agora a prefeitura e a Defesa Civil vão ter um recurso a mais para atender o maior número de famílias", afirmou.
    Homem joga água fervendo nas partes íntimas de mulher por não aceitar fim de casamento no AC

    Homem joga água fervendo nas partes íntimas de mulher por não aceitar fim de casamento no AC


    Mulher permanece internada em hospital de Rio Branco sem previsão de alta. Suspeito foi indiciado por lesão corporal e liberado pela polícia. Mulher está internada com queimaduras de terceiro grau e sem previsão de alta médica Arquivo pessoal...


    Mulher permanece internada em hospital de Rio Branco sem previsão de alta. Suspeito foi indiciado por lesão corporal e liberado pela polícia. Mulher está internada com queimaduras de terceiro grau e sem previsão de alta médica Arquivo pessoal A cuidadora de idosos Agerlândia Miranda, de 25 anos, teve queimaduras de terceiro grau nas pernas e partes íntimas causadas pelo ex-marido dela, Jessé Nogueira. O caso ocorreu no último dia 12 no município de Sena Madureira, interior do Acre. A vítima foi transferida para a capital acreana e está internada no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) sem previsão de alta. O G1 não conseguiu contato com Nogueira até a publicação desta reportagem. Agerlândia conta que durante uma briga, o ex-companheiro jogou água fervendo em cima dela. Ainda muito abalada, ela diz que a agressão foi motivada por ciúmes e porque Nogueira não aceitava o fim do relacionamento. Como o ex não trabalhava, Agerlândia arcava com todos os gastos da casa. Um dia antes do crime, ela decidiu dar um ponto final na relação porque as brigas eram constantes entre o casal. “Um dia antes disse que queria terminar, expliquei meus motivos e disse que para pagar as contas que tínhamos arranjaria um trabalho à noite. Fui à uma lanchonete trabalhar como atendente e na volta parei na casa de um amigo. Ele foi até lá, perguntou que horas eu voltaria para casa e disse que eu pagaria ele”, conta a mulher. A vítima tem três filhas, de 10, 9 e 2 anos. As duas mais velhas são de outro relacionamento. Com medo do que ele poderia fazer com as meninas, ela voltou para casa após a ameaça. Na terça-feira (12), Agerlândia seguiu a rotina normalmente. Saiu para trabalhar e perto do almoço foi surpreendida pela ligação da filha mais velha informando que Nogueira havia saído com a bebê de dois anos e que as outras meninas não teriam o que almoçar. Ela, então, voltou para casa. No mesmo dia, o ex-marido mandou mensagem para a irmã da vítima pedindo que ela saísse de casa. “Eu disse que não sairia de casa, porque ele [ex] sempre vivia às minhas custas e eu disse que ele que tinha que sair. Ele disse que queria que eu morresse e quando eu estava na porta do quarto, ele me empurrou, veio para cima de mim, segurei no pescoço dele e minhas filhas começaram a gritar desesperadas”, conta. Casal estava junto há três anos e Agerlândia havia decidido terminar o casamento Arquivo pessoal ‘Escolheu onde ia queimar’ Toda a briga aconteceu na frente das crianças, que pediam ajuda sem sucesso. Ao chegar na casa, Agerlândia disse que viu a leiteira no fogo, mas não imaginava que seria para machucá-la. “Fiquei sem saber qual das minhas filhas eu ia acudir. Até que vi ele se aproximando com a leiteira fumaçando, me afastei e coloquei a minha mão para tentar me defender, mas ele escolheu o local para jogar a água fervendo. Ele jogou, tentei me defender de novo e ele jogou mais água”, relembra emocionada. As filhas da cuidadora entraram em desespero e Nogueira conseguiu fugir, enquanto ela e as duas crianças seguiam para o banheiro e jogavam água fria para tentar amenizar as queimaduras, que atingiram, principalmente, as partes íntimas de Agerlândia. “Eu não aguentava mais de dor. Fui tomar banho e o pior de tudo é saber que isso foi na frente das minhas filhas, que ficavam dizendo que eu ia morrer”, lamenta. ‘Foi covarde’ As filhas da vítima conseguiram ligar para o avô, Aldemir Miranda, de 45 anos, que estava em uma oficina próxima de onde tudo aconteceu. Ele chegou em seguida e conseguiu acionar a ambulância para ajudar Agerlândia. Revoltado, ele diz que espera que Nogueira seja preso e pague pelo que fez com a filha dele. “Uma pessoa ver a filha queimada, na situação que eu vi, se tremendo toda, o couro caindo. Não é todo pai que aguenta ver o que vi. O que ele fez foi uma covardia. Aquilo não é coisa que se faça com uma mulher”, desabafa Miranda. Mulher diz que o suspeito escolheu local onde iria jogar água Arquivo pessoal Água em formigueiro O caso foi registrado na Delegacia de Sena Madureira e o inquérito está sendo presidido pelo delegado Marcos Frank. Ele conta que o Jessé Nogueira se apresentou na delegacia da cidade três dias após ter cometido o crime e alegou que foi um acidente. “Ele disse que estava com uma panela de água quente na mão, ia jogar no formigueiro e ela foi bater nele e, por acidente, foi se defender e a água caiu em cima dela”, conta o delegado. A vítima e o pai contestam essa versão e alegam que o crime foi premeditado. Os dois estavam juntos há 3 anos e, segundo Agerlândia, o suspeito não quis aceitar o fim. Ela disse ainda que já havia sido agredida por Nogueira quando estava grávida da filha mais nova e não teve coragem de contar para a família. “Acredito que ele fez de propósito, porque um dia antes eu tinha falado que não ia dar mais certo e ele disse que eu ia pagar ele. Poderia ter jogado a água em qualquer outro canto, mas ele escolheu minhas partes íntimas", afirma a vítima. Lesão corporal O suspeito foi indiciado por lesão corporal e, após ser ouvido, foi liberado. Porém, o delegado disse que as investigações continuam. “Se apresentou com o advogado e tratamos o caso como lesão corporal. Ele foi ouvido e liberado, mas o inquérito não terminou. Pelas fotos que vimos, a situação da vítima foi muito grave”, explica. Para tentar amenizar o trauma, Agerlândia também recebe acompanhamento psicológico no hospital em Rio Branco. “Eu quero que ele seja preso e pague pelo que fez. Ele foi um covarde”, diz a vítima.
    Com cheia do Rio Juruá, mais de 120 famílias ainda permanecem em abrigo no interior do AC

    Com cheia do Rio Juruá, mais de 120 famílias ainda permanecem em abrigo no interior do AC


    Ao todo, 7 mil famílias são afetadas com a cheia do manancial. Oito bairros foram atingidos pelas águas do rio Juruá. Com cheia do Rio Juruá, mais de 120 famílias ainda permanecem em abrigo no interior do AC Gledson Albano/Rede Amazônica Acre...


    Ao todo, 7 mil famílias são afetadas com a cheia do manancial. Oito bairros foram atingidos pelas águas do rio Juruá. Com cheia do Rio Juruá, mais de 120 famílias ainda permanecem em abrigo no interior do AC Gledson Albano/Rede Amazônica Acre O Rio Juruá subiu 13 centímetros em um dia e atingiu, nesta terça-feira (19), 13,41 metros e a Defesa Civil continua atendendo as mais de 7 famílias atingidas pela cheia do manancial. O ponto de atendimento no porto de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, continua em pleno funcionamento. Com a enchente, oito bairros de Cruzeiro do Sul e diversas comunidades estão alagadas e as famílias continuam sem energia elétrica e com o fornecimento de água tratada interrompido. Desses locais, 123 famílias tiveram que ser removidas pela Defesa Civil e estão em dois abrigos montados pela prefeitura. As famílias que estão nos abrigos sonham com o momento de retornar para suas casas. “Estou com muita saudade de minha casa, mas não posso ir agora. É muito ruim está fora de casa”, reclama a dona de casa Leide Abreu, de 50 anos, que mora no bairro da Várzea e está no abrigo com os seis filhos e a nora. Nesta segunda-feira (18), muitos moradores tentaram deixar os abrigos, mas foram impedidos pela Defesa Civil. De acordo com o coordenador da Defesa Civil, José Lima, as famílias só serão levadas de volta para casa depois que o nível do rio estiver abaixo da cota de transbordo que é de 13 metros. “Elas vão permanecer no abrigo até que o rio tenha uma margem de segurança que é, pelo menos, dois centímetros abaixo da cota de transbordo. Embora, muitos queiram voltar quando baixa um pouquinho, mas a gente não pode voltar com eles antes dessa margem de segurança”, explicou Lima. Além da alimentação, cuidados com a saúde, atenção na parte social, e ações de cultura, lazer e esporte, a prefeitura conta com o apoio da do Corpo de Bombeiros, da FAB e do Exército para levar donativos e água potável às famílias dos bairros inundados. Até esta terça, já foram distribuídos 33 mil litros de água potável para os moradores que permanecem nas áreas alagadas.
    Homem é preso com quase 40 trouxinhas de drogas dentro de casa em bairro de Rio Branco

    Homem é preso com quase 40 trouxinhas de drogas dentro de casa em bairro de Rio Branco


    Gleydson Ferreira estava com 39 trouxinhas de cocaína e mais 23 tabletes de maconha guardadas em casa. Homem é preso com quase 40 trouxinhas de drogas dentro de casa e levado à Defla Alcinete Gadelha Um homem identificado como Gleydson Ferreira...


    Gleydson Ferreira estava com 39 trouxinhas de cocaína e mais 23 tabletes de maconha guardadas em casa. Homem é preso com quase 40 trouxinhas de drogas dentro de casa e levado à Defla Alcinete Gadelha Um homem identificado como Gleydson Ferreira Amorim, de 24 anos, foi preso na madrugada desta terça-feira (19), com 39 trouxinhas de cocaína e 23 tabletes e uma trouxinha de maconha em casa. O caso foi registrado na Delegacia de Flagrantes (Defla). Gleydson mora na Travessa São Caetano, no bairro Vitória, em Rio Branco, e foi preso pela polícia após denúncia anônima de moradores que alertaram que a casa funcionava como ponto de vendas de drogas. Conforme a polícia, quando o acusado percebeu a presença da guarnição tentou se livrar de um vaso, onde estavam guardadas as trouxinhas de cocaína. Com a checagem da polícia, foi constatada a presença do entorpecente. Na delegacia, ele teria confessado ser o dono da droga.
    Procurado em três cidades do AC, suspeito de chefiar facção morre em confronto com a PM

    Procurado em três cidades do AC, suspeito de chefiar facção morre em confronto com a PM


    Vanderson da Rocha, de 27 anos, estava sendo procurado pela polícia de três municípios do Vale do Juruá. Polícia Civil considera como legítima a ação da PM. Procurado em três cidades do AC, suspeito de ser chefe de facção morre em confronto...


    Vanderson da Rocha, de 27 anos, estava sendo procurado pela polícia de três municípios do Vale do Juruá. Polícia Civil considera como legítima a ação da PM. Procurado em três cidades do AC, suspeito de ser chefe de facção morre em confronto com a PM Arquivo/Polícia Civil Vanderson da Rocha, de 27 anos, estava sendo procurado pela polícia de três municípios do Vale do Juruá e morreu em confronto com a PM ao resistir a prisão nas imediações das cidades de Cruzeiro do Sul e Rodrigues Alves. Ele era suspeito de ser chefe de uma organização criminosa e de praticar vários crimes em Porto Walter e teria tentado matar uma mulher no último domingo (17). Segundo a polícia, Rocha morava em Cruzeiro do Sul e no ano passado foi para Porto Walter com a finalidade de comandar as ações de uma organização criminosa onde teria praticado vários crimes. Ao chegar no porto de Rodrigues Alves, o suspeito era aguardado por uma equipe da PM que tentou prendê-lo, mas não conseguiu. De acordo com a PM, ele teria apontado a arma para o condutor do barco que o conduzia de Porto Walter e obrigou o homem a seguir para o outro lado do rio para não ser capturado pela polícia de Rodrigues Alves. Outra equipe da PM de Cruzeiro do Sul, que estava na outra margem do rio, tentou abordá-lo quando ele deixava a pequena embarcação e tentava se embrenhar na mata. De acordo com o major Evandro Bezerra, o suspeito teria efetuado um disparo contra os policiais que revidaram. “O indivíduo estava vindo de Porto Walter em procedimento de fuga, extremamente perigoso, e ao perceber a presença da nossa guarnição, ele empreendeu fuga para uma região de vegetação e quando os policiais anunciaram a prisão do mesmo, ele de posse de arma de fogo não se rendeu e efetuou um disparo contra a guarnição. Então, em legítima defesa, um policial efetuou um disparo e atingiu o indivíduo”, disse o comandante da PM. O suspeito foi atingido com apenas um disparo na região do tórax. Ele ainda foi atendido por uma equipe do Samu, mas não resistiu e morreu no local do confronto. O revólver usado pelo suspeito foi apreendido com um cartucho deflagrado e mais quatro munições intactas. Na manhã desta terça-feira (19), o delegado Lindomar Ventura disse que a Polícia Civil considera como legítima a ação da PM. “Temos investigações em andamento para apurar a participação do suspeito em organização criminosa e pela ação contra uma vítima de uma tentativa de homicídio praticada por ele em Porto Walter. Essas informações estão sendo juntadas ao inquérito que apura a morte dele. De modo que a gente observa que foi uma ação legítima da Polícia Militar e os fatos serão esclarecidos. Já estamos trabalhando com laudos técnicos e depoimentos dos policiais que participaram dessa ação”, disse Ventura.
    Servidores do Pró-Saúde protestam pelo 2º dia seguido em frente a Casa Civil em Rio Branco

    Servidores do Pró-Saúde protestam pelo 2º dia seguido em frente a Casa Civil em Rio Branco


    Porta-voz diz que governo quer manter esse empregos não só por eles, mas pela situação caótica da saúde. 'Se demitir esse pessoal, o caos vai se aprofundar', diz. Servidores do Pró-Saúde protestam pelo segundo dia seguido em frente a casa...


    Porta-voz diz que governo quer manter esse empregos não só por eles, mas pela situação caótica da saúde. 'Se demitir esse pessoal, o caos vai se aprofundar', diz. Servidores do Pró-Saúde protestam pelo segundo dia seguido em frente a casa civil Alcinete Gadelha Servidores do Pró-Saúde se reuniram mais uma vez em frente a Casa Civil em Rio Branco, na manhã desta terça-feira (19) para pedir a regularização jurídica dos trabalhadores. Durante um período de quase 2 horas eles mantiveram a Avenida Brasil fechada e suspenderam o protesto quando foram recebidos pelo governador em exercício, Werles Rocha. "Fomos recebidos pelo governador em exercício, Major Rocha, e o posicionamento que ele nos deu é de que o governo tem o desejo político de fazer acontecer que o pró-saúde se regularize", disse o presidente em exercício do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac), Jean Lunier. Ainda conforme Lunier, na conversa com o governo foi criado um grupo de trabalho que vai se reunir com a Procuradoria Geral do Estado (PGE) na tarde desta terça e vai receber o sindicato na quarta (20) para apresentar uma proposta de legalização do Pró-Saúde. "Nós estamos suspendendo momentaneamente até que saia uma resposta positiva de que vão encaminhar nosso projeto de lei para a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), para legalizar a situação dos trabalhadores", disse. Caos na Saúde O porta-voz do governo, Rogério Venceslau, falou ao G1 que o atual governo vai buscar as medidas legais cabíveis para manter os trabalhadores e afirmou que a PGE vai tentar uma saída. "Ele [o governo] quer manter esse empregos, esses trabalhadores. Não só por eles, mas pela situação caótica da saúde. Se demitir esse pessoal, o caos vai se aprofundar", disse. Ainda conforme o porta-voz, o grupo de trabalho da PGE está formado para tentar encontrar uma saída sólida para que não seja derrubada mais na frente por uma possível ação do Ministério Público. Disse que vai demandar um pouco de tempo, mas a posição do governo é de reverter o quadro. Legalização Os servidores do Pró-Saúde protestaram na tarde de segunda-feira (18) pedindo regularização jurídica dos concursados. Segundo os servidores, e alegam que essa foi uma das promessas de campanha do governador Gladson Cameli. Segundo o sindicato, há aproximadamente mil servidores do Pró-Saúde aguardando a regularização.
    Mulher ganha R$ 18 mil na Justiça do AC após médico esquecer gaze no estômago dela

    Mulher ganha R$ 18 mil na Justiça do AC após médico esquecer gaze no estômago dela


    Maria Madalena fez cirurgia para retirar pedras na vesícula no Hospital das Clínicas em 2013. Direção do hospital disse que vai recorrer da decisão. Justiça do Acre condenou hospital a pagar R$ 18 mil a paciente após médico esquecer gaze...


    Maria Madalena fez cirurgia para retirar pedras na vesícula no Hospital das Clínicas em 2013. Direção do hospital disse que vai recorrer da decisão. Justiça do Acre condenou hospital a pagar R$ 18 mil a paciente após médico esquecer gaze dentro do estômago dela. Foto: Arquivo Unsplash Maria Madalena da Rocha ganhou na Justiça do Acre uma indenização por danos morais no valor de R$ 18 mil por um erro médico. A mulher passou por uma cirurgia para retirar pedras na vesícula em 2013 e teve uma pedaço de gaze esquecido dentro do estômago dela. O procedimento foi feito no Hospital das Clínicas, em Rio Branco, antiga Fundação Hospitalar do Acre. A direção do hospital disse que vai recorrer da decisão. A sentença foi dada pelo Juízo da 2ª Vara de Fazenda Pública da Comarca de Rio Branco. A juíza responsável pela sentença, Zenair Bueno, determinou que o hospital pague ainda o valor de mais de R$ 290 por um exame particular que a paciente fez para descobrir o problema. Erro Ao G1, a advogada de Maria, Mabel Barros, contou que a mulher descobriu o problema na vesícula na nona semana de gravidez. Ela foi orientada pelo médico a esperar a criança nascer para fazer a cirurgia e retirar as pedras da vesícula. “Tiraram mais de 60 pedras na vesícula e mais ou menos uma semana após a realização da cirurgia ela começou a sentir muitas dores e não teve condições de amamentar e nem de cuidar da filha, quem cuidou foram os vizinhos”, afirmou. A mulher falou para a advogada que sentiu tantas dores que chegou a desmaiar e delirar. Mabel acrescentou que a cliente é uma pessoa carente e teve que pedir ajuda aos familiares e vizinhos para fazer um exame particular e descobrir o que realmente tinha. “Ela foi vítima de erro médico e, em decorrência desse erro, foi privada de amamentar e cuidar da filha porque ficou totalmente convalescente devido ao chumaço de gaze que deixaram no estômago dela. Só depois que fizeram uma endoscopia verificaram a existência desse corpo estranho e ela se dirigiu à Fundação. Não fez uma nova cirurgia, conseguiram tirar via oral”, finalizou a advogada.
    Trio é condenado a mais de 60 anos por morte de jovem achado em ramal de Rio Branco

    Trio é condenado a mais de 60 anos por morte de jovem achado em ramal de Rio Branco


    Abraão foi achado por populares em maio de 2017, no Ramal Bom Jesus, na rodovia AC-40. Vítima foi morta com ao menos 18 golpes de terçado. Abraão Teixeira Ferreira foi encontrado morto em ramal de Rio Branco em maio de 2017 Arquivo pessoal A...


    Abraão foi achado por populares em maio de 2017, no Ramal Bom Jesus, na rodovia AC-40. Vítima foi morta com ao menos 18 golpes de terçado. Abraão Teixeira Ferreira foi encontrado morto em ramal de Rio Branco em maio de 2017 Arquivo pessoal A Justiça do Acre condenou Alysson da Silva, Anderson Santana e Francisco Elzení Quintino a mais de 60 anos pela morte de Abraão Teixeira Ferreira, de 25 anos, em maio de 2017. Ferreira foi achado morto por populares com ao menos 18 golpes de terçado no Ramal Bom Jesus, rodovia AC-40, em Rio Branco. O G1 não conseguiu contato com os advogados dos acusados. O trio foi condenado pelo júri popular por homicídio qualificado. A decisão foi divulgada nesta terça-feira (19) pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC). Silva foi condenado a mais de 22 anos de reclusão, Santana a mais de 24 anos e Quintino a mais de 17 anos, porque na época do crime era menor de 21 anos. Conforme o TJ, o júri considerou que o assassinato teve requintes de crueldade, porque o jovem foi morto com ao menos 18 golpes de terçado. A Justiça informou ainda que durante o processo, não foi descoberta a motivação do crime. Como os três acusados já se encontravam presos, eles seguem na unidade penitenciária, já que o regime inicial é fechado. A Justiça negou ao trio o direito de apelar em liberdade. Corpo foi encontrado por moradores no Ramal Bom Jesus Arquivo pessoal Reconhecimento do corpo Dois dias após o corpo de Ferreira ser achado no Ramal, o G1 conversou com o pai dele no Instituto Médico Legal (IML), quando o homem foi ao local reconhecer o filho. O motorista e pai da vítima, José Viana Ferreira, contou que o filho saiu com um amigo no dia 5 de maio de 2017 e não retornou mais. “O que sabemos é que um amigo saiu com ele e não voltou mais para casa. Saíram por volta das 18h30. Não disse para onde ia e esse rapaz levou ele para o rumo do Bom Jesus”, contou o pai. Ainda de acordo com o pai, a família soube da morte de Ferreira somente no dia 7 de maio daquele ano. Segundo a família, o jovem tinha passagem pela polícia por assalto e era usuário de drogas.
    Sem Samu, idosa é levada em pau-de-arara até UTI aérea e morre dias depois em hospital no AC

    Sem Samu, idosa é levada em pau-de-arara até UTI aérea e morre dias depois em hospital no AC


    Vítima de um infarto, a mulher morreu quando era atendida em Rio Branco. Família vai denunciar o caso. Após infarto, mulher é levada até UTI aérea em pau-de-arara e morre dias depois Há 14 dias, a família da idosa Francisca Oliveira, de 76...


    Vítima de um infarto, a mulher morreu quando era atendida em Rio Branco. Família vai denunciar o caso. Após infarto, mulher é levada até UTI aérea em pau-de-arara e morre dias depois Há 14 dias, a família da idosa Francisca Oliveira, de 76 anos, tenta se conformar com a morte dela. O caso se torna ainda mais grave porque a família acredita que houve negligência no atendimento à idosa que morreu vítima de um infarto. A denúncia é comprovada por um vídeo que mostra Francisca sendo transportada do Hospital Dr. Sansão Gomes, em Tarauacá, no interior do Acre, até o aeroporto da cidade, de onde seria transferida para a capital Rio Branco em um pau-de-arara. Isso porque, segundo a família, não havia ambulância para levar a paciente até a UTI aérea. A mulher morreu vítima de infarto no dia 5 de fevereiro quando estava já na capital. A família da idosa acredita que o óbito ocorreu por causa do transporte inadequado que teria piorado o quadro da de Francisca que sofreu um infarto. A família disse que vai denunciar o caso. “Os médicos vieram para levar a mãe e quando chegaram no hospital, estava aquele carro lá. O sol estava muito quente e o estado que ela tava, na carroceria do carro, o trajeto longo e a cidade toda esburacada, o carro balançava de um lado para o outro e meus irmãos e os médicos seguravam para ela não cair”, conta Maria das Dores, filha da paciente. A prefeita do município, Marilete Vitorino, disse ao G1 que não tinha conhecimento da situação e soube da morte da idosa, ajudou no traslado do corpo de volta para o município, mas não sabia o que tinha acontecido. “Não tinha tido informações da forma como eles tinham ido”, disse. Mulher foi carregada na carroceria de caminhão até aeroporto da cidade Ducivan Bezerra/Arquivo pessoal Sem ambulância A diretora do hospital, Rosane Maia, informou que durante um período de, pelo menos, cinco meses a unidade não tinha ambulância para transportar os pacientes. “A nossa unidade aqui de Tarauacá não estava tendo unidade do Samu desde a gestão anterior. Acredito que nós passamos mais de cinco meses sem Samu e o transporte desses pacientes eram feitos no carro de apoio que nós temos ou quando a gente conseguia ajuda do diretor do Hospital geral de Feijó”, conta. A gestora disse que, após pedido, agora têm uma viatura provisória. Já a família de Francisca Oliveira afirma que o caso será denunciado. “Nós vamos denunciar para que isso não volte a acontecer. Todas as vezes que a gente vai ao hospital a ambulância não está”, diz Maria das Dores. Direção do hospital no interior do Acre diz que passou cinco meses sem ambulância Ducivan Bezerra
    Taxista é executado em frente de casa enquanto tomava tereré no interior do Acre

    Taxista é executado em frente de casa enquanto tomava tereré no interior do Acre


    Um suspeito foi identificado, segundo a PM. Tio da vítima disse que ela era tranquilo. Taxista é executado em frente de casa enquanto tomava tereré no interior do Acre Arquivo pessoal O taxista Levi Galdino da Silva, de 38 anos, foi morto a...


    Um suspeito foi identificado, segundo a PM. Tio da vítima disse que ela era tranquilo. Taxista é executado em frente de casa enquanto tomava tereré no interior do Acre Arquivo pessoal O taxista Levi Galdino da Silva, de 38 anos, foi morto a tiros, no início da noite de segunda-feira (18), enquanto tomava tereré em frente de casa, no bairro Amity, em Senador Guiomard, interior do Acre. O tio da vítima, Francisco das Chagas, disse que a família ainda não sabe a motivação do crime e que o sobrinho era tranquilo. “Ele era tranquilo, só gostava de tomar tereré e estava na academia todo dia. Ele tinha acabado de chegar do trabalho e sentou para tomar o tereré quando aconteceu. A família está arrasada”, disse. Conforme a polícia, Levi teria levado ao menos cinco tiros e morreu no local antes de receber atendimento médico. “Já tem algumas linhas de investigação que propõem a possibilidade de um suspeito que pode ser preso nas próximas horas”, informou o PM Jairton Silvério.
    Sine oferta 15 vagas de emprego para Rio Branco nesta terça-feira (19); confira a lista

    Sine oferta 15 vagas de emprego para Rio Branco nesta terça-feira (19); confira a lista


    Assistente de vendas e babá.Candidatos interessados devem comparecer no Sine, que fica na OCA. Há vagas para cozinheiro em Rio Branco Érica Ribeiro/G1 PB O Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine) disponibiliza 15 vagas para diversas áreas...


    Assistente de vendas e babá.Candidatos interessados devem comparecer no Sine, que fica na OCA. Há vagas para cozinheiro em Rio Branco Érica Ribeiro/G1 PB O Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine) disponibiliza 15 vagas para diversas áreas nesta terça-feira (19) em Rio Branco. Os candidatos interessados devem comparecer pessoalmente à OCA, que na rua Quintino Bocaiúva, 299 - Centro. O candidato à vaga deve atualizar o seu cadastro no Sine. Aqueles que não tiverem cadastro na instituição, devem levar os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço. As vagas são rotativas, ou seja, são disponibilizadas para o dia, podendo não estar mais disponíveis para o dia seguinte. O Sine se responsabiliza por encaminhar cinco pessoas, no perfil solicitado pelo empregador, para que ele possa escolher qual vai preencher a vaga. O cidadão pode verificar se a vaga ainda está disponível através do telefone 0800 647 8182. São 15 vagas para esta terça-feira (19) em Rio Branco Divulgação/Sine-AC
    Terça-feira (19) deve ser de pouco sol e muitas chuvas no Acre, prevê Sipam

    Terça-feira (19) deve ser de pouco sol e muitas chuvas no Acre, prevê Sipam


    Tempo deve ficar nublado durante todo o dia. Confira as temperaturas em todas as regiões. Terça-feira (19) deve ser de pouco sol e muitas chuvas no Acre, prevê Sipam Quésia Melo/Rede Amazônica Acre O Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam)...


    Tempo deve ficar nublado durante todo o dia. Confira as temperaturas em todas as regiões. Terça-feira (19) deve ser de pouco sol e muitas chuvas no Acre, prevê Sipam Quésia Melo/Rede Amazônica Acre O Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) prevê uma terça-feira (19) com tempo carregado no Acre. A previsão é de um dia de céu nublado, com sol entre muitas nuvens e pancadas de chuva e trovoadas devem ocorrer a partir da tarde nas cidades do Leste e Sul acreano, inclusive na Capital. Já nas demais regiões do Estado o tempo segue nublado a encoberto, com pouco sol e previsão de pancadas de chuva com trovoadas a qualquer hora do dia, com risco de volumes significativos de chuva no decorrer do dia. Confira as temperaturas em todas as regiões: Alto Acre Em Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri, as temperaturas oscilam entre a mínima de 23°C e a máxima de 31°C. Baixo Acre Mínima de 23°C e máxima de 30°C são as temperaturas registradas em Acrelândia, Bujari, Capixaba, Plácido de Castro, Porto Acre, Senador Guiomard e Rio Branco. Vale do Juruá Já em Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves os termômetros ficam entre 24°C e 31°C. Vale do Purus Em Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus e Sena Madureira faz entre 24º C e 31°C. Vale do Tarauacá/Envira Por fim, em Feijó, Jordão e Tarauacá a variação de temperatura fica entre a mínima de 23°C e a máxima de 30°C.
    Idosa que morreu em avião no AC ia fazer cirurgia para trocar bateria de marca-passo no PR

    Idosa que morreu em avião no AC ia fazer cirurgia para trocar bateria de marca-passo no PR


    Sebastiana Mendes, de 66 anos, sofria de arritmia cardíaca e estava com a cirurgia marcada para esta terça-feira (19). Saúde disse que agendamento da idosa foi feita pela CNRAC, que é do Ministério da Saúde, mas que fez todos os procedimentos...


    Sebastiana Mendes, de 66 anos, sofria de arritmia cardíaca e estava com a cirurgia marcada para esta terça-feira (19). Saúde disse que agendamento da idosa foi feita pela CNRAC, que é do Ministério da Saúde, mas que fez todos os procedimentos necessários para a paciente. Sebastiana morreu dentro do avião Arquivo pessoal A idosa Sebastiana Mendes de Oliveira, de 66 anos, ia fazer uma cirurgia em Curitiba, nesta terça-feira (19), para trocar a bateria do marca-passo. A passageira morreu a bordo do voo 3183 da Latam, na madrugada desta segunda-feira (18), quando viajava de Rio Branco para Brasília. A idosa era servidora da Saúde e estava afastada para tratamento. Ela sofria de arritmia cardíaca e fazia os procedimentos pelo Tratamento Fora do Estado (TFD). A família acredita que a Saúde do Acre foi negligente ao demorar marcar a viagem da idosa e não disponibilizar um avião com suporte necessário. Por meio de nota, a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) informou que a paciente era inserida na Central Nacional de Regulação (CNRAC), que é administrada pelo Ministério da Saúde. O sistema fez o agendamento para Sebastiana ser atendida por um médico no Hospital de Base de Porto Velho, no dia 17 de janeiro. "Ocorreu que no dia 15 de janeiro, o Hospital de Base informou que não haveria possibilidade de atendimento por causa da necessidade da troca de um gerador. A paciente, então, foi inserida novamente na CNRAC e oito dias depois foi autorizada a ida dela para o estado do Paraná, com data para o dia 19 de fevereiro", ressaltou. A Sesacre destaca que fez todos os procedimentos necessários para que a paciente fosse atendida. Contudo, as vagas são reguladas pela CNRAC, que é controlada pelo Ministério da Saúde e fora da competência da secretaria. Demora Ao G1, um parente da idosa, que pediu para não ter o nome divulgado, contou que ela usava o marca-passo há oito anos. A revisão do aparelho, que era feita anualmente por um médico em Rio Branco, passou a ser feita em Porto Velho (RO) por um tempo e desde o final do ano passado estava sem manutenção por falta de médico. “Foi um médico para Porto Velho ler o marca-passo dela e a Saúde do Acre encaminhou ela para fazer as manutenções. Fez duas vezes lá em Porto Velho. Por último não veio mais médico e o governo do Acre não conseguiu marcar a cirurgia em outro estado”, contou. Na última vez que esteve com o médico, Sebastiana ouviu que tinha usado apenas 2% da bateria do aparelho. Porém, o prazo de validade da bateria estava próximo de vencer e a família começou uma luta contra o tempo para o Tratamento Fora do Domicílio (TFD) do Acre conseguir um médico em outro estado e encaminhar a idosa. “Esse marca-passo vai vencer porque tem uma quantidade de tempo, que eu não sei, para trocar a bateria. A filha dela ligou avisando que ela não estava bem, para marcarem a viagem e arrumar o hospital certo para ela ir. E eles não agilizaram”, reclamou. Saúde foi piorando Ainda segundo a parente, o TFD marcou a passagem para a idosa trocar a bateria do marca-passo para o domingo. Enquanto esperava, a idosa saiu de casa, em Rio Branco, e passou a morar em Extrema (RO) com uma das filhas. Na sexta-feira (15), Sebastiana passou mal e foi encaminhada por um médico de Extrema para a capital do Acre, onde ela foi atendida e liberada. “Viram que ela não estava melhorando e mandaram para Rio Branco de ambulância, ficaram a madrugada em Rio Branco, mas deram alta para ela. Quando foi ontem [domingo,17] pegou o ônibus para Rio Branco para pegar o avião e ir para o Paraná. Sabiam que estava ruim, tinham todos os laudos médicos e ficaram enrolando”, relatou. O corpo de Sebastiana vai ser enterrado em um cemitério de Extrema, que fica a 180 quilômetros de Rio Branco. A família acredita que houve negligência por parte da Saúde. "Sei que poderiam ter feito mais pela saúde dela, poderiam ter providenciado um avião para levar ela porque precisava de oxigênio e no avião não tinha isso. O médico ainda autorizou ela a viajar sabendo que não tinha autorização", criticou.
    Sem premiação, prefeitura decide manter desfile de blocos em Rio Branco

    Sem premiação, prefeitura decide manter desfile de blocos em Rio Branco


    Presidentes dos blocos entraram em acordo com a prefeitura para manter desfile. Prefeitura decidiu apoiar ainda a realização de três dias de carnaval no Novo Mercado Velho. Blocos vai ganhar apenas cachê da FGB para apresentação neste ano Caio...


    Presidentes dos blocos entraram em acordo com a prefeitura para manter desfile. Prefeitura decidiu apoiar ainda a realização de três dias de carnaval no Novo Mercado Velho. Blocos vai ganhar apenas cachê da FGB para apresentação neste ano Caio Fulgêncio/G1 Após reunião com os presidentes dos blocos carnavalescos, nesta segunda-feira (18), a Prefeitura de Rio Branco decidiu manter o desfile, mas sem premiação. A escolha da Realeza continua cancelada. Presidentes de cinco blocos lamentaram o cancelamento do concurso e apresentaram algumas propostas para Socorro Neri, que garantiu apoio ao desfile e folguedos populares. Ao G1, o presidente da Fundação Garibaldi Brasil, Sérgio de Carvalho, explicou que foi mantido apenas o cachê pago aos blocos no desfile. O dia da apresentação ainda deve ser decidido pela organização. “A prefeita se encontrou com os blocos em um diálogo muito produtivo e vamos manter o desfile. Foi uma proposta do próprio movimento, que abriu mão da premiação. Todo ano a fundação paga um cachê, e é uma maneira de contribuir para uma boa apresentação”, ressaltou. Carvalho destacou que o custo diminuiu bastante sem a premiação. Os blocos também buscam parcerias para fazer um belo desfile. “Alguns blocos estão pedindo que seja no sábado e domingo, mas estamos avaliando. Pode ser também na terça de carnaval [5 de fevereiro]. Pediram uns dias para se prepararem e estamos avaliando”, ressaltou. Carnaval no Novo Mercado Velho A prefeita também decidiu apoiar a realização de três noites de folia no Novo Mercado Velho, no Centro de Rio Branco. A festa deve começar no dia 2 e se estender até o dia 4. “A prefeita se sensibilizou e vamos fazer um pequeno carnaval no Mercado Velho, voltado para os folguedos; Marujada, Carimbó, Maracatu, Urubu Cheiroso, Marchinha e o baile infantil. Essas brincadeiras de carnaval não têm muito espaço para acontecer”, explicou o presidente. Ainda segundo Carvalho, a festa começa às 16h e terminar às 22h. Ele destacou a importância de manter a festa popular mesmo diante do momento de crise enfrentado pelo município. “Seu Aldenor, que é mestre da Marujada, está em idade avançada e passando o conhecimento dele e é importante a gente como prefeitura olhar para essas expressões artísticas e dar o devido lugar de apresentação”, confirmou.
    Homem morre em hospital dez dias após ser baleado em bairro de Rio Branco

    Homem morre em hospital dez dias após ser baleado em bairro de Rio Branco


    Joaquim de Lima morreu na madrugada desta segunda-feira (18), dez dias após ser baleado no bairro Belo Jardim II. Dupla em moto passou e atirou em Lima e em Leoneudo da Silva, que morreu no local. Homem morreu na Rua Airton Sena, no bairro Belo...


    Joaquim de Lima morreu na madrugada desta segunda-feira (18), dez dias após ser baleado no bairro Belo Jardim II. Dupla em moto passou e atirou em Lima e em Leoneudo da Silva, que morreu no local. Homem morreu na Rua Airton Sena, no bairro Belo Jardim II, na capital acreana Arquivo pessoal Joaquim Alves de Lima morreu no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) dez dias após ser baleado na Rua Airton Sena, bairro Belo Jardim II, em Rio Branco. Leoneudo Rodrigues da Silva também foi baleado no dia do crime, no último dia 8, e morreu no local. Segundo a polícia, Lima foi levado com quadro estável para o hospital. Ele foi baleado no pescoço e morreu na madrugada desta segunda-feira (18). O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) informou que dois homens em uma motocicleta passaram e dispararam contra as vítimas. Ainda segundo a polícia, Lima foi até o local para entregar um molho de pimenta para Leoneudo da Silva. Ele ficou dentro do carro enquanto Silva se aproximava, quando dois homens em uma moto se aproximaram e atiraram nas vítimas. A dupla fugiu após o crime. Porém, Anderson Rocha Santos acabou preso por policiais do 2º Batalhão da Polícia Militar do Acre, no bairro Rosalinda. Além de prender Santos, os policiais conseguiram recuperar uma motocicleta com restrição de roubo.
    Servidores do Pró-Saúde cobram regularização durante protesto em Rio Branco

    Servidores do Pró-Saúde cobram regularização durante protesto em Rio Branco


    Grupo se reuniu em frente à Casa Civil, no Centro da capital acreana, para cobrar cumprimento de promessa de governo. Servidores foram recebidos pela cúpula do governo. Grupo cobra cumprimento de promessa do governador Gladson Cameli em frente à...


    Grupo se reuniu em frente à Casa Civil, no Centro da capital acreana, para cobrar cumprimento de promessa de governo. Servidores foram recebidos pela cúpula do governo. Grupo cobra cumprimento de promessa do governador Gladson Cameli em frente à Casa Civil Lilian Lima/Rede Amazônica Acre Um grupo de servidores do Pró-saúde se reuniu em frente à Casa Civil, no Centro de Rio Branco, para cobrar a regularização jurídica dos concursados. Segundo os servidores, essa foi uma das promessas de campanha do governador Gladson Cameli. Ao G1, a Secretaria de Comunicação falou que representantes da categoria foram recebidos pelo Ministério Público do Acre (MP-AC), Controladoria e Procuradoria Geral do Acre, chefia da Casa Civil, com a Secretaria de Saúde e da Fazenda. Motorista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Sandro de Oliveira, de 36 anos, contou que o grupo procurou o governador de forma pacífica para que seja cumprida a promessa feita durante a campanha eleitoral. “Estamos pleiteando aqui é que se abra essa negociação, essa porta para que a gente venha expor todo estudo que foi feito pelo Sintesac, pelo setor jurídico, que há viabilidade jurídica e econômica, e queremos o cumprimento da palavra do governador. É isso que estamos tentando, estamos de forma pacífica e ordeira, amanhã haverá outra manifestação caso as negociações não avancem”, destacou. Mais de mil em situação irregular Porém, caso não haja uma sinalização positiva, Oliveira afirmou que a categoria deve paralisar as atividades nos próximos dias. Segundo ele, há aproximadamente mil servidores do Pró-Saúde aguardando a regularização. “Vai causar um impacto muito grande, haja vista a situação da saúde em nosso estado. O governador declarou situação de emergência e se os servidores pararem vai virar um caos. Ficamos muito apreensivos porque sempre trabalhamos com essa pressão e medo de ser demitido. São pais de família que precisam do emprego. Torcemos, batalhamos e estamos nessa luta jurídica há três anos, o governo anterior não quis regularizar”, criticou. Líria Moreno é técnica de laboratório e servidora do Pró-Saúde há oito anos. De acordo com ela, há uma nova previsão de demissões para o mês de março e os concursados precisam de um parecer que esclareça se vão ou não ser demitidos. “A nossa situação é difícil porque a maioria das pessoas tem um vínculo só, poucas pessoas têm mais de um vínculo. Eu por exemplo só tenho esse, sou formada, tenho ensino superior estou terminando uma pós-graduação, mas o meu trabalho hoje no Pró-Saúde é como técnica de laboratório e não vejo nenhuma saída para mim", lamentou.
    Vereador denuncia estrutura de escola com telhas prestes a cair no interior do Acre

    Vereador denuncia estrutura de escola com telhas prestes a cair no interior do Acre


    Assessoria da SEE informou ao G1 que departamento de gestão já tomou conhecimento da situação da escola e determinou que setor de manutenção tome providências. Vereador denuncia escola que está praticamente sem teto e pede providências à...


    Assessoria da SEE informou ao G1 que departamento de gestão já tomou conhecimento da situação da escola e determinou que setor de manutenção tome providências. Vereador denuncia escola que está praticamente sem teto e pede providências à Secretaria de Educação. Arquivo pessoal Preocupado com a situação da escola rural Fábio Bezerra Cavalcante, localizada no Ramal do 16, em Sena Madureira, interior do Acre, o vereador Alípio Gomes denunciou a situação precária da escola que está com o teto prestes a cair. O vereador usou a tribuna da Câmara para fazer a denúncia e também encaminhou ofício ao núcleo estadual de educação do município, onde relata que o prédio não tem condições de iniciar o ano letivo. A assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Educação (SEE) informou ao G1 que o departamento de gestão já tomou conhecimento da situação da escola por meio de um documento que o próprio Núcleo de Educação de Sena enviou. Disse que a demanda foi encaminhada ao setor de manutenção para que as providências sejam tomadas. "O principal problema é a cobertura que é feita com telhas ecológicas. A telha tipo vira um papelão e ela, hoje, praticamente não tem cobertura pode-se dizer", disse o vereador. Escola recebe cerca de 30 estudantes do 1º ao 9º ano Arquivo pessoal O parlamentar diz ainda que a situação vem se agravando desde 2018, mas teria piorado com o período chuvoso. "Começou a apodrecer, então ela está numa situação que não tem condições de ninguém estudar", alerta. Segundo o vereador, são pelo menos 30 alunos que estudam na escola, que recebe crianças do 1° ao 9º ano. Ele teme que o ano letivo dessas crianças seja prejudicado. Ainda segundo a assessoria da SEE, não é possível informar se serão feitos todos os reparos necessários até o início das aulas por causa do pouco tempo. Porém, serão tomadas as medidas emergenciais.
    Blocos abrem mão de prêmios e negociam com prefeita para manter desfile no carnaval no AC

    Blocos abrem mão de prêmios e negociam com prefeita para manter desfile no carnaval no AC


    Presidente da FGB diz que prefeitura vai analisar as sugestões e deve se pronunciar posteriormente. Concurso para Realeza do Carnaval 2019 e de blocos foi cancelado para conter gastos. Campeão do concurso de 2018, Bloco Sambase diz que já gastou R$...


    Presidente da FGB diz que prefeitura vai analisar as sugestões e deve se pronunciar posteriormente. Concurso para Realeza do Carnaval 2019 e de blocos foi cancelado para conter gastos. Campeão do concurso de 2018, Bloco Sambase diz que já gastou R$ 8 mil para desfile de 2019 Reprodução Rede Amazônica Acre Presidentes dos cinco blocos carnavalescos tradicionais da capital acreana lamentaram o cancelamento do concurso anunciado pela prefeitura de Rio Branco nesta segunda-feira (18) e disseram que foram pegos de surpresa. Eles se reuniram com a prefeita Socorro Neri, nesta segunda, e apresentaram algumas propostas para tentar manter o evento. Uma das ideias foi abrir mão da premiação do concurso para que fosse mantido apenas o desfile dos blocos. Conforme o edital, publicado no dia 29 de janeiro, o concurso iria premiar até o 3º colocado e o grande vencedor ganharia R$ 3,2 mil. O segundo lugar iria levar R$ 2,2 mil e o terceiro R$ 1,1 mil. Além do concurso dos blocos, a prefeitura cancelou o concurso para a escolha de Realeza 2019. O concurso iria premiar até o 3º colocado, com troféu, e o grande vencedor ganharia R$ 2 mil e troféu. O presidente da Fundação Municipal de Cultura Garibaldi Brasil (FGB), Sérgio de Carvalho, disse que a prefeitura vai analisar as propostas apresentadas pelos blocos e que deve se pronunciar ainda nesta segunda. “A gente está buscando um outro formato que caiba na atual situação que está o município”, afirmou. Blocos lamentam O presidente do Bloco Sambase, vencedor do concurso em 2018, Isliano de Lima, mais conhecido como Sandrinho da Base, disse que já foram gastos cerca de R$ 8 mil. Segundo ele, já estava praticamente tudo pronto para o desfile deste ano. “Desde dezembro que a gente começou os ensaios de terça a sexta. Samba-enredo pronto, comissão de frente ensaiando, rainha de bateria produzindo material e fazendo já dívidas contando com esse apoio que a gente recebe. Foi uma porrada na cabeça, por isso a gente pediu para se reunir com a prefeita e a conversa foi boa e existe a possibilidade de ter sim o desfile. Vamos aguardar”, disse Sandrinho. O bloco Unidos do Fuxico também estava com samba enredo pronto, fazendo ensaios e com um investimento que já chega a R$ 15 mil, segundo o presidente Wellington Fraga. “Estávamos nos preparando, gastando, costurando e ensaiando desde o dia 8 dezembro. Temos tema, samba-enredo, coreografia, comissão de frente e o carro já está pronto. Recebemos essa notícia ontem de supetão pelas redes sociais, corremos para a prefeitura e a prefeita nos atendeu. Ela apresentou os motivos, a gente colocou para ela situação e ela ficou de conversar com a equipe para dar uma nova resposta”, afirmou Fraga. O presidente do Bloco Seis É Demais, Frank Costa, disse que o bloco já gastou cerca de R$ 12 mil com o desfile. “Tivemos uma reunião com a prefeita, tentamos encontrar aí um meio termo e ela pediu para a gente esperar. Desde que terminou o carnaval do ano passado, a gente começou a trabalhar o tema desse ano. Fomos pegos de surpresa assim como todos os blocos, mas vamos aguardar”, disse. O Bloco Sem Limites gastou cerca R$ 3,2 mil com a organização do bloco, segundo o presidente Altino Vieira. “Nós já estávamos ensaiando há mais de um mês, com samba-enredo pronto, bateria ensaiando e temos gastos para pagar. Agora fica difícil, mas a nossa esperança”, falou. Esse seria o segundo ano de concurso do Bloco SPB e o presidente Chico Rafael conta que tiveram que investir em carro alegórico e fantasias, como era determinado pelo edital. Segundo ele, o bloco gastou quase R$ 9 mil. “Já estávamos inscritos para o concurso e nos organizando desde dezembro. Quando foi ontem, fomos pegos de surpresa. Como somos um bloco novo, temos pouco material e nosso gasto é ainda maior. Mas, saí um pouco animado dessa conversa, a prefeita ficou sensibilizada e a gente tem esperança de que dê tudo certo”, afirmou Rafael.
    Mais de 35 adolescentes tentam fugir de centro socioeducativo no Acre

    Mais de 35 adolescentes tentam fugir de centro socioeducativo no Acre


    Serra e certa quantidade de entorpecente foram encontrados dentro de um dos alojamentos. Procedimento foi instaurado para investigar o caso. Mais de 35 menores tentam fuga em massa em centro socioeducativo no Acre Iryá Rodrigues/Arquivo...


    Serra e certa quantidade de entorpecente foram encontrados dentro de um dos alojamentos. Procedimento foi instaurado para investigar o caso. Mais de 35 menores tentam fuga em massa em centro socioeducativo no Acre Iryá Rodrigues/Arquivo G1 Adolescentes serraram duas grades de dois alojamentos do Centro Socioeducativo Santa Juliana, em Rio Branco, para tentar fuga em massa por volta da 0h30 desta segunda-feira (18). Conforme o diretor do Instituto Socioeducativo do Acre (ISE), Rogério Silva, a intenção dos menores era render o agente e libertar todos do pavilhão que abriga 37 menores. "Os agentes acharam estranho a insistência dos adolescentes em pedir água à 0h30, quase 1 hora e aí ele chamou o restante da equipe e chamaram também uma equipe da Polícia Militar (PM) e começaram um processo de vistoria quando conseguiram identificar que duas grades tinham sido serradas", explica. Dois alojamentos tiveram as grades cerradas e, em cada uma deles, havia seis adolescentes. A serra e certa quantidade de entorpecente foram encontrados dentro de um dos alojamentos. Ao identificar a intenção do grupo, os agentes retiraram os adolescentes e levaram para outro alojamento, onde foi feito um procedimento de contenção, conforme explica o diretor do ISE. Procedimento administrativo O diretor diz que um procedimento administrativo já foi instaurado, registrada notícia crime, e feito relatório e perícia no local. E, depois do processo de apuração, o adolescente já foi identificado e os fatos serão comunicados ao Ministério Público do Acre (MP-AC) e ao Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) para que tomem as providências necessárias. "Pediremos à nossa assessoria jurídica para emitir um procedimento para a gente responsabilizar o familiar. Suponhamos que tenha sido a mãe do adolescente que tenha levado a serra e inserindo dentro de uma sandália havaiana para entrar no local", diz. Após o procedimento de contenção as grades já foram soldadas e recolocadas no lugar.
    Bombeiros resgatam cachorro que caiu em poço abandonado em Rio Branco

    Bombeiros resgatam cachorro que caiu em poço abandonado em Rio Branco


    Animal estava debilitado devido ao tempo que tinha caído no poço. Bombeiros alertam para cuidados que devem ser tomados com poços abandonados. Cachorro caiu em poço abandonado em bairro de Rio Branco Divulgação/Corpo de Bombeiros O Corpo de...


    Animal estava debilitado devido ao tempo que tinha caído no poço. Bombeiros alertam para cuidados que devem ser tomados com poços abandonados. Cachorro caiu em poço abandonado em bairro de Rio Branco Divulgação/Corpo de Bombeiros O Corpo de Bombeiros resgatou um cachorro que caiu em um poço abandonado, na tarde deste domingo (17), no Conjunto Xavier Maia, em Rio Branco. Segundo os bombeiros, o animal estava muito debilitado devido ao tempo que ficou dentro do poço aguardando o resgate. O major Cláudio Falcão, dos Bombeiros, contou que a equipe foi acionada por um vizinho do dono do cachorro. Ao chegar no local, a equipe encontrou o animal bastante assustado e fraco. “O vizinho informou que o animal tinha caído em um poço abandonado. Foi feito o resgate e ele foi entregue aos cuidados do vizinho, porque o proprietário não estava no local. O poço tinha aproximadamente três metros de profundidade e de onde o animal estava para a superfície era cerca de 1,5 metro”, disse o major. Bombeiros resgataram animal na tarde de domingo (17), no Conjunto Xavier Maia Divulgação/Corpo de Bombeiros O resgate levou cerca de 30 minutos e a equipe usou um equipamento para laçar o animal e, depois, o cachorro foi içado. O major chama atenção para os cuidados que devem ser feitos em caso de poços desativados. “Poderia ter sido uma criança e qualquer vida é muito importante. Esses poços abandonados precisam estar fechados ou então aterrados, porque há um risco muito grande tanto para os animais quanto para as pessoas. Caso o vizinho não tivesse visto o cachorro lá, ele poderia ter morrido, devido as condições”, concluiu o major.
    Mulher e criança de 2 anos atingidos por desabamento de banheiro no AC recebem alta

    Mulher e criança de 2 anos atingidos por desabamento de banheiro no AC recebem alta


    Esse foi o segundo acidente em menos de um mês. Bombeiros dizem que chuvas e erro na construção provocaram desabamento de banheiro. Banheiro desabou quando mãe e filho estavam tomando banho em Cruzeiro do Sul Divulgação/Polícia Militar do...


    Esse foi o segundo acidente em menos de um mês. Bombeiros dizem que chuvas e erro na construção provocaram desabamento de banheiro. Banheiro desabou quando mãe e filho estavam tomando banho em Cruzeiro do Sul Divulgação/Polícia Militar do Acre Janaína Ribeiro e o filho dela de 2 anos receberam alta na manhã desta segunda-feira (18) após serem atingidos por um banheiro que desabou sobre eles na tarde deste domingo (2). A mulher teve um corte na cabeça e o menino hematomas por várias partes do corpo. Os dois receberam atendimento no Pronto-socorro e ficaram em observação até a manhã desta segunda-feira (18), quando foram liberados pelos médicos. Os dois estavam tomando banho quando o banheiro da casa desabou. A vizinha de Janaína contou que viu o momento que o banheiro estava caindo sobre a mulher e o filho. “Quando sai na janela, vi a estrutura caindo e disse: ‘vai cair’. Quando gritei pela Janaína o banheiro já desabou de uma vez e não deu tempo mais pra ela sair. Ela ainda gritou, mas o neném nem chorou. Na minha mente, eles estavam mortos”, conta Valcirleide Silva, que mora ao lado e é casada com o irmão do marido de Janaína. A vizinha disse ainda que Janaína colocou a criança embaixo de suas pernas para protegê-la dos escombros. Para a família, a mulher e a criança sobreviveram por milagre. Casos recorrentes Esse é o segundo banheiro que desaba em menos de um mês na cidade. No dia 29 de janeiro, a estudante Ana Graziele da Silva, de 17 anos, foi atingida pelas paredes do banheiro de sua casa, no bairro do Alumínio, e morreu uma semana depois na UTI do hospital do Juruá. Na manhã desta segunda-feira (18), o comandante do Corpo de Bombeiros, capitão José Oliveira, falou sobre os dois acidentes. No primeiro caso, ele afirmou que o Corpo de Bombeiros não foi acionado e que, por isso, não foi feito um laudo técnico para apurar o que provocou a queda do banheiro sobre a estudante. No acidente deste domingo, uma equipe de bombeiros esteve no local e comprovou que, além das chuvas que deixaram o terreno em erosão, a construção não obedecia critérios de engenharia. “A gente observa que, muito embora tenha a questão da chuva que contribuiu de alguma forma para esses desabamentos, existem erros de construção. No caso desse segundo, era um conjugado, uma casa de madeira com esse banheiro encostado. Já haviam notado um descolamento desse banheiro da casa e não foi tomada nenhuma providência e veio a desabar”, explica. Mulher e criança de 2 anos atingidas por desabamento de banheiro no AC recebem alta Divulgação/Corpo de Bombeiros
    Idosa morre a bordo de avião que saiu de Rio Branco com destino a Brasília

    Idosa morre a bordo de avião que saiu de Rio Branco com destino a Brasília


    Aeronave retornou para Rio Branco para mulher receber atendimento, mas equipe do Samu apenas constatou que ela já estava sem vida. Idosa tinha problema cardíaco, segundo Samu. Sebastiana morreu dentro do avião Arquivo pessoal A passageira...


    Aeronave retornou para Rio Branco para mulher receber atendimento, mas equipe do Samu apenas constatou que ela já estava sem vida. Idosa tinha problema cardíaco, segundo Samu. Sebastiana morreu dentro do avião Arquivo pessoal A passageira Sebastiana Mendes de Oliveira, de 66 anos, morreu a bordo do voo 3183 da Latam, na madrugada desta segunda-feira (18), quando viajava de Rio Branco para Brasília. De acordo com a empresa aérea, o avião retornou ao aeroporto da capital acreana para que a passageira recebesse atendimento médico. Ao G1, a família informou que a idosa tinha problemas cardíacos e estava indo para Curitiba-PR, para trocar a bateria do marca-passo, quando ocorreu a fatalidade. Conforme o gerente do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Pedro Pascoal, uma ambulância de suporte avançado foi até o aeroporto, mas a mulher já estava sem vida. A passageira recebeu os primeiros atendimentos de um médico de Minas Gerais que estava a bordo, mas ele não conseguiu reverter o quadro da idosa. “A LATAM Airlines Brasil informa que o voo LA3183 (Rio Branco – Brasília), que decolou às 2h15 [horário de Brasília] de hoje (18), retornou para o aeroporto de origem, pousando às 3h39 [horário de Brasília], para que uma passageira recebesse atendimento médico. A companhia se sensibiliza com o ocorrido e informa que está prestando toda a assistência necessária aos familiares da passageira”, disse a empresa em nota. O voo acabou sendo cancelado e remarcado para a terça-feira (19). “A LATAM esclarece ainda que está prestando a assistência necessária aos passageiros e informa que o voo foi reprogramado para amanhã (19) sob número LA 9000, com previsão para decolar às 3h50”, afirmou. O Samu foi acionado pela equipe da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). O corpo de Sebastiana foi levado pelo Samu para o necrotério do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). “Era uma paciente que já tinha um problema cardíaco, que não sei se estava em viagem justamente para fazer algum tratamento. Mas, o que foi passado era que se tratava de um paciente com histórico de cardiopatia, que passou mal em voo e o avião retornou para Rio Branco. Na hora que o avião chegou, a nossa viatura já estava aguardando e declarou o óbito”, disse Pascoal.
    Chefe de facção criminosa é preso ao buscar filha no aeroporto de Rio Branco

    Chefe de facção criminosa é preso ao buscar filha no aeroporto de Rio Branco


    Suspeito atuava na parte alta da capital. Em 2017, ele chegou a ser preso. Chefe de facção criminosa é preso ao buscar filha no aeroporto de Rio Branco Divulgação/Polícia Civil A Polícia Civil do Acre (PC-AC) prendeu, na última sexta-feira...


    Suspeito atuava na parte alta da capital. Em 2017, ele chegou a ser preso. Chefe de facção criminosa é preso ao buscar filha no aeroporto de Rio Branco Divulgação/Polícia Civil A Polícia Civil do Acre (PC-AC) prendeu, na última sexta-feira (15), José Ronildo Nascimento, de 40 anos, acusado de comandar o tráfico na região do Montanhês, em Rio Branco. A prisão aconteceu quando José Ronildo buscava a filha no aeroporto internacional de Rio Branco. Conforme a polícia, ele tinha três mandados de prisão em aberto, duas condenações por crimes. “O José Ronildo estava foragido há mais de um ano. Todas as forças policiais do Acre estavam atrás dele. Ele é considerado um dos homens mais fortes que comandava uma organização criminosa”, disse o delegado Pedro Resende da Divisao de Investigações Criminais (DIC). Resende disse ainda que o homem foi preso quando ia buscar a filha no aeroporto de Rio Branco. “Foi uma prisão importante porque ele era chefe da parte alta da cidade. Crimes de tráfico, roubo, homicídio, furto. Tudo ali passava por ele. Em 2017, ele foi preso e depois de ser solto teria se fortalecido”, conta o delegado.
    Vendedor de limão é morto com ao menos oito tiros em Rio Branco

    Vendedor de limão é morto com ao menos oito tiros em Rio Branco


    Crime ocorreu na manhã desta segunda-feira (18) na Baixada da Sobral. Homem foi morto a tiros por dupla em moto Alcinete Gadelha/G1 Aristides Souza, de 38 anos, foi morto com vários disparos na manhã desta segunda-feira (18) na Baixada da Sobral,...


    Crime ocorreu na manhã desta segunda-feira (18) na Baixada da Sobral. Homem foi morto a tiros por dupla em moto Alcinete Gadelha/G1 Aristides Souza, de 38 anos, foi morto com vários disparos na manhã desta segunda-feira (18) na Baixada da Sobral, em Rio Branco. De acordo com a polícia, dois homens em uma motocicleta passaram e atiraram várias vezes contra a vítima. Moradores disseram que Souza era da zona rural e estava na capital há poucos dias vendendo limão. Segundo o Instituto Médico Legal, foram ao menos oito tiros no abdômen da vítima. Vladisney de Moura, policial do 3° batalhão, disse que Souza vendia limões quando foi abordado. Disse ainda que outras ocorrências foram registradas. “Duas pessoas passaram em uma moto preta e atiraram contra esse cidadão. Nesse meio tempo, também aconteceu duas tentativas de homicídio no bairro Boa União, com um ferido na virilha e outro de raspão”, explica. O policial disse ainda que não é possível saber a motivação do crime. “As informações são desencontradas. É preciso ter uma investigação pra saber o motivo”, diz. Aristides Souza, de 38 anos, era vendedor de limões e foi morto em Rio Branco Arquivo pessoal
    Prefeitura cancela concurso da Realeza e desfile dos blocos no Carnaval em Rio Branco

    Prefeitura cancela concurso da Realeza e desfile dos blocos no Carnaval em Rio Branco


    Presidente da FGB lamentou o cancelamento e afirmou que momento pede ‘austeridade’ nos gastos públicos. Cinco blocos tinham se inscrito e cerca de 10 candidatos se inscreveram para realeza. Prefeitura cancela concurso da Realeza e de blocos...


    Presidente da FGB lamentou o cancelamento e afirmou que momento pede ‘austeridade’ nos gastos públicos. Cinco blocos tinham se inscrito e cerca de 10 candidatos se inscreveram para realeza. Prefeitura cancela concurso da Realeza e de blocos carnavalescos em Rio Branco Iryá Rodrigues/G1 A prefeitura de Rio Branco cancelou o concurso da Realeza do Carnaval 2019 e dos blocos carnavalescos. A informação foi confirmada, nesta segunda-feira (18), pelo presidente da Fundação Municipal de Cultura Garibaldi Brasil (FGB), Sérgio de Carvalho. Segundo ele, o principal motivo para a decisão foi a necessidade de conter gastos públicos. O edital para a escolha da Realeza tinha sido divulgado no dia 29 de janeiro. Conforme o documento, o concurso iria premiar até o 3º colocado, com troféu, e o grande vencedor ganharia R$ 2 mil e troféu. As inscrições para as categorias rainha, rainha gay, rainha trans e rei momo estiveram abertas do dia 01 a 14 de fevereiro. Com relação ao concurso dos blocos carnavalescos, o edital também foi publicado pela prefeitura no dia 29 de janeiro e as inscrições estariam abertas de 1 a 19 de fevereiro. O concurso iria premiar até o 3º colocado e o grande vencedor ganharia R$ 3,2 mil. O segundo lugar iria levar R$ 2,2 mil e o terceiro R$ 1,1 mil. O presidente da FGB afirmou que o edital determinava que o número mínimo para cada categoria da Realeza seria de cinco concorrentes. Mas, das quatro categorias, três tiveram apenas três inscritos e a de rei momo somente um interessado. No caso dos blocos, cinco já tinham se inscrito. “A prefeita teve boa vontade para tentar fazer, mas realmente é um momento que está pedindo muita austeridade com os gastos públicos. Estamos enfrentando uma epidemia de dengue e surto de caxumba. Além do rio, que não está estabilizado. Sem contar com todo esse momento de crise que estamos passando. Então, diante de toda essa situação foi mais prudente essa decisão”, disse o presidente. Carvalho lamentou a decisão. “A gente lamenta muito, sabemos a importância das manifestações culturais, principalmente nos momentos de crise. Porém, em momentos tão difíceis como os que a gente está atravessando, são necessárias escolhas”, disse. Carnaval nos bairros A prefeitura também não vai dar apoio aos carnavais de bairros, como vinha ocorrendo nos últimos anos na capital acreana. Segundo Carvalho, os bairros que desejarem fazer carnaval, devem procurar os órgãos como RBTrans e Batalhão da Polícia Militar do bairro para informar da festa. “Vai ser apenas um apoio institucional aos bairros que quiserem fazer, ou seja, iluminação pública e trânsito. Mas, infraestrutura, cachê de banda, esse tipo de coisa não vai ter. A orientação é que os bairros que têm desejo de fazer o carnaval procurem os órgãos responsáveis”, afirmou Carvalho.